Tag Archives: Motorhead

Brazilian Tribute To Motörhead: segunda música liberada é interpretada pelo Genocídio

A SECRET SERVICE RECORDS liberou uma segunda música de tributo brasileiro ao Motörhead que organiza.

Desta vez o lendário GENOCÍDIO (www.facebook.com/genocidiobr) interpreta a clássica ‘Metropolis’, do álbum ‘Overkill’ de 1979, assista:

Batizado de ‘Going To Brazil… The Brazilian Tribute To Motörhead’, o material será lançado no final deste mês de maio.

O trabalho vem em digipack duplo, contendo encarte com informações das 30 bandas participantes, que incluem grandes nomes da cena metálica brasileira. O tributo será distribuído pela Europa, Ásia, América do Norte e América do Sul, incluindo o Brasil.

Confira o tracklist completo do tributo:

CD 1

01. DISTRAUGHT – Living in the Past
02. DEMOLITION – Stay Out of Jail
03. NERVOCHAOS – Traitor
04. INFESTED BLOOD – Iron Fist
05. TALGUNNERS – Jack the Ripper
06. UGANGA – Damage Case
07. HATEFULMURDER – No Class
08. VOODOOPRIEST – In the Name of Tragedy
09. OBSKURE – Devils
10. SILVER MAMMOTH – White Line Fever
11. ORQUÍDEA NEGRA – I Aint no Nice Guy
12. BLACK TRIAD – Born to Lose
13. VULTURE – Wake the Dead
14. REVENGIN – Bad Religion
15. ATTOMICA – Dr. Rock

CD 2

01. GENOCIDIO – Metropolis
02. MX – Speedfreak
03. JACKDEVIL – Killers
04. CLAUSTROFOBIA – Ace of Spades
05. RATOS DE PORÃO – Stone Dead Forever
06. REBAELLIUN – Rock Out
07. CRUCIFIXION BR – Bomber
08. PENTACROSTIC – Hellraiser
09 – HICSOS – Sacrifice
10. THUNDERSPELL – One Night Stand
11. LEVIAETHAN – Stay Clean
12. MOTORBASTARD – Mean Machine
13. SCELERATA – Asylum Choir
14. MATANZA – We are Motorhead
15. TORTURE SQUAD – Overkill

Anteriormente já havia sido lançada a versão do UGANGA para a música ‘Damage Case’, confira:

Sites relacionados:
www.facebook.com/secretservicerecords
www.secretservicerecords.com.br

Fonte: Metal Media

Brazilian Tribute To Motörhead: ouça primeira música disponibilizada!

A gravadora britânica SECRET SERVICE acaba de disponibilizar uma música retirada do vindouro tributo brasileiro ao Motörhead, ‘Going To Brazil… The Brazilian Tribute To Motörhead’.

A música escolhida é ‘Damage Case’ (do álbum ‘Overkill’, 1979), aqui interpretada pelos mineiros do UGANGA (www.facebook.com/ugangaband). Confira:

‘Going To Brazil… The Brazilian Tribute To Motörhead’ será lançado este mês. O trabalho vem em digipack duplo, contendo encarte com informações das 30 bandas participantes, que incluem grandes nomes da cena metálica brasileira. O tributo será distribuído pela Europa, Ásia, América do Norte e América do Sul, incluindo o Brasil.

Confira o tracklist completo do tributo:

CD 1

01. DISTRAUGHT – Living in the Past
02. DEMOLITION – Stay Out of Jail
03. NERVOCHAOS – Traitor
04. INFESTED BLOOD – Iron Fist
05. TALGUNNERS – Jack the Ripper
06. UGANGA – Damage Case
07. HATEFULMURDER – No Class
08. VOODOOPRIEST – In the Name of Tragedy
09. OBSKURE – Devils
10. SILVER MAMMOTH – White Line Fever
11. ORQUÍDEA NEGRA – I Aint no Nice Guy
12. BLACK TRIAD – Born to Lose
13. VULTURE – Wake the Dead
14. REVENGIN – Bad Religion
15. ATTOMICA – Dr. Rock

CD 2

01. GENOCIDIO – Metropolis
02. MX – Speedfreak
03. JACKDEVIL – Killers
04. CLAUSTROFOBIA – Ace of Spades
05. RATOS DE PORÃO – Stone Dead Forever
06. REBAELLIUN – Rock Out
07. CRUCIFIXION BR – Bomber
08. PENTACROSTIC – Hellraiser
09. HICSOS – Sacrifice
10. THUNDERSPELL – One Night Stand
11. LEVIAETHAN – Stay Clean
12. MOTORBASTARD – Mean Machine
13. SCELERATA – Asylum Choir
14. MATANZA – We are Motorhead
15. TORTURE SQUAD – Overkill

Sites relacionados:
www.facebook.com/secretservicerecords
www.secretservicerecords.com.br

Fonte: Metal Media

NervoChaos: homenageando o lendário Motörhead em tributo brasileiro

O NERVOCHAOS está confirmado no tributo de bandas brasileiras ao MOTÖRHEAD, que está sendo organizado pela gravado britânica Secret Service Records.

