Tag Archives: Dani Nolden

RESENHA: SHADOWSIDE – SHADES OF HUMANITY

Por Rodrigo Paulino

The wait is over! Na espera do quarto álbum da banda, depois de 5 anos, está recém tirado do forno um álbum recheado de músicas com guitarras pesadas de Raphael Mattos, Fabio Buitvidas na bateria, Magnus Rosén no baixo e a característica e marcante voz de Dani Nolden.

Posso sem a menor dúvida dizer que este é um álbum emblemático e marcante da banda. Não é um mais do mesmo, a banda nunca foi, mas este está mais marcante, tem uma pegada diferente na melodia. As letras estão bem carregadas, pois tratam de assuntos como  depressão, superação, desastres naturais como o ocorrido em Mariana – MG, os valores da humanidade.

As faixas de abertura possuem a identidade musical da banda impressa em seu peso, no entanto, podemos notar o quão versátil é a voz de Dani, é como se ela se dividisse em três pessoas diferentes nas três primeiras faixas. Em The Fall notamos um coro back vocal no refrão, já em Beast Inside a musica conta com um vocal mais pesado e melismas no decorrer dela, unido ao peso, depois uma pegada mais leve e moderna em What If, o vocal varia um vocal limpo e algo mais carregado e rápido.

Acaba sendo difícil escolher uma favorita, queria deixar registrado a minha admiração por esse trabalho, no que se refere à vocalista, versatilidade marcante onde ela muda o tom da voz de algo tranquilo para o agressivo em um piscar de olhos, isso se torna mais evidente em Insidious me. Uma música que não desaponta em nada quem curte um peso.

Stream of shame carrega uma característica que eu chamo de queda livre: a música segue um rítimo como se seguisse em frente, de repente ela despenca, é algo tão bom isso nos fones de ouvido que você se sente realmente em uma queda, respire nessa faixa.

A faixa Drifter é interessante, onde um sintetizador ganha destaque e vai alternando com a guitarra e bateria. É uma faixa muito interessante, é agitada e temos pelos menos umas três variações de vocal, um solo, uma pegada moderna e ao mesmo tempo dos 80, lembrando algo da trilha sonora de Tron. O mais legal é no finalzinho a guitarra acompanhando a voz e depois dominando tudo, uma das minhas faixas favoritas.

O que é muito legal, é que quando chega a ultima faixa, vemos uma musica que é diferente de tudo que você ouviu no álbum inteiro, a faixa Alive começa tão tranquila que você acha que colocaram ali por engano, mas vai por mim, é emocionante, a musica possui uma atmosfera pesada, apenas com o sintetizador e em pontos ela vai passando por cada passo que você deu ouvindo o álbum. Aliás, Alive possui um clipe muito bom, dirigido pelo diretor Daniel Stilling, ninguém menos que o diretor de Criminal Minds, série de tv que também recomendo. O clipe consegue captar os momentos mais perturbadores e obscuros das séries e filmes dirigidos por Daniel, clipe com cara de episodio de seriado.Confira:

O que dizer deste álbum mal ouvi e já considero pacas? É um salto na carreira da banda, um álbum onde podemos ter uma amplitude do vocal e a instrumentação que nunca deixaram a desejar, é o famoso: “O que é bom pode ficar ainda melhor”, mas neste caso: “O que é melhor pode ficar ainda mais surpreendente”.

Minha nota? 10/10

Shadowside lança videoclipe produzido por diretor de fotografia de Criminal Minds e Perdido em Marte

A Shadowside, banda de Rock/Metal brasileira que conta com o baixista sueco Magnus Rosén (ex-Hammerfall), lançou hoje o videoclipe da música “ALIVE”, primeiro single do novo álbum “Shades of Humanity”, que foi gravado e produzido na Suécia sob a direção de Fredrik Nordström (Arch Enemy, Hammerfall, Evergrey) e Henrik Udd (Architects, Arch Enemy, Dream Evil).

