Tag Archives: Armada

ARMADA RESGATA A ESSÊNCIA DO PUNK NA INÉDITA “OS RATOS”

Arte: Paulo Rocker

O isolamento social decorrente da pandemia de coronavírus alterou o modo como as bandas têm produzido música. Exemplo disso é a faixa inédita “Os Ratos”, lançada nesta terça-feira (15) pela Armada. O grupo, que sempre prezou pela qualidade impecável de suas gravações, desde a época em que seus integrantes faziam parte da lendária Blind Pigs, agora troca os estúdios pelo celular e considera que a mensagem é mais importante que o meio.

“Estamos vivendo um momento delicado e perigoso politicamente no Brasil, a necessidade de colocar para fora o que sentimos em relação a isso é muito grande. Não dá pra entrar em estúdio? Então vamos gravar com nossos celulares!”, explica o vocalista Henrike Baliú.

O som cru e a atitude “faça você mesmo” são características já conhecidas do punk rock, e é natural que o Armada beba desta fonte, mesmo que em outros momentos tenha optado por não se limitar ao punk, misturando diferentes estilos musicais.  

“Os Ratos” conta ainda com um videoclipe desenvolvido também à distância e editado pelo baixista Mauro Tracco. “A letra do Henrike é uma analogia, mas queria que as imagens fossem para outro lado. Queria que fossem explícitas, sem muito lugar pra subjetividade”, diz Tracco. A ideia do baixista foi mostrar os ratos como inimigos nojentos e desprezíveis. Para isso, se valeu de cenas de filmes B dos anos 70 e 80 com essa temática. “A intenção é deixar o espectador nauseado com tanto rato, que é como nos sentimos em relação aos verdadeiros personagens aos quais a letra se refere”, revela.

Assista ao videoclipe de “Os Ratos”:
https://faromusic.us12.list-manage.com/track/click?u=497b181146c1440e2c2bf2f5f&id=d5366d103c&e=ff20bc14ff

  Foto: Rafael Cusato   

EM TEMPOS DE ISOLAMENTO, ARMADA LEMBRA MOMENTOS JUNTOS EM NOVO VIDEOCLIPE

“Bandeira Negra”, álbum de estreia do Armada, foi lançado no início de 2018 pela gravadora Hearts Bleed Blue (HBB) no Brasil e pela americana Pirates Press Records nos Estados Unidos. As gravações do disco aconteceram em 2016 e o momento para banda, composta por quatro quintos do extinto Blind Pigs, era de liberdade. Liberdade de compor sem amarras, sem rótulos e sem pressão. Era um momento de trazer à tona novas influências e mostrar amadurecimento, consequência de mais de 20 anos de estrada. Foi um recomeço que rendeu, já de cara, um primeiro disco com 17 faixas em CD, LP e K7. “Não temos do que reclamar”, afirma o baixista Mauro Tracco. “Tentamos coisas novas como uma música country com Sergio Reis, cover de Bezerra da Silva com Kiko Zambianchi, músicas lentas como a balada ‘Mares Bravios’ e o folk ‘Um Só Refrão’. Todas essas músicas tiveram uma aceitação incrível”.

No entanto, a banda jamais poderia imaginar que em 2020 a liberdade estaria em causa. E que isso nada teria a ver com a repressão reafirmada no EP “Ditadura Assassina”, lançado pelo grupo no final do ano passado, mas sim com uma pandemia mundial que nos obriga a ficar em casa, longe uns dos outros. E é com o intuito de reviver um momento outrora corriqueiro, de estarmos juntos gozando de extrema liberdade, seja ela musical ou de locomoção, que o Armada revisita as gravações de 2016 no videoclipe da faixa título do disco “Bandeira Negra”, dirigido por Tracco e lançado nesta terça-feira (7).

“Acho muito positivo conseguir lançar um material novo em meio a esse momento tão estranho que estamos vivendo. Espero que as pessoas que curtem nosso som possam, por alguns minutos, esquecer os muitos problemas que estão passando. Editar esse clipe trouxe uma sensação agridoce. Além da saudade de estar em estúdio, é meio absurdo pensar que agora não podemos mais fazer algo tão natural como estarmos todos juntos numa mesma sala. Enfim, cedo ou tarde vamos voltar a fazer o que gostamos e com certeza vamos dar mais valor a esses momentos”, diz o baixista.

As cenas foram feitas de forma espontânea, sem a ideia de que se tornariam material para um videoclipe. O vocalista Henrike Baliú também ficou satisfeito com o resultado: “Me agradou muito por ser um clipe verdadeiro, nada do que você vê nele é falso, não estamos atuando. Todos da banda estão descontraídos e se divertindo com o processo de gravação, como deveria ser, e você vê isso claramente no clipe”.

Assista “Bandeira Negra”:
https://youtu.be/J_7IterIGDA

Garanta a sua cópia do disco:
https://www.hbbstore.com/

OUÇA “DITADURA ASSASSINA”, O NOVO EP DO ARMADA

Em meio a tensão política latente, o Armada lançou nesta quarta-feira (4) o EP intitulado “Ditadura Assassina”. O novo trabalho marca o posicionamento da banda em relação ao revisionismo histórico empregado por uma ala conservadora que tem crescido no país nos últimos anos.  “A ditadura militar brasileira foi cruel e assassina, sim! E é uma vergonha ver figuras políticas louvando torturadores e pedindo a volta do AI-5. É triste ver uma parte da população pedir intervenção militar no Brasil“, diz o vocalista Henrike Baliú.