A banda trabalhou em cima de uma versão para a faixa ‘Traitor’ do álbum ‘Rock ‘n’ Roll’, de 1987.

O tributo foi batizado de ‘Going To Brazil… The Brazilian Tribute To Motörhead’. O material, que tem previsão de lançamento mundial para este mês, conta com vários dos grandes nomes do Metal nacional, como Distraught, Scelerata, Torture Squad, Genocídio, MX, e muitos outros.

No momento o NERVOCHAOS está na Ásia divulgando seu novo disco, ‘Nyctophilia’. O grupo fará 12 datas, passando por Singapura, Indonésia, Bangladesh, Mongólia, China, Japão, Coreia do Sul, Malásia e Vietnã!

‘Nyctophilia’ é o sétimo álbum de estúdio do NERVOCHAOS e está disponível no Brasil pela Cogumelo Records/Voice Music e pela Greyhaze Records na América do Norte e Europa. O álbum já pode ser comprado nas principais lojas especializadas do mercado, ou diretamente com a banda, por e-mail, Facebook ou na loja oficial (https://goo.gl/aF7Xkx).

Para esta gravação, o grupo passou um mês na cidade de Como, na Itália, no estúdio Alpha Omega junto com o produtor Alex Azzali, que também mixou e masterizou trabalho. A arte do álbum foi criada por Alcides Burn. O disco ainda apresenta os convidados especiais Sebastian L. da banda Into Darkness e Leandro P. da banda R.N.S. Além de uma faixa, ‘Vampiric Cannibal Goddess’, que apresenta os riffs compostos por Bolverk do Ragnarok.

Contato: nervo666@hotmail.com

Sites Relacionados:
www.nervochaos.net
www.facebook.com/NervoChaos
www.metalmedia.com.br/nervochaos

Fonte: Metal Media

Voice Music: retrospectiva 2015, lançamentos, lançamentos e mais lançamentos!

O ano de 2015 foi um ano recheado de grandes lançamentos e o Brasil definitivamente entrou na rota de lançamentos de bandas desde o underground até o mainstream mundial, muito disso devemos aos esforços da Voice Music para fomentar nosso mercado e “convencer” as empresas internacionais que o Brasil é sim um grande consumidor de Rock e seus derivados.

Muito se deu graças a parcerias fechadas com empresas gigantes como Nuclear Blast, DBN, Pias, Ear Music, Century Media e muitas outras internacionais e muitas nacionais também somando lançamentos dos quatro cantos do mundo.

Os destaques são muitos para citar todos, mas lançamentos de nomes gigantes como Faith No More, Garbage, Black Sabbath, Motorhead, New Order, Helloween, Machine Head, Soulfly, Blind Guardian, se misturam aos grandes do Brasil como Krisiun, Ratos de Porão, Dr Sin, Distraught, Astafix, Korzus e a lista segue infinitamente…

Outro grande destaque foi o vasto material do já lendário Joe Bonamassa, sem dúvidas o músico mais importante da atual geração do Blues/Rock mundial, responsável por rejuvenescer o estilo e colocá-lo novamente no topo das paradas musicais.

Com uma lista tão extensa, a Voice Music convida todos os fãs e clientes a visitarem o site oficial e a fanpage no Facebook para conhecerem tudo que já saiu e o que vem por aí, e 2016 será também um ano recheadíssimo de grandes lançamentos.

SITE: http://voicemusic.com.br/

FACEBOOK: http://www.facebook.com/oficialvoicemusic

A Voice Music é também uma das principais distribuidoras do país e está sempre disponível aos lojistas dos quatro cantos do Brasil. Interessados podem entrar em contato com a equipe de vendas por telefone: (11) 3744-0593 ou e-mail: vendas@voicemusic.com.br

Fonte: Metal Media

Motörhead lança Bad Magic, 22º álbum de estúdio da banda

MOTÖRHEAD

Lançará seu 22º álbum de estúdio

BAD MAGIC

no dia 28 de Agosto de 2015 pela UDR Music/Motörhead Records

Em seu aniversário de 40 anos, a banda anuncia a turnê europeia de anivesário para o 2o. semestre, com mais datas internacionais a serem anunciadas em breve.

Freedom to believe don’t have a price
A liberdade de acreditar não tem preço
Innocence never gets too old
A inocência nunca envelhece
You need a bolt of rock
Você precisa um estrondo de rock
Severe toxic shock
Choque tóxico severo
Electricity deep in your soul
Eletricidade profunda em sua alma

“Electricity” – Motörhead

Criteria Entertainment, Los Angeles CA – 4 de Junho, 2015 – Após 40 anos chacoalhando dentes, ossos e ouvidos com seu rock ‘n’ roll lendário, seria razoável imaginar que o Motörhead quisesse descansar.

Colocar os pés para cima.
Relaxar um pouco.
Mas é o seguinte…
Aqui é Motörhead.