O videoclipe de “ALIVE” foi filmado e produzido no Adrenaline Studios em Orlando, nos Estados Unidos, pelo renomado diretor Daniel Stilling, conhecido por seus trabalhos no filme “Perdido em Marte” e no seriado “Criminal Minds”.

Sinopse:

“ALIVE” não é apenas um videoclipe, é um curta-metragem que traz em seu enredo a força da superação representada pelos quatro elementos da natureza, onde os integrantes da banda Dani Nolden (Ar), Magnus Rosén (Terra), Raphael Mattos (Fogo) e Fabio Buitvidas (Água) vivem situações de vida ou morte, onde cada um encontra-se em uma história paralela, vivenciando a iminência de um desastre. Será que eles são capazes de lutar pela vida?

Confira o videoclipe abaixo:

“Shades of Humanity” explora uma temática profunda, com letras sobre depressão, aborto, o desastre de Mariana e os valores morais da humanidade, explorando novas possibilidades musicais sem deixar de lado seus pesados riffs de guitarra e melodias marcantes, que são as marcas registradas da banda.

O lançamento de “Shades of Humanity” será no dia 26 de julho no Japão, através da gravadora Spiritual Beast, 28 de julho na América do Norte e Europa, pela gravadora EMP Label Group, que pertence ao baixista do Megadeth Dave Ellefson, e o lançamento no Brasil será dia 04 de setembro, pela Furia Music Records.

A Shadowside já está com agenda de shows aberta para o segundo semestre de 2017. Os contatos para shows devem ser feitos através do email contato@furiamusic.com.br, e jornalistas interessados no presskit do grupo e agendamento de entrevistas devem entrar em contato através do email imprensa@furiamusic.com.br.

Shadowside: “Inner Monster Out já está parecendo algo pequeno perto desse novo álbum”

A Shadowside segue a todo vapor as composições do seu novo álbum, o sucessor do aclamado “Inner Monster Out”, que rendeu ao grupo conquistas no Brasil e exterior, sendo eleita com o “Melhor Álbum de Heavy Metal/HardCore” na premiação americana Independent Music Awards, ficando na 26ª colocação dos álbuns mais vendidos do Japão, segundo a revista Burrn!, e a 9ª colocação entre as músicas mais tocadas nas rádios de Rock/Heavy Metal nos Estados Unidos.

Em entrevista para o portal Recife Metal Law, a cantora Dani Nolden falou sobre vários assuntos, entre eles como é sua liderança dentro da banda, clipe de “Habitchual”, o polêmico cancelamento do show da banda em Recife em 2012, e também a fase em que a banda vive no atual momento, destacando as composições do novo álbum.

Recife Metal Law – Levando-se em consideração o tempo de lançamento do último álbum, certamente a banda já vem preparando músicas para um novo disco. A linha a ser seguida, sonora e liricamente, será a mesma de “Inner Monster Out”?

Dani Nolden: Será a evolução do “Inner Monster Out”. Temos algumas músicas prontas e elas estão tão pesadas quanto as músicas do “Inner Monster Out”, talvez até mais, porém as melodias e estruturas estão mais maduras. Será um álbum mais maduro, mais interessante e mais intenso musicalmente, e um pouco mais obscuro liricamente. Os temas estão mais fortes, tanto pelo meu estado de espírito atual quanto pela música que realmente pede uma temática mais pesada. Estou muito ansiosa pela finalização desse trabalho e muito animada. Para mim, o “Inner Monster Out” já está parecendo algo pequeno perto desse novo álbum porque o novo trabalho realmente está soando como uma evolução dele. Continua direto e agressivo, porém mais elaborado musicalmente.”

