Tag Archives: Aerosmith

SÃO PAULO TRIP – Concert Series vai fazer a cidade tremer

Série de shows no Allianz Parque vai trazer The Who, Bon Jovi, Guns ‘N’ Roses, Aerosmith, Def Leppard, The Cult, Alice Cooper

Em setembro de 1957 era publicado nos Estados Unidos um livro que marcaria toda uma geração: On the Road – Pé na Estrada, de Jack Kerouac. Ao som de muito jazz, dois amigos cruzam os EUA em uma jornada que virou símbolo de liberdade e atitude. Em setembro de 2017, temos um novo destino: SÃO PAULO TRIP – Concert Series.

São Paulo é uma viagem. Aqui milhares de pessoas chegam e partem diariamente de seus aeroportos, rodoviárias e estações de trem, ou simplesmente pegam o carro e caem na estrada, como fez Jack Kerouac há seis décadas. SÃO PAULO TRIP será uma viagem sonora ao som de The Who, Bon Jovi, Guns ‘N’ Roses, Aerosmith, Def Leppard, The Cult, Alice Cooper. Uma sequência de shows que vai fazer São Paulo tremer ao som de quatro datas com bandas lendárias. O estádio Allianz Parque vai pendurar as chuteiras por alguns dias para receber milhares de fãs, que vão dançar e cantar ao som de shows inesquecíveis. Os ingressos estarão à venda pela Ingresso Rápido – www.ingressorapido.com.br – informações sobre preços, shows e a data de início das vendas para o público serão divulgadas nos próximos dias.

A maratona de shows do SÃO PAULO TRIP terá várias cores. A série de shows trará grandes bandas de rock, mas as próximas podem abrigar outras tendências. A produção será da Mercury Concerts, empresa de entretenimento que produz grandes turnês em toda América Latina. Com décadas de experiência em megashows e festivais em toda a região, a Mercury traz para a cidade as melhores bandas do rock mundial.

Venda de ingressos exclusiva PayPal

O SÃO PAULO TRIP – Concert Series terá pré-venda exclusiva com PayPal, líder mundial em pagamentos  digitais móveis. Diferente de outras pré-vendas, que tendem a ser exclusivas para os clientes da empresa patrocinadora, o PayPal é uma carteira eletrônica inclusiva – qualquer um pode criar uma conta, sem nenhum custo. Basta informar seus dados e ter um cartão de crédito válido. Uma vez criada a conta, o PayPal oferece uma experiência de compra prática, rápida e segura, e os fãs poderão adquirir seus ingressos digitando apenas login e senha.

Os ingressos disponíveis para compra online poderão esgotar-se durante a pré-venda. Por isso, para sair na frente, é importante que os fãs certifiquem-se de que suas contas PayPal e Ingresso Rápido estão atualizadas antes do início das vendas. As informações de como criar uma conta PayPal, resgatar senha ou atualizar a forma de pagamento de uma conta já existente estão disponíveis na página paypalrocks.com.br, assim como uma lista de perguntas frequentes e dicas. https://sac.ingressorapido.com.br/.  Para divulgar o festival e engajar os fãs, o PayPal criou a #paypalrocks.

Durante a pré-venda, os canais de atendimento ao cliente do PayPal e da Ingresso Rápido estarão à disposição para atender dúvidas dos fãs:

Central de Atendimento ao Cliente do PayPal: 0800 047 4482. Disponível 24 horas por dia, 7 dias por semana, e redes sociais Twitter PayPal – https://twitter.com/paypal_br – e Facebook PayPal – https://www.facebook.com/PayPalBrasil/?fref=ts.

SAC Ingresso Rápido: Central do SAC – https://sac.ingressorapido.com.br/hc/pt-br/requests/new, Chat online no horário comercial – https://www.ingressorapido.com.br/, SAC 2.0 no Facebook no horário comercial – https://www.facebook.com/IngressoRapido/  e redes sociais Facebook Ingresso Rápido – https://www.facebook.com/IngressoRapido/, Twitter Ingresso Rápido – https://twitter.com/ingressorapido  e Instagram Ingresso Rápido – https://www.instagram.com/ingressorapidooficial/.

Bem-vindos a SÃO PAULO TRIP – Concert Series.

Conheça e acesse: www.paypal.com/stories/br

PATROCÍNIOS: Cerveja Itaipava – A Cerveja 100%   |  TNT Energy Drink – #PodeVir
PRODUÇÃO: Mercury Concerts

O ROCK’N ROLL DO AEROSMITH AINDA RONCA

Primeiro show da turnê ‘Rock’n Roll Rumble – Aerosmith Style 2016’ no Brasil dos ‘bad boys from Boston’ rolou em Porto Alegre, no Anfiteatro do Estádio Beira-Rio, na noite desta terça-feira (11)

Por Aline Cornely (jornaline@gmail.com)

Véspera do feriado do dia da criança, 11 de outubro de 2016, lua minguante no céu bem no recorte oval do Anfiteatro do Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, primeira capital brasileira a receber o show da turnê “Rock’n Roll Rumble – Aerosmith Style 2016”: um resumo dos 46 anos da carreira muito bem-sucedida, em meio ao excitante tripé de S, D & R’R. Sem falar no hard rock, no palco uma das bandas mais importantes de rock do planeta Terra: o Aerosmith. Pontualmente, às 22h estavam lá os sessentões Steven Tyler (vocal, piano, percussão etc., 68), Joe (Fucking) Perry (66) – como gostou de assim chamá-lo o Tyler, por diversas vezes -, Brad Whitford (guitarra base, 64), Tom Hamilton (contrabaixo, 64) e Joey Kramer (bateria, 66).