E ao invés disso, o Motörhead manda aos infernos estas besteiras de fraquezas e descansos anunciando o seu 22º álbum de estúdio, Bad Magic. Vivo e estrondoso, com espírito pioneiro e alguns dos mais ferozes ritmos e riffs que vão ressoar em seus ouvidos, Bad Magic é um enorme pontapé nos dentes para qualquer um que ousaria pensar que poderia ser de outra forma. Na verdade, se tais pessoas ainda existem, elas fariam bem em agarrar um grande par de tampões de ouvidos, cair de joelhos e rezar por misericórdia, porque sons como  “Thunder And Lightning” e especialmente o a-l-t-o “Teach ‘Em How To Bleed” mostram que o Motörhead está forte, alto, implacável, inflexível e pesado como sempre.

Baseando-se em seu próprio vasto catálogo de rock ‘n roll com espírito aventureiro e clima de guerreiro de estrada, Bad Magic também caminha lado a lado com atitudes clássicas do Motörmusic. Escrito e gravado no estúdio juntos pela primeira vez na era Kilmister / Campbell / Dee, a abordagem mais “ao vivo” para a criação de Bad Magic tem, obviamente, seu efeito. Há a condução malevolente de “Choking On Your Screams” com o vocal magnificamente onipotente de Lemmy, “Electricity” carrega um peso grande da atitude do punk casado com um dos melhores trabalhos de Phil Campbell em anos, enquanto o “Shoot Out All Of Your Lights” é completamente diabólico, no estilo motoqueiro que não se importa com nada e ninguém, contando com os tambores tribais de Mikkey Dee, rufando um ambiente perfeito para declamações de Kilmister. Os garotos foram honrados ainda com uma participação de Brian May do Queen em “The Devil”, acrescentando um solo cintilante nesta estrondosa festa.

Produzido no NRG Studios pelo produtor de longa data Cameron Webb, Bad Magic nasceu após alguns anos nos quais o Motörhead desfrutou de sua era de maior sucesso internacional em duas décadas, após o lançamento de “Aftershock”. Lemmy também decidiu aceitar o fato que ele é de carne e osso e mortal como todos nós, ajustando seu estilo de vida para dar um pé na bunda nos problemas de saúde e re-emergir fortalecido, em forma e mais malvado que nunca. Suas próprias performances em Bad Magic são únicas e de maior alcance que ele já fez nos últimos anos, e na balada “Until The End”, Lemmy se abre, expressando as questões mais simples porém importantes que a vida evoca em todos nós. Acrescente a isso uma execução incrível e enérgica de “Sympathy For The Devil” dos Rolling Stones, e estará claro a todos que tem um par de ouvidos que Bad Magic é o melhor trabalho do Motörhead das últimas décadas.

Pode esperar também que o Motörhead arrebentará na estrada na metade final de 2015! A partir da metade de Agosto, o Motörhead partirá com o Anthrax por uma turnê norte americana que se encerrará no lendário cruzeiro Motörboat Cruise entre 28 de Setembro e 2 de Outubro, de Miami a Nassau, contando também com Slayer e outras bandas no line-up. E a turnê europeia que comemora os 40 anos do Motörhead se inicia em 15 de Novembro, no Le Zenith em Paris, fechando em Helsinki, na Finlândia, no dia 6 de Dezembro. Mais datas serão anunciadas em breve, então continue ligado no site www.imotorhead.com, assim como nas plataformas sociais da banda para mais detalhes.

 VISITE:
www.imotorhead.com
https://www.facebook.com/OfficialMotorhead
Twitter: @MyMotorhead

No geral, com o lançamento de Bad Magic confirmado, os Motörheadbangers e fãs de rock ’n’ roll do mundo todo podem se preparar para o retorno do melhor, mais malvado, mais sujo e mais incansável trio de rock… Sim, podem acreditar: O Motörhead com muito orgulho e ousadia, continua sendo a bandeira que você tem orgulho de hastear em todos os momentos.

TRACKLIST DE BAD MAGIC

1.Victory Or Die – 3.09
2.Thunder & Lightning – 3.06
3.Fire Storm Hotel – 3.35
4.Shoot Out All Of Your Lights – 3.15
5.The Devil – 2.54
6.Electricity – 2.17
7.Evil Eye – 2.20
8.Teach Them How To Bleed -3.13
9.Till The End – 4.05
10.Tell Me Who To Kill – 2.57
11.Choking On Your Screams – 3.33
12.When The Sky Comes Looking For You – 2.58
13.Sympathy For The Devil* – 5.35

*por The Rolling Stones

Para mais informações por favor entrar em contato com:

MÉXICO, COLÔMBIA E BRASIL
Diana Rodriguez
Diana@criteriaent.com
www.Criteriaentertainment.com

Links para pré-venda Motörhead:
Bad Magic

Standard :
http://smarturl.it/MH_BadMagic_Standard

Box Edição Limitada:
http://smarturl.it/MH_BadMagic_LtdBox

Digi Pack:
http://smarturl.it/MH_BadMagic_DigiPack

Vinil:
http://smarturl.it/MH_BadMagic_Vinyl

iTunes:
http://smarturl.it/MH_BadMagic_iTunes

Está chegando a hora: esta é a semana dos “monstros” do heavy metal nos palcos brasileiros

