Tag Archives: Abraxas

PSILOCIBINA, MARS RED SKY E EARTHLESS AGITAM O FABRIQUE CLUB EM NOITE DEDICADO AO ROCK PSICODELICO

Por Thiago Tavares

Em continuidade as comemorações aos 5 anos de existência, no último dia 03 de novembro, a gravadora e produtora de shows Abraxas trouxe para o Fabrique Club dois dos maiores representantes do rock psicodélico em atividade: Mars Red Sky e Earthless. Uma dupla que deu muito certo e agitou a galera que estava presente na casa.

Entretanto, para complementar a festa a produtora convocou uma atração brazuca para iniciar os trabalhos. Formado por Rodrigo Toscano (baixo), Alex Sheeny (guitarra) e Lucas Loureiro (bateria), a Psilocibina possui um álbum autointitulado e possui grandes influências do Stoner Rock, Psicodelismo e Kraut Rock Alemão. Diante do que foi apresentado no Fabrique, gostei bastante do repertório, onde traz técnica nos arranjos, nos quais o público fica em êxtase. É uma vertente do rock ainda pouco difundido no Brasil (formado por bandas brasileiras), porém o público que curte o estilo é bastante amplo acerca de grupos estrangeiros que veem ao Brasil ou mesmo que curtem através das plataformas digitais. Seguindo essa linha, a Psilocibina vem para marcar seu território, no qual este primeiro trabalho agrada bastante e tem muito futuro.

Em seguida, se apresentou o grupo que é mais conhecido pelo Stoner Rock, mas também conhecido pelo rock psicodélico, entretanto agressivo. O franceses do Mars Red Sky subiram ao palco e mostraram seu cartão de visitas ao público, que se aproximava mais ao palco para observar com mais atenção essa banda que com simplicidade e força em riffs pesados e elaborados. Formado por Julien Pras (guitarra,vocais), Jimmy Kinast (baixo,vocais) e Mathieau Gazeau (bateria), o grupo apresentou músicas do disco Apex III ( Praise For The Burning Soul) (2016), que convenhamos, trouxe um baixo mais pesado que qualquer outro estilo musical, mas não estragou a proposta dos caras em relação ao repertório.

E para encerrar a noite com chave de ouro, faltava a atração principal. Formada por Isaiah Mitchell (guitarra,vocais), Mario Rubalcaba (bateria) e Mike Eginton (baixo), o Earthless subiu ao palco do Fabrique Club para essa que seria sua primeira apresentação em terras brasileiras. Neste show em questão, a banda sofreu um desfalque: o baixista Mike Eginton teve um mal-estar durante a passagem da banda no México, onde quem substituiu foi o baixista do Psilocibina, Rodrigo Toscano. E a banda vem ao Brasil em um ritmo alucinante devido ao recente lançamento de Black Heaven e também do álbum ao vivo From the West, este sem previsão de lançamento no Brasil. Com fortes influências do jazz clássico, a banda mostrou toda sua versatilidade e técnica na execução de seu repertorio.

Aqui faço um destaque ao guitarrista Isaiah Mitchell, que saia de uma melodia básica com bastante facilidade, onde a galera ficava louca, mas voltava para a melodia principal para não prejudicar a cozinha. Era uma mistura de improvisação e devaneios, mas não que prejudicasse a banda por completo.

E por fim, deve-se destacar as rodas de mosh se formando ao som de Black Heaven, que agitou a galera e a execução de Uluru Rock e seus 20 minutos de rock psicodélico na cara do povo. Sem sombra de dúvidas, o show dos caras foi impecável no que se diz respeito a técnica, sonoridade e a versatilidade dos integrantes acerca da cozinha e também da técnica de Isaiah Mitchell. Um show que sem sombra de dúvidas, vale o ingresso com louvor.

O Ponto ZerØ agradece ao Erick Tedesco, da Tedesco Comunicação & Mídia pelo fornecimento da credencial ao evento.

