ANDROMEDAS XPERIMENT: BANDA LANÇA SEU PRIMEIRO SINGLE OFICIAL ESTA NOITE

Incluídos dentro do estilo “Power Metal Prog” a Andromedas Xperiment iniciou suas atividades no ano de 2002 na cidade mineira de Juiz de Fora. Desde então, em suas diversas apresentações ao vivo, vem encantando sempre seu público, por todo lugar que passa.

Subindo em grandes palcos de festivais renomados da região, sempre com uma apresentação e uma performance única, os caras vem fazendo um “Metal” de alta qualidade reconhecido pelos amantes e adeptos os amantes do estilo.

A banda acaba de oficializar sua parceria com a Sunset Metal Press e se prepara para o lançamento de seu novo EP que deve estar disponível no início do ano. O primeiro single a ser disponibilizado, “My Dreams”, será divulgado nesta Quarta-Feira, 10/12 e é o primeiro trabalho de estúdio com a atual formação, que passou por diversas mudanças até se firmar no que é agora. O single inédito vem como uma prévia do que a banda está preparando para o público do Metal nacional em 2015.

www.facebook.com/andromedasx
www.myspace.com/andromedasx
www.reverbnation.com/andromedasxperiment
www.sunsetmetalpress.com/pt/andromedasxperiment

Contato: contato@andromedasxperiment.com.br

Multiplicidade musical do The Leprechaun é destaque na imprensa

“Long Road”, novo álbum do grupo, transita com facilidade entre diversas texturas sonoras

 As origens são do punk rock e a base o folk tradicional, mas as referencias vão além: bluegrass, country, música celta, etc. O grupo paulistano The Leprechaun ganhou as páginas dos sites e revistas especializados em música nos últimos meses.

Long Road“, seu novo álbum, tem recebido calorosos elogios de diversos jornalistas, em especial por conta dessa multiplicidade de referencias e influências trazidas pela banda, contribuindo para uma sonoridade criativa e original.

O respeitado jornalista Fabian Chacur (site Mondo Pop) publicou que “Long Road”, do The Leprechaun, é “Um marco no folk feito no Brasil“.

Já Luciano Vitor, do site Under Floripa, avaliou o álbum com nota máxima (10,0) e declarou que o “The Leprechaun é um daqueles achados sonoros“.

Long Road” tem conseguido se destacar até mesmo em sites especializados, como é o caso do blog Arte Metal, voltado ao som pesado.

Simplesmente viciante!“, escreveu o editor do blog, Vitor Franceschini, que avaliou o disco com nota 9,0.

Long Road” foi lançado no início do ano pela gravadora Hearts Bleed Blue (mesmo selo de bandas como Blind Pigs, Dance Of Days, Bidê ou Balde e Zumbis do Espaço), e reúne 12 faixas que foram gravadas numa fazenda no interior de São Paulo. A masterização foi feita nos Estados Unidos por John Golden (Green Day, Pearl Jam e Flogging Molly).

Dois videoclipes foram produzidos para promover o álbum. O primeiro para a música “Hold The World” e o mais recente para “How Brave We Are“. Ambos podem ser conferidos no Youtube:

http://youtu.be/8T19cMG3pok – Hold The World
http://youtu.be/DQgQKwhENp0 – How Brave We Are

Mais Informações:
www.leprechaun.com.br
www.facebook.com/lpnpage
www.youtube.com/lpnpage
www.reverbnation.com/lpnpage
www.myspace.com/lpnpage
www.soundcloud.com/lpnpage

RESENHA: MACHINARIA – “SACRED REVOLUTIONS, PROFANE REVELATIONS”

Por: Rodrigo Paulino

MachinariA é uma banda de Bagé (RS), que mistura o peso do trash metal, com o progressive e o heavy metal tradicional. Nessa resenha posso adiantar a todos vocês que o que mais me chamou a atenção foi a voz do vocalista Luciano Ferraz. O álbum Sacred Revolutions, Profane Revelations, traz à cena as torturas e crueldade que houveram na época da Inquisição.

A faixa de abertura, Iconoclast te leva a outro nível, corais invadem e tudo para, temos uma espaçada e bem executada instrumentação que não deixa nada a desejar, é obscuro, e os corais ajuda a manter o clima, então a faixa engata, é um misto de como se o dia a dia do ser humano estivesse ligado ao espiritual, o certo e o errado? Quem dita? Quem é o Iconoclasta? É uma música tensa, pesada em dados momentos com aqueles elementos do metal progressivo marcantes. Scapegoat os vocais mais agressivos e mais rasgados, o baterista deve ter suado um bocado para esse resultado marcante nessa música, é muito marcado por vocais rápidos e gutural no refrão, possui um dos solos mais interessantes intercalados com bateria.

Act of Justice mais uma faixa brutal, no entanto mostra muito de como o vocalista é versátil, possui uma velocidade e um peso sem igual, acompanhada da voz rouca. Vamos bangear? Essa música é um convite perfeito para isso num determinado ponto, então ela volta a um clima pesado e menos rápido, mas bem compassado. E então voltamos à agressividade, essa música é uma montanha russa. Holly Office é uma faixa cheia de cadência é uma das faixas mais dinâmicas vocalmente falando, ela se desenvolve muito bem. Em determinado momento a música adquire um tom que te faz esquecer um pouco o peso anterior para terminar com um vocal rasgado.

A faixa tema do álbum “Pictures of The Dark” começa com o peso presente em grande parte das músicas, mas o vocal de Luciano é acompanhado mais pelo baixo, no entanto o ritmo da música cresce com a guitarra, acho interessante o fator surpresa que eles imprimem nessa faixa, com o início, você não imagina que a música ganharia as proporções que ela alcança. A faixa tema “Sacred Revolutions, Profane Revelations” inicia com o baixo presente e a guitarra e abateria aparecendo com o tempo, temos uma música com início mais lento e um refrão agitado, fato, essa é a faixa mais dinâmica do álbum, tranquila, progressiva e agressiva, ela trabalha muito bem em todo o contexto do álbum. Entra naquelas faixas que te enganam: quando você acha que acabou, lá vem Luciano com guturais que arrepiam seguido de guitarras fantásticas.

New eyes, old lies é agressiva e rápida, segue bem o que as outras faixas ofereceram, no entanto, os vocais apesar de serem os mesmos ouvidos no decorrer do álbum, parece mais livre, mais solto, a música se torna cadenciada e viciante, então ela se desenrola novamente como uma locomotiva a todo vapor, o bateria pira o ouvinte também.

Shallow Grave para encerrar o álbum é levado a pitadas de mais trash, é rápida e carregada com os vocais, deixando os bangers doidos. A variação na música é bem perceptível, no seu ritmo e na sua execução, cada um tem a sua vez. Chegamos finalmente em Burning My Soul, inicia com uma reportagem, uma entrevista para ser mais exato, começando com as guitarras abrindo para o vocal rasgado, riffs, é uma faixa perfeita para um encerramento, pois ela não foge em segundo algum da proposta do álbum ou da banda. Essa música é muito pesada e muito boa para se escutar.