O maior festival de Rock do mundo, o Monster of Rock, volta às terras brasileiras ocupando a Arena Anhembi, em São Paulo, nos dias 25 e 26 de abril. Com sua sexta edição no país, o festival anuncia umline up de peso em comemoração aos 21 anos de sua primeira edição. Em dois dias de evento, 15 bandas ocupam o palco:  Kiss, que prepara um show especial para celebrar seus 40 anos de estrada, Ozzy Osbourne, Judas Priest, Motörhead, Manowar, Black Veil Brides, Rival Sons, Primal FearAceppt, Unisonic, Yngwie Malmsteen, Steel Panther, Coal Chamber, De La Tierra e Dr.Pheabs.

Produzido pela Mercury Concerts, o Monsters mantém a tradição de só incluir em seu line up bandas de hard rock e heavy metal. Para abrigar os shows de algumas das principais bandas do mundo, a Arena Anhembi receberá um palco monumental, que se adéqua aos mega shows, além de toda uma estrutura de diversão e interação que será montada no local para atender ao público presente.

O Anhembi também receberá uma edição do Mundo Mix, que montará no local o espaço “Galpão do Rock”, contendo acessórios, calçados, design, sex shop, tabacaria, serviços como corte de cabelo, barbearia, tattoo e muito mais do mundo do Rock.

Além do festival em SP, o Kiss apresenta o show “40th Anniversary World Tour” em Florianópolis (Devassa On Stage), no dia 20 de abril, e em Curitiba (Pedreira Paulo Leminski), no dia 21 de abril. Nos dias 23 e 24 de abril, a banda Kiss se junta com o Steel Panther para shows em Belo Horizonte (Ginásio Mineirinho) e Brasília (Estacionamento do Estádio Nacional), respectivamente. O Judas Priest passará pelo Rio de Janeiro (Vivo Rio), junto com as bandas Accept e Metalmania, no dia 23.

Ozzy Osbourne, Judas Priest e Motorhead ainda se juntam sob o show “Monster Tour”, que passará por Curitiba, no dia 28 de abril, no Pedreira Paulo Leminski, e Porto Alegre, no dia 30, no Estádio do Zequinha.

Quem ainda não garantiu seus tickets, é bom correr: os últimos ingressos estão à venda.

Confira tudo sobre o festival no release completo.

Monsters of Rock 2015: Festival anuncia line up especial em comemoração aos 21 anos de sua primeira edição

KISS, Ozzy Osbourne, Judas Priest, Motörhead e Manowar são as principais atrações do festival que acontece pela sexta vez no Brasil.

Evento será realizado em dois dias na Arena Anhembi, 25 e 26 de abril, e terá 12 atrações.

Ingressos estarão à venda a partir do dia 19 de dezembro, sexta-feira, pelo site Ingresso Rápido.

Um dos mais importantes festivais do país, o Monsters of Rock está de volta em 2015! E para comemorar os 21 anos de sua primeira realização no Brasil, irá trazer para o público uma edição inesquecível. As datas já estão marcadas: dias 25 e 26 de abril, na Arena Anhembi, em São Paulo. Maior festival nacional com uma escalação 100% Rock´n Roll, o evento em 2015 apresentará 14 atrações de peso.

Realizado no Brasil em 1994, 95, 96, 98 e 2013, a versão nacional do Monsters, criado originalmente na Inglaterra, já reuniu um público de mais de 300.000 pessoas em edições anteriores e trouxe ao país nomes como Black Sabbath, Slayer, Kiss, Megadeth, Faith no More, Alice Cooper, Ozzy Osbourne, Skid Row, Iron Maiden, Motorhead, Slipknot, Aerosmith e Whitesnake, entre muitos outros.

Responsável pela realização do evento desde sua primeira edição, a Mercury Concerts promete uma experiência mais do que especial em 2015. O Monsters vem fazendo história no país desde sua primeira versão e, quando chega a sua maioridade, vai brindar o público com uma escalação hiper especial. Uma edição inesquecível, que não deixará pedra sobre pedra.

Além de um line-up de primeira, a Arena Anhembi em São Paulo receberá um palco monumental, preparado para se adequar aos mega shows de algumas das maiores bandas do mundo, e toda uma estrutura de diversão e interação que será montada no local para atender ao público presente.

O line-up completo da 6ª edição do Festival Monsters of Rock Brasil será anunciado em breve. Os ingressos para os dois dias de apresentações também estarão disponíveis para o grande público ainda este ano.