InRaza lança single e videoclipe de ‘Sociexit’

Banda de metal paulistana é a primeira a assinar com o selo Electric Funeral Records; EP tem previsão de sair em dezembro deste ano – Crédito: Roberto Leandro Almeida

Electric Funeral Records, fruto da fusão das produtoras AbraxasCollapse Agency e Obscur., estreia no mercado fonográfico junto à banda paulistana de metal InRaza. Com o single ‘Sociexit’, que ganhou videoclipe e está disponível nas plataformas de streaming, o quinteto que tem à frente a vocalista Stephany Nusch alia agressividade e técnica em meio a melodias vocais em contraponto aos guturais. Ouça aqui: https://ONErpm.lnk.to/InRaza.

‘Sociexit’ é o segundo single da InRaza, em que exploram elementos do groove metal, thrash e hardcore, além da notória influência do metal moderno. “A música fala sobre como todos nós estamos suscetíveis a julgamentos e que ninguém é melhor que ninguém. O clipe transmite essa mensagem mostrando uma pessoa que está tão alienada no próprio mundo que não note as coisas acontecendo ao redor”, conta Steph. Já o vídeo pode ser conferido aqui: https://youtu.be/hNZmeu-ISjs.

A InRaza é novata, tem menos de dois anos de atividade, no entanto, já desperta o interesse na música independente nacional. O primeiro EP, conta Steph, está previsto para sair em dezembro pela Electric Funeral Records. “No geral, a resposta tem sido muito positiva. Conseguimos deixar as pessoas ansiosas pelo EP e todo dia recebemos mensagens da galera querendo saber mais”.

PESO BR – A potência de ‘Sociexit’ chamou a atenção da distribuidora de música digital Onerpm, que colou o single da InRaza como destaque na popular playlist PesoBr, junto a outras nove bandas da Abraxas Records: a recém lançada banda espanhola de stoner metal The Wizards, alpem da sludge Noala, e a garage punk War Industries Inc, entre outras. Confira: https://ONErpm.lnk.to/PESOBR.

Electric Funeral Records

A Electric Funeral Records foi fundada em 2018 por Sylvia Süssekind e com participação de Felipe Toscano (Abraxas) e Guilherme Guerra (Obscur). Com foco em metal, metal extremo, hardcore e punk rock, o objetivo é promover e romper as barreiras de todos os tipos de música pesada e extrema.

“Acreditamos no poder da música e iremos colaborar com bandas e músicos que contribuam para a nossa causa. Desejamos fornecer ao público e ao artista uma forma única e diferente de se absorver arte”, afirma Sylvia. O selo atuará em distribuição de música, produção de eventos, booking de turnês (a partir de 2019) e loja virtual.

Earthless faz sessão de autógrafos gratuita na loja Woodstock

Trio norte-americano conversa com fãs e assina discos no dia 31/10 em São Paulo

A primeira turnê no Brasil da sensação do rock psicodélico Earthless, power trio norte-americano que é hoje uma das principais bandas da poderosa gravadora Nuclear Blast, acaba de ganhar mais um atrativo. Antes de iniciar a série de quatro shows no começo de novembro, com realização da Abraxas, participam de uma sessão de autógrafos dia 31 de outubro, das 18 às 20 horas, na histórica loja de discos Woodstock (rua Dr. Falcão, 155, próximo ao metrô Anhangabaú), em São Paulo. A entrada é gratuita.

A banda de San Diego, com mais de 15 anos de atividade, chega ao Brasil em meio à turnê latino americana em divulgação do bombástico quarto disco, Black Heaven, o primeiro com vocais na maioria das faixas, e com mais peso do que os anteriores.

O álbum foi recentemente lançado em CD nacional pela parceria Abraxas, Voice Music e Nuclear Blast, e estará à venda na Woodstock, assim como ingressos para o show do Earthless dia 3 de novembro no Fabrique Club (Barra Funda), ao lado dos franceses ícones do stoner/doom psicodélico Mars Red Sky e da banda carioca de rock psicodélico instrumental Psilocibina. Mais merchandise do Earthless e da Abraxas estará disponível nesta noite na Woodstock.

