Tag Archives: Hoffman & O’brian

Rockin’1000 chega ao Brasil com status de maior banda de rock do mundo e recruta músicos brasileiros.

Rede americana School of Rock se junta ao time de parceiros para propagar a mensagem do rock entre as novas gerações

Pela primeira vez em São Paulo, “Rockin’1000,” a maior banda de rock do mundo, em colaboração com a Fever, principal plataforma global de descoberta do entretenimento ao vivo e criadores dos concertos Candlelight, reunirá 1.000 músicos no Allianz Parque para celebrar a música em uma noite mágica e inesquecível.

A banda, melhor conhecida pelo vídeo viral que levou o Foo Fighters para Cesena, na Itália, se apresenta pela primeira vez na América do Sul em um palco palco 360º na capital paulista.

A banda de 1.000 músicos, que iniciou sua trajetória em 2015, tocará os maiores clássicos do rock mundial com um repertório que abrange a história do rock, desde Rolling Stones até AC/DC, Nirvana, Pearl Jam, Red Hot Chilli Peppers, Led Zeppelin, Queen e muitos outros.

Para essa edição especial no Brasil, a School of Rock se junta ao time de parceiros do evento. A maior e mais revolucionária rede de ensino musical da atualidade será a escola oficial do Rockin 1000 e levará 70 alunos para viver um dia de superstar ao lado da maior banda de rock do mundo.
A escola que hoje conta com mais de cinco mil alunos só no Brasil, atua em diversos países e tem como base sua metodologia única, que conecta o aprendizado tradicional das aulas individuais com a experiência de palco, e agrega ao portfólio seu último lançamento que é a School of Rock Play primeiro streaming de educação musical do mundo.

Os ingressos para a enorme, épica e inesquecível celebração do rock já estão disponíveis exclusivamente no site ou app da Fever.

O Rockin’1000 é um projeto que nasceu com o objetivo de convidar o Foo Fighters para Cesena, Itália.
Graças à “Learn to Fly” – o vídeo viral com mais de 60 milhões de visualizações – hoje a banda voa pelo mundo tocando em estádios com 1.000 músicos em simultâneo.

Rockin’1000 São Paulo

Local: Allianz Parque (Av. Francisco Matarazzo, 1705 – Água Branca, São Paulo)
Data: 1 de outubro – Sábado
Horário: portões abrem às 16h
Preço: a partir de R$79

Link de vendas: https://saopaulo.rockin1000.com/en/

Expoente do hard rock, Velvet Chains lança o single inédito “Back on the Train”

Música fará parte do próximo álbum de estúdio do grupo de Las Vegas, a ser lançado em outubro

A banda americana de hard rock Velvet Chains está lançando em 12 de agosto o segundo single de seu próximo álbum de estúdio. A música “Back on the Train” foi gravada no estúdio Monster Sound and Picture, na cidade natal do grupo, com os premiados produtores Darren Trentacoste e James Boldt. A canção é mais uma colaboração com o compositor Drew Lawrence, que co-assina a faixa ao lado do baixista e fundador Nils Goldschmidt e do baterista Jason Hope.

O mais recente lançamento do Velvet Chains traz grande inspiração na obra do Velvet  Revolver, uma das principais influências musicais do grupo de Las Vegas, que vem ganhando destaque no cenário note-americano. A música “Back on the Train”, assim como o single anterior, “Last Drop”, farão parte do segundo disco de estúdio do Velvet Chains, ainda sem título, que chega ao mercado em outubro.

Junto com o mais recente single, “Back on the Train”, a banda também soltou um videoclipe da canção, com cenas impactantes e direção de Dean Karr (Iron Maiden, Velvet Chains, Queens of the Stone Age, Ozzy Osbourne), repetindo a parceria que aconteceu no aclamado clipe de “Tattooed”, lançado pelo Velvet Chains em 2021.

Assista o videoclipe de “Back on the Train”: https://www.youtube.com/watch?v=1Go3VONOJgc

O baixista Nils Goldschmidt comenta o trabalho com Karr no novo videoclipe: “Dean não é apenas uma lenda na indústria musical, mas também um visionário de videoclipes. Ele sabe o que é melhor para a música em que está trabalhando e sempre consegue tirar o melhor de cada banda. Nós demos a ele algumas opções e Dean, sendo um verdadeiro fã de rock n’ roll, escolheu a música mais rápida, enérgica e autêntica. Estamos felizes que ele a tenha escolhido, pois ela tem um estilo de hard rock do Velvet Revolver, uma banda com a qual Dean trabalhou várias vezes. O resultado final é simplesmente insano”.

Sobre a composição da canção, o músico complementa: “Eu e Lawrence criamos os riffs principais, refrão e etc, então fizemos uma demo apenas com as guias vocais. Nosso baterista, Jason Hope, escreveu a letra da música. Sua inspiração veio da dinâmica dos relacionamentos, de quando as pessoas ficam solteiras e mais uma vez estão ‘de volta ao trem’, procurando novos amores ou luxúria”.

Além da preparação para o segundo álbum, o Velvet Chains segue o trabalho em cima dos palcos. Recentemente, a banda se apresentou em importantes festivais nos Estados Unidos, realizou uma turnê ao lado de Todd Kerns (Slash feat. Myles Kennedy and The Conspirators), em setembro, são uma das atrações do Blue Ridge Rock Festival, no estado da Virgínia, além de uma extensa residência no conceituado The Barbershop Cuts & Cocktails, na cidade natal, Las Vegas.

Seguindo com o trabalho incessante, junto a lotada agenda de shows, o Velvet Chains segue trabalhando no próximo disco de estúdio, o sucessor do aclamado Icarus (2021). A obra terá a produção do renomado produtor Kane Churko (Papa Roach, Five Finger Death Punch, In This Moment, Hellyeah).

O grupo segue trabalhando para expandir sua música a novos territórios: no Brasil, alcançaram números expressivos nas diversas plataformas de streaming e obtiveram grande atenção da mídia especializada, algo que deve se intensificar com o novo álbum. O Velvet Chains tem como membro fundador e baixista Nils Goldschmidt, que conta com os brasileiros Laurent Cassiano e Larry Cassiano nas guitarras, Jason Hope na bateria e o vocalista Ro Viper.

Mais informações:
Instagram: https://www.instagram.com/velvetchainsband
Facebook: https://www.facebook.com/velvetchains
Website: https://velvetchains.com


Velvet Chains lança primeiro single de seu novo álbum de estúdio: “Last Drop”

Sensação do hard rock/alternativo americano prepara novo álbum para Outubro

Foto: Fred Morledge

A banda Velvet Chains, baseada em Las Vegas e inspirada no rock alternativo americano, chega ao mercado latino com um novo single e videoclipe para a faixa “Last Drop”, antecipando o aguardado segundo álbum, que está previsto para ser lançado em outubro.

A faixa foi gravada no Hideout Recording Studio em Las Vegas, com o premiado produtor Kane Churko (Five Finger Death Punch, Papa Roach, Skillet), que também co-escreveu a música com o baixista do conjunto, Nils Goldschmidt e o multiplatinado compositor Drew Lawrence (Lindsey Stirling, Christina Perri).

Um som sombrio que relara um romance paranóico, “Last Drop” chegou às plataformas digitais no dia 08 de julho, mesma data de seu videoclipe, dirigido por Brian Cox (The Used, Bring Me The Horizon, Hollywood Undead) e que pinta um cenário que casa perfeitamente com o caos relatado nos versos da canção.

Assista o videoclipe de “Last Drop”: 

Histórico

Formada em 2018 Goldschmidt, Velvet Chains conta com pesados riffs de guitarra unidos a melodias, cozinha marcante e segura, além de vocais repletos de personalidade. Toda esta sonoridade única é um amálgama de influências musicais, que vão de bandas como Alice In Chains e Stone Temple Pilots à Audioslave e Velvet Revolver.

O álbum de estreia do grupo foi Icarus, disponibilizado em 2021 e que causou um grande alvoroço no mercado do Rock e agradou a crítica especializada, como aponta uma matéria do portal americano V13: “uma jornada de dez músicas pelo melhor do heavy rock, grunge e punk, com aquela paixão clássica dos anos 19”. O trabalho contou com a participação especial de grandes músicos como Richard Fortus (Guns N’ Roses), além de Jeff Rouse e Mike Squires do Duff McKagan’s LOADED.