As atrações do Monsters of Rock 2015

KISS

Desde o estouro da banda no cenário musical na década de 70, o KISS criou uma nova experiência em cena, misturando rock de primeira com pirotecnia, iluminação e ambientação cênicas excepcionais e as indefectíveis maquiagens e figurinos que se transformaram em marcas registradas – tudo isso deu a eles a reputação de criar alguns dos melhores shows ao vivo da história da música mundial. Formada em Nova Iorque em 1973, a banda passou por algumas mudanças de formação, sendo Paul Stanley e Gene Simmons os dois integrantes da formação original. Em 83, com o álbum ‘Lick it Up’, o grupo surpreendeu os fãs ao retirar a maquiagem e os figurinos. No ano seguinte, o grupo ganha uma homenagem através do disco ‘Kiss My Ass: Classic Kiss Regrooved’, uma compilação de músicas do grupo gravadas por nomes como Lenny Kravitz, Stevie Wonder, Garth Brooks, Mighty Mighty, Lemonheads e Anthrax, entre outros. Em 1995 gravam o ‘Unplugged’ da MTV e um ano depois causaram comoção na platéia do Grammy ao surgirem novamente com seus respectivos figurinos e maquiagens e com a formação original. Dois meses depois anunciam uma grande turnê mundial. A expectativa em ver novamente os quatro membros originais do grupo fez com que os 40 mil ingressos do primeiro show se esgotassem apenas 47 minutos.

O Kiss já recebeu 28 discos de ouro e já vendeu mais de 100 milhões de álbuns em todo o mundo. Já realizou mais de 30 turnês internacionais, a última a “40 Year Tour”, de 2014. Desde 1974 lançou 20 álbuns de estúdio – o mais recente deles, “Monster”, de 2012, sete álbuns ao vivo, três álbuns de turnê, 11 coletâneas e 14 vídeos e DVDs. Em 78 lançaram também um Box contendo um disco solo de cada um dos integrantes, que atingiram o top 10 das paradas em vários países. Para atender ao inesgotável interesse dos fãs de todo o planeta, o grupo chegou a lançar uma biografia oficial, que conta sua história desde a formação do grupo até os bastidores dos shows.

Ozzy Osbourne

Um dos fundadores do célebre Black Sabbath em 1969, onde ficaria até 78, Ozzy iniciou sua carreira solo com o lançamento do álbum “Blizzard of Ozz”, até hoje considerado um dos mais importantes álbuns do rock mundial, com seus personalíssimos vocais. Em 94, ele ganhou um Grammy de melhor música e em 93 anunciou sua aposentadoria, voltando porém aos palcos em 95. Foi indicado mais duas vezes ao Grammy, em 2008 e 2011, e apenas nesse novo século ganhou alguns dos mais importantes prêmios da música, como o MTV Music Awards, o NME e o Prism, além de receber os títulos de “Imortal do Rock”, “Ícone da Música” e “Lenda Viva do Rock”.

Músico lendário, Ozzy idealizou o famoso OzzFest, que já revelou bandas como System of a Down e Korn, realizado por ele e sua mulher Sharon desde 1996. A partir de 2002, Osbourne atingiu um novo patamar de reconhecimento mundial, ao estrelar com a família o reality-show The Osbournes, lançado pela MTV e um enorme sucesso no mundo inteiro. Em carreira solo já lançou 11 álbuns de estúdio, cinco álbuns ao vivo e nove DVDs. Já vendeu mais de 90 milhões de cópias de seus discos em todo o mundo.

Judas Priest

A banda britânica Judas Priest foi criada em meados de 1969, em Birmingham, Inglaterra, e é considerada por alguns críticos, ao lado do Black Sabbath, do Iron Maiden e do Motörhead como um das quatro principais bandas de Heavy Metal na história. Independente da crítica, o Judas é definitivamente um dos precursores do heavy metal moderno e um dos grupos mais influentes do metal desde os anos 70. Foi a primeira banda a unir o peso e a temática violenta criados pelo Black Sabbath à velocidade de alguns grupos de rock como o Deep Purple, adicionaram duas guitarras ao seu som e também foram os responsáveis pela retirada do blues característico de grupos de hard-rock britânico dos anos 70. Foram também precursores da adoção das roupas de couro com adereços de metal cromados e correntes advindos do punk rock, criando o figurino oficial do hard rock que vigora até hoje.

O primeiro disco da banda, “Rocka Rolla”, foi lançado em 1974. Das primeiras formações da banda ainda permanecem no grupo o vocalista Rob Halford, o guitarrista Glenn Tipton e o baixista Ian Hill. Em 45 anos de carreira lançaram 19 álbuns de estúdio, o mais recente, “Redeemer of Souls” em 2014, tendo vendido mais de 50 milhões de discos em todo o mundo. Em 2010 a banda ganhou o Grammy para “Melhor Performance de Metal” por “Dissident Aggressor”.

Motörhead

Formada em 1975 na Inglaterra, a banda Motörhead é considerada uma das maiores do heavy metal no mundo, ao lado de Black Sabbath, Judas Priest e Iron Maiden. Prestes a completar no próximo ano 40 anos de carreira, já lançou 21 álbuns de estúdio e vendeu mais de 30 milhões de cópias. Seu mais recente CD é “Aftershock”, de 2013. Considerada uma das bandas de mais peso e velocidade no cenário do metal, o Motörhead é um dos grupos que mais influenciou outras bandas de diferentes vertentes como o heavy, o thrash metal e o punk rock.

