Author Archives: Thiago Da Silva Tavares

Matanza Ritual prepara turnê especial para o mês do rock

Com produção da Top Link Music, do empresário Paulo Baron, o Matanza Ritual, irá celebrar o poderoso legado musical desse nome de peso do country hardcore de uma forma única e inesquecível. Em comunicado oficial no ínicio da divulgação desta ação especial  o vocalista Jimmy London comentou: 
“Nossa ideia não é formar uma banda, nem mesmo um projeto. Queremos criar uma celebração, reviver aquele “ritual insano” que acontecia nos shows do Matanza, e pra isso convocamos os melhores dentre os melhores músicos do país pra serem os monges da loucura toda”

Essa turnê que deverá passar pelas principais capitais do Brasil se inicia no mês de junho e terá seu auge no mês de julho celebrando também o mês do rock. 
Ao lado de grandes músicos da cena brasileira como Antônio Araújo (guitarra, Korzus e One Arm Away), Felipe Andreoli(baixo, Angra) e Amilcar Christófaro (bateria, Torture Squad e Kisser Clan), o vocalista Jimmy London preparou um set list matador com os maiores sucessos do Matanza, além disso o time avisa que os ensaios já começaram e que essas seletas apresentações terão um peso único, além de muito vigor e bom humor. 
Primeiras datas serão divulgadas em breve e promotores interessados podem entrar em contato via email pelo endereço: paulo@toplinkmusic.com e shows@toplinkmusic.com

Acompanhe as redes sociais para novidades sobre esse e outros assuntos. 
https://www.instagram.com/toplinkmusic/
https://www.facebook.com/toplinkmusicoficial/

Blaze Bayley e Roland Grapow convidam para o show do Manifesto no dia 26 de janeiro

No dia 26 de janeiro, Blaze Bayley e Roland Grapow se apresentam no Manifesto Bar (Rua Iguatemi, 36, Itaim Bibi). O primeiro apresenta músicas de seus álbuns com o Iron Maiden, enquanto que o segundo mostrará músicas de sua fase no Helloween e Masterplan. A banda Absolva estará no evento como convidada especial – e também como suporte de Blaze.

Assista o vídeo onde Blaze Bayley e Roland Grapow convidam pro show do Manifesto Bar:
https://www.youtube.com/watch?v=m9nIXa2L7NQ&feature=youtu.be

Siga a página do evento no Facebook:
https://www.facebook.com/events/1193544137522061/

A produção é da TC7 Produções.

SERVIÇO:

Blaze Bayley – Iron Maiden XXV Celebration Tour
Roland Grapow – Tocando Masterplan e Helloween
Banda convidada: Absolva

Data: 26/01/2020 (Domingo)
Abertura da casa: 17 Horas

Local: Manifesto Bar
Endereço: Rua Iguatemi, 36, Itaim Bibi Fone: (11) 2574-5256

Ingresssos: https://ticketbrasil.com.br/show/7428-blazebayleyerollandgrapow-saopaulo-sp/ingressos/?fbclid=IwAR2ka_n9wyiNbivyF4pKMJ2XYU6lCXeoW6jk7Zr20O1zx7ikyxLyc3wHkPk

Cartões aceitos no Manifesto: Visa, Mastercard, Elo, American Express e Dinners
Débito: Visa Electron, Maestro, Rede Shop

Censura: 16 anos

Acesso a deficientes / ar condicionado

Wi-fi: a casa possui acesso a internet sem fio

Serviço de Vallet: R$20,00

Manifesto Rádio Rock: http://manifestoradiorock.com/
E-mail: info@manifestobar.com.br
Site: www.manifestobar.com.br

Produção: TC7 Produções

Páginas relacionadas:
www.facebook.com/officialblazebayley/
www.facebook.com/Grapow-Studios-361872847288854/
www.facebook.com/absolva/
www.facebook.com/tc7producoes/
www.facebook.com/manifestobaroficial/

VIPER assina com a TC7 Produções para turnê de clássicos e anuncia álbum novo para 2020

A TC7 Produções acaba de anunciar uma nova banda em seu cast: o VIPER, que vai realizar em 2020 uma turnê com os maiores clássicos de seus 35 anos de estrada. E, ainda este ano, a banda prometeu lançar material inédito. O novo álbum, que deve mesclar influências da fase ‘Theatre of Fate’ e ‘Evolution’ sairá no segundo semestre.
A formação conta com Felipe Machado (guitarra), Pit Passarell (baixo e vocal), Guilherme Martin (bateria) e Leandro Caçoilo (vocal) – o guitarrista Hugo Mariutti deixou a banda para voltar ao Shaman. Ao vivo, a banda contará ainda com o guitarrista Val Santos, que tocou no VIPER entre 2006 e 2012, e o baixista Bruno Ladislau, que tocou na banda Andre Matos Solo e é considerado um dos maiores baixistas do país.
A TC7 Produções anunciará as datas da turnê em breve. De imediato, o VIPER já têm show marcado no dia de fevereiro, no Bar da Montanha (Limeira), ao lado da Confessori Band e Roland Grapow (Masterplan, ex-Helloween). Para mais informações, siga a página do evento no Facebook:
https://www.facebook.com/events/1059618484373567/

HISTÓRIA
O VIPER foi formado em 1985 na cidade de São Paulo e é considerado uma das bandas pioneiras do Heavy Metal no Brasil. Além de Felipe Machado e Pit Passarell, a banda foi formada pelo guitarrista Yves Passarell, atualmente no Capital Inicial, e o vocalista Andre Matos, que morreu em 8 de junho de 2019. Considerado um dos maiores ícones do heavy metal, Andre Matos foi vocalista, além do VIPER, do Angra, Shaman e Andre Matos Solo, entre outros projetos.
Andre Matos gravou os álbuns ‘Soldiers of Sunrise’ (1987) e ‘Theatre of Fate’ (1989) com o VIPER e deixou a banda para formar o Angra. Em 2012, Andre voltou ao VIPER para uma turnê histórica registrada no CD/DVD ao vivo ‘To Live Again – VIPER Live in São Paulo’ (2016).
A discografia do VIPER conta ainda com ‘Evolution” (1992), “VIPER Live – Maniacs In Japan” (Ao vivo em Tokyo, 1993),  ‘Vipera Sapiens’ (EP – 1993), ‘Coma Rage’ (1995) e ‘Tem Pra Todo Mundo’ (1996), “All My Life” (2007).
No final de 2019, a banda lançou o ‘To Live Again Redux’, regravação da clássica “To Live Again”, com a formação atual e o guitarrista Hugo Mariutti, o baterista Ricardo Confessori (Shaman, ex-Angra), o baixista Luis Mariutti (Shaman, ex-Angra) e o tecladista Fabio Ribeiro. Assista:
https://www.youtube.com/watch?v=gl1QFl987nU

Para levar o VIPER para sua cidade, entre em contato com a TC7 Produções:
tc7producoes@gmail.com

Entrevistas:
lpmetalpress@gmail.com

Páginas relacionadas:
www.facebook.com/viperbrazil/
www.facebook.com/tc7producoes/
www.facebook.com/lpmetalpress/

Claustrofobia se despede dos fãs brasileiros em show matador na cidade de Bertioga no último final de semana

O ano de 2019 confirmou ainda mais, o nome Claustrofobia, como um dos maiores grupos de Metal do Brasil. A banda que esteve em tour no Estados Unidos por 10 meses. Em sua temporada norte-americana, o Claustro fez mais de 50 apresentações pelo país, onde, cruzou diversos estados e várias cidades distintas. Ainda em solo Americano, produziram o single inédito, Vira Lata, que marcou oficialmente a estreia de Rafael Yamada em estúdio ao lado de Marcus D’Angelo e Caio D’Angelo.