Foto: Edu Deferrari

Foto: Edu Deferrari

Apesar dos rumores do fim do rock’n roll e do fim do próprio Aerosmith – o que seria o fim da picada, os caras mostraram que seu rock ainda ronca – nome da turnê – e em alto e bom som! Os “jovens” norte-americanos estão com tudo e ofereceram um show histórico e memorável para cada um dos mais de 30 mil fãs que marcaram presença por todos os setores do estádio do Internacional.

Abertura

Antes de o show começar, os três telões (à esquerda, no centro e à direita do público) estavam tomados por informações com as redes sociais de cada um dos integrantes e da banda como um todo, além da menção ao Aero Force One, fã-clube oficial da banda. A atração de abertura foi a DJ Karine Larré que tocou por volta das 20h30, apresentando um set que misturava clássicos do rock com batidas eletrônicas.

De volta ao comando

No horário marcado no ingresso, às 22h, a chegada triunfal do Aerosmith aconteceu no escuro, com a explosão de som e luzes da canção ‘Back in the Saddle‘. Música de nome perfeito para o início do show da banda de Tyler, que chegou de ‘capa do mago’ prateada, e Perry, com uma boina cinza, meio “vovô-velhinho”, ambos de óculos-escuros. Começando com esta canção de 1976, o show todo foi uma viagem no túnel do tempo, porém com muita criatividade e inovação. Cada canção clássica do Aerosmith foi, de certo modo, reinventada para o show. No início, aquele suspense… Que som é esse? Os músicos percebem antes, os leigos só mais adiante… Os finais também são impactantes, demonstrando a dedicação que a banda ainda tem de executar canções que já tocaram milhares de vezes. Outra antigona da banda, datada de 1977, foi a bela Queens and Kings, quinta do repertório.

Foto: Edu Deferrari

Foto: Edu Deferrari

O A de Aerosmith, o A de Tyler

No inicio do show, o que mais me chamou a atenção foi a posição estratégica de Tyler. Quase todo mundo sabe que a linda logo do Aerosmith é uma letra A estilizada, com uma estrela no meio, dentro de um círculo, com asas gigantes abertas (como se fossem braços), com o carimbo do nome da banda logo abaixo, com outra fonte ultrapsicodélica. Além disso, para constar, a logomarca também esteve presente no piso de todo o palco, era o Aerosmith por todos os lados. Coisa mais linda de se ver!

Steven estava exatamente no centro da logomarca da banda, como se ele fosse esse A, na realidade, ele é. O A no nome dele se encontra no registro de nascimento, afinal foi batizado como Steven Victor ‘Tallarico’ – Tyler é mais estiloso, mesmo. Neste vídeo amador, você pode entender e concordar com minha percepção: https://www.youtube.com/watch?v=MmsYKeYLUNw.

Carisma e simpatia ímpares

Simpático, carismático e querido como é, Steven se esforçou para dizer algumas palavras em português como ‘boa noite’, ‘Porto Alegre’, ‘oi, gaúchos’…

Ele também disse, porém em inglês: “É uma honra para nós estarmos aqui! Já fazia algum tempo que não vínhamos, né?” Sim, mais de seis anos!

Foto: Edu Deferrari

Foto: Edu Deferrari

Dobradinha romântica

No início do show, Steven perguntou algumas vezes o que o público gostaria de ouvir. Ele mesmo respondeu: “- I think maybe this one!” E a banda deu início a ‘Cryin‘ para deleite absoluto de milhares de fãs com gritaria generalizada. Pra fazer a mulherada literalmente chorar de emoção, Steven solou na gaita de boca…

Na sequência, parecendo dizer ‘Come here, Baby…’ para uma fã, Steven chamou ‘Crazy’, pra galera ir à loucura total com a dobradinha dos principais hits românticos da banda, trilha sonora de muitos amores doidos mundo afora…

Infelizmente, percebi alguns breves erros na execução dessas músicas, em alguns momentos, por parte de Perry, que atrapalharam Hamilton e Kramer, mas nada grave que interrompesse o êxtase do público. Ele não executou os solos de maneira tão fiel, parecia estar com alguma dificuldade… Mudou de guitarra algumas vezes… Depois, passou.

Riffs, grooves and dance!

Ao maior estilo ‘I wanna rock and roll all night and party every day’, os momentos mais dançantes, alto-astral e felizes do show foram durante as execuções de ‘Walk this way’, ‘Dude Looks like a lady‘, ‘Rag Doll’ e ‘Love in Elevator’. Parecia que o público estava em uma festa em casa ultra-animada com a banda oficial tocando. O Aerosmith fica muito à vontade no palco e deixa a galera tri solta também.

