RESENHA: Festa de 5 anos do Aquarius Rock Bar

Texto: Tiago Nascimento
Fotos: Felipe Domingues

Na noite do último sábado, dia 8 de outubro, foi comemorado o aniversário de 5 anos de uma das melhores casas de rock da cidade de São Paulo, o Aquarius Rock Bar.

A festa começou com a banda paulista Benigna, formada por Manuh (Vocal), Felipe (Guitarra/Vocal), Richard (Guitarra) Julio Davi (Baixo) e Azis (Bateria), banda que iniciou as atividades no ano de 2009 e vem mostrando muita qualidade e competência em eventos independentes e foi convidada para este evento para dar início a noite de comemorações com muita energia.

04

Na sequencia subiu ao palco do Aquarius a banda que é considerada por muitos a melhor banda de hard core nacional, Dead Fish, com suas músicas com discursos “politizados e revolucionários” a banda trouxe ao público paulistas grandes sucessos como “Tão Iguais”, “Venceremos”, “Autonomia”, “Bem vindo ao Clube”, “Sonho Medio” e “Molotov”, levando os fãs ao delírio que não pararam de pular e cantar durante toda apresentação da banda.

Mesmo com 25 anos de estrada, o Dead Fish mantém a mesma performance e energia do início da carreira, que na minha opinião faz com que os fãs sejam fieis e frenéticos nos shows, destaque para os famosos “mosh”, onde a banda libera o palco para que a galera suba ao palco e pule a vontade, mesmo não tocando o clássico “Contra Todos”, a banda agradou o público e se despediu agradecendo pelo convite para participar daquele importante festa. O Dead Fish é Rodrigo Lima (Vocal), Marcos Melloni “Marcão” (Bateria), Ric Mastria (Guitarra) e Alyand (Baixo/Vocal).

05

E para finalizar esta grande festa, subiu ao palco do Aquarius, Jimmy London e sua trupe, para colocar a casa abaixo e agradar o público que aguardava a apresentação da banda com muito euforismo e ansiedade.

O Matanza esta em turnê do último álbum “Pior Cenário Possível” lançado 2015, e retornou a cidade de São Paulo trazendo ao público grandes clássicos como “Ressaca Sem Fim” e “Ela Roubou Meu Caminhão”, dando destaque para a zoeira de Jimmy com o baixista Dony Escobar e a alopração com Maurício Nogueira (Guitarra) durante as pausas das músicas.

09

Após as primeiras músicas, Jimmy já entoou sua tradicional frase “Puta que o Pariu São Paulo”, o vocalista merece um destaque a parte com sua presença de palco e a indução as rodas de bate cabeça, onde inclusive as mulheres participam e se divertem com a “dança”.

A sonoridade da banda evoluiu muito nos últimos anos, e durante o show presenciamos muitos sócios do “Clube dos Canalhas” onde sempre é praticada a “Arte do Insulto”. Com aproximadamente 2 horas de show mesclando músicas atuais e grandes clássicos o Matanza finalizou o show e a grande festa do Aquarius com o público em coro:

13

Somos amigos em terra
Somos amigos no mar
Juntos fomos á guerra
Juntos estamos no bar
Estamos todos bêbados, porque até quem não bebe sai do show do Matanza bêbado“.

Agradecemos e parabenizamos o Aquarius Rock Bar pela grande festa, e a MR Produções e Luciano Piantonni pela oportunidade.

Álbum de fotos:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Post Navigation