Em seu retorno ao Brasil no início de outubro para uma apresentação icônica ao lado do Slayer e o grande momento, que foi seu show histórico no palco Sunset do Rock in Rio, dia 04 de outubro. Após o evento com o Slayer e o Rock In Rio, o trio mais pesado do país, caiu na estrada e fez duas tours intituladas de “Cachorro Loko Tour”. Onde mais de 20 cidades, passando entre os estados de São Paulo, Paraná, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Espírito Santo, receberam a apresentação dos caras.

No último fim de semana, o Claustrofobia fez um show bombástico em sua cidade, Bertioga, fechando com chave de ouro essa etapa de apresentações em solo brasileiro. O evento que contou com participação especial de João Gordo (RDP), obteve presença marcante de público, que junto com a banda, cantou, vibrou, bateu cabeça e foi ao delírio nesta última apresentação dos caras no país.

O vocalista e guitarrista, Marcus D’Angelo, fala sobre essa passagem pelo Brasil. “Após tantos meses em tour por outro país, voltar para nossa terra e tocar para o nosso público, que fez tudo acontecer em nossa carreira, é “du caralho” e super especial por tudo que rolou. Essa temporada no Brasil foi animal! Podem Aguardar que em 2020 iremos preparar muitas novidades e lançamentos para celebrar os 25 anos do Claustrofobia”.

Formação:
Marcus D’Angelo – vocal, guitarra
Rafael Yamada – baixo
Caio D’Angelo – bateria

Links importantes

www.claustrofobia.com.br
facebook.com/claustrofobiaofficial
youtube.com/metalmaloka

instagram.com/claustrofobia_official
twitter.com/metalmaloka


GrooveDeath: “A letra de Give Me Your Hate tem como alvo alertar sobre a hipocrisia da religião”, revela músico da banda

O primeiro single oficialmente lançado pelo Groovedeath, Give Me You Hate, revela ao mundo, uma banda pesada, precisa e com músicos extremamente técnicos.

A faixa que foi originalmente liberada em todas as plataformas digitais e também no canal de YouTube da banda, vem crescendo e recebendo excelentes números em acessibilidade e angariando a banda, novos seguidores e fãs.

O que muitos querem saber e questionam os músicos do GrooveDeath, é a elaboração lírica por trás de Give Me Your Hate. Para deixar isso bem explanado, o músico da banda, Wallace Marques, responsável pela composição, revela o seu teor:

“A letra de Give Me Your Hate tem como alvo alertar sobre a hipocrisia da religião, como seduzem os fiéis para poderem financiar suas cruzadas. Além disso, a música também pede por justiça e para que nos unamos, de forma a combater a sujeira e levar uma forma racional de pensar sobre como a religião (principalmente a católica) move o mundo, por interesses, ganância e poder”.

Caso ainda não tenha conferido, Give Me Your Hate, deixamos abaixo os links do Spotify e YouTube.

Spotify: https://open.spotify.com/track/6XzPbMe409swHslggbKffA?si=6A0waZwfScWq7rrI8TOpQQ

YouTube: https://www.youtube.com/watch?v=AeCU9UqXoVc

GrooveDeath:

André Luís – Baixo/Vocal

Wallace Marques – Guitarra/Vocal

Lucas Érisson – Guitarra

Marcio Torres – Bateria

Mais Informações:
https://www.facebook.com/GrooveDeathGDBand/

https://www.instagram.com/groovedeathgd/

https://www.youtube.com/channel/UCTb6uOpOoqUCOdhvBC4sX6Q

Exylle: abre audições para novo baterista da banda

Um dos maiores fenômenos dos últimos anos do Thrash/Death brasileiro, a banda curitibana Exylle, que lançou em 2019 seu primeiro full da carreira e que carrega o nome do grupo, comunica que está a procura e fazendo audições para nova baterista da banda.

Para esse ano de 2020, vários shows no nordeste e região sul do país, estão sendo negociadas e a banda precisa encontrar rapidamente, o novo dono das baquetas da Exylle.

Caso você músico, baterista, tenha interesse em mandar seu material para a banda e participar de uma das audições que já estão sendo feitas, será necessário atender alguns requisitos solicitados pelo grupo.

·       Ser residente em Curitiba/PR ou região.

·       Ter domínio do instrumento, conhecer características do estilo Thrash/Death metal e apresentar certo grau de “maloqueiragem”

·       Enviar link de algum vídeo tocando o instrumento, bateria.

Para poder ter seu material analisado pelos músicos da Exylle, é imprescindível que envie suas informações para o E-mail abaixo:

ExyllOficial@gmail.com

Exylle é formado por:
Victor Hugo – vocal, baixo
Kevin Vieira – guitarra
Johnny Bordignon – guitarra

MAIS INFORMAÇÕES:

Facebook: https://www.facebook.com/ExylleOficial/
Roadie Metal Press: https://roadie-metal.com/press/exylle

Khatryna: revela nome do novo álbum de estúdio

Começa 2020 e a banda Khatryna também dá início a divulgação de seu próximo registro de estúdio. Após disponibilizar em 2008 o EP, Em Respeito a Mim, e em 2010, Lixomania, é chegada a hora de confirmar que o terceiro material está finalizado e já tem nome oficial.

Intitulado de Humanimal, esse material será liberado digitalmente em todas as plataformas de streaming e contará com 08 faixas cantadas em português. Após meses em estúdio trabalhando sério nas novas composições, o grupo de Death Metal, promete ao público, apresentar o disco mais pesado, agressivo e gutural de toda a sua carreira.

Nos próximos dias, a capa e tracklist desse aguardado material será apresentado pela banda, que, aguarda ansiosamente para confirmar também, a data em que Humanimal estará totalmente liberado nas plataformas digitais.