Tyler é um animador-nato: durante Walk This Way, pede ‘put your hands in the air” e dá gritinhos de “Uhuuuuuuuuu” e a galera acompanha na voz. Essa canção começou com um groove pegado na bateria, perfeitamente bem feito pelo mestre das baquetas Kramer, que até provocou mais uma destaque por parte Tyler – ‘on the drums, Mister Joey Kramer’ -, seguido pelo riff mega-famoso de WTW, por Perry, que todo mundo reconheceu aos gritos.

Em Love in Elevator, tivemos direito ao Tyler atirado no chão e a solos vocais com a guitarra. Em Rag Doll, Perry tocou slide guitar, em alguns momentos.

Foto: Edu Deferrari

Foto: Edu Deferrari

No limite

Em tom de protesto contra os preconceitos, foi executada ‘Living on the edge‘, outro grande momento do show, quando Steven explorou o lado esquerdo do palco, chegando bem pertinho de onde eu estava! \o/

Pink Oktober

Desde o início do show, percebi os laços rosas afixados nas roupas dos integrantes e nas correias dos instrumentos. Até que, como não podia faltar, de repente, um grande laço surgiu no telão e a cor-de-rosa tomou conta, fazendo menção ao Outubro Rosa, mês de conscientização em relação à prevenção do câncer de mama. “Nós vamos cantar esta canção e esperamos que a cura seja encontrada”, disse Steven e chamou ‘Pink‘, canção perfeita para a causa. Um pouco antes, ele recebeu um grande penacho cor de rosa de uma assistente de palco em quem deu uma espécie de selinho. Quando Steven cantou o verso: “Pink, when I turn out the light”, todas as luzes do estádio realmente se apagaram e a música parou por um instante, para surpresa e êxtase da plateia.

Laçador + Joe (fucking) Perry = gauchada pira!!!

Para a surpresa e orgulho total da gauchada (ah! eu sou gaúcho), desde o início do blues ‘Stop Messin’ Around‘, em que Joe Perry assume os vocais, o telão central (do meio) projetou um vídeo que mostra Perry tocando guitarra em frente ao Laçador*, um dos principais monumentos da capital gaúcha, localizado bem na entrada da cidade, próximo ao Aeroporto Salgado Filho. Este foi o momento mais hilário de todo o show, especialmente para quem é do Rio Grande do Sul. Divertidíssimo!!! Logo após esse miniclipe, aparece uma foto de um gol de bicicleta (provavelmente de Pelé) com um carimbo do Aerosmith em verde e a legenda: Porto Alegre Working. O Estádio todo pira!!! Nesta canção sessentista, de autoria original do Fleetwood Mac, merece destaque também a participação do tecladista Buck Johnson. Após o vídeo engraçadíssimo, as projeções no telão durante esse som mostravam torres laterais e um incêndio no meio que tomava conta dos integrantes. Um fogo holográfico que praticamente incendiou o Beira-Rio!!!

*Para alegria dos fãs, além do passeio pelo Laçador, a banda também passou por uma churrascaria e um bar da cidade na segunda-feira (10).

Foto: Edu Deferrari

Foto: Edu Deferrari

Amor de fim de mundo

Antes de tocar “I don’t wanna miss a thing” – música da trilha de Armageddon, filme que tem no elenco uma de suas filhas, Liv Tyler – Steven perguntou sobre os apaixonados… “Are you in love?” Ops, estou!? E apresentou o tecladista Buck Johnson, que também é backing vocal da banda, desde 2014, na turnê “Let Rock Rule”, que passou pela Europa e Estados Unidos. A canção toda foi arrepiante demais, mas o início… Nossa!!! Foi um dos hits mais cantados pelo público de todo o show, afinal é o maior sucesso comercial do grupo. Lindo, de chorar… Aqui, as lanternas dos celulares iluminaram a penumbra do estádio <3

Cover dos monstros

Outro ponto alto do show foi a cover ‘Come Togheter” dos Beatles, clássico total do rock’n roll mundial que agrada a gregos e troianos, ainda melhor que a original, com mais peso.

Aerosmith Style 2016

Mais fashion do que nunca está o Aerosmith Style 2016. Charmosos, glamurosos, elegantes, coloridos, sexies, musos, ícones, deuses, divos, especialmente a dupla Tyler & Perry, obviamente. Todos com barbas bonitas e bem feitas… Cheios de acessórios, lenços, chapéus, colares, anéis, como sempre… Steven mostra até as unhas pintadas com uma cor escura. Joe Perry sempre mascando chicletes, o que aumenta o charme do guitarrista. De regata, Kramer tocou numa bateria que, de tão brilhante, brilha até no escuro, endossando a marca Pearl e tomou um gole de água a cada intervalo. Os ventiladores e o vento natural dão aquele toque especial aos cabelos esvoaçantes dos integrantes. Hard rock na veia!

Foto: Edu Deferrari

Foto: Edu Deferrari

Tyler de barriga chapada

Vale destacar que a cordas de Steven – as vocais – seguem as mesmas, em plena forma, alcançando todas as notas com perfeição. E a sensualidade, o poder e a energia continuam em alta. Segue dançando seus passinhos, correndo de um lado para o outro sempre com seu pedestal – que estende ao público com frequência -, se mete no meio da galera e apresenta a banda, cheio de orgulho da competência dos colegas. E mais: interage muito com Joe Perry, formando uma das imagens mais lindas de duas das maiores lendas vivas do rock’n roll mundial. A mecha branca de Perry e a mecha loira de Tyler formam uma ótima dupla! Em plena boa forma, Steven também deixou a barriga à mostra e botou muito guri novo no bolso com o corpaço que ostenta no alto de seus 68 anos. Aprovado! Palmas!!!