A banda, que recentemente dividiu o palco em Vegas com Todd Kerns (Slash Feat. Myles Kennedy and The Conspirators, The Age of Electric), tem importantes apresentações marcadas em território norte-americano: Em Wisconsin, sobem ao palco do Rock Fest – que acontece entre 14 e 16 de julho –, ao lado de gigantes como Evanescence, Disturbed, Lita Ford, Halestorm e Mudvayne, entre outros. No estado de Virgínia, participam em outubro do Blue Ridge Rock Festival, que terá atrações Ghost, Slipknot, Gojira, Lamb of God e Alice Cooper entre outros.

Além disto, farão uma residência de seis meses no The Barbershop Cuts & Cocktails, um dos redutos roqueiros mais importantes dos Estados Unidos, no Hotel Cosmopolitan, localizado na cidade natal do grupo, Las Vegas.

A atual formação do Velvet Chains conta com o baixista e membro fundador Nils Goldschmidt, os guitarristas brasileiros e irmão Laurent Cassiano (guitarra solo) e Larry Cassiano (guitarra base), o baterista Jason Hope e o vocalista Ro Viper.

Outras informações:

https://velvetchains.com/

https://www.facebook.com/velvetchains

https://www.instagram.com/velvetchainsband

Pressive lança novo e surpreendente single “¿Quién soy yo?”

Grupo mexicano mescla estilos e comprova que música não tem fronteiras

A banda mexicana Pressive está estreando mais um single de impacto: “¿Quién soy yo?”. Por mais que o grupo, que vem obtendo cada mais reconhecimento no cenário internacional, tenha suas bases fixadas no new metal e rock industrial, o Pressive não se furta em experimentar sonoridades e influências a fim de sempre entregar aos fãs músicas cheias de energia e poder.

O Pressive está repleto de novidades neste ano. Após lançar diversos singles durante o período de pandemia, em 2022 a banda está com nova formação, que aguça a busca por novos caminhos musicais. A estreia deste novo momento da carreira é o single “¿Quién soy yo?”. Outra novidade em relação ao grupo é a nova parceria com o selo independente Blegh Label.

Assista: https://www.youtube.com/watch?v=blYTS7VY8LQ

Comprovando a caminhada destemida que tem como foco principal surpreender, este novo trabalho dos mexicanos une universos sonoros distintos, que, entretanto, se mesclam perfeitamente. A faixa conta com a participação de Soy Emilia, artista colombiana radicada no México, que conquistou o público com seu electropop rítmico; e também de um dos fundadores do conceituado Família Alzada: Zornoza, que traz sua bagagem musical característica à canção.

Embalando tudo isto, o som original e pesado do Pressive se soma à equação, com base no new metal e dark wave. Composta por várias passagens que vão do R&B ao estilo enérgico do alternativo dos anos 1990, a faixa comprova que as fronteiras musicais devem ser definitivamente derrubadas.

Os próprios integrantes da Pressive explicam que esta colaboração “criou uma magia que segue um crescendo: começa como uma balada suave e termina com um som forte e contundente. A música é sobre como uma pessoa pode perder seu caminho, o caminho para seus sonhos, ideais ou planos”. Esta química entre diferentes artistas e estilos poderá ser vista pelos fãs no videoclipe que foi disponibilizado na mesma data que o single: 24 de junho.

Este single da Pressive é uma prévia do que virá no futuro: um novo disco de estúdio. Tendo como base “¿Quién soy yo?”, o trabalho será de altíssimo nível e igualmente surpreendente e instigante. 

Outras informações: @pressive 

Governo finlandês promove o heavy metal e o intercâmbio com a América Latina

Projeto “Come to Latin America” busca o fomento cultural e a quebra de preconceitos contra o estilo

O Metal pode ser considerado um pária em muitas nações do globo, entretanto, na Finlândia este é um estilo musical presente na cultura e bastante prestigiado pela população, com ampla presença nas grandes mídias, rádios e, portanto, na vida dos habitantes do país.

Uma das ações de maior abrangência do governo para fomentar à cultura local é o financiado de projetos através do Ministério da Educação e Cultura. Em pauta neste momento temos o concurso “Come to Latin America”, destinado a bandas emergentes de metal finlandês, com o objetivo de difundir a música, promover a cultura do país e colaborar com a quebrar alguns preconceitos que ainda existem em torno o estilo de música, heavy metal. O projeto em formato híbrido prevê alcançar aproximadamente 10 milhões de pessoas entre jurados, público participante e atrações. 

O júri do concurso “Come to Latin America”, formado por mais de 100 músicos latino-americanos, jornalistas, radialistas, organizadores de festivais e profissionais ligados ao entretenimento ao vivo, escolheu as três bandas finalistas e agora será a vez do público latino-americano escolher o vencedor. O prêmio será um acordo de distribuição com a Nuclear Blast – por meio da subsidiária Blood Blast –, uma das maiores gravadoras de nicho do mundo e que atua como parceira nesta iniciativa.

Para votar nos três finalistas, que são as bandas Luna Kills, Noira e Where’s My Bible, uma plataforma interativa foi criada e estará no ar á partir de 28 de Junho de 2022. 

Finlândia e América Latina conectados pelo Metal

O rock e o heavy metal se tornaram um produto de exportação finlandês. Principalmente desde a virada do milênio, inúmeras bandas do país vêm se posicionando no circuito internacional, no qual Brasil, Chile, Argentina, México e Uruguai tem uma grande fatia. De acordo com o relatório global de música da IFPI, a América Latina é o mercado mais importante para música, incluindo o metal finlandês, registrando 85% dos downloads nas plataformas de streaming, com um crescimento de 31% em 2021, em relação ao ano anterior.

O ministro da Ciência e Cultura da Finlândia, Petri Honkonen, comenta: “O mercado de música em rápido crescimento da região também está atraindo novas bandas. Além disso, eles têm uma base de fãs leais na América Latina, o que cria uma forte plataforma para o sucesso. O intercâmbio cultural é especialmente importante agora, dada a instabilidade que vivemos na Europa, levando os artistas a terem incertezas em vários sentidos”.

A empresária Niina Fu, idealizadora do projeto, teve inspiração ao residir nos países Chile e Brasil e comparar as similaridades entre o países latinoamericanos e a Finlândia: “Apesar da distância e diferenças culturais, existe uma cena metal muito forte e profunda em ambos os países. Isso me chamou muito a atenção e é por isso que tive a ideia de desenvolver este projeto”.

Ela acrescenta que sua motivação é ampliar o impacto da cultura na sociedade moderna: “Acredito que atualmente o mundo é medido demais por conquistas e por indicadores financeiros. Ao estudar Administração de Empresas na Getúlio Vargas em São Paulo, Brasil, entendí que precisamos ampliar o espaço da cultura. O heavy metal é o presente da Finlândia para o grande e diversificado acervo cultural do Brasil, com o objetivo de aumentar a participação no cotidiano das pessoas deste lindo país”.

“Está nos planos da banda vencedora uma turnê na América Latina. Estamos solicitando mais financiamento para este projeto. Continuaremos a cooperar com o Brasil – um dos maiores exportadores de boa música do mundo”, promete Fu.

O heavy metal e a Finlândia

De acordo com o banco de dados online Metal Archives, o país tem mais de duas mil bandas do estilo. Ainda segundo a plataforma, há uma década, a Finlândia tinha o maior número de bandas de heavy metal per capita do mundo, com 54 a cada 100 mil habitantes. Os países vizinhos Suécia e Noruega vinham logo atrás, com 27. Hoje esse número ultrapassa os 60, mantendo o primeiro lugar geral

Este cenário sólido se explica pelo empenho do governo finlandês em apoiar a cultura local e o heavy metal. Não à toa, que a primeira ministra finlandesa, Sanna Marin, aparece em diversas cerimônias oficiais usando sua inseparável jaqueta de couro, no melhor estilo Rock and Roll. A primeira ministra finlandesa já declarou abertamente seu grande amor pelo heavy metal.

Isto não é apenas um reflexo da moda, mas também de uma atitude de vida, uma vez que esse gênero musical permeia profundamente a sociedade finlandesa. O alcance do estilo chega também ao mundo empresarial. A multinacional finlandesa Nokia, que possui forte presença no mercado mundial de tecnologia, vem demonstrando entusiasmo e apoio ao projeto “Come to Latin America”, e tem em seu quadro de colaboradores pessoas que apreciam o estilo, como o CEO da Nokia Brasil, Ailton Santos Filho, músico, matemático por formação e apontado como padrinho do “Come to Latin America”. 