Em breve mais detalhes:

Formação:

. Murillo Fernando – Vocal
. Renan Salfatore – Baixo
. Pedro Leite – Guitarra
. Diego Augusto – Bateria

Mais Informações:

https://www.facebook.com/Khatryna666/
https://www.instagram.com/khatrynadeath/

SEGREGATORUM: Divulgando parceiros para o lançamento do debut

Marcado para março, o lançamento do álbum “Lemarchand’s Dominus”, da banda SEGREGATORUM, vem cercado de expectativa. Os músicos Lucas A. Lazzarotto (vocal), Igor Alves Bidigaray e Luiz Felipe Dias Flores (guitarras), Lucas Carbonera (baixo) e Carlos Acosta (bateria) tem trabalhado de forma intensa em sua produção e acabam de divulgar os selos e apoiadores que lançarão o full length. Totem Records, Kaotic Records, Cranius Beer House e Terror Music serão os responsáveis pela parceria, garantindo que a SEGREGATORUM possa distribuir sua música para o underground brasileiro. O vocalista comenta que “parcerias como esta são essenciais para as bandas” e não deixa de agradecer os envolvidos: “Sabemos que as condições para lançar material físico são difíceis, mas a Totem, Kaotic, Cranius e Terror Music acreditaram no nosso potencial e agora estão ao nosso lado para eternizar este material!”.

Assista ao lyric vídeo de “Nourished Wounds”:

Em dezembro o quinteto gaúcho lançou o single “Nourished Wounds”, mixado e masterizado por Ernani Savaris da SoundStorm Studio. A música segue a linha Death/Doom Metal que os acompanhada desde sua fundação, em 2016, mas ao mesmo tempo mostra a evolução da banda nestes cerca de quatro anos. Para Lazzarotto, o aprendizado e a busca por qualidade andam lado a lado: “Até chegarmos ao lançamento do single foram anos de intenso trabalho, onde buscamos moldar nossa sonoridade de forma homogênea e com uma cara própria. Curtimos não apenas Metal extremo, mas também outros estilos dentro do Metal, então nosso background é bem amplo e variado. Com isso aprendemos que manter a cabeça aberta é essencial para a criação de músicas marcantes. Esperamos que “Lemarchand’s Dominus” traduza isso da melhor forma possível!”.  

Contatos:

Facebook: https://www.facebook.com/segregatorummetal
Instagram: https://www.instagram.com/segregatorummetal
Assessoria de Imprensa: www.wargodspress.com.br

SHAMAN em SP terá SIOUX 66 como banda convidada

A Free Pass Entretenimento informa que o primeiro show de retorno aos palcos do SHAMAN, que acontecerá no dia 9 de Fevereiro na Audio SP – apresentação que faz parte da NAGUAL FLY TOUR 2020, terá como participação especial a banda paulista SIOUX 66.

O Sioux 66, formado em São Paulo no ano de 2011, atualmente conta com Igor Godoi (vocal), Yohan Kisser e Bento Mello (guitarras), Fabio Bonnies (baixo) e Gabriel Haddad (bateria), músicos que recentemente fizeram bonito no palco Rock District do Rock in Rio. A banda traz a pegada hard rock aliada a outros elementos do rock’n’roll – tudo isso cantando em alto e bom português.

Mais em:
http://www.freepass.art.br/shaman

SERVIÇO

SHAMAN – Nagual Fly Tour 2020
Data: 9 de Fevereiro 2020, Domingo
Horários: Portas 18h / Show à partir das 20hs
Local: Audio SP (http://http://www.audiosp.com.br )
Endereço: Av.Francisco Matarazzo, 694, Água Branca – São Paulo/SP
Classificação etária: 18 anos. Maiores de 14 anos entram somente acompanhados de um responsável maior de 21 anos, mediante documento original e assinatura de termo de responsabilidade na entrada do evento.
Capacidade: 3.200 pessoas
Ar-condicionado
Acesso à deficientes.

Informações e compra de ingressos

SETORES PREÇOS
PISTA 1º Lote (meia-entrada) R$ 50,00 ESGOTADO
PISTA 2º Lote (meia-entrada) R$ 60,00 ESGOTADO
PISTA 3º Lote (meia-entrada) R$ 70,00
MEZANINO (meia-entrada) R$ 75,00
CAMAROTE (meia-entrada) R$ 100,00
PISTA PREMIUM (meia-entrada) R$ 110,00

Meet&Greet
Meet&Greet Package: SHAMAN + Alírio Netto
Valor: R$ 200,00*
Horário: 2 horas antes da abertura das portas.

O pacote de meet&greet inclui:

– Entrada especial no evento;
– 1 (uma) camiseta do SHAMAN;
– Encontrar a banda pessoalmente para tirar 2 fotos junto a todos os integrantes do SHAMAN + Alírio Netto de uma só vez;
– Autógrafos individuais em até no máximo 2 itens de preferencia de cada participante.

As fotos serão tiradas pelo fotógrafo profissional da produtora e as mesmas disponibilizadas online logo após o evento, ficando disponível para download na página oficial da produtora Free Pass no Facebook.

Ao comprar este pacote o cliente concorda automaticamente com as regras e a exibição pública de sua imagem nas redes sociais da produtora.
Este pacote não inclui ingresso para o show.
*O valor é único e não há meia-entrada por se tratar de um pacote de serviços.

Compra pela internet
Vendas online somente pelo aplicativo ou site da Ticket 360 – https://www.ticket360.com.br/evento/11436/ingressos-para-shaman em até 3x sem juros (Sujeito a cobrança de taxas de serviços).

Pontos de venda
Bilheteria Oficial Ticket 360 (Sem Taxa de Serviço)
Av. Francisco Matarazzo, 694, Água Branca – São Paulo – SP
Horário de Funcionamento: das 13h às 20h de Seg. à Sábado, exceto feriados.

Consulte demais pontos de venda no link: https://www.ticket360.com.br/ponto-de-venda (Sujeitos a cobrança de taxas de serviços).

*Não nos responsabilizamos por ingressos comprados ou adquiridos fora do site e pontos de venda oficiais.
*Será expressamente proibida a entrada com câmeras fotográficas profissionais, câmeras semi-profissionais e filmadoras de qualquer tipo.

Assessoria de imprensa oficial:
Heloisa Vidal
press@freepass.art.br

Realização e Produção:
Free Pass Entretenimento
http://www.freepass.art.br

Sharyot apresenta vídeo e single ‘Stained Heart’

Música conta com a participação dos vocalistas Neil Turbin (ex-Anthrax), Gabriel Martins (Mattilha) e Victor Wichmann

Matt Dalla Costa, Stefano B.A., Neil Turbin, Stella Bridge, Gabriel Martins e Victor Wichmann

Agora radicada em Los Angeles, a banda Sharyot apresenta seu novo single e vídeo, “Stained Heart”, que fala sobre a dualidade no conflito dos que querem fazer as coisas acontecerem independentemente dos problemas e os que preferem abrir os buracos das imperfeições sendo egoístas. “A música ‘Stained Heart’ surgiu através de uma ideia de compor uma balada pesada e com melodias marcantes”, disse a baterista Stella Bridge.

