Tag Archives: Claustrofobia

Claustrofobia: anuncia “Cachorro Loko Tour” pelo Brasil com várias cidades confirmadas

Eles estão de volta! Após vários meses em tour, fechando parcerias e fincando o nome Claustrofobia em solo norte-americano, os músicos de um dos maiores nomes do Thrash Metal nacional, retornaram ao Brasil e sem perder tempo, anunciam oficialmente uma série de shows pelo país que terão início em outubro de 2019.

Até o presente momento, 13 datas estão confirmadas e outras ainda em negociação. O primeiro show em seu retorno ao Brasil, será uma icônica apresentação ao lado do Slayer, dia 02 de outubro, no espaço das Américas em São Paulo. Evento esse que é, o último do Slayer em terras paulistas, após a tour de despedida dos palcos.

Na sequência, dia 04 de outubro, aquele que promete ser o maior momento da carreira do Claustrofobia. A banda se apresenta em conjunto com o Torture Squad e Chuck Billy (Testament), no maior festival de música do mundo, o Rock In Rio.

Após essas duas datas marcantes, o Claustro inicia dia 18 de outubro, uma série de shows pelo país. Ao todo serão 11 datas em várias cidades distintas, atravessando estados diferentes e levando aquela energia, peso e vibração, que somente essa banda consegue entregar ao público que prestigia suas apresentações.

Confira as datas abaixo:

Intitulada de “Cachorro Loko Tour”, os eventos que serão realizados pós Rock In Rio, são datas organizadas pela “Agência OM” em parceria com a “Viabiliza Music Produtora”. Algumas datas ainda estão sendo negociadas e muito em breve, serão reveladas novas cidades e espaços que o Claustrofobia estará se apresentando.

Formação:
Marcus D’Angelo – vocal, guitarra
Rafael Yamada – baixo
Caio D’Angelo – bateria

Links importantes

www.claustrofobia.com.br
facebook.com/claustrofobiaofficial
youtube.com/metalmaloka

instagram.com/claustrofobia_official
twitter.com/metalmaloka

Shows:

contato@claustrofobia.com.br

phillmanager@gmail.com

Claustrofobia retrata o Brasil no novo single Vira Lata

Claustrofobia, banda de primeiro escalão da música pesada nacional e atração deste ano no Rock in Rio, além da escolhida para fazer a abertura no show do Slayer em São Paulo (2/10, no Espaço das Américas), acaba de lançar via Canil Records o single Vira Lata, já nas plataformas de streaming. Trata-se de um petardo thrash com muito groove e peso. Ouça aqui: https://ONErpm.lnk.to/ClaustrofobiaViraLata.

A música também ganhou um lyric vídeo: https://youtu.be/q7hlxEJeNI8

Vira Lata é pesada, raivosa, tem groove na medida exata e, com letras em português, faz pertinentes críticas aos tempos de hipocrisia, preconceito, bestialização pelas fake news e desespero generalizado da população brasileira. A letra é realista e positiva, uma resposta ao negativismo e a falta de esperança.

É uma música que poderia facilmente figuras nos emblemáticos discos Thrasher ou Peste. “Exaltamos as pessoas que fazem sua parte com sorriso no rosto para sobreviver, independente de tudo”, destaca a Claustrofobia.

A música foi gravada no Fuel Music Studios, em Fullerton/Califórnia, nos Estados Unidos, com produção da banda junto a Addasi Addasi. A mixagem ficou por conta de Andre “Kbelo” Sangiacomo, no Family Mob Studios (São Paulo), que já trabalhou com Ratos de Porão, Ego Kill Talent, Far From Alaska e é técnico de som do Sepultura. Já a arte do single é assinada por Xtudo Obze.

A apresentação dos thrashers no Rock in Rio acontece dia 4 de outubro, no concorrido Palco Sunset. A Claustrofobia terá a companhia da Torture Squad e, como convidado especial, ninguém menos que o norte-americano Chuck Billy, vocalista do Testament, instituição máxima do thrash metal mundial.

Dois dias antes, 2 de outubro (Espaço das Américas), a Claustrofobia estará de volta a São Paulo para ser a banda de abertura de outro ícone da música pesada, o gigante Slayer. Este será provavelmente o último show dos norte-americanos no Brasil, já que esta, aos 38 anos de carreira, é a turnê de despedida dos palcos. O trio em breve anuncia mais datas de uma turnê pelo país.

‘Vira Lata’ representa toda a brutalidade e devoção do Claustrofobia à música pesada e a vitoriosa trajetória construída com muito suor e profissionalismo ao longo de 3 décadas. “Criamos algo novo na hora certa, que representa fielmente a verdade e o estilo tradicional da banda. Nos últimos três anos foram várias mudanças e acontecimentos de toda ordem. Um amadurecimento significativo”, afirmam.

“Somos todos VIRA LATA e se você é brasileiro e não concorda com isso ou você é um revoltado inocente ou apenas mais um tolo preconceituoso”, conclui a Claustro.

Claustrofobia é:
Marcus Demétrius D’Angelo (vocal e guitarra)
Caio Vinicius D’Angelo (bateria)
Rafael Yukio Yamada (baixo)

Claustrofobia na área:
www.claustrofobia.com.br
facebook.com/claustrofobiaofficial
instagram.com/claustrofobia_official
twitter.com/metalmaloka

Claustrofobia: novo single “Vira Lata” estreia hoje no programa “Heavy Pero No Mucho” na 89 FM

Hoje o Claustrofobia apresenta oficialmente seu primeiro single com a atual formação. “Vira Lata” será vinculado com exclusividade às 23h59min (madrugada de quinta para sexta) no programa “Heavy Pero No Mucho” da 89FM.

Fãs da banda de outras regiões, podem acompanhar o programa através das redes sociais da Rádio 89FM. O novo single promete ser uma pedrada na fusa e muito em breve, o Claustrofobia estará de volta ao Brasil para sua histórica apresentação no Rock In Rio e, uma tour que está sendo negociada em várias cidades do país.

Link do programa “Heavy Pero No Mucho”:

https://www.facebook.com/Heavyperonomucho/

O single estará disponível amanhã (06/09) em todas as plataformas digitais. Fãs do Claustro fiquem atentos que logo o single estará liberado para você escutar e incluir em suas playlists

Formação:
Marcus D’Angelo – vocal, guitarra
Rafael Yamada – baixo
Caio D’Angelo – bateria

Links importantes

www.claustrofobia.com.br
facebook.com/claustrofobiaofficial
youtube.com/metalmaloka

instagram.com/claustrofobia_official
twitter.com/metalmaloka

Shows:

contato@claustrofobia.com.br

Claustrofobia revela capa do single Vira Lata, que sai antes do show no Rock in Rio

Música será lançada em setembro, no streaming, pela Canil Records

Com os dias em contagem regressiva para a apresentação na edição 2019 do Rock in Rio (4 de outubro), o power trio thrash metal Claustrofobia enfim revela a capa do novo single, Vira Lata. A música chega dia 6 de setembro às principais plataformas de streaming pela Canil Records.