“Uma das coisas que diferencia a arte da tecnologia é que esta sempre busca o perfeccionismo, enquanto a música é uma forma de expressão mais humana, onde podemos ousar ser nós mesmos, com nossas virtudes e erros. Por isso, decidi apoiar nossos jovens colegas músicos em seu processo de desenvolvimento, além de entrar na cena metal finlandesa”, explica o gestor, que complementa: “A música é universal e conecta as pessoas”.

Indo além da intenção de promover o desenvolvimento de novos e emergentes artistas e bandas finlandesas, Santos Filho conta como o estilo reflete em outros pontos da vida e do âmbito profissional: “Liderar uma banda e tocar em um palco colaborou muito com minha carreira no mundo corporativo. Estar conectado por um propósito comum, que é a forma como a música nos educa, pois é uma linguagem universal, permite que tudo isso seja aplicado à liderança de uma empresa, organização e/ou qualquer tipo de trabalho”.

Outro nome ligado ao estilo e que atual com grande destaque na área da saúde, é Ville Vänni, que por anos integrou a importante banda Insomnium. O ex-guitarrista, que agora atua como médico-cirurgião, comenta: “Hoje o metal está em todos os níveis da sociedade; não é para a elite, nem para a classe média, nem para quem tem menos recursos. É algo enraizado e que faz parte da nossa cultura”.

Por sua vez, o brasileiro Daniel Medeiros, hoje community manager da Supercell, empresa finlandesa de desenvolvimento de videogames, conta que quando jovem, sua banda favorita era HIM: “Fiquei sabendo que o HIM era da Finlândia, país conhecido pelo alto nível de ensino e qualidade de vida. Mais tarde, quando quis encontrar um emprego na indústria de videogames, a Finlândia imediatamente me veio à mente. Em outras palavras, se eu não estivesse inicialmente interessado na Finlândia por causa do HIM, e não soubesse que a Finlândia é um dos melhores países do mundo para se viver, eu nunca teria vindo trabalhar aqui”, diz.

O “Come to Latin America” é um projeto que visa o intercâmbio e o fomento cultural da Finlândia para o mundo, e que cujo capítulo que estamos vivendo agora é o primeiro de muitos outros.

Outras informações: 

Acesse: www.cometolatinamerica.fi


Max e Iggor Cavalera comemoram 25 anos do álbum Roots com show especial em São Paulo

Show em São Paulo acontece dia 07 de agosto na Áudio.

A partir do mês de julho, os irmãos Max e Iggor Cavalera farão uma turnê comemorativa pela América Latina, celebrando os 25 anos do lançamento do álbum Roots, um dos grandes clássicos do metal mundial e que faz parte da discografia de vida dos irmãos Cavalera.

Para tornar esta celebração ainda mais especial, os irmãos Cavalera contarão com o lendário guitarrista Dino Cazares, um dos mais importantes nomes da música pesada. O músico marcou época no começo dos anos 1990 com a criação do Fear Factory, banda de relevância inegável para a renovação do Metal naquela década, e que segue atuante até hoje. Dino Cazares também participou do Brujeria, com quem gravou discos icônicos como Matando Güeros e Raza Odiada, e tocou no Divine Heresy e Asesino. No ano passado, Cazares começou a tocar ao lado de Max Cavalera com o Soulfly.

A apresentação em São Paulo é o ápice da turnê e será realizada na tradicional casa de shows Áudio, em São Paulo.  O evento contará com outras atracões que serão divulgadas em breve pela produção.

*Em todos os setores estão disponíveis os ingressos na modalidade ingressos solidário válido através da doação de 2 kilos de alimentos não-perecível para #campanhacontraafome.

O álbum Roots, lançado em 1996, representou uma revolução musical dentro do cenário Metal, ao apostar em riffs e afinações mais baixas, amplificando o peso e alicerçando a sonoridade que seria abraçada pelo New Metal logo depois, além do inovador uso de batidas tribais em complemento, referência esta retratada até mesmo na capa do disco.

O intercâmbio cultural com a tribo dos Xavantes rendeu algo memorável musicalmente e rendeu um aumento no interesse pela cultura indígena pelos fãs do estilo e pelo público em geral.

Envolvidos com a música pesada desde os anos 1980, Max e Iggor seguem trabalhando com diversos projetos e bandas. O baterista, que se tornou uma referência do thrash metal por sua pegada única e força, além de integrar o time do Cavalera Conspiracy, tem um projeto eletrônico chamado MixHell e o duo industrial Petbrick.

O guitarrista e vocalista Max Cavalera lidera o Soufly há 24 anos, lançando discos de sucesso e fazendo incessantes turnês mundiais, e recentemente lançou álbuns com projetos como o Go Ahead and Die e Killer be Killed. Frontman único, com uma magnética presença de palco e atitude, Max segue sendo uma das vozes mais icônicas do metal brasileiro no mundo.

Serviço completo:
Max & Iggor Cavalera – Return To Roots
Data: 07 de agosto 2022 (domingo)
Abertura dos portões: 18h
Local: Áudio – Av. Francisco Matarazzo, 694, Barra Funda – São Paulo/SP
Ingressos: a partir de R$120,00 (Pista)
Classificação: 18 anos

Acesso para deficientes: sim

Local para alimentação: sim

Wi-fi: sim

Venda Ingressos: Bilheteria Audio (Av. Francisco Matarazzo, 694 – de segunda a sábado das 13h às 20h) e no aplicativo ou site da Ticket360:

https://www.ticket360.com.br/evento/24953/ingressos-para-return-to-roots-max-e-iggor-cavalera


Realização: Honorsounds

www.honorsounds.com.br


Airbourne anuncia único show no Brasil em São Paulo

Banda australiana retorna ao Brasil após cinco anos para apresentação na Fabrique

Foto: Martin Philbey/Divulgação

Um dos maiores nomes do Rock and Roll na atualidade, o Airbourne retorna ao Brasil para única apresentação. O quarteto australiano se apresenta no dia 28 de agosto, domingo, a partir das 17  horas, no palco da Fabrique Club, em São Paulo. Os ingressos estão à venda online pela plataforma Bilheto, e também no Manifesto Bar, sem taxa de conveniência.

O show será uma celebração de um dos mais conceituados bares de Rock do Brasil, o Manifesto Bar, que completa 28 anos de atividades ininterruptas, se tornando um reduto clássico para os admiradores de Rock e Metal. Durante este tempo, o local recebeu fãs de todos os cantos do Brasil e exterior, e também artistas de peso, como membros do Deep Purple, Iron Maiden, Saxon, Manowar, entre tantos outros, que foram curtir a noite no local.

Airbourne se destacou logo com o primeiro disco, o visceral Runnin’ Wild (2007), agradando fãs de Rock and Roll direto ao ponto, trazendo similaridades com o AC/DC e outros grandes nomes do Rock and Roll, porém imprimindo uma identidade própria e única em suas composições. Os trabalhos seguintes colocaram a banda nas paradas de diversos países e consolidaram o Airbourne no cenário mundial.

O grupo é formado pelos irmãos Joel O’Keeffe (vocal e guitarra) e Ryan O’Keeffe (bateria), Justin Street (baixo) e Matt “Harri” Harrisson (guitarra). Visitando pela segunda vez o Brasil – após um show explosivo em São Paulo em 2017 – já realizaram shows e turnês ao lado de grandes monstros da música pesada como o Iron Maiden, Mötley Crüe, Motörhead e os Rolling Stones.

A banda divulga atualmente o mais recente álbum, Boneshaker, lançado pela gravadora Spinefarm Records em 2019, que marcou a estreia de Harrison em estúdio. Mesmo trazendo esta mudança na formação, o grupo manteve a linha dos quatro trabalhos de estúdio anteriores, ao mesmo tempo buscando uma gravação mais orgânica, e obteve excelente retorno dos fãs e da crítica especializada.

Antes de passar pela América Latina, o Airbourne realiza extensa turnê pela Europa para shows como headliner e passagens por grandes festivais como Download, Hellfest Open Air, Rock the Ring e Rock im Park. Em setembro, embarcam para mais uma excursão pela América do Norte.

Famosos por suas apresentações enérgicas e poderosas, o Airbourne oferece uma segunda chance aos fãs brasileiros de ter esta experiência única de vê-los em ação ao vivo.

