Author Archives: Ponto ZerØ

Stone Temple Pilots & BUSH – Horários dos shows e banda de abertura

Stone Temple Pilots (esq.) e BUSH voltam ao Brasil para uma turnê inesquecível

Os fãs de rock ficarão felizes ao saber que Bush Stone Temple Pilots estão de volta ao Brasil para aRevolución Tour 2019. As duas bandas subirão no palco em três apresentações: no dia 14 de fevereiro no Credicard Hall, em São Paulo; 15 de fevereiro no Km de Vantagens Hall, no Rio de Janeiro e no dia 17 de fevereiro no Km de Vantagens Hall, em Belo Horizonte.

Além das icônicas bandas, os brasileiros do Republica abrem as duas noites. Em atividade profissional desde 2011, o Republica lançou em 2017 seu último álbum, BRUTAL&BEAUTIFUL, produzido por ninguém menos que Matt Wallace, produtor de bandas como Faith no More, Maroon 5 e Deftones.  O álbum recebeu 4,5 estrelas da Rolling Stone Brasil tendo sido eleito como Melhor Álbum de Rock de 2017 e tendo seu primeiro single, “Beautiful Lie” escolhido como a Melhor canção de Rock do ano de 2017. 

Em São Paulo e no Rio de Janeiro os norte-americanos do Stone Temple Pilots entram logo após os brasileiros. O grupo lançou seu primeiro álbum, Core, em 1992, um sucesso comercial, com mais de 40 milhões de cópias vendidas em todo o mundo e já alcançou o top 10 das paradas de rock da Billboard com 16 singles, oito dos quais atingiram o número 1.

Purple (1994), segundo trabalho do grupo, chegou à primeira posição dos álbuns de rock da Billboard.“Plush”, “Creep”, “Interstate Love Song” “Sour Girl” são alguns dos mais bem-sucedidos singles da banda em toda sua carreira.

O show nas duas cidades termina com a apresentação de BUSH. A banda, liderada por Gavin Rossdale, traz a tour do novo trabalho, Black and White Rainbows para o Brasil. Lançado em 2017, o CD tem a sonoridade característica que conquistou uma legião de fãs em todo o mundo. A banda conseguiu a incrível sequência de 18 singles consecutivos no top 40 das paradas de rock moderno, incluindo 11 top 5. E seis dessas canções chegaram a primeira posição: “Comedown”, “Glycerine”, “Machinehead”, “Swallowed”, “The Chemicals Between Us” “The Sound of Winter”.

Os ingressos podem ser adquiridos no site (ticketsforfun.com.br), nas bilheterias oficiais (Credicard Hall e Km de Vantagens Hall BH e RJ – sem taxa de conveniência) ou nos diversos pontos de vendaespalhados pelo país. 

Em Belo Horizonte o show começa com o Republica, depois BUSH e a noite termina com Stone Temple Pilots.

Os shows são apresentados pela TIME FOR FUN. 

REVOLUCIÓN TOUR 2019 – BUSH & STONE TEMPLE PILOTS
Realização:TIME FOR FUN 
SÃO PAULO
Copatrocinador: Budweiser
Meio de pagamento preferencial: Credicard.
Data: Quinta-feira, 14 de fevereiro de 2019
Abertura dos portões: 19h30Horário: 20h15 – Republica  21h25 – Stone Temple Pilots   23h05 – BUSH  Local: Credicard Hall SP – Av. das Nações Unidas, 17.955 – Santo Amaro – São Paulo (SP)
Capacidade: 5.292 pessoas
Ingressos: a partir de R$ 165 (ver tabela completa).
Classificação etária: De 15 a 17 anos: Permitida a entrada acompanhados dos pais ou responsáveis legais. De 18 anos em diante: Permitida a entrada desacompanhados.
Acesso para deficientes
Ar-condicionado
Venda de ingressos no site: www.ticketsforfun.com.br
Venda a grupos: grupos@t4f.com.br
Estacionamento (terceirizado): R$ 60.

INGRESSOS:

SETORMEIA ENTRADAINTEIRA
 PISTA R$          165,00 R$         330,00
 CAMAROTE II R$          275,00 R$         550,00
 CAMAROTE I R$          300,00 R$         600,00
 PISTA PREMIUM R$          300,00 R$         600,00

 – Meia-entrada: obrigatória a apresentação do documento previsto em lei que comprove a condição de beneficiário: no ato da compra e entrada do evento (para compras na bilheteria oficial e pontos de venda físicos) / na entrada do evento (para compras via internet).

– Cartões de Crédito Credicard têm benefícios especiais

– Desconto de 15% na venda de ingressos limitado a 10% da capacidade da casa. O benefício não é cumulativo com meia-entrada, demais descontos e ações promocionais. Desconto aplicável para diversos setores (camarote, pista, mesa, entre outros). Vendas de ingresso com desconto limitadas a 8 ingressos por PF.

– Para a validade dos benefícios, é necessário apresentar os ingressos comprados com cartões Credicard na entrada exclusiva ou apresentar um dos cartões de crédito no acesso (válido apenas para o titular ou adicional do cartão e um acompanhante). 

– Parcelamento em 3x nos cartões de crédito, sem juros.

– Todas as condições acima poderão ser alteradas sem aviso prévio.

BILHETERIA OFICIAL – SEM TAXA DE CONVENIÊNCIA
Credicard Hall – Av. das Nações Unidas, 17.955 – Santo Amaro – São Paulo (SP).
Segunda-feira – FECHADA
Terça-feira a Sábado – 12h às 20h
Domingo e feriados – 13h às 20h

LOCAIS DE VENDA – COM TAXA DE CONVENIÊNCIA
– Pontos de venda no link:
http://premier.ticketsforfun.com.br/shows/show.aspx?sh=pdv

– Pela Internet: www.ticketsforfun.com.br
Entrega em domicílio – taxas de conveniência e de entrega.

FORMAS DE PAGAMENTO VÁLIDAS TICKETS FOR FUN
Internet: 
– Cartões de crédito MasterCard, American Express, Elo Crédito, Visa, Diners Club.

Bilheteria e Pontos de Venda: 
– Dinheiro;
– Cartões de Credito MasterCard, American Express, Elo Crédito, Visa, Diners Club e Hipercard;
– Cartões de débito Visa Electron, MasterCard débito, Elo Débito e Hipercard.
– Vale Cultura

RIO DE JANEIRO
Realização:TIME FOR FUN 
Copatrocinador: Budweiser
Data: Sexta-feira, 15 de fevereiro de 2019
Abertura dos portões: 19h30Horário: 20h15 – Republica   21h25 – Stone Temple Pilots    23h05 – BUSH  Local: Km de Vantagens Hall RJ – Av. Ayrton Senna, 3000 – Shopping Via Parque – Barra da Tijuca
Capacidade: 5.000 pessoas.
Ingressos: A partir de R$ 130 (ver tabela completa).
Classificação etária: De 15 a 17 anos: Permitida a entrada acompanhados dos pais ou responsáveis legais. De 18 anos em diante: Permitida a entrada desacompanhados.
Acesso para deficientes
Ar-condicionado
Venda de ingressos no site: www.ticketsforfun.com.br
Venda a grupos: grupos@t4f.com.br
Estacionamento do Shopping: Moto: R$ 5,00 – preço único / Carro: Primeiras 5 horas: R$ 10,00. A partir da 5ª hora: R$ 2,50 – por hora ou fração.

INGRESSOS: 

SETORMEIA ENTRADAINTEIRA
 PISTA – LOTE 1 R$          130,00 R$         260,00
 POLTRONA R$          150,00 R$         300,00
 PISTA PREMIUM – LOTE 1 R$          220,00 R$         440,00
 CAMAROTE R$          295,00 R$         590,00

 – Meia-entrada: obrigatória a apresentação do documento previsto em lei que comprove a condição de beneficiário: no ato da compra e entrada do evento (para compras na bilheteria oficial e pontos de venda físicos) / na entrada do evento (para compras via internet).

– Parcelamento em 3x nos cartões de crédito aceitos pela TICKETS FOR FUN. 

– Participantes do Km de Vantagens tem ingresso com desconto.

BILHETERIA OFICIAL – SEM TAXA DE CONVENIÊNCIA
Km de Vantagens Hall RJ – Av. Ayrton Senna, 3000 – Shopping Via Parque – Barra da Tijuca
Segunda-feira – FECHADA
Terça-feira a Sábado – 12h às 20h
Domingo e feriados – 13h às 20h

LOCAIS DE VENDA – COM TAXA DE CONVENIÊNCIA
– Pontos de venda no link:
http://premier.ticketsforfun.com.br/shows/show.aspx?sh=pdv
– Pela Internet: www.ticketsforfun.com.br
Entrega em domicílio – taxas de conveniência e de entrega.

FORMAS DE PAGAMENTO VÁLIDAS TICKETS FOR FUN
Internet: 
– Cartões de crédito MasterCard, American Express, Elo Crédito, Visa, Diners Club.

