Category Archives: News

Perpetual Legacy: banda lança single em homenagem a Reforma Protestante

Não foi apenas o sistema religioso da época que foi sacudido pela Reforma Protestante, que teve o seu marco inicial em 31 de outubro de 1517 na cidade de Wittenberg na Alemanha, assim como muitos aspectos políticos no mundo foram alterados de acordo com o movimento.

Com o intuito de prestar homenagem a este momento histórico da humanidade, a banda Perpetual Legacy gravou uma versão do hino ‘Ein Feste Burg Ist Unser Gott’, conhecido no Brasil como ‘Castelo Forte’ e que foi composto pelo reformador e monge Alemão Martinho Lutero.

A versão foi produzida pelo baixista da banda, Matheus Maia e está disponibilizada para audição e visualização no canal do grupo no Youtube e pode ser conferido abaixo:

Arte por Danilo Barbosa (https://www.facebook.com/alodanilo).

– – –
Facebook: https://www.facebook.com/PerpetualLegacy
Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCEMTLHC9138bzhJyZCiaLgg
Instagram: https://www.instagram.com/perpetuallegacyband/

“A New Symphony To Him” disponível nas seguintes mídias digitais:
Amazon: https://goo.gl/nmt1oq
Itunes: https://goo.gl/9NkXIv
Play Store: https://goo.gl/kWbL4p
Spotify: https://goo.gl/IkwYSu
Deezer: http://goo.gl/2yb0Ex

Para compra do cd físico: http://www.metalsurvivor.net/

Fonte: Lex Metalis Assessoria e Agenciamento

Claustrofobia: grupo libera clipe tributo ao Motorhead e anuncia prorrogação de campanha no crownfunding

Os gigantes do Thrash Metal, Claustrofobia, acaba de disponibilizar o vídeo feito em homenagem ao “mestre” Lemmy Kilmister, o clipe criado foi divulgado no dia 02 de janeiro nos veículos oficiais do grupo como forma de brindar um novo ano na carreira da banda que está cheia de novidades e planos ambiciosos para 2018.

O clipe que obteve direção de Lucas Siqueira da 20age produções, é um tributo dos músicos brasileiros ao Motorhead, em especial ao vocalista Lemmy Kilmister falecido em 28 de dezembro de 2015, no vídeo os músicos executam a música “Ace of Spades” que originalmente fez parte da coletânea britânica em tributo há banda Motorhead somente com grupos brasileiros executando clássicos eternos de Lemmy e companhia organizada pela gravadora Secret Service Records.

A música foi gravada, mixada e masterizada por André Kbelo Sangia, responsável e proprietário do moderno e bem estruturado estúdio Orgânico que é o mesmo aonde foram feitas as imagens do clipe.

Assista “Ace of Spades” versão feita pelo Claustrofobia:

O vídeo que é uma celebração à vida e obra de Lemmy, e também, uma forma de agradecimento do grupo Claustrofobia pelo apoio dos fãs na campanha do crownfunding que vem arrecadando fundos para o grupo lançar com exclusividade um novo EP com faixas novas e inéditas.

A campanha que vem sendo um sucesso até o presente momento, acaba de ser prorrogada por mais 11 dias, obtendo finalização oficial dia 15 de janeiro, o Claustrofobia está disponibilizando aos contribuintes do crownfunding inúmeros brindes exclusivos somente para quem puder contribuir. As cotas possuem valores variáveis, sendo que o custo inicial de investimento é de R$20,00 já contando com um prêmio super representativo e importante, oferecidos pela banda.

Apoie e contribua com o lançamento do novo EP do Claustrofobia pelo link abaixo:

https://www.kickante.com.br/campanhas/claustrofobia-usa-new-songs

Formação:
Marcus D´Angelo (Vocal/Guitar)
Caio D´Angelo (Drums)
Daniel Bonfogo ( Bass/Backing Vocal)

Sites relacionados – Claustrofobia:
Site: http://www.claustrofobia.com.br/
Facebook: https://www.facebook.com/claustrofobiaofficial/
YouTube: https://www.youtube.com/user/metalmaloka
Instagram: https://www.instagram.com/claustrofobia_official/
Twitter: https://twitter.com/metalmaloka

DOCUMENTÁRIO SOBRE O GIRLS ROCK CAMP BRASIL, ESTREIA NOS CINEMAS EM 21 DE DEZEMBRO

**dirigido por Carol Fernandes, filme reúne depoimentos emponderadores, atitude e muita música

‘TODAS AS MENINAS REUNIDAS, VAMOS LÁ’, DOCUMENTÁRIO SOBRE O GIRLS ROCK CAMP BRASIL, ACAMPAMENTO DE FÉRIAS SÓ PARA MENINAS, ESTREIA NOS CINEMAS EM 21 DE DEZEMBRO

De volta ao Brasil, a diretora Carol Fernandes assina seu mais novo projeto: “Todas As Meninas Reunidas, Vamos Lá“, documentário que que narra o dia a dia do Girls Rock Camp Brasil, um acampamento de férias só para meninas entre 7 e 17 anos, exclusivamente. “O projeto usa a música como ferramenta para a promoção da autoestima, do empoderamento e do protagonismo de meninas e mulheres“, relata Carol.  A estreia nos cinemas está agendada para 21 de dezembro, com distribuição nacional da Paris Filmes.

Com músicas autorais, rock and roll e empoderamento feminino, o filme reúne depoimentos das fundadoras do acampamento no Brasil, Marianne Crestani, Flavia Biggs e Patricia Saltara, além das voluntárias e das próprias meninas. O documentário mostra como tudo começou, a importância, a luta, a transformação social e o impacto do projeto na vida das campistas e de toda a comunidade, que vai muito além da semana do acampamento.

Idealizado desde 2013 em Sorocaba, no interior de São Paulo, o Girls Rock Camp Brasil  tem como foco principal o empoderamento feminino. Durante uma semana, as meninas participam de diversas atividades como aulas de voz, guitarra, baixo, bateria e teclado, além de dinâmicas de socialização, workshops de expressão corporal, serigrafia, composição musical, artwork e fanzines, autodefesa,  aulas de skate, imagem e identidade, entre outras, exercitando a convivência em grupo, o apoio mútuo, a empatia e o respeito. ​No último dia, as campistas fazem uma apresentação especial aberta ao público e toda comunidade. O projeto integra uma rede internacional de acampamentos independentes que começou nos Estados Unidos, e, na América do Sul, é o pioneiro. ​

Sinopse – Todas  as Meninas Reunidas, Vamos Lá

Há cinco anos o Girls Rock Camp Brasil vem empoderando meninas e mulheres através da música em um acampamento de férias de uma semana. Mais de 80 voluntárias se unem uma vez por ano para receber 90 meninas de 7 a 17 anos e ajudá-las a aprender um instrumento, compor uma música e tocar em um show aberto a comunidade no fim da atividade. O filme acompanha essa jornada e conta como tudo começou acompanhando algumas das fundadoras do projeto no Brasil e o seu envolvimento com a música e o feminismo.