Formada em 2001, o Earthless é Isaiah Mitchell (guitarra), Mike Eginton (baixo) e Mario Rubalcaba (bateria, também membro da consagrada banda de punk rock OFF!). O primeiro álbum saiu em 2005, Sonic Prayer, uma coleção de jams pesadas que recebeu o prêmio de Melhor Álbum de Hard Rock no San Diego Music Awards de 2007. O segundo disco, Rhythms from a Cosmic Sky (2007), também foi indicado na mesma categoria no San Diego Music Awards de 2008, assim como o Earthless foi indicado na categoria de Melhor Banda de Hard Rock daquele ano. O grupo conta ainda com um LP duplo gravado ao vivo no consagrado Roadburn Festival, na Holanda, em 2008, e já possui em seu currículo numerosas turnês pela América do Norte, Europa e Austrália.

SERVIÇO

Earthless, Mars Red Sky e Psilocibina em São Paulo
Data: 3 de novembro de 2018
Horário: 18 horas
Local: Fabrique Club
Endereço: rua Barra Funda, 10 75 – Barra Funda
Ingressos online: R$ 100 (antecipado promocional) – https://www.sympla.com.br/earthless-mars-red-sky-e-psilocibina-em-sao-paulo__316077

Earthless, Mars Red Sky e Psilocibina no Rio de Janeiro
Data: 4 de novembro de 2018
Horário: 18 horas
Local: La Esquina
Endereço: avenida Mem de Sá, 61 – Lapa, RJ
Ingressos online: R$ 100 (antecipado promocional) –https://www.sympla.com.br/earthless-mars-red-sky-e-psilocibina-no-rio-de-janeiro__316079

Earthless e Mars Red Sky no Brasil em novembro

Bandas tocam juntas apenas em São Paulo (3/11) e Rio de Janeiro (4/11)

Após o Abraxas Fest 2018, que em outubro celebrou com shows do Eyehategod e Samsara Blues Experiment os cinco anos da Abraxas como selo e produtora, novembro é mês de mais um evento de peso e psicodelia no Brasil, com bandas do primeiro escalão do cenário mundial. Os norte-americanos do Earthless, que estreiam no país, e os franceses do Mars Red Sky, que retornam após três anos distantes de terras que fazem parte da história da banda, formam a dobradinha internacional em shows dia 3/11 em São Paulo (Fabrique Club) e dia 4/11 no Rio de Janeiro (agora em novo local, no La Esquina).

Earthless chega com status de banda com moral da gravadora Nuclear Blast. Não à toa, em março de 2018 lançaram Black Heaven (agora disponível na versão nacional pela Abraxas Records em parceria com a Voice Music), o primeiro disco da banda cujas faixas majoritariamente possuem vocais (ao contrário dos lançamentos anteriores, onde o instrumental prevalecia). A tacada foi certeira e, desde então, o power trio de San Diego (EUA) aumentou a base de fãs e está lotando casas por onde toca. O som do Earthless consiste em um potente rock psicodélico bombardeado de improvisos e fritações, com uma aura setentista infalível. Para estes shows no Brasil, prometem um mix de toda a carreira – iniciada em 2001.

Longe do Brasil há cerca de três anos, o Mars Red Sky volta sedento para realizar apresentações memoráveis, como foram aquelas das turnês em 2013 e 2015, sempre lembradas pelo público da Abraxas. Do stoner ao doom psicodélico, o power trio francês transita facilmente entre ares de Black Sabatth e de Queens of the Stone Age, com riffs pesados, muito fuzz e uma atmosfera mística que faz toda a diferença, além da impactante identidade visual empregada nos shows. O último lançamento do Mars Red Sky é Apex III (Praise for the Burning Soul), de 2016, gravado e produzido na França por Gabriel Zander (que também gravou e produziu Stranded In Arcadia, de 2015, no extinto estúdio Superfuzz, Rio de Janeiro).

O power trio carioca de rock psicodélico Psilocibina acompanha o Earthless e o Mars Red Sky na dobradinha Rio-São Paulo. A banda divulga o recém lançado disco de estreia, homônimo, com sete faixas instrumentais que remete à sonoridade mais pesada dos anos 70, e ao mesmo tempo que transita entre ritmos latinos e ancestrais, numa progressividade muito bem estruturada e energética. O álbum saiu em CD e LP pela Abraxas Records em parceria com o selo alemão Electric Magic.