MachinariA é uma boa pedida para grandes fãs de heavy metal e trash metal, possui um vocalista muito versátil e é rica nos instrumentais, conseguem perfeitamente o conceito do álbum, sobre as torturas, antigas e contemporâneas. Uma grande revelação do metal nacional.

MachinariA é:

Luciano Ferraz – Vocais
Matheus Leal – Guitarra
Alan Quintana – Guitarra
Luiz Mario Moraes – Baixo
Bruno Dachi – Bateria

As faixas do álbum – “Sacred Revolutions, Profane Revelations”
1 – Iconoclast
2 – Scapegoat
3 – Act of Justice
4 – Holly Office
5 – Pictures of the Dark
6 – “Sacred Revolutions, Profane Revelations”
7 – New Eyes, Old Lies
8 – Shallow Grave
9 – Burning My Soul (BONUS)

Sonata Arctica: mais infos sobre longa tour pelo Brasil em 2015

Finlandeses retornam ao Brasil pelo terceiro ano consecutivo – foto: divulgação

A banda finlandesa Sonata Arctica, um dos nomes mais comentados do heavy metal mundial nos últimos anos, recentemente, confirmou retorno a América Latina e como não poderia ser diferente, o Brasil é passagem obrigatória. Declaradamente apaixonados pelo país, o grupo já está na expectativa em rever seus enlouquecidos fãs.

Os finlandeses colecionadores de discos de ouro desembarcam, entre fevereiro e março, trazendo a turnê promocional do álbum “Pariah’s Child” para apresentações em sete cidades brasileiras. A previsão é que sejam agendados aproximadamente 20 shows, passando por vários países diferentes, durante cinco semanas ininterruptas.

Com 15 anos de carreira e milhões de álbuns vendidos em toda Europa, Tony Kakko (vocal), Elias Viljanen (guitarrista), Pasi Kauppinen (baixo), Henrik Klingenberg (teclado) e Tommy Portimo (bateria) tornaram-se um dos mais influentes nomes da proeminente cena escandinava.

A turnê pela América Latina é mais uma realização da Dynamo Produções. Até o momento, as datas são as seguintes:
26/02 – Mirage Eventos – Limeira (SP)
27/02 – Centro de Eventos Pedro Bortolosso – Osasco (SP)
28/02 – Aquarius Rock Bar – São Paulo (SP)
01/03 – Music Hall – Belo Horizonte (MG)
03/03 – Circo Voador – Rio de Janeiro (RJ)
05/03 – Music Hall – Curitiba (PR)
06/03 – Opinião – Porto Alegre (RS)
08/03 – El Teatro – Buenos Aires, Argentina
11/03 – Centro de Eventos Chimkowe – Santiago, Chile
13/03 – Estádio Rock and Soccer – Antofagasta, Chile
15/03 – TBA – La Paz, Bolívia
16/03 – Lima – Peru (TBC)
17/03 – TBA – Bogotá, Colômbia
19/03 – TBA – Tijuana, México
21/03 – TBA – Monterrey, México
22/03 – TBA – Cidade de México, México
24/03 – TBA – Cancun (TBC), México

Os ingressos para os shows em Osasco, São Paulo e demais cidades, já estão à venda antecipada pelo site da Ticket Brasil (www.ticketbrasil.com.br). Mais informações no serviço abaixo e em http://dynamoprod.com.br/hotsite/sonata-arctica-2015/index.php.

Após lançar 12 álbuns, o grupo segue em bem-sucedidas excursões pelo Mundo e ainda conquistando novos fãs com suas belas performances. Com um set list bem elaborado e a execução de diversos clássicos, a nova excursão tem atraído grande público.

Formado em 1995, na litorânea porém fria cidade de Kemi, o Sonata Arctica lançou o debut álbum “Ecliptica” quatro anos após. Foi apenas preciso este trabalho para inseri-los no mercado. Com o decorrer do tempo e dividindo o palco com nomes consagrados como Iron Maiden, Gamma Ray, Stratovarius, entre outros, não demorou muito para serem reconhecidos como uma potencia da música pesada.

O exemplo do sucesso está bem exemplificado no último disco “Stones Grow Her Name”, que recebeu disco de ouro logo na semana de lançamento. Esta foi a 9ª vez que eles conquistaram um disco de ouro. Nos EUA, o CD entrou direto na 9ª posição na Billboard Heatseekers Chart.

Links relacionados:
http://www.sonataarctica.info
http://www.facebook.com/sonataarctica
http://www.youtube.com/SonataArctica
http://www.dynamoprod.com.br
http://www.theultimatemusic.com

Serviço Osasco
Amplitude Produtora & Studio e Dynamo Produções apresenta Sonata Arctica
Data: 27 de fevereiro de 2015
Local: Centro de Eventos Pedro Bortolosso
End: Av. Visconde de Nova Granada, 513 – Jardim Alvorada (bem próximo à estação de Trem Comandante Sampaio, da Av. dos Autonomistas e da Marginal Tietê.
Hora: 19h30 – open doors
Banda convidada: Troll
Ingresso (1º lote): R$: 60,00 (pista meia/promo Metal do Bem) | R$: 120,00 (pista inteira)
Ingresso Online: https://ticketbrasil.com.br/show/2620-sonataarctica-osasco-sp/

Pontos de Venda:
OSASCO
B2 Surf: Wear Av. dos Autonomistas, 5059 – Km 18 | (11) 3695-2884
Microcamp: Av. Dos Autonomistas, 2725 | (11) 3699-0111
CARAPICUÍBA: A Lenda Tattoo – Travessa David Salomão, 14 – Calçadão | (11) 4183-1071
BARUERI: Point Hippie – Rua Campos Sales, 173 – Centro Barueri | (11) 4198-8054
ITAPEVI: Casa Marley – Ladeira Hugo Michellotti, 18 – Centro | (11) 4773-3129
SÃO PAULO: Die Hard – Galeria do Rock Loja 313 – Av. São João, 439 2º Andar – República

Infos: http://dynamoprod.com.br/hotsite/sonata-arctica-2015/index.php
Cartaz: http://dynamoprod.com.br/hotsite/sonata-arctica-2015/images/cartazes/27-fev.jpg

Serviço São Paulo
Dynamo Produções orgulhosamente reapresenta Sonata Arctica
Data: 28 de fevereiro de 2015
Local: Aquarius Rock Bar
End: Rua Iososuke Okaue, 40 (próximo ao Metrô Itaquera)
Hora: 20h (open doors) | 22h (showtime Sonata Arctica)
Bandas convidadas: Seventh Seal (0h15) | Sattva Rock (01h15) e Perception (02h15)
Ingresso (1º lote): R$: 60,00 (pista meia) | R$: 120,00 (pista inteira) ESGOTADO
Ingresso (2º lote): R$: 70,00 (pista meia/promo Metal do Bem) | R$: 140,00 (pista inteira)
Ingresso online: https://ticketbrasil.com.br/show/2619-sonataarctica-sp/

Pontos de venda:
São Paulo
Bilheteria Aquarius Rock Bar
Galeria do Rock: lojas Consulado do Rock, Die Hard, SP Rock e Black Tea
CadaQual (Consolação), Shopping Oriente 500 (Brás), Twister Games (Itaquera) e School Of Rock (Moema)
Santo André: Metal Music
São Bernardo do Campo: Age of Dreams
São Caetano do Sul: School Of Rock
Diadema: Twister Games

Infos: http://dynamoprod.com.br/hotsite/sonata-arctica-2015/index.php
Cartaz: http://dynamoprod.com.br/hotsite/sonata-arctica-2015/images/cartazes/28-fev.jpg

Novo videoclipe “Till The End” da Girlie Hell já disponível

Já está disponível o novo videoclipe “Till The End” da banda feminina de metal Girlie Hell. A música aparece no Lado B do compacto em vinil vermelho “Hit And Run” que acabou de ser lançado em todo mercado nacional pela Monstro Discos.