Ficha Técnica
Direção, produção executiva e roteiro: Carol Fernandes
Argumento: Patricia Saltara.
Montagem: Marianne Crestani e Michelle Brito.
Edição e Mixagem de som: Helena Duarte
Arte e Motion: Priscilla Pizzato.
Gênero: Documentário
Duração: 80 min
Produção: Amora Filmes / Paris Entretenimento
Distribuição: Paris Filmes e Amora Filmes

Trailer Oficial
https://youtu.be/9_gTaSBCiPE

Facebook
@todasasmeninasreunidasvamosla

Instagram
@todasasmeninasreunidas

Paris Filmes
informações à imprensa
Maria Inez Aranha | Coordenadora de Comunicação
+55 11 3879-9761
comunicacao@parisfilmes.com.br

MAYA lança video para a faixa “Little Bitch”, polêmico novo single do CD “Egophilia”

O MAYA acaba de lançar um novo videoclipe para a faixa “Little Bitch”, um single que faz parte do terceiro álbum de estúdio do grupo “Egophilia”, que tem a direção musical de Tércio Marques (Fibra Estúdio/RJ) e masterização no Sterling Sound de New York (USA). O novo álbum conceitual do grupo traz canções sobre o tema “ego” e abordam temas da nossa sociedade, política e questionamentos do interior de cada indivíduo ao longo de suas vinte faixas. O vídeo foi produzido pelo diretor Allan Caju, que já vem trabalhando com a banda há alguns anos e já produziu sete videos para o grupo.

O MAYA sempre aborda temas com profundidade e o polêmico video de “Little Bitch” não é diferente. O tema é controverso e atual, e a música fala sobre a relação promíscua do poder, justiça e política. Em um sistema corrupto em que a justiça é cega, ou se “faz de cega”, muitas vezes os protagonistas acabam sendo as tais ‘little bitches’ de alguém para poder obter vantagens.

A mitologia grega está presente no videoclipe na figura da deusa Themis (ser mitológico tida como deusa da justiça) que tem seus olhos manipulados pelos políticos e das moiras (que seriam responsáveis pelo destino das pessoas e dos deuses, bem como pelas suas mortes), que assistem e influenciam os acontecimentos deste cenário caótico, manipulando os personagens com bonecos de voodoo e cortando o fio da vida para decretar a morte deles. Seriam elas as grandes empresas?

Os políticos, em suas mais diversas bancadas tentam manipular o poder ou a justiça com alusões a diversos fatos recentes acontecidos no vergonhoso cenário político brasileiro. Neste jogo de poder, afinal, quem é a ‘Little Bitch’ de quem?

Em ‘Little Bitch’ o MAYA demonstra seu hard rock moderno que traz influências do progressivo, psicodélico setentista e blues, liderada pela potente voz rasgada do cantor Gimmy (guitarra e vocal) e o instrumental pesado de Renan Weignater (baixo), Gabriel Ferraz (Teclados) e Thiago Alves (bateria).

Confira agora o videoclipe de Little Bitch:

Para conhecer mais sobre a banda e ouvir os singles e videoclipes de “Attention Whore”, um criativo vídeo que trata sobre as relações virtuais e busca por atenção nas redes sociais; “Bad Wolf”, um lyric video com estética de filme mudo de horror que faz a releitura do clássico “Chapeuzinho Vermelho” em um cenário Medieval com toques steampunk; “Bring me Down”, uma canção agressiva sobre o quanto o ego alheio afeta o ser humano até o momento em que as pessoas encontram o inimigo nelas mesmas; “Uneasy”, que mostra bem o lado bluesy da banda, basta acessar os canais oficiais abaixo.

https://www.maya.mus.br
https://www.facebook.com/themaya
https://www.youtube.com/mayaexperience

Lothlöryen: Banda lança “Best Of” e videoclipe inédito de “Hourglass”

A banda Lothlöryen celebra os 15 anos de carreira com dois lançamentos inéditos e mágicos para os fãs. A primeira novidade é uma coletânea chamada “Hourglass: 15 Raving Years (Best Of)” com o melhor da carreira da banda. O segundo lançamento é o videoclipe da faixa inédita “Hourglass”, música trabalhada exclusivamente para este álbum.

Assista o vídeo de “Lothlöryen – Hourglass”: https://youtu.be/7c6GBto8VKc

No Best Of, são 15 faixas retiradas de 5 álbuns e uma demo lançados até 2017 pela banda: “Thousand Ways to The Same Land (Demo 2003)”, “…of Bards and Madmen” (2005), “Some Ways Back no More” (2008), “Raving Souls Society” (2012), “Some Ways Back Some More” (Regravação 2014) e “Principles of a Past Tomorrow” (2015). As músicas foram cuidadosamente editadas e algumas delas remasterizadas especialmente para essa coletânea que revisita a carreira da banda exaltando a heterogeneidade das composições gravadas ao longo dos anos, deixando ainda mais clara a marca registrada da diversidade de cores e estilos que tem acompanhado a a banda ao longo de sua carreira.

O novo single “Hourglass” ganhou destaque na imprensa especializada:

“O nível de maturidade sentido em “Hourglass” mostra que o Lothlöryen conseguiu evoluir, ser ousado e criar seu estilo. A faixa serve como um compêndio, englobando as suas referências de prog, folk e metal tradicional, aliado a uma ponta de metal extremo. Em uma palavra: personalidade.” – Ricardo Batalha (Roadie Crew)

“Impressiona como o Lohtloryen consegue adicionar mais peso, agressividade e versatilidade à sua música e se tornar mais acessível, aos parâmetros do Metal, é claro.” – Vitor Hugo Franceschini (Arte Metal)

“”Versátil, seguindo a linha do último álbum de estúdio e reforçando a personalidade própria adquirida pela banda em 15 anos de estrada”. – André Luiz (Metal Revolution)

“Se Hourglass representa “o fim de um ciclo” do Lothlöryen, estou ansioso para desvelarem o começo do novo ciclo da criatividade musical e conceitual do grupo. Afinal, o single é uma das músicas mais maravilhosas da carreira pois une o tradicional, o épico e a modernidade em uma caprichosa harmonia instrumental e vocalizações insanas!” – Ivanei Salgado (Roadie Crew e Programa Combate)

Sobre a coletânea, Leko Soares, guitarrista e fundador do Lothlöryen, comenta:

“Estamos tratando esse lançamento como uma celebração real aos nossos 15 anos. É o fechamento de um ciclo para que outro possa se iniciar. Organizar a coletânea foi um exercício de nostalgia, mas também de auto reconhecimento em relação ao que produzimos ao longo dessa década e meia de estrada. Essa volta a sons do passado da banda, alguns deles que eu não ouvia a vários anos, forneceu ao mesmo tempo uma dose extra de orgulho em relação ao que construímos até aqui e também uma bela dose de inspirações para os novos capítulos que iremos escrever daqui pra frente. Enxergo, o Lothlöryen, hoje, como uma banda cult no Underground – nem gigante, nem insignificante, mas que, acima de tudo, conseguiu conquistar o que a grande maioria que entra nesse ramo almeja: RESPEITO! Que v enham mais anos doidos como esses 15 que passaram…a história continua”!

