Author Archives: Ponto ZerØ

EDU FALASCHI AGITA O CARIOCA CLUB E ANUNCIA A CONTINUIDADE DA REBIRTH OF SHADOWS TOUR EM 2018

Por Thiago Tavares

21 de Janeiro de 2018. Um dia que dificilmente irei esquecer. Esse dia já se pode considerar histórico para os amantes do heavy metal. Foi neste dia no Carioca Club que Edu Falaschi um dos maiores cantores da cena do metal do Brasil encerrou a segunda parte de sua turnê intitulada Rebirth of Shadows Tour. A primeira turnê foi um grande sucesso de público e repercussão por onde passou, e o ex-vocal do Angra e atualmente no Almah, resolveu atender a voz do povo em prosseguir com a turnê. A segunda parte iniciou-se em 08 de dezembro do ano passado em Americana, interior de São Paulo, passou pelas principais capitais, chegando ao último ato na capital paulista.

No dia em questão, contrariando todas as expectativas, choveu na região de Pinheiros, bairro no qual se localiza o Carioca, entretanto quando cheguei a casa, lá para as 16:50, ainda tinha poucas pessoas na fila, outras mais nos bares aos arredores para fazer aquele esquenta antes do show.

A hora da abertura dos portões chega, e a fila já estava gigantesca, prenuncio de que teríamos casa lotada, mais cheia que no primeiro show da turnê em sampa no dia 23 de junho do ano passado, previsão essa que se confirmou horas antes pelas redes sociais do Edu que o show atingiu o décimo sold out da turnê com a venda de dois mil ingressos. Aí já mentalizava como seria o show: algo fora do comum.

Já era 18:15. Realizado os procedimentos de credenciamento, adentrei a casa e a galera já estava empolgada na grade esperando pelo show, muitos comentários positivos acerca do show que as pessoas falavam e da expectativa de verem algo melhor do que a primeira vez.

Um pouco mais tarde, lá para as 19:00, subiu ao palco a banda de Prog Metal Acid Tree, banda essa que excursionou com a galera do Edu como convidado especial, abrindo os shows da turnê. O trio paulista é formado por Ed Marsen (Vocais e guitarra), Ivo Fantini (Baixo) e Giorgio Karatchuk (Bateria), o grupo lançou seu primeiro álbum, “Arkan”, em Julho deste ano (2017) e vem ganhando seu espaço. O som dos caras tem momentos que tem batidas rápidas e momentos que vão mais devagar, o que na minha opinião quebra um pouco o ritmo das músicas, mas nada que possa ser aperfeiçoado no próximo disco, mas a galera ficou dividida em aprovar ou não.

Após a apresentação da banda paulista, a casa lotou com L maiúsculo. Parecia que não tinha mais espaço para mais ninguém entrar. O calor era tanto dentro que nem o ar condicionado suportou devido a quantidade de pessoas, mas todos estavam prestes a ver um show memorável.

Os caras foram britânicos no horário…eram 21:10 quando iniciou-se o último show da turnê e pode se perceber que Edu Falaschi e seus companheiros de estrada Aquiles Prister, Fábio Laguna, Diogo Mafra e Rafael Dafras e Roberto Barros (vulgo Safadão) estavam empolgados com as energias devidamente renovadas e que nem pareciam que estavam em uma maratona de shows – o anterior a este foi sábado (20) em Bebedouro/SP. Avisei a um amigo meu que estava presente ao show “Se prepare que você vai ver O SHOW” e Edu Falaschi não ficou devendo, preparou uma despedida com estilo, sem deixar faltar nada daquilo que ele fez perante ao Angra quando esteve a frente dos álbuns Rebirth (2001), Temple of Shadows (2004) e Aqua (2010).

O set do show foi preparado a dedo para o encerramento desta maratona de shows onde Edu viaja no tempo e relembra clássicos, incluiu músicas que não estavam na primeira parte da turnê como The Shadow Hunter, Arising Thunder e The Temple of Hate, mas foi perante a esta última música, o ápice do show.

Edu cantou The Temple of Hate com Kai Hansen, no qual o alemão ex-Helloween e Gamma Ray deixou sua marca no CD Temple of Shadows. Como se não bastasse, interpretou Rebellion In Dreamland do Gamma Ray e o clássico do Helloween I Want Out, foram os pontos altos do show onde o público foi ao delírio e que o ingresso valeu a pena de verdade.

Fora essa participação mais que especial, deram sua contribuição ao espetáculo Alírio Neto (ex-Age Of Arthemis), Thiago Bianchi (Nortunall), Bruno Sutter e o irmão de Edu, Tito Falaschi interpretando Rebirth. E como não bastasse a empolgação da galera em ouvir todos os clássicos novamente, antes da participação de Hansen, o Edu anunciou em alto e bom som que a Rebirth of Shadows Tour vai ter a terceira parte entre abril e maio de 2017, aí o público foi a baixo mesmo.

Em particular, esse show vai ficar para história, onde dificilmente vou esquecer pois foi na época do Edu que comecei a ouvir Angra, isso quando foi lançado Aqua no antigo Citibank Hall. Foi a partir daí que comecei a ir nos primeiros shows de rock. São histórias assim que encontramos de pessoas que estavam presentes naquele domingo chuvoso em Pinheiros, de pessoas que cresceram ouvindo Angra, que passaram para os filhos e que contribuam diretamente para que o metal do Brasil continue firme e forte nos quatro cantos do mundo.

Em nome do Ponto ZerØ agradecemos ao Thiago Rahal Mauro da TRM Press pelo credenciamento.

Setlist
Rebirth of Shadows Tour – Carioca Club – 21 de Janeiro de 2017

In Excelsis
Nova Era
Acid Rain
Eyes of Christ
Running Alone
Wishing Well
Angels and Demons (Part. Thiago Bianchi e Junior Carelli)
Heroes of Sand
Late Redemption
Unholy Wars
Drum Solo (Aquiles Priester)
Viderunt te Aquae
Arising Thunder
Millennium Sun
Bleeding Heart (Part. Alirio Netto)
The Shadow Hunter
Live and Learn
The Temple of Hate (Part. Kai Hansen)
Rebellion In Dreamland (Part. Bruno Sutter, Kai Hansen e Tonka Raven)
I Want Out (Part. Kai Hansen e Tonka Raven)
Rebirth (Part. Tito Falaschi)
Deus Le Volt!
Spread Your Fire
Gate XIII

Shadowside figura em diversas listas de melhores do ano pelo mundo e novo CD entre os 15 mais vendidos do Brasil

“Shades of Humanity”, o mais recente lançamento da banda brasileira Shadowside, que conta com o baixista sueco Magnus Rosén (ex-Hammerfall), tem causado um ótimo impacto nos fãs da banda e na imprensa especializada. Diversos veículos ao redor do mundo, como o lendário Bravewords (Canadá), The Metal Resource (Holanda), XS Rock (Reino Unido), Rock Radio UK (Reino Unido), Sudupe Reviewer (Colômbia), Greek Rebels (Grécia), Female Fronted Rock/Metal Bands, Headbangers Latinoamerica (Colômbia, Argentina e Chile), Consultoria do Rock, HeavynRoll, Metal Samsara entre outros, publicaram suas tradicionais listas de melhores lançamentos do ano, e incluíram o novo CD do grupo entre os melhores álbuns de Rock e Heavy Metal lançados em 2017.

Além disso, o álbum também foi um dos 15 CDs de Metal mais vendidos no Brasil em todo o ano de 2017 ao lado de bandas como Kreator, Deep Purple, Accept, Sepultura e Grave Digger, de acordo com a loja e distribuidora Die Hard Records, mesmo tendo sido lançado no mês de Setembro de 2017.