Contando com produção de Neil Citron, o single foi gravado em Los Angeles, com mixagem e masterização em Las Vegas. “Nela, foram usadas algumas guitarras de sete cordas para dar um clima mais pesado em algumas notas. É uma honra trabalhar com Neil Citron, ganhador de Grammy com Steve Vai e que já trabalhou com Michael Jackson, Slash, Quiet Riot, John 5, entre outros, além de estar envolvido na indústria do cinema”, acrescentou Bridge, atualmente acompanhada por Stefano B.A. e Matt Dalla Costa (guitarras) e Luis Castro (baixo).

Veja o vídeo de “Stained Heart”, produzido por Fabio Araújo (Art Studio Digital), em https://youtu.be/IF2MGhUBlEM

Para esta faixa, o Sharyot contou com a participação de três vocalistas: Neil Turbin, conhecido por ter gravado o primeiro álbum do Anthrax, “Fistful of Metal”, Gabriel Martins (Mattilha) e Victor Wichmann. “Parece que a gente sempre quer ter uma aventura e, então, apresentamos ao produtor a ideia de lançar uma das músicas com seis vocalistas. Dentre eles, havia pessoas que estavam fazendo audição para entrar na banda, além de amigos e convidados do Brasil e dos Estados Unidos. Com o tempo, acabamos escolhendo três. Sentimos que as vozes se encaixaram 100% e estavam bem com a proposta que estava dentro de nossa cabeça”, observou Stella Bridge.

“Apesar de também ser brasileiro, conheci o Sharyot, bem como o produtor Neil Citron, na NAMM Show de 2019. Fiquei impressionado com o potencial das músicas”, recordou Victor Wichmann, que também reside em Los Angeles. “Tive o privilégio de estar em uma mesma música com um ícone do metal, como Neil Turbin, e com Gabriel Martins, que está fazendo um grande trabalho com a Mattilha. A música conseguiu unir peso e melodia, uma combinação que me agrada muito”, acrescentou o vocalista que, quando residia no Brasil, integrou as bandas Street Flash (cover) e Sun Chasky (autoral).

Contato:
Facebook: /sharyotofficial
Instagram: @sharyotofficial
YouTube: /sharyotofficial

Email: sharyot@hotmail.com | stella.bridge@hotmail.com


Rock in Rio: festival completa 35 anos e se consolida como grande plataforma de experiências

Criador do festival garante que público pode aguardar surpresas para 2021 no Brasil

O ano era 1985. O país passava por grandes transformações. Saía da ditadura militar e seguia para a democracia. Os brasileiros respiravam um sentimento de euforia e liberdade. Neste mesmo ano nascia o Rock in Rio, que já em sua primeira edição foi considerado o maior evento de música do mundo ao reunir 1,3 milhão de pessoas na Cidade do Rock, no Rio de Janeiro. Era a primeira vez que um país na América do Sul sediava um evento musical nessa proporção. Para o público presente, aquela foi a melhor edição já vista do festival. Um terreno pantanoso que gerou histórias por quem passou por ali, já que a lama está guardada na memória afetiva de cada um. Quem foi, sabe. O primeiro Rock in Rio marcou a vida das pessoas e da cidade.

Divulgação

Neste sábado, 11 de janeiro, o evento celebra 35 anos. O festival ganhou o mundo e tornou-se um verdadeiro parque de entretenimento e experiências, mas muito além disso, o Rock in Rio cresceu e ampliou a sua atuação, sempre com o olhar no futuro e no compartilhamento do seu conhecimento e maturidade de 35 anos para inspirar pessoas em suas vidas profissionais e pessoais. A materialização deste grande passo foi a criação da LExU, a recém-anunciada unidade de negócio ligada ao edutainment que alia educação e entretenimento.  Para presentear o público nesta comemoração de 35 anos, a organização apresenta o curso sobre gestão de eventos e negócios, concebido em parceria com a plataforma de cursos online que alia educação e entretenimento – Curseria. Dessa forma, todos podem se inspirar para planejar seus negócios. 

Divulgação

Para Roberto Medina, presidente do Rock in Rio, um sonhador e apaixonado pelo Rio de Janeiro, como ele mesmo se denomina, “naquela época tudo era novo e agregava uma dimensão inimaginável. A estrutura de som e luz contou com um sistema extremamente moderno para a época. Um dos marcos do Rock in Rio no showbiz mundial, aliás, foi ali, em 1985, quando uma plateia foi iluminada pela primeira vez, no mundo, na história dos shows. O Rock in Rio inova, está sempre à frente. Construímos uma marca forte e falamos em inovação porque estamos a todo instante buscando inovar e trazer novidades que aliam presente, futuro e uma tecnologia de ponta para os nossos visitantes. Falamos do futuro a partir de agora e é isso que permeia a estratégia da LExU. Com ela, vamos muito além de talento em si. Mostramos que com conhecimento e determinação é possível, sim, dar certo”, acredita.

Divulgação

E o futuro é agora. Para além do Academy, que acontece a cada dois anos em parceria com a HSM e o Rock in Rio Innovation Week, que é um programa de desenvolvimento pessoal desenvolvido para colocar a pessoa como ponto de partida para a inovação, com a terceira edição marcada para junho deste ano em Lisboa, o público já pode absorver a cultura organizacional do festival com o livro Rock in Rio: a arte de sonhar e fazer acontecer, dos autores Arthur Igreja e Allan Costa. O primeiro livro de gestão do Rock in Rio traz provocações valiosas para que o leitor possa aplicar a cultura empresarial da marca no seu próprio negócio, dando o entendimento da visão que impulsiona o negócio por trás do maior festival de música e entretenimento do mundo. E a grande novidade para 2020 é o lançamento do curso sobre gestão de eventos e negócios no qual o aluno vai aprender sobre gestão de eventos e negócios com os responsáveis do maior festival de música e entretenimento do mundo. A aula inaugural contará com Roberto Medina contando o propósito que o moveu a criar o festival e reinventar a própria história a cada novo projeto. 