O vídeo de “Till The End” foi produzido pela Natora Filmes com direção da própria baterista Carol Pasquali e contou com participação de todas as outras integrantes da banda na produção.

Till The End” já pode ser assistido no canal oficial da banda no Youtube:

Hit And Run” é sucessor do debute “Get Hard!” (2012) e além de “Till The End” também traz a faixa “Gunpowder” no Lado A. O trabalho foi gravado no Mr. Som Studio em São Paulo sob produção de Marcello Pompeu e Heros Trench e masterizado no West WestSide Music nos Estados Unidos por Alan Douches, produtor especialista em death metal e que já assinou trabalhos do Cannibal Corpse, Death, Deicide, Krisiun, Mastodon, entre outros.

Mais Informações:
www.girliehell.com
www.facebook.com/girliehell
www.youtube.com/GirlieHellBand
www.twitter.com/girliehell
www.soundcloud.com/girliehell
www.instagram.com/girliehell
www.monstrodiscos.com.br (Gravadora)

The Birthday Massacre: Interatividade é a palavra-chave nesta banda. Assista novo vídeo!

‘Beyond’, o vídeo, foi dirigido por pelo ilustrador, diretor e produtor de design Dan Ouellette, famoso pela sua fusão de influências oriundas de [Maurits Cornelis] Escher, [Salvador] Dalí e Jean Henri Gaston Giraud [aka. Moebius]. Os mais atentos já conheciam sua relação com a The Birthday Massacre através dos ótimos clipes de ‘Blue’ e ‘Looking Glass’, porém seu forte também reside em short films, como o premiado ‘Chasing Sleep’, estrelado por Jeff Daniels. Até David Bowie teceu comentários ao artista, indicando uma linha tênue entre seu trabalho e o do saudoso criador de Alien, H.R. Giger.

As vendas de ingressos continuam. Faltam bem poucos para a apresentação de São Paulo, no entanto, por conta disto a dica é acessar a loja virtual no site da produtora resposável, DARK DIMENSIONS, isto é www.ingressosparashows.com.br, escolher a forma de pagamento desejada e efetivar a compra. Se o fã preferir, pode ir às lojas Hellion ou Profecias, ambas na Galeria do Rock, e comprar pessoalmente, mas em ambos locais a compra só poderá ser feita em dinheiro.

Serviços

São Paulo

Data: 24 de janeiro
Local: Inferno Club – Rua Augusta, 501 Consolação [próximo às estações de metrô Consolação e Anhangabaú]
Horário: 20h (abertura da casa às 18h)
Censura: 16 anos

PISTA PROMOCIONAL: R$ 90,00
PISTA ESTUDANTE: R$ 70,00

VENDA ONLINE: www.ingressosparashows.com.br

VENDA FÍSICA: Galeria do Rock – Lojas Hellion e Profecias

Porto Alegre

Data: 23 de janeiro
Local: Teatro CIEE – Rua Dom Pedro II, 861 – Bairro Higienópolis
Horário: 20h30 (abertura da casa às 18h30)
Censura: 16 anos

PLATÉIA BAIXA: R$ 90,00*
PLATÉIA ALTA: R$ 70,00*
MEZANINO: R$ 70,00*
CAMAROTE: R$ 90,00*

*Promocional antecipado e estudantes

Venda exclusiva: www.ingressosparashows.com.br

Rio de Janeiro

Data: 25 de janeiro
Local: Teatro Odisséia – Av. Mem de Sá, 66 – Centro
Horário: 20h (abertura da casa às 18h)
Censura: 18 anos (abaixo [até 14 anos] somente acompanhados do pai ou da mãe)

PISTA PROMOCIONAL: R$ 90,00
PISTA ESTUDANTE: R$ 70,00

INGRESSOS ONLINE: https://ticketbrasil.com.br/show/thebirthdaymassacre-rj/

VENDAS FÍSICAS NAS LOJAS:

ROCK FOR YOU [Duque de Caxias] – SHOPPING ESTAÇÃO FASHION – AV. PRESIDENTE KENNEDY, 1910 LOJA D5 – DUQUE DE CAXIAS – RIO DE JANEIRO – RJ – http://pdv.ticketbrasil.com.br/rj/loja/rock-for-you/

UMBRELLA FOR GAMES [Niterói] – RUA JOSÉ CLEMENTE, 62 ST 17 INFOCENTER SHOPPING, CENTRO
http://pdv.ticketbrasil.com.br/rj/loja/umbrella-for-games/

FANSLAND [Freguesia] – ESTRADA DOS TRÊS RIOS, 200 LOJA 106 BLOCO 3 – JACAREPAGUÁ
http://pdv.ticketbrasil.com.br/rj/loja/fansland/

SCHEHERAZADE – RUA CONDE DE BONFIM, 346 LOJA 209 – SAENS PENÃ – TIJUCA
http://pdv.ticketbrasil.com.br/rj/loja/scheherazade/

SEMPRE MÚSICA – GALERIA FIAMMA – RUA VISCONDE DE PIRAJÁ, 365 LOJA 11 – IPANEMA
http://pdv.ticketbrasil.com.br/rj/loja/sempre-musica/

HARD N’HEAVY – RUA MARQUES DE ABRANTES, 177 LOJA 106, FLAMENGO
http://pdv.ticketbrasil.com.br/rj/loja/hard-n-heavy/

Sites Relacionados
http://www.thebirthdaymassacre.com
https://www.facebook.com/TheBirthdayMassacre/
http://twitter.com/TBMassacre
http://thebirthdaymassacre.tumblr.com/
http://www.youtube.com/TBMOfficial

Jimmy Johnson faz show especial no Club A São Paulo WTC

Casa recebe uma das lendas do blues norte-americano no dia 09 de dezembro

O Club A São Paulo WTC apresenta mais uma atração internacional da melhor qualidade, na próxima terça-feira, dia 09 de dezembro (terça-feira), a casa recebe a lenda viva do Chicago Blues, Jimmy Johnson, em apresentação exclusiva.