Separados, Earthless também toca em Florianópolis (SC) dia 1/11 no Célula Showcase e em Belo Horizonte (MG) dia 2/11 no Stonehenge Bar. Já o Mars Red Sky se apresenta dia 1º de novembro em Palmas (TO), no Wing’s Brew Pub.

SERVIÇO

Earthless, Mars Red Sky e Psilocibina em São Paulo
Data: 3 de novembro de 2018
Horário: 18 horas
Local: Fabrique Club
Endereço: rua Barra Funda, 10 75 – Barra Funda
Ingressos online: R$ 100 (antecipado promocional) – https://www.sympla.com.br/earthless-mars-red-sky-e-psilocibina-em-sao-paulo__316077

Earthless, Mars Red Sky e Psilocibina no Rio de Janeiro
Data: 4 de novembro de 2018
Horário: 18 horas
Local: La Esquina
Endereço: avenida Mem de Sá, 61 – Lapa, RJ
Ingressos online: R$ 100 (antecipado promocional) –https://www.sympla.com.br/earthless-mars-red-sky-e-psilocibina-no-rio-de-janeiro__316079

SANSARA BLUES EXPERIMENT E EYEHATEGOD AGITAM O ABRAXAS FEST NO FABRIQUE CLUB EM SÃO PAULO

Por Thiago Tavares

No último dia 13 de outubro aconteceu no Fabrique Club o Abraxas Fest em comemoração de 5 anos das atividades da produtora, esta que já tem um cast de respeito com mais de 50 bandas brasileiras e internacionais, bandas gringas de respeito e bandas nacionais com ascensão no cenário da música.

Para comemorar em grande estilo os bons frutos de trabalho, a produtora resolveu compartilhar os festejos em duas datas: uma para o público paulista, que foi dia 13 e uma no dia seguinte para o público carioca. O Ponto ZerØ esteve no show da capital paulista para prestigiar o festival e fazer a cobertura dos shows previstos, nos quais, a galera compareceu em peso.

Os trabalhos no Fabrique começaram as 17h15 com a primeira banda convidada a subir no palco, que foram os paulistas do Noala. Formada por Felinto, Estevão, Alessandro, Caio e Pedro, a banda possui influências bastante diversificadas como Black Sabath, Pink Floyd e King Crimson, as músicas não poderiam ser diferentes, com uma sonoridade bastante eclética e vocal estridente, realizaram uma ótima apresentação, onde o público gostou do que viu.

O segundo grupo a se apresentar vem da capital, mais precisamente do Gama, cidade-satélite de Brasília, os caras do ITD (Into the Dust). Com um metal caótico com um mix de diversos elementos apresentaram um som insano, onde o público foi cativado pela sonoridade impecável e o show em si foi de ótima qualidade.

Após um breve intervalo, adentraram ao palco uma das principais atrações do festival: os alemães do Samsara Blues Experiment com um blues psicodélico impecável. Esta é a segunda passagem da banda ao Brasil e já tem um público de carteirinha que curtiu bastante a apresentação. Para a pessoa que vos escreve é a primeira vez que ouço o estilo musical da banda e gostei bastante.

Mais um novo intervalo após a passagem do Samsara para que a atração mais esperada do festival pudesse pedir passagem. A última banda da noite sem sombra de dúvidas era esperada pelo público presente. O Eyehategod, uma das bandas mais clássicas do metal mundial sobe ao palco do Fabrique Club para atormentar os ouvidos dos headbangers. Durante a apresentação, o público ficava em êxtase com muito mosh pit da primeira a última música, o Mike de forma empolgada comandando os vocais e sempre interagindo com a galera, a cozinha formada por Gary e Aron monstruosa do início ao fim. Fora isso, ao fim do show, a banda voltou com um bis de seis músicas, para a alegria do povo, pois vai saber quando eles voltarão a tocar no Brasil, mas é claro, que esperamos que volte o quanto antes.

Para finalizar a matéria, em nome do Ponto ZerØ, queremos felicitar a Abraxas por esses 5 anos de existência, por proporcionar momentos únicos a galera, onde mediante o que vi no show do dia 13, mostraram profissionalismo e respeito ao público no quesito de pontualidade na apresentação das bandas, algo que dificilmente se vê em shows no Brasil, mas que felizmente, essa cultura está mudando para o bem de todos: público, imprensa e artistas. Para a Abraxas, nossa reverência pelo trabalho que continue por muitos anos.