Veja abaixo alguns comentários da imprensa especializada.

KNAC – 4,5/5
“Há mais no SHADOWSIDE do que apenas ser uma banda de metal com uma vocalista talentosa, cujos assuntos nas letras abordam situações que podemos comparar mais com as de Bono do que de Joey DeMaio. Dani Nolden é claramente uma artista em primeiro lugar… A habilidade dos seus vocais em faixas como “Alive” e “Beast Inside” em especial, destacam sua voz passional, porém poderosamente melódico.”

Metal na Lata – 10/10
“Fica claro que, a cada nova audição este disco veio para marcar época, ou seja, é tudo que um fã queria e quer ouvir. Por ser um disco conceitual lidando com vários problemas humanos, cada faixa acaba ligada a outra, nada ficando menos que ESPETACULAR e SURPREENDENTE.”

Metal Militia – 5/5
“Os vocais de Dani Nolden são de uma versatilidade incrível, alternando estilos e sentimentos, conforme a musica pede. A maioria das músicas possuem duração de 3 minutos a 4 minutos, mas nem por isso deixam de ser grandiosas composições.”

The Metal Gods Meltdown – 9,5/10 
“Este disco é cheio de riffs deliciosos, vocais poderosos e uma insanidade Metal matadora, que te dá um soco na cara desde o início … sinto que o mundo precisa receber este mais recente lançamento de braços abertos pois ele é realmente um monstro.”

Portal do Inferno – 9/10
“O disco, ao mesmo tempo em que mostra uma evolução natural em relação ao seu antecessor, soa como o maior passo da banda no quesito modernidade. De um Power Metal de qualidade, porém não tão inovador, hoje o SHADOWSIDE soa como uma banda de Metal de tradicional com levíssimos toques de Prog, mas que consegue soar atual, moderna, sem cair em armadilhas que as tendências costumam colocar no caminho.”

Calles Rock Corner DK – 5,5/6 
“A Dani está realmente cantando de maneira bela, além disso ela também é bastante bonita. Devo admitir que adoro bandas com vocal feminino. Dependendo do estilo, elas normalmente acrescentam um elemento diferente à música do que um homem faria.”

“Shades of Humanity” foi lançado pelas gravadoras EMP Label Group nos Estados Unidos e Europa (que pertence ao baixista do Megadeth David Ellefson), Spiritual Beast no Japão e Furia Music/Die Hard Records no Brasil. O álbum está disponível em CD e em todas as plataformas digitais como Spotify, iTunes e Deezer. O videoclipe/curta-metragem da faixa “Alive”, filmado nos Estados Unidos e dirigido por Daniel Stilling (diretor de fotografia que trabalhou no filme Perdido em Marte e no seriado Criminal Minds), pode ser assistido em https://www.youtube.com/watch?v=EF9Tv5USAYg

A Shadowside já está com agenda de shows aberta para 2018. Os contatos para shows devem ser feitos através do email contato@furiamusic.com.br.

Armored Dawn assina contrato com importante gravadora alemã

Videoclipe de “Sail Away”, single do novo álbum “Barbarians in Black”, está prestes a registrar mais de 3 milhões de views no Youtube – foto: Edu Lawless

Impulsionando cada vez mais a carreira internacional, a banda brasileira Armored Dawn é o mais novo integrante do estrelado casting da gravadora alemã AFM Records.

O grupo assinou contrato para o lançamento mundial do tão aguardado novo álbum “Barbarians in Black“. O sucessor do elogiado debut “Power of Warrior” chega às lojas e em todas as plataformas digitais de streaming, no próximo dia 23 de fevereiro.

Eduardo Parras (vocal), Timo Kaarkoski (guitarra), Tiago de Moura (guitarra), Fernando Giovannetti (baixo), Rafael Agostino (teclado) e Rodrigo Oliveira (bateria) agora fazem parte de um seleto time de peso, ao lado de MinistryDanzigDanko JonesJon Oliva’s PainRhapsody Of FireU.D.O., EvergreyFirewindFlotsam and JetsamKotipeltoLordiMasterplan,Suidakra, entre outros (https://www.afm-records.de/en/artists.html).

Estamos muito animados para o lançamento mundial de ‘Barbarians in Black’ e extremamente orgulhosos em ingressar na AFM! Esta noticia não poderia ter vindo em um melhor momento! A AFM é uma gravadora respeitada, nós adoramos o trabalho deles e a proposta que nos fizeram é justamente o que precisamos para estabelecer a carreira do Armored Dawn no cenário internacional!“, declarou Eduardo Parras.

“Barbarians in Black” traz apresenta 10 temas épicos, cheios de energia e agressividade, e chega com a responsabilidade de superar a bela receptividade do elogiado debut “Power Of Warrior”. A produção teve a assinatura de Bruno Agra (We are Harlot) e Kato Khandwala (The Pretty RecklessPapa Roach), a mixagem e masterização de Sebastian “Seeb” Levermann (Rhapsody of Fire, Orden Ogan, entre outros).

O tracklisting oficial de “Barbarians in Black” é o seguinte:
01. Beware of The Dragon
02. Bloodstone
03. Men of Odin
04. Chance to Live Again
05. Unbreakable
06. Eyes Behind The Crow
07. Sail Away
08. Gods Of Metal
09. Survivor
10. Barbarians In Black

Formado em São Paulo (capital), o Armored Dawn tem conquistado o seu espaço com muito trabalho, determinação, perseverança e garra, se destacando no cenário internacional em razão de importantes turnês ou shows com respeitados nomes da música mundial como MegadethThe OffspringTarjaSabatonSymphony XDe La TierraRhapsodyFates WarningMarillion e até Texas Hippie Coalition. Além disso, foram a única banda brasileira a tocar no Motörboat, o tradicional e concorrido Cruzeiro do Motörhead.

O videoclipe de “Sail Away”, primeiro single de “Barbarians in Black”, está perto de atingir a marca de 3 milhões de views no Youtube. O clipe contou com épica superprodução cinematográfica em clima medieval, com a participação de atores, figurantes e até um falcão, que trabalharam sob a direção de Micka, da produtora Ideia House. Confira abaixo.

Reconhecido como um dos principais expoentes da música brasileira no exterior, o grupo já anunciou as primeiras datas promocionais deste novo trabalho. Mais informações podem ser obtidas em http://armoreddawn.com.

BANDA VIOLATOR SE APRESENTA NO SESC BELENZINHO COM INGRESSOS ESGOTADOS

Por Thiago Tavares

Antes de iniciar os trabalhos, quero já desejar aos amantes do heavy metal e do rock um ótimo ano novo a todos e que este ano de 2018, seja um ano de muitas coberturas a serem feitas pela família Ponto ZerØ. Sem mais de longas, vamos aqui descrever como a minha primeira cobertura do ano, um show que superou e muito as minhas expectativas. Para quem achava que seria tranquilo, fazer mais uma cobertura para o portal e afins, queimei a língua literalmente.

Minha primeira cobertura de 2018 foi do show da banda Violator que aconteceu no último sábado, dia 20, no SESC Belenzinho, na Zona Leste de São Paulo dando continuidade ao projeto Música Extrema. Originária de Brasília e definida como uma banda do gênero do trash metal, a banda tem dezesseis anos de estrada e já realizou dezenas de turnês mundo a fora, e faria então seu último show em São Paulo.

Chegando com meia hora de antecedência e feito o devido credenciamento, já pude ver que a casa já iria lotar no primeiro show de metal do SESC Belenzinho do ano. Ingressos esgotados há pelo menos cinco dias de antecedência, motivo maior de fazer a cobertura e saber o que aconteceria nesse show. A hora do show foi se aproximando e a galera chegando e quando a hora chegou, o local já estava tomado. Os jovens de Brasilia colocaram o SESC a baixo com The Battle of The Broken Heads do álbum Killer Instinct.