Bruce Dickinson no Rock in Rio 1985/Divulgação

Uma trajetória marcada por momentos emblemáticos 

Ainda no ano de 1985, era um período em que a contratação de artistas internacionais era extremante delicada. Mas, a primeira edição do Rock in Rio contou com um padrinho de peso para garantir a contratação de nomes consagrados em sua programação. O cantor Frank Sinatra, que cinco anos antes tinha cantado no Rio de Janeiro (no maior show de sua carreira) a convite de Roberto Medina, foi quem estendeu a mão naquele momento e ajudou o empresário brasileiro a fechar os contratos internacionais. Nomes que, para aquela época, não estariam em palcos do Brasil: Queen, AC/DC, James Taylor, George Benson, Rod Stewart, Yes, Ozzy Osbourne e Iron Maiden foram alguns dos grandes artistas que se apresentaram no festival. Isso sem falar nas principais estrelas da música nacional da época, como Gilberto Gil, Ney Matogrosso, Rita Lee, Elba Ramalho, além de uma nova geração do rock nacional que ganhou destaque a partir de suas apresentações no Rock in Rio, como Paralamas do Sucesso, Blitz, Kid Abelha e Barão Vermelho. Este era o tom do Rock in Rio e que permanece até hoje, em todos os países onde o festival é realizado: um evento para toda a família e que reúne todos os estilos.

Freddie Mercury no Rock in Rio 1985/Divulgação

“A grande diferença do Rock in Rio para qualquer outro grande evento de música do mundo é que o Rock in Rio tem história. Aqui no Brasil quando um artista se apresenta, ele nos entende com um outro peso. Ele chora, fica tenso, tudo porque se sente construindo esta história. Ele encara o Palco Mundo de uma forma diferente, ele dá tudo de si porque ele quer fazer parte dessa história também”, garante Medina.

Rod Stewart no Rock in Rio 1985/Divulgação

Roberto diz que cada edição tem sua importância e relevância na história do evento. “Eu construí o Rock in Rio para dar voz aos jovens, a uma população que não queria mais se calar depois de todo o período da ditadura militar. Impressionante como quase 40 anos depois, não temos mais a ditadura, mas ainda assim as pessoas precisam de voz, precisam de um lugar no qual elas possam dialogar com igualdade. No Rock in Rio elas se sentem assim, livres.  Me lembro como se fosse hoje quando abrimos a Cidade do Rock, em 1985. Era inacreditável o volume de pessoas que apostavam e que tinham sede por aquilo que eu estava fazendo. Outra lembrança, e neste caso ruim, foi quando a Cidade do Rock, de 1985, foi derrubada. Estávamos em uma área privada, mesmo assim o então governador mandou colocar tudo no chão. Aquilo acabou comigo. A edição de 1991 aconteceu no Maracanã porque seria impossível construir um novo espaço e aquele momento foi relevante. Hoje sabemos que é impossível pensar em um Rock in Rio em um estádio”, afirma lembrando que as memórias não param por aí. “Foi inacreditável quando, em 2001, ‘Por Um Mundo Melhor’, paramos por 3 minutos de silêncio todas as emissoras de rádio e TV do país”, completa. 

Rock in Rio 1985/Divulgação

Entre tantos momentos marcantes, Medina garante que de 1985 até hoje uma coisa não mudou para ele, a abertura de portas da Cidade do Rock. “No primeiro dia de cada edição, eu sinto o mesmo frio na barriga antes da abertura de portas como se fosse lá na primeira edição. É muita responsabilidade atender tantas pessoas, proporcionar felicidade e momentos especiais. Eu tento todo ano surpreender, fazer mais. O grande patrimônio do Rock in Rio é ter colhido tantos sorrisos ao longo de 35 anos”, finaliza. 

Divulgação

O Rock in Rio ganhou o mundo, cresceu em 2004 quando cruzou o Atlântico e anunciou o Rock in Rio Lisboa, em Portugal, onde acontece até hoje. Depois foi a vez da Espanha, com o Rock in Rio Madrid, em 2008 (com edições em 2008, 2010 e 2012), e Estados Unidos, onde foi realizado em Las Vegas, em 2015, com uma Cidade do Rock apoteótica. A volta para o Brasil, em 2011, após 10 anos longe do seu país de origem, fez com que o festival ganhasse ainda mais força. Desde então, o evento se torna cada vez maior e com o desafio de ser o melhor Rock in Rio de todos os tempos. A cada edição, a Cidade do Rock se torna um lugar mágico, um verdadeiro parque do entretenimento e experiências que surpreende e encanta em sete dias de paz. 

Divulgação

“O Rock in Rio é um evento vivo. O público sabe do que somos capazes e espera novidades. Por isso, a cada edição continuamos inovando e oferecendo novidades. Sempre foi assim e nas edições futuras não será diferente. Os detalhes são fundamentais e a experiência do público está em primeiro lugar. Nossa atmosfera é criada para que na Cidade do Rock ninguém pense no que está do lado de fora e queira viver aquilo ali 100% do tempo. Estamos cheios de gás para 2021, mas enquanto isso podem nos visitar em Lisboa. A Cidade do Rock no Parque Bela Vista é linda e está de braços abertos para os brasileiros “, convida para o evento marcado para junho de 2020. 

Um Rock in Rio que dá visibilidade ao Brasil e que gera cifras impressionantes para o Rio de Janeiro

Nesses 35 anos teve muita emoção, muitos sorrisos e uma Cidade do Rock se transformando em um enorme parque. Sobretudo, teve um Rock in Rio ganhando o mundo e levando a marca do Rio de Janeiro para outros países. Esse sempre foi o objetivo desde a sua criação, em 1985. Gerar visibilidade para o Brasil e para o Rio de Janeiro, que tem a capacidade de realizar grandes eventos como uma marca da cidade. A internacionalização começou por Portugal, Lisboa, em 2004, onde o evento é realizado até hoje e já tem uma nova edição marcada para junho deste ano (2020), seguido por Espanha (Madrid) e pelos Estados Unidos (Las Vegas). 

No Rock in Rio, os números não param de crescer. Pelas Cidades do Rock já passaram mais de 10 milhões de visitantes nestas 20 edições realizadas. Em 2021, quando o evento retorna ao Brasil e para a cidade do Rio de Janeiro, ele volta a ser um propulsor do turismo junto com o Réveillon, que é considerada a maior festa de passagem do ano do Brasil e do mundo. Somente na edição de 2019, das 700 mil pessoas presentes no evento, 60% corresponde ao público que vem de fora do Estado do Rio de Janeiro, além de receber público de 73 diferentes países. A projeção do impacto econômico do festival para o Rio de Janeiro foi de 1,7 bilhão.

“Meu pai já dizia: se o Rio de Janeiro vai bem, eu vou bem. Sou, sim, um grande entusiasta e apaixonado pelo Rio. Para mim é a cidade mais bonita do mundo. Precisamos de ações que façam este lugar lindo brilhar. O Rio é uma Cidade nacional. Tudo o que acontece aqui reverbera para o resto do país e para o mundo. Rock in Rio e o Réveillon deixam claro de como turismo é a saída do Rio de Janeiro. Recebemos pessoas de todos os estados e de outros países, os eventos geram cerca de 50 mil empregos e trazem um impacto na economia da cidade de cerca de 5 bilhões. Está mais do que claro que o investimento público prioritário é o turismo.”, fala Medina. “Para 2021 já estamos estudando novas entregas para o público. Nosso mantra é surpreender e inovar. Pensamos nos detalhes. Mesmo quando os ingressos esgotam continuamos criando. Portanto, podem aguardar que virá muita coisa boa por aí”, finaliza o criador do Rock in Rio. 