Bilheteria e Pontos de Venda: 
– Dinheiro;
– Cartões de Credito MasterCard, American Express, Elo Crédito, Visa, Diners Club e Hipercard;
– Cartões de débito Visa Electron, MasterCard débito, Elo Débito e Hipercard.
– Vale Cultura

LILT lança álbum com o melhor do fusion rock instrumental

LILT lança álbum com o melhor do fusion rock instrumental

A banda cearense LILT lançará, no próximo dia 18, o primeiro álbum. Assim como o rock, as dez faixas de “Solis” (Andromeda, Aurora, Borealis, Philae, Nebula, Solus, Moonlight, Cosmo, Chroma, Prisma) transmitem energia, calor vibração cósmica. O disco vem quatro anos após o nascimento da banda e o lançamento do EP Spacelapse. Com a ausência de letras, LILT explora os elementos do universo através do fusion rock instrumental.

“Solis” foi gravado no Wommusiclab e as baterias no Magnolia Produções em Fortaleza (CE), masterizado no Metropolis Mastering por em Londres, Reino Unido, e leva o selo SINEWAVE – um dos mais conceituados selos de música independente do Brasil que já lançou quase 200 trabalhos de mais de 90 artistas brasileiros. Tem em seu portfólio artistas como Macaco Bong, Huey, Kalouv e Patife Band, entre outros.

Para o álbum “Solis”, os músicos Paulo Tomé, Leo Mamede e Jones Sampaio contaram com a parceria de Billy Graziadei, dono do Firewater Studios, em Los Angeles (EUA), onde mixou o disco “Solis”.

No mesmo estúdio já foram produzidos trabalhos das bandas Sepultura, Slipknot, Sick of it All, Cypress Hill, Onyx, Type-o-Negative, Kittie, Life of Agony, Biohazard, Suicide City, Spoiler NYC, Bloodclot, Stigma, Full Blown Chaos e Wu-Tang Clan, entre outras.

A parceria com Billy Graziadei

O encontro com o guitarrista, produtor americano e um dos fundadores da banda nova-iorquina Biohazard, Billy Graziadei, foi em 2013, em Fortaleza, quando o artista tocou na cidade.

De uma rápida conversa surgiu a oportunidade dos músicos da LILT enviarem um material por e-mail.

O telefonema de Billy ocorreu em outubro de 2017, para Paulo Tomé. Em nove minutos de papo, o líder da Biohazard elogiou o trabalho da LILT e manifestou interesse em mixar o álbum a banda.

Neste momento, “Solis” já estava em fase de gravação e foi uma corrida contra o tempo, pois Billy pediu as faixas do álbum pré-mixadas em dez dias.

“Billy Graziadei recebeu as dez faixas pré-mixadas e mixou o álbum Solis com total liberdade. Inseriu coisas, tirou outras, cortou trechos… Demos total liberdade a ele. Assim, tivemos o privilégio de contar com um produtor de peso internacional. Até hoje temos contato com o Billy, que tornou-se um grande parceiro”, contam os músicos da LILT.

Bio

A banda LILT nasceu em 2015, na capital cearense, com os músicos Paulo Tomé (produtor, guitarra e sintetizador), Leo Mamede (bateria) e Jones Sampaio (baixo).

Com a ausência de letras, o som da LILT mescla diversos elementos do universo. A proposta dos roqueiros é proporcionar uma viagem pelo espaço sideral a bordo de uma sinfonia cósmica em que ritmos, timbres e efeitos são protagonistas.

Em 2015, foi lançado o EP Spacelapse. Caracterizado como uma espécie de imersão cadenciada pelo espaço, o EP tem cinco faixas compostas de efeitos, melodias, guitarras vibrantes, grooves e beats.

“É um som para viajar pelo espaço, com sons de estrelas e áudios extraídos da Nasa, atuando como texturas para as músicas”, explicam os músicos. As faixas mostram a versatilidade e vibração da banda.

O álbum “Solis” é o primeiro full lenght da LILT.

A banda cearense LILT lançará, no próximo dia 18, o primeiro álbum. Assim como o rock, as dez faixas de “Solis” (Andromeda, Aurora, Borealis, Philae, Nebula, Solus, Moonlight, Cosmo, Chroma, Prisma) transmitem energia, calor vibração cósmica. O disco vem quatro anos após o nascimento da banda e o lançamento do EP Spacelapse. Com a ausência de letras, LILT explora os elementos do universo através do fusion rock instrumental.

“Solis” foi gravado no Wommusiclab e as baterias no Magnolia Produções em Fortaleza (CE), masterizado no Metropolis Mastering por em Londres, Reino Unido, e leva o selo SINEWAVE – um dos mais conceituados selos de música independente do Brasil que já lançou quase 200 trabalhos de mais de 90 artistas brasileiros. Tem em seu portfólio artistas como Macaco Bong, Huey, Kalouv e Patife Band, entre outros.

Para o álbum “Solis”, os músicos Paulo Tomé, Leo Mamede e Jones Sampaio contaram com a parceria de Billy Graziadei, dono do Firewater Studios, em Los Angeles (EUA), onde co-produziu e mixou o disco “Solis”.

No mesmo estúdio já foram produzidos trabalhos das bandas Sepultura, Slipknot, Sick of it All, Cypress Hill, Onyx, Type-o-Negative, Kittie, Life of Agony, Biohazard, Suicide City, Spoiler NYC, Bloodclot, Stigma, Full Blown Chaos e Wu-Tang Clan, entre outras.

A parceria com Billy Graziadei

O encontro com o guitarrista, produtor americano e um dos fundadores da banda nova-iorquina Biohazard, Billy Graziadei, foi em 2013, em Fortaleza, quando o artista tocou na cidade.

De uma rápida conversa surgiu a oportunidade dos músicos da LILT enviarem um material por e-mail.

O telefonema de Billy ocorreu em outubro de 2017, para Paulo Tomé. Em nove minutos de papo, o líder da Biohazard elogiou o trabalho da LILT e manifestou interesse em mixar o álbum a banda.

Neste momento, “Solis” já estava em fase de gravação e foi uma corrida contra o tempo, pois Billy pediu as faixas do álbum pré-mixadas em dez dias.

“Billy Graziadei recebeu as dez faixas pré-mixadas e mixou o álbum Solis com total liberdade. Inseriu coisas, tirou outras, cortou trechos… Demos total liberdade a ele. Assim, tivemos o privilégio de contar com um produtor de peso internacional. Até hoje temos contato com o Billy, que tornou-se um grande parceiro”, contam os músicos da LILT.

Bio

A banda LILT nasceu em 2015, na capital cearense, com os músicos Paulo Tomé (produtor, guitarra e sintetizador), Leo Mamede (bateria) e Jones Sampaio (baixo).

Com a ausência de letras, o som da LILT mescla diversos elementos do universo. A proposta dos roqueiros é proporcionar uma viagem pelo espaço sideral a bordo de uma sinfonia cósmica em que ritmos, timbres e efeitos são protagonistas.

Em 2015, foi lançado o EP Spacelapse. Caracterizado como uma espécie de imersão cadenciada pelo espaço, o EP tem cinco faixas compostas de efeitos, melodias, guitarras vibrantes, grooves e beats.

“É um som para viajar pelo espaço, com sons de estrelas e áudios extraídos da Nasa, atuando como texturas para as músicas”, explicam os músicos. As faixas mostram a versatilidade e vibração da banda.

O álbum “Solis” é o primeiro full lenght da LILT.

Site:https://bandalilt.bandcamp.com/releases
E-mail para contato:bandalilt@gmail.com
Facebook:https://pt-br.facebook.com/bandalilt/
Instagram: https://www.instagram.com/liltband/
Deezer: https://www.deezer.com/br/album/12553226
Itunes: https://itunes.apple.com/us/album/spacelapse-ep/id1089647514

Soundcloud

Spotify


Dallton Santos: Assista pequena previa de “Elevate”

No dia 20 de janeiro será lançado “Elevate”, o novo single de Dallton Santos. Enquanto não sai, ele disponibilizou um pequeno vídeo com um trechinho da música. Confira:

https://www.youtube.com/watch?v=g1olN8i1YmM

“Elevate” conta com a participação de Felipe Andreoli (Angra) no baixo e Rodolfo Ferreira (Anjos de Resgate) na bateria.

No endereço https://www.elevatesingle.com/ você pode conferir tudo sobre “Elevate” – entre coisas como curiosidades, etc.

Este single será lançado em diversas plataformas digitais.

Esse material foi gravado no Estúdio AS pelo técnico Felipe Rinke, e no estúdio Area 51. A mixagem e masterização foi feita por João Milliet (Estúdio Cada Instante). A arte gráfica é de autoria de Fernando Kao.

Dallton Santos é guitarrista profissional e produtor. Também atua com aulas, cursos e livros para guitarristas. Desenvolve um trabalho solo instrumental tendo tocado em todo Brasil e também EUA. Confira mais sobre seu trabalho solo acessando os links abaixo.

Siga Dallton Santos em seus canais oficiais:
https://facebook.com/dalltonsantos
https://www.instagram.com/dalltonsantosguitar/
https://www.dallton.com
https://dalltonsantos.bandcamp.com/

Tamuya: banda retrata Xangô como super-herói em capa de novo single

Os últimos acontecimentos da política do nosso país motivaram o Tamuya Thrash Tribe a lançar uma versão em português para a música “Senzala/Favela“, que se encontra no álbum “The Last of the Guaranis“, e conta com a participação de Marcelo D2.