Leia a entrevista completa no link à seguir:
http://www.recifemetallaw.com.br/index.php?link=materias&tipo=entrevistas&id=277

Revista Rock Meeting traz Shadowside como destaque na edição #68

A revista Rock Meeting #68 traz o Shadowside em destaque na capa. Dani Nolden foi entrevistada para a sessão Perfil RM, onde a cantora fala sobre várias curiosidades sobre sua carreira e personalidade, além é claro, de contar histórias de suas turnês pelo mundo junto ao Shadowside e comentar sobre o próximo trabalho de estúdio da banda.

Meus sonhos de adolescente eram gravar um álbum, fazer grandes shows e tocar em vários países, o que acabou acontecendo de forma muito maior que eu imaginava. Agora sonho com continuar fazendo isso por muitos outros anos e com uma turnê na Ásia, quem sabe.“, disse a cantora.

A edição deste mês traz ainda matérias com Eluveitie, Soturnos, Monsters of Rock, e sessões Doomal e World Metal.

Para ler a revista acesse:
www.rockmeeting.net

Para fazer o download da revista acesse:
http://bit.ly/RockMeetingN68

Shadowside: “o novo álbum terá uma temática mais obscura, música mais intensa e pesada”

O site Rock Masters promoveu uma promoção onde os fãs do Shadowside seriam os responsáveis pela entrevista com a banda.

Com esse conceito diferente, os fãs enviaram dezenas de perguntas e promoveram uma entrevista inusitada. Entre os temas abordados estão o próximo disco da banda, curiosidades sobre as turnês, DVD e muito mais.

Acompanhe alguns trechos da entrevista à seguir.

Pergunta enviada por Roney Verdério
Vocês possuem algum direcionamento artístico ou conceito já estabelecido para o próximo álbum? E quais foram as principais influências do clássico instantâneo “Inner Monster Out”?

Dani Nolden: O novo álbum provavelmente terá uma temática um pouco mais obscura, o que vai acabar provocando música mais intensa e pesada. Ele seguirá o rumo que já estamos caminhando desde o Inner Monster Out, porém gostamos de nos desafiar, então buscaremos algo que seja interessante, tanto para nós quanto para os fãs. Mas é certeza que será pesado, e estamos buscando melodias cada vez mais marcantes. Não tivemos uma influência específica no Inner Monster Out, porque todos nós gostamos de coisas completamente diferentes uns dos outros. As influências principais do álbum, tanto do Inner Monster Out quanto desse que estamos trabalhando agora, serão as famosas diferenças musicais. Nós adoramos isso. Adoramos que um da banda gosta de thrash old school e o outro gosta de In Flames, enquanto o outro gosta de pop anos 80. São essas diferenças que fazem com que as ideias de cada um sejam interessantes e diferentes uma das outras. Se todos nós escutássemos as mesmas coisas, teríamos as mesmas ideias e acabaríamos copiando nossa banda favorita. Dessa forma, a sugestão de cada membro sempre é algo inesperado para os outros.

Pergunta enviada por Lucas Melquiades
Há planos para a gravação de um DVD? Se sim, seria no Brasil, exterior ou pensam em dividir em partes de vários shows para mostrar como é a receptividade da banda fora do Brasil?

Dani Nolden: Há planos, sim! Mas queremos fazer algo realmente interessante para os fãs e não apenas gravar algo apenas para dizer que temos um DVD. Por muito tempo esperamos a hora certa e acredito que essa hora está se aproximando cada vez mais. Não temos uma decisão tomada de onde seria ou como seria essa gravação, mas com certeza incluiríamos passagens de shows tanto no Brasil quanto no exterior, não apenas para mostrarmos essa receptividade, mas também o dia a dia da banda na estrada.

Confira a matéria completa em:
http://rockmasters.com.br/2015/04/dani-nolden-perguntas-enviadas-por-fas/

O Shadowside continua com sua agenda aberta para os últimos shows da “Inner Monster Out Tour”, e os produtores interessados em levar o espetáculo para sua cidade devem entrar em contato com a Furia Music Produções através do e-mail contato@furiamusic.com.br.