Há 35 anos, Tod+s Por Um Mundo Melhor

Consciente do poder disseminador da marca, o Rock in Rio pauta-se por ser um evento  com o propósito de construir um mundo melhor para pessoas mais felizes, confiantes e empáticas num planeta mais saudável. Em 2001, reafirmou seu compromisso de mostrar às pessoas que pequenas atitudes do dia a dia são o caminho para fazer do mundo um lugar melhor para todos. Em 2013, foi reconhecido por seu poder realizador ao receber a certificação da norma ISO 20121 – Eventos Sustentáveis. Gerou 212,5 mil empregos diretos e indiretos em todas edições, mais de R$ 97 milhões investidos em diferentes projetos passando por temas como a sustentabilidade, educação, música, florestas etc. Os investimentos são provenientes da organização do evento e de parceiros. Em 2016, foi a vez de anunciar o Amazonia Live, projeto do Rock in Rio que já garantiu mais de 73 milhões de árvores para a Amazonia por meio de doações individuais e de parcerias, por meio de projetos de restauração e plantação, como o Paisagens Sustentáveis da Amazônia. O projeto traz a importância das florestas para o equilíbrio climático mundial como tema para todas as edições do evento até o momento. Além disso, o Rock in Rio desenvolve um plano de sustentabilidade no qual define medidas para a redução de emissões, inclui uma correta gestão de resíduos, eficiência energética, compensação de emissões e correto consumo de recursos, entre outros. O plano é desenhado para a organização,  patrocinadores e fornecedores, vem sendo aperfeiçoado a cada edição e é utilizado até hoje em todos os países onde é realizado.


Edu Falaschi divulga datas da “Moonlight Celebration Tour” e lança concurso para vocalistas

Edu Falaschi acaba de anunciar as datas da “Moonlight Celebration Tour” com shows em teatros por todo o Brasil. O show revisitará as principais músicas de sua carreira com o Angra, Almah, Symbols, entre outros. Nessas apresentações, Edu irá contar com músicos como Tiago Mineiro, Ricardinho Paraíso e Wagner Barbosa para mostrar como as músicas foram compostas.

Além disso, Edu iniciou um concurso onde procura por vocalistas masculinos e femininos para cada show. Para entrar em contato com material basta entrar nas rede sociais de Falaschi. A ideia é que o vocalista masculino cante “Bleeding Heart” e a vocalista feminina “No Pain for The Dead”.

“Este ano será intenso. Além de realizar uma turnê acústica que revisita as principais músicas da minha carreira, num formato sofisticado e cheio de arranjos maravilhosos, eu também vou lançar meu DVD ‘Temple Of Shadows In Concert Live in São Paulo’ gravado esse ano com o Maestro João Carlos Martins e Orquestra e um disco de inéditas na pegada das composições que eu fazia nos meus tempos de Angra. Então terei bastante atividade em 2020! A decisão das gravadoras em lançar o DVD e CD em 2020 foi muito acertada, pois assim poderei trabalhar os lançamentos o ano todo! Estou muito ansioso para os lançamentos e pelas turnês!”, disse o vocalista Edu Falaschi.

Confira as datas completas no site: http://www.edufalaschi.com.br/.

Veja onde comprar os ingressos abaixo:

JANEIRO
23 – RECIFE/PE
https://www.clubedoingresso.com/evento/edufalaschi-recife
24 – SALVADOR/BA
https://www.ingressorapido.com.br/event/32857-1
25 – FORTALEZA/CE
https://www.clubedoingresso.com/evento/edufalaschi-fortaleza
26 – TERESINA/PI –
https://www.clubedoingresso.com/evento/edufalaschi-teresina

FEVEREIRO
14- LONDRINA/PR
15 – FLORIANÓPOLIS/SC
https://www.portalticket.com.br/eventos/349-edu-falaschi-moonlight-celebration/
16 – ITAJAÍ/SC
https://www.ingressonacional.com.br/evento/15694/edu-falaschi–25-anos–moonlight-celebration

MARÇO
13 – BRASÍLIA/DF
http://entretickets.com.br/lista.php?busca=S&txt_busca=edu+falaschi
14 – GOIANIA/GO
http://entretickets.com.br/lista.php?busca=S&txt_busca=edu+falaschi
15 – BELO HORIZONTE/MG
19 – RIO DE JANEIRO/RJ
http://tudus.com.br/oi-casa-grande-moonlight-acoustic
20 – SÃO JOSÉ DOS CAMPOS/SP
https://pixelticket.com.br/eventos/4841/edu-falaschi-moonlight-acustico-em-sao-jose-dos-campos-sp
21 – CURITIBA/PR
https://www.diskingressos.com.br/event/927
22 – SÃO PAULO/SP
https://bileto.sympla.com.br/event/63631
26 – CAMPINAS/SP
https://www.ingressodigital.com/evento/2179/Edu_Falaschi_apresenta_Moonlight
27 – RIBEIRÃO PRETO/SP
https://pixelticket.com.br/eventos/4960/edu-falaschi-moonlight-acustico-ribeirao-preto
28 – PORTO ALEGRE/RS
https://minhaentrada.com.br/evento/edu-falaschi-moonlight-acoustic-porto-alegre-rs–14964

Assista vídeo sobre a turnê: https://www.youtube.com/watch?v=otXD-uuskkU

Mais informações:
http://www.edufalaschi.com.br/
https://www.facebook.com/edufalaschi.officialpage/

Stress lança Lyric Video para a faixa Devastação

Foto: Humberto De Carvalho Costa

A banda Stress, pioneira do metal nacional, lançou um Lyric Video para a faixa título do seu último disco, intitulado “Devastação”, lançado em 2019 e que foi considerado um dos melhores discos do último ano no Brasil.

O baixista e vocalista Roosevelt Bala comentou sobre esse lançamento: “Estamos lançando o Lyric Video de “Devastação”, a música título do mais recente lançamento do Stress. O tema é bem oportuno, pois nossas florestas sofrem com a ação nociva do homem, que com sua ganância explora e degrada o meio ambiente, visando unicamente seus interesses, o lucro.”