SERVIÇO
Airbourne em São Paulo
Data: 28 de agosto de 2022 (domingo)
Local: Fabrique Club
Endereço: Rua Barra Funda, 1071 – Barra Funda
Horário: 17h (portões)
Ingressos: R$ 190 (1º lote pista/promocional)
Venda online: 
https://www.bilheto.com.br/evento/755/Airbourne

Mais informações: www.manifestobar.com.br


Exodus: Banda se prepara para lançar novo álbum “Persona Non Grata”

Gary Holt, lendário guitarrista da banda, concedeu uma coletiva de imprensa á respeito de “Persona Non Grata” que foi um grande sucesso na mídia especializada. O 11º álbum da carreira da banda será lançado no Brasil pela parceria Shinigami Records/Nuclear Blast Records no dia 19 de Novembro. O músico falou sobre as músicas do álbum, e deu destaque para a música ‘Clickbait’ – segundo single do álbum.

Gary Holt comentou em resposta ao influenciador cultural Sergio Martins quando perguntou a respeito das fake news á respeito da banda – “Veja a Wikipedia, é tudo uma mentira. Mas a música não é muito uma visão política a respeito das coisas – é mais sobre a mídia em geral e o dinheiro que está envolvido nisto tudo. Eles precisam que você clique nas coisas que eles publicam por que eles são pagos por clique. É como se você colocasse uma armadilha, como colocar um queijo para o rato e o rato tem que pegar ele sabe? Mas sabe, minhas notícias são fake news para um e as fake news de outro são fake news pra mim – quem sabe? O que eu acho que é verdade o outro vai achar que é mentira. Eu acho que tudo que ele lê é uma merda e tudo que eu leio é verdade. É mais uma forma que a mídia encontrou para que  títulos tendenciosos fique em evidência e sejam clicados por você –  o corpo do texto está totalmente fora do contexto do título.”

 Assista ao videoclipe para ‘Clickbait’ aqui: https://youtu.be/A0TuqQo_wGI

A banda também lançou recentemente um lyric vídeo para a faixa “The Years Of Death And Dying” que é o terceiro single do álbum “Persona Non Grata”. Assista ao videoclipe aqui: https://youtu.be/aL8RvpLGZNM

Tom Hunting comenta, “‘The Years Of Death And Dying’ começou como um poema, da perspectiva da Morte, sendo uma entidade pensante, sempre assistindo e procurando pór fraquezas e oportunidade de poder chamar por pessoas. Uma história de ceifador. Estamos perdendo lendas: Bowie, Cash, Petty,Prince, Frey… a lista continua infinitamente. Depois começamos a perder membros da família e amigos próximos. Bom, o título surgiu primeiro, depois o poema, que virou uma música. Eu compartilhei as letras com o Gary, que me ajudou a inspirar com as frases para terminá-la e o restante da banda amou. A música é realmente longa e quanto mais lendas foram morrendo até o momento em que Zet começou a cantar ela, então tivemos que continuar escrevendo até que eu tivesse o suficiente para completar a música. Espero que vocês curtam o tributo aos que morreram!”

PRE-VENDA do álbum PERSONA NON GRATA aqui https://exodusattack.com/site/persona-non-grata

PRE-SALVE o álbum aqui: https://exodus.bfan.link/persona-non-grata

Literalmente traduzido para uma pessoa “que não é bem vinda” ou “inaceitável”, PERSONA NON GRATA toca em temas que revoltam  e enojam a sociedade moderna. A banda se juntou na casa de Tom Hunting nas montanhas, onde produziram e gravaram Persona Non Grata de três estúdios construídos em casa. Steve Lagudi foi o homem responsável pela engenharia enquanto a banda encarregou Andy Sneap do Backstage Studio para a mixagem do álbum. Pela terceira vez na história da banda, eles voltaram a trabalhar com o artista sueco Par Olofsson que ficou encarregado pela arte da capa.

Abaixo a tracklist do álbum PERSONA NON GRATA:

  1. Persona Non Grata
  2. R.E.M.F
  3. Slipping Into Madness
  4. Elitist
  5. Prescribing Horror
  6. The Beatings Will Continue (Until Morale Improves)
  7. The Years Of Death And Dying
  8. Clickbait
  9. Cosa Del Pantano
  10. Lunatic-Liar-Lord
  11. The Fires Of Division
  12. Antiseed

EXODUS é:

Gary Holt | Guitarra
Tom Hunting | Bateria
Steve “Zetro” Souza | Vocal
Jack Gibson | Baixo
Lee Altus | Guitarra

Mais informações em:

https://www.facebook.com/exodusattack

https://www.youtube.com/exodus

https://www.instagram.com/exodusbandofficial/

https://exodusattack.com/site/

Northtale lança lyric video de “Future Calls”, novo álbum disponível

Single conta com participação especial do lendário guitarrista Kai Hansen e de seu filho Tim Kanoa.

A banda de power metal NORTHTALE está lançando em 12 de novembro seu novo álbum de estúdio “Eternal Flame”, pela renomada gravadora Nuclear Blast Records. Produzido por Dennis Ward (PINK CREAM 69, UNISONIC), o álbum traz 12 faixas inéditas e uma gama de novas influências, desde thrash metal, citações clássicas, música tradicional brasileira e elementos fundidos no power metal melódico característico do NORTHTALE.

Para celebrar a ocasião, a banda também lança um lyric video do single “Future Calls”, que já está disponível em todas as plataformas de música.

Assista: https://www.youtube.com/watch?v=QxKGfvB2k-c

O guitarrista Bill Hudson comenta: “Não acredito que estou dizendo isso, mas finalmente chegou a hora de Eternal Flame! Foram dois anos de trabalho árduo, mudança na formação e uma pandemia global, mas conseguimos! Este bebê agora está disponível e mal posso esperar que todos vocês ouçam a melhor versão do nosso trabalho. Para comemorar, escolhemos ‘Future Calls’ como o novo single! Há um motivo muito especial para isso: Kai Hansen é um dos meus heróis de infância e, há alguns anos, tivemos a chance de nos tornar amigos. Fez total sentido para mim tê-lo como convidado no álbum, e quando ele sugeriu que seu filho Tim Kanoa Hansen viesse também, achei que adoraria organizar uma reunião de família! Espero que os fãs gostem deste álbum tanto quanto nós!”.

Eternal Flame (produto físico ou digital):

https://bfan.link/eternal-flame

ICYMI:
‘Only Human’ OFFICIAL LYRIC VIDEO: https://youtu.be/QxVuZMQT5Q0
‘Midnight Bells’ OFFICIAL LYRIC VIDEO: https://youtu.be/gmNok-QCsxA

Tracklist:
1 – Only Human
2 – Wings of Salvation
3 – Future Calls (feat. Tim and Kai Hansen)
4 – The Land of Mystic Rites
5 – Midnight Bells
6 – Eternal Flame
7 – In The Name of God
8 – Ride The Storm
9 – King of Your Illusion
10 – Judas Be My Guide (IRON MAIDEN cover feat. Jonas Heidgert)
11 – Nature’s Revenge
12 – Ivy (Outro)

O álbum Eternal Flame conta com participações especiais do lendário ícone do Metal, Kai Hansen (HELLOWEEN/GAMMA RAY) e o filho Tim Kanoa Hansen (INDUCTION), Jonas Heidgert (DRAGONLAND) e Mary Zimmer (HELION PRIME). A capa do disco foi desenvolvida pelo artista Gustavo Sazes (MACHINE HEAD, AMARANTHE, KAMELOT)

O NORTHTALE é um quinteto internacional de Power Metal formado em 2017 pelo guitarrista Bill Hudson (DORO, TSO, ex-U.D.O), que estava inicialmente escrevendo canções para um álbum solo. O baterista Patrick Johansson (ex-Yngwie Malmsteen/W.A.S.P), o tecladista Jimmy Pitts, o baixista Mikael Planefeldt e o vocalista original Christian Eriksson (ex-TWILIGHT FORCE) se uniram na fase das demos, quando aconteceu a decisão de tornar o projeto em uma banda em tempo integral.

O álbum de estreia “Welcome To Paradise” foi lançado em agosto de 2019, pela Nuclear Blast, com excelente recepção ao redor do mundo e ótimas críticas na mídia especializada internacional.

No verão de 2020 a banda escolheu o novo vocalista, Guilherme Hirose, após uma procura a nível mundial que incluiu 40 candidatos de 11 diferentes países.

NORTHTALE:
Guilherme Hirose | vocals
Bill Hudson | guitarra
Mikael Planefeldt | baixo
Patrick Johansson | bateria
Jimmy Pitts | teclado

Informações:
www.northtale.net
www.Instagram.com/northtaleofficial
www.Facebook.com/northtaleofficial
www.Twitter.com/northtaleonline

Beast In Black lança novo álbum ‘Dark Connection’

O single “One Night In Tokyo” faz parte do album “Dark Connection” que está sendo lançado no Brasil pela parceria Nuclear Blast Records/Shinigami Records nesta sexta-feira 29 de outubro. 