Jimmy é um dos bluesmen mais conceituados e respeitados nos EUA. Sua voz de timbre característico se funde ao estilo inconfundível de tocar guitarra, fazendo dele um artista único e que faz incursões ao funk, soul e jazz como poucos. Aos 86 anos, pertence ao seleto time das lendas do blues norte-americano, do qual fazem parte Magic Sam e Albert King e sobrevive representado por poucos ainda vivos, como BB King e Buddy Guy.

A casa oferece em sua programação jazz & blues – Noites de Jazz Eldorado – todas as terças-feiras, com artistas e bandas nacionais e internacionais. As apresentações têm início a partir das 19h30 e o Happy Hour no bar da piscina às 17h30, com opções de elaborados drinks preparados pelos bartenders da casa e da gastronomia mediterrânea assinada pelo Chef Beto Daidone, sob as notas musicais da exclusiva programação que o clube apresenta.

Serviço: Show Jimmy Johnson
Data: 09/12/2014 – terça-feira
Horário show: 22h00
Valores: De R$60 à R$100

Reservas de mesas e informações:
(11) 3043 8343 – clubasaopaulo.com.br
Av. das Nações Unidas, 12.559 – piso C (Entrada pelo lobby do Hotel Sheraton WTC) – Bairro: Brooklin
Possui área para fumantes
Wi-Fi
Acesso para portadores de deficiência ou mobilidade reduzida
SelfParking dentro do WTC – R$30,00 ou Valet na porta do Hotel Sheraton – R$ 40,00
Formas de pagamento: Cartões de créditos (Amex, Visa, Mastercard, Redecard)/ Cartões de Débito/ Dinheiro
*NÃO ACEITA CHEQUES*
*Proibida entrada de menores de 18 anos e pessoas trajando camisetas regatas, bermudas, chinelos, papetes (e sandálias similares) e bonés*

ODUM libera novo single, “Create As Speak”

Grupo santista ODUM divulga mais uma música inédita.

A banda ODUM lançou seu novo single, “Create As Speak“, que já está disponível para download gratuito nos canais oficiais do ODUM na internet.

Create As Speak” foi gravada, produzida, mixada e masterizada pelo conceituado produtor musical Adair Daufembach (Hangar, Aquiles Priester, Project46) e co-produzida pelo ODUM. A música, que faz parte do novo material do grupo, já integrava o repertório ao vivo do ODUM desde meados de 2013. As gravações do single aconteceram em São Paulo, durante o primeiro semestre deste ano.

A capa do single foi feita pela Rok Design (http://www.facebook.com/rokdesign) e a sessão de fotos do ODUM é assinada pela fotógrafa Lilian Teixeira, do Estúdio Seven (http://www.facebook.com/estudioseven).

O single anterior do ODUM, “All Of Our Gods“, foi lançado em setembro passado junto com um lyric video (http://www.youtube.com/watch?v=sKEYlE9o3_g) com campanha de ajuda humanitária para crianças refugiadas de guerra da faixa de Gaza.

– Baixe grátis “Create As Speak” no SoundCloud:
http://www.soundcloud.com/odumhma/create-as-speak

– Baixe grátis “Create As Speak” no ReverbNation:
http://www.reverbnation.com/odum/album/84878-create-as-speak-single-2014

– Confira “Create As Speak” no YouTube:

Links relacionados:
http://www.odummusic.com
http://www.odumhma.bandcamp.com
http://www.facebook.com/odummusic
http://www.reverbnation.com/odum
http://www.soundcloud.com/odumhma
http://www.twitter.com/odummusic
http://www.youtube.com/odumhma

Seu Juvenal disponibiliza mais duas faixas de seu “Rock Errado”

“Asfalto” e “Homem Analógico” estarão no LP que o grupo lança em Janeiro de 2015

Muito punk para ser metal e muito vintage para ser indie. O Seu Juvenal é daquelas bandas de rock que, na falta de um adjetivo melhor, você chamaria de esquisita.

Formada em Uberaba/MG em 1997, antes eles atendiam pelo nome de Os Donátilas Rosários. Como não recebiam muitos convites para shows por serem considerados “estranhos demais“, acabaram mudando para Seu Juvenal. Hoje o grupo está radicado na cidade de Ouro Preto/MG e conta com Bruno Bastos no vocal, Edson Zacca na guitarra e violão, Alexandre Tito no baixo e Renato Zaca na bateria.

Depois de diversas demos e dois álbuns – “Guitarra de Pau Seco” de 2004 e “Caixa Preta” de 2008 – o Seu Juvenal agora se prepara para lançar o seu trabalho mais, digamos, correto! Trata-se do álbum intitulado “Rock Errado“.

O disco foi gravado em apenas quatro dias em Passagem de Mariana, região de montanhas do estado de Minas Gerais, sob produção de Ronaldo Gino, também guitarrista da banda Virna Lisi. “Rock Errado” vai reunir as faixas “Homem Analógico“, “Free Ordinária“, “Antropofagia Disfarçada“, “Asfalto“, “Louva A Deus“, “Um Dia de Fúria“, “Rock Errado“, “Moleque Dissonante“, “A Chuva Não Cai” e “Burca“.

O Seu Juvenal disponibilizou duas faixas do álbum na internet para que os fãs possam ter um gostinho do quão correto está o “Rock Errado” da banda.

A primeira é um vídeo da faixa “Asfalto“. Não se trata de um videoclipe, são apenas imagens das ruas de Belo Horizonte e Outro Preto feitas pelo diretor Julliano Mendes sob a concepção de “vídeo-poesia“. O vídeo pode ser conferido no endereço http://youtu.be/eA44ajkrxRk

A segunda é a música “Homem Analógico” que foi disponibilizada no formato streaming no canal oficial da banda no Soundcloud. A música pode ser conferida no endereço https://soundcloud.com/seujuvenal/homem-analogico

De acordo com o guitarrista Edson Zacca, “Asfalto” e “Homem Analógico” podem dar impressões bem distintas sobre o que os fãs irão encontrar em “Rock Errado“.

“‘Asfalto’ é uma das composições mais antigas do disco. Música maldita que parte da banda odiava e parte gostava. Ela é mais folk, tem violões e um baixo acústico com arco. Já ‘Homem Analógico’ é uma das mais novas e fala sobre uma frustração com o mundo digital e uma treta amorosa. Tem um riff setentista, vocais rasgados e refrão pop“.

Além de “Asfalto” e “Homem Analógico“, o Seu Juvenal já havia lançado o videoclipe “Burca“, outra faixa de “Rock Errado” que será lançado em vinil pela gravadora Sapólio Rádio. O disco chega às lojas em Janeiro de 2015.

Mais Informações:
www.facebook.com/seujuvenalmg
www.twitter.com/seujuvenalmg
www.soundcloud.com/seujuvenal
www.youtube.com/seujuvenalmg
www.sapolioradio.com.br

Kattah e Roy Z no Zoombie Ritual Fest

O grupo curitibano Kattah continua a divulgação de seu novo álbum “Lapis Lazuli” e se apresentará no Zoombie Ritual dia 14 de dezembro, consagrado ‘metal fest‘ que ocorre em Rio Negrinho (SC).