Agradecemos também ao Erick Tedesco, da Tedesco Comunicação & Mídia pelo fornecimento da credencial ao evento.

Samsara Blues Experiment
Shringara
Army of Ignorance
Vipassana
One With the Universe
Center of the Sun

Eyehategod
Agitation! Propaganda!
Jack Ass in the Will of God
Parish Motel Sickness
Blank/Shoplift
Lack of Almost Everything
Blood Money
Sisterfucker (Part I)
Sisterfucker (Part II)
Medicine Noose
Revelation/Revolution
Take As Needed For Pain
30$ Bag
New Orleans is the New Vietnam
Dixie Whisky
White Neighbor
Left to Starve
Serving Time in the Middle of  Nowhere

Disaster Cities lança single em forma de videoclipe

“Right next to you”, um peculiar stoner/hard rock, também marca a estreia da banda no selo da Abraxas

Com energia do stoner e levada do hard rock, a  conexão São Paulo-Santa Catarina dá origem ao Disaster Cities, nova banda da cena autoral brasileira e do selo da Abraxas formada por experientes músicos do circuito independente que lança nesta quinta-feira, 14, o videoclipe do single “Right next to you”. Já disponível nas principais plataformas de streaming (ouça aqui: https://onerpm.lnk.to/DisasterCities), a música ganha movimento em filme idealizado pela produtora Casa na Árvore e produzido por Gabriel Zander com premier pela Noisey.Vice. Assista: http://bit.ly/2fldXXK.

Os catarinenses Matheus Andrighi (guitarra/voz), Rafael Panegalli (baixo/voz) e o paulista Ian Bueno (bateria) enfrentaram quinhentas milhas físicas ao longo de dois anos para criar o Disaster Cities. O punch de “Right next you”, com uma evolvente pegada radiofônica e até momentos de grunge, mostra músicos no ápice da criatividade e que prometem soltar mais músicas até o início de 2018, além de uma turnê em território nacional.

Música e vídeo tratam de desencontros, “como ser invisível aos olhos de uma multidão, ou mesmo ao olhos de quem pode estar exatamente ao seu lado e como isso muda a gente na instância física e espiritual”, contextualiza o frontman Andrighi. A inspiração é a obra “1984”, de George Orwell. Paralelo ao processo criativo, ele destaca a contribuição de Zander na produção no estúdio Costella, em São Paulo. “Um ótimo produtor. Um cara que me inspirou muito na sessão de estúdio de 10 horas consecutivas em que gravamos as 3 primeiras faixas para o projeto”. 

“A idéia da Disaster Cities é não soar definitiva, mas atravessar gêneros e ser um mutante, assim como o projeto nasceu derrubando distâncias físicas entre seus idealizadores”, conta Andrighi. O videoclipe completa o single, ele destaca, e funciona como a primeira impressão de uma banda confiante nas próprias intenções,  mas ainda em busca de novas possibilidades “como um monstro trepidante, muito longínquo da forma como queremos soar definitivamente”, completa.

Foto: Divulgação

Disaster Cities na internet
www.facebook.com/disastercities
www.instagram/disastercities

Pantanum lança single e anuncia gravação do próximo disco

Purple Blaze está disponível em serviços de streaming e em compacto 7”

A Abraxas, em parceria com a Zoom Discos e a Ride Ancient Waves Records, lança nesta sexta-feira (9 de junho) o compacto “Purple Blaze”, da Pantanum. A banda, de Curitiba, executa desde 2014 um denso stoner doom psicodélico com sonoridade única na cena nacional. O novo material está disponível tanto online nas principais plataformas de streaming (https://onerpm.lnk.to/PurpleBlaze) como em versão física, num bonito compacto de 7 polegadas.

Neste registro, a banda é acompanhada por André Centofante, músico convidado responsável pelos pontuais e atmosféricos sintetizadores. O compacto em 7″ contém dois singles gravados em janeiro de 2017 em Curitiba: “Stormbringer” e “Purple Blaze”. A versão para streaming inclui, ainda, a jam “Searching the Way out Through the Mind’s Door” captada pela banda durante as gravações dos singles.