A banda de power metal Beast In Black, está lançando seu novo álbum “Dark Connection” pela Nuclear Blast em todo o mundo. Mixado e Masterizado pelo guitarrista da banda, Anton Kabanen, o álbum traz 13 faixas inéditas e toda uma gama de influências que abrangem Mundos tão diferentes, mas ao mesmo tempo tão próximos como o Mundo Geek e a música. Influenciados pelos jogos de RPG, a banda ainda teve espaço de incluir a pedra fundamental da influência Geek em suas letras, usando a temática criada do mangá Berserk – escrita e ilustrada pelo mangaká Kentaro Miura (falecido em Março de 2021).

O single ‘One Night In Tokyo’ já foi destaque na mídia especializada e segue superando as expectativas do grupo. 

Assista ao videoclipe aqui:

Anton Kabanen comentou: “Se você me perguntar algumas das músicas mais impressionantes já feitas por um compositor foi quando ele praticamente foi obrigado a trabalhar com recursos limitados. Lembra-se das músicas antigas de videogame da época do Nintendo e do Super Nintendo? Chips simples motivaram os compositores a fazer música incrível e atemporal para estes consoles.”

O álbum “Dark Connection” é o terceiro da carreira da banda finlandesa e também inclui a performance do impressionante vocalista Yannis Papadopoulos que mais uma vez entrega vocais impressionantes.

O guitarrista Anton Kabanen acrescenta: “É sempre um grande privilégio trabalhar com Yannis. Ele é um daqueles raros vocalistas que consegue fazer tudo! Se ele não tentou algo antes, ele acha a técnica perfeita para fazer o que queremos rapidinho”.

“Ele é um vocalista muito físico e dedicado. Ele está pronto para tentar 30 diferentes aproximações para uma música se ele acha que precisa de um resultado perfeito. Ele não faz apenas um ou dois takes. Ele faz a quantidade que precisa!”

Dark Connection – tracklist: 

1. Blade Runner
2. Bella Donna
3. Highway To Mars
4. Hardcore
5. One Night In Tokyo
6. Moonlight Rendezvous
7. Revengeance Machine
8. Dark New World
9. To The Last Drop Of Blood
10. Broken Survivors
11. My Dystopia
12. Battle Hymn (MANOWAR Cover)
13. They Don’t Care About Us (MICHAEL JACKSON Cover)

BEAST IN BLACK é um quinteto internacional de Power Metal formado na Finlândia em 2015 pelo guitarrista Anton Kabanen que anteriormente fazia parte da banda conterrânea Battle Beast. O baterista Atte Palokangas, o baixista Mate Molnar e o guitarrista Kasperi Heikkinen se uniram ao guitarrista para formar uma das bandas mais promissoras no estilo na Europa.

O álbum de estreia “Berserker” (2017) e o mais recente “From Hell With Love” (2019) foram ambos lançados pela Nuclear Blast e foram recebidos com muita alegria e surpresa por fãs além de terem recebido excelentes críticas na mídia especializada internacional.

——–

BEAST IN BLACK é:
Yannis Papadopoulos | vocais
Mate Molnar | baixo
Atte Palokangas | bateria
Kasperi Heikkinen | guitarras
Anton Kabanen | guitarras, vocais

Outras informações:
www.beastinblack.com
www.facebook.com/beastinblackofficial
www.instagram.com/bib_band
www.twitter.com/bib_band
www.youtube.com/beastinblack
www.nuclearblast.de/beastinblack

School of Rock celebra parceria com selo Outono Music para desenvolvimento de programa autoral

De quem serão os próximos clássicos do Rock?

Segundo um estudo divulgado em 2019 por uma empresa que fornece conteúdo musical para as plataformas de streaming, o rock pesado e seus derivados são os ritmos que mais cresceram em streaming e download em 2018: 154% contra 133% do pop japonês e 68% do R&B e da soul music.

A América Latina, por sua vez, é um terreno fértil para investimentos no mercado da música. Recentemente a Spotify lançou o Fan Study, perfil de consumidores de música. A pesquisa mostra que o continente concentra o maior número de pessoas dispostas a escutar as novidades musicais do mercado. A cidade de São Paulo, aliás, forma um triunvirato de sucesso ao lado da Cidade do México e Santiago, capital do Chile.

Diante de um cenário tão otimista em tempos de crise, a maior rede de ensino de música baseado em performance do mundo, a School of Rock anuncia uma parceria exclusiva com o selo Outono Music, especializado em rock e heavy metal.

O novo selo atua em parceria com a Universal Music, que atualmente lidera o mercado brasileiro. Seu objetivo vai além da comercialização de músicas. Ele quer trabalhar a performance e a distribuição dos artistas em nível mainstream além de estreitar laços comerciais e midiáticos com o mercado latino.

O programa autoral da rede é muito mais do que uma iniciativa educacional: busca incentivar o surgimento de novos talentos, além de colaborar com o desenvolvimento técnico de novos compositores.

O foco principal é estimular a criação e o desenvolvimento da música autoral no ambiente escolar.

A School of Rock hoje possui mais de 300 escolas ao redor do mundo, operando em 15 países – incluindo Brasil, Chile, Peru, Austrália, África do Sul, países europeus e toda América do Norte. Graças ao método inovador baseado em performance, alunos de todo o mundo conquistaram habilidades instrumentais superiores ao convencional e confiança para subir no palco como um astro do rock, com alguns partindo diretamente para contratos de gravação e plataformas maiores, como American Idol, The Voice e Broadway.

O modelo adaptável de ensino é um dos grandes destaques da rede, que sempre busca a inovação para expandir sua atuação e formar músicos completos para o mercado da música e do entretenimento ao vivo.

Na pandemia a rede tornou o estudo musical ainda mais democrático e lançou o projeto online School of Rock Play, plataforma de streaming digital voltada ao ensino a distância, oferecendo aos alunos e simpatizantes uma opção de aperfeiçoamento técnico, conhecimento e diversão mesmo em tempos de isolamento social.

A School of Rock, idealizada nos Estados Unidos em 1998 por Paul Green, está no Brasil desde 2013, e conta com 42 unidades nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Rondônia. A marca visa ampliar seu alcance em 200 unidades até 2030.

Crédito School of Rock 

Saiba mais sobre o universo School of Rock: www.schoolofrock.com.br


Felipe Andreoli lança primeiro single do álbum Resonance

Faixa intitulada “Driven” já está disponível em todas as plataformas digitais 

Será lançado no dia 21 de setembro o primeiro álbum solo do baixista Felipe Andreoli, Resonance. O primeiro single do trabalho, “Driven”, está disponível em todas as plataformas de streaming. Também será lançado em breve um videoclipe para a faixa, pelo renomado diretor e cineasta Leo Liberti.

O músico externou sua empolgação com a divulgação da faixa: “Estou muito feliz de apresentar ao mundo o primeiro single do Resonance, um trabalho que levou tantos anos para finalmente dar frutos. Estou animado para ouvir a opinião das pessoas sobre a música”.

O single “Driven” foi escolhido por representar as diversas nuances apresentadas no álbum como um todo:  “Adoro esta música, e apesar dela ser bastante complicada, cheia de partes, acho que representa bem um pouco de cada elemento do álbum, pois ela tem várias dinâmicas, partes pesadas e outras mais baladas. Tem improvisos, frases, grooves e riffs pesados”, explica Felipe.

Crédito Raony Correia

Ouça o single “Driven”na sua plataforma preferida: 

https://found.ee/driven

O álbum foi financiado mediante campanha de financiamento coletivo, e as recompensas dos apoiadores serão enviadas a partir de data 21 de setembro. Estão disponíveis na pré-venda, no site oficial do músico, o álbum, camisetas e o songbook de Resonance. O disco tem capa do renomado artista Gustavo Sazes, e foi masterizado por Brendan Duffey (Almah, Angra, Nervosa).

O álbum Resonance conta com diversos convidados especiais, como os guitarristas Kiko Loureiro (Megadeth, Angra), André Nieri (Virgil Donati), Brett Garsed (Nelson), Guthrie Govan (Asia, Steven Wilson), o vocalista croata Dino Jelusick (Whitesnake) e os bateristas Virgil Donati (Planet X, Steve Walsh, Mick Jagger, Kiko Loureiro) e Simon Phillips (Asia, Judas Priest, Toto, The Who).