Nesta ocasião o Kattah contará com o produtor do álbum, Roy Z, tocando como segundo guitarrista. O repertório do show está recheado com músicas da banda do primeiro e segundo álbum, e também com alguns clássicos das bandas de Bruce Dickinson, Rob Halford e Judas Priest, fazendo menção aos trabalhos produzidos por Roy Z, que tornaram-se grandes sucessos mundiais.

Recentemente o Kattah lançou o single “The hidden voice“, que traz a raiz e influência brasileira durante a sua composição, aliada ao peso e melodia que o Kattah desenvolve durante todo o CD “Lapiz Lazuli“, enfatizando a importância do país e dos fãs brasileiros para o grupo.

Ouça a faixa no link abaixo:
www.youtube.com/watch?v=_g2v-IZNLh4

O Kattah encontra-se também com a agenda aberta para a “Lapis Lazuli Tour 2014” e os interessados em tê-los em sua cidade devem entrar em contato através do email contato@furiamusic.com.br . Os jornalistas e órgãos de imprensa interessados em receber o press kit do grupo e agendar entrevistas devem entrar em contato através do email imprensa@furiamusic.com.br .

Serviço:

Zoombie Ritual Fest 2014
Datas: 11, 12, 13 e 14 de dezembro
Horário: à partir das 15h00

Local: Fazenda Evaristo
Rua Afonso Koeler
Bairro: Barro Preto
Cidade: Rio Negrinho/SC

Atrações: Carcass, Brujeria, Venom, Destruction, Belphegor, Besatt, Incantation, Whiplash, Kattah e outras. O fest também será marcado pela participação de bandas do Paraguai, e Argentina.

Ingressos:
Primeiro Lote – R$ 250,00 – 02/06/2014 à 10/07/2014 – Meia entrada com 1kg de alimento (esgotado)
Segundo Lote – R$ 350,00 – 11/07/2014 à 11/09/2014 – Meia entrada com 1kg de alimento (esgotado)
Terceiro Lote – R$ 400,00 – 12/09/2014 à 01/12/2014 – Meia entrada com 1kg de alimento
Na Porta – 450,00 – Meia entrada com 1kg de alimento

Site oficial www.zoombieritual.com

RESENHA: ERIDANUS – HELLTHERAPY

Por: Rodrigo Paulino

Aquele momento que você volta aos anos 90, veste a roupa de universitário, joga um kilo de farinha na cara e se joga como professor Tibúrcio do seriado Cultural Ra-Tim-Bum!: Eridanus é uma constelação do hemisfério celestial sul, o “sol” dessa constelação se chama Eri… e é o nome da banda da qual vamos tratar nessa resenha.

A introdução é meio freak, uma voz fake de enfermeira com um paciente, hora da terapia… É divertido a pacas, o instrumental com teclado é bacana demais, cria uma atmosfera do que exatamente esperar desse álbum.

HellTherapy abre o álbum com baterias agressivas junto com as guitarras, o vocal é muito bom, com sustenidos e vibratos muito bem aplicados, corais ao estilo de folk metal nórdico. Riffs muito interessantes também, em momentos que a bateria para, esse foi colocado ai pra ser apreciado. O som da banda lembra metal old school mas o acabamento dela é moderno. Essa música é de bangear. Daí damos entrada para “Addicted Man”, se faz presente um pianinho bem maníaco, riffs desfilando e guitarra bem presente com o crescimento da música, o teclado novamente faz a parte de uma orquestra, assim como grande parte das músicas do estilo prog power metal, o solo é muito bem arranjado e estrategicamente posto com uma bateria rítmica, os gritos do rapaz são bem potentes… a única coisa que não me agradou foi o fim, a música não tem fim… só o fade…

Fell in lust” é aquela música que já começa com tudo, essa música muito me agradou, o ritmo dela deixa a música fluir tão bem… Sem falar que em um dado momento, a música deslancha de forma que se fechar os olhos, você faz a Leila Lopes e sente tudo girar, girar e girar… Algo nessa musica me lembrou uma das últimas aberturas que o Charlie Brown Junior fez pra Malhação. Entramos então numa música com um ar tão mágico que nossa, pausei, voltei, um coral de igreja, e então: “My Mistake”, uma balada muito poderosa, ela engrena, é algo que eu esperei quando li que a banda fazia musica lenta com estilo de coisas dos anos 80, o estilo da música é demais. Imagino um clipe pra essa música, sem brincadeira (a banda ai, se precisar de ideias para roteiros…) amei o fim dela.

Set it on fire começa tranquilinha, mas então, as guitarras dominam, fica tudo tão tenso e intenso, o refrão é bem legal, gruda com uma certa facilidade, vai ficar o resto do álbum com o “Set it on fire…” em mente. É uma música bem elaborada também, digna de clipe, tem um dos solos mais poderosos que ouvi até agora nesse álbum. “Wind” começa com o vento soprando, teclado bem presente tilintintante e bateria e guitarra, é uma música que revela algo mais, melódico… O vocal mais leve, ainda que intenso, com as guitarras acompanhando de maneira magistral.

Echoes of My Heart”, senti ouvindo uma balada dos ingleses do Queen, apenas o piano e voz, é uma música tão simpática e bonita, que os apaixonados vão sorrir, logo vai aparecer a bateria de leve, o que fará você mexer a cabeça de um lado pro outro, a música ganha poder com as guitarras no refrão e volta tudo ao normal. Gosto de músicas assim, depois temos as guitarras fazendo uma leve aparição aqui e acolá, muito bonito, muito épico ainda mais com esse solo. Música na medida certa, muito boa mesmo.

FUGA, FUGA, FUGAAAA! Correria, e as guitarras com a bateria tocando o terror! Esse é o início de “Welcome to my Paradise”, mais uma música de clipe… Para finalizar o álbum com categoria, vocal agressivo e carregado, uma coisa que achei legal em todo o álbum, é a versatilidade do vocalista, ele passa do 0-100 rapidinho. Novamente aparece um coral bem irado no decorrer da música, então ela desacelera e engrena de novo ao que era antes mas agora dando espaço para um solo, boas-vindas ao paraíso e uma explosão…

Tracklist:
1 – Time for medication
2 – HellTherapy
3 – Addicted man
4 – Fell in lust
5 – My mistakes
6 – Set it on fire
7 – Wind
8 – Echoes of my heart
9 – Welcome to my paradise

Os Germanicos do Panzer lançam um clipe para a musica Death Knell

Unidos pela mesma bandeira, os germanicos do Panzer são 3 incomparáveis lendas-vivas, exalando suas teutônicas e  tradicionais raízes: O vocalista e baixista  Schmier, também conhecido como vocalista do DESTRUCTION, o guitarrista HERMAN FRANK(ACCEPT, VICTORY) bem como o baterista Stefan Schwarzmann(ACCEPT).
Hoje lançam o clipe oficial para  sua faixa:  ‘Death Knell’.

FLESHGOD APOCALYPSE – Teaser do novo vídeo lançado.