“Purple Blaze” é o resultado de dois anos de produção da Pantanum, formada por Francisco Gusso (baixo e voz), Alexandre Stresser (guitarra) e Bruno Silvério (bateria). Apesar de músicas certas nas apresentações ao vivo da Pantanum, esta é a primeira gravação oficial de “Stormbringer” e “Purple Blaze”, gravadas e mixadas por Felipe Sad (Evil idols, Faca Cega, Vida Ruim), um dos proprietários da Zoom Discos, em Curitiba, e masterizadas por Gabriel Zander no Estudio Costella, em São Paulo.

O lançamento do single, revela o baixista/vocalista Francisco Gusso, é uma prévia do já estruturado planejamento da Pantanum para os próximos meses. “A banda se encontra em estúdio compondo as músicas do próximo full, que pretendemos gravar ainda esse ano“. O primeiro álbum, Volume 1, saiu em 2015 com excelente repercussão junto à mídia especializada e público.

O disco físico pode ser adquirido pela loja virtual da Zoom discos: http://zoomdiscos.minestore.com.br ou através do e-mail contato@abraxas.fm.

The Shrine em dose dupla no Rio de Janeiro

336feaec-fd6a-4906-ae95-8c15087ebe5b

A inédita e agitada primeira turnê brasileira do The Shrine chega ao Rio de Janeiro para incendiar a pista de skate da Praça do Ó (Barra da Tijuca) na quarta-feira, 3, e o Teatro Odisseia no dia 4, quinta-feira. O trio de Venice (Califórnia, EUA) promete mais uma série de apresentações intensas, que cativou o público dos shows em Belo Horizonte, Florianópolis e em São Paulo. A produção é da Abraxas.

Josh Landau (guitarra, vocal), Court Murphy (baixo) e Jeff Murray (bateria) já conheceram a praia e voltam quarta, 3, aos palcos no 1º Abraxas Skate Jam do Rio de Janeiro, a partir das 16h20, com participação das locais Jimmy Chong e Psilocibina e entrada gratuita! É mais uma oportunidade do público brasileiro ver Josh arriscando altas manobras no skate, que mandou ver no descolado evento que rolou domingo passado na Cavepool, em São Paulo.

O Skate Jam do Rio terá o mestre de cerimônias Ragueb Rogério no comando do best trick em nome da Volcom Brasil. O evento ainda será ponto de venda da geladíssima cerveja Hocus Pocus, para amenizar o clima que certamente vai esquentar.

O giro pelo Rio de Janeiro termina no Teatro Odisseia, onde o The Shrine tem compromisso a partir das 19 horas de quinta, 4, ao lado d’Os Vulcânicos e novamente com a Psilocibina, de energizar a plateia com riffs contagiantes e honestas levadas roqueiras, que ao vivo ganham ainda mais peso. Os ingressos promocionais antecipados custam apenas R$ 50 pelo Sympla (https://www.sympla.com.br/the-shrine-eua—4-de-agosto-no-teatro-odisseia__70680).

Confira também a entrevista de Josh durante a passagem por São Paulo: http://www.layback.com.br/radio/abraxas-skate-jam-rj-acontece-essa-quarta-na-praca-duo/.

f9a4c284-6ff2-4b34-a893-3641ed191506

SERVIÇO
1º Abraxas Skate Jam no Rio de Janeiro
Data: 3 de agosto
Horário: 16h20
Local: Praça do Ó, na Barra da Tijuca
Bandas: The Shrine (EUA), Jimmy Chong e Psilocibina
Entrada gratuita!

The Shrine no Teatro Odisseia
Data: 4 de agosto
Horário: 19 horas
Local: Teatro Odisseia, na avenida Mem de Sá, 66, Centro, RJ
Bandas: The Shrine, Os Vulcânicos e Psilocibina
Ingressos: R$ 50, online e pontos físicos (https://www.sympla.com.br/the-shrine-eua—4-de-agosto-no-teatro-odisseia__70680); na hora, R$ 70 (meia) e R$ 140 (inteira)

Foto: Fernando Yokota

https://www.facebook.com/fernandoyokotafotografia/?fref=ts