A partir desta música, pude perceber que eu estaria igual a um soldado no front de batalha, prestes a tomar o primeiro tiro, pois do início ao fim teve diversos moshs, a barreira que dividia o palco do público foi rompida (detalhe que essa separação é feita somente por aquelas fitas de organização de filas) e a partir daí a galera começou a subir no palco e se atirar nos braços da galera, uma coisa fora do comum que pelo menos nunca tinha acontecido por lá. Pois bem, tive que ir no embalo e pelo menos ajudar a galera a subir no palco ou sustentar as pessoas para o alto, ou seja, uma loucura sem precedentes da galera que apresentou com afinco a cena do trash metal de verdade.

As músicas do Violator basicamente tratam de temas políticos também defendem causas sociais e contra a homofobia que cantam em inglês, mas é claro que a galera comparece para participar dos moshs…aquele mosh de respeito mesmo.

Como disse que eu estava na linha de frente de cara para o palco e ajudando a galera a subir ao palco, apenas tomei uma pancada de leve no queixo e meu óculos quase vai para o espaço. Entre mortos, feridos e suicidas, todos se saíram muito bem, obrigado.

Em nome do Ponto ZerØ, agradecemos a Jaqueline Guerra da assessoria de imprensa do SESC Belenzinho pelo fornecimento das credenciais.

Noturnall anuncia nova formação e inova com Live histórica no Facebook

Com uma “Live” histórica realizada ao vivo pelo Facebook, a Noturnall começa o ano com muitas surpresas. Nova formação, gravação de DVD, presença confirmada no Abril pro Rock e ainda turnê nacional, a partir de Abril, estas são algumas das novidades da banda.

A Noturnall agora é:

Thiago Bianchi (vocal)
Fernando Quesada (baixo)
Junior Carelli (teclados)
Henrique Pucci (bateria)
Bruno Henrique (guitarra)

Assista o show e entrevista ao vivo no Facebookhttps://www.facebook.com/noturnallband/videos/10156464480257668/

Gravada diretamente do Fusão Estúdios, a produção do acontecimento ficou a cargo dos próprios músicos da banda, como já é de costume, sendo Thiago Bianchi do responsável pelo som, Juninho Carelli com sua Foggy Filmes, pelas imagens, Fernando Quesada pela realização geral. De fato chamou à atenção pelo nível de qualidade em todos os aspectos do “evento” e pelo jeito irreverente da banda tratar um assunto de tamanha importância para a banda e seus fãs, fato esse já considerado uma “marca” da banda.

Após a apresentação musical, a banda ficou para um bate-papo muito descontraído com o público e revelou não haver tido nenhum tipo “mal estar” com os agora, antigos membros, mas sim uma escolha natural de caminho por conta das agendas dos músicos. A banda ainda aproveitou pra apresentar seus novos integrantes, onde cada um pode falar um pouco de sua história e novamente foram “aplaudidos” pelos fãs presentes por mostrarem, mais um vez, estarem atentos ao “mercado musical”, uma vez que souberam escolher músicos de nível máximo e relevantes à cena, uma vez que Henrique Pucci é ex baterista e fundador de uma das bandas mais difundidas da atualidade, o Project46, e Brunno Henrique é considerado uma das grandes revelações da geração de músicos “YouTubers”.

Os músicos prometem um ano de 2018 repleto de novidades como uma turnê que será anunciada em breve e uma gravação de DVD que acontece no Teatro Porto Seguro, em São Paulo, no dia 23 de Abril. Mais detalhes sobre a gravação do DVD serão divulgados em breve pela banda e TRM Press. Além de tudo isso, a Noturnall divulgou que gravou um videoclipe da música “Mysterious” no autódromo de Interlagos, em São Paulo, no meio de um treino da Stock Car.

Fernando Quesada comenta sobre o momento da Noturnall:

“Durante todo o percurso da Noturnall sempre procuramos estar próximos do público e acreditamos que a proximidade e até a amizade com o público faça com que tenhamos uma carreira mais sólida e com pessoas torcendo a favor e sempre com energias positivas. Esta foi uma maneira de tentarmos chegar na casa de cada um com a nossa qualidade, profissionalismo e forma de trabalhar, algo que sempre foi o nosso desejo”.

Link relacionado:
https://www.facebook.com/noturnallband/

RESENHA: Berti Rock Fest

Por: Mila Pinheiro

Mais em casa do que nunca!!!

No último Sábado, dia 20, rolou a terceira edição do Berti Rock Fest. Um festival com várias bandas sacudindo a tenda de eventos de Bertioga, litoral de São Paulo.

As bandas Torre 47, Atitude Caiçara, Luau Eletro, Aphophanous, Duo Man’s e Mr Jaw agitaram a galera até as 23hs com sons que iam desde autoral com qualidade até clássicos do rock ao som de violão e violino!!!

O clima do fest era de respeito tanto no palco quanto com os fãs. A estrutura muito bem organizada contava com espaço vip para cadeirantes e fãs portadores de necessidades especiais.

Teve fã que viajou de moto do Rio de Janeiro até Bertioga para ver o show!!!

Por volta da meia noite, Claustrofobia subiu ao palco, o show foi simplesmente destruidor. Rolou participação especial de Andreas Kisser na faixa “Curva” e os fãs foram á loucura. Em determinado momento no show, vi um dos fãs, ajoelhado no chão, chorando e cantando sem acreditar que estava ali!

Kisser Clan fechou o festival com grandes sucessos do metal. Yohan definitivamente mostrou que é herdeiro legítimo de toda o talento e toda a competência de Andreas.

O fim da noite nada mais foi do que as duas bandas juntas no palco tocando “Rock And Roll All Nite” do Kiss e levando os fãs ao delírio numa noite que simplesmente ficou pra história de Bertioga!

Fotografia: Mila Pinheiro Audiovisual
Divulgação: Underground’s Voice (Portugal), Ponto ZerØ e Big Rock n’ Roll.

Black Label Society lança novo disco, Grimmest Hits

Black Label Society lançou seu novo álbum Grimmest Hits na última sexta-feira, 19 de Janeiro.

O novo trabalho sucede os álbuns Catacombs of the Black Vatican de 2014 e Order of the Black de 2010, ambos listados no Top 5 da Billboard. Nesse tempo, Zakk Wylde lançou Book of Shadows II, o esperado trabalho desde seu primeiro álbum solo em 1996, que chegou ao 18o lugar no Top 200 da Billboard.

Wylde, agora de volta com Ozzy Osbourne após oito anos, já participou de alguns shows com aquele que chama de “The Boss”. A reunião aconteceu no verão com apresentações em grandes festivais como Chicago Open Air, Louder Than Life e continuará no Ozzfest Meets Knotfest.

Black Label Society inspira o público onde quer que vá, convidando todos a participarem de sua fraternidade e irmandade do hard rock.

Com dez álbuns de estúdio, álbuns solo, shows do Ozzy, e turnês do Zakk Sabbath acontecendo ao mesmo tempo, a banda navega com toda sua força.

Black Label Society é formado por: Zakk Wylde (vocal e guitarra), John DeServio (baixo), Dario Lorina (guitarra) e Jeff Fabb (bateria).

