ENTREVISTA: STEFAN DO VAN CANTO

Nossa redatora Letícia Okabayashi, entrevistou o vocalista Stefan Schmidt, idealizador da banda alemã de metal a cappella VAN CANTO. Na entrevista Stefan conta como surgiu à idéia de montar uma banda de metal a cappella, a escolha dos demais membros da banda, sobre o novo álbum “Hero” e sobre o futuro da banda. Confira:

Oi, Stefan, tudo bem?
Stefan – Tudo bem, obrigado!

Primeiro de tudo, como você teve a ideia de formar uma banda apenas com um instrumento e o resto feito por vozes?
Stefan – Depois de me separar da minha primeira banda, eu queria tentar algo direcionado a voz. Não era planejado ser um projeto deixando de lado os instrumentos completamente, mas no final virou isso. Foi um projeto de estudio se tornando cada vez maior.

Qual foi a reação dos seus colegas de banda quando você os convidou pra fazer parte disto?
Stefan – Bom, foi necessária uma grande imaginação pra entender a idéia, porque eu só mostrei a eles estruturas de músicas com piano e vocais principais. Mas todos os membros foram espertos o suficiente pra tentar.

E por que você os escolheu?
Stefan – Eu os conheço de apresentações que fizemos juntos com minha primeira banda. Eu queria ter vocalistas únicos e de bom caráter. Todos foram a primeira escolha.

Foi muito dificil para as pessoas entenderem a idéia da banda? Como foi o retorno no começo e como é agora? Algo mudou?
Stefan – Na verdade nao. Claro que muitas pessoas nos conhecem hoje, mas aqueles que nao sabem quem nós somos ficam surpresos quando ouvem Van Canto pela primeira vez. Eu acho que leva um pouco de coragem realmente dizerem que gostam de Van Canto, porque é uma forma diferente o que fazemos. Mas é uma boa coisa. A cada critica que encaramos, em sites e etc, muitos fãs respondem pra dizer o quanto Van Canto é grande.

De onde vem sua inspiração pra fazer as melodias e letras?
Stefan – As musicas do Van Canto contam historias sobre força interior, entao a maioria das idéias vem de dentro. Tambem os covers sao musicas que eu tenho carregado em mim há anos.

Como as músicas são compostas?
Stefan – As músicas são compostas no piano, acordes e vocais principais. Depois disso eu organizo a bateria e faço o arranjo de metal-à-capela.

E como é a substituição dos instrumentos pelas vozes?
Stefan – Dá muito trabalho, haha. Imagine que você só pode cantar um tom a cada tempo. Entao pra criar um acorde forte você já tem que ter gravado 3 ou 4 vozes. Então tudo é um pouco mais exaustivo mas muito satisfatório no final.

Mas todos vocês tocam ‘reais’ instrumentos?
Stefan – Só a Inga e o Sly que só cantam. O resto da banda tocam instrumentos como guitarra, baixo ou piano.

Quais bandas são suas influencias?
Stefan – Considerando em letras de músicas, como compositor devo citar Blind Guardian, Nightwish e Metallica. Eu gosto muito de Europe também.

Por que você mudou o baterista depois de alguns shows na Alemanha? E por que o novo baterista foi escolhido?
Stefan – Strilli, nosso primeiro baterista, tinha muitas bandas ao mesmo tempo. Quando nós percebemos que Van Canto ficou um pouco mais sério ele rapidamente avisou que não teria tempo o suficiente. Então nós decidimos procurar um novo baterista. Strilli ainda é nosso amigo. Bastian era meu colega de banda há muito tempo, desde 1996, então a única coisa a fazer foi perguntar a ele.

Van Canto ficou conhecido em todo o mundo depois do primeiro album “A Storm to Come”. Vocês esperavam que seria tão rápido e ter tantos fãs, principalmente no Brasil?
Stefan – Há fãs aqui na Alemanha que acreditavam que éramos uma banda brasileira porque nós temos muitos fãs aí, hehe. Nós nao esperávamos tal coisa. É maravilhoso.

Então, vocês ficaram mais conhecidos aqui pela internet (youtube). Na sua opiniao, a internet e os downloads ajudam ou prejudicam as bandas?
Stefan – Não ajuda e não prejudica, porque todos usam. O que conta é a música, a linha, a idéia unica e todo o trabalho que você põe na banda.

Antes de virem pro Brazil, vocês imaginavam quantos fãs tinham e a reação deles quando chegassem aqui?
Stefan – Não tinhamos mesmo… foi maravilhoso.

E como foi a tour do Van Canto pelo Brasil? O que vocês mais gostaram do público brasileiro?
Stefan – As entrevistas foram ótimas, os programas de tv e rádio foram ótimos também… Mas os shows ao vivo foram impressionantes, demais!