Com uma carreira consolidada em grupos como Angra, 4Action e Kiko Loureiro, Felipe Andreoli se consagrou um dos baixistas mais prestigiados do mundo. Realizou diversas turnês mundiais e realiza séries de workshops e masterclasses. O músico desenvolve um amplo trabalho didático por meio de seus cursos online e atua como produtor musical.

Tracklist:

01 – Driven

02 – Resonance

03 – Thorn In Our Side (Feat. Simon Phillips & Dino Jelusick)

04 – Not A Day Goes By

05 – Metaverse (Feat. Virgil Donati & Andre Nieri)

06 – Neutron Star (Feat. Brett Garsed)

07 – Chaos Theory

08 – Down The Line (Feat. Guthrie Govan)

09 – Sagan (Feat. Kiko Loureiro)

10 – Thorn In Our Side [Instrumental] (Feat. Simon Phillips)

Outras informações
https://www.felipeandreoli.com
https://www.instagram.com/felipeandreoli


Armored Dawn revela capa do novo álbum “Brand New Way”

O quarto álbum autoral do grupo brasileiro será lançado em 2022

A banda brasileira Armored Dawn segue uma trajetória ascendente dentro do cenário da música pesada. Encerrando um ciclo vitorioso com o aclamado álbum Viking Zombie, a banda de heavy metal começa a revelar informações sobre o próximo disco de estúdio. Intitulado Brand New Way, o quarto álbum do grupo tem previsão de lançamento para 2022 e apresenta conceito intimista e minimalista.

O álbum foi produzido e gravado no conceituado Dharma Studios, em São Paulo, por Rodrigo Oliveira e Heros Trench, mixado por Chris Lord-Alge e masterizado por Ted Jensen, dois nomes do alto escalão da produção musical norte-americana. Consagrado profissional na ativa desde os anos 1980, tendo recebido 5 Grammys, Chris Lord-Alge trabalhou com algumas das maiores lendas da música mundial, como James Brown, Prince, Joe Cocker e Tina Turner, além de trilhas sonoras lendárias, como Rocky IV e Batman.

O engenheiro de som Ted Jensen, reconhecido por seu currículo no consagrado estúdio Sterling Sound, masterizou álbuns de Eagles, Jean Michel Jarre, Santana e Norah Jones, pelo qual recebeu um Grammy em 2002. Nos campos mais pesados da música, trabalhou no mais recente disco do The Pretty Reckless, Death by Rock & Roll, em Death Magnetic, do Metallica, além de álbuns de bandas como Korn, Disturbed, Alice in Chains e Papa Roach.

O recente single do Armored Dawn, “Stronger Together”, lançado em abril, criou expectativas nos fãs para este próximo trabalho de estúdio. O primeiro registro da atual formação do grupo apresentou uma proposta diferente dentro do mercado do heavy metal na América Latina e recebeu boas críticas da mídia e amplo destaque em rádios comerciais em vários países do continente.

Em julho, o grupo estreou o Portal AD, uma iniciativa inédita que disponibiliza conteúdos diversos para estimular o gosto pelo rock e metal e o aprendizado da música em todos os seus caminhos. Usando suas próprias composições como ferramenta, os integrantes compartilham suas experiências musicais e técnicas em tutorais em vídeo.

Conheça: https://www.portalad.com.br/ 

Recentemente foi confirmada a participação do grupo no mega festival Knotfest que terá sua primeira edição no Brasil em dezembro de 2022 e conta com gigantes do metal mundial no line-up.

Siga Armored Dawn nas redes sociais e acompanhe as novidades:

www.armoreddawn.com

https://www.instagram.com/armoreddawn/


Dr. Sin celebra trinta anos de carreira com duas apresentações em São Paulo no mês do Rock

Shows acontecem no Teatro J Safra, seguindo todas os protocolos de segurança

Comemorando 30 anos de uma vitoriosa carreira, o Dr. Sin, um dos maiores nomes do Rock no Brasil, realiza dois shows especiais no Teatro J. Safra, nos dias 23 e 24 de julho (sexta e sábado), a partir das 20 horas. O grupo é um dos primeiros nomes da música pesada a participar da retomada das apresentações ao vivo no país.

Para tornar esta celebração ainda mais especial, aliada as comemorações referentes ao mês do Rock, o trio contará com a participação de Edu Ardanuy, ex-guitarrista do grupo. A formação atual do conjunto é Andria Busic (vocal principal e baixo), Thiago Melo (guitarra e vocal) e Ivan Busic (bateria e vocal).

As apresentações, em formato mais intimista, acontecem em um espaço privilegiado e com ingressos limitados, seguindo todas os protocolos de segurança referentes a prevenção do Coronavírus.

Os ingressos para a apresentação podem ser comprados online, pelo site do Teatro. O Teatro J. Safra fica localizado na Rua Josef Kryss, 318, no bairro Barra Funda, próximo a Marginal Tietê.

O Dr. Sin, desde o início de sua trajetória, impressionou com a qualidade das músicas e os shows cheios de energia. No decorrer dos anos, a banda brasileira dividiu palco com grandes nomes do Rock e do Metal mundial, como Nirvana, AC/DC, Ian Gillan, Bon Jovi e Pantera, entre tantos outros.

Além de celebrar três décadas de estrada, o Dr. Sin se prepara para a próxima turnê, o lançamento de um novo single e de um DVD comemorativo. O grupo lançou este ano o aclamado single “Never Go Down”. O mais recente álbum completo do grupo, Back Home Again, saiu no Brasil em 2019 pela Shinigami Records. O lançamento internacional aconteceu este ano, pela gravadora italiana Valery Records.

Redes oficiais da banda:
https://www.youtube.com/drsinofficial
https://www.facebook.com/drsinofficial
https://drsinofficial.com.br/
https://www.instagram.com/drsinofficial

SERVIÇO
Data: 23 e 24 de julho de 2021 (sexta e sábado)
Local: Teatro J. Safra (Rua Josef Kryss, 318 – Barra Funda. São Paulo/SP)
Horário: 20h
Venda online: https://www.teatrojsafra.com.br/espetaculo.html?id=355
Telefone: (11) 3611-3042


Velvet Chains: Prepara single de estreia e propõe expansão da nova geração do rock americano

Grupo de rock lança primeiro single “Tattooed” em 30 de Julho

De Las Vegas para o mundo. A banda Velvet Chains foi formada na tradicional cidade americana, em 2018, por músicos experientes no circuito local. A proposta sonora do grupo aposta no Rock com andamentos contagiantes, cozinha segura e melodias de guitarra e vocal cativantes, daquelas que grudam na cabeça.

Guiada pelo que de melhor foi feito no Grunge e no Hard Rock dos anos 1990 e 2000, a sonoridade do Velvet Chains tem como referências grupos como Guns N’ Roses, Alice in Chains e Pearl Jam, entre tantos outros de estilos diferentes, cujos elementos são condensados para criar um ambiente único e característico do estilo que impactou novas gerações e mudou o jeito do jovem ouvir rock.

A música do quarteto é uma mistura de estilos e personalidades musicais consequentes do intercâmbio cultural: Jerry Quinlan (voz e guitarra) e Noelle Schertzer (bateria) são dos Estados Unidos, Laurent Cassiano (guitarra) ébrasileiro e o baixista Nils Goldschmidt líder do projeto é chileno.

O primeiro single de trabalho, “Tattooed”, tem participação especial do guitarrista Richard Fortus (Guns N’ Roses) e será lançado no dia 30 de julho em todas as plataformas digitais. A música propõe uma reflexão sobre marcas emocionais projetadas na alma  durante os relacionamentos humanos e como aprendemos a lidar com a dor causada por essas relações de poder. 

O pré-save do single já está disponível: https://hypeddit.com/link/nx8kxf

O grupo pretende liderar uma nova safra de bandas que vem surgindo no mercado americano e fará uma grande campanha promocional direcionada para o público latinoamericano. 

Line-up:

Jerry Quinlan: lead singer and rhythm guitar

Laurent Cassiano: lead guitar and back vocal

Noelle Schertzer: drum

Nils Goldschmidt: bass

Info:

Website: https://velvetchainsband.com

Instagram: https://www.instagram.com/velvetchainsband 

Facebook: https://www.facebook.com/velvetchains

Felipe Andreoli supera meta de financiamento coletivo em menos de um mês

O financiamento coletivo de Felipe Andreoli para o lançamento de seu primeiro álbum solo, Resonance, superou a meta estabelecida de 55 mil reais em menos de um mês no ar. Mesmo atingindo a valor inicial, a campanha seguirá no ar até o prazo estipulado, dia 06 de agosto.