Grimmest Hits Tracklist:

1. Trampled Down Below
2. Seasons Of Falter
3. The Betrayal
4. All That Once Shined
5. The Only Words
6. Room Of Nightmares
7. A Love Unreal
8. Disbelief
9. The Day That Heaven Had Gone Away
10. Illusions Of Peace
11. Bury Your Sorrow
12. Nothing Left To Say

Ouça Grimmest Hits:
https://umusicbrazil.lnk.to/GMBLS

Marketing e Promoção no Brasil:
ForMusic – 
info@formusic.com.br

Clearview: Banda fará show único exclusivo em SP

O Clearview que é considerada uma das bandas mais históricas do hardcore paulistano está de volta a capital para uma única apresentação no ano de 2018.

A banda formada em 2003, possui três álbuns, o último deles “Absolute Madness” lançado em 2017, aclamado pela crítica especializada.

O álbum contou com a participação do renomado produtor Nick Jett, que também participou dos álbuns anteriores “Love it or Leave It” (2008) e “Pure Mayhem” (2011).

Com turnês pela América do Sul e Europa, e shows ao lado de ícones do hardcore, como Agnostic Front, Madball e Sick Of It All a grupo segue na estrada carregando a bandeira do harcore brasileiro.

Em julho de 2017 a banda se apresentou no maior festival americano de hardcore o “This is Hardcore” na Philadelphia (EUA).

No dia 28 de janeiro, o Clearview convida as bandas Paura, One True Reason, Institution e Bastardo para uma apresentação exclusiva no Jai Club localizado no bairro da Vila Mariana em São Paulo.

Confira o serviço completo do evento e apoio as bandas nacionais:

SERVIÇO
COMPLETO ​

Data: 28 de janeiro de 2018
Abertura da casa: 16hs
Início: 17hs
Censura: 14 anos
Local: Jai Club
Valores : R$ 20,00 (vinte reais)
Capacidade para este evento: 250 pessoas
Endereço: Rua Vergueiro 2676 Vila Mariana
Telefone: (11) 98013- 0425
Funcionamento Bilheteria: apenas na bilheteria da Jai Club no dia do evento.
Cartões: MasterCard, Visa, Elo.
Estacionamento/Vallet: Não possui.
Contato produção : Felipe Angelim (+55 11 97424-6155 )

Objetos Proibidos: Camisas de time, correntes e cinturões, garrafas plásticas, bebidas alcóolicas, substâncias tóxicas, fogos de artifício, inflamáveis em geral, objetos que possam causar ferimentos, armas de fogo, armas brancas, copos de vidro e vidros em geral, frutas inteiras, latas de alumínio, guarda-chuva, jornais, revistas, bandeiras e faixas, capacetes de motos e similares.

The Element tem presença confirmada na Namm Show 2018

A banda americana The Element estará na Namm Show 2018, uma das maiores convenções do mundo voltada ao mercado musical.

O The Element promoverá encontros com os fãs e imprensa nos stands de seus patrocinadores EVH Gear, Jackson, SIT Strings, Morley Pedals, e Pearl, em divulgação de sua nova música lançada recentemente “DUSK”, que é o primeiro single do novo álbum “From Sand – Part II”. O álbum tem a produção musical e mixagem de um dos maiores produtores de heavy metal da atualidade, o sueco Jens Bogren que é o responsável por albuns de bandas como Arch Enemy, Symphony X, Angra, Pain of Salvation, Katatonia, Dragonforce, Paradise Lost, James Labrie e Devin Townshend. A masterização é por conta de Tony Lindgren, ambos no Fascination Street Studios.

O novo videoclipe da banda foi produzido pelo conceituado diretor Tommy Merry, especialista em longas metragens de terror e que trouxe ao vídeo uma atmosfera tensa e obscura, que acompanham a batida bombástica e pesada da faixa que tem agradado aos fãs de Prog Metal e bandas como Symphony X, Evergrey e Mastodon, e também os fãs de Megadeth e Metallica.

O videoclip “Dusk” pode ser assistido no link abaixo:
https://www.youtube.com/watch?v=JJH8E6YrKts

Durante a convenção a banda fará lives diretamente em sua página no Facebook, o que proporcionará uma maior interação com os fãs.

A Namm Show 2018 ocorre em Anaheim (California – EUA) de 25 a 28 de janeiro de 2018 no Anaheim Convention Center. Para mais informações acesse o site oficial do evento www.namm.org .

Links relacionados:
www.theelementmusic.com
www.youtube.com/theelementprog
www.facebook.com/TheElementOfficial

NervoChaos: reinando supremo no Metal Extremo nacional

2017 foi um ano de muita dualidade para o NERVOCHAOS, mais uma vez o grupo obteve muito sucesso em suas jornadas através do mundo em 129 shows e um de seus discos mais elogiados foi lançado, ‘Nyctophilia’.

Ao mesmo tempo, o grupo passou um “susto” quando, junto com o Krisiun, foi detido em Bangladesh durante sua turnê asiática e no final do ano não apenas a banda, mas o cenário nacional todo perdeu a grande guitarrista Cherry Taketani para o câncer.

Mas aqui focaremos no que de bom aconteceu ao Tanque de Guerra e mais uma vez o grupo conseguiu lançar um dos discos mais aclamados do ano, não apenas no Brasil, mas mundo afora.

‘Nyctophilia’ foi escolhido como um dos discos do ano por muitos sites nacionais, que mais uma vez reconheceram o tamanho e a importância do NERVOCHAOS no cenário brasileiro e mundial: Rebel Rock, A Música Continua a Mesma, Arte Metal, Whiplash, Mundo Metal, Metal na Lata, Underground Extremo, Road To Metal e RockBreja.

O grupo também foi destaque na votação do público no site HeavynRoll onde foi eleito entre os melhores lançamentos de Extreme Metal, além de um dos melhores clipes, baterista, vocalista e baixista.

Ainda falando de votações, o NERVOCHAOS entrou nas 20 + do renomado site Força Metal BR, uma coletânea que juntou as 20 bandas mais votadas do ano de 2017.

Mas o reconhecimento do ‘Nyctophilia’ atravessou fronteiras e sites internacionais como Headbangers Latinoamerica, Metal Revolution, The Metal Club, Hard Times Radio Show, também colocaram o disco com um dos melhores de 2017.

O álbum foi registrado na Itália no estúdio do produtor e amigo Alex Azzali, Alpha Omega, onde foi gravado, mixado e masterizado. Para a capa o brasileiro Alcides Burn. ‘Nyctophilia’ ainda apresenta os convidados especiais Sebastian L. da banda Into Darkness e Leandro P. da banda R.N.S. Além de uma faixa, ‘Vampiric Cannibal Goddess’, que apresenta os riffs compostos por Bolverk do Ragnarok.

Em breve o NERVOCHAOS irá anunciar os planos para 2018 e a nova formação que seguirá levando o nome do Metal Extremo nacional para os quatro cantos do mundo.

Contato: nervo666@hotmail.com

Sites Relacionados:
www.nervochaos.net
www.facebook.com/NervoChaos
www.metalmedia.com.br/nervochaos

Fonte: Metal Media

Revelação do thrash/crossover, Damn Youth lança CD de estreia

‘Brething Insanity’ tem 13 faixas intensas e rápidas, que seguem à risca a cartilha do estilo

Rápido e agressivo, com o típico espírito rebelde juvenil e riffs alucinantes do atemporal thrash metal/crossover imortalizado por DRI, Suicidal Tendencies e, no Brasil, pelo Violator, a Damn Youth é revelação nacional do gênero, cujo vigor está presente em ‘Breathing Insanity’, o disco de estreia. O quarteto de Caucaia (Ceará) aproveita o lançamento – em CD e em formato digital – para uma mini tour pelo Sudeste. O primeiro show é em São Paulo no feriado da cidade, dia 25 de janeiro, a partir das 16 horas, no Jai Club.