Segundo Luciano Vassan, “a letra fala sobre o final do Sec XIX, quando a escravidão foi abolida no Brasil e iniciou-se um processo de favelização nas principais cidades do país. Com isso os negros ficaram totalmente marginalizados da sociedade e a intolerância contra as religiões de matriz africana ficou ainda mais evidente, chegando a ser considerado crime a prática da Umbanda, do Candomblé e até mesmo da Capoeira. Apesar de retratarmos um momento específico da nossa história, o conteúdo da letra parece continuar atual e se paramos para analisar, muito pouca coisa mudou passados 130 anos da Lei Áurea (13 de maio de 1888). E com o resultado das últimas eleições presidenciais, onde estamos vendo ataques constantes às políticas voltadas para a população neg ra, nós achamos que seria interessante traduzir a música para o português, para que a mensagem fosse absorvida por mais pessoas”.

A capa foi desenhada pelo Angelo Arede, vocalista do Gangrena Gasosa, e inspirada nos traços do renomado escritor e desenhista de Histórias em Quadrinho, Frank Miller. “A ideia era retratar Xangô (que aparece na letra por ser o Orixá da Justiça) de uma forma diferente da tradicional, numa pegada mais moderna. Quando estávamos pensando no conceito e qual caminho deveríamos tomar para a arte dessa capa, recebemos a notícia do falecimento de Stan Lee, e foi aí que veio a ideia de retratar Xangô como um super-herói de HQ. Achamos que seria uma ótima maneira de prestar uma homenagem ao criador de tantos dos heróis que nós amamos. Então procurei o Angelo, que eu já sabia que era um ótimo ilu strador, ele aceitou de cara o desafio e esse aí foi o resultado, essa capa incrível”, complementa Vassan.

A música será lançada nas próximas semanas em todas as plataformas de streaming, junto com um clipe que se encontra em fase final de produção.

A formação do Tamuya traz Luciano Vassan (guitarra e vocal), Leonardo Emmanoel (guitarra), JP Mugrabi (baixo), Paula Perez (percussão) e JP Rodrigues (bateria).

Acompanhe o Tamuya Thrash Tribe nas redes sociais:
www.tamuyathrashtribe.com
https://www.facebook.com/TamuyaThrash
https://www.youtube.com/user/TamuyaThrashTribe
https://twitter.com/TamuyaThrash
www.facebook.com/tamuyaST/

Dead Fish e Jimmy & Rats no Aquarius Rock Bar

Sábado, dia 09 de fevereiro de 2019, o Aquarius Rock Bar ira apresentar Dead Fish e Jimmy & Rats, primeiro lote✅ a venda na Ticket Brasil, garanta agora seu ingresso🎟.

Dead Fish e Jimmy & Rats
09 de Fevereiro de 2019
Primeiro Lote: R$ 30,00

Compre Aqui: https://goo.gl/PxhNdB
Como chegar 📍: https://goo.gl/vXVrwb

Junior Carelli mostra potencial do Roland – AX Edge em vídeo oficial

O tecladista Junior Carelli (Anie, Noturnall) mostra neste vídeo oficial da Roland um pouco do potencial do AX Edge. O keytar mais respeitado do mercado dá mais liberdade para suas criações e performances ao vivo. Explorando os novos timbres com climas especialmente pensados, fórmulas de compassos que variam e contrapontos de ideias, o keytar consegue ser bem versátil para o tecladista que gosta de performar na frente do palco. A música presente no vídeo foi criada tecladista.

Assista a performance de Junior Carelli: https://www.facebook.com/RolandBrasilOficial/videos/1136704319850571/

Conheça mais do AX-Edge: https://www.roland.com/br/products/ax-edge/

A direção do vídeo foi de autoria de Junior Carelli e a produção da Foggy filmes dentro do show Room novo da Roland em Cotia, São Paulo. “Pra mim é uma honra poder fazer parte desse time que inova cada vez mais e da mais destaques aos tecladistas! Vamos destronar os Guitar Heros!”, brincou o tecladista.

Mais informações:
https://www.roland.com/br/

Angra: canal do YouTube ultrapassa 100 mil inscritos

O canal oficial do Angra no YouTube chega na marca dos 100 mil inscritos. O canal do Angra existe desde 2010, mas foi em 2015, em parceria com o Vertão do Insanos Produções que o canal começou a postar periodicamente os backstages dos shows, das viagens e acontecimentos que cercam o Angra.

“Começou com a turnê no Japão daquele ano e de lá pra cá tivemos grandes momentos de cobertura internacionais, lançamento de videoclipes, Rock In Rio, etc. O auge do canal acredito que tenha sido a cobertura completa do OMNI, desde a criação das músicas, o processo de gravação, lançamento até a cobertura praticamente de todos os shows e acontecimentos da banda no ano de 2018, e por isso, e gostaríamos de agradecer a todos vocês fãs da banda que estão acompanhando todas as fases da banda e chegamos a marca de 100 mil inscritos no canal, talvez um feito inédito para uma banda dentro do Metal Brasileiro”, disse Vertão, produtor do canal.

“Eu estou muito feliz que o canal do Angra chegou aos 100 mil inscritos. Este feito é muito importante para o Metal brasileiro, pois poucas bandas atingiram essa marca expressiva no YouTube. Isso acontece pela nossa proximidade com o fã, mostrando todo o bastidor de uma banda, desde a pré-produção e gravação do nosso CD até os backstages dos shows. São momentos como estes que fazem valer todo o trabalho e dedicação de anos de estrada e trabalho com a banda”, revelou Rafael Bittencourt.

O Angra se prepara para iniciar 2019 com muito trabalho e novidades. Siga nas redes sociais e fique por dentro.

Mais informações:
https://www.facebook.com/toplinkmusicoficial  https://www.facebook.com/AngraOfficialPage

Unabomber lança vídeo do novo single e segundo EP

Música faz uma caricatura do Rio de Janeiro, costurando os acontecimentos políticos ao rock pesado

A situação caótica do Rio de Janeiro é o tema de “Guanabara“, novo single e uma das faixas do segundo EP “O Mal da Máquina Morre”. No próximo dia 18, os roqueiros da Unabomber lançarão o lyric vídeo de “Guanabara”. Uma semana depois, no dia 25, será a vez do novo EP. O disco estará disponível nas plataformas digitais (Spotify, Deezer, Google Play, YouTube, iTunes, Amazon e Pandora).

O título do novo EP foi retirado de um trecho da música “A Celebração da Peleja entre o Molotov e a Máquina”, parceria da banda com o artista baiano Ayam Ubräis Barco. Trata-se de uma poesia política, onde o Molotov e a Máquina são metáforas, em que um é a consciência e o outro o sistema.

Além de “Guanabara’ e “A Celebração da Peleja entre o Molotov e a Máquina”, fazem parte do EP “Litost”, “Pesadelo” e “Silêncio” (ambas já lançadas). Unabomber mistura o rock pesado a letras que cutucam o senso crítico da sociedade.

O EP foi produzido por Celo Oliveira (Kolera Home Studio), que também participou como guitarrista na música Guanabara, ao lado de Guilherme Salgueiro que fez os tamborins.

Guanabara

Escrita pelo vocalista André Luz, “Guanabara” descreve o cenário sombrio do Estado do Rio de Janeiro, principalmente após os episódios de corrupção e suas consequências, envolvendo a política local.

“Para nós, fluminenses ou cariocas, o tempo fechou e fazer uma música que aborda os acontecimentos políticos e policiais é fundamental. Quase dá para achar graça, se não fossem trágicos os fatos e as consequências dos anos de governo dessa figura que é o protagonista da história que a letra de Guanabara trata. Certos de que toda história tem mais de uma versão, e que também ainda tem muito pra ser contado, procuramos ser breves e até repetitivos na letra para frisar bem a mensagem que queremos passar”, explicam os músicos Paulo Stocco ou PC (bateria), os irmãos Sandro Luz (guitarra) e André Luz (voz), e Alan Vieira (baixo).

Gabby Vessoni foi responsável pela direção, edição e pós-produção do lyric vídeo.

Bio

Alguém lembra de Theodore Kaczynski? O terrorista e matemático americano, um gênio do mal preso nos anos 1990 e trancafiado até hoje? O pseudônimo do terrorista, Unabomber, serviu como ideia para um grupo de músicos da Baixada Fluminense, nos mesmos anos 1990, darem o nome à sua banda de rock. 

Enquanto integravam outros grupos, os rapazes se reuniam no fim de semana para tocar e compor. O batera Paulo Stocco (PC, figurinha fácil e querida no underground carioca, de bandas como Jason, Mandril e Perdidos na Selva) e os irmãos Sandro Luz (guitarra) e André Luz (vocais) convidaram o baixista Alan Vieira. Após alguns shows, resolveram recrutar mais um guitarrista e Jeff Barata se prontificou de imediato a assumir a posição. *

Em 1994, PC, André e Sandro criaram a pequena e bem estruturada casa de shows, o Canil Pub, também na Baixada. As bandas mais significativas do chamado underground carioca dos anos 1990 e de outros cantos do Brasil e até da Argentina tocaram por lá, como Second Come, Planet Hemp, Piu Piu e sua Banda, Gangrena Gasosa, Dementia e tantas outras. Apesar do sucesso, resolveram encerrar as atividades do Canil Pub naquele mesmo ano.