Os italianos do Death Metal Sinfônico do FLESHGOD APOCALYPSE, recentemente anunciaram que estariam envolvidos na gravação de um novo video promocional e depois mostraria aos fãs. Agora eles revelaram a canção escolhida para o vídeo: “Epilogue“. A faixa faz parte do último álbum “Labyrinth“.

Veja um teaser do vídeo: https:

A banda explica:

2014 foi um ano incrível para nós. Tocamos em mais de milhares de shows para promover “Labyrinth” ao redor do mundo e vimos coisas incríveis, só que mais que qualquer coisa, fomos muito bem recebidos e recebemos apoio de muitos fãs que tivemos a honra de conhecer em diferentes países! Por isso decidimos fazer algo especial para agradecer a todos por tornarem isso possível: recentemente, viemos de uma locação que nos inspirou profundamente e decidimos gravar um clipe para uma canção muito pessoal e que representa demais o álbum. Este será nosso presente de natal e saibam que será algo super elegante!

O vídeo oficial para “Epilogue” será lançado dia 9 de Dezembro, fiquem ligados!

MUGO: BANDA RETOMA ÀS ATIVIDADES COM FORÇA TOTAL

Após um período de hiato, os goianos da MUGO anunciaram o retorno de suas atividades, agora com nova formação, novos planos e aquela característica que os favoreceu desde o início, ainda em 2006, tornando-os notáveis em meio à tantas bandas, pela aposta num trabalho profissional.

Essa aposta, em questão, ganha mais força após o seu retorno e a ideia agora é ir além do que já conquistaram ao longo de uma década, as custas de muito trabalho e empenho para levar ao público o melhor que sabem fazer: A música!

As novidades na formação são o baterista Weyner Henrique e nas guitarras, Guilherme Aguiar.

A MUGO atualmente se divide entre ensaios e apresentações e já prepara um material novo que deve ser apresentado muito em breve ao público.

www.sunsetmetalpress.com/pt/mugo
www.facebook.com/bandamugo
www.soundcloud.com/mugooficial
www.youtube.com/mugobr
Contato: bandamugo@gmail.com

PUTRIFIED (Swe) lançará seu single 7″

A banda sueca de Death/Black Metal, Putriefied, lançará seu single 7″ pela primeira vez com o selo da alemã Unholly Prophecies, na metade de 2015.

Assim sendo, o ep 7″ seguirá os passos do mini álbum “Sacrilegious Purification“, lançado pela Hellthrasher Productions em 2013.

O vocalista da banda, A.Death comenta: “Este será um marco na estréia da banda com o line up completo, o qual, certamente vai refletir muito no resultado final. Estamos muito ansiosos com a nossa cooperação com Walter e Unholy Prophecies!

O EP 7″ contará com duas faixas originais exclusivas, duas faixas curtas de interlúdios instrumentais e mais duas musicas covers.

PUTRIFIED lineup 2014:

A.Death – Vocals & Guitar
Crypt – Drums
P.Apocalypse – Bass
Grave – Guitar

O titulo e demais informações serão reveladas no tempo devido.

IN ABSENTHIA: DISPONIBILIZADA NOVA MÚSICA EM VÍDEO COMEMORATIVO

A banda gaúcha de Doom/Gothic Metal, In Absenthia, está atualmente envolvida no processo de gravação de seu segundo vídeo clipe oficial. No entanto, para deleite dos fãs, os caras resolveram lançar um promovideo comemorativo para a canção “My Eerie Affair”, faixa do E.P. “A Subtle Teardrop Part I”, lançado em Outubro deste ano, aumentando ainda mais a expectativa para o lançamento do novo clipe.

A Live compilation lançada hoje, 1º de Dezembro, é uma seleção de imagens captadas ao longo de um ano durante as apresentações. A produção ficou por conta do baixista da banda, William Farias e as imagens foram captadas por Jéssica Costa. Apreciem agora o vídeo comemorativo enquanto o clipe oficial está a caminho:

Colaboração: Fábio Shammash

Links:
www.sunsetmetalpress.com/pt/inabsenthia
www.soundcloud.com/inabsenthia

RESENHA: IN THIS MOMENT – BLACK WIDOW

Por: Rodrigo Paulino

In This Moment foi formado em 2005 pela vocalista Maria Brink e o guitarrista Chris Howorth. Suas letras se desenvolvem À partir de experiências pessoais vividas pela vocalista e abordam temas variados: vida, família, Deus, homenagens à amigos e até mesmo fases difíceis, como o fato de Maria ter sido vítima de abuso sexual pelo próprio pai e as marcas que ela carrega por isso. A cada álbum, temos uma espécie de conceito, apesar de não seguir um roteiro ou script definido, Beautiful Tragedy (2007) traz à tona o lado mais pessoal de Maria, a capa é a própria como se fosse uma boneca quebrada e possui uma sonoridade mais crua, o seu sucessor, The Dream (2008) tem como tema as utopias e sua sonoridade é um pouco mais pop-rock, apesar de Maria não economizar nos gritos, logo após temos o A Star-Crossed Wasteland, lançado em 2010, que parece um verdadeiro western, é um dos álbuns mais pesados da banda e também um dos melhores trabalhos, a sonoridade dele é maravilhosa. Em 2012 foi lançado o álbum Blood, esse álbum marcou uma mudança na banda, tem como o conceito o renascimento, a vontade de deixar um velho eu para trás e começar tudo de novo, assim como a Fênix, à partir deste álbum, a banda também resolveu colocar dançarinas com máscaras e as roupas de Maria mudando em seus shows e finalmente, nesse ano, tivemos a oportunidade de conhece o álbum que resenharei para os senhores e senhoras nesse momento: Black Widow.

O conceito desse álbum, segundo a própria vocalista, é mostrar uma garota que foi infectada pela vida, trazendo à tona seu melhor e seu pior lado e como ambos os lados podem estar ligados um ao outro. A banda quis inovar em bastante coisa no que se refere à sonoridade do álbum, Maria Brink possui uma das vozes mais ativas do Prog Metal/ Metalcore, ela grita, canta com suavidade e agressividade. Um detalhe interessante, é que na última faixa de cada álbum, com exceção do A Star-Crossed Wasteland (que possui a segunda melhor balada como encerramento, na minha opinião) ela sussurra a palavra “Believe”.

Bom, vamos falar de Black Widow?

The Infection abre o cd num instrumental que forte, de suspense e terror que logo se sintetiza com uma sirene e batidas fortes, gritos abafados e uma explosão. Sex Metal Barbie flerta com o hip hop, de forma doce e até mesmo com tom de piedade, até chegar na ponte para o refrão, onde a música cresce de maneira bela, o peso dessa música é muito belo e a forma que ela volta a forma original é deveras muito interessante, gritos ecoando, teclado rítmico, guitarras ganhando força e o fator hip hop no meio, ficou ousado e acertaram.