Lançado pela 255 Recs e Cospe Fogo Gravações, ‘Breathing Insanity’ traz 13 músicas criativas que seguem à risca a cartilha do thrash crossover, balanceando peso e técnica do metal com a inegável aura punk. Ao vivo, a energia é voraz, palavras de quem já presenciou o Damn Youth em alguma das impactantes apresentações nas outras duas passagens por São Paulo.

Formada em 2013 por membros  ex-membros  das bandas Agressive, Berserk, Catholic Youth e Skate Pirata, a Damn Youth é Jardel Reis (baixo), Camilo Neto (guitarra), Elton Luiz (vocal) e Ítalo Rodrigo (bateria) e tem, além do debut, uma demo, um EP e um split com a Lei do Cão (Mossoró, RN).

Nesta quinta-feira no Jai Club, o Damn Youth terá a companhia de mais quatro bandas brasileiras expoentes da música pesada: Cemitério, Cerberus Attack, Urutu e V.M.R. Além de São Paulo, os shows de lançamento do CD também acontecem em, Curitiba (26), São Carlos (27) e Campinas (28).

Crédito da foto: Maurício Punk

CD Breathing Insanity
​255 Recs/Cospe Fogo

https://damnyouth.bandcamp.com

SERVIÇO
Show de lançamento do CD ‘Breathing Insanity’ em São Paulo
Evento no FB: https://www.facebook.com/events/224871598054569/
Data: 25 de janeiro de 2018 (quinta-feira, feriado)
Horário: a partir das 16 horas
Local: Jai Club
Endereço: Rua Vergueiro, 2676 – Vila Mariana/São Paulo

Ingresso: R$ 10 (meia/promocional) e R$ 20 (inteira + CD ‘Breathing Insanity’). Antecipado: http://clubedoingresso.com/damnyouthn

Ingresso físico na Loja 255 (Galeria do Rock). Tel: (11) 3361-6951

Censura: 14 anos

RAGE: banda faz show da turnê de “Seasons In Black” em São Paulo na próxima semana

Divulgando seu novo álbum, o excelente “Seasons In Black”, o Rage retorna ao Brasil para uma única apresentação, no dia 04/02 (Domingo), no Vic Club (R. Marquês de Itu, 284 – Vila Buarque, São Paulo – antigo Gillan’s Inn). A abertura fica por conta da banda Delta do Chile.

Para mais informações, siga a página do evento no Facebook:
https://www.facebook.com/events/508520266194974/

O Rage foi formado em 1986, em Herne, na Alemanha, pelo baixista e vocalista Peter “Peavy” Wagner. De lá pra cá foram lançados 22 álbuns. Curiosamente a banda se chamava Avenger, e dessa forma, lançaram o clássico “Prayers Of Steel”, em 1985.

A formação atual traz além de Peter “Peavy” Wagner (baixo e vocal), o guitarrista venezuelano Marcos Rodríguez e o baterista alemão /grego Vassilios “Lucky” Maniatopoulos. Essa formação gravou os três últimos álbuns da banda, os elogiados, “My Way” (2016, EP), “The Devil Strikes Again” (2016) e “Seasons Of The Black” (2017).

Assista o vídeo de “Seasons Of The Black”:
https://www.youtube.com/watch?v=ttmdaGxsHWk

Para conhecer um pouco sobre a banda Delta, assista o vídeo de “Alone”:
https://www.youtube.com/watch?v=jsNj8NyjtOw

Páginas relacionadas:
https://www.facebook.com/RageOfficialBand/
https://www.facebook.com/DELTACHILE/
https://www.facebook.com/SolidMusicEntertainment/
https://www.facebook.com/Vic-Club-136018106933731/

SERVIÇO:

Solid Music Entertainment‎ apresenta:
RAGE- Latin American Tour 2017
Única apresentação no BRASIL!
Banda convidada: Delta (Chile)
Data: 04/02/2017
Horário: 16:00
Local: Vic Club – R. Marquês de Itu, 284 – Vila Buarque – São Paulo / SP

INGRESSOS
PROMOCIONAL – PISTA – R$80,00*
*Válido para estudantes, doadores de sangue, acompanhantes de cadeirantes, funcionários da rede pública, maiores de 60 anos ou mediante a doação de 1kg de alimento não-perecível na entrada do evento.
PROMOCIONAL – PISTA 1º Lote – R$ 100,00
MEIA ENTRADA – PISTA 1º Lote – R$ 100,00
INTEIRA – PISTA 1º Lote – R$ 200,00
PROMOCIONAL – PISTA 2º Lote – R$ 120,00
MEIA ENTRADA – PISTA 2º Lote – R$ 120,00
INTEIRA – PISTA 2º Lote – R$ 240,00
PROMOCIONAL – CAMAROTE – R$ 100,00*

*Válido para estudantes, doadores de sangue, acompanhantes de cadeirantes, funcionários da rede pública, maiores de 60 anos ou mediante a doação de 1kg de alimento não-perecível na entrada do evento.
PROMOCIONAL – CAMAROTE 1º Lote – R$120,00
MEIA ENTRADA – PISTA 1º Lote – R$120,00
INTEIRA – PISTA 1º Lote – R$ 240,00
PROMOCIONAL – CAMAROTE 2º Lote – R$ 150,00
MEIA ENTRADA – CAMAROTE 2º Lote – R$ 150,00
INTEIRA – CAMAROTE 2º Lote – R$ 300,00

* Os ingressos são limitados
** Ingressos com valor PROMOCIONAL e MEIA ENTRADA.
[INGRESSO MEIA-ENTRADA / PROMOCIONAL – QUEM TEM DIREITO?]

Meia Entrada – Válido para estudantes, doadores de sangue, acompanhantes de cadeirantes, funcionários da rede pública, maiores de 60 anos

Promocional – mediante a doação de 1kg de alimento não-perecível na entrada do evento.

Ingressos físicos a venda na Loja 255 da Galeria do Rock – São Paulo

Ingressos onine: www.pixelticket.com.br
Produção: www.facebook.com/SolidMusicEntertainment/

Pain Of Salvation: turnê de “In The Passing Light Of Day” chega ao Brasil na próxima semana

A turnê sul americana do aclamado novo álbum do Pain Of Salvation, “In The Passing Light Of Day” se iniciará na próxima semana. Serão 4 datas no Brasil e 1 na Argentina.

As datas da turnê Sul Americana serão as seguintes:
01/02 – Rio de Janeiro/RJ @Teatro Rival
02/02 – Belo Horizonte/MG @Granfinos
03/02 – Limeira/SP @Bar da Montanha
04/02 – São Paulo/SP @Carioca Club
06/02 – Buenos Aires/AR @Roxy Live

Siga a página do evento no Facebook:
https://www.facebook.com/events/303882690089223/

Nessa nova tour, o Pain Of Salvation virá com um grande atrativo; a volta do guitarrista Johan Hallgren, um dos membros mais queridos pelos fãs da banda, que esteve desde o começo, e em seus discos clássicos.

“In The Passing Light Of Day” é o décimo álbum de estúdio do Pain Of Salvation, e traz um resgate ao Prog Metal que consolidou a banda como uma das gigantes do gênero.

A formação atual traz Daniel Gildenlöw (vocal e guitarra), Johan Hallgren (guitarra, vocais), Léo Margarit (bateria e vocais), Daniel Karlsson (teclados, vocais) e Gustaf Hielm (baixo, vocais).

A produção é da TC7 produções, responsável pelas últimas três visitas do Pain Of Salvation ao Brasil.

