Tag Archives: Kattah

Kattah: Veja o novo videoclipe de “Rebirth of Pharaohs”

A banda KATTAH lançou na última semana seu novo videoclipe, “Rebirth of Pharaohs“, música que pertence ao seu recente lançamento “Lapis Lazuli”. Confira.

Mais informações:
www.kattahonline.com
www.facebook.com/kattahofficial
http://www.youtube.com/kattahchannel
http://www.twitter.com/officialkattah

Contato para shows: contact.kattah@gmail.com

Kattah: Assista ao videoclipe de “Vetus Espiritus”

O grupo brasileiro KATTAH acaba de disponibilizar o videoclipe da faixa “Vetus Espiritus” dirigido por Alisson Palaoro e editado por Lelo Penha.

O vídeo foi gravado no parque Unilivre , no templo Rosa Cruz em e nas grutas do Bacaetava em Curitiba e Colombo.

A música pertence ao recém lançado álbum “Lapis Lazuli” que tem recebido ótimas resenhas ao redor do globo, sendo até considerado “o salvador do metal” pelo site europeu Metal Temple.

Eu sempre acreditei em um salvador do metal originado no novo mundo algum dia. Se “Eyes of sand‟ foi mais do que um disco convincente, então o lançamento ‘Lapis Lazuli’ é a confirmação das futuras perspectivas para este talentoso grupo, o nascimento de uma grande promessa para o mundo do heavy metal. Você está avisado, não perca a oportunidade de conhecer esta banda fenomenal”, site europeu Metal Temple (9,5/10).

Não consigo dizer suficientemente o quanto gostei deste álbum, e o quanto aprecio o que o Kattah está trazendo para o gênero heavy metal com sua marca. Vocais matadores, ótimo trabalho de guitarras e idéias musicais únicas e diferentes. Este álbum precisa estar na coleção de todos!”, site americano Capital Chaos TV.

Para acompanhar as novidades do grupo, acesse:
www.kattahonline.com
www.facebook.com/kattahofficial
Contato para shows: contact.kattah@gmail.com

Apoio:
www.tabacariatrevo.com.br
www.caverao.com.br
www.clickaudioworks.com.br

RESENHA: KATTAH – LAPIS LAZULI

Por: Rodrigo Paulino

Kattah foi formada em 2006 em Curitiba, o nome da banda vem de um personagem criado pelo vocalista Roni Sauaf e as músicas retratam o mundo das pessoas, de ilusões à realidade, por se tratar de uma banda brasileira, carregam uma característica bem fundida ao som deles de traços da cultura brasileira.

Este ultimo álbum Lapis Lazuli, foi produzido por Roy Z e Andy Haller, que já trabalharam com SOAD, Sepultura, Judas Priest etc.

O álbum começa com Behind the Clay, uma canção bem pesada, o vocalista tem um grande poder, lembrando grandes nomes como Fabio Lioni, o lado sinfônico, presente num tempo mais “zen” da música é capaz de tirar do chão. A faixa ainda carrega um tom “faraônico”, em certos pontos a música fica apenas em voz e piano. Uma excelente faixa para abrir o álbum. Na sequencia, Inside My Head possui um tom mais melódico, mesmo sendo apenas bateria e guitarra, de maneira progressiva, a voz abafada vai ganhando poder até os vocais aparecerem totalmente de maneira progressiva. Uma variação no tom na parte do refrão dá um toque todo especial. Nessa faixa, ele utiliza diversos estilos vocais, alguns mais rápidos, outros mais rápidos, abafados , etc. Apocalypse abre com notas egípcias, o teclado fazendo um efeito cristalino e a bateria ganhando força, apesar de haver uma guitarra, ela segue o tom egípcio no inicio de forma bem leve, até então a musica engatar, ganhar velocidade e peso, sem perder o tom cristalino do teclado, o vocal nessa musica é meio travado, no entanto no refrão é totalmente libertador, essa faixa é muito gostosa de se ouvir, fechar os olhos e se deixar levar, uma hora o refrão simplesmente explode em seus ouvidos, encerrando a musica ao melhor estilo Egito.