Track List:
1. Hourglass (New song)
2. Face Your Insanity
3. When Madness Calls
4. Manipulative Waves
5. My Grimoire (2017 Remaster)
6. The Quest is On
7. Bards’ Alliance (2017 Remaster)
8. Wavery Time
9. Night is Calling
10. My Old Tavern
11. The Hobbit’s Song (2017 Remaster)
12. My Mind in Mordor (2017 Remaster)
13. God is Many
14. Unfinished Fairytale (2017 Remaster)
15. There and Back Again (Bonus Track)

Line-up:
Daniel Felipe – Vocais]
Leko Soares – Guitarras/Backing Vocals
Tim Alan – Guitarras/Backing Vocals
Marcelo Godde – Baixo/ Gutural
Marcelo Benelli – Bateria
Leo Godde – Teclados

Escute “Hourglass: 15 Raving Years (Best Of)” nas plataformas digitais:

Spotify: https://goo.gl/Am8Jwt
Deezer: https://goo.gl/fUeW2G
Google Play: https://goo.gl/vuitvP
Itunes Store: https://goo.gl/Qq7eab

Links relacionados:
https://www.lothloryen.com/
https://www.facebook.com/lothloryenofficial

Maestrick: Neemias Teixeira, que venceu concurso promovido por Jordan Rudess, é o novo tecladista da banda

Às vésperas do lançamento de seu novo álbum, “Espresso Della Vita: Solare”, o Maestrick anuncia seu novo tecladista. Trata-se de Neemias Teixeira, músico natural de Santos, litoral paulista, formado como bacharel em piano clássico pela USP. Neemias já fez parte do grupo Sigma Project e gravou quatro músicas no disco mais recente da banda norueguesa Withem (Frontiers Records). No ano passado o músico lançou seu primeiro trabalho solo, o EP “Enlightenment”, mas ficou conhecido mesmo por ter sido o primeiro músico em todo mundo a finalizar o aplicativo “EarWizard” lançado por Jordan Rudess, tecladista do Dream Theater. Neemias chegou a fazer aula com Rudess e ambos mantêm uma amizade que é sempre renovada a cada show do Dream Theater no Brasil.

Neemias Teixeira não chegou a participar das gravações de “Espresso Della Vita: Solare”, mas fará parte da turnê de divulgação do álbum que deverá passar pela Europa e Estados Unidos.

Os integrantes do Maestrick, Fabio Caldeira (vocal), Renato Montanha (baixo) e Heitor Matos (bateria) gravaram um vídeo comentando mais sobre a entrada de Neemias Teixeira.

Para assistir, acesse: https://youtu.be/SkDgh7i7ShQ

Entre outras novidades, o Maestrick é uma das cem bandas (de todo o mundo) que está concorrendo a uma das 25 vagas na coletânea da Combat Records. Para quem não conhece, a Combat Records foi um selo clássico que lançou discos do Megadeth, Exodus, Nuclear Assault entre outros grandes nome do Metal e Punk. A gravadora hoje pertence ao selo EMP, que é de propriedade de David Ellefson (baixista do Megadeth), e seu primeiro lançamento será essa coletânea. Entre as 25 bandas, David Ellefson ainda escolherá uma para fazer parte do cast da gravadora.

Para votar no Maestrick, acesse esse link e selecione a banda: https://www.combatrecs.com/

É possível votar quantas vezes quiser.

Ainda sobre mais novidades, o vocalista Fabio Caldeira foi convidado pela rádio Kboing FM para gravar uma música e vídeo com o tema especial de fim de ano. Fábio é o único representante do rock pesado na composição que também traz outros músicos de destaque da região de São José do Rio Preto, onde a rádio é líder de audiência. Para assistir o vídeo, acesse: https://goo.gl/BWPByX

Mais Informações:
www.maestrick.com.br
www.facebook.com/maestrick
www.twitter.com/maestrick
www.youtube.com/maestrickofficial

King in The Belly lança dois novos singles

Banda australiano-brasileira acaba de disponibilizar as faixas “Magic Town” e “Let’s Go” nas plataformas digitais.

A banda australiano-brasileira King in The Belly (http://kinginthebelly.com.br/) está com músicas novas e os singles“Magic Town” e “Let’s Go” já estão disponíveis nas plataformas digitais. Apresentadas pela primeira vez em um épico show durante o festival HackTown em uma casa inédita criada pelo Google no Brasil, as faixas, compostas pelos quatro integrantes da banda, são marcantes e tem influências distintas.

“Magic Town”, com sua levada anos 70 e influências de rock clássico, fala sobre uma pequena cidade mágica onde coisas surreais podem acontecer. A letra foi inspirada pela sul-mineira Santa Rita do Sapucaí, onde a banda está baseada, logo ao lado da capital paulista, conta Vinicius Boareto, baterista do King in the Belly. Já “Let’s Go”, afirma o australiano Luke Kiernan, baixista da banda, “é uma canção totalmente despretensiosa, que tem muito a ver com o estilo de se fazer rock no seu país. “É um “grunge rock” para se colocar no carro e sair sem rumo por aí”, conta Kiernan.

A combinação da sua dupla nacionalidade com suas composições em inglês vem sendo um fator crucial para a evolução da carreira da banda. Além do público brasileiro, o King in the Belly tem conquistado ouvintes em países de língua inglesa, como a Austrália, o que, no início de 2017, levou o seu primeiro single “Behind” a passar uma temporada como parte da playlist “Aussie Hitlist”, feita pela Ditto Music no serviço de streaming de músicas Spotify. A Ditto é uma das principais empresas globais em distribuição de música digital independente.

King in the Belly, no entanto, vem se projetando não apenas pelas suas músicas e pelos shows em eventos marcantes, como a abertura da Google House no HackTown ou seu show em um evento do Facebook Developers Circle na sua cidade-base. A sua atitude de fazer acontecer também vem abrindo portas. A banda está organizando a segunda edição do King in the Belly Backyard, projeto que transforma um quintal diferente a cada edição em um espaço para música independente, com boa comida e muita cerveja. Já passaram pelo Backyard bandas como a M O O N S, de Belo Horizonte, Fall & Rise, Saulo Haikal e Indigo Som, de São Paulo, entre outras.

Ouça “Magic Town”:
https://www.youtube.com/watch?v=IF8e_fgNnNw

Ouça “Let’s Go”:
https://www.youtube.com/watch?v=IY5oOvF9i58

Mais informações:
Site: http://kinginthebelly.com.br
Facebook: @kinginthebelly
Instagram: @kinginthebelly

Distribuição Ditto Music

Informações para imprensa:
Catto Comunicação

Hellene: show marca lançamento do clipe ‘Lost Wars’

O primeiro clipe da banda paulistana Hellene, “Lost Wars”, faixa do EP de estreia, “Zeitgeist”, terá o lançamento oficial no próximo dia 23 de dezembro (sábado), quando Bia Lombardi (vocal), Alan Dias e Paul Martins (guitarras), Rodrigo Rickota (baixo) e Beto Patressi (bateria) se apresentarão no Manifesto Bar, em São Paulo (SP).

O vídeo apresenta uma temática abordando a crise de refugiados global, que continua a assolar o mundo e a separar pessoas dos seus lares, familiares e identidade. “O clipe também questiona a nossa humanidade, o que nos conecta e nos separa e a nossa frustração por não conseguirmos quebrar esse ciclo de destruição, tristeza e abandono”, observa a vocalista Bia Lombardi.

Veja o teaser em https://www.youtube.com/watch?v=vqNsp484wc0

O título do EP, “Zeitgeist” (pronúncia: tzait.gaisst), é um termo alemão cuja tradução significa espírito da época, do tempo ou sinal dos tempos. “Significa, em suma, o conjunto do clima intelectual e cultural do mundo, numa certa época, ou as características genéricas de um determinado período de tempo. E é exatamente essa nossa missão com o EP: jogar luz sobre as questões que incomodam, ferem e assombram o nosso presente, com um rock’n’roll rápido, moderno e vigoroso”, concluiu a vocalista.