Pegada firme

Musicalmente, a banda segue muito firme e entrosada. Percebi alguns pequenos erros de execução, que já comentei. Da Pista Premium, onde a imprensa foi alocada, a acústica do show estava ótima, o volume perfeito, sendo possível escutar todos os instrumentos e vozes com clareza total. Enquanto os telões da esquerda e da direita ampliavam a visibilidade dos integrantes, o telão central mesclava a projeção de imagens do show com ilustrações e animações adequadas às canções.

Bis: baladas à luz das lanternas

No bis, em clima onírico, Steven Tyler surgiu dos nossos melhores sonhos, no piano de cauda Yamaha, bem pertinho do público, na ponta da passarela do palco, que adentrava a pista, para tocar ‘Dream On‘. Errou algumas notas no início, mas estava se esforçando. Para acompanhar, os fãs ligaram suas lanternas no estádio escuro! No telão, imagens de um céu no entardecer. Tyler tocou e cantou até a metade da música, quando se animou e subiu com seu pedestal em cima do piano, onde continuou até o fim da música. Perto do final da primeira música do bis, uma explosão de gelo-seco arrebatou. E para fechar com chave dourada… A doce emoção de sentir, escutar, assistir e cantar ‘Sweet Emotion’. Ao fim dessa bela canção, caiu uma linda chuva de papel picado brilhante, que deu fim de maneira delicada a um espetáculo e tanto! Ao final, Tyler apresentou novamente a banda toda, quando Perry tomou a frente para anunciar Tyler, no melhor estilo UFC. Ao final, o big-one Tyler se despede: “Thank you, baby, god bless you and good night!”

Foto: Edu Deferrari

Foto: Edu Deferrari

Já acabou?! :/ Foi incrível o quanto durou

O show todo teve quase duas horas de duração, mas nem pareceu. Não deixou os fãs cansados ou entediados. Eu saí com gostinho de quero muito mais! Mas já acabou? Podia durar a minha vida toda! Se foi o último por aqui, valeu e muito cada segundo! I didn’t miss a thing! O mais legal foi que a banda também curtiu demais a passagem por aqui e registrou muitas fotos e vídeos na sua própria página oficial no Facebook. Confira: https://www.facebook.com/aerosmith.

Antes do show em Porto Alegre, esta turnê do Aerosmith passou pela Argentina, Chile e Colômbia. Agora, a banda segue para São Paulo, no dia 15, e Recife, no dia 21, além de outros países da América Latina. Esta é a sexta passagem do Aerosmith pelo país. A primeira visita aconteceu em 1994. Depois, o grupo retornou em 2007, 2010, 2011 e 2013.

Set list do show da turnê “Rock n’ Roll Rumble – Aerosmith Style 2016” em Porto Alegre:

1. Back in the Saddle
2. Love In An Elevator
3. Cryin’
4. Crazy
5. Kings and Queens
6. Livin’ On The Edge
7. Rats in the Cellar
8. Dude (Looks Like A Lady)
9. Same Old Song And Dance
10. Monkey on my Back
11. Pink
12. Rag Doll
13. Stop Messin’ Around
14. I Don’t Want to Miss a Thing
15. Come Together
16. Walk This Way
17. Train Kept a Rollin’
BIS:
18. Dream On
19. Sweet Emotion

repertório_aero

AGRADECIMENTOS ESPECIAIS: Aerosmith, Hits Entretenimento, Tsslr Conteúdo e Edu Deferrari.

Sioux 66 abrirá show do Aerosmith em São Paulo

SIOUXZ_66_Foto_2

A banda paulistana Sioux 66 abrirá o show do Aerosmith no dia 15 de outubro, no Allianz Parque, em São Paulo.

Formada por Igor Godoi (vocal), Mika Jaxx e Bento Mello (guitarras), Fabio Bonnies (baixo) e Gabriel Haddad (bateria), a Sioux 66 tem como propósito resgatar a pegada Hard Rock e pôr em prática a atitude de suas referências que passeiam por grupos como Guns N’ Roses e Aerosmith. Tudo isso cantando em alto e bom português e misturado com a energia do Rock.

Recentemente, a Sioux 66 lançou sua a nova música de trabalho “O Calibre”, uma versão do hit da banda Paralamas do Sucesso e que fará parte do novo álbum do grupo, ‘Caos’. O sucessor de “Diante do Inferno” (Wikimetal Music, 2013) será lançado em outubro de 2016 em parceria com a Sony Music.

A turnê Rock n’ Roll Rumble – Aerosmith Style 2016 passará por Porto Alegre, no Anfiteatro Beira-Rio, no dia 11 de outubro, em São Paulo, no Allianz Parque, no dia 15 de outubro, e em Recife, no Classic Hall, dia 21 de outubro.