Alpha Centaury começa com elementos que te levam a crer que é uma musica bem Nova Era, no entanto, ela tem um estilo bem rápido, desacelera no refrão, com a presença do teclado bem mais nítido na canção, mas volta com a velocidade. Interessante que apesar da musica ser agitada, o vocalista não é agitado todo o tempo, depois de um leve hiato, a musica simplesmente se desenvolve de uma vez em guitarras. Essa é uma das minhas faixas favoritas do álbum. Vetus Espiritus começa agitada, logo a voz abafada, e sobe o nível de forma que você não espera, as guitarras enlouquecem ao fundo e a voz do vocalista se encaixa tão bem ao estilo que ela flui muito fácil, essa musica também possui um solo fantástico, muito poderoso, a única coisa que não me agradou foi o fade no final da musica, no demais ela é demais. Rebirth of Pharaos já começa ao melhor estilo egípcio presente em grande parte do cd, a variação que tem nessa faixa é muito gostosa de se acompanhar, em dado momento a guitarra é abafada, e ai vem fatores que criam diferenciais em algumas bandas, ouve-se palmas ao fundo, acho interessante a utilização de palmas, assobios e outros sons não instrumentais em musicas de estúdio, outra faixa que vou arrebentar o replay.

The Hidden Voice conta com mais peso que sua antecessora, guitarra bem rítmica e é bem rápida com uma desacelerada tão cativante em dado momento que te dá a ideia de paz, seguido de um dos melhores solos que eu já ouvi, com riffs e a bateria muito bem presente. Lapis Lazuli é uma faixa abrasileirada do álbum, porém com bastante peso, é bem compassada, cantada em partes em português e inglês, gostei muito do resultado da musica, outra coisa que acho legal, o fator Folk, temos uma cantiga de “Nana Nenem”, seguido a musica normalmente, é uma faixa muito interessante, muito curiosa, o resultado é aquele: a musica tema do álbum acaba sendo realmente a cereja do bolo. A Capoeira é bem rápida, uma canção breve mas muito bem arranjada. Land Of God é uma faixa mais tranquila, daquelas que faz você parar e viajar, contem apenas o violão e o teclado em sua maior parte e a voz do vocalista que praticamente te abraça, então a bateria e a guitarra fazem sua participação, chega a ser surreal, assusta, pois você não espera que entrem dessa forma, o resultado é muito agradável.

You Will Never Be Dead, começa com um piano tranquilo, que logo ganha companhia de guitarra, mas quando a voz entra, o piano toca de forma tão doce, essa é uma das musicas mais calmas do álbum, até entrar a guitarra compassada, acho interessante a forma que essa musica evolui, ela é meio progressiva e ao mesmo tempo muito forte, possui características bem marcantes, sua velocidade oscila, no entanto quando ela é executada a todo o vapor, ela causa uma sensação muito boa. Untitled é outro instrumental ao estilo árabe, apenas vozes para terminar em Last Chance, a presença do teclado e pequenos elementos leves com guitarra logo são quebrados com a guitarra com mais ênfase e destaque, a musica se desenvolve de maneira harmônica, com direito ao teclado ao melhor estilo órgão, a musica finalmente ganha maior força depois da metade, com seu instrumental.

Gostei muito do trabalho dessa banda, o álbum é muito bem trabalhado, os arranjos muito bem compostos e o vocal sabe muito bem o que faz, recomendado para os amantes de Rhapsody Of Fire, Angra, Shaman etc.

Tracklist:

01. Behind The Clay
02. Inside My Head
03. Apocalypse
04. Alpha Centaury
05. Vetus Espiritus
06. Rebirth Of Pharaohs
07. The Hidden Voice
08. Lapis Lazuli
09. A Capoeira
10. Land Of God
11. You Will Never Be Dead
12. Untitled

Kattah: Roni Sauaf é anunciado no projeto europeu Vivaldi Metal

O grupo curitibano Kattah já colhe seus primeiros bons frutos após o lançamento de seu segundo álbum de estúdio, “Lapis Lazuli“.

Após receber boas resenhas no Brasil e exterior, o vocalista Roni Sauaf acaba de ser anunciado no lineup do Vivaldi Metal Project, projeto capitaneado pelo maestro italiano Mistheria e que conta também com participações de Mark Boals, Mark Cross, Lance King, John Macaluso, Mike Lepond, Alberto Rigoni, Dani Loeble e outros grandes nomes do heavy metal e do universo da música erudita pelo mundo.