O Manifesto Bar fica na rua Iguatemi, 36, no bairro do Itaim Bibi, em São Paulo. Fone: (11) 3168-9595. Aceita cartões: Visa, Mastercard e Dinners / Débito (Visa Electron, Maestro, Rede Shop). Censura: 16 anos. Possui acesso a deficientes, ar condicionado, wi-fi e valet service na porta (R$ 20). Site: manifestobar.com.br.

Evento do Facebook: https://goo.gl/NG7Z6k

Site relacionado: www.facebook.com/helleneoficial/

Project46 é destaque na capa da revista Rock Meeting

A banda paulistana Project46 é destaque na capa da revista Rock Meeting em sua edição número 99. O grupo vem se destacando na cena em um crescimento exponencial, como toda banda deve ser, ganhando espaço na raça e abrindo novos ares para seus parceiros e outras bandas da cena.

Sem deixar de olhar de onde vieram, o quinteto, hoje formado por Caio MacBeserra (vocal), Vini Catellari (guitarra), Jean Patton (guitarra), Betto Cardoso (bateria) e Baffo Neto (baixo), ganhou uma sonoridade ainda mais pesada, mais humanizada e vem arrebatando fãs pelo Brasil. Sem perder a essência, a banda acaba de lançar seu terceiro álbum de estúdio “Tr3s” com grande destaque na mídia.

Confira trechos da entrevista com Vini Catellari:

Rock Meeting: “Tr3s” é o mais recente lançamento do Project46, porém vem carregado de simbologia. Fale um pouco sobre o que é esse novo play e sua ‘mística’.

Vini Catellari: Na verdade a simbologia do álbum TR3S, nada mais é que a renovação da banda. O TR3S é o nosso terceiro álbum de estúdio e toda vez que uma banda lança um novo trabalho, atrelado a ele existe muito sentimento, dedicação, metas e muita vontade de tocar e disseminar a mensagem. Com o Project46 não seria diferente. Passamos por algumas reformulações de integrantes e com ela uma nova proposta, mantendo a sonoridade, porém com uma nova roupagem. Trouxemos elementos novos e já usados pela banda, mensagens de superação e de força. Abordagens mais humanas e que fazem parte do cotidiano das pessoas.

Rock Meeting: Esse novo cd foi realizado por meio do financiamento coletivo, o crowdfunding. Fale para nós como chegaram no “Experiência Três”. Seria esse um modo do fã mostrar que é fã de verdade?

Vini Catellari: A intenção da “Experiência TRÊS” foi trazer os fãs para mais perto da banda, essa aproximação possibilitou fãs a nos acompanhar diariamente nas gravações do álbum através do 46hub, ter itens exclusivos, inclusive nos acompanhar nos shows, participando de backstage, conhecendo o dia-a-dia de uma banda e o seu #CORRE. Foi muito gratificante, pois fãs do Brasil inteiro colaboraram, pensamos como fãs e criamos variadas formas de contribuições e premiações.

Para acessar a entrevista completa entre no site – www.rockmeeting.net

Free Downloadhttp://bit.ly/RockMeetingN99

TR3S é sem dúvida a obra mais madura do Project46 até ao momento. Um disco de linguagem moderna, sonoridade ímpar e assombrosa alta performance por parte da banda. Caio MacBesserra retorna aos vocais limpos e melódicos como os cantados no primeiro disco, mas com a maturidade alcançada durante os anos de estrada. Letras que abordam desafios humanos como nossos conflitos morais, éticos e religiosos, nossa força, nossos medos, nossas esperanças, nossos fracassos e nossas vitórias. O disco convida a reflexão e a ação com consciência e coragem. Conflitos que são comuns a todos nós em qualquer parte do mundo. É facilmente perceptível a ambição da banda ao compor este disco que, com uma única audição, cativa fãs do estilo e posiciona o Project46 como uma das bandas mais promissoras do pa&ia cute;s e os coroam como maior representante do metal moderno brasileiro.

Escute o álbum “TR3S” no Spotifyhttps://open.spotify.com/album/1Y4XNoZS7f2mYHnptFXrns 

Assista o videoclipe de “Pânico”https://youtu.be/XGqP7STrc4A

Line-up:

Jean Patton (guitarra)
Vini Castellari (guitarra)
Caio MacBeserra (vocal)
Baffo Neto (baixo)
Betto Cardoso (bateria)

Project 46 online:
https://www.project46.com.br/ 
https://www.facebook.com/Project46/

Claustrofobia: confira as imagens dos presentes que a banda preparou para quem contribuir com a campanha do novo EP no Crowfunding

Uma das maiores bandas de Thrash Metal do Brasil, o Claustrofobia, vem conseguindo arrecadar contribuições de uma grande gama de fãs do grupo em seu novo projeto, que visa angariar recursos para o grupo lançar um EP com cinco faixas inéditas e com a produção de Russ Russel, renomado produtor norte americano, que já trabalhou com as bandas Napalm Death, Exploited, The Haunted, Brujeria, entre outros.

O projeto conta com uma premiação promovida pela banda, os prêmios variam de acordo com a contribuição de cada um, aqueles que participarem receberão o EP em primeira mão, além da Cerveja Curva, Camiseta exclusiva Metal Or Die e Curva e possuir cortesias para todas as apresentações do grupo em sua nova tour como headliners. Para contribuir basta acessar o link abaixo:

Contribua com o Claustrofobia no link: bit.ly/claustrofobia-ep

Foi liberado oficialmente pelo Claustrofobia, imagens dos presentes que a banda criou para essa campanha que vem sendo de grande impacto no cenário nacional.

Kit Curva:

Camiseta “Metal Or Die”:

O vocalista e fundador do Claustrofobia, Marcus D’Angelo, relata o sentimento de gratidão aos fãs que estão contribuindo e ajudando a banda nessa nova empreitada: “Nós do Claustrofobia, seremos eternamente gratos à todos aqueles que reservaram uma quantia e o tempo de acessar o site, para contribuir com uma quantia com nosso novo projeto, sabemos das dificuldades econômicas do país, e vermos o tanto de pessoas espalhadas ao redor do Brasil, contribuindo e acreditando nos nossos produtos é gratificante. Essa campanha irá ate o dia 05 de janeiro, e vocês estão viabilizando tudo isso, independente da cota escolhida, seja a mais simbólica há mais completa, essa atitude de nossos fãs é realmente muito especial para nós. Estamos fazendo nosso melhor nessas novas músicas e queremos fincar um elo forte, para mais 20 anos de carreira, ainda temos muito a proporcionar a vocês e vamos juntos conquistar ainda mais espaço no coração de cada um”.

Estúdio de gravação para o novo EP nos Estados Unidos:

Os músicos Marcus D’Angelo (Vocal/Guitarra), Daniel Bonfogo (Baixo) e Caio D’Angelo (Bateria), liberaram um vídeo explicando em detalhes todo o processo de criação desse novo EP e os presentes que foram preparados pela banda.

Assista ao vídeo: https://www.facebook.com/RoadieMetal/videos/1029019367240695/

Formação:
Marcus D´Angelo (Vocal/Guitar)
Caio D´Angelo (Drums)
Daniel Bonfogo ( Bass/Backing Vocal)

Sites relacionados – Claustrofobia:
Site: http://www.claustrofobia.com.br/

Symmetrya lança videoclipe da música “In The Blink Of An Eye”

A banda Symmetrya acaba de lançar um vídeo para a musica “In The Blink Of An Eye” que pertence ao álbum “Last Dawn, lançado em 2014. A Symmetrya fez mais de 40 apresentação nesses últimos dois anos, passando por varias cidades do sul e sudeste e também por Uruguai, Peru e Paraguai. A banda também dividiu o palco com Angra e Sonata Arctica nesse turnê em alguns shows.