A partir de 1995, a banda iniciou uma reformulação no som e nas composições. Foi quando o Unabomber gravou sua primeira demo, com produção própria. A repercussão foi forte, com resenhas em todas as revistas especializadas e zines. A imprensa roqueira na internet ainda engatinhava. O segundo tape foi gravado em agosto de 1997, com a produção do então iniciante Rafael Ramos (hoje um nome de peso da indústria da música no Brasil, sócio da gravadora Deck). O material foi lançado oficialmente em janeiro de 1998, novamente com bom eco na imprensa, que destacava a originalidade do som. *

Os músicos da Unabomber foram classificados para as três edições do Festival Skol Rock, entre os anos de 1996 e 1998, e obtiveram o 2º lugar na etapa Rio, em 1997. No período, abriram shows de bandas como Titãs, Raimundos, Charlie Brown Jr., Paralamas do Sucesso, Lemonheads e outras, em casas como Imperator, Metropolitan e Mistura Fina, no Rio, e Ginásio Álvares Cabral, em Vitória (ES).

Mostraram a cara em programas de rádio e TV, como o “Ultrassom”, da MTV, e “Caderno Teen”, da TVE. As músicas “Sociedade Aberta e seus Inimigos” e “Só Hoje” foram executadas em emissoras como a Cidade FM (Rio) e Brasil 2000 FM (São Paulo). *

Em 1999, apresentaram-se algumas vezes na capital paulista pelo Festival Lollapalooza Playcenter. Unabomber foi a única banda fora do estado de São Paulo classificada para gravar uma faixa no Be Bop Studio para a coletânea oficial do festival, com outras 12 bandas como o Nitrominds e o End of Dread. No mesmo ano, Unabomber encerrou as atividades. O batera PC foi o único que seguiu na música. *

Em 1º de maio de 2017, Unabomber voltou com a energia que o rock precisa e já nos deu de presente o EP “Massas & Manobras S/A”, formado por releituras de algumas composições lançadas nas demo-tapes “Unabomber” (1996) e “R” (1997), a última com produção do então iniciante Rafael Ramos. Já o EP contou com produção musical de Celo Oliveira, além de projeto visual do fotógrafo Marcos Hermes.

Paulo, Sandro, André, Alan e Jeff voltaram para fazer barulho. No reencontro surgiu o desejo de dizer algo mais. Foi assim que, em meio ao xadrez sociopolítico vivido no presente, a banda compôs e gravou “Silêncio”, produzida por Celo Oliveira e lançada como single no final de 2017. Jeff, o segundo guitarrista, deixa a banda pouco após esse single. 

Primeira inédita após o retorno e concebida no calor dos escândalos políticos, a composição expressa uma espécie de catarse da banda relacionada ao momento atual do Brasil. “Talvez a música seja uma forma de preservar a sanidade e continuar mantendo a esperança em um país melhor, além de estímulo à reflexão das pessoas, no sentido da percepção quanto ao perigo da resignação paralisante”, dizem os artistas.

Depois, veio “Pesadelo”, composta por Paulo César Pinheiro e Maurício Tapajós, gravada originalmente pelo MPB4 em 1972 (ainda sob o peso da ditadura militar). A letra é atual e passeia por velhas preocupações ressurgidas e a necessidade de novas perspectivas, em meio a maior polarização política, social e ideológica jamais vista no país. O single foi mais um trabalho com a mão do produtor Celo Oliveira.

* Por Bernardo Araújo (Segundo Caderno/O Globo)

Links

https://www.unabomber.com.br/
https://www.facebook.com/unabombergroup/
https://www.instagram.com/unabomber1994/
https://twitter.com/unabombergroup
Spotify
Deezer
Google Play
YouTube
iTunes
Amazon

Edu Falaschi é capa da edição #240 da revista Roadie Crew

O vocalista Edu Falaschi (Almah, ex-Angra, Symbols, Mitrium) é capa da da edição #240 da revista Roadie Crew, a maior revista de heavy metal do Brasil e uma das maiores do mundo. Pela primeira vez na história, o vocalista foi capa da revista com grande destaque e contou detalhes da Temples of Shadows In Concert Tour, que vai passar por todos os cantos do Brasil.

Para comprar a revista, acesse o link: https://roadiecrew.com.br/roadie-shop/

Segue trecho do texto realizado por Guilherme Spiazzi:

“Assim como muitos outros vocalistas do rock e metal já fizeram antes de assumir uma carreira solo, Edu Falaschi construiu o seu nome e história durante os doze anos em que integrou o Angra. Claro que Mitrium, Symbols e, principalmente, Almah têm parte nesta jornada, mas, não adianta: os fãs lembram e querem aquele cara que compôs e gravou cinco discos ao lado da lendária banda paulistana. Tanto é que as linhas melódicas, os agudos, a influência erudita e todos os elementos encontrados em Rebirth (2001) e Temple of Shadows (2004) são a primeira lembrança dos fãs quando o nome de Falaschi é pronunciado. A assertiva se confirmou em 2017, quando, depois de um show no Peru e uma boa conversa com o Joe Lynn Turner (ex-Rainbow), tudo mudou e Falaschi se lançou como artista solo. O primeiro passo foi a estrondosa ‘Rebirth of Shadows Tour’, ao lado de Diogo Mafra e Roberto Barros (guitarras), Raphael Dafras (baixo), Aquiles Priester (bateria) e Fábio Laguna (teclados).

Com o sucesso da turnê no Brasil, Europa, América do sul e Japão, veio o primeiro lançamento desta fase solo, o EP The Glory Of The Sacred Truth, no final de 2018 e o anúncio da turnê ‘Temple of Shadows in Concert’ para 2019. Nela, Falaschi e seus companheiros tocarão o disco Temple of Shadows na íntegra, além de outros sucessos, acompanhados da Orquestra Bachiana Filarmônica, sob o comando do mundialmente renomado pianista e maestro João Carlos Martins. Conversamos com o cantor sobre o fundo do poço, a superação, o ambicioso projeto e o futuro de sua carreira solo, que inclui um disco de inéditas no horizonte”.

“Temple of Shadows In Concert”

A “Temple of Shadows In Concert” glorificará a união entre o Heavy Metal e o Erudito de forma épica e magistral e irá contar na íntegra um dos álbuns mais importantes da discografia do Angra com Edu Falaschi e Aquiles Priester. Além das músicas do “Temple of Shadows”, também serão executadas algumas composições icônicas da carreira de Edu junto ao Angra, obras de compositores importantes da música erudita, entre outras surpresas num formato jamais visto no Brasil.

O line-up atual formado por Edu Falaschi para sua carreira solo é composta por Aquiles Priester (bateria), Fabio Laguna (teclados), Roberto Barros (guitarra), Diogo Mafra (guitarra) e Raphael Dafras (baixo).

SERVIÇO:
Edu Falaschi e João Carlos Martins em SP
Quando: 4 de Maio – Sábado às 22h
Local: Tom Brasil
Endereço: Rua Bragança Paulista, 1281
Cidade: São Paulo/SP
Online: https://www.ingressorapido.com.br/event/10283

Ingressos:
Cadeira Alta V.Parcial: R$ 100,00 (inteira) / R$ 50,00 (meia-entrada)
Camarote: R$ 200,00 (inteira) / R$ 100,00 (meia-entrada)
Frisas: R$ 150,00 (inteira) / R$ 75,00 (meia-entrada)
PISTA 1º LOTE: R$ 80,00 (inteira) / R$ 40,00 (meia-entrada)
PISTA 2º LOTE: R$ 90,00 (inteira) / R$ 45,00 (meia-entrada)
PISTA 3º LOTE: R$ 100,00 (inteira) / R$ 50,00 (meia-entrada)
PISTA 4° LOTE: R$ 110,00 (inteira) / R$ 55,00 (meia-entrada)
PISTA VIP 1° LOTE: R$ 170,00 (inteira) / R$ 85,00 (meia-entrada)
PISTA VIP 2º LOTE: R$ 180,00 (inteira) / R$ 90,00 (meia-entrada)
PISTA VIP 3° LOTE: R$ 190,00 (inteira) / R$ 95,00 (meia-entrada)
PISTA VIP 4° LOTE: R$ 200,00 (inteira) / R$ 100,00 (meia entrada)

Links Relacionados:
https://www.facebook.com/rebirthofshadows/
http://edufalaschi.com.br/
https://www.facebook.com/edufalaschi.officialpage

Impact7 lança seu primeiro EP


Por: Silvia Sant’anna

A banda paulistana Impact7 lança seu primeiro EP e videoclipe do single “Angels Are With You”, o objetivo foi trazer um som diferenciado, que atinja pessoas e culturas diferentes através da letra e sonoridade para que a partir disso elas reflitam e se identifiquem.

“Blessed By Tears”, “Pharaoh”, Angels Are With You” e “My Last Days” integram o EP que contou com a produção de Thiago Larenttes em seu próprio estúdio, que produziu artistas como Edu Falaschi (Almah, ex Angra, Symbols), Massacration, Ricardo Confessori (ex Angra, Shaman), Banda Replace e Theoria de Alice.