“Foram 23 anos entre o terceiro e o quarto disco. Lançamos 3 singles, que se tornaram Hinos (Coração de Metal, Brasil Heavy Metal e Heavy Metal é a Lei). Mas faltava um Full Album, era questão de honra pra nós, já devíamos isso aos fãs e a nós mesmos… O desafio era grande, não somos mais jovens, não temos tantos recursos técnicos aqui no Norte. Apesar de tudo temos o principal, a vontade, determinação, o talento e o amor pelo Metal BR, assim em 2019 nasceu o quarto disco oficial, que figura em quase todas as listas dos melhores do ano, encabeçando algumas delas.”

Ficha Técnica: Autor: Roosevelt Bala André Chamon: Bateria Emerson Lopes: Guitarras, Violões de 6 e 12 cordas Roosevelt Bala: Baixo e Voz Participação Edu Souza nos Teclados Lyric Video: Marcelo Barros – GB Comunicação

Veja aqui o Lyric Video para “Devastação”

Acompanhe o Stress no Facebook:
www.facebook.com/bandastress

Infector Cell: disponibiliza no YouTube, single Vision of Apocalypse

Começar o ano e fechar um ciclo, é de extrema importância para uma banda que prese pelo profissionalismo e que se importa com seus fãs e seguidores. Com essa premissa, o Infector Cell, acaba de disponibilizar em seu canal de YouTube, a faixa Vision of Apocalypse, que fecha o mais recente trabalho lançado pela banda, o EP Welcome To Brutal Reality.

Após vários fãs que não utilizam plataformas digitais solicitarem a liberação da música, o grupo de Thrash Metal brasileiro, atendeu os pedidos e confirma já estar liberada a faixa no YouTube para audição completa e na íntegra.

Vale lembrar que a mesma canção, é atualmente, a mais acessada no Spotify da banda. Vision of Apocalypse, passa dos 200 acessos por semana e vem caindo no gosto do público e apreciador de Thrash Metal peso pesado da Infector Cell.

Formação:

Allan Pereira – Vocal

Fagner Oliveira – Guitarra

Giovanni Tolosa– Baixo

Fernando Santos – Bateria

Mais informações:

Site Oficial: www.infectorcell.com.br

Loja Virtual: www.infectorcell.com.br/loja

Facebook: https://www.facebook.com/infector.IC

Instagram: https://www.instagram.com/infector.cell/

YouTube: https://www.youtube.com/user/infectorcell1

Roadie Metal Press: http://roadie-metal.com/press/infector-cel

Angelique: revela título de novo single de estúdio

Após apresentar o primeiro single oficial, A Dream of Osiris, em todas as plataformas digitais e no YouTube, a banda Angelique, acaba de anunciar em suas redes sociais, a produção e nome da nova música de trabalho que será lançada em breve para seus fãs e seguidores.

Intitulada de Fallen, a nova música da Angelique, é aguardada com ansiedade pelos fãs, que acabam de chegar ao número de 1000 seguidores na página oficial da banda no Facebook. Vale lembrar que esse projeto é novo e deu start em suas ações no ano de 2019.

Esse novo ano promete ser promissor e de grande importância para a banda. Um dos grandes diferencias do grupo, é ter em sua formação 7 integrantes, onde 3 são vocalistas e cada um com um estilo diferente.

Em sua proposta musical, a Angelique, mescla elementos de Symphonic Metal, Doom Metal, Heavy Metal e Progressive Metal, tudo aliado com músicos talentosíssimos e de grande qualidade técnica e individual. Eis aqui uma obra que você precisa conferir e conhecer os detalhes mais a fundo.

Angelique:

Camila Oliveira – Vocal
Lincoln Lopes – Vocal
Beltane Tristesse – Vocal
Jonathan Dimithri – Guitarra
Bruno da Silva – Baixo
John Vasques – Teclado/Piano
Guilherme Ramos – Bateria

Links:

Facebook:  https://www.facebook.com/angeliqueband

Twitter:  https://twitter.com/AngeliqueBandBr

Instagram:  https://www.instagram.com/angeliquebandofficial/

YouTube:  https://www.youtube.com/channel/UCqZgF7DKeY1Z5Jio1XUzb8g

Ossos Cruzados: lançada apresentação ao vivo no programa Show Livre em todas as plataformas de Streaming

Após a explosiva e pesada apresentação ao vivo no programa Show Livre em 2019, o Ossos Cruzados, informa aos seus fãs, que o registro pode ser conferido na íntegra em todas as plataformas digitais, através de liberação oficial do próprio programa, Show Livre.

No total foram 11 músicas próprias executadas com vigor e maestria pelos músicos da banda. Faixas dos dois discos, Miolos de 2017 e Espectrofobia de 2019, podem ser conferidos em formato ao vivo no Spotify (link abaixo), Deezer, Itunes, Google Play, Naspter, Tidal, Music Amazon e várias outras plataformas. Acesse e confira:

Tracks:

01 – Vampiro do Jaburu

02 – Truco

03 – Médico e o Monstro

04 – A Praga

05 – Palhaços Assassinos do Espaço Sideral

06 – Jason Mata

07 – Godzilla

08 – Clube da Luta/ A Prova de Morte

09 – Caçadores de Humanos

10 – Roswell

Formação:

André Honorato – Vocal

Hebberty Taurus – Guitarra

Anderson Costa – Bateria

José Otávio – Baixo

Mais informações:

Facebook: https://www.facebook.com/bandaossoscruzados/

Instagram: https://www.instagram.com/bandaossoscruzados

YouTube: https://www.youtube.com/channel/UCv03GZ6VZURpITqrwPXRBLw

PLANO D: lança oficialmente disco de estreia, Dusted Rusted Broken

Acaba de ser oficialmente liberado em todas as plataformas digitais, o álbum de estreia de uma das maiores promessas do Thrash/Death brasileiro, o PLANO D.

Carregando o nome de Dusted Rusted Broken, o registro conta com 10 faixas autorais e cantadas em inglês. Carregado com riffs precisos e melodias que grudam na mente, as músicas do registro apresentam uma banda coesa e que sabe exatamente o que está fazendo.

O álbum se encontra disponível para usuários de Spotify (link abaixo), Deezer, ITunes, Google Play, Napster, Tidal, Amazon, Music Amazon e várias outras plataformas.

O vocalista e guitarrista, Paulo Henrique, fala o que foi criado em Dusted Rusted Broken: “Nosso foco principal é ser simples e direto, sem muita frescura. Enquanto todo mundo está querendo se diferenciar pelo excesso de técnica, diferencial de mistura de sons, a gente sempre optou e pensa em seguir pela linha de fazer um “feijão com arroz” bem feito do que uma “lasanha” cheia de camadas, preparos e temperos, sem gosto”.

Tracks:

01 – How?