Desde os anos 70, o AEROSMITH criou alguns dos maiores hits do rock mundial, como a balada “Dream On” e a fusão do rock com o rap de “Walk This Way”. Nos anos 90 conquistaram uma nova legião de fãs com o mega sucesso “I Don´t Want to Miss a Thing” e a divertida “Pink”. Em 2000 a banda entra para o Hall da Fama do Rock e em 2001 lança o álbum Just Push Play com o sucesso “Jaded”. Em mais 40 anos de carreira, a banda vendeu 150 milhões de álbuns, colecionou prêmios e fez shows com ingressos esgotados nas principais cidades do mundo.

Serviço
Rock n´Roll Rumble – Aerosmith Style 2016
Realização:
Mercury Concerts

Porto Alegre
Data
: 11 de outubro
Local: Anfiteatro Beira-Rio
Horário:
Abertura dos portões
– 18h
Início do show – 22h
Classificação Etária: Menores de 12 anos não entram. Entre 12 e 15 anos apenas acompanhados dos pais ou responsáveis. A partir de 16 anos entram sozinhos.
Realização: Hits Entretenimento
Tour: Mercury Concerts
MAPA DE VENDA COM PREÇOS E PORTÕES

Setores:
Pista Premium – Lote 1: R$ 580,00
Plateia – Lote 1: R$ 360,00
Arquibancada – Lote 1: R$ 210,00

Informações de Venda
Abertura de vendas pela Internet: Dia 02 de Maio de 2016 às 00:01h – (de domingo para segunda) – Pré-Venda para o Fã Clube Oficial (para maiores informações consulte: www.aeroforceone.com)  – A venda será efetuada pela Blueticket – www.blueticket.com.br

Dia 03 de Maio de 2016 as 00:01h – (de segunda para terça) – Abertura de vendas ao Público
www.blueticket.com.br   

Ponto de venda sem taxa de conveniência: a partir do dia 03 de Maio de 2016
Hits Shopping Iguatemi (PDV Oficial)
Avenida João Wallig, 1800 – Passo da Areia (2ºAndar em frente ao Itaú) – Porto Alegre/RS

Horário de Funcionamento
– De Segunda a Sábado, das 10:00 às 22:00h
– Domingo das 14:00 as 20:00h
Formas de Pagamento: Cartão de Débito, Crédito (X1) e Dinheiro
Outros Pontos de venda: Por favor consulte pelo fone 51 4062 1177 ou no site da Blueticket, na página do evento

São Paulo
Data
: 15 de outubro
Local:  Allianz Parque
Horários:
Abertura dos portões: 16h
Início do show: 21h
Classificação Etária: 14 anos. Menores de 14 anos podem entrar acompanhados dos pais ou responsáveis
Realização: MERCURY CONCERTS

MAPA DE VENDA COM PREÇOS E PORTÕES

Setores:                                 Inteira                        Meia- Entrada
Pista Premium                       R$ 680,00                   R$ 340,00
Pista:                                      R$ 350,00                   R$ 175,00
Cadeira Inferior:                    R$ 450,00                   R$ 225,00
Cadeira Superior:                  R$ 260,00                   R$ 130,00

Informações de Venda

Abertura de vendas pela Internet
Dia 03 de Maio de 2016 as 00:01h – (de segunda para terça) – Pré-Venda para o Fã Clube Oficial (para maiores informações consulte: www.aeroforceone.com)  a venda será realizada pela Ingresso Rápido – www.ingressorapido.com.br

Dia 04 de Maio de 2016 as 00:01 hr – (de terça para quarta) – Abertura de vendas ao Público
www.ingressorapido.com.br  

Ponto de venda sem taxa de conveniência
A partir do dia 04 de Maio de 2016 nas bilheterias da Allianz Parque.

ALLIANZ PARQUE
Bilheteria Allianz Parque – Avenida Francisco Matarazzo, 1705
Água Branca, São Paulo – SP, 05001-200

Horário de Funcionamento
– Das 10:00 às 18:00 horas.
– Dia do show para vendas e will call a partir das 10:00 horas.
– Dias de jogos do Palmeiras no estádio, a bilheteria não funcionará.
Meia Entrada: Aposentados, Idosos, Estudantes, Professores da rede pública Municipal, Estadual e Federal mediante comprovação.
Formas de Pagamento: Amex, Aura, Diners, Dinheiro, Hipercard, Mastercard, Redeshop, Visa, e Visa Electron.

Nos postos de Vendas:
–          Para maiores informações sobre os horários de funcionamento e as formas de pagamento de cada ponto de venda, por favor consulte:https://www.ingressorapido.com.br/PontosVenda.aspx

ATENÇÃO

–          Os ingressos serão parcelados em até 4 vezes sem juros no cartão de crédito
–          Os ingressos de estudantes estão limitados a um ingresso por C.P.F.
–          NÃO NOS RESPONSABILIZAMOS POR INGRESSOS COMPRADOS FORA DOS PONTOS DE VENDAS OFICIAIS DA INGRESSO RÁPIDO. PARA CONSULTAR OS ENDEREÇOS OFICIAIS VISITE: https://www.ingressorapido.com.br/PontosVenda.aspx