MÚSICAS
Segundo a banda, suas letras abordam assuntos que causam impacto na sociedade ou em cada indivíduo, que relatam da antiguidade até os dias atuais de forma comparativa, tendo a literatura como uma de suas maiores inspirações além dos temas que englobam várias regiões, (assim como o número 7 que é considerado sagrado e está em várias escrituras ao redor do mundo e através das eras) como sugere o nome da banda.
Três das quatro músicas foram compostas por Victor Melo já o single Angels Are With You teve parceria com Bruno Duque.

VIDEOCLIPE IMPACT7 – Angels Are With You (Official Video)

LANÇAMENTO
Dia 26 de Janeiro a banda Impact7 estará no Rock Pub Augusta 339, fazendo seu show de lançamento e seu EP está disponível nas plataformas digitais, como Deezer, iTunes, Spotify e no canal do YouTube da banda.

SOBRE A BANDA
Impact7 é uma banda de metal formada em 2017 na cidade de São Paulo, por Christian Souza e Victor Melo, ambos tiveram bandas juntos antes, e em 2017 decidiram criar a banda com proposta diferente das anteriores, vocal feminino e instrumental pesado com afinação mais baixa e gutural, mas trazendo também duetos melódicos, harmonia mais leve com participação de teclado e instrumentos de orquestra em alguns trechos, desta forma os integrantes não se rotulam a um gênero específico dentro do metal por ter suas composições de forma variada.

A Impact7 é formada por:
Anyelle Moraes (vocal)
Victor Melo (guitarra)
Christian Souza (Baixo)
William Sanches (guitarra)
Renan Pascoal (bateria)

EP COMPLETO

Youtube: https://www.youtube.com/playlist?list=OLAK5uy_ms_-ywV9NWFBmcKcHmBsrbiP5DtyiaV7o
Spotify: https://open.spotify.com/album/3ZRZttjEpxYu08V7PTvhfE
Deezer: https://www.deezer.com/br/album/83419682
iTunes: https://itunes.apple.com/us/album/impact7-ep/1448529610
Google Play: https://play.google.com/store/music/album/Impact7_Impact7?id=B277uswhow5fidzxu67y53ttkhe

REDES SOCIAIS IMPACT7
Facebook: https://www.facebook.com/impact7band/
Instagram: https://www.instagram.com/impact7band/

Lenda inglesa do punk, The Adicts faz shows no Brasil em março


The Adicts, com mais de 40 anos de história, toca em Curitiba (6/3) e São Paulo (8/3)
Crédito: Bastian Bochinski

O inconfundível visual dos droogs, uma referência direta do clássico cinematográfico Laranja Mecânica, mais o punk rock sarcástico de riffs contagiantes, são a marca do The Adicts, banda que nasceu em 1975 no berço do movimento punk – na pequena cidade inglesa Ipswich – e que em março de 2019 desembarca mais uma vez no Brasil, desta vez para apenas dois shows: 6/3 em Curitiba (Hermes Bar) e 8/3 em São Paulo (Carioca Club).

Na capital paranaense, a produção é da Powerline em parceria da Torino Entretenimento, enquanto na capital paulista o show é de responsabilidade da Gig Music, Hangar 110 e Carioca Club.

A última passagem do The Adicts pelo país aconteceu em 2016, nos últimos instantes da extensa turnê mundial do disco All The Young Droogs, de 2012. À época, o Carioca Club em São Paulo ficou lotado para uma apresentação vibrante desta lenda inglesa do punk rock, que agora em 2019 retorna com 11º disco na bagagem, And It Was So!(2017), lançado inclusive em versão nacional e que mantém viva a maneira ímpar de se fazer música com melodias, às vezes com velocidade, muito deboche e sempre com força de cativar o ouvinte – ou a plateia – a cantar junto.

O The Adicts tem à frente o carismático vocalista Keith Monkey Warren, um exímio showman que atravessou décadas de serviço ao punk rock com um exemplar vigor e profissionalismo. Suas performances sempre garantem entretenimento aos shows da banda, também com muita serpentina, confete e glitter. Não à toa Monkey e os demais integrantes mantiveram o The Adicts entre os grandes nomes do punk e constantemente exaltados como compositores de mão cheia.

Mesmo com um disco novo para apresentar, o The Adicts fará a festa com muitos hits de todas as décadas, como “Viva la Revolution”, “Bad Boy”, “Falling in Love Again”, “Chinese Takeaway”, “Johnny Was A Soldier”, “Easy Way Out”, “Numbers”, “Songs Of Praise”, “Steamroller” e muitas outras músicas.

SERVIÇO

THE ADICTS EM CURITIBA 
Evento: www.facebook.com/events/1841030999359138/ 
Data: 6 de março de 2019 
Horário: 19 horas (abertura da casa) 
Local: Hermes Bar 
Endereço: rua Engenheiro Rebouças, 1645 
Censura: 18 anos 
Ingresso: 
R$ 90,00 – 1º Lote Pista Meia/Promocional 
R$ 150,00 – 1º Lote Camarote Lateral Meia/Promocional

R$ 100,00 – 2º Lote Pista Meia/Promocional 
R$ 160,00 – 2º Lote Camarote Lateral Meia/Promocional

R$ 120,00 – 3º Lote Pista Meia/Promocional 
R$ 180,00 – 3º Lote Camarote Lateral Meia/Promocional

[VENDA ONLINE] 
Pixel Tickethttps://pixelticket.com.br/eventos/3061/the-adicts-em-curitiba

[VENDA FÍSICA] 
Túnel do Rock, na Agacê Store, no Belvedere Beer Club e no Rock’a Birra

[INGRESSO MEIA-ENTRADA/PROMOCIONAL – QUEM TEM DIREITO?] 
Válido para estudantes, doadores de sangue, acompanhantes de cadeirantes, funcionários da rede pública, maiores de 60 anos ou mediante a doação de 1kg de alimento não-perecível na entrada do evento.

THE ADICTS EM SÃO PAULO 
Evento: www.facebook.com/events/573512073072296/ 
Data: 8 de março de 2019 
Horário: 19 horas (abertura da casa) 
Local: Carioca Club 
Endereço: rua Cardeal Arcoverde, 2899 – Pinheiros 
Censura: 16 anos 
Ingresso: 
(MEIA/PROMO) 
PISTA: R$ 100 (1º Lote) | R$ 120 (2º Lote) 
MEZANINO: R$ 150 (1º Lote) / R$ 180 (2º Lote) 
(Levar carteirinha estudante ou 1 quilo de alimento)

PONTOS DE VENDA 
Bilheteria Carioca Club (sem taxa para pagamento em dinheiro) 
Venda Onlinewww.clubedoingresso.com/theadicts

Em vídeo bem humorado, Blaze Bayley convida para o show de sábado no Manifesto

No sábado (12/01), acontece um dos primeiros shows internacionais de 2019; Blaze Bayley, que retorna ao Brasil depois de ter sido considerado o show mais elogiado da segunda edição do “Metal Singers” – que aconteceu no começo de dezembro. Ele se apresenta no Manifesto Bar, em São Paulo (Rua Iguatemi, 36). Além de músicas de sua carreira solo, o vocalista britânico apresentará sucessos de sua fase no Iron Maiden.

Ele gravou um vídeo bem humorado, onde convida a todos para esse show:
https://www.youtube.com/watch?v=9Zl_cBd4eaM&feature=youtu.be

Os ingressos para essa apresentação podem ser adquiridos no site da Ticket Brasil:
https://ticketbrasil.com.br/show/6376-blazebayley-saopaulo-sp/

Para mais informações, siga a página do evento no Facebook:
https://www.facebook.com/events/565863640527146/

Blaze Bayley está divulgando seu nono álbum solo – desde que saiu do Iron Maiden –  “The Redemption of William Black (Infinite Entanglement Part III)”, lançado em março desde ano.

“The Redemption of William Black (Infinite Entanglement Part III)”é o terceiro álbum de uma trilogia elogiadíssima que traz ainda “Infinite Entanglement” (2016) e “Endure and Survive (Infinite Entanglement Part II)” (2017).

Recentemente ele lançou mais um álbum; “December Wind”, material acústico, em parceria com o violonista Thomas Zwijsen.

Com o Iron Maiden, Blaze gravou os discos “The X Factor” (95) e “Virtual XI” (98).

Não podemos deixar de citar sua primeira banda, o Wolfsbane, que possui quatro álbuns de estúdio e seis EP’s.

Assista “Eating Lies”:
https://www.youtube.com/watch?v=HOBsqPgdsDg

A formação da banda de Blaze Bayley traz Chris Appleton (guitarra), Martin McNee (bateria) e Karl Schramm (baixo).

A produção do show de São Paulo é de responsabilidade da TC7 Produções.