Assista o videoclipe de “In The Blink Of An Eye”https://youtu.be/EtTSAUGoICU

Nesse momento a Symmetrya está finalizando a pré-produção do novo álbum e com praticamente todas as músicas novas prontas para começar a gravar, onde em breve será divulgado maiores detalhes. Atualmente formado por Jurandir Moreira (vocal), Marcos Vinicius (bateria), Milton Maia (teclado), Alexandre Lamim (guitarra) – o baixista Juliano Braz tem dado uma força para a banda durante os shows da turnê – , a Symmetrya surgiu em meados de 2002 com o ideal de compor músicas de qualidade alheia aos modismos da música contemporânea e que mesclem peso, boas melodias e intervenções progressivas, sem prender-se a um mero rótulo. A Symmetrya ainda participou recentemente do Musical Dreams, com musicas e dança em homenagem ao Michael Jacson.

“Este videoclipe é um presente de Natal para nossos fãs que esperaram por novidades da banda até este fim de 2017. Estamos orgulhosos com o resultado final do clipe e com muita ansiedade de mostrar as músicas novas para todos vocês. Fiquem ligados em todas as nossas redes sociais”, disse o tecladista Milton Maia.

Links relacionados:
http://www.symmetrya.com/
https://www.facebook.com/symmetrya
https://www.instagram.com/symmetryaofficial/
https://twitter.com/symmetrya
https://www.youtube.com/user/symmetryaofficial

Threesome lança novo EP, “Keep On Naked”

Formada em 2012 em Campinas/SP, a Threesome é um quinteto de música autoral esteticamente influenciada pelo rock dos anos 60 e 70 e com referências de outros segmentos como o blues, jazz e o indie.

Inerentemente maliciosas, as letras das músicas do Threesome discorrem geralmente sobre as relações humanas pela perspectiva de experiências sexuais, monogâmicas ou não. Mais do que contar histórias clichês, a Threesome quer provocar, romper barreiras impostas pelo preconceito e por setores opressores da sociedade, promovendo a livre reflexão sobre um dos temas centrais dos estudos de Sigmund Freud.

“Get Naked” é o título do álbum de estreia do Threesome lançado em 2014. O disco reúne 11 faixas e está integralmente disponível online através das principais rádios e aplicativos.

Três anos após o lançamento do debute, Juh e Fred Leidl, Bruno Manfrinato, Bob Rocha e Henrique Matos decidiram colocar o álbum sob nova perspectiva, motivados pelo desligamento do antigo vocalista e por novas possibilidades no processo de produção.

O resultado foi o EP “Keep On Naked” que traz regravações de duas músicas do disco de estreia, “Every Real Woman” – agora “ERW” – e “Why Are You So Angry?” – rebatizada como “Sweet Anger” -, além de uma faixa inédita chamada “My Eyes”.

“Este trabalho veio da necessidade que tínhamos de mudar e melhorar algumas coisas em relação ao álbum de estreia”, explica o baterista Henrique Matos. “Get Naked foi concebido em nosso home studio, então tanto em relação à qualidade de gravação ou quanto à própria composição e arranjos, achamos que poderíamos fazer melhor. Com a saída do Bruno Baptista da banda, a Juh Leidl assumiu as vozes principais de algumas músicas e isso causou uma necessidade natural de mudar as linhas vocais, caso da “Every Real Woman”, que agora adquiriu um tom mais provocativo ainda, registrado na nova “ERW”. “Why Are You So Angry” mudou completamente, é outra música, apesar de ter mantido a letra original, mas nem consideramos como regravação, ela se tornou uma das músicas mais fortes e pesadas da banda, agora chamada “Sweet Anger”. Já “My Eyes” é totalmente inédita e nela decidimos usar o vocal agressivo e doido do Fred Leidl, e o resultado foi excelente”.

Se “Get Naked” foi concebido a partir de uma estética artesanal, para “Keep On Naked” o Threesome buscou um caminho absolutamente inverso. Captação, mixagem e masterização levam a assinatura de ninguém menos que Maurício Cajueiro, renomado produtor brasileiro que já trabalhou com alguns dos nomes mais relevantes do mundo como Linkin Park, Steve Vai, Glenn Hughes, Gene Simmons, Stephen Stills, entre outros. Todo o processo aconteceu no estúdio Cajueiro em Campinas e a banda gravou as músicas ao vivo direto na fita de rolo.

“Sempre quisemos gravar de forma analógica”, acrescenta Henrique. “Alcançamos o resultado esperado e, de fato, ficou diferente em relação a uma gravação digital. A performance ficou muito natural, e a fita casa melhor todas as frequências, tudo soa mais orgânico, parece que todos os instrumentos têm o seu espaço sem conflitar. É um deleite.”

“Keep On Naked” já está disponível para audição streaming e download nas principais plataformas digitais:

Spotify: https://goo.gl/YC686B
Deezer: https://goo.gl/oB8T16
Amazon: https://goo.gl/uNstNR
iTunes: https://goo.gl/7Facpo
Google Play: https://goo.gl/4iPEUG

Confira também o Lyric-Video de “Sweet Anger”: https://youtu.be/yYhqr_ZI464

O show de lançamento de “Keep On Naked” acontece neste domingo, dia 10 de dezembro, no “2º Encontro Tribo + Ita” que rola no Parque Zeca Malavazzi em Paulínia/SP. O evento é uma organização da Tribo Cervejaria Artesanal e pretende reunir música, cerveja, gastronomia e solidariedade, uma vez que para entrar é preciso doar 1 litro de leite a ser destinado ao Fundo Social de Solidariedade.
Para mais informações:  https://goo.gl/FJG4Qj

Mais Informações:
www.3somerock.com
www.facebook.com/3some
www.youtube.com/threesomerock
www.twitter.com/ThreesomeRock
www.instagram.com/threesomerock
www.soundcloud.com/threesomerock

Mattilha lança o novo single “Cachorro Louco”

Depois de um mês do lançamento do remix da música “Qual é o Seu Veneno” com o grupo de hip hop RZO, o quarteto de hard rock lançou nesta sexta-feira, 8 de dezembro, a faixa inédita “Cachorro Louco” em todas as plataformas de streaming.

Ouça “Cachoro Louco” nas principais plataformas de streaming e download: https://ONErpm.lnk.to/Mattilha

Após o debut álbum “Ninguém é Santo” de 2014 e o  EP “A Carne é Fraca” de 2016., o novo single abre uma nova fase na carreira da banda, que para 2018  pretende focar em singles  que serão lançados em intervalos de 3/4 meses.

“É a estratégia ideal para a nossa realidade, o consumo e o volume em massa da música digital já comprovou que trabalhar faixas separadas de forma continua acaba sendo a maneira mais eficaz e econômica de se trabalhar nesse ambiente” diz o guitarrista Victor Guilherme.

“Esse som retrata bem nossa correria, a vibração de acreditar em qualquer coisa que seja e jamais se desgarrar dessa verdade, ir até o fim, persistir, viver de coração um dia após o outro, sentimento que se espelha a tudo que rola em torno desse sonho que é viver de música, se alimentar de estrada e poder passar nossa mensagem aos 4 cantos” diz Gabriel Martins, vocalista.