Os fãs podem continuar apoiando a campanha, tendo como retribuição diversas recompensas, que vão de cópias do álbum, camisetas e tablaturas até jogos de cordas usados pelo músico nas gravações, chamadas em vídeo e aulas presenciais. No pacote “Pack Gravação”, Felipe grava a música da sua banda. Todos os apoiadores terão acesso às últimas atualizações e cenas exclusivas de making-of do álbum.

Com uma carreira consolidada em grupos como Angra, 4Action e Kiko Loureiro, o baixista Felipe Andreoli se tornou um dos mais prestigiados músicos do mundo. Este ano, iniciou o projeto para realizar um de seus sonhos como artista: seu primeiro álbum solo, iniciando a campanha de financiamento coletivo pela plataforma Catarse:

https://www.catarse.me/felipeandreoli.

“A liberdade artística de ser independente me deu condições de gastar o tempo que fosse necessário até que o álbum estivesse exatamente como eu idealizei. E agora está chegando a hora de mostrar Resonance a vocês e ao mundo”, declarou o músico.

Resonance

O lançamento de Resonance será a realização de um antigo sonho de Felipe Andreoli: “Depois de anos dedicados a diversos projetos, chegou o momento de me voltar totalmente a um trabalho com a minha assinatura. Resonance mostra quem é o Felipe como artista, compositor, baixista e produtor”. Primeiro álbum solo do músico, Resonance carrega em si diversos significados: “O processo de composição se iniciou em julho de 2020 e foi o segundo grande nascimento daquele ano, perdendo só pro nascimento do Léo, meu primeiro filho, em abril. Em meio a todos os desafios que a humanidade vem enfrentando na pandemia, esses dois filhos vieram à luz no mesmo ano. As músicas carregam a inspiração, emoções e sentimentos deste momento, e serão a trilha sonora do nascimento do meu segundo filho, Henrique, que chegará ao mundo pouco depois do lançamento de Resonance”, revela Felipe.

Convidados

Os primeiros convidados especiais de Resonance foram divulgados por Felipe Andreoli. O baterista australiano Virgil Donati é um dos mais conceituados do mundo, reconhecido por sua velocidade e avançadas habilidades técnicas. Têm em seu currículo trabalhos com o Planet X (ao lado de Derek Sherinian), Steve Vai, Frank Gambale, Scott Henderson, Steve Walsh, Mick Jagger, Joss Stone, entre muitos outros. Donati foi um dos sete bateristas testados pelo Dream Theater para a vaga de Mike Portnoy, em 2011, sendo um dos grandes destaques das audições.

Também da Austrália, Brett Garsed é músico e compositor, e ficou conhecido por integrar a banda de Prog metal instrumental Planet X e o grupo solo de Virgil Donati, além de trabalhar como guitarrista com John Farnham e T. J. Helmerich. Integrou o grupo americano de glam rock Nelson, com o qual gravou o grande sucesso comercial After the Rain. Foi músico da banda solo de Paul Stanley (Kiss) na turnê do aclamado Live to Win, em 2011.

O britânico Simon Phillips é outro monstro da bateria, com um extenso currículo, com bandas lendárias como o Asia, Judas Priest, Toto, The Who e artistas como Michael Schenker, Jack Bruce, Jeff Beck, Joe Satriani, Jon Anderson, Gary Moore e Steve Lukather. Ganhou diversos prêmios durante sua carreira, incluindo indicações ao Grammy.

Outro convidado especial de Resonance é Guthrie Govan, guitarrista inglês de 49 anos, que ganhou fama mundial ao integrar o Asia entre 2001 e 2006. O virtuoso instrumentista passeia por diversos estilos, como o jazz fusion, progressivo, metal, eletrônica, blues rock, funk, country, entre tantos outros. Começou carreira solo logo após sair do Asia, e em 2016, gravou um álbum com o projeto Ayreon.

Felipe Andreoli

O baixista Felipe Andreoli nasceu em São Paulo, capital, dia 7 de março de 1980, e hoje alcançou renome mundial, integrando a internacionalmente reconhecida banda Angra, além do grupo solo de Kiko Loureiro e o quarteto instrumental 4Action, entre outros projetos. Gravou inúmeros discos e realizou diversas turnês mundiais que passaram por mais de 30 países, também realizando constantemente workshops e masterclasses.

Há 17 anos consecutivos Felipe tem sido premiado como melhor baixista do Brasil em praticamente todos os veículos especializados. Atualmente desenvolve um amplo trabalho didático por meio de seus cursos online, além da atividade de produtor musical.

Mais informações

https://www.catarse.me/felipeandreoli

https://www.felipeandreoli.com

https://www.instagram.com/felipeandreoli

https://www.youtube.com/FelipeandreoliBass

https://www.facebook.com/FelipeAndreoliPage

Kiko Loureiro inicia pré-venda do livro Negócios para Criativos

Obra traz dicas simples para alavancar a carreira nas artes com profissionalismo

O guitarrista Kiko Loureiro é um dos maiores exemplos de união entre música e conhecimento do show business. O artista, que marcou época ao lado do Angra e hoje é integrante do gigante do thrash metal americano, o Megadeth, se aprofundou não apenas nas habilidades técnicas de seu instrumento, mas também em todo o mercado empresarial que cerca sua profissão.

Sua ampla visão do negócio o qual está inserido será compartilhada no livro Negócios para Criativos, onde explica que sempre haverá desafios no caminho e que cada um deve finalmente correr atrás daquilo que mais ama, tornando o trabalho uma carreira criativa e de sucesso. Kiko Loureiro aplicou isto na música, porém, o livro abrange outras áreas do universo artístico, estimulando quem almeja trabalhar com o que realmente gosta: “Todo criativo deve ser um apaixonado pelo ato de criar, sem julgamento e sem medo de descartar as próprias ideias”, explica o guitarrista.

O livro está disponível para aquisição, na pré-venda, por R$ 57, com custos de postagem já inclusos. A aquisição antecipada prevê como bonificação o curso “Caminhos para monetizar sua carreira artística”. Para compras em quantidades, a partir de 10 cópias, será disponibilizada uma sessão de mentoria online, em grupo, com Kiko Loureiro.

Confira os detalhes através do link: https://gt.kikoloureiro.com/negocios-para-criativos

A obra estimula a busca dos objetivos, explica de maneira clara as nuances da indústria artística e conduz a arte ao profissionalismo com resultados, alcançando e conquistando seu público. Em Negócios para Criativos, o autor disponibiliza um verdadeiro passo a passo para transformar, por meio de dicas simples, as ideias mais malucas em atividades rentáveis e abraçar a coragem de viver do que você mais gosta de fazer.

Kiko Loureiro
O amor pela música surgiu cedo na vida de Kiko Loureiro. Aos 11 anos, iniciou os estudos de violão, mas só descobriu sua verdadeira vocação depois entrar no mundo do rock e suas vertentes, além do jazz e do fusion. Ao longo de uma carreira de sucesso integrou a banda brasileira Angra, premiada e reconhecida mundialmente. Lançou carreira solo em 2005, e em foi eleito o melhor guitarrista do mundo pela revista Burrn! em 2006. Desde 2015, é integrante do grupo americano de thrash metal Megadeth, com o qual gravou o álbum Dystopia (2016) e cujo single homônimo recebeu um Grammy. Em 2017, Kiko se tornou o primeiro músico brasileiro de rock e heavy metal a receber um Grammy pela The Recording Academy.

Sua trajetória artística impressionante é a verdadeira prova de que criativos podem transformar a arte em um negócio de sucesso: além da música, dedica-se ao ensino de music business, marketing musical e desenvolvimento de carreira, palestrando para artistas e corporações, e realizando cursos presenciais e on-line. O multi-instrumentista e escritor Kiko Loureiro também busca utilizar conceitos empreendedores e de inovação para alavancar ainda mais sua carreira e suas criações.


Felipe Andreoli inicia campanha de financiamento coletivo para álbum solo

Baixista divulga a capa e título do disco, que terá diversos convidados especiais

O renomado baixista Felipe Andreoli construiu sua carreira tocando em grupos como Angra, 4Action e Kiko Loureiro, se tornando um dos mais prestigiados músicos do mundo. Em 2021 ele inicia outro grande momento de sua jornada ao colocar no ar a campanha de financiamento coletivo para seu primeiro álbum solo, intitulado Resonance. A campanha acontece por meio do Catarse, pelo link https://www.catarse.me/felipeandreoli.