O baixista Lemmy Kilmister, até hoje no grupo, começou na música na década de 1960, como roadie da banda de Jimi Hendrix, e foi o criador do Mötorhead, que inicialmente se chamava Bastards. Depois de dois álbuns, conquistaram o sucesso junto ao público em 79, com “Bomber”. Em 1992 lançaram “March ör Die”, seu maior sucesso comercial, com participação do guitarrista Slash (Guns N’ Roses) em diversas canções e uma parceria com Ozzy Osbourne na canção “Hellraiser” (também lançada por Ozzy no álbum No More Tears). Em 2005 o Motörhead ganhou o Grammy na categoria Melhor Performance de Metal.

Manowar

Conhecida pelas letras de canções que falam de fantasias e mitologia nórdica, a banda norte-americana Manowar é também famosa por seu som muito alto: em 1984 a banda foi incluída no Guinness Book of World Records, por fazerem, ao vivo, o som mais alto já registrado em um show, um recorde que eles próprios já bateram por duas ocasiões. Também têm o recorde pelo espetáculo mais longo do heavy metal, depois de terem tocado durante cinco horas e um minuto na Bulgária em 2008. Compuseram também uma das mais longas músicas do gênero: no disco “The Triumph of Steel”, de 82, aparece “Achilles: Agony and Ecstasy in Eight Parts” , baseada na obra “A Ilíada” de Homero, que, com 28 minutos de duração, tornou-se um clássico do grupo. Com 35 anos de estrada, a banda, formada em Nova Iorque, é adepta do metal grande e épico, encharcado com guitarras, coros e orquestras, e ficou famosa ainda pelo slogan “Morte ao falso metal falso”.

Com uma carreira que inclui 13 álbuns de estúdio e mais de nove milhões de cópias vendidas em todo o mundo, a banda tem mais que fãs – são seguidores. É extremamente popular na cena heavy metal da Europa, Japão, Austrália, América do Sul Estados Unidos. Em 2003, o baixista, guitarrista e tecladista Joey DeMaio fundou sua própria gravadora, a Magic Circle Music, que veio a se tornar o lar oficial da banda, sendo criada para preencher as necessidades do Manowar e de outras bandas similares do gênero. Em 2014 a banda lançou seu mais recente álbum, “Kings of Metal MMXIV”.

Rival Sons

A banda composta por Jay Buchanan (Vocal), Scott Holiday (Guitarra), Robin Everhart (Baixo) e Michael Miley (Bateria) foi formada na Califórnia em 2008. Seu primeiro disco foi lançado em 2009, e a escolha da canção “Tell Me Something” como tema das 500 Milhas de Indianápolis logo fez com que a banda estourasse. Em 2010 excursionaram com Alice Cooper e em 2011 viajaram com o Judas Priest, além de abrirem um show para o AC/DC, televisionado para todos os estados americanos e alguns países do mundo. A Banda já atingiu a 19ª posição na parada rock da Billboard. Em 2011 ganharam o prêmio Breakthrough Artist of the Year, do iTunes e já lançaram quatro álbuns de estúdio, o mais recente deles “Great Western Valkyrie”, em 2014.

Unisonic

O Unisonic é um grupo alemão especializado no gênero conhecido como speed/power metal. No mundo do rock é considerado um supergrupo por reunir, na mesma formação, Michael Kiske, ex-vocalista do Helloween, Kai Hansen, ex-vocalista e guitarrista também do Helloween e guitarrista e vocalista do Gamma Ray, o baixista Dennis Ward e o baterista Kosta Zafiriou do Pink Cream 69, e o guitarrista Mandy Meyer, ex Gotthard. Em 2012 lançaram seu primeiro EP intitulado de “Ignition” e, no mesmo ano, “Unisonic”, seu álbum de estreia, que esteve no topo das paradas de vários países como a Finlândia, Japão, Alemanha e Suécia. O segundo álbum da banda, “Light of Dawn”, foi lançado em 2014. A banda realizou sua primeira turnê mundial em maio de 2012, tocando em diversos festivais de música europeus, como o Rock Hard Festival, Gods of Metal, Hellfest, Masters of Rock, entre outros.

Steel Panther

O Steel Panther é uma banda de glam-metal de Los Angeles, Califórnia, conhecida por suas letras bem-humoradas. Formada em 2000, a banda começou a ganhar popularidade no Sunset Strip, no início do novo milênio, sob o nome Oficina de Metal (em breve transformada em Metal Skool, e depois em Steel Panther). É composta pelo vocalista Ralph Saenz (“Michael Starr”), o baterista Darren Leader (“Stix Zadinia”), o baixista Travis Haley (“Lexxi Foxxx”) e o guitarrista Russ Parrish (“Satchel”). Suas perucas enormes, jaquetas de couro, calças spandex de zebra, costeletas herdadas de uma banda tributo ao Van Halen aliadas a suas letras extremamente chauvinistas e a seu lado cômico logo a transformaram em um enorme sucesso, lotando shows pelo mundo a fora. Desde sua formação já lançaram quatro álbuns de estúdio, uma compilação e um DVD.