Nas rádios Kiss e Corsário, o baterista, Basti, ‘cantou’ a bateria nas músicas do Iron Maiden. No começo você teve a idéia de não colocar bateria na banda?
Stefan – Não. Eu tinha pensado em beatbox mas percebi que isso não é metal.

Deixando o Brasil, dias depois vocês estavam prontos pra tocar no Wacken Open Air 2008. Como foi a sensação de tocar no maior festival de rock do mundo, tenho apenas 2 anos de estrada?
Stefan – Nós tinhamos apenas 1 ano na estrada! Mas claro que foi um sonho que se tornou real. Um maravilhoso publico! Podem ser comparados com os brasileiros, eu acho, haha.

Eu acho que os shows no Wacken abriram muitas portas pra vocês. Vocês tocarão lá no proximo ano?
Stefan – Veremos. Nós tentaremos tocar lá em 2010. Nao posso dizer ainda.

Agora falando do novo album, “Hero”, como foi a composiçao e gravaçao? Eu penso que uma banda apenas com vozes e bateria é bem mais dificil de gravar do que uma banda convencional, e ficou diferente do primeiro cd.
Stefan – É, como eu disse, é muito trabalho. Mas trabalhar com Charlie Bauerfeind fez com que tudo ficasse interessante e relax. Como produtor do Blind Guardian ele definitivamente sabe como inserir vozes – e muitas delas, haha – na direção certa. Nós colocamos muito trabalho nas vozes da guitarra ‘rakkatakka’, e estamos muito felizes com o resultado.

E agora nós podemos não só ouvir RAKKATAKKA, porque outros sons vieram como este… você pode dizer outro som criado pra cantar suas novas músicas? heheheh
Stefan – Claro, MOMOMO e DANDANDAN and RIDDLEDIDIDDLEDEE e assim por diante, haha. Tente você!

Houve uma grande diferença dos primeiros clipes para o “Speed of Light”. Eu acho que foi porque nos primeiros vocês mesmos fizeram e este ultimo teve uma grande produção. O que você diz sobre isso?
Stefan – Assim como no clipe da “Wishmaster” [Nighthwish cover], nós trabalhamos com uma companhia de produção profissional. Bem, nós nos divertimos muito e gostamos demais do resultado.

Como está sendo a aceitação das pessoas sobre o cd novo?
Stefan – Maravilhosa. Eu acho que estão gostando. Pelo menos nossos shows são esgotados na maioria das vezes, então eu acho que eles gostam, haha.

Neste novo album vocês o fizeram metade com covers. As bandas ficaram sabendo das suas músicas ‘cantadas’? O que disseram?
Stefan – Hansi do Blind Guardian gostou. E sabemos que Manowar e Nightwish gostaram de seus covers também.

No final do show no Inferno Club, no Brasil, os fãs puderam ouvir a versão que vocês gravaram da “Carry On” do Angra. Por que essa musica nao está no novo cd?
Stefan – Nós pensamos em grava-la separadamente… o tempo dirá.

Como foi a idéia de adicionar um dvd ao novo album?
Stefan – Pra entender como nós realmente cantamos todas as vozes, é importante ver como nós movemos nossos lábios e realmente cantamos. Então nós quisemos colocar muitas filmagens no nosso album.

Vocês fizeram covers como Battery, Wishmaster, Fear of the Dark, Stormbringer, Kings of Metal. Foi um desafio pra vocês todos gravar essas musicas de algumas das bandas mais influentes do mundo?
Stefan – Sim, mas esta foi a idéia. Nós queriamos mostrar que as vozes realmente podem produzir sons pesados e fizemos um bom trabalho, eu espero.

Quais são os planos do Van Canto para 2009?
Stefan – Nós estamos em turne na Europa desde outubro passado, e finalizaremos nossa tour com uns festivais juntos com Edguy, Manowar e hammerfall neste verão. Nós entraremos em estúdio de novo no segundo semestre.

Muitos fãs no Brasil estão esperando pela volta de vocês. Vocês rpetendem tocar de novo aqui, no Wacken Rocks Brasil ou em alguma outra data?
Stefan – Nós definitivamente queremos e tentaremos arranjar algumas datas com produtores interessados.

Sobre a música Pathfinder, há uma parte que parece uma percussão brasileira, foi essa a idéia real?
Stefan – Sim, nós queríamos dar aos fãs brasileiros algo unico porque eles nos receberam muito gentilmente.

Stef, muito obrigada pela entrevista, nós desejamos ao Van Canto muito sucesso e eu peço a você que deixe uma mensagem aos fãs brasileiros e aos leitores do Ponto ZerØ.
Stefan – Obrigada pela entrevista e continuem nos visitando no site www.vancanto.de pra ver as novidades, novas musicas e talvez uma nova turne no Brasil.
Se cuidem! Rakkatakka!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Post Navigation