SERVIÇO:
TC7 Apresenta:
Blaze Bayley – Tocando clássicos do Iron Maiden e de sua carreira

Ingressos
http://bit.ly/BlazeBayleyJaneiro2019

Sábado, 12 de janeiro de 2018
Abertura da casa: 18h

Local: Manifesto Bar
Endereço: Rua Iguatemi, 36, Itaim Bibi – São Paulo/SP
Fone: (11) 2574-5256 | WhatsApp (11) 94747-5883

Cartões: Visa, Mastercard, Elo, American Express e Dinners
Débito: Visa Electron, Maestro, Rede Shop
Censura: 16 anos

Acesso a deficientes / ar condicionado
Wi-fi: a casa possui acesso a internet sem fio
Manifesto Bar – www.manifestobar.com.br
Serviço de Vallet: R$20,00

Páginas relacionadas:
www.facebook.com/officialblazebayley/
www.facebook.com/tc7producoes/
www.facebook.com/lpmetalpress/
www.facebook.com/manifestobaroficial/

CCXP Viva o Épico

Por: Daniel Ometo

Dos dias 05 a 09 de dezembro de 2018, no São Paulo Expo, ocorreu a 5ª edição da Comic Con Experience.

Com a participação dos maiores estúdios cinematográficos do mundo, esse ano a CCXP trouxe vários lançamentos de filmes, séries que ocorrerão a partir de janeiro de 2019.

Vamos agora destacar alguns lançamentos dos maiores estúdios cinematográficos.

A Marvel trouxe para a CCXP o lançamento do filme Capitã Marvel, onde teve painel com a atriz que protagoniza a capitã Marvel e no seu stand teve um espaço voltado para o filme com a exposição do traje original usado nas gravações do filme e uma réplica do caça usado no filme.

No Stand da Sony, foi mostrado trajes do Homem Aranha no novo filme Homem Aranha Longe de Casa e da animação Homem Aranha no Aranhaverso que estréia dia 10/01/2018, entre outras atrações.

No stand da Warner a grande mostra foi sobre o filme Shazam onde o ator que faz o shazam esteve no evento em um painel. No stand tinha espaços da série Rivedale, Shazam, detetive pikachu, aquaman.

Teve também muita gente vestida com seus personagens favoritos os cosplayers. Esses cosplayers puderam trazer os personagens mais perto do público onde muitos e principalmente crianças puderam tirar fotos,  se sentir perto do seu herói, do personagem do seu jogo favorito

Estive visitando também o Artist Alley (beco dos artistas em português). um espaço dedicado aos quadrinistas, ilustradores brasileiros e estrangeiros que trabalham de forma independente. Esse é o coração do evento, onde em um grande espaço no pavilhão eles puderam mostrar seus trabalhos.

Também tivemos stands de lojas de vestuário, a loja oficial do Harry Potter, entre outras.

Em 5 dias de eventos foram mais de 260 mil pessoas andando pelo pavilhão de exposição São Paulo Expo, consolidando a CCXP como a maior convenção de quadrinhos do mundo passando a Comic Con de San Diego nos Estados Unidos.


Mark Morton divulga single “Cross Off”, em colaboração com Chester Bennington


Disco solo Anesthetic chega em março, repleto de participações especiais 

O guitarrista do Lamb of God retorna com o segundo single de seu primeiro álbum solo, Anesthetic, que chega em 1º de março. A música foi gravada em abril de 2017 e escrita por Mark Morton, Chester Bennington, Jake Oni e o produtor Josh Wilbur. Ouça a música em todas as plataformas digitais aqui.

Morton gravou todas as guitarras com Paolo Gregoletto e Alex Bent (Trivium) tocando baixo e bateria. A composição da música começou entre Morton, Wilbur e Oni antes dos três se aproximarem de Chester Bennington (ex-vocalista do Linkin Park, morto em julho de 2017) sobre assumir os vocais. Bennington adorou a música e veio ao estúdio com idéias e letras adicionais que, junto com seu estilo vocal único e incrível, moldaram a música.

Morton disse que sua experiência trabalhando na faixa com Bennington foi um “processo muito natural e fluente. Nós dois realmente amamos a música desde o início e todos que trabalharam nela colocaram muita energia e emoção nela. Eu sinto que você pode realmente ouvir isso na pista, e absolutamente no desempenho de Chester.”

O disco de 10 faixas ajudará Morton a explorar ainda mais sua criatividade para escrever e colaborar. O álbum foi feito ao lado de uma equipe dos sonhos de músicos altamente respeitados de uma infinidade de mundos musicais; alguns amigos e outros que nunca seriam esperados para colaborar com os líderes do metal.

Morton tinha escrito algumas faixas desse disco a alguns anos. “Este álbum não foi um esforço para começar algo fora do Lamb Of God”, explica ele. “A música está sempre na minha cabeça, e até eu escrever e gravar, está presa lá. Mas uma vez que eu gravei, está fora. É uma catarse, mais para a minha própria sanidade.”

Os colaboradores do trabalho incluem Chester Bennington, Randy Blythe, Jacoby Shaddix, Myles Kennedy, Alissa White-Gluz, Mark Lanegan, Chuck Billy, Jake Oni, Josh Todd, Mark Morales e Naeemah Maddox. Musicalmente, Morton toca todas as guitarras, com Roy Mayorga, David Ellefson, Ray Luzier, Paolo Gregoletto, Alex Bent, Mike Inez, Jean-Paul Gaster, Steve Gorman, Marc Ford, Yanni Papadopoulos e Chris Brooks completando a banda.

O álbum já está disponível para pré venda neste link. Confira a capa e tracklist.

ANESTHETIC:
1. “Cross Off” (feat. Chester Bennington)
2. “Sworn Apart” (feat. Jacoby Shaddix)
3. “Axis”  (feat. Mark Lanegan)
4. “The Never” (feat. Chuck Billy + Jake Oni)
5. “Save Defiance” (feat. Myles Kennedy)
 6. “Blur” (feat. Mark Morales)
 7. “Back From The Dead” (feat. Josh Todd)
 8. “Reveal” (feat. Naeemah Maddox)
9. “Imaginary Days”
 10. “The Truth Is Dead” (feat. Randy Blythe + Alissa White-Gluz)
Marketing e Promoção no Brasil:
ForMusic – info@formusic.com.br

MX VOLTA A SÃO PAULO E AGITA OS HEADBANGERS NO SESC BELENZINHO PELO PROJETO MÚSICA EXTREMA

Por Thiago Tavares

No dia 30 de novembro, o SESC Belenzinho abre as portas novamente para a galera do rock e do heavy metal para que bandas possam divulgar seus trabalhos aos headbangers e mais uma vez, não ficaram devendo e trouxeram uma banda que particularmente vem com novas energias, proposta a vir com novos projetos e shows, ainda mais vindo com trabalho novo e divulgando constantemente.

Pelo projeto Música Extrema, o SESC apresentou a banda de Santo André MX, que há pouco tempo lançou o CD A Circus Called Brazil, disco esse que vem recebendo ótimas críticas, ainda mais com um disco lançado as luzes dos últimos escândalos de corrupção em nosso país, escândalos esses que são o plano de fundo do disco, onde a galera teve que esperar quase vinte anos para ouvir um novo trabalho e que consequentemente quem ouviu, não se decepcionou.

No dia do show em questão, São Pedro literalmente resolveu abrir as torneiras dos céus, onde a chuva foi predominante na noite do show. Parecia que choveu tudo o que tinha que chover no mês de novembro, mas isso não foi desculpa para o público que compareceu em peso a comedoria do SESC Belenzinho para curtir o show dos caras.

Com aquela pontualidade britânica de ser nos eventos do SESC, as 21h30min, o MX sobe ao palco e já mandando aquela porrada na cara da galera com Fleeing Terror, mostrando que a banda não está para brincadeira no quesito música de qualidade.

Em seguida a banda executou Mission, do recente trabalho, uma porradaria fora do comum que agitou o público presente.

Após a segunda música, a banda resolveu relembrar alguns sucessos de álbuns anteriores, onde quem não ouviu, vale a pena pesquisar e apreciar pois não é de hoje que fazem um som de qualidade. A terceira música foi Mental Slavery de 1984, uma ótima música com algo bem mais rápido, com algumas transições no meio do caminho, onde quem aprecia uma bateria rápida, sem titubear, gostou do que viu.

Lucky, também do álbum novo mostra a força dos backing vocals e faz um passeio pelo hardcore. Uma música bem pesada, onde dificilmente alguém fica parado e já quer puxar um mosh com a galera. Houve também um momento romântico onde o baixista Alexandre “Dumbo” dedicou a música a sua esposa que estava presente e que no dia em questão, comemoravam mais um ano de casados.

Comemorações a parte o show em seu contexto geral mostrou que a banda tem lenha para queimar e fazer mais shows Brasil a fora. Quem viu pela primeira vez, aprovou e a galera que já acompanha também curtiu as músicas dos garotos de Santo André, onde esse novo álbum mostra a força do metal brasileiro e reforça que por mais que a banda ficou ausente por quase 20 anos, voltaram com a corda toda, com uma proposta nova e com muita porradaria neste novo disco que está na praça.

O Ponto ZerØ agradece ao Vinicius Souza, da assessoria de imprensa do Sesc Belenzinho pelo fornecimento da credencial ao evento.

SEGUNDA EDIÇÃO DO METAL SINGERS REUNE ASTROS DO METAL NO ESPAÇO 555 EM SÃO PAULO

Por Thiago Tavares

No último dia 09 de Dezembro aconteceu no Espaço 555 no centro de São Paulo a segunda edição do Metal Singers, evento esse que reúne grandes vozes do metal mundial. E desta vez, colocaram a nata dos vocais para dividirem o palco. Nesta edição estiveram presentes Udo Dirkschneider (U.D.O, ex-Acept), Blaze Bayley (ex-Iron Maiden), Doogie White (ex-Rainbow, ex-Tank, ex-Yngwie Malmsteen) e André Matos (Shaman, Viper e ex-Angra), onde a galera estava disposta a ver clássicos e mais clássicos destas quatro vozes potentes do metal.