Foto: Divulgação​

Edu Falaschi: assista entrevista no programa Sonoridades da RedeTV!

O vocalista Edu Falaschi segue divulgando a “Rebirth of Shadows Tour” em diversos veículos de renome nacional e internacional. Dessa vez, o músico foi entrevistado no programa Sonoridades, exibido ao vivo na fan page da RedeTV! no Facebook, onde falou sobre os preparativos e expectativas para a turnê.

O show de São Paulo, no Carioca Club, dia 21 de janeiro de 2018, será a última apresentação da segunda perna da turnê “Rebirth of Shadows Tour” e contará com a presença mais do que especial do vocalista e guitarrista Kai Hansen (Helloween, Gamma Ray), que realizará dueto com Edu Falaschi na música “Temple of Hate” do “Temple of Shadows”, entre outras, voltando no tempo para reviver aquela época mágica especialmente para os fãs.

Assista a entrevista na RedeTV!https://www.facebook.com/REDETV/videos/1693810524020299/?fref=ts

Além da participação de Kai Hansen, o show também conta com a presença especial da baixista Tonka Raven, da banda Ravenclaw da Eslováquia, além dos vocalistas e amigos Alirio Netto, Tito Falaschi, Bruno Sutter e Thiago Bianchi que participarão da festa realizando duetos com Edu Falaschi em momentos especiais para os fãs, e do grande tecladista Junior Carelli que fará uma participação mais do que especial em alguns dos clássicos apresentados neste noite mágica.

Neste show especial em São Paulo, o artista interpretará músicas do Angra dos álbuns “Rebirth”, “Hunters & Prey”, “Temple of Shadows”, “Aurora Consurgens” e “Aqua”, mas com o diferencial de inclusão de músicas ainda não executadas nessa turnê, tais como “The Shadow Hunter”, “Eyes of Christ”, “Ego Painted Grey”, “Unholy Wars”, e muito mais.

Edu Falaschi conta com o mesmo time de estrelas da primeira parte da turnê. Entre elas estão o também ex-integrante do Angra, o baterista Aquiles Priester e o tecladista Fabio Laguna, que acompanhou a banda nas turnês dos anos 2000, além de Diogo Mafra e Raphael Dafras da renomada banda Almah e o mais novo “guitar-hero” do Brasil, Roberto Barros.

SERVIÇO SÃO PAULO
EV7 Live orgulhosamente apresenta Edu Falaschi “Rebirth of Shadows Tour”
Banda convidada de Abertura: Acid Tree
Data: 21 de janeiro de 2018 (domingo)
Local: Carioca Club – http://web.cariocaclub.com.br/
End: Rua Cardeal Arcoverde, 2899, Pinheiros – São Paulo – SP
Abertura da casa: 18:00 horas
Show as 20:00 horas
Infoline: 11 3813-4524 / 3813-8598 / Whats 11-98909-7378
Classificação etária: 16 anos.
Estacionamento: locais próximos sem convênio
Estrutura: ar-condicionado, acesso para deficientes, área para fumantes e enfermaria

SETORES/VALORES

– 1º Lote – Pista – Meia-entrada: R$ 60,00
– 1º Lote – Pista – Promocional (doe 1 Kg de alimento não perecível): R$ 60,00
– 1º Lote – Pista – Inteira: R$ 120,00
– 1º Lote – Camarote – Meia-entrada: R$ 120,00
– 1º Lote – Camarote – Promocional (doe 1 Kg de alimento não perecível): R$ 120,00
– 1º Lote – Camarote – Inteira: R$ 240,00

*O ingresso promocional antecipado é válido mediante a entrega de 1 kg de alimento não-perecível na entrada do evento.

PONTO DE VENDA (sem taxa de conveniência): Carioca Club / Rua Cardeal Arcoverde, 2899, Pinheiros – São Paulo – SP
COMPRA PELA INTERNET – http://www.clubedoingresso.com/edufalaschirebirthofshadowstour
Formas de Pagamento: dinheiro, cartões de crédito e débito Visa, MasterCard, American Express e Diners Club

**** Para a compra de ingressos para estudantes, aposentados e professores estaduais, os mesmos devem comparecer pessoalmente portando documento na bilheteria respectiva ao show ou nos pontos de venda. Esclarecemos que a venda de meia-entrada é direta, pessoal e intransferível e está condicionada ao comparecimento do titular da carteira estudantil no ato da compra e no dia do espetáculo, munido de documento que comprove condição prevista em lei;
***** A produção do evento NÃO se responsabiliza por ingressos comprados fora do site e pontos de venda oficiais;
****** É expressamente proibida a entrada com câmeras fotográficas e filmadoras profissionais ou semiprofissionais.

Heavenless: estreia de clipe na Play TV e indicação para Melhores do Ano

Formado em 2015 em Mossoró/RN, também conhecida como a “Terra da Liberdade”, o grupo Heavenless nasceu herdeiro de uma fortuna de intrepidez. A cidade também é marcada pelo Motim das Mulheres, pelo primeiro voto feminino do país, por ter libertado seus escravos cinco anos antes da Lei Áurea, sem falar da resistência histórica ao bando de Lampião.

Seu disco de estreia, intitulado “whocantbenamed”, foi lançado no início de 2017 e traz um death/hardcore de sotaque doom com uma grande disponibilização para o inexplorado. Produzido e mixado por Cassio Zambotto, “whocantbenamed” tem recebido calorosos elogios da imprensa especializada, o que tem resultado em convites para shows. Até aqui o grupo já realizou duas turnês pelo sudeste, totalizando mais de 10 shows pela região, entre outras dezenas de apresentações por outros estados. O grupo também já foi atração de importantes festivais como o Black Embers em São Paulo e o renomado Festival DoSol em Natal/RN.

Mas antes que o ano termine, “whocantbenamed” ainda tem deixado os músicos do Heavenless cheios de orgulho. O álbum foi indicado entre os “Melhores do Ano” em dois importantes programas de rádio. O primeiro é o “Roadie Metal” que promove uma eleição entre os ouvintes. Para votar e escolher “whocantbenamed” como um dos melhores discos do ano 2017, basta acessar esse link: https://goo.gl/3Fyg5A
Já a segunda indicação é do programa “Pesado – Lapada para todos os gostos” da Universitária FM de Pernambuco. O programa fez uma seleção dos melhores álbuns lançados em 2017 para um programa especial a ser exibido no próximo sábado, dia 09, às 18h. Além do Heavenless, outros nomes de peso, literalmente, foram lembrados: Sepultura, Torture Squad, Dark Avenger, Project 46, etc. Para ouvir, basta sintonizar 99,9 FM (para todo o estado).

Se não bastasse, também neste fim de semana o videoclipe de “The Reclaim” será exibido pela primeira vez no Udigrudi da PlayTV. O programa é voltado à exibição de videoclipes nacionais e vai ao ar todo domingo entre 20h e 21h.  A PlayTV é um canal de TV a cabo exibido em todo Brasil através da Net (122), Vivo (255/Fibra 130), Claro (122), Oi (143), Sky (166) e GVT (86).

Para assistir o vídeo “The Reclaim” no Youtube, acesse: https://youtu.be/_LrEOqkUizY

O Heavenless é formado por Kalyl Lamarck (vocal/baixo), Vicente “Mad Butcher” Andrade (bateria) e Vinícius Martins (guitarra).