Recife
Data
: 21 de outubro
Local:  Classic Hall
Endereço: Av. Agamenon Magalhães, S/N Salgadinho, Olinda PE CEP 53.110-710
Abertura da Casa: 20h
Horário do show: 22h
Informações: (81) 3207.7501
Site: www.classichall.com.br
Estacionamento oficial:
Estaciotec
Realização: Classic Hall
Classificação Etária: Proibido para menores de 14 anos. Menores entre 14 a 17 anos apenas acompanhados dos pais ou responsáveis (mediante autorização reconhecida em cartório).  Acesso para portadores de necessidades especiais.
Lotação da casa: 13.760 pessoas

INGRESSOS
PISTA – Meia 1º LOTE  R$ 250,00
PISTA –Inteira 1º LOTE  R$ 500,00
FRONTSTAGE – Meia 1º LOTE  R$ 600,00
FRONTSTAGE – Inteira 1º LOTE  R$ 1.200,00
CAMAROTE 1º PISO (10 INGRESSOS)  R$ 8.000,00
CAMAROTE 2º PISO  (10 INGRESSOS)  R$ 7.000,00
CAMAROTE 3º PISO (10 INGRESSOS)  R$ 6.000,00

-Meia-entrada: obrigatória à apresentação do documento previsto em lei que comprove a condição de beneficiário: no ato da compra /na entrada do evento (para compras via internet).
-Todas as condições acima poderão ser alteradas sem aviso prévio.
-A venda para o Fã Clube estará disponível no dia 02/05/2016 e para o público em geral no dia 03/05/2016

PONTOS DE VENDAS
Bilheteria Oficial: Classic Hall- Av. Agamenon Magalhães, Complexo de Salgadinho, S/N, Olinda – PE Venda online: www.ingressorapido.com.br
Lojas Renner: Shopping Recife e Imperatriz  Venda Antecipada para Fã Clube: Classic hall  Pontos de venda (com cobrança de taxa de conveniência):www.ingressorapido.com.br

FORMAS DE PAGAMENTO Dinheiro à vista e nos cartões de crédito (Visa, MasterCard, HiperCard, Diners e Credicard) Cartão de Crédito- Apenas para compra de camarote

Mais informações no site do evento: www.mercuryconcerts.com/Aerosmith

bandUP! lança nova coleção do Kiss e Aerosmith

Já está disponível na bandUP! as novas coleções de dois grandes nomes do rock: Kiss e Aerosmith.

No endereço www.kissoficial.com.br é possível adquirir uma grande variedade de produtos, como camisetas femininas e masculinas, copos e canecas, bonecos colecionáveis, acessórios, CDs, DVDs, papelaria e muito mais. Também está disponível uma coleção de inverno com camisetas manga longa, moletinhos e moletons com designer exclusivo trazendo a marca da banda.

Outro nome que faz parte do time bandUP! é o Aerosmith. E os fãs brasileiros tem mais motivos para comemorar! Além dos shows que a banda fará no país, em outubro, a bandUP! acaba de lançar uma nova coleção com estampas de diversas fases da banda. São camisetas femininas, masculinas e peças de inverno, como camisetas manga longa, moletinhos e moletons. Todos os itens podem ser adquiridos no endereço www.bandupstore.com.br/aerosmith.

Mais informações:
www.bandupstore.com.br
www.bandupstore.com.br/aerosmith
www.kissoficial.com.br

11/10/2016 – AEROSMITH 2016 em Porto Alegre, RS

aerosmithpoa

De volta ao Brasil com a turnê Rock n’ Roll Rumble – Aerosmith Style 2016, a banda americana AEROSMITH desembarca em Porto Alegre, no dia 11 de outubro no Anfiteatro Beira-Rio. Com produção da Hits Entretenimento, a capital gaúcha será a primeira cidade brasileira a receber o espetáculo. Esta será a sexta e última passagem da banda pelo país. Os ingressos começam a ser vendidos no dia 03 de maio para público geral no site www.blueticket.com.br e pontos de venda físicos. Haverá pré-venda para fã-clube no dia 02 de maio.

Desde os anos 70, o AEROSMITH criou alguns dos maiores hits do rock mundial, como a balada “Dream On” e a fusão do rock com o rap de “Walk This Way”. Nos anos 90, conquistaram uma nova legião de fãs com o mega sucesso “I Don´t Want to Miss a Thing” e a divertida “Pink”. Em 2000, a banda entra para o Hall da Fama do Rock e em 2001 lança o álbum Just Push Play com o sucesso “Jaded”.

Em mais de 40 anos de carreira, Steven Tyler, Joe Perry, Brad Whitford, Tom Hamilton e Joey Kramer venderam mais de 150 milhões de álbuns, colecionaram prêmios – quatro Grammys, oito American Music Awards, seis Billboard Awards e 12 MTV Video Music Awards -, além de lotar estádios ao redor do mundo, mantendo sua essência e influenciando novas gerações e a estética rock´n´roll.