Uma grande sacada foi Big Bad Wolf, o clima de terror que ela consegue implantar e a forma que a progressão dela segue, é demais. Gritos, vocais leves e pesados, a musica em si é pesada, as guitarras como se estivessem caindo, e o refrão que gruda demais, é contagiante. Ela chegou a lembrar um pouco Rock Amadeus, de Falco e depois regravado pelo Edguy, mas muito mais pesado, há boatos de que essa musica foi composta em homenagem a Mike Patton, vocalista do Faith No More. Um detalhe legal nessa musica, é a forma que Maria usou sua respiração, em dado momento, a musica meio que sofre uma queda e você nota Maria gemendo, puxando o ar e até um “PUF”, efeito causado quando exageramos no P e no B quando usamos o microfone você pode notar, é tão boa essa musica, que ela acaba rápido. Acho interessante como Maria e a banda exploraram o lado pin-up, usando elementos retro como a introdução de Dirty Pretty, com um clima vintage, essa musica flerta com o estilo de Mason na fase Beautiful People, adoro o refrão dessa musica, dá vontade de cantar junto, alias, dá vontade de fazer a voz rouca de Maria em certos níveis, considero uma daquelas musicas libertadoras, que você tem vontade de ouvir e sair pela rua cantando de braços abertos, em um dado momento, você fica apenas com a batida e car@ leitor(a) isso é demais.

Usando o clima vintage, a faixa tema abre com um documentário falando sobre a perigosa Black Widow, mostrando que o macho não apresenta nenhum perigo, nessa parte, começa um clima de putz putz, com guitarras pesadas, gosto do vocal da Maria nessa música, mas essa não conseguiu me cativar tanto quanto as outras, não é uma musica ruim, o refrão dela é algo interessante, intercalando a voz da Maria mixada, com os “dan-dangerous” apresentado no inicio da musica com um “dead or alive” aos berros, isso é algo maravilhoso. Outra parte legal é quando fica apenas com o putz putz e a voz da Maria meio abafada e sim, o refrãozinho vai ficar grudado na mente de vocês. Rob Zombie ficaria com inveja.

Sexual Hallucination foi uma das faixas mais aguardadas pelos fãs, devido à participação de Brent Smith do Shinedown, é uma faixa bem diferente das demais ouvidas até agora, como se marcasse realmente o meio do álbum, é uma música mais tranquila e bem progressiva, Maria usa e abusa de sua respiração e seus vocais mais doces. Falando um pouco da colaboração, as duas bandas tocaram no Uproar Festival em 2012 e no Carnival of Madness em 2013 e foi ali formada uma amizade e respeito mutuo entre ambas as bandas. A parceria deu certo, agradou os fãs bastante.

Sick Like Me é o primeiro single a ganhar um clipe desse novo álbum, é pesada, a voz modulada e logo mais passando para um refrão muito bem elaborado e belo, fazem de sick like me uma musica viciante e daquelas que você não consegue pular, é a música que mais lembra a fase anterior da banda, no álbum Blood. Uma coisa que gosto demais nessa musica, é que a guitarra acompanha o vocal em I am beuatiful… deu um acabamento bonito.

Uma homenagem a todos os fãs de filmes clássicos de terror está contido em Bloody Creature Poster Girl, ela tem um clima tão interessante de Tim Burton, não é uma musica que você gosta de cara, você tem que ouvir ela de coração e mente abertos, pois depois ela se torna viciante. Achei uma boa sacada da banda essa musica, ela possui um lyric vídeo bem interessante, mesclando cenas de filmes como Nosferatus e A Criatura do Pântano.

Agora abro meu coração para uma das musicas que os fãs volta e meio comentam em uma das fãs pages estrangeiras da banda “The Fighter“, inicialmente apenas sendo piano e voz, ela é poderosa, a voz de Maria transmite tanto sentimento, ainda nessa fase inicial apenas de piano, a voz dela atinge tons que te arrepiam, essa musica transmite a ideia de se aceitar quem você realmente é, suas imperfeições, expondo assim o mais profundo de todos os seus sentimentos e na progressão da faixa, a banda vai crescendo como um muro ao redor do maravilhoso vocal de Maria. Na minha opinião, é a segunda musica mais emotiva desse álbum.

Para os fãs brasileiros, Bones caiu no gosto. Realmente é uma canção mais forte, remete também a álbuns anteriores como Blood e The Dream, ela tem peso e o vocal está muito poderoso. Possui um refrão muito poderoso e explosivo, expressando toda a devoção por quem resgatou seu amor. I wanna lie with your boné forever…

Natural born sinner, foi uma musica que não me cativou de primeira, sua batida depois de um tempo se torna viciante e a agressividade da voz é tão bela, a voz levemente rouca, até chegar no refrão, tão forte e poderoso… E a presença de vozes adicionais dos outros membros. Um detalhe que ela cita no inicio da musica a ocasião na qual iriam apedrejar Maria Madalena, “Então eles continuaram questionando ele, virando ele disse: ‘Aquele dentre vocês que nunca pecou, que atire a primeira pedra’”, essa musica trata daqueles que, parafraseando Dani Calabresa, são dados como “santos canonizados e pessoas sem defeitos” mas não imaginam o quão imperfeitos são. É uma reflexão muito interessante a qual a banda te convida a fazer.

Into the darkness é um diálogo entre o dark side e o White side de Maria. É um diálogo tenso, pois trata em um dado momento sobre o pai de Maria, (particularmente está sendo difícil escrever isso) então, fica aí o diálogo para vocês tirarem suas próprias conclusões, a faixa possui menos de 3 minutos, dos quais 1 minuto e 50 é Maria aos prantos:
Voz Masculina: Você me causa repulsa.

Maria: Eu sou bonita
VM: Eu te odeio.
M: Eu te amo.
VM: Como você ainda se ama?
M: Eu ainda tenho valor
VM: Você me dá nojo.
M: Eu sou pura.
VM: Vou te deixa agora
M: Por favor, não vá.
VM: Você vai arder no inferno!
M: Vou flutuar pela mortalidade.
VM: Deus não existe.
M: Deus está dentro de mim.
VM: Não me admira seu pai ter te abandonado.
M: Ele devia ter me protegido
VM: Basta dar uma olhada mais de perto
M: Não irei!
VM: Você é uma vadia!
M: Eu te perdoo.

Chegamos na faixa mais emocionante do álbum, a chuva caindo, dando a deixa para um piano melancólico e a voz dá vida a uma história, de uma garota de 16 anos que se prostitui, o interessante é o que ocorre além do piano e da voz, você nota a cidade vivendo e sirenes. Até mesmo dá entender que a jovem morre em decorrência da decadência que sua vida se tornou. “Sweetheart, you are worthless”. Em seguida, é narrada a vida de um garoto de 15 anos que se torna viciado após o pai matar sua mãe e é expulso de casa e também “quando o mundo desiste dele, ele desiste de si mesmo”, outra faixa emocionalmente carregada. O acompanhamento de voz e piano são sublimes, apesar de se tratarem de fatos tristes, Maria expõe que tais pessoas não estão esquecidas e que toda dificuldade que passemos os faz belos. O coral feminino dá um ar muito belo para essa canção. E sim, amigo e amiga leitor ou leitora, “Believe”.