É possível já fazer o pré-save do single no Spotify para, quando lançada, a música entrar automaticamente na lista de músicas do usuário. Seja um dos primeiros a ouvir o petardo Vira Lata! Clique aqui: https://onerpm.com/sm/sm?ps=3600935756

Vira Lata é pesada, raivosa, tem groove na medida exata e, com letras em português, faz pertinentes críticas aos tempos de hipocrisia, preconceito, bestialização pelas fake news e desespero generalizado da população brasileira. É uma música que poderia facilmente figuras nos emblemáticos discos Thrasher ou Peste. “Exaltamos as pessoas que fazem sua parte com sorriso no rosto para sobreviver, independente de tudo”, destaca a Claustrofobia. 

O recado do novo single é direto e reto e reverbera a mesma fúria que a Claustrofobia sempre deixou alta e clara em suas composições, desde os primórdios nos idos dos anos 90. “Somos todos Vira Lata e, se você é brasileiro e não concorda com isso, ou é um revoltado inocente ou apenas mais um tolo preconceituoso”.

Vira Lata foi produzida pela própria banda, Marcus D’Angelo (vocal, guitarra), Rafael Yamada (baixo) e Caio D’Angelo (bateria), junto ao produtor Addasi Addasi no Fuel Music Studio  (Fullerton, Califórnia). A mixagem ficou por conta de  Andre “Kbelo” Sangiacomo,  no Family Mob Studios, em São Paulo, que já fez produções do Ratos de Porão, Ego Kill Talent, Far From Alaska e é técnico de som do Sepultura. 

Crédito: Gabriel Aguilar (@gabriel_aguilar1977)

Assessoria de imprensa oficial da Claustrofobia: Roadie Metal (http://roadie-metal.comgleison@roadie-metal.com


Claustrofobia: anuncia renomado produtor brasileiro na mixagem do novo single “Vira Lata”

Aguardado com ansiedade por muitos fãs, o novo single “Vira Lata” do Claustrofobia, vai ganhando força e relevantes informações sobre quem estará à frente do processo de mixagem e masterização da faixa. 

Após informar que esse será oficialmente o primeiro registro de estúdio que o baixista Rafael Yamada grava e compõem junto a banda e que, o Addasi Addasi é o responsável pelas captações de áudio, o Claustro agora, anuncia o nome do produtor que será responsável por mixar a música “Vira Lata”.

O escolhido para tal trabalho foi o renomado produtor brasileiro Andre “Kbelo” Sangiacomo que mixou a faixa no “Family Mob Studios” localizado em São Paulo. Em seu Curriculum, Andretrabalhou como produtor de nomes como Ratos de PorãoEgo Kill Talent, é técnico de som do Sepultura e além de excelentes trabalhos prestados a grandes nomes do Metal, o produtor também trabalhou com artistas como Chico CesarCapital Inicial, Gal Costa e outros grandes músicos brasileiros.

Marcus D’Angelo comentou o quão importante está sendo ter os trabalhos de Andre Kbelo na produção do single “Vira Lata”: “Tivemos a oportunidade de trabalhar com o Kbelo na gravação do tributo ao Motorhead e ficamos impressionados com a forma que ele respeita a música, ele coloca muito amor no trabalho tornando a música quase que palpável. Isso tem tudo a ver com nossa concepção, soar orgânico e fiel a nossa natureza. O Kbelo além de um mestre do som pesado também tem muito envolvimento com a música Brasileira e isso foi crucial pois somos uma banda de Metal com pegada legitima do Brasil.

Me arrisco a dizer que talvez seja uma das músicas mais importantes da nossa carreira pois será algo novo depois de tantos acontecimentos e de uma carreira bem livre e resolvida musicalmente.  Então não existia melhor qualidade para esse momento a não ser trabalhar com o Kbelo. Estamos 101% satisfeitos. Um Honra”

Andre Kbelo também revelou o sentimento de produzir o novo petardo do Claustrofobia“Os caras do Claustro não brincam em serviço, esses caras sempre estão com “sangue no zoio”. Eles são educados e gentis, mas é notório que não estão para brincadeira e isso mexe com qualquer produtor e engenheiro. Você sente na pancada, na pegada, no urro, no jeito que o músico te olha apaixonado no trabalho e o Claustrofobia é isso, um verdadeiro “Cachorro Loco”.

O trabalho ainda não tem uma data definida para seu lançamento, mas a banda está muito próxima de informar a data oficial para liberar o aguardado novo single “Vira Lata”.

Formação:
Marcus D’Angelo – vocal, guitarra
Rafael Yamada – baixo
Caio D’Angelo – bateria

Links importantes

www.claustrofobia.com.br
facebook.com/claustrofobiaofficial
youtube.com/metalmaloka

instagram.com/claustrofobia_official
twitter.com/metalmaloka

Shows:

contato@claustrofobia.com.br

Claustrofobia: revela nome de novo single que será lançado em setembro

Em tour pelos Estados Unidos, o Claustrofobia jamais esquece de seus fãs e seguidores brasileiros, tanto, que a banda oficializa em primeira mão para seus compatriotas, a produção de um single inédito com título e letra cantada em português. E esse será oficialmente o primeiro lançamento de estúdio da banda com o baixista Rafael Yamada.

O título da nova música será “Vira Lata”, a faixa já está gravada e os trabalhos foram captados no “Fuel Music Studios”, localizada em Fullerton na Califórnia em parceria com o produtor Addasi Addasi. O Claustrofobia mantém a formula que deu certo em “Swamp Loco” e com essa oficialização, aponta para sua segunda gravação sequencial com o produtor brasileiro que reside em Los Angeles.

Vira Lata” será lançada oficialmente em setembro de 2019 em todas as plataformas digitais. Ainda falta acertar detalhes de quem será o responsável pela mixagem do novo single, algo que está sendo tratado em sigilo pela banda, mas que assim que se confirmar um nome, será oficialmente informado aos fãs.

Segundo o vocalista e guitarrista Marcus D’Angelo“Com toda certeza, esse novo single que estamos preparando, caberia facilmente nos álbuns “Peste” ou “Thrasher”, porém com o olho no futuro e extraindo o melhor de cada um de nós, músicos do Claustrofobia”.

Fique ligado nas redes sociais do Claustrofobia que muito mais informações e novidades serão divulgadas, assim que a banda confirmar suas próximas ações.

Formação:
Marcus D’Angelo – vocal, guitarra
Rafael Yamada – baixo
Caio D’Angelo – bateria

Links importantes

www.claustrofobia.com.br
facebook.com/claustrofobiaofficial
youtube.com/metalmaloka

instagram.com/claustrofobia_official
twitter.com/metalmaloka

Shows:

contato@claustrofobia.com.br

Claustrofobia: libera video com imagens da Pandemoniun in the Pit tour

Em novembro de 2018, os músicos do Claustrofobia embarcaram para os Estados Unidos para uma série de shows e compromissos, já agendados, para fechamento de parcerias no continente norte americano.