Biografia

Aerosmith surgiu em 1969 da união das bandas Chain Reaction, do vocalista Steven Tyler – que na época usava o nome artístico de Steve Tallarico – e da The Jam Band, do guitarrista Joe Perry. Completam a formação original o baixista Tom Hamilton, o guitarrista Brad Whitford e o baterista Joey Kramer. Em 1972 assinaram o primeiro contrato com a Columbia Records e em duas semanas gravaram e mixaram seu primeiro álbum –Aerosmith – que contém os clássicos “Dream On” e “Mamma Kin”. O segundo trabalho, Get Your Wings, foi lançado em 1974 sem muito sucesso. Somente em 1975 com o lançamento de Toys in the Attic, que trazia os mega sucessos “Walk This Way” e “Sweet Emotion”, a banda começa a fazer sucesso e lotar estádios.

Nos anos seguintes, o Aerosmith passa a influenciar toda uma geração de músicos americanos de Hard Rock e lança os álbunsRocks (1976) e Draw in the Line (1977). Em 1978, grava em Boston o primeiro ao vivo Live! Bootleg com uma plateia de mais de quatrocentas mil pessoas. A década termina com o lançamento de Night in the Ruts. 

No início dos anos 80 a trajetória do Aerosmith é marcada pelos excessos, que levam a saída de Brad Whitford e Joe Perry. Mesmo assim Tyler, Hamilton e Kramer lançam o álbum Rocks in a Hard Place com destaque para o single “Lightning Strikes”. Em 1984 Perry e Whitford voltam para o Aerosmith e a banda começa uma turnê. No ano seguinte lançam um de seus melhores trabalhos, Done With Mirrors. Em 1986, é lançado o álbum ao vivo Classics Live! Vol. 1 e Steven Tyler e Joe Perry participam da versão de “Walk this Way” feita pelo  Run-D.M.C. A regravação é a união perfeita entre rock e rap e transforma a música em um sucesso mundial. Em 1987 são lançados os álbuns Classics Live! Vol. 2 e Permanent Vacation dos hits “Dude (Looks Like a Lady)”“Rag Doll” “Angel”. O Aerosmith volta ao topo das paradas americanas e vende cerca de cinco milhões de cópias só nos Estados Unidos.

O auge da carreira do Aerosmith chega em 1989 com o lançamento de Pump. Somente nos Estados Unidos foram vendidos nove milhões de discos e o Aerosmith recebe seu primeiro Grammy com o single “Janie’s Got a Gun”. As faixas“What It Takes” “Love in an Elevator” também se tornaram grandes sucessos.

Já consagrada como uma das bandas de maior sucesso no mundo, o Aerosmith lança em 1993 Get a Grip. Sucesso de crítica e público, o álbum atinge a marca de doze milhões de cópias vendidas e recebe dois Grammys com os singles  “Livin’ On The Edge” e “Crazy”Nine Lives de 1997 chega ao topo das paradas com os singles “Falling In Love (Is Hard On The Knees)”“Pink”, que rende à banda seu quarto Grammy. Em 1998 é lançado o ao vivo duplo A Little South Of Sanity e, no ano seguinte, a banda chega ao primeiro lugar da Billboard com “I Don’t Want to Miss a Thing”, trilha do filme Armagedon.

Em 2000, o Aerosmith é eleito para o Rock and Roll Hall of Fame e em 2001 lança Just Push Play, que chega às paradas americanas com “Jaded”Honkin’ on Bobo, lançado em 30 de março de 2004, surgiu das jam sessions de blues que aconteciam nos shows durante a turnê com o Kiss e marca um regresso às raízes da banda.

A Rock n’ Roll Rumble – Aerosmith Style 2016 será a sexta turnê da banda no país. A primeira foi em 1994, durante a Get a Grip Tour, com apresentações em São Paulo e Rio de Janeiro no extinto festival Hollywood Rock. No dia 12 de abril de 2007 oAerosmith se apresentou para um público de mais de 70 mil pessoas que lotaram o Estádio do Morumbi, em São Paulo. Por quase duas horas a banda tocou clássicos, como “Love In An Elevator”, a blueseira “Baby Please Don’t Go”“Draw The Line”,com destaque para a energia da performance da dupla Tyler e Perry. A apresentação marcou a abertura da Aerosmith World Tour 2007.

A banda ainda voltaria ao Brasil em  2010 com a turnê Cocked, Locked, Ready to Rock para  shows em Porto Alegre e São Paulo. O destaque das apresentações foi o guitarrista Joe Perry duelando contra ele próprio no Guitar Hero. Em 2011, a banda fez uma única apresentação, no dia 30 de outubro, na Arena Anhembi, em São Paulo. Em outubro de 2013, a banda voltou ao país para apresentações em Curitiba, Rio de Janeiro, Brasília e na Arena Anhembi, em São Paulo, no Festival Monsters of Rock.

Em maio de 2012, o single “Legendary Child” foi lançado no final da temporada do programa American Idol. Em novembro do mesmo ano é lançado o décimo quinto álbum de estúdio da banda, Music from Another Dimension! e o Aerosmith pega a estrada com a Global Warming Tour.

Gravado em junho de 2014 no Donington Park, Inglaterra, o DVD Aerosmith Rocks Donnington 2014 foi lançado em 2015 e reúne os maiores hits da banda, como: “Love In a Elevator,” “Janie’s Got a Gun,“ “I Don’t Want to Miss a Thing,” “Dude (Looks Like a Lady)”, “Walk This Way,” “Dream On,” e “Sweet Emotion”.

