Tag Archives: Ømni

Angra apresenta a tour do aclamado “Ømni” em Sorocaba, em julho

No dia 27 de Julho, o Angra faz show de lançamento do disco “Ømni” no Villa Plaza Club em Sorocaba, SP.

Siga a página do evento para mais informações:
https://www.facebook.com/events/200943690436067/

“Ømni” é o nono álbum de estúdio