Em grande fase e vivendo um dos melhores momentos da carreira, o Claustro, realizou inúmeras apresentações em locais icônicos e considerados como referência para vários artistas da música pesada mundial. Nessa atual passagem pelos E.U.A., a banda se apresentou em locais como Hard Rock de Las VegasWinters Slaughter Festival ao lado de Skeletal Remains, em Los Angeles foi presença confirmada no “Cannibalistic Gluttony, além de outros eventos pertinentes e que engrandecem ainda mais o nome do grupo e sua representatividade como um dos maiores fomentadores da música pesada brasileiro em solo americano.

Entre os dias 10 de maio há 23 de maio, o grupo se apresentou em uma tour que teve 13 datas em várias cidades distintas do Estados Unidos. Com a confirmação do fim do excelente tour, os músicos do Claustro finalizam alguns compromissos nos próximos dias, e, confirmam que muito em breve estarão retornando ao Brasil para shows, tours e a tão aguardada apresentação no Rock In Rio 2019.

O vocalista Marcus D’Angelo comenta sobre o atual momento e os shows pelos Estados Unidos: “Essa foi nossa primeira tour Norte Americana de fato tocando todas as noites.  Tínhamos feitos inúmeros shows aqui, mas com mais espaço entre eles. E foi a melhor experiência. É o que amamos fazer tocar toda noite e estar na estrada conhecendo pessoas e conquistando nossos fãs. Esse sempre foi o nosso caminho, desbravar na raça mesmo e fazer da nossa jornada um sucesso no melhor sentido da palavra. Em agosto tem mais e em breve mandaremos mais novidades para vocês. Muito inspirador estar vivendo tudo isso e com certeza essa energia vai refletir nos próximos trabalhos”.

“Aguardem que vem pedrada”.

Para celebrar tudo isso, assista ao vídeo de uma das apresentações da banda em solo gringo para a música Swamp Loco.

Formação:
Marcus D’Angelo – vocal, guitarra
Rafael Yamada – baixo
Caio D’Angelo – bateria

Links importantes

contato@claustrofobia.com

www.claustrofobia.com.br
facebook.com/claustrofobiaofficial
youtube.com/metalmaloka

instagram.com/claustrofobia_official
twitter.com/metalmaloka
contato@claustrofobia.com.br

MATANZA se despede da cidade de São Paulo com show eletrizante no Aquarius Rock Bar

Por Tiago Nascimento
Fotos Felipe Domingues

Não sei se existe ansiedade por despedidas, mas eu estava mais do que ansioso para o sábado dia 20 de outubro, pois iria me despedir do Matanza, que é uma banda que curto muito, além da expectativa de ver o Claustrofobia ao vivo e conhecer a banda Quinta Travessa.

Me planejei chegar na casa antes das 23 horas, porém, devido ao trânsito próximo ao aeroporto me atrasei e muito, com isso, acompanhei apenas as 3 últimas músicas da Quinta Travessa que despertou em mim uma curiosidade boa, pois a banda tem presença de palco, atitude e uma “pegada” New Metal na qual me agradou muito. Com certeza irei num show deles na próxima oportunidade para prestigiar a banda pois vale a pena conferir.

Na sequência, Claustrofobia subiu ao palco e o Power Trio é devastador, com seu peso, seus riffs agressivos me fez curtir mais a banda.

Me aventurei num mosh pit, não poderia perder a oportunidade de entrar na música Bastardos do Brasil, que retrata cada vez mais o cenário midiático nacional.

Uma observação que não pode passar em branco é o Rafael Yamada (ex-Project 46) que caiu como uma luva na banda, tanto na precisão, nos vocais, onde dá para ver nitidamente que ele está super a vontade. Um ponto alto do show foi o cover de Rapante dos Raimundos, onde a banda com toda sua versatilidade entoou em uníssono com o público.

A banda encerrou sua participação com Peste, onde todos sem exceção curtiram e aplaudiram, Marcus vocal e guitarrista agradeceu por diversas vezes os presentes e disse que é sempre um prazer tocar em SP.

Contudo isso, é evidente que não é a toa a banda ter mais de 2 décadas e ser respeitada por todos e ter um público fiel no Brasil e fora dele.

Superou minha expectativa ver a banda ao vivo, já quero ir num próximo e que a apresentação seja mais extensa!

Com a aglomeração frente ao palco, aliás em todos os lugares pois a casa estava lotada, uma ansiedade tomava conta de todos quando uma introdução de alguma música clássica fez se abrir as cortinas.

O Matanza subiu ao palco para delírio de todos, sucesso atrás de sucesso. Todas sem exceção cantadas por Jimmy e público.

Privilegiados somos nós que estávamos presentes porque a cada música era uma atmosfera de energia.

Jimmy com passar dos anos adquiriu uma presença de palco gigantesca, sempre interagindo com o público e fazendo suas caretas e gestos incentivando a abrir a roda de mosh.

Músicas de todos os CDs foram tocadas um verdadeiro prato cheio para os fãs assíduos como eu.

Sucessos como O chamado do bar, Ressaca sem fim, Clube dos Canalhas não ficaram de fora.

Algo estava faltando no show quando de repente Jimmy agradece todos presentes e diz que o Matanza tem prazer em tocar em SP. E que o Aquarius Rock Bar é quase a casa para a banda, e entoou o tradicional “Puta que o Pariu”.

Quando a banda tocou Tempo Ruim quase não dava para ouvir a voz do Jimmy porque o público encheu os pulmões para cantar no final da música gritos de Matanza, Matanza e particularmente quase escorreu “suor másculo dos meus olhos” porque passou as lembranças de cada show da banda que acompanhei, onde a minha primeira cobertura como repórter foi do Matanza isso em 2010 e de lá pra cá, quase todas apresentações da banda em São Paulo lá eu estava.

Não sei o motivo do término da banda, pois não divulgaram mais cabe a todos o respeito.

Porém algo me deixou triste, ao final da apresentação Jimmy se despediu do público e entrou porta adentro para o camarim, e na sequência o “maestro” Maurício Nogueira , Jonas e Sony foram a frente do palco para agradecer os presentes.

Tomara que não seja uma despedida, e sim um até breve.

O Brasil, a cena, o Underground agradece o Matanza.

O Ponto ZerØ agradece ao Aquarius Rock Bar, a Ana Paula pela parceria.






Claustrofobia: lançamento da cerveja “Curva” com pocket show e churrasco gratuito

Um dos estúdios mais aclamados e procurados por grandes bandas e músicos da cidade de São Paulo, retoma suas atividades após um período de hiato e reestruturação física do ambiente. O espaço “Da Tribo Estúdio” do produtor Ciero da Tribo, convoca os fãs do Claustrofobia para a reinauguração do espaço com um Show exclusivo da banda e churrasco a vontade.