SERVIÇO

AEROSMITH EM PORTO ALEGRE
Data: 11/10/2016
Local: Afiteatro Beira Rio
Av. Padre Cacique, 891 – Praia de Belas
Horário: 22h

Confira o mapa do local:

Ingressos

Pista Premium – R$ 620,00
Plateia – R$ 440,00 (ESGOTADO)
Arquibancada – R$ 250,00 (ESGOTADO)

Censura

Menores de 12 anos não entram. Entre 12 e 15 anos apenas acompanhados dos pais ou responsáveis. A partir de 16 anos entram sozinhos.

Pontos de Venda

Hits Shopping Iguatemi (PDV Oficial) – sem taxa conveniência
Av João Wallig, 1.800 – Passo da Areia (2º andar em frente ao Itaú) – Porto Alegre / RS
Horário de atendimento:
Segunda a Sábado, das 10 às 22h / Domingo, das 14 às 20h
Pagamento: Cartão débito, crédito (1x) e dinheiro

Mais informações:
www.hte.com.br

ESPECIAL: Dia dos namorados – Pra quem está acompanhado

Por: Rodrigo Paulino

COMO ASSIM O QUE EU TO FAZENDO? MEU… TU É MÓ CORTA BRISA… TÔ AQUI NO CENTRO PRA COMPRAR SEU PRESENTE, SEU IDIOTA… ACABOU DE ACABAR COM A SURPRESA… MEU COMO TU É CHATO!” foi com essa frase que me apercebi que dia 12 está aí… Dia de ir n’O Boticário comprar perfumes, cremes e passar naquela loja de chocolates, fazer aquela cestinha com um coração de pelúcia e receber um presente em troca com um caloroso “Te amo“. Isso, dia dos namorados.

Vai curtir juntinho? Venha nessa seleção breve que fizemos:

Aerosmith apesar do clima zoero, quando surge a oportunidade faz umas musicas bem interessantes com clipes bem bolados:

Numa pegada mais clássica, Shaaman marca com Fairytale:

Uma galera pra lá de romântica, são os caras do Lacrimosa… as letras deles, até o álbum Echos são sobre amores não resolvidos, com uma pegada trevótica….

Uma canção que vai fundo na alma é Behind Blue Eyes do Limp Bizkt

No álbum Imaginaerum, o Nightwish saiu com a belíssima e poética Slow, Love, Slow.

Alvo de crítica por colocarem um rapper na composição, mas uma letra formidável, temos And We Run, do Within Temptation:

E temos ainda In This Moment com Bloddy Creature Poster Girl:

Claro que tem muitas musicas que variam com o gosto de tu, amigo leitor, espero que seja de ajuda.

ESPECIAL: DIA DAS MÃES

Por: Rodrigo Paulino

Segundo domingo do mês de maio para muitos é uma data muito especial, para outros uma data emocionante na qual o coração impele a dar um presente para aquela que “te colocou no mundo e também tem o poder de te tirar dele” (minha mãe sempre me ala isso). SIM! Estamos falando das mães, aquela pessoa que sempre fala: “Você só vai dar valor pra mim depois que eu morrer!”, aquela que mesmo no dia de maior sol na sociedade, vira e fala: “Leva guarda-chuva e blusa, porque vai chover” e ainda assim, você não leva e volta molhado e resfriado para casa e ainda leva bronca dela por isso.

Em homenagem às nossas mães, nesse especial vamos falar de mulheres e músicas da temática maternidade ou o sentimento materno.

Para iniciar, temos um sucesso do fim dos anos 90, do Aerosmith, música tema do filme Armagedon: I Don’t Wanna Miss a Thing.

I don’t wanna miss one smile
I don’t wanna miss one kiss
Well, I just wanna be with you
Right here with you, just like this
I just wanna hold you close
Feel your heart so close to mine
And stay here in this moment
For all the rest of time

Apesar da música ter uma poética romântica, de um filme de catástrofe global onde mostra o conturbado relacionamento entre a filha e o pai, ela tem uma letra que resume aquele sentimento de mãe par filho.

Maria Brink, da banda In This Moment, também tem algumas músicas que ela dedicou a seu filho, de 19 anos a música Forever.

Forever starts today
Forever we will be
Forever’s every day
Forever faithfully

O pessoal da Cachorro Grande, famosos pelas letras simples, em uma de suas letras fala de alguém que capta a nossa essência. Quem nunca quando estava triste sentiu aquele abraço gostoso que apenas a mãe pode dar?

Os finlandeses do Nightwish gravaram a faixa Our Decades On The Sun, o que segundo eles,nos ensaios foi muito emocionante tocar essa música, pela carga emocional contida.

Mother
I am always close to you
I will be waiving every time you leave
Oh, I am you
The care, the love, the memories

Pitty no álbum Chiarosscuro, nos apresentou uma canção muito bonitinha e que apesar de ter sido composta numa fase tensa de sua vida, com relação a maternidade, foi uma canção com uma mensagem muito bela.

Essas são apenas algumas músicas que sugerimos, há uma infinidade delas, no entanto, o valor sempre deve ser dado, demonstrado e vivido. Espero vocês em um novo especial!

We are the story of one.