Os fãs que contribuírem na realização deste sonho de Felipe Andreoli terão acesso a diversas recompensas, indo do recebimento do álbum em formato digital, físico com autógrafo e camiseta, passando por tablaturas, agradecimentos no encarte e até mesmo receber um dos jogos de cordas usados pelo músico nas gravações, ter direito a uma chamada em vídeo ou mesmo uma aula presencial. No pacote “Pack Gravação”, Felipe grava a música da sua banda. Além das recompensas, todos os apoiadores terão acesso às últimas atualizações e cenas exclusivas de making-of do álbum.

Resonance

O lançamento de Resonance será a realização de um antigo sonho de Felipe Andreoli, que comenta: “Depois de anos dedicados a diversos projetos, chegou o momento de me voltar totalmente a um trabalho com a minha assinatura. Resonance representa uma grande conquista, pois é um álbum que mostra como nenhum outro quem é o Felipe como artista, compositor, baixista e produtor. Estou extremamente orgulhoso de cada uma das 9 faixas e de todos os músicos incríveis que trouxe pra ajudar a abrilhantar o álbum”. O disco está em avançado processo de gravação, que teve início em julho do ano passado. Os convidados especiais serão divulgados em breve.

O início dos trabalhos com Resonance foi próximo a outro grande momento na vida do músico: o nascimento de seu primeiro filho, Leonardo. A conclusão e o lançamento do disco ganharão um novo significado para Felipe: “As músicas carregam a inspiração, emoções e sentimentos deste momento, e serão a trilha sonora do nascimento do meu segundo filho, Henrique, que chegará ao mundo pouco depois do lançamento de Resonance”, explica.

Celebrando a liberdade artística de se lançar um álbum por meio de financiamento coletivo, dando ao artista o tempo necessário para conceber sua obra, Resonance carrega em si diversos significados: “Assim como o grave do contrabaixo ressoa e move o ar com a pressão sonora, também as palavras e atitudes ressoam nas pessoas quando as frequências se alinham. Em inglês, a palavra Resonance assume esse significado, evocando imagens, memórias e emoções. Para mim, a música reúne todas essas propriedades que procuro alcançar em cada canção do álbum. A ideia deste projeto é que essa vibração ressoe por todos nós em uma onda única que dará vida ao álbum”, contextualiza Felipe.

A arte da capa, por Gustavo Sazes, foi inspirada no Prato de Chladni, um fascinante experimento que permite “visualizar” as frequências sonoras através do fenômeno da ressonância acústica: “Em uma época em que as colagens de Photoshop dominam, Gustavo utilizou uma matéria prima real que tem tudo a ver comigo: café! Uma verdadeira e estimulante obra de arte”, adiciona.

Felipe Andreoli

O baixista Felipe Andreoli nasceu em São Paulo, capital, dia 7 de março de 1980, e hoje alcançou renome mundial, integrando a internacionalmente renomada banda Angra, além do grupo solo de Kiko Loureiro e o quarteto instrumental 4Action, entre outros projetos. Gravou inúmeros discos e realizou diversas turnês mundiais que passaram por mais de 30 países, também realizando constantemente workshops e masterclasses.

Há 17 anos consecutivos Felipe tem sido premiado como melhor baixista do Brasil em praticamente todos os veículos especializados. Atualmente desenvolve um amplo trabalho didático por meio de seus cursos online, além da atividade de produtor musical.

Informações:
https://www.catarse.me/felipeandreoli
https://www.instagram.com/felipeandreoli

GO AHEAD AND DIE: Novo projeto de Max e Igor Amadeus Cavalera lança álbum de estreia

Autointitulado o disco tem 11 faixas e estará disponível também no formato físico através da Shinigami Records

Foto:Jim Louvau 

Go Ahead And Die é um projeto que nasceu para ser um grande momento entre pai e filho. Max e Igor Amadeus Cavalera disponibilizaram hoje 11 de junho em todas as plataformas digitais o álbum autointitulado do Go Ahead And Die através da gravadora Nuclear Blast Records.

Ouça: https://media.nuclearblast.de/shoplanding/2021/GoAheadAndDie/GAAD.html


Go Ahead And Die foi idealizado pelo compositor e músico Igor Amadeus Cavalera que compartilha o sangue musical com seu pai – o grande ícone da música extrema e líder do Soulfly, Max Cavalera. A banda ainda conta com o baterista do Zach Coleman, da banda Khemmis, uma das grandes promessas do metal europeu. Os três compartilham também o mesmo pensamento com os problemas sociais de hoje em dia – retratados como riffs monstruosos e cativantes. São cheios de ódio contra um sistema que apenas beneficia os mais poderosos.

A banda lançou o primeiro single ‘Truckload Full Of Bodies’ dirigido por Jim Louvau e Tony Aguilera com uma forte crítica ao vírus da COVID-19.

Assista: https://youtu.be/HjCMyT4Bsm4

Max Cavalera comenta: “‘Truckload Full of Bodies’ é um raio-x escuro da pandemia COVID-19. Ele examina como certos políticos em 2020 não se importavam com seus cidadãos. Os hipócritas cuidavam de si mesmos e não se importavam sobre o resto de nós morrendo.”
 

Com “Toxic Freedom”, segundo single da banda, Max comentou: “Toxic Freedom” é sobre corrupção policial, brutalidade policial e racismo policial. Isso pode ser visto e sentido em todo o mundo. É sobre autoridade matando minorias”.

Igor Amadeus complementa: “Nossos líderes abusam de seu poder enquanto milhares estão presos e mais são assassinados a cada dia. ‘Toxic Freedom’ é um protesto por aqueles que sofreram nas mãos da brutalidade policial injusta. “

Assista: https://youtu.be/qNFPmSP8Zko

A banda também lançou um terceiro single chamado ‘Roadkill’ em que falam sobre o ponto de vista de pessoas que vivem em situação de rua antes de disponibilizar o petardo de forma mundial. 

Os vocais de Max/Igor Amadeus Cavalera não foram acompanhados repetidamente na busca de algum tipo de tomada “perfeita”. Coleman não tocou com algum software de acompanhamento de ritmo. O coração e a alma de GO AHEAD AND DIE é apenas ir em frente, da maneira tradicional. O engenheiro Charles Elliot capturou as sessões de gravação com a ajuda do proprietário do Platinum Underground Studio, o já famoso John Aquilino. O álbum foi mixado por Arthur Rizk, cujos créditos incluem bandas como POWER TRIPCRO-MAGS e CAVALERA CONSPIRACY. A arte do álbum foi criada por Stewart Easton enquanto o logotipo em forma de círculo foi criado por Jeff Walker (CARCASS).


Armored Dawn renova sonoridade e apresenta formação com três guitarristas

Single “Stronger Together” marcou estreia da banda como septeto

A banda Armored Dawn segue ativa em sua persistente jornada musical, colhendo os frutos do aclamado álbum Viking Zombie, que ganhou grande destaque no Brasil e no mercado internacional, caindo nas graças do público de países como México, Argentina, Chile e Colômbia, onde figuram na programação das maiores estações de rádio destes países além de obter amplo destaque em outras mídias como representante do estilo.

O recente single “Stronger Together” criou expectativas nos fãs para o próximo trabalho de estúdio, o primeiro com a nova formação da banda brasileira, que apresenta uma proposta diferente dentro do mercado do heavy metal na América Latina. O grupo conta com três guitarristas: o membro da formação original Tiago de Moura, o músico finlandês Timo Kaarkoski e Heros Trench, que antes ocupava a posição de baixista. Completam o conjunto o baterista Rodrigo Oliveira, o vocalista Eduardo Parras, o tecladista Rafael Agostino e o mais recente integrante, Fernando Quesada no baixo.

A canção e a letra foram criadas durante um período de isolamento social, e traz uma narrativa que reforça a importância das pessoas que dividem com o outro o peso de dias tão difíceis e fortalece o conceito de amizade.

A situação que ampliou o lineup foi a mudança de cargo de Heros Trench, que entrou no grupo em 2019 como baixista. Entretanto, ele é guitarrista, com consagrada carreira ao lado do Korzus. O músico foi realocado ao seu instrumento de origem, abrindo a vaga para Quesada e dando ao Armored Dawn uma nova gama de possibilidades musicais em um formato inovador no cenário da música pesada.

Formado em 2014, na cidade de São Paulo, a Armored Dawn é uma das maiores revelações do metal brasileiro. O grupo realizou turnês nacionais e internacionais ao lado de grandes ícones do metal mundial como Saxon, ‪Megadeth, Symphony X, Rhapsody, Hammerfall e Tarja, entre outros.

Conheça: https://www.youtube.com/watch?v=89qIquOT_uQ

Informações em: www.armoreddawn.com