Os astros tiveram o apoio de uma banda formada por Vulcano (guitarra), Kiko Shred (guitarra), Will Costa (baixo) e Lucas Tagliari (bateria).

O primeiro a se apresentar na casa foi o escocês Doogie White que chegou para aquecer os motores da galera, no qual fez uma apresentação relembrando músicas do Rainbow, Yngwie Malmsteen e do Demon’s Eye. Foi uma apresentação satisfatória, onde ao meu ver poderia ter mais músicas a serem inclusas, comentário esse que aplico aos dois próximos convidados.

É claro que nesse show deveria ter um ingrediente brasileiro. O segundo convidado foi o cantor André Matos, amplamente conhecido por ter sido vocal das bandas Viper, Angra e Shaman. Matos mesclou também sua apresentação com músicas do Angra e do Viper, deixando de lado os clássicos do Shaman, mas como era o segundo convidado, o set estava reduzido, onde o público presente gostou do que viu. Entretanto, a galera queria ver a casa cair ao chão. E isso começou a acontecer.

O terceiro convidado que subiu ao palco é um velho conhecido daqueles que apreciam com fervor o Iron Maiden. Uns gostam, outros, nem tanto, mas não se deve questionar a contribuição de Blaze Bayley a banda britânica entre 1994 e 1999, não é a toa que até hoje colhe os frutos perante os discos de carreira solo que fez período pós-Iron.

Aqui deve-se destacar o carisma que Blaze teve com o público. Ele praticamente quis ficar mais próximo a galara a cada música que executava, chegou até mesmo a colocar de lado um retorno que estava a sua frente, ir mais a frente e cumprimentar quem erguia as mãos ou até mesmo oferecer seu microfone aos headbanguers cantarem junto. Sem sombra de dúvidas foi uma das apresentações que levantou o público no Espaço 555 e ganhou diversos elogios.

E por fim chegou o grande momento do show. Com uma voz única, roupas camufladas e cabelo curto, o alemão Udo Dirkschneider foi a última apresentação do Metal Singers. Ex vocalista do Acept entre 1979 a 1996, hoje está em carreira solo há certo tempo, mas ainda tem grande reconhecimento de fãs da banda e admiradores do metal. Em mais ou menos uma hora e 10 minutos, Udo cantou diversos sucessos do Acept que agitaram a galera, teve muito mosh, galera se empolgando e caindo sozinho, algo hilário mas tive que me conter.

O show em si ocorreu tudo bem, permaneci vivo, entretanto, como estamos em São Paulo, estamos sujeitos a alguns percalços da vida. Infelizmente, a caminho do metrô para retornar a minha residência, meu celular foi furtado. Algo chato que aconteceu logo no fim do ano, mas enfim, foi um bem material, mas a vida continua.

Em nome do Ponto ZerØ agradecemos ao Luciano Piantonni pelo fornecimento da credencial para a cobertura do show.

Doogie White Setlist
Judgement Day
Lord of the Lost and Lonely
Ariel
Five Knuckle Shuffle
The Temple of the King

André Matos Setlist
Wings of Reality
Living for the Night
Lisbon
Painkiller
Carry On

Blaze Bayley Setlist
Lord of the Flies
Futureal
Play Video
When Two Worlds Collide
The Clansman
Man on the Edge

Udo Dirkschneider Setlist
Metal Heart
Living for Tonite
Midnight Mover
London Leatherboys
Up to the Limit
Princess of the Dawn
Restless and Wild
Son of a Bitch
Fast as a Shark
I’m a Rebel
Balls to the Wall

PARQUE DA JUVENTUDE RECEBE PROJETO BRASIL GUITARRAS

Pela primeira vez São Paulo reúne no mesmo palco dez entre os melhores guitarristas brasileiros, em show gratuito

Pela primeira vez São Paulo receberá no Parque da Juventude, no próximo dia 08 de dezembro, o “Projeto Brasil Guitarras” – encontro que reúne dez dentre os melhores guitarristas brasileiros em um mesmo palco, em show gratuito. Com curadoria de Reco do Bandolim, presidente do Clube do Choro de Brasília, o projeto que nasceu em 2015, já passou por Belo Horizonte, Brasília e Salvador e foi visto por mais de 100 mil pessoas.

O show irá traçar um panorama da guitarra no Brasil e contemplará músicas de grande simbologia nacional. O repertório foi escolhido pelos dez guitarristas que irão participar desta edição: Andreas Kisser, Armandinho Macedo, Edu Ardanuy, Edgard Scandurra, Frank Solari, Faísca, Nuno Mindelis, Luiz Carlini, Marcelo Barbosa e Robertinho do Recife.

O ‘Projeto Brasil Guitarras’ também busca fortalecer a economia criativa dos locais onde acontece, através de práticas de indução e inclusão sócio-produtiva com a realização de oficina cultural, adoção de boas práticas culturais e  de sustentabilidade na produção de eventos.

Line Up – apresentação em duplas e no final todos tocarão juntos.

– Marcelo Barbosa
– Frank Solari
– Faiska
– Nuno Mindelis
– Edu Ardanuy
– Andreas Kisser
– Edgard Scandurra
– Luiz Carlini
– Armandinho
– Robertinho do Recife

ATIVIDADES PARALELAS

Entre as atividades paralelas destaque para a Oficina de Lutheria, ministradas por Luthier Elifas Santana e do guitarrista Armandinho Macedo, para alunos da ETEC (Escolas Técnicas Estaduais). Essa atividade visa engajar, qualificar e despertar o interesse de jovens empreendedores de comunidades periféricas da cidade em novas oportunidades de negócios no setor cultural..

Na área de sustentabilidade a proposta é divulgar movimento em prol da despoluição do Rio Pinheiros. Para isso, serão incentivados o ‘Movimento Volta Pinheiros’, que promove ações para trazer a despoluição do rio novamente à pauta dos paulistanos (http://www.voltapinheiros.com.br/) .

Na área de responsabilidade social, o evento recolherá alimentos não perecíveis para doação. Os alimentos serão recolhidos na entrada próxima área do show e posteriormente doados para a Casa André Luiz de Assistência a Crianças Carentes.

Evento conta com o apoio da Skol (através da Lei Rouanet) e Caixa Econômica Federal. Realização: Ministério da Cultura e Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo.

Serviço

Local: Parque da Juventude – Av. Cruzeiro do Sul, 2630(ao lado do Metrô Carandiru)- Santana- Telefone(11) 2089-8600
Data : 08/12/2018- sábado
Horário: 16h
Abertura dos portões: 9 h
Duração: das 16h às 21h
Gratutio
Classificação indicativa: Livre
Capacidade: 10 mil pessoas
Estacionamento: em estacionamentos na região
Acessibilidade motora
Homepage: http://brasilguitarras.com.br/






Extraordinário Jordan Rudess se apresenta, nesta sexta-feira, no Teatro Opus, em SP

Extraordinário multi-instrumentista, tecladista e pianista membro da banda Dream Theater, com diversos discos de platina e nomeada ao Grammy, realiza a turnê “From Bach to Rock” no Brasil – crédito: Paul Undersinger

Eleito “Melhor tecladista de todos os tempos” pela renomada revista Music Radar, o virtuoso músico e compositor Jordan Rudess está prestes a embarcar em uma turnê pelo Brasil realizando sua performance de piano solo: FROM BACH PARA ROCK: A JORNADA DE UM MÚSICO.

A turnê, que começou nos EUA em março deste ano passou pela Europa e Ásia, chega ao Brasil esta semana em São Paulo (07/12 – Teatro Opus), Belo Horizonte (09/12) e Rio de Janeiro (10/12). Restam poucos ingressos à venda, para a apresentação na capital paulista, pelo site Uhuu.comMais informações no serviço abaixo.

O concerto solo de Rudess viaja em sua fascinante jornada musical – como um jovem prodígio do piano, com apenas 9 anos de idade, formado pela renomada escola Juilliard e destinado a uma carreira de música clássica, evoluiu para um fenômeno “rockstar” que enche arenas pelo mundo todo.

Após muitos anos de estudo do piano clássico, Rudess muda seu foco para os sintetizadores em um ato típico de rebelião do rock ‘n roll. Em 1994, os leitores da mundialmente famosa “Keyboard Magazine” votaram nele como “o melhor novo talento” e, desde então, tornou-se o herdeiro universalmente reconhecido do trono retalhado das realezas do Rock Progressivo, Keith Emerson e Rick Wakeman. Ele é conhecido por sua fusão única de técnica clássica e influências populares, com a sensibilidade e atitude do rock. Sua velocidade ao executar as notas no instrumento são incomparáveis e suas composições – quase impossíveis de serem executadas por muitos – são hinos dos fãs de Rock Progressivo de diferentes gerações.