Black Veil Brides

O Black Veil Brides (ou BVB) é uma banda de rock formada em 2006 em Hollywood, Califórnia, pelo vocalista Andy Biersack. Seu álbum de estreia, “We Stitch These Wounds” foi lançado em junho de 2010, porém, antes de seu lançamento, já havia alcançado uma grande divulgação pela internet, fazendo com que em pouco tempo a banda já estivesse na relação dos 10 artistas de metal mais tocados no Myspace. O segundo álbum da banda, “Set the World on Fire”, foi lançado em junho de 2011 e apresenta forte influência do glam metal e do hard rock. A banda lançou ainda três EP’s – “Sex and Hollywood”, “Never Give In” e “Rebels EP” – e mais um álbum de estúdio, em 2013, intitulado “Wretched and Divine: The Story of the Wild Ones”. Também lançou um single chamado “Unbroken”, que entrou na trilha sonora do filme “The Avengers”. O Black Veil Brides tem forte inspiração no Kiss e Mötley Crüe, além de outras bandas de glam metal da década de 1980.

Yngwie Malmsteen

Conhecido por sua incrível velocidade e virtuosismo, o guitarrista sueco Yngwie Malmsteen começou a aprender música aos 5 anos de idade, tendo aulas de piano, trompete, violão e se dedicando aos grandes compositores clássicos. Durante este aprendizado descobriu possuir o chamado “ouvido absoluto”, um dom de nascença raro que é a capacidade de distinguir notas musicais sem qualquer referencia, seja qual for a fonte. Em 1983 mudou-se para os EUA, para se dedicar ao rock e participou de algumas bandas antes de iniciar uma carreira solo. Seu primeiro álbum, “Rising Force”, em 84, entrou direto para a parada da Billboard e ganhou uma indicação para o Grammy. Já “Trilogy”, de 86, é conhecido por inaugurar o que seria conhecido como “metal moderno”. Em 2003 se juntou a Joe Satriani e Steve Vai, para um show e DVD. Ao todo sua carreira inclui 18 álbuns de estúdio. Entre os álbuns “ao vivo” está “Yngwie Malmsteen LIVE!!”, gravado em São Paulo durante a turnê de “Facing The Animal”.

Primal Fear

Formada na Alemanha em 1997, o Primal Fear, expoente do gênero chamado de Power metal, mantém até hoje seus idealizadores e principais membros: o baixista Mat Sinner e o vocalista Ralf Scheepers. Aclamada como um dos ícones do heavy metal mundial, a banda lançou seu primeiro ábum 1998, o homônimo “Primal Fear”, que chegou às lojas em 98 e causou enorme impacto nos fãs do gênero em todo o mundo, fazendo com que a banda fosse comparada ao Judas Priest. Com uma carreira que inclui 10 álbuns de estúdio (“Delivering The Black”, de 2014, é o mais recente), um álbum ao vivo, uma coletânea e um DVD, o Primal Fear já participou de vários festivais famosos, como o “Wacken Open Air”, na Alemanha. Desde o lançamento do último álbum, no ano passado, a banda está em turnê pelo mundo, chegando agora ao Brasil. Atualmente, o baterista oficial da banda é o brasileiro Aquiles Priester.

Accept

Considerada uma das precursoras do speed metal e do Power metal na Europa, a banda alemã Accept foi formada em 1968, ainda com o nome de Band X, pelo vocalista Udo Dirkschneider. Depois de algumas breves experiências musicais, ele montou o grupo, que em 1976 passaria a adotar o nome Accept. O primeiro álbum seria lançado em 79, chamando a atenção para o vocal arranhado de Udo, mas foi só em 81, já famosos em toda a Alemanha, que o grupo se profissionaliza, lançando no ano seguinte “Restless and Wild”, até hoje reconhecido como um importante disco na história do heavy metal. Em 86, motivado por divergências internas, Udo chegou a deixar o grupo, retornando em 92. Em 96 o grupo se dissolve, mas volta a se reunir novamente em 2004. Ao todo, o grupo já lançou 14 álbuns de estúdio, o mais recente deles “Blind Rage”, de 2014.

Monsters of Rock: o mais aclamado festival de rock do mundo

O Monsters of Rock foi criado em 1980 pelo promotor Paul Loasby que, juntamente com Maurice Jones, queria um festival apenas com bandas de hard rock e heavy metal. O local escolhido foi uma pista de corrida em Donington Park, localizada ao lado da aldeia de Castle Donington, em Leicestershire, Inglaterra. O local era desconhecido, mas a facilidade de transportes de todas as partes do país e o nível do solo inclinado, que permitia uma ótima visualização para o público em todo o local, influenciaram em sua escolha.

O line up dos primeiros anos do Monsters consistia em uma mistura de bandas britânicas e internacionais e o sucesso foi nstantâneo, com um público de 35 mil fãs presentes. Concebido como um evento único, já no primeiro ano nasceu a ideia de transformar o festival em uma atração anual. Ao longo dos anos, os números do público continuaram a crescer, chegando a 107 mil pessoas em 1988, quando dois fãs morreram durante um show do Guns ‘n Roses – logo após o começo do show, houve uma precipitação de público em direção ao palco. Inicialmente, a culpa foi atribuída ao tamanho da multidão, mas depois chegou-se à conclusão de que o clima úmido, chuvas e muita lama, em um terreno inclinado, favoreceram o incidente. Em consequência disso, o festival foi cancelado no ano seguinte, retornando em 1990 com uma limitação de público de 75 mil pessoas.