O evento será realizado dia 21 de outubro, das 14h00 até as 20h00, que contará com o Claustrofobiase apresentando e lançado oficialmente nesse rolê, sua cerveja “Curva”. Além de conferir o show de um dos maiores nomes do Metal brasileiro, o público presente terá um churrasco completo na faixa oferecidos pelo próprio Claustro.

Claustrofobia promete um show intimista com set dedicado aos clássicos do grupo em seus mais de 25 anos de carreira. Os ingressos antecipados estão sendo vendidos pelo custo de R$59,99 através do linkhttp://sympla.com/

Serviço:
Evento: Pocket Show Claustrofobia + Churras + Lançamento cerveja “Curva
Atrações: Claustrofobia
Local: Da Tribo Estúdio
Endereço: AV: Água Fria, 749, B: Água Fria, São Paulo/SP
Data: 21 de outubro de 2018
Custo: R$59,99
Horário: 14h00 – 20h00






Claustrofobia: disponibiliza os álbuns “Fulminant” e “Peste” em todas as plataformas de Streaming

Dois álbuns fundamentais na história do Metal brasileiro acabam de ser disponibilizados oficialmente em todas as plataformas de Streaming para consumo livre dos fãs do Claustrofobia. Os registros “Fulminant” (2005) e “Peste” (2011) já se encontram no Spotify, Deezer, ITunes, Google Play, Napster, Tidal, Amazon e várias outras plataformas.

Em 2005 o Claustrofobia recebeu todo o respaldo do público mundial como uma das maiores bandas deThrash Metal made in Brasil, o fato se deve ao lançamento do terceiro álbum da carreira “Fulminant”.

O disco que apresentava letras mais maduras e uma musicalidade ainda mais pesada e rápida, foi uma escolha certa do grupo, que ao invés de recorrer aos recursos modernos da época, onde a maioria dos artistas utilizam “pro tools” na produção de seus registros, o Claustrofobia, juntamente com Ciero da Tribo Studios, optaram por uma gravação 100% analógica. Essa escolha fez com que o disco fosse recebido e distribuído por inúmeras gravadoras nacionais e internacionais, proporcionando a banda sua primeira tour internacional.

Fulminant conta com a participação especial de Andreas Kisser (Sepultura) e Alex Camargo(Krisiun). Ambos os músicos participaram respectivamente das músicas “Eu Quero é que se Foda” e “Fact”.

Spotify: https://open.spotify.com/album/0UXTFROPmdulP5CZ8UR8uJ?si=7rmZuaU6SQ69Z7MD1v5M9w
Tidal: http://tidal.com/br/store/album/95129107
Deezer: https://www.deezer.com/br/album/72949922
Apple Music: https://itunes.apple.com/br/album/fulminant/1435991477

Peste é o quinto álbum de estúdio do Claustrofobia, o registro foi lançado oficialmente em 2011, é considerado um marco na carreira da banda, um dos motivos é por conta de ser o primeiro que possuí todas as letras cantadas em português.

Outro fator importante que gerou muita notoriedade ao Claustrofobia, foi a mescla de elementos deSamba e Metal na faixa “Nota 6,66”. Algumas faixas do álbum “Peste” são consideradas hinos doThrash Metal brasileiro e presença obrigatória nos shows da banda, músicas como “Metal Maloka”, “Bastardos do brasil” e “Pino da Granada” são constantemente reverenciadas pelos fãs e apreciadores da música pesada.

O álbum foi gravado e produzido pelo renomado produtor Ciero da Tribo que trabalha com oClaustrofobia a vários anos.

Spotify: https://open.spotify.com/album/1mjXZ0kYekch20wSwolg12?si=nWdEggcBS3apbuFlEYF5vA
Tidal: http://tidal.com/br/store/album/95564367
Deezer: https://www.deezer.com/br/album/72953322
Apple Music: https://itunes.apple.com/br/album/peste/1435483315

Formação:
Marcus D’Angelo – Vocal/Guitarra
Rafael Yamada – Baixo
Caio D’Angelo – Bateria

Sites relacionados – Claustrofobia:
Site: http://www.claustrofobia.com.br/
Roadie Metal Press: http://roadie-metal.com/press/claustrofobia/
Facebook: https://www.facebook.com/claustrofobiaofficial/
YouTube: https://www.youtube.com/user/metalmaloka
Instagram: https://www.instagram.com/claustrofobia_official/
Twitter: https://twitter.com/metalmaloka






Matanza Ultimo show na Capital Paulista

Este ano o Aquarius Rock Bar completa 7 anos, e em comemoração à esta data apresenta o show do Matanza, Claustrofobia e Quinta Travessa.

Lembrando que em maio deste ano o Matanza abalaram seus fãs com anúncio do fim das atividades da banda ainda este ano.

A promessa é de um grande show para os paulistanos “erguer seus copos para quem vai partir” neste que será o no último show deles na capital paulista.

Com o histórico de shows memoráveis no local, o Matanza não poderia escolher um lugar melhor para esse adeus, ou seria um até logo?

Os ingressos estão com os preços de:
Pista Inteira: R$ 100,00
Pista Meia: R$ 50,00
Pista Promo 1kg: R$ 50,00 (a pessoa que adquirir este ingresso deverá entregar na entrada, 1kg de alimento não perecível – exceto sal ou açúcar)

Vendas online: https://ticketbrasil.com.br/show/6280-matanza-saopaulo-sp

O Kazebre fica localizado na Rua Iososuke Okaue, 40 – Itaquera – São Paulo (próximo à Avenida Jacu Pêssego)
Veja como chegar: https://goo.gl/vXVrwb






Claustrofobia anuncia Workshop e Show dia 07 de setembro no Sesc/Sorocaba gratuitamente ao público

Os gigantes do Thrash Metal brasileiro, o Claustrofobia, retoma sua agenda de shows e anuncia oficialmente um evento diferenciado na cidade de Sorocaba/SP. Além de se apresentarem levando todo seu trabalho que os credenciam como um dos maiores fomentadores da música pesada do Brasil, Claustro, também irá promover um workshop detalhado, onde os músicos Marcus D’Angelo (Vocal/Guitarra) e Caio D’Angelo (bateria), apresentam detalhes técnicos de seus instrumentos, abordando as composições da banda, a escolha dos instrumentos, timbragem, processo de criação e sua trajetória nesses 24 anos de estrada.

O evento é uma realização do Sesc Sorocaba/SP, e será realizado dia 07 de setembro, feriado nacional, gratuitamente ao público da cidade. O Workshop apresentados pelos dois integrantes do Claustrofobia, terá início as 16h00. No mesmo dia, as 19h00, o Claustro sobe aos palcos com seu show avassalador e mais pesado do que nunca, provando ser essa uma das melhores formações que o grupo já teve. Grandes clássicos e as novas músicas do EP “Swamp Loco” serão executadas com maestria pelos mestres do Thrash Metal.

Interessados em participar do Workshop e show do Claustrofobia, irão precisar acessar os links abaixo e para conferir o endereço e localização exata das apresentações. Os ingressos deverão ser retirados com no máximo 01hora antes das apresentações. Está sendo comunicado pelo Sesc/Sorocaba, que aqueles que chegarem na hora das apresentações, não serão autorizados a entrar no teatro que tem capacidade para aproximadamente 270 pessoas.