Composto pelas faixas “Nas Trincheiras” e “A Rua de Trás”, “Ditadura Assassina” já está disponível nas principais plataformas de streaming e também em vinil 7 polegadas colorido pela gravadora Neves Records, com lançamento que será marcado por um show acústico gratuito no próximo sábado (7) na capital paulista.

A arte assinada pelo ilustrador brasiliense Paulo Rocker mistura história em quadrinhos com referências que remetem aos tempos de exceção no país. A capa é uma releitura de uma fotografia que estampou os jornais na época, os integrantes da Armada são apresentados em fichas que lembram as do Departamento de Ordem Política e Social (DOPS) e as letras de cada uma das músicas aparecem em documentos vetados pela censura.

“‘A Rua de Trás’ é uma música sobre ser criado no Brasil dos anos de chumbo e faz um paralelo com os dias atuais. ‘Nas Trincheiras’ é a estória em primeira pessoa de um jovem soldado enviado para lutar na guerra, onde perde a inocência da juventude e testemunha os horrores que o homem comete contra seus similares”, revela o vocalista.

“Nas Trincheiras” ganhou um ganhou lyric video idealizado por Henrike e editado por André Riolo. 

ttps://faromusic.us12.list-manage.com/track/click?u=497b181146c1440e2c2bf2f5f&id=f5e2354808&e=ff20bc14ff

O Armada é formado por ex-integrantes da banda punk rock Blind Pigs, que decidiram ampliar os horizontes sonoros e fizeram sua estreia em 2018 com o álbum “Bandeira Negra”, que contou com as participações especiais de Sérgio Reis e Kiko Zambianchi.

Vá ao show de lançamento do EP “Ditadura Assassina”: 

Pocket show acústico
Data: Sábado, 7 de dezembro de 2019
Horário: Das 18h às 20h30 
Local: Loja Monstra – Praça Benedito Calixto, 158, Pinheiros. São Paulo – SP
Entrada gratuita 

Armada e Kiko Zambianchi lançam videoclipe de “Cobra Criada”

Foto: Cristiano Martins

O Armada divulgou nesta quarta-feira (13) o videoclipe da faixa “Cobra Criada”, que conta com a participação do cantor e compositor Kiko Zambianchi. A música faz parte do álbum de estreia do grupo, “Bandeira Negra”, lançado em fevereiro pela Hearts Bleed Blue (HBB) em parceria com a gravadora americana Pirates Press Records. Disponível em CD, LP e K7, “Bandeira Negra” foi produzido e mixado por Átila Ardanuy e foi masterizado por Ade Emsley, responsável pelos últimos trabalhos do Iron Maiden.

Parceria de Dicró com José Paulo, “Cobra Criada” foi originalmente gravada pelo sambista Bezerra da Silva em 1977 e lançada no álbum “Partido Alto Nota 10”. Em “Bandeira Negra”, a música ganha uma versão punk rock assinada por Kiko Zambianchi, que divide os vocais com Henrike Baliú, vocalista da Armada.

O videoclipe de “Cobra Criada”, dirigido por Mauro Tracco e Rogério Borges também teve a intenção de unir o samba e o punk. “Nós gravamos o clipe tocando como se estivéssemos numa roda de samba, sentados um do lado do outro, mas com nossos instrumentos de sempre – guitarras, baixo e batera. Acho que visualmente passou bem a ideia da música, que é um samba versão punk rock. Para homenagear a malandragem característica do Bezerra, fizemos umas cenas jogando dominó, bebendo e fumando noite afora. Coisa de vagabundo”, diverte-se o também baixista Mauro Tracco.

A Armada ainda aproveitou para anunciar o show de lançamento de “Bandeira Negra” na capital paulista. A apresentação acontece no dia 1 de julho, domingo, no Fabrique Club. O vocalista Henrike, que por 20 anos esteve à frente da banda Blind Pigs, diz estar ansioso para o show. “A última vez que pisei em um palco foi em novembro de 2015, então a ansiedade para o show de São Paulo é grande. Espero ver toda a ‘Legião de Inconformados’, os amigos e os novos fãs lá, cantando junto comigo. Será uma grande celebração do punk rock!”.

Neste mês, a banda se apresenta no interior de São Paulo nas cidades de Rio Claro (16) e Santos (30).

Assista ao videoclipe de “Cobra Criada”:
https://youtu.be/tk4GLtWDGLw

Garanta a sua cópia de “Bandeira Negra”:
armada.hbbstore.com

Vá aos shows do Armada: 
RIO CLARO: Sábado, 16 de junho, a partir das 19h30.
Local: Taberna de Asgard: Rua Dois 813 – Centro, Rio Claro – SP
Ingressos: R$ 10
Bandas convidadas: Não Há Mais Volta e Hellcat Empire
www.facebook.com/events/510841629354435

SANTOS: Sábado, 30 de junho, 22h, a partir das 22h
Local: Boteco Valongo: Rua São Bento, 43, Centro, Santos – SP
Ingressos: R$ 25
Bandas convidadas: Savantes e Thirteen Brotherhood
www.facebook.com/events/787132264825361

SÃO PAULO: Domingo, 01 de julho, a partir das 18h
Local: Fabrique Club: Rua Barra Funda, 1071 – Barra Funda, São Paulo – SP
Ingressos: De R$ 25 a R$ 30
Vendas online: https://pixelticket.com.br/eventos/2200/armada-saopaulo
www.facebook.com/events/2046419478957938