SERVIÇO SP:
TC7 Produções apresenta:
Pain of Salvation em São Paulo!
Dia 04/02 (Domingo)
Horário: 19 hs
Local: Carioca Club (Rua Cardeal Arcoverde, 2899 Pinheiros- São Paulo- SP)

Ingressos:
http://www.clubedoingresso.com/painofsalvation-sp?keyword=pain%20of%20d

Páginas relacionadas:
www.facebook.com/Painofsalvation/
www.facebook.com/tc7producoes/
www.facebook.com/lanciare/

Urbana Legion encerra a segunda noite do festival Arena Pop Rock 2018

O evento acontece nos dias 26 e 27 de janeiro em Florianópolis – SC

A Urbana Legion,considerada o principal tributo a Renato Russo e a banda Legião Urbana, sobe ao palco do Arena Pop Rock no sábado. Considerado maior festival itinerante do sul do Brasil, que nesse ano será na capital catarinense nos dias 26 e 27 de janeiro. Mais de dez mil pessoas são esperadas no Centro de Eventos Governador Luiz Henrique da Silveira, em Canasvieiras, no Norte da Ilha.

A banda formada por Egypcio e PG (ex Tihuana), Marcão (ex Charlie Brown Jr. e atualmente na Bula) e Lena Papini (ex A Banca e atualmente na Bula), promete agitar o público tocando os grandes sucessos de Renato Russo. No sábado também se apresentam Humberto Gessinger, Nenhum de Nós e Raimundos.

Além de música boa, o Arena Pop Rock vai contar com um festival gastronômico de Food Truck, e irá promover duas ações sociais, uma de arrecadação de latinhas, e outra de alimentos.

Serviço:
Data: 26 e 27 de janeiro de 2018
Horário de abertura: 17h
Local: Centro de Eventos Gov. Luiz Henrique da Silveira – Florianópolis/SC
Ingressos: http://www.blueticket.com.br/

Siga nas Redes Sociais
Urbana Legion
Facebookwww.facebook.com/urbanalegion
Instagram: www.instagram.com/urbanalegion
Site: www.urbanalegion.com.br

Alírio Netto: confirmado como protagonista da ópera-rock Frankenstein em Florianópolis

O ator e cantor Alírio Netto (Freddie Mercury Revisited, Khallice, ex-Age of Artemis) acaba de ser confirmado como protagonista da ópera-rock Frankenstein, do compositor Alberto Heller, que acontece nos dias 27, 28 e 29 de junho de 2018, em Florianópolis (SC). A produção é uma realização da Camerata Florianópolis, que recentemente se apresentou com o guitarrista Steve Vai no Rock in Rio 2015, com regência de Jeferson Della Rocca, direção cênica de Renato Turnes, direção artística do próprio Alberto Heller e produção executiva de Maria Elita Pereira.

Nos papéis principais, grandes nomes do canto lírico e do rock nacional como Alirio Netto (no papel da Criatura), Rodrigo Matos (Victor Frankenstein), Carla Domingues (Elizabeth), Masami Ganev (Justine), Daniel Galvão (Henry), Alexei Leão (Robert Walton) e Claudia Ondrusek (Agatha) – além de coro masculino, banda e orquestra sinfônica.

Alírio Netto comenta sobre a ópera-rock Frankenstein:

“Será muito legal estrear uma ópera-rock inédita e que foi escrita para o meu perfil na minha cidade natal Florianópolis. Frankenstein é uma obra desafiadora para todo cantor e estou empenhado em dar o meu melhor e fazer o que o papel pede. Além disso, ter a companhia dos músicos da Camerata Florianópolis, que já se apresentou com o guitarrista Steve Vai, é uma honra tremenda. Será incrível!”.

HISTÓRIA

Com libreto adaptado a partir do livro homônimo de Mary Shelley (livro que comemora neste mesmo ano seu bicentenário), a ópera se propõe a resgatar a dimensão trágica e existencial do original – distanciando-se assim das adaptações cinematográficas que costumam transformar essa profunda e riquíssima história num conto de terror. Nesta ópera, a concepção (tanto do libreto quanto da música) é altamente dramática, dramaticidade que não diminui pelo fato de se tratar de uma ópera-rock. Embora formalmente possa ser enquadrada como um musical, estilisticamente FRANKENSTEIN se diferencia da tradição dos musicais (que em geral têm forte influência pop, como no caso dos musicais da Broadway ou mesmo nos da Disney e similares), resultando numa mescla única em seu gênero no contexto d as produções contemporâneas.

Os vários temas que se entrelaçam na história continuam absolutamente atuais: a relação entre criador e criatura, os limites éticos nas pesquisas científicas (discussão que se estende desde a clonagem até as células-tronco, passando ainda pela robótica e pela inteligência artificial), a natureza humana (as fronteiras entre o animal e o espiritual, o conflito entre o racional e o instintual), o sentido da existência (quem somos, de onde viemos, para onde vamos), a relatividade do bem e do mal, a negação/superação da morte, o respeito à diferença e à alteridade, a estigmatização e marginalização dos divergentes. Além de atuais, esses temas mostram-se universais: extrapolam o contexto europeu no qual e do qual nasceram e encontram solo fértil em nossa realidade local.

O libreto e a composição são de autoria do compositor Alberto Heller, músico várias vezes premiado, autor de concertos, sinfonias, música para teatro, dança e cinema e que une aqui seu conhecimento musical ao literário (é doutor em Literatura e membro da Academia Catarinense de Letras e Artes). Nos últimos dez anos foi também o responsável pelos arranjos das várias edições do projeto Rock’n Camerata junto à Camerata Florianópolis – trabalho esse que lhe despertou a ideia de compor uma ópera-rock. A presença da ópera é fortíssima na vida dessa orquestra: nos últimos vinte anos o grupo, dirigido pelo também muitas vezes premiado maestro Jeferson Della Rocca, estabeleceu Florianópolis como um dos mais importantes polos operísticos do país, interpretando obras como La Traviata, Rigoletto, Carmen, A Flauta Mágica, Cavalleria Rusticana, O Barbeiro de Sevilha e muitas outras, sempre em produções impecáveis e elogiadas pela crítica.

A ópera-rock Frankenstein (obra em dois atos, com duas horas de duração) promete ser uma das mais ambiciosas e originais produções deste ano – não somente em nível nacional.

LOCAL: Teatro Ademir Rosa, CIC (Centro Integrado de Cultura) – Florianópolis
DATA: 27, 28 e 29 de junho de 2018
Libreto e composição: Alberto Heller
Regência e direção musical: Jeferson Della Rocca
Direção Cênica: Renato Turnes
Direção artística: Alberto Heller
Iluminação e projeções: Hedra Rockenbach
Figurinos: José Alfredo Beirão
Preparação do coro: Claudia Ondruseck
Produção: Maria Elita Pereira
Realização: Camerata Florianópolis

No currículo de Alírio, estão ainda várias produções operísticas como o grande sucesso “Carmem” além do papel de Jesus na produção mexicana de “Jesus Cristo Superstar” e de Judas na produção brasileira do mesmo musical pelo qual foi escolhido pelo jornal O Estado de São Paulo como Melhor Ator de Musicais de 2014. Alírio já gravou álbuns com as bandas Khallice e Artemis com quem tocou inclusive no Rock in Rio e acaba de lançar meu primeiro CD solo “João de Deus”. Recentemente, Alírio netto e sua esposa Livia Dabarian, tiveram a grande honra e oportunidade de protagonizar a versão brasileira do musical “We Will Rock You” no papel de Galileo e Scaramouche. Sucesso mundial, “We Will Rock You” já foi visto por mais de 15 milhões e estreou no Brasil em 2016 sendo um sucesso de crítica e público.

Links relacionados:
https://www.facebook.com/nettoalirio/

Sons of Apollo: supergrupo fará turnê inédita pela América Latina

Com produção da Top Link Music, o supergrupo Sons of Apollo confirma turnê inédita na América Latina em abril de 2018 com três datas já confirmadas no Brasil o grupo fará shows em São Paulo, Porto Alegre e Belo Horizonte.