Mais Informações:
www.twitter.com/heavenless666
www.facebook.com/heavenless666
www.instagram.com/heavenless666
www.soundcloud.com/heavenless666

Seu Juvenal: banda volta ao triângulo mineiro depois de turnê europeia e também promove oficina de produção musical gratuita

Entre Setembro e Outubro, grupo de Ouro Preto fez oito shows na Europa e agora retorna para região onde foi originalmente formado

No ano em que o Seu Juvenal comemora duas décadas de história, Bruno Bastos (vocal), Edson Zacca (guitarra), Alexandre Tito (baixo) e Renato Zaca (bateria) carimbaram seus passaportes pela primeira vez. O quarteto embarcou no dia 19 de setembro para sua primeira turnê europeia. Foram ao todo oito shows por três países: República Tcheca, Polônia e Eslováquia.

A “Rock Errado European Tour” foi financiada pelo “Programa Música Minas”, iniciativa do Governo do Estado de Minas Gerais, por intermédio da Secretaria de Estado de Cultura, que visa apoiar a cadeia criativa e produtiva da música mineira. O projeto de turnê do grupo foi um dos 12 selecionados entre as 51 propostas inscritas para a terceira chamada anual do edital e recebeu apoio financeiro para sua realização.

O repertório da turnê europeia do Seu Juvenal foi baseado em toda a discografia da banda que inclui o elogiado “Rock Errado” – indicado para o Prêmio Dynamite 2016 na categoria “Melhor Álbum de Rock” -, além dos álbuns “Guitarra de Pau Seco” de 2004 e “Caixa Preta” de 2008. Algumas músicas do show “Maldito Rock” que o Seu Juvenal vem apresentando no Brasil no momento e que reúne versões rock ‘n’ roll para clássicos “Lado B” da música popular brasileira, também entraram no setlist de alguns shows.

Esse mesmo show o Seu Juvenal leva para o Triângulo Mineiro neste fim de semana. Essa vai ser a primeira vez que o grupo volta para a região desde que retornou da Europa.
O Seu Juvenal se apresenta neste sábado, dia 09/12, no Favela Chic em Uberaba, cidade onde a banda foi originalmente formada em 1997. O show está previsto para ter início às 23:00 e os ingressos estarão sendo vendidos no local por R$ 15,00. O Favela Chic fica na Av. Santos Dumont, 2039 – Santa Maria.
Já no domingo o Seu Juvenal será uma das atrações do já tradicional festival “Pegando Fogo” do Vitrola Ambiente Cultural em Araguari. Também se apresentam o músico André Salomão e a banda Sr. Garvin. Os shows começam a partir das 17:00 e os ingressos estarão sendo vendidos no local por R$ 10,00. O Vitrola fica na Rua Rui Barbosa, 103 – Centro.

Entre outras novidades, o Seu Juvenal também promove de 14 a 17 de Dezembro, no Lab.áudio Na Passagem em Mariana/MG, a “Oficina de Produção Musical Contemporânea”. Projeto de contrapartida ao prêmio “Música Minas”, a oficina será gratuita e terá duração de oito horas onde os participantes aprenderão como compor um fonograma original mesclando diferentes técnicas. A oficina será ministrada por Edson Zacca, guitarrista do Seu Juvenal, e será realizada das 09:30 às 12:00 durante os quatro dias. As inscrições são limitadas e podem ser feitas pelo telefone (31) 99175-6444 ou através desse link: https://goo.gl/5bbJXq

Para ouvir o Seu Juvenal, acesse:
Spotify: https://goo.gl/yzvqZ5
Deezer: https://goo.gl/CAcRVu
Google Play: https://goo.gl/TC8EJv
Amazon: https://goo.gl/oZXfHQ
iTunes: https://goo.gl/kHzFER
Youtube: https://goo.gl/HaAyGr

Mais Informações:
www.seujuvenal.com.br
www.facebook.com/seujuvenalmg
www.twitter.com/seujuvenalmg
www.soundcloud.com/seujuvenal
www.youtube.com/seujuvenalmg

Angra: lyric video de “Travelers Of Time” do novo disco “ØMNI”

ANGRA LANÇA NOVO ÁLBUM “ØMNI” EM 16 DE FEVEREIRO DE 2018.
PRIMEIRA MÚSICA “TRAVELERS OF TIME” É REVELADA.

2018 marca o início de mais uma era na história de Angra.

Após 26 anos de carreira, a banda mostra motivação e força como nunca anteriormente. Nem mesmo a trajetória às vezes incerta foi capaz de tirar o foco, determinação e inspiração do quinteto liderado e fundado por Rafael Bittencourt (guitarra e vocal) e formado por Felipe Andreoli (baixo), Fabio Lione (vocal), Marcelo Barbosa (guitarra) e Bruno Valverde (bateria).

“ØMNI” é o 9º álbum de estúdio da Angra, resultado de meses de intensa dedicação, sangue e suor. Será lançado mundialmente em 16 de fevereiro de 2018 pela earMUSIC e em toda a Ásia pela JVC.

Mais uma vez, o álbum foi gravado na Suécia com Jens Bogren, que também produziu o álbum anterior “Secret Garden”, e que conseguiu capturar a mesma química excelente do álbum anterior. O som, totalmente contemporâneo, tem um caráter orgânico e respeita as diferentes nuances e dinâmicas de cada instrumento. Muitos músicos estiveram envolvidos na criação do álbum, que vão do som de percussão da Bahia ao arranjo orquestral europeu – o que dá ao álbum sua excelente variedade.

“ØMNI” é um álbum conceitual, um conjunto de histórias curtas de ficção científica que ocorrem em vários lugares no tempo, simultaneamente. A espinha dorsal da trama baseia-se na idéia de que, em 2046, um sistema de inteligência artificial irá mudar a percepção e cognição humana. É um sistema que permitirá a comunicação consciente entre seres humanos presentes e futuros. Personagens como viajantes do tempo, homens das cavernas, guerreiros, entre outros, ajudam a contar esta história.

O álbum conecta os conceitos de álbuns anteriores (“Holy Land”, “Rebirth”, “Temple of Shadows”) para um sistema principal, “ØMNI”, que em latim significa “tudo”. “ØMNI” fábrica uma interconectividade que lança luz em direção a uma verdade universal: tudo o que aconteceu, levou ao que a banda é hoje. “ØMNI” celebra e une toda a história de Angra a este momento exato e atual.

A fórmula e marca registrada de Angra, de estilo brasileiro misturado com música clássica e heavy metal, é reforçada por diferentes influências, como rock progressivo, thrash metal, música latina, djent, etc., o que transforma o álbum em um redemoinho moderno e familiar. O humor e a dinâmica conjuntas colocam um toque especial nas letras e, portanto, aumentam o profundo senso de imersão na história.

A obra de arte da capa foi desenhada manualmente por Daniel Martin Diaz, um artista americano único que dedica sua vida a misturar conceitos científicos e filosóficos como Anatomia, Ciência da Computação, Matemática, Cosmologia, Geometria Sagrada, Simbolismo e Esoterismo. O designer Gustavo Sazes foi responsável por integrar tal peça de arte orgânica ao conceito visual do álbum como um todo.