Fiquei muito feliz com o convite do Mistheria para representar o Brasil nos vocais do Vivaldi Metal Project. Será uma honra regravar as obras de Vivaldi ao estilo heavy metal, e ter a oportunidade de fazer parte desse time de estrelas!“, declara Roni Sauaf.

Mais informações podem ser obtidas nos link abaixo:

www.vivaldimetalproject.com
www.facebook.com/VivaldiMetalProject

Kattah e Roy Z no Zoombie Ritual Fest

O grupo curitibano Kattah continua a divulgação de seu novo álbum “Lapis Lazuli” e se apresentará no Zoombie Ritual dia 14 de dezembro, consagrado ‘metal fest‘ que ocorre em Rio Negrinho (SC).

Nesta ocasião o Kattah contará com o produtor do álbum, Roy Z, tocando como segundo guitarrista. O repertório do show está recheado com músicas da banda do primeiro e segundo álbum, e também com alguns clássicos das bandas de Bruce Dickinson, Rob Halford e Judas Priest, fazendo menção aos trabalhos produzidos por Roy Z, que tornaram-se grandes sucessos mundiais.

Recentemente o Kattah lançou o single “The hidden voice“, que traz a raiz e influência brasileira durante a sua composição, aliada ao peso e melodia que o Kattah desenvolve durante todo o CD “Lapiz Lazuli“, enfatizando a importância do país e dos fãs brasileiros para o grupo.

Ouça a faixa no link abaixo:
www.youtube.com/watch?v=_g2v-IZNLh4

O Kattah encontra-se também com a agenda aberta para a “Lapis Lazuli Tour 2014” e os interessados em tê-los em sua cidade devem entrar em contato através do email contato@furiamusic.com.br . Os jornalistas e órgãos de imprensa interessados em receber o press kit do grupo e agendar entrevistas devem entrar em contato através do email imprensa@furiamusic.com.br .

Serviço:

Zoombie Ritual Fest 2014
Datas: 11, 12, 13 e 14 de dezembro
Horário: à partir das 15h00

Local: Fazenda Evaristo
Rua Afonso Koeler
Bairro: Barro Preto
Cidade: Rio Negrinho/SC

Atrações: Carcass, Brujeria, Venom, Destruction, Belphegor, Besatt, Incantation, Whiplash, Kattah e outras. O fest também será marcado pela participação de bandas do Paraguai, e Argentina.

Ingressos:
Primeiro Lote – R$ 250,00 – 02/06/2014 à 10/07/2014 – Meia entrada com 1kg de alimento (esgotado)
Segundo Lote – R$ 350,00 – 11/07/2014 à 11/09/2014 – Meia entrada com 1kg de alimento (esgotado)
Terceiro Lote – R$ 400,00 – 12/09/2014 à 01/12/2014 – Meia entrada com 1kg de alimento
Na Porta – 450,00 – Meia entrada com 1kg de alimento

Site oficial www.zoombieritual.com

Andre Matos e Kattah fazem grande show em Curitiba

Andre Matos, um dos ícones o metal mundial, estará em Curitiba com a sua tour “20 anos de Angels Cry“. Andre Matos e banda estarão no Espaço Cult dia 28 de novembro e além da execução na íntegra do lendário álbum, o set list de mais de 2h30 de duração traz os maiores clássicos de sua carreira.

Para esta noite especial, o Kattah será a banda convidada para fazer as honras e representar o heavy metal curitibano. O grupo que recentemente lançou o CD “Lapis Lazuli“, via Baker Team/Scarlet Records, com a produção de Roy Z e Andy Haller (Bruce Dickinson, Ozzy Osbourne, Judas Priest, Rob Halford, Sepultura e System of a Down), tocará em primeira mão músicas de seu segundo álbum, que tem tido grande repercussão na mídia brasileira e internacional.

Serviço:
Show Andre Matos
Banda Convidada: Kattah
Data: 28 de novembro
Local: Espaço Cult
Endereço: Rua Claudino os Santos, 72, Lago da Ordem, Curitiba (PR)
Inf.: (41) 3323-2381
Horário: 21h30

INGRESSOS:
www.ticketbrasil.com.br
Let’s Rock, Túnel do Rock, Microcamp (Centro), Espaço Cult (Terça a Sexta das 10 às 20h, Sábado as 11 às 20h)

Realização: Show Master