Neste show ele executa peças clássicas com maestria, desfila clássicos do rock que fizeram parte de sua formação e transforma músicas do Dream Theater em lindas e complexas peças de piano. Uma experiência única para os fãs, que podem contemplar toda a técnica de Jordan em teatros com poucos assentos, muito diferente da experiência em grandes arenas nas quais estão acostumados a ver o artista.

Com 30 anos de carreira, participou de mais de 30 discos, muitos com trabalhos solos riquíssimos. Além de tocar no Dream Theater, Jordan trabalhou com uma grande variedade de artistas, de diversos estilos, incluindo David Bowie, Jan Hammer, Enrique Iglesias, Paul Winter, Annie Haslam, Tony Levin e Marco Minneman, Liquid Tension Experiment, Steven Wilson, Aviv Geffen, Dixie Dregs, Rod Morgenstein, o icónico baterista Tony Williams, entre outros.

O interesse de Jordan em controladores de teclado de última geração e aplicativos de música é outra área de sua carreira, na qual ele alcançou o sucesso. Jordan é dono da bem-sucedida empresa de desenvolvimento de aplicativos Wizdom Music, criadora de aplicativos premiados, como MorphWiz, SampleWiz e Geo Synthesizer. O mais recente aplicativo da Wizdom Music, GeoShred, foi criado em colaboração com a moForte, membros fundadores da equipe Sondius da Universidade de Stanford.

Duração: 120 min.
Faixa Etária: Livre.

Duração: 120 min.
Faixa Etária: Livre

SERVIÇO:
JORDAN RUDESS – FROM BACH TO ROCK
7  de dezembro de 2018
Sexta-feira às 21h
Teatro OPUS (Av. das Nações Unidas, nº 4777 – Alto de Pinheiros/ 4o piso – Shopping Villa-Lobos)
www.teatroopus.com.br

INGRESSOS (1º LOTE):

Setor
Inteira
Meia-entrada
Balcão Nobre
R$ 160,00
R$ 80,00
Plateia Baixa
R$ 280,00
R$ 140,00
Plateia Alta
R$ 220,00
R$ 110,00
– 50% de desconto para lojista Shopping Villa Lobos, limitado a 100 ingressos por sessão, dois ingressos por CPF,  para compras feitas apenas na bilheteria.

– 20% de desconto para clientes, funcionários e acionistas da Rede MERCURE/ACCOR, limitados a 50 ingressos por sessão, dois por CPF;

** Política de venda de ingressos com desconto: as compras poderão ser realizadas nos canais de vendas oficiais físicos, mediante apresentação de documentos que comprovem a condição de beneficiário. Nas compras realizadas pelo site e/ou call center, a comprovação deverá ser feita no ato da retirada do ingresso na bilheteria e no acesso à casa de espetáculo.

*** A lei da meia-entrada mudou: agora o benefício é destinado a 40% dos ingressos disponíveis para venda por apresentação. Veja abaixo quem têm direito a meia-entrada e os tipos de comprovações oficiais em São Paulo:

– IDOSOS (com idade igual ou superior a 60 anos) mediante apresentação de documento de identidade oficial com foto.

– ESTUDANTES mediante apresentação da Carteira de Identificação Estudantil (CIE) nacionalmente padronizada, em modelo único, emitida pela ANPG, UNE, UBES, entidades estaduais e municipais, Diretórios Centrais dos Estudantes, Centros e Diretórios Acadêmicos. Mais informações:www.documentodoestudante.com.br

– PESSOAS COM DEFICIÊNCIA E ACOMPANHANTES mediante apresentação do cartão de Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social da Pessoa com Deficiência ou de documento emitido pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), que ateste a aposentadoria de acordo com os critérios estabelecidos na Lei Complementar nº 142, de 8 de maio de 2013. No momento de apresentação, esses documentos deverão estar acompanhados de documento de identidade oficial com foto.

– JOVENS PERTENCENTES A FAMÍLIAS DE BAIXA RENDA (com idades entre 15 e 29 anos) mediante apresentação da Carteira de Identidade Jovem que será emitida pela Secretaria Nacional de Juventude a partir de 31 de março de 2016, acompanhada de documento de identidade oficial com foto.

– JOVENS COM ATÉ 15 ANOS mediante apresentação de documento de identidade oficial com foto.

 DIRETORES, COORDENADORES PEDAGÓGICOS, SUPERVISORES E TITULARES DE CARGOS DO QUADRO DE APOIO DAS ESCOLAS DAS REDES ESTADUAL E MUNICIPAIS mediante apresentação de carteira funcional emitida pela Secretaria da Educação de São Paulo ou holerite acompanhado de documento oficial com foto.

 PROFESSORES DA REDE PÚBLICA ESTADUAL E DAS REDES MUNICIPAIS DE ENSINO mediante apresentação de carteira funcional emitida pela Secretaria da Educação de São Paulo ou holerite acompanhado de documento oficial com foto.

**** Caso os documentos necessários não sejam apresentados ou não comprovem a condição do beneficiário no momento da compra e retirada dos ingressos ou acesso ao teatro, será exigido o pagamento do complemento do valor do ingresso.

ATENÇÃO: Não será permitida a entrada após o início do espetáculo.

Capacidade: 719 pessoas
Acesso para deficientes

Estacionamento:

Self
Período
Valor
Até 2h
R$13,00
2h a 3h
R$16,00
3h a 4h
R$19,00
4h a 5h
R$22,00
5h a 6h
R$28,00
6h a 7h
R$34,00
Demais horas
R$3,00
Valet
Período
Valor
Até 1h
R$18,00
Demais horas
R$12,00

Horário de funcionamento:
Segunda a sexta: 10h às 22h (ou até o final do espetáculo)
Domingos e feriados: 10h às 22h (ou até o final do espetáculo)

Formas de pagamento: dinheiro e cartões de crédito e débito informadas no local de pagamento. Taxa de perda do cartão de estacionamento, será cobrado valor de estadia/ pernoite, conforme horas descritas nas tabelas. Tempo de






A venda de ingressos para os shows de Paul McCartney começa hoje

Artista fará shows em São Paulo e Curitiba – Ingressos podem ser parcelados em até 3 vezes

COMEÇA HOJE, DIA 6 DE DEZEMBRO A VENDA DE 
INGRESSOS PARA OS SHOWS DE PAUL MCCARTNEY

Começa nesta quinta-feira, dia 6 de dezembro, a venda de ingressos para os dois shows de Paul McCartney no Brasil. A venda pela internet terá início à 00H01 no site www.ticketsforfun.com.br. Às 10h estarão abertas as bilheterias oficiais (Credicard Hall e Estádio Couto Pereira – sem taxa de conveniência) e os pontos de venda espalhados pelo país. Os lotes de ingressos para ambas as operações são separados.

Paul McCartney apresenta a The Freshen Up Tour em São Paulo, dia 26 de março, no Allianz Parque, e em Curitiba, dia 30 de março, no Estádio Couto Pereira. A turnê passa ainda por Chile e Argentina.

A turnê Freshen Up tem patrocínio em São Paulo da Allianz Seguros e a rede hospitalar do Sancta Maggiore é a fornecedora oficial dos serviços médicos. Os shows são realizados pela TIME FOR FUN.

Clique para assistir ao vídeo da apresentação de Paul McCartney no Canadá

Para mais informações clique aqui.






Lucas Ray Exp divulga videoclipe de “Reveries” com influência da Psicodelia

O guitarrista, cantor, compositor e músico brasileiro Lucas Ray acaba de lançar o videoclipe de “Reveries”, faixa do EP de estreia “Sphinx”, que está em todas as plataformas digitais de Streaming como Spotify, Deezer, Google Play, entre outras. O vídeo foi produzido por Dani Gurgel da Pá virada Produções. O trabalho conta com os músicos Alexandre Panta (baixo), Bruno Valverde (bateria) e Neemias Teixiera (teclados).

Assista o videoclipe de “Reveries”:

“A origem da música trata-se de uma melodia que ecoava na minha cabeça desde a adolescência. Transformar essa melodia em uma música e depois em um videoclipe é uma grande alegria em minha história. A produção de Dani Gurgel deu um toque bem interessante e psicodélico no clipe”, disse o guitarrista, cantor, compositor  Lucas Ray.

Ficha técnica
– Concepção, Roteiro, produzido por Dani Gurgel (Dá Pá virada Produções)
– Edição e filmagem Dani Gurgel

Produzido por Helio Castelhano e gravado no estúdio DSN, o EP “Sphinx” traz esse Zeitgeist com belas e distorcidas guitarras e a intensa voz de Lucas Ray, acompanhadas da bateria de Bruno Valverde (Angra), baixo de Alexandre Panta (Canal Fala Baixista), teclado de Neemias Teixeira e percussão de Alex Fogaça nas faixas Run Rabbit, Run, Xibalba e Sphinx.

Lucas Ray é natural de São Luís (MA) e atualmente baseado em São Paulo. A guitarra, sempre presente em sua vida desde os seus quatorze anos, instigou novas composições e ideias, mesmo durante o pouco tempo livre dos anos de estudo de engenharia. A influência cosmopolita se faz notar em sua música, que costura o rock progressivo com elementos brasileiros e traduz questões pertinentes e atuais em poesia.

Clique aqui e confira nossa resenha do EP “Sphinx”.

Links relacionados:
http://www.lucasrayexp.com
https://www.facebook.com/lucasray.lre/