O serviço completo será divulgado em breve pela produtora.

O Sons of Apollo é formado por Mike Portnoy (bateria) e Derek Sherinian (teclados), ambos ex-integrantes do Dream Theater, Ron “Bumblefoot” Thal (ex-Guns N ‘Roses) na guitarra, Billy Sheehan (The Winery Dogs, Mr. Big , David Lee Roth) no baixo e o vocalista Jeff Scott Soto (ex-Journey, Talisman, Yngwie Malmsteen’s Rising Force).

A história do Sons of Apollo começou nos primeiros meses de 2017. Rumores começaram a circular sobre um novo projeto secreto de Mike Portnoy e Derek Sherinian. Finalmente, no começo de Agosto a dupla revelou os detalhes ao resto do mundo, apresentando sua nova banda.

O álbum de estreia, “Psychotic Symphony”, foi lançado em 20 de outubro pela InsideOutMusic /Sony Music e no Brasil pela Hellion Records. O trabalho alcançou grandes resultados de vendas e de crítica em todo o mundo, sendo elogiado tanto pelos fãs de Prog Metal como pelos fãs de Hard Rock.

Mike Portnoy explica como começou o Sons of Apollo:

“Derek e eu nos reunimos pouco depois de deixar o Dream Theater em 2010 e formamos uma banda instrumental com Billy Sheehan e Tony MacAlpine. Essa foi minha primeira vez trabalhando com Derek desde os anos 90, quando ele estava no Dream Theater, e foi ótimo trabalhar com ele novamente. Desde aquela turnê, que era realmente uma coisa única, ele me cutucou para começar uma banda real, original e de tempo integral. Não tive o tempo necessário pra isso na época, pois eu tinha muitas outras coisas na minha vida e carreira. Após algum tempo, finalmente o tempo entre nós se acertou e começamos a bolar o que é hoje o Sons of Apollo”.

De onde surgiu o nome de Sons of Apollo?

“Eu tenho uma lista que mantenho no meu telefone com uma centena de nomes diferentes de bandas, pois eu sempre tenho que me referir a cada vez que eu tenho uma nova banda todos os anos (risos). Então peguei a lista e Apollo era um dos nomes. Era uma palavra que nós realmente gostamos. Começamos a mexer com diferentes variações da palavra. Um dos nomes de banda original com os quais trabalhávamos era o Apollo Creed, o personagem dos filmes Rocky, mas depois de muitas discussões diferentes em diferentes variações, Derek sugeriu Sons of Apollo e parecia ser a melhor solução. Apollo é o deus da música, então com isso em mente parecia um nome apropriado”, explicou Mike Portnoy.

As nove músicas de Psychotic Symphony incorporam o estilo progressivo e a proeza técnica individual de Portnoy e Sherinian compartilhada no Dream Theater, combinada com o groove de Van Halen, Deep Purple e Led Zeppelin dos outros integrantes.

Esta turnê inédita na América Latina e no Brasil promete ser um divisor de águas na carreira do Sons of Apollo. Além das músicas do álbum de estreia “Psychotic Symphony”, os fãs podem esperar muitas surpresas no set-list.

Links relacionados:
http://www.toplinkmusic.com
https://www.facebook.com/toplinkmusicoficial/
https://www.facebook.com/SonsOfApollo1/

Assista lyric video da nova versão de “Defender Of Metal” do Hellish War

Originalmente lançado pela Megahard Records em 2001, “Defender Of Metal”, o disco de estreia do Hellish War, é uma verdadeira declaração de amor ao heavy metal. Músicas como “We Are Living For The Metal”, “The Sign”, “Memories Of A Metal” e a faixa título tornaram-se hinos de devoção incondicional ao Metal para muitos fãs da banda espalhados pelo Brasil, Estados Unidos, Japão e principalmente Europa, onde a banda já excursionou duas vezes.

“Defender Of Metal” não só projetou a carreira do Hellish War internacionalmente, mas moldou a personalidade musical do grupo que foi aprimorada nos trabalhos subsequentes, “Heroes Of Tomorrow” de 2008 e “Keep It Hellish” de 2013. O disco ao vivo “Live In Germany” (2010) também veio recheado de clássicos do debute e provou o poder de fogo dessas faixas entre o público europeu.

Passados 15 anos do lançamento de “Defender Of Metal” – que ganhou versão europeia através da gravadora alemã Pure Steel Records -, o Hellish War se viu na obrigação de celebrar a data junto aos fãs.

Uma das maneiras foi regravar a faixa título, agora com os vocais de Bil Martins. O vocalista do Hellish War é quem inclusive assina a produção dessa nova versão.

“Defender Of Metal” versão 2017 ganhou um novo Lyric Video que já está disponível no canal oficial da banda no Youtube: https://youtu.be/9hqApHk0Jmk

“Defender Of Metal” também foi relançado em todas as plataformas digitais:
Spotify: https://goo.gl/UaWPMm
Deezer: https://goo.gl/1CuyWq
Google Play: https://goo.gl/M92gp2
iTunes: https://goo.gl/Cb6JQ1

Além de Bil, o Hellish War também é formado pelos guitarristas Vulcano e Daniel Job, o baixista JR e o baterista Daniel Person.

Mais Informações:
www.hellishwar.com.br
www.facebook.com/hellishwar
www.twitter.com/hellishwar
www.youtube.com/hellishwarofficial

MAIEUTTICA: disponibilizados track list e arte da capa do novo álbum

A banda carioca MAIEUTTICA disponibilizou recentemente a arte da capa e track list do seu novo álbum “Hiatus: Ausência”, que será lançado no Brasil através da MS Metal Records.

A capa foi recriada e finalizada pelo nosso baterista Vitor Arante, baseada em arte original do artista brasileiro Carlos Fides da Artside Studio, e representa muito bem a dualidade que é exposta no conceito do álbum e em suas letras.

O álbum conta uma história que será narrada em duas partes, dois CDs. A primeira parte é a mais triste e pesada até sua reviravolta, onde começará o segundo CD.

A história, resumidamente, fala sobre dois irmãos gêmeos, onde um deles falece (o álbum começa desse acontecimento) e cada música seria um dos estágios do luto: Raiva, tristeza, depressão e a falta de esperança que se passa após a morte de alguém querido. Nós da banda passamos por isso com o nosso guitarrista e é um tema que, infelizmente, todos passamos, sem exceção. Apesar do tema não ser dito explicitamente nas letras, a temática permeia todo o álbum.

Track List:

01. Thánatos
02. Dubiedade
03. Além da Lei
04. Brame (Part. Lucas Guerra PENSE)
05. Hidra
06. Cicuta (Part. DJ AN)
07. O Paciente: Cárcere
08. O Paciente: Remissão

O disco se encontra em fase de mixagem em Los Angeles com o renomado produtor Adair Daufembach (Aquiles Priester, Tony McAlpine, Project46, etc).

Para mais informações sobre as atividades da banda MAIEUTTICA e dos demais artistas da empresa, basta entrar em contato com a MS Metal Press através do e-mail contato@msmetalagencybrasil.com.

Angra: Banda divulga primeiras datas da ØMNI World Tour 2018

A banda Angra acaba de divulgar as primeiras datas de uma extensa turnê mundial em suporte ao novo álbum do grupo “ØMNI”, 9º disco de estúdio que será lançado mundialmente em 16 de fevereiro de 2018 pela earMUSIC e em toda a Ásia pela JVC.