O festival continuou como o principal evento de hard rock na Grã-Bretanha na década de 90, mas teve um segundo cancelamento, em 1993, devido à incapacidade de se encontrar um forte headliner para a edição daquele ano. Em 1995, o festival se viu em uma situação semelhante, e teve que fazer um acordo com o Metallica, que pediu controle sobre o evento, ganhando o nome de “Escape from the Studio”. Em 1996, Ozzy Osbourne e Kiss encabeçaram o line up e embora na época se anunciassem planos para estender o festival em um evento de dois dias, a partir de 1997 o Monsters não voltou a acontecer. Em 2006, o festival foi revivido na Inglaterra em edição única, tendo o Deep Purple como headliner e Alice Cooper como convidado especial. Até hoje, a única banda a encabeçar o festival mais de duas vezes foi o AC / DC, em três ocasiões: 1981, 1984, 1991.

O sucesso do Monsters foi tanto que a partir de 1983 o festival começou a ganhar versões internacionais – Alemanha, Suécia, Italia, Eua, Holanda, Espanha, França, Hungria, Belgica, Áustria, Polonia, Russia, Brasil, Chile e Argentina.

No Brasil, o Monsters teve sua primeira edição realizada no dia 27 de agosto de 1994, no Pacaembu, tendo como atrações Kiss, Slayer, Black Sabbath, Suicidal Tendencies, Viper, Raimundos, Angra e Dr. Sin. A segunda edição, também realizada no Pacaembu, em 2 de setembro de 1995, trouxe como atrações Ozzy Osbourne, Alice Cooper, Faith No More, Megadeth, Therapy, Paradise Lost, Virna Lisi, Clawfinger e Rata Blanca.

O Pacaembu foi novamente palco do festival em 24 de agosto de 1996, quando tocaram o Iron Maiden, Skid Row, Motörhead, Biohazard, Raimundos, Helloween, King Diamond, Mercyful Fate e Héroes del Silencio. Em 1998, no dia 26 de setembro, na Pista de Atletismo do Ibirapuera, aconteceu a quarta edição do festival no país, tendo nos palcos a presença das bandas Slayer, Megadeth, Manowar, Dream Theater, Saxon, Savatage, Glenn Hughes, Korzus e Dorsal Atlântica.

Em 2013 aconteceu a quinta edição brasileira do Monsters of Rock, na Arena Anhembi, nos dias 19 e 20 de outubro, com dois dias de apresentações e dois palcos, e a presença das bandas Aerosmith, Whitesnake, Slipknot, Korn, Limp Bizkit, Killswitch Engage, Hatebreed, Gojira, Ratt, Buckcherry e Queensrÿche.

Serviço

Data: 25 e 26 de abril, sexta e sábado
Local: Arena Anhembi (Avenida Olavo Fontoura, 1209 – Santana – São Paulo)
Abertura dos Portões: 10h
Horário: 13h (primeiro show)

Classificação: Menores de 16 anos poderão entrar no eventos acompanhados do pais ou dos responsáveis legais*.

*Sujeito a alteração judicial.

Realização: Mercury Concerts

Line up:
Sábado – 25/04/2015: Ozzy Osbourne, Judas Priest, Motorhead, Black Veil Brides, Rival Sons, Primal Fear

Domingo – 26/04/2015: Kiss, Judas Priest, Manowar, Accept, Unisonic, Yngwie Malmsteen, Steel Panther

Ingressos:
Monsters Pass (Passaporte válido para os dois dias do festival) – INGRESSOS LIMITADOS

Inteira – R$ 620,00 (1o Lote)
Meia Entrada – R$ 310,00 (1o Lote)

Ingresso válido para apenas um dia do festival
Inteira – R$ 350,00 (1o Lote)
Meia entrada – R$ 175,00 (1o Lote)

Compra dos Ingressos:

Internet: 19 de dezembro de 2014, às 0h, disponível pelo site Ingresso Rápido

Telefone: 19/12/2014, às 09h, disponível pelo número 4003-1212, de segunda a sexta, das 9h às 22h, e sábado, domingos e feriados, das 12h às 18h.

Pontos de Venda:
19/12/2014 – Verificar os horários de funcionamento dos pontos de venda no site Ingresso Rápido

Ponto de Venda Sem Taxa de Conveniência:
Teatro Tuca
Rua Monte Alegre, 1.024 – Perdizes – ZONA OESTE – São Paulo /SP
Horário de Atendimento: Terça a Sábado das 14:00 às 19:00 / Domingo das 14:00 às 18:00
Formas de Pagamento: Amex, Aura, Diners, Dinheiro, Hipercard, Mastercard, Redeshop, Visa e Visa Electron.

Mais informações: 4003-1212.