02 – Enjoy Yourself

03 – Soulless Place

04 – I Am

05 – Crows

06 – Devout

07 – No Right

08 – Still Loud

09 – Struggle (feat. Jordan Bernt Peterson)

10 – Hollowed Note

PLANO D:

Paulo Henrique – Voz/Guitarra

Eduardo Ramos – Baixo

Thiago Caurio – Bateria

Links:

Website: https://www.planod.band/

Instagram: https://www.instagram.com/planod.band/

Facebook: https://www.facebook.com/planod.band/

Twitter: https://twitter.com/planodband/

Spotify: https://open.spotify.com/artist/7INFRCpp5QqLyBNaTmWavs

GRUPO DE TRASH METAL FLAGELADÖR SE APRESENTA NO SESC BELENZINHO

Show comemora 20 anos do grupo de thrash metal e integra projeto Música Extrema

Para comemorar os 20 anos de criação, Flageladör se apresenta na Comedoria do Sesc Belenzinho no dia 11 de Janeiro de 2020, sábado, às 21h30. O show será gravado e posteriormente lançado em DVD, o primeiro ao vivo da trajetória.

Este será a primeira edição de 2020 do Música Extrema, projeto musical do Sesc Belenzinho com shows de gêneros e estilos como o heavy metal, thrash metal, death metal, hardcore, punk, grindcore e noise. Desde quando o projeto foi criado, em 2014, já passaram pelo palco dezenas de bandas, como Krisiun, Devotos, Adolescents (EUA), Bayside Kings, Nervosa, Torture Squad, The Mist, Overdose, Sepultura, Nuclear Assault (EUA), entre outras.

Criada em 2000, em Niterói (RJ), por Armando Macedo (único integrante remanescente da formação original) Flageladör destaca-se por apresentar thrash metal com letras em português voltadas ao obscuro. Além de Armando na voz e guitarra, fazem parte ainda Alan Magno (baixo), Lucas Chuluc (guitarra) e Hugo Golon (bateria).

No repertório, uma retrospectiva das duas décadas da banda, com músicas dos álbuns de estúdio A Noite do Ceifador (2006), Obcecado Por Sangue (2009), Assalto da Motosserra (2014) e Predileção Pelo Macabro (2018).

Ao longo da carreira Flageladör já excursionou por o todo país, tocando em festivais como o Abril Pro Rock, se apresentando ao lado de Nuclear Assault (EUA) e Ratos de Porão, e na Europa, no festival SWR Barroselas (Portugal).

FLAGELADÖR Dia 11 de janeiro de 2020. Sábado, 21h30
Local: Comedoria (650 lugares)
Ingressos: R$ 30,00 (inteira); 15,00 (aposentado, pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e servidor da escola pública com comprovante) e R$ 9,00 (credencial plena do Sesc – trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo credenciado no Sesc e dependentes. Ingressos disponíveis nas bilheterias das unidades e pelo portal Sesc SP (www.sescsp.org.br). Limite de 2 ingressos por pessoa.
Recomendação etária: 18 anos
Duração: 90 minutos

Sesc Belenzinho
Endereço: Rua Padre Adelino, 1000.
Belenzinho – São Paulo (SP)
Telefone: (11) 2076-9700
www.sescsp.org.br/belenzinho

Estacionamento
De terça a sábado, das 9h às 22h. Domingos e feriados, das 9h às 20h.
Valores: Credenciados plenos do Sesc: R$ 5,50 a primeira hora e R$ 2,00 por hora adicional. Não credenciados no Sesc: R$ 12,00 a primeira hora e R$ 3,00 por hora adicional.
Para espetáculos pagos, após as 17h: R$ 7,50 (Credencial Plena do Sesc – trabalhador no comércio de bens, serviços e turismo). R$ 15,00 (não credenciados).

Transporte Público
Metro Belém (550m) | Estação Tatuapé (1400m)


FURIA ROCKPAULERA: Evolução e amadurecimento estão presentes em single comemorativo

O power trio FURIA ROCKPAULERA, formado por Bruno Ramos Vaz (vocal e guitarra), Duda Barcelos (baixo) e Fabrício Ruivo (bateria) acaba de completar 20 anos de estrada e para comemorar disponibilizaram o single “Furia RockPaulera”, que traduz fielmente o que o grupo de Santa Maria/RS tem apresentado nestas duas décadas de autêntico “rock paulera”.  Segundo o baterista Fabrício Ruivo, “O que visualizamos atualmente é uma evolução e um amadurecimento de ideias e, principalmente, de estilo, que aqui no sul não se vê muito. O pessoal do Metal nos acha Hardcore, e o pessoal do Hardcore nos acha Metal. Mas, seguimos tocando aquilo que curtimos e cantando em português, o que no meio Metal também é polêmico”.

Ouça o single no Spotify:

https://spoti.fi/34ux9ZU

FURIA ROCKPAULERA, inicialmente chamada somente Furia, foi formada na cidade de Santa Maria/RS no final de 1999. Com a necessidade de transmitir sua mensagem de forma mais direta trocou suas letras, originalmente cantadas em inglês pelo português. Em suas músicas cheias de críticas e contestações o tom de protesto é evidente, abordando temas essencialmente do nosso cotidiano e que repercutem diretamente na sociedade. Segundo o baterista, “não nos apegamos a essas “diferenças” e seguimos fazendo nosso trampo e abrindo caminhos. A Furia “sempre” deu um jeito de seguir em frente diante a troca de formação e a problemas pessoas dos integrantes.”.

Ao longo de sua trajetória a FURIA ROCKPAULERA registrou vários trabalhos que caracterizam muito bem cada fase da banda, culminando com o lançamento do primeiro álbum no ano de 2018, intitulado “Não Deixe a Raiva Destruir seu Dia”. “Acho que todas as experiências que passamos até agora, até o lançamento do CD, acabou influenciado na formação do nosso som atual, toda a experiência que acumulamos somado a nossa visão de mundo e temperado pelo contexto atual que vivemos… Está tudo inserido no nosso som! Nunca fomos uma banda com ambição de ser grande, mas sempre acreditamos no nosso trabalho e por isso seguimos firmes e fortes na luta… Rockpaulera cabuloso na força bruta!”.

Distantes cerca de 300 km da capital gaúcha, o trio de Santa Maria nunca se deixou abalar pelas dificuldades do underground, e chegou a manter um festival próprio, além de outros projetos, mesmo remando contra as adversidades: “Chegamos a manter por cinco edições o RockPaulera Fest que foi uma saída de nos integrarmos mais ao cenário underground do RS… Por sermos do interior abrimos espaço para várias bandas tanto daqui como de fora, sempre agregando estilos bem como a Furia é… uma mistura. Foi ai que firmamos muitos parceiros e conhecemos bandas ótimas”.

Contatos:
Facebook: 
www.facebook.com/furiarockpaulerapesadoafu
Instagram:  www.instagram.com/furiarockpaulera
Assessoria de Imprensa: www.wargodspress.com.br