“ØMNI” é um álbum conceitual, um conjunto de histórias curtas de ficção científica que ocorrem em vários lugares no tempo, simultaneamente. A espinha dorsal da trama baseia-se na ideia de que, em 2046, um sistema de inteligência artificial irá mudar a percepção e cognição humana. É um sistema que permitirá a comunicação consciente entre seres humanos presentes e futuros. Personagens como viajantes do tempo, homens das cavernas, guerreiros, entre outros, ajudam a contar esta história.

O álbum conecta os conceitos de álbuns anteriores (“Holy Land”, “Rebirth”, “Temple of Shadows”) para um sistema principal, “ØMNI”, que em latim significa “tudo”. “ØMNI” fábrica uma interconectividade que lança luz em direção a uma verdade universal: tudo o que aconteceu, levou ao que a banda é hoje. “ØMNI” celebra e une toda a história de Angra a este momento exato e atual.

A fórmula e marca registrada de Angra, de estilo brasileiro misturado com música clássica e heavy metal, é reforçada por diferentes influências, como rock progressivo, thrash metal e música latina o que transforma o álbum em um compilado moderno e familiar. O humor e a dinâmica conjuntas colocam um toque especial nas letras e, portanto, aumentam o profundo senso de imersão na história.

A nova turnê internacional do Angra traz todo o conceito deste magnífico álbum, grandes hits e percorre vários países na Europa, Estados Unidos, Reino Unido, Brasil, Argentina, Peru e Ásia.

“ØMNI” certamente é um marco, não só na história da banda, mas também para o metal brasileiro e seu reconhecimento em todo o mundo.

Track list:
1. Light of Transcendence
2. Travelers of Time
3. Black Widow’s Web
4. Insania
5. The Bottom of My Soul
6. War Horns
7. Caveman
8. Magic Mirror
9. Always More
10. ØMNI – Silence Inside
11. ØMNI – Infinite Nothing

Links relacionados:
https://www.facebook.com/toplinkmusicoficial/
https://www.facebook.com/AngraOfficialPage

Novo álbum do Primator será patrocinado pelo Wacken Foundation

“Poderosa, criativa, técnica e cheia de conteúdo” (Dossiê do Rock); “Transpira autenticidade” (Blog Na Mira); “Mais um álbum para a lista de grandes lançamentos nacionais” (A Música Continua a Mesma); “Extremamente bem feito!” (Música e Cinema); “Muito bom!” (Arte Metal); “Uma das melhores bandas de Heavy metal que nós escutamos na atualidade” (Resenha do Rock).

Essas foram algumas declarações que a banda paulistana de heavy metal tradicional Primator conquistou na imprensa especializada com seu disco de estreia, “Involution”. O álbum também foi eleito um dos “Melhores Álbuns Nacionais de 2015” pelo Heavynroll, Mundo Metal e Roadie Metal e chegou a ser indicado para o Prêmio Dynamite na categoria “Melhor Álbum de Heavy Metal”.

Essa positiva repercussão ao trabalho de estreia foi determinante para a mais importante conquista da banda até aqui: o Primator é a nova banda brasileira a ser patrocinada pelo programa Wacken Foundation!

O Wacken Foundation é uma organização alemã sem fins lucrativos criada para apoiar projetos de hard rock e heavy metal de todas as partes do mundo. A organização foi idealizada em 2008 pelos produtores do Wacken Open Air (W:O:A), o maior festival de hard rock e heavy metal do planeta, e tem a missão de manter ativa a produção criativa nesse segmento e estimular novas bandas e projetos. Desde 2010 o Wacken Foundation passou a fazer contribuições em Euros para projetos de gravações de discos, turnês e até mesmo festivais. Os projetos podem ser enviados durante todo o ano e uma comissão de curadores avaliam os mais relevantes que virão a receber o apoio. A vocalista alemã Doro Pesch figura entre a equipe de curadores. Entre os doadores estão nomes como o de Alice Cooper que fez recentemente uma doação de US$ 10 mil à fundação.

Prevendo o início das gravações de seu novo disco de estúdio, o Primator apresentou um projeto ao Wacken Foundation e foi contemplado com uma soma em Euros que vai ajudar a financiar a produção. O grupo paulistano é a terceira banda brasileira a ser patrocinada pelo Wacken Foundation. Antes, apenas o Uganga e a banda itSELF foram contempladas.

“Ainda juntando os cacos após a perda repentina do Mario Linhares, que produzia o novo disco e apadrinhava a Primator, recebemos uma notícia diretamente da Alemanha que o encheria de orgulho. Com muita honra e alegria, teremos o aporte do Wacken Foundation para produção e gravação do novo trabalho! Reconhecimento este que certamente nos motiva a continuar nessa batalha diária, dessa vez atrelados ao nome do maior evento de heavy metal do mundo! Sinal de que estamos no caminho certo e que o Brasil ainda figura positivamente como um celeiro de talentos na cena mundial”, comentou o vocalista do Primator, Rodrigo Sinopoli.

Para o gestor/manager do Primator, Eliton Tomasi, programas como o Wacken Foundation são essenciais para a nova realidade da comunidade metal de todo o mundo.

“Não é novidade que o mercado para esse tipo de música tornou-se mínimo nos últimos anos”, comenta Tomasi. “As poucas gravadoras europeias e americanas que ainda investem nesse segmento de som pesado têm se limitado às bandas já consagradas. Isso faz com que a produção criativa fique estagnada, sem renovação. E a falta de novas bandas, com novas ideias, contribuem para um engessamento do movimento como um todo, seja a partir de sua concepção estética-artística ou no que se refere a formação de público, razão pela qual não há muito mais jovens em shows de metal por todo o mundo. Os organizadores do Wacken Open Air demonstram cultivar um pensamento responsável com relação a esse movimento cultural que é o heavy metal, e a idealização do Wacken Foundation é uma louvável alternativa para manter o hard rock e o heavy metal pulsante e criativo, seja a curto ou a longo prazo. Além de sua conveniência econômica, o Wacken Foundation tem um valor simbólico muito significativo por ser um exemplo da força que o pensamento e trabalho colaborativo podem vir a ter frente a filosofia competitiva e mercantilista que predominam na contemporaneidade metaleira”.

O novo disco do Primator que receberá o patrocínio do Wacken Foundation ainda não tem título definido, embora boa parte das músicas já esteja composta. Mais novidades sobre o novo trabalho e a parceria com o Wacken Foundation serão anunciadas em breve.

Entre outras novidades, o novo disco do Primator terá a contribuição criativa do novo guitarrista, Felipe Fatarelli.
“Com o processo de composição para o novo álbum em andamento, o Lucas Almeida deixou a Primator para se dedicar ao seu projeto cover com a Destroyer Kiss. Após várias audições, temos orgulho em integrar à banda, nosso amigo de longa data, o talentoso Felipe Fatarelli, que se encaixa perfeitamente à nova proposta sonora em que estamos trabalhando”, comentou Rodrigo sobre a entrada do músico.

Felipe também fez questão de sublinhar sua expectativa em fazer parte do time agora.
“A minha entrada na Primator deu-se por um convite feito pelo vocalista Rodrigo Sinopoli, meu amigo pessoal e pessoa pela qual detenho admiração pelo trabalho que tem realizado. Entretanto, não foi apenas um convite, passei por uma audição na qual outros dois bons guitarristas participaram também. E após as três audições que a banda fez, fui selecionado! Tenho grande expectativa quanto ao trabalho que vamos realizar juntos. Mostrar meu potencial quanto guitarrista e compositor buscando uma característica única para o som da banda. Trabalharei com afinco e dedicação.”

Mais Informações:
www.bandaprimator.com.br
www.facebook.com/bandaprimator
www.soundcloud.com/bandaprimator
www.twitter.com/primatormetal