IN THIS MOMENT – BLACK WIDOW
Tracklist:
1 – The Infection
2 – Sex metal Barbie
3 – Big Bad Wolf
4 – Dirtty Pretty
5 – Black Widow
6 – Sexual Hallucination
7 – Sick Like Me
8- Bloody Creature Poster Girl
9 – The Fighter
10 – Bones
11 – Natural Born Sinner
12 – Into the darkness
13 – Out of Hell

Girlie Hell confirma participação no Goiânia Noise e lançamento de novo videoclipe

Recém-chegadas da turnê “Rock Na Estrada”, meninas se apresentam pela terceira vez num dos maiores festivais independentes do Brasil

É pra levar muito a sério quando dizemos que as meninas da Girlie Hell estão com sangue nos olhos pra mostrar que essa história de sexo frágil é coisa do passado!

Recém-chegadas da turnê “Rock na Estrada” que percorreu mais de 3000 km e contou com sete shows em dois estados, Bullas, Carol, Fernanda e Júlia agora se preparam para dividir o palco com o Biohazard (EUA) na edição comemorativa de 20 anos do Goiânia Noise Festival, um dos maiores e mais importantes festivais independentes do país.

Essa será a terceira vez que a Girlie Hell se apresenta no evento (a primeira foi em 2012) e o show das meninas acontece logo na abertura no próximo dia 05 de dezembro. As apresentações ocorrem no Centro Cultural Oscar Niemeyer (Av. Deputado Jamel Cecílio, 4490 – Goiânia/GO) a partir das 19:30 e além de Girlie Hell e Biohazard também se apresentam Matanza, Mechanics, Coletivo Suigeneris (que excursionou com as garotas no “Rock Na Estrada”) e a banda Ghon.

Se não bastasse, no mesmo dia, em ocasião do evento, a Girlie Hell vai lançar seu novo videoclipe para a música “Till The End“. A faixa aparece no Lado B do compacto em vinil vermelho “Hit And Run” que acabou de ser lançado em todo mercado nacional pela Monstro Discos.

O vídeo de “Till The End” foi produzido pela Natora Filmes com direção da própria baterista Carol Pasquali. Assim como no clipe da música “Fire” (faixa do disco de estreia “Get Hard!” de 2012) toda a banda participou intensamente da produção do vídeo.

Logo após a estreia no Goiânia Noise no próximo dia 05, o videoclipe “Till The End” entra para a programação de diversos canais de TV e web, bem como no canal oficial da banda no Youtube: www.youtube.com/GirlieHellBand

A programação do Goiânia Noise Festival 20 Anos segue por todo fim de semana de 05 a 07 de dezembro destacando outras apresentações de peso como Mundo Livre S/A, Cachorro Grande, Terrorizer (EUA), Korzus, O Satânico Dr. Mao e os Espiões Secretos, Relespública, Hellbenders, entre outros. O site oficial do festival oferece informações completas a respeito do evento, inclusive sobre venda de ingressos: http://goianianoisefestival.com.br/

Mais Informações:
www.girliehell.com
www.facebook.com/girliehell
www.youtube.com/GirlieHellBand
www.twitter.com/girliehell
www.soundcloud.com/girliehell
www.instagram.com/girliehell
www.monstrodiscos.com.br (Gravadora)

Angra: Banda confirmada no Wacken 2015!

O Angra foi confirmado para a 26ª edição do Wacken Open Air – um dos maiores festivais de heavy metal do mundo.

Além dos aclamados clássicos da história da banda, o Angra irá apresentar músicas de seu novo álbum de estúdio “Secret Garden” que será lançado na Europa em Janeiro de 2015.

Para maiores informações, acessem o site oficial do festival:
http://www.wacken.com/en/news/news/news-detail/the-first-door-can-be-opened/

Para acompanhar todas as atividades do Angra e ter acesso a conteúdos exclusivos basta seguir as redes sociais do grupo.

Acesse: www.angra.net
Redes sociais: www.facebook.com/AngraOfficialPage?fref=ts
Management: www.toplinkmusic.com

BLIND GUARDIAN – lançamento do primeiro trailer do álbum Beyond the red mirror

Os contadores de estoria mais conhecidos do metal, Blind Guardian, acabam de lançar um trailer de seu antecipadíssimo décimo álbum de estúdio, Beyond the red mirror, com o lançamento europeu no dia 30 de janeiro, inglês no dia 2 de fevereiro e em 3 de fevereiro na América do Norte.

É impossível para nós escolher uma musica que possa representar o álbum como um todo. O single a ser lançado vai ser uma espécie de aperitivo – Twilight of the Gods é perfeito, pois ele revela uma dinâmica incrível e faixas com grandes melodias“, compartilha o vocalista Hansi Kürsch.

Englobando inovações, melodias e uma ferocidade de quebrar o pescoço, pela qual o Blind Guardian é conhecido, o mini-CD “Twilight of Gods“, inclui 2 faixas ao vivo gravadas no Waken de 2011 na Alemanha e pode ser encomendado como digipack ou vinil – em cores diferentes – neste site http://smarturl.it/BLIND-GUARDIAN-Gods.

As musicas que compõe o mini cd são:

01. Twilight Of The Gods
02. Time Stands Still (At The Iron Hill) – Live at Wacken 2011
03. The Bard’s Song (In The Forest) – Live at Wacken 2011

Já por 4 anos e meio em produção, “Beyond The red Mirror” foi gravado no estúdio Twilight Hall, Alemanha e produzido por Chalie Bauerfreind (SAXON, HAMMERFALL, HELLOWEEN). As fascinantes faixas tão aguardadas do Blind Guardian contam com a colaboração de 3 diferentes corais classicos de Praga, Budapeste e Boston, mais duas orquestras – cada uma com 90 musicos. Exige-se um esforço para prestar a atenção tanto na letra como na musica, Beyond the Red Mirror, se trata na busca desesperada pela verdade, uma exploração na relatividade entre o bem e mal, um testemunho das consequências de oportunidades perdidas, um vislumbre de um universo que vive numa sociedade distópica, e uma história sobre uma profecia, uma promessa de revolução, um ponto de vingança e uma maquina milagrosa com um poder bem além dos quais os humanos poderiam sonhar.

Junto com a arte de nosso colaborador Felipe Machado, Beyond the red mirror está disponível para pre-order nos seguntes formatos:

– Estojo acrílico (10 musicas)
– Edição limitada em digipack ou digibook (11 musicas)
– LP em vinil duplo (11 musicas)
– Earbook (12 musicas, ilustrações adicionais, fotos e notas)
– Ed limitada exclusiva NB Mail-Order Earbook (12 musicas, ilustrações, fotos, notas e um bônus 10″)

As faixas de Beyond the red mirror são:
01. Ninth Wave
02. Twilight Of The Gods
03. Prophecies
04. At The Edge Of Time
05. Ashes Of Eternity
06. Distant Memories (bonus track on limited editions + vinyl)
07. Holy Grail
08. The Throne
09. Sacred Mind
10. Miracle Machine
11. Grand Parade