Acesse os links do Sesc e saiba como ir:
https://www.sescsp.org.br/programacao/167267_WORKSHOP+RIFFS+RITMOS+COMPOSICOES+TECNICAS+E+EQUIPAMENTOS

Claustrofobia Show: https://www.sescsp.org.br/programacao/167268_CLAUSTROFOBIA

Formação:
Marcus D’Angelo – Vocal/Guitarra
Rafael Yamada – Baixo
Caio D’Angelo – Bateria

Sites relacionados – Claustrofobia:
Site: http://www.claustrofobia.com.br/
Roadie Metal Press: http://roadie-metal.com/press/claustrofobia/
Facebook: https://www.facebook.com/claustrofobiaofficial/
YouTube: https://www.youtube.com/user/metalmaloka
Instagram: https://www.instagram.com/claustrofobia_official/
Twitter: https://twitter.com/metalmaloka






Claustrofobia lança oficialmente Swamp Loco nas plataformas digitais

 

Swamp Loco, EP de inéditas do Claustrofobia, chega às mãos do grande público no dia 17 de agosto em versão streaming nas principais plataformas digitais via Wikimetal. Fãs que contribuíram com a campanha de crowndfunding que ajudou a financiar o disco receberam o álbum completo em primeira mão como recompensa no início do ano.

São cinco faixas inéditas sendo a última bônus que não entrou no álbum Download Hatred (2016): From the Ashes of Sacrifice / Mental Warrior / Zica do Pântano / Swamp Loco / Buried Like a Bum. Zica do Pântano foi lançada como single para apresentação do disco em junho.

Ouça Swamp Loco: https://formusic.lnk.to/ClaustrofobiaSwampLoco

Swamp Loco é o último trabalho do Claustrofobia com o baixista Daniel Bonfogo que se desligou da banda logo após o término das gravações que foram feitas na Califórnia, Estados Unidos, no Fuel Music Studio.

Para o posto das quatro cordas foi escalado Rafael Yamada (ex-Project 46) que já se apresenta nos shows da banda e dará continuidade à história do grupo a partir da era Swamp Loco.

Com ilustração ‘clean’ e requintada assinada pela artista brasileira Fernanda Victorello, conhecida no cenário da música pesada por trabalhos com Sepultura, Festival Monsters of Rock e com o guitarrista e diretor musical Paul Pesco, Swamp Loco dá pistas desde a capa de que a banda busca nesse EP refletir maturidade e experiência conquistadas ao longo de seus 24 anos de estrada sem perder integridade ou se deslocar do mundo thrash.

Além de Victorello, Claustrofobia destacou um time de excelência para trabalhar em Swamp Loco como os produtores ,Russ Russel, Brendan Duffey e Adassi Adassi (ficha técnica completa no rodapé).

Para além da qualidade gráfica e técnica, o trio tratou de imprimir o espírito da nova fase logicamente no principal ingrediente do EP: as músicas. Sob a marca tarimbada dos irmãos Marcus e Caio D’Angelo, faixa a faixa nota-se a obstinação dos músicos em entregar o melhor da música ‘suja’, pesada, sem modismos e original que fazem com maestria.

Segundo Marcus D’Angelo, “essas musicas explodiram de dentro de nós por necessidade no período talvez mais delicado da história da banda, era um momento de decisões e mudanças iminentes, tínhamos acabado de nos tornar oficialmente um Power Trio, era um clima de muita vontade de seguir e evoluir mas ainda com muitas coisas nos acorrentando e isso ditou todo o processo de composição ate o fim das gravações.  “Swamp Loco” é o embrião da renovação, é denso, direto, agressivo… é o mais obscuro de todos nossos trabalhos mas tem um clima positivo e inspirado, visto que a resistência e superação é um mérito a ser entendido. Um EP é sempre um laboratório, experimentamos algumas situações, e testamos elementos que nos influenciam muito mas nunca tivemos a oportunidade de tentar antes, não fazemos musica descartável, sempre foi algo do coração pra fora e o poder de profecia da musica feita dessa forma é incrível, seja ela qual for, tanto que ouvindo  hoje até as letras parecem ter sido feitas depois de todos os acontecimentos e não antes. “Swamp Loco” é zica mesmo, carregando o manto da luta pelos atalhos da decepção, alinhamos nossas mentes pra batalha, e das cinzas de todo sacrifício, aqui estamos com um trio poderoso que respeita a historia, mais fortes e felizes, e isso é apenas o começo de uma nova etapa pro Claustrofobia. Hoje mais do que nunca entendemos a importância das energias estarem alinhadas para conseguir encarar o próximo desafio que sempre é maior que o anterior, portanto o melhor está por vir. Obrigado a todos que nos apoiam e correm lado a lado e desfrutem desse EP pois ele significa muito”

Ficha técnica Swamp Loco (2018)

Faixas 1, 2, 3 e 4: Produzido e gravado por Claustrofobia e Addasi Addasi no Fuel Music Studios em Fullerton – Califórnia, em janeiro de 2018.

Mixagem por Russ Russell no É NÓIS Studios – Inglaterra.

* Faixa 5: Produzida e Gravada por Russ Russell no Norcal Studios em São Paulo – Brasil em 2014. Mixado por Russ Russell no É NÓIS Studios – Inglaterra. Retirada das sessões de gravação do álbum “Download Hatred”.

Todas as faixas foram Masterizadas por Brendan Duffey no Brendan Duffey Audio, em Davis, Califórnia – Estados Unidos.

Todas as músicas escritas por Claustrofobia.

Arranjos de Marcus D’Angelo e Caio D’Angelo.

Assistência de Letras, Suporte e Arranjos por Ivan Goetschi.

Pré-produção no Estúdio Fênix Produções – @fenix_music_bertioga

Participação “Espacial” em Swamp Loco por Russ Russell.

Solo de guitarra em “Buried Like a Bum” pelo ex-integrante Alexandre de Orio em 2014

Ilustração e Concepção Artística e Visual por Fernanda Victorello – www.fvictorello.com






Claustrofobia: novas músicas do EP “Swamp Loco” serão tocadas no programa “Rock Extremo”

Os irmãos Marcus D’Angelo e Caio D’Angelo, vocalista/guitarrista e baterista do Claustrofobia, juntamente com o parceiro Fernando Rodrigues Assunção, são responsáveis pela transmissão de um programa de Rádio em uma FM da cidade de Bertioga. O programa “Rock Extremo” está na ativa há mais de um ano e vai ao ar toda segunda-feira, a partir das 22 horas pela rádio Praia FM 106,1, ou pela internet no link: www.praiafm.com.br

Nessa próxima segunda, o trio de apresentadores, irá receber o novo baixista do Claustrofobia, Rafael Yamada, como convidado do programa para falarem sobre a nova tour e o novo EP “Swamp Loco” que está muito próximo de ser lançado e que teve seu primeiro single disponibilizado recentemente em várias plataformas de Streaming.

