RESENHA: THE CROSS – Flames Through Priests

Por Silvio Pasquim

Este EP “Flames Through Priests”, trabalho de retorno da banda de Doom Metal THE CROSS, já vale logo de cara por ser um item de colecionador. Um trabalho que qualquerbanger que acompanhe e apoie a cena brasileira, tem obrigação de adquirir, pois trata-se do relançamento da Demo “The Fall”, primeiro registro da história do Doom Metal nacional, acrescido de duas composições inéditas, e que já apontam para o que será o debut álbum destes veteranos.

“Flames Through Priests” tem início com as inéditas “Cursed Priest” e “Sweet Tragedy”, que resgatam aquela aura mórbida dos primeiros anos de carreira da banda, justamente quando lançaram no início da década de noventa a Demo supracitada. Longas, arrastadas na medida certa e muito bem estruturadas, esta duas composições têm tudo para agradar em cheios aos amantes do estilo, pois trazem referências muito bem vindas do Black Sabbath, Trouble, My Dying Bride, Ahab e Isole. Já a “The Fall” recebeu um novo tratamento em estúdio, mas fiquem sossegados, pois toda a sujeira rústica das produções dos anos noventa está intacta aqui, garantindo o entretenimento dos mais saudosistas.

Mais uma grande obra lançada no Brasil pela Eternal Hatred Records, que já anunciou odebut álbum dos caras para o primeiro semestre de 2016. Resta-nos esperar, tendo a certeza que os pioneiros do Doom Metal estão cada vez mais fortes em sua jornada rumo ao reconhecimento em novos mercados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Post Navigation