Mesmo em um ambiente cultural cada vez mais estéril e desfavorável para a música com alma e identidade, a banda reúne onze faixas que diferem completamente uma da outra, mas ao mesmo tempo contam uma história coesa e vagueiam por todos os estilos e nuances que fizeram Angra a referência mundial. Uma formação muito bem ligada, tanto pessoal quanto musicalmente, transbordando de criatividade, foi o combustível necessário para trazer essas músicas à vida, músicas que são, sem dúvida, as melhores na discografia da banda.

“ØMNI” certamente é um marco, não só na história da banda, mas também para o metal brasileiro e seu reconhecimento em todo o mundo.

A primeira música “Travelers Of Time” pode ser ouvida aqui:

Track list:
1. Light of Transcendence
2. Travelers of Time
3. Black Widow’s Web
4. Insania
5. The Bottom of My Soul
6. War Horns
7. Caveman
8. Magic Mirror
9. Always More
10. ØMNI – Silence Inside
11. ØMNI – Infinite Nothing

Trayce lança clipe de faixa-título do novo álbum

O grupo paulistano Trayce iniciou o ano de 2017 lançando o single/clipe “Domadores”, que antecipava o seu terceiro álbum, “Miragem”. Na sequência, o vídeo da faixa “O Culto” trouxe cenas do show de lançamento, ocorrido em abril na Clash Club (SP). Agora, Raphael Castejon (vocal), Alex Gizzi (guitarra), Fabricio Modesto (guitarra e vocal), Rafa P.Ciano (baixo) e Cadu Gomes (bateria) apresentam mais um vídeo, desta vez para a faixa-título.

Com produção da Vértice Filmes, o clipe teve produção artística de Rafi Sousa e Gabriela Genangelo, e foi dirigido pelo vocalista Raphael Castejon. “Miragem” fala de pessoas que se apoiam nos paradigmas religiosos contra os problemas materiais e ilustra a dualidade entre o conceito de sagrado e a coerência científica.

Veja o clipe de “Miragem” em https://www.youtube.com/watch?v=YX13-Z-JJZo

“No clipe uma atriz simboliza a personificação da natureza como Ser. O Ser que nos referimos é o Todo e o Todo não pode ser representado. Ela elucida a lei natural da vida, já que a musica cita “seu santo se quebrou” uma metáfora as pessoas que se apoiam em crenças esperando que seus problemas materiais se resolvam”, explicou Castejon. “Este é o terceiro clipe que lançamos do álbum ‘Miragem’ e o feedback tem sido muito positivo. As pessoas estão entendendo de fato a nossa mensagem e isso é gratificante. Estamos preparando algumas novidades para o primeiro semestre de 2018”, concluiu o guitarrista Alex Gizzi.

Site relacionado: https://www.trayce.com.br

Contato para shows: contato@trayce.com.br

Nova edição digital de “Defender Of Metal”, do Hellish War, já está disponível

O clássico disco de estreia do grupo agora também está disponível em todas as principais plataformas de música e inclui uma faixa bônus inédita

“Defender Of Metal” é um dos melhores álbuns de metal tradicional de toda América do Sul”. Essa afirmação é do alemão Volker Raabe, produtor de shows e empresário, responsável pelo SwordBrothers Festival, um dos mais importantes festivais europeus voltados exclusivamente ao metal ‘old school’ e que teve o Hellish War como atração em sua edição de 2009.

Muitos são os metalheads ao redor do mundo que se fariam valer da declaração acima. Originalmente lançado pela Megahard Records em 2001, “Defender Of Metal” é uma verdadeira declaração de amor ao heavy metal. Músicas como “We Are Living For The Metal”, “The Sign”, “Memories Of A Metal” e a faixa título tornaram-se hinos de devoção incondicional ao Metal para muitos fãs da banda espalhados pelo Brasil e principalmente Europa, onde a banda já excursionou duas vezes.

“Defender Of Metal” não só projetou a carreira do Hellish War internacionalmente, mas moldou a personalidade musical do grupo que foi aprimorada nos trabalhos subsequentes, “Heroes Of Tomorrow” de 2008 e “Keep It Hellish” de 2013. O disco ao vivo “Live In Germany” (2010) também veio recheado de clássicos do debute e provou o poder de fogo dessas faixas entre o público europeu.

Passados 15 anos do lançamento de “Defender Of Metal” – que ganhou versão europeia através da gravadora alemã Pure Steel Records -, o Hellish War se viu na obrigação de celebrar a data junto aos fãs através de um relançamento especial do álbum e alguns shows especiais que aconteceram ao longo do ano de 2017.

“Defender Of Metal” agora pode ser ouvido em streaming ou adquirido através das principais plataformas de música digital. Na nova versão os fãs da banda poderão ouvir a regravação inédita da faixa título do álbum, agora com as vozes do atual vocalista, Bil Martins.

Spotify: https://goo.gl/UaWPMm
Deezer: https://goo.gl/1CuyWq
Google Play: https://goo.gl/M92gp2
iTunes: https://goo.gl/Cb6JQ1

Além de Bil, o Hellish War também é formado pelos guitarristas Vulcano e Daniel Job, o baixista JR e o baterista Daniel Person.

Mais Informações:
www.hellishwar.com.br
www.facebook.com/hellishwar
www.twitter.com/hellishwar
www.youtube.com/hellishwarofficial

MX lança o clipe da novíssima “Fleeing Terror”

Nesta semana os thrashers do MX lançaram o videoclipe da novíssima “Fleeing Terror”, que estará no próximo álbum da banda, que terá todos os detalhes revelados nas próximas semanas.

Para conferir “Fleeing Terror”, assista aqui:
https://www.youtube.com/watch?v=MP3Acfk1lH4

O que dá para adiantar do novo trabalho do MX, é que será um álbum com 10 músicas, está sendo gravado no Estúdio Lamparina, em SP, e terá a produção de Tiago Hóspede, em parceria com a banda. A previsão de lançamento é para o primeiro trimestre de 2018;

O álbum promete vir recheado com grandes composições, explorando as raízes do thrash metal de uma forma agressiva, porém atualizada – segundo algumas pessoas que já ouviram as músicas, será disparado o melhor trabalho da banda, o que vai surpreender muita gente.

Inscrevam-se no canal do MX no YouTube e acessem a fanpage no Facebook, para mais informações (links no final!)

No dia 26/11, o programa Pegadas de Andreas Kisser da 89FM rolou “Fleeing Terror” em primeiríssima mão – antes do lançamento do videoclipe. Ouça o programa, aqui:

https://soundcloud.com/user-912278236/pegadas-26-11-17-ego-kill-talent-e-sergio-dias-mutantes

O MX foi formado no ABC Paulista em 1985, e possui os seguintes álbuns; “Simoniacal” (1988), “Mental Slavery” (1989), “Again” (1997), “The Last File” (2000) e “Re-Lapse” (2014). A banda é considerada uma das mais importantes do gênero no país. Entre os admiradores da banda estão o vocalista do Ghost, Papa Emeritus, e Michael Amott, do Arch Enemy (ex-Carcass).

A formação da banda traz Alexandre “Dumbo” Gonçalves (guitarra e vocal), Décio Jr. (guitarra), Alexandre “Morto” Favoretto (baixo e vocal), e Alexandre Cunha (vocal e bateria)

Imprensa/Press: lpiantonni@lanciare.com.br

Siga o MX em seus canais oficiais:
http://www.bandamx.com.br/
https://www.facebook.com/mxthrash/
https://www.youtube.com/channel/UCqexmmFrI5U0Z6VchJXtpcQ