Escute “Zica do Pântano”: https://open.spotify.com/album/4RvvuaeYsvnMi8VeZqyDI4?si=oeD1BmSpQ1qTssHIret_Rg

Uma das novidades do programa que irá ao ar no dia (02/07), é a transmissão exclusiva e somente para quem estiver escutando o “Rock Extremo” de ouvir em primeira mão uma das novas músicas do Claustrofobia que está presente em “Swamp Loco” e não foi disponibilizada em nenhum veículo, sendo essa a primeira oportunidade dos fãs da banda de conferirem mais uma patada na fusa produzida pelo trio de Thrash Metal brasileiro. Também foi confirmado que a música “Zica do Pântano”, liberada nas principais plataformas de Streaming, será vinculada na programação.

Aproveitando o embalo, no programa os fãs terão as datas oficializadas pelos músicos do Claustrofobia durante toda a programação, caso você tenha interesse em estar em uma das 11 datas confirmadas da tour “Brotherhood Loco Tour”, segue abaixo toda a agenda e locais que a banda estará se apresentando a partir do dia 04 de julho.

04/07 – Leme/SP – Kaiowas Moto Clube
05/07 – Jundiaí/SP – Aldeia Bar
06/07– Campinas/SP – Sebastian Bar
07/07 – São José dos Campos/SP – Hocus Pocus
08/07 – Ribeirão Preto/SP – Milwaukee American Bar
09/07 – Bauru/SP – Jack Music Pub
11/07 – Araçatuba/SP – Motor Rock Pub
12/07 – Maringá/PR – Tribo’s Bar
13/07 – Londrina/PR – Estação Café Brasil
14/07 – Araraquara/SP – Araraquara Rock
15/07 – Botucatu/SP – Parque Municipal

Formação:
Marcus D’Angelo – Vocal/Guitarra
Rafael Yamada – Baixo
Caio D’Angelo – Bateria

Sites relacionados – Claustrofobia:
Site: http://www.claustrofobia.com.br/
Roadie Metal Press: http://roadie-metal.com/press/claustrofobia/
Facebook: https://www.facebook.com/claustrofobiaofficial/
YouTube: https://www.youtube.com/user/metalmaloka
Instagram: https://www.instagram.com/claustrofobia_official/
Twitter: https://twitter.com/metalmaloka






Claustrofobia: escute agora o novo single “Zica do Pântano”

Claustrofobia lançou essa semana o primeiro single do novo trabalho de estúdio “Swamp Loco”. A nova música do grupo “Zica do Pântano” está disponível em todas as plataformas de Streaming do mundo. Cantada em português, a faixa é uma das 05 faixas que estarão disponíveis no novo trabalho de estúdio.

O trabalho foi produzido no “Fuel Music Studio”, em Fullenrton, na Califórnia sob produção da própria banda e do grande produtor Addasi Addasi e mixagem de Russ Russell, responsável por Download Hatred e que já trabalhou na produção de nomes como Napalm Death, Exploited, The Haunted, Brujeria, At the Gates e outros grandes nomes. A masterização foi feita por Brendan Duffey que já trabalhou com Billy Sheehan, Ripper Owens, Angra, Kiko Loureiro, Dr Sin e André Matos. A arte de capa do EP “Swamp Loco” foi desenvolvida por Fernanda Victorello que sintetizou com maestria o que a banda tinha em mente.

Claustrofobia agradece primeiramente aos fãs, foi um trabalho conjunto e só está sendo realizado devido ao apoio incondicional de milhares de apoiadores do trabalho da banda que participaram ativamente do processo de Crowdfunding e viabilizando todo o processo de criação, gravação e produção de “Swamp Loco”. Esse é o último trabalho que o músico Daniel Bonfogo gravou a frente do baixo do Claustrofobia.

Confira a nova música “Zica do Pântano” nas plataformas abaixo:
SPOTIFY: https://open.spotify.com/album/4RvvuaeYsvnMi8VeZqyDI4
DEEZER: https://www.deezer.com/album/65844852
ITUNES: https://itunes.apple.com/…/zica-do-p%C3%A2ntano…/1399919142…
NAPSTERhttp://www.napster.com/art…/Art.14426735/album/Alb.317630853
GOOGLE PLAY: https://play.google.com/store/music/album…
APPLE MUSIC: https://itunes.apple.com/…/zica-do-p%C3%A2ntano…/1399919142…

Formação:
Marcus D’Angelo – Vocal/Guitarra
Rafael Yamada – Baixo
Caio D’Angelo – Bateria

Sites relacionados – Claustrofobia:
Site: http://www.claustrofobia.com.br/
Roadie Metal Press: http://roadie-metal.com/press/claustrofobia/
Facebook: https://www.facebook.com/claustrofobiaofficial/
YouTube: https://www.youtube.com/user/metalmaloka
Instagram: https://www.instagram.com/claustrofobia_official/
https://twitter.com/metalmaloka






Claustrofobia: Revelada nome e arte do novo EP

Claustrofobia acaba de revelar o nome e capa do novo trabalho de estúdio. No final de 2017, o Claustro, iniciou uma campanha de Crowdfunding que visava arrecadar o financiamento coletivo para ajudar a banda ir aos Estados Unidos e gravar as novas músicas para um EP. No total serão três faixas novas e mais duas bônus que não entraram no mais recente álbum do grupo, Download Hatred de 2016.

Intitulado de “Swamp Loco” o novo EP do Claustrofobia será disponibilizado muito em breve pela banda em formato digital. A arte foi criada pela renomada artista e desenhista brasileira Fernanda Victorello que entrou no projeto com toda sua alma para criar algo que representasse o conceito profundo de “Swamp Loco“.  Fernanda se tornou referência no mercado da moda, desenvolvendo muitas estampas e material gráfico para várias marcas renomadas como Cavalera, Opera Rock, Hering e MCD. No mundo musical sua arte esteve presente em exposição no Festival Monster of Rock, coleção de roupas e acessórios pra MCD com tema de Machine Messiah do Sepultura e programação visual para o renomado guitarrista e diretor musical Paul Pesco.

O vocalista Marcus D’Angelo explica como chegou ao título do álbum e ao nome da artista Fernanda Victorello e o quanto esse álbum representa a atual fase da banda: “Quando estávamos gravando esse EP nos U.S.A, procurávamos por um título e uma arte que representasse a nossa história até o momento, algo diferente de tudo que já fizemos e que apontasse para o futuro, um EP sempre é um laboratório, uma transição, estávamos buscando abrir novas portas, subir um degrau musical e artisticamente e que realmente ficasse distante de qualquer referência, mas ainda assim sem perder nossa verdadeira essência de loucura e brutalidade. O momento é de mudança, as letras dizem isso, a música também…dentre dois títulos, de última hora optamos por “Swamp Loco”.  Comecei a garimpar pela internet uma serie de artistas e me deparei com alguns trabalhos da Fernanda que no ato me chamou muito atenção, me tornei fã imediatamente, os desenhos tinham muita personalidade e Brutalidade, além de flertar sempre com a natureza e serem extremamente bonitos, com muitos detalhes. Mostrei para os caras da banda e todos gostaram muito do que viram. Profissional e dedicada, sua afinidade com o projeto foi imediata e ela criou essa arte exclusivamente para “SWAMP LOCO” composto com elementos das letras, culminando numa arte visual diferente e 100% fiel a música contida em “SWAMP LOCO”. Estamos satisfeitos e provavelmente faremos mais trabalhos juntos no futuro.”

Fernanda Victorello é conhecida por vários trabalhos importantes no país, a artista já trabalhou com vários nomes importantes e quando perguntada sobre sua criação para o Claustrofobia, não lhe faltam palavras elogiosas ao trabalho da banda: “Fiquei muito contente com o contato da banda para representar visualmente este novo trabalho; o Claustrofobia é uma banda com um trabalho de extrema qualidade com reconhecimento nacional e internacional, merecidamente. Este EP marca também um novo ciclo; me senti honrada por ser escolhida para construir a imagem junto ao processo de nascimento dos singles. Para a composição deste trabalho, além das cores orientadas pelo ambiente do tema principal (o pântano), foram considerados trechos de músicas e seus títulos para a seleção de elementos cuja fusão representa o EP como um todo. Agradeço a confiança da banda em meu trabalho e por ter me escolhido para fazer parte deste novo ciclo que se inicia após 22 anos de existência”.

Para conhecer mais a fundo o trabalho da Fernanda acesse o site www.fvictorello.com

Claustrofobia agradece primeiramente aos fãs, foi um trabalho conjunto e só está sendo realizado devido ao apoio incondicional de milhares de apoiadores do trabalho da banda que participaram ativamente do processo de Crowdfunding e viabilizando todo o processo de criação, gravação e produção de “Swamp Loco”. Esse é o último trabalho que o músico Daniel Bonfogo gravou a frente do baixo do Claustrofobia.

O trabalho foi produzido no “Fuel Music Studio”, em Fullenrton, na Califórnia sob produção da própria banda e do grande produtor Addasi Addasi e mixagem de Russ Russell, responsável porDownload Hatred e que já trabalhou na produção de nomes como Napalm Death, Exploited, The Haunted, Brujeria, At the Gates e outros grandes nomes. A masterização foi feita por Brendan Duffey que já trabalhou com Billy Sheehan, Ripper Owens, Angra, Kiko Loureiro, Dr Sin e André Matos.

Em julho o Claustrofobia inicia um tour pelo interior de São Paulo Paraná com 11 datas confirmadas no “Brotherhood Loco Tour” que terá como banda conjunta o Woslom. Confira as datas abaixo.

04/07 – Leme/SP – Kaiowas Moto Clube
05/07 – Jundiaí/SP – Aldeia Bar
06/07– Campinas/SP – Sebastian Bar
07/07 – São José dos Campos/SP – Hocus Pocus
08/07 – Ribeirão Preto/SP – Milwaukee American Bar
09/07 – Bauru/SP – Jack Music Pub
11/07 – Araçatuba/SP – Motor Rock Pub
12/07 – Maringá/PR – Tribo’s Bar
13/07 – Londrina/PR – Estação Café Brasil
14/07 – Araraquara/SP – Araraquara Rock
15/07 – Botucatu/SP – Parque Municipal

Em breve o Claustrofobia estará revelando o nome de todas as faixas e data oficial de lançamento de “Swamp Loco”, fique ligado nas mídias sociais do grupo e não deixe de adquirir sua cópia desse novo trabalho de um dos nomes mais importantes do Thrash Metal brasileiro.

Formação:
Marcus D’Angelo – Vocal/Guitarra
Rafael Yamada – Baixo
Caio D’Angelo – Bateria

Sites relacionados – Claustrofobia:
Site: http://www.claustrofobia.com.br/
Roadie Metal Press: http://roadie-metal.com/press/claustrofobia/
Facebook: https://www.facebook.com/claustrofobiaofficial/
YouTube: https://www.youtube.com/user/metalmaloka
Instagram: https://www.instagram.com/claustrofobia_official/
Twitter: https://twitter.com/metalmaloka






Claustrofobia: banda anuncia “Brotherhood Loco Tour” em julho com 11 datas pelo interior de São Paulo e Paraná

Um dos maiores nomes e expoentes do metal no país, o Claustrofobia, acaba de anunciar oficialmente um tour com 11 datas confirmadas entre cidades do estado de São Paulo e do Paraná. Outra importante informação é que a banda Woslom estará junta ao Claustrofobia em todas as datas, confirmando que essa tem tudo para ser uma das grandes parcerias de 2018. Duas bandas renomadas e com trabalhos consagrados, juntas rodando por várias cidades do Brasil.

Essa será a primeira oportunidade dos fãs do Claustrofobia de conferir o novo baixista Rafael Yamada nos palcos executando os grandes clássicos da banda. No total serão 09 shows pelo interior de São Paulo e 02 no interior do Paraná, sendo que a estreia será na cidade de Leme-SP onde a banda começou.

O vocalista e guitarrista do ClaustrofobiaMarcus D’Angelo, ressalta a importância desse tour e toda a expectativa do público em conferir o novo line up nos palcos: “Estamos ensaiando muito com o Rafael, fazendo um set list especial, transitando por todas as fases da banda porem com novas possibilidades e surpresas que farão desse tour de estreia algo inesquecível. Não esperávamos uma repercussão tão positiva quanto tem sido e isso nos deu uma energizada significativa, a ponto de nos fazer trabalhar mais do que o planejado por pura e espontânea adrenalina. Analisando friamente são os desafios que nos mantem de pé e agora estamos tendo um dos mais interessantes, num ótimo momento. Não me canso de agradecer o apoio de todos e nos vemos nesses shows pois esse tour promete”.

Os shows terão início dia 04 de julho na cidade de Leme/SP e se encerra dia 15 do mesmo mês em Botucatu/SP, São Paulo. Confira abaixo todas as datas e cidades do tour “Brotherhood Loco Tour”.Os shows terão início dia 04 de julho na cidade de leme e se encerra dia 15 do mesmo mês em Botucatu, São Paulo. Confira abaixo todas as datas e cidades do tour “Brotherhood Loco Tour”.

04/07 – Leme/SP – Kaiowas Moto Clube
05/07 – Jundiaí/SP – Aldeia Bar
06/07– Campinas/SP – Sebastian Bar
07/07 – São José dos Campos/SP – Hocus Pocus
08/07 – Ribeirão Preto/SP – Milwaukee American Bar
09/07 – Bauru/SP – Jack Music Pub
11/07 – Araçatuba/SP – Motor Rock Pub
12/07 – Maringá/PR – Tribo’s Bar
13/07 – Londrina/PR – Estação Café Brasil
14/07 – Araraquara/SP – Araraquara Rock
15/07 – Botucatu/SP – Parque Municipal

Além dessa turnê de Julho onde a banda junta forças ao grande Woslom, mais datas serão anunciadas em breve e quem quiser ver o Claustrofobia nos palcos entra em contato com Bruno pelo e-mail: contato@claustrofobia.com.br

Formação:
Marcus D’Angelo – Vocal/Guitarra
Rafael Yamada – Baixo
Caio D’Angelo – Bateria

Sites relacionados – Claustrofobia:
Site: http://www.claustrofobia.com.br/
Roadie Metal Press: http://roadie-metal.com/press/claustrofobia/
Facebook: https://www.facebook.com/claustrofobiaofficial/
YouTube: https://www.youtube.com/user/metalmaloka
Instagram: https://www.instagram.com/claustrofobia_official/
Twitter: https://twitter.com/metalmaloka






RESENHA: Berti Rock Fest

Por: Mila Pinheiro

Mais em casa do que nunca!!!

No último Sábado, dia 20, rolou a terceira edição do Berti Rock Fest. Um festival com várias bandas sacudindo a tenda de eventos de Bertioga, litoral de São Paulo.

As bandas Torre 47, Atitude Caiçara, Luau Eletro, Aphophanous, Duo Man’s e Mr Jaw agitaram a galera até as 23hs com sons que iam desde autoral com qualidade até clássicos do rock ao som de violão e violino!!!

O clima do fest era de respeito tanto no palco quanto com os fãs. A estrutura muito bem organizada contava com espaço vip para cadeirantes e fãs portadores de necessidades especiais.

Teve fã que viajou de moto do Rio de Janeiro até Bertioga para ver o show!!!

Por volta da meia noite, Claustrofobia subiu ao palco, o show foi simplesmente destruidor. Rolou participação especial de Andreas Kisser na faixa “Curva” e os fãs foram á loucura. Em determinado momento no show, vi um dos fãs, ajoelhado no chão, chorando e cantando sem acreditar que estava ali!

Kisser Clan fechou o festival com grandes sucessos do metal. Yohan definitivamente mostrou que é herdeiro legítimo de toda o talento e toda a competência de Andreas.

O fim da noite nada mais foi do que as duas bandas juntas no palco tocando “Rock And Roll All Nite” do Kiss e levando os fãs ao delírio numa noite que simplesmente ficou pra história de Bertioga!

Fotografia: Mila Pinheiro Audiovisual
Divulgação: Underground’s Voice (Portugal), Ponto ZerØ e Big Rock n’ Roll.






Berti Rock Festival chega à sua terceira edição com as bandas Claustrofobia e Kisser Clan gratuitamente na cidade de Bertioga

O já tradicional “Berti Rock Festival”, acaba de anunciar de forma oficial sua terceira edição para janeiro de 2018. Pontos importantes que devem ser ressaltados, o festival de realização da prefeitura de Bertioga/SP, sendo que o “Berti Rock Festival” agora será apresentado na tenda principal do evento anualmente organizado pela prefeitura da cidade, que visa levar aos habitantes à cultura em suas diversas formas, seja na música, teatro, arte e outros.

“Berti Rock Festival” realizado anualmente no mês de julho, confirma que com essa parceria e aceitação da prefeitura deBertioga/SP, um evento tradicionalmente de Metal, será realizado com toda à estrutura oferecida pela secretária de cultura da cidade no mês de janeiro e não mais em julho.

O evento será realizado dia 20 de janeiro com a realização da Prefeitura Municipal de Bertioga, apoio Cultural do SESC Bertioga e produção da Viabiliza Music Produções, confirmou que o festival contará com bandas autorias e tributos de grandes nomes do metal mundial. O primeiro nome confirmado para o festival, é os gigantes do Thrash Metal Nacional, Claustrofobia, natural da cidade e reconhecido mundialmente. A outra grande atração confirmada no festival, será o projeto liderado pelo renomado guitarrista Andreas Kisser (Sepultura e De La Tierra) e seu filho Yohan Kisser (Lusco Fusco), completam o grupo o baterista Amilcar Christofáro (Torture Squad) e o baixista Gustavo Giglio (Sé7ima) que encabeçam a banda Kisser Clan e que recentemente, fechou uma noite no palco Rock District do Rock in Rio 2017

O Evento abre espaço para à fomentação do estilo na cidade de Bertioga, concedendo oportunidade para bandas locais e autorais se apresentem no festival. Nesse ano os nomes confirmados são, Luau Eletro Acústico, MR. Jaw, Duo Mann’s, Atividade Caiçara, Apophanous e Torre 47.

O 3º “Berti Rock Festival” será realizado na Tenda de Eventos na Praia da Enseada, ao lado do Parque dos Tupiniquins, um dos grandes atrativos do festival é a possibilidade de em algum momento das apresentações, o grupo Claustrofobia e o Kisser Clan, unirem suas forças em uma Jam inédita na história do metal.

SERVIÇO
3º BERTI ROCK FESTIVAL, COM KISSER CLAN, CLAUSTROFOBIA E SEIS BANDAS LOCAIS

Data: 20 de janeiro
Horário: a partir de 18:00
Local: Tenda de Eventos, ao lado do Parque dos Tupiniquins. Praia da Enseada, Bertioga/SP
Entrada franca
Realização: Prefeitura Municipal de Bertioga
Apoio Cultural: SESC Bertioga
Produção: Viabiliza Music Produções
Comunicação: Rádio Praia FM 106,1 e Programa Rock Extremo
Assessoria: Roadie Metal

Apoio: THC Produções, Fenix Music, Pastel Bertioga, D3 Comunicação






RESENHA: Nervosa Sesc Belenzinho

Texto: Rodrigo Silva
Fotos: Felipe Domingues

O Power Trio de Trash Metal a banda Nervosa subiu no palco do Sesc Belenzinho no Projeto Musica Extrema, a Nervosa é formada por Fernanda Lira (baixo e vocal), Prika Amaral (guitarra e backing vocals) e Luana Dametto (bateria) a banda apresentou musicas no seu mais recente album Agony e contou com alguns convidados para dividir o palco como Marcelo Pompeu do Korzus e Mayara Puertas do Torture Squad para dividir os vocais e o Marcus D’Angelo do Claustrofobia para dividir a guitarra em uma das musicas.

O publico que compareceu em grande numero não se decepcionou e pode ver um pouquinho da turnê tão elogiada e sentiu a força e a energias que essas “Damas” tem no palco e em suas musicas.

A banda Nervosa segue com sua turnê e já tem excursão marcara para março de 2018 na Europa junto com Venom Inc., Suffocarion e Aeternam, além da excursão a banda tem programado para o incio de 2018 o lançamento do seu mais novo album.

Agora é aguardar para ver.

Agradecemos a assessoria de imprensa do SESC Belenzinho por conceder gentilmente as credenciais para nós, até a próxima.

Confira a programação completa do SESC Belenzinho:
http://www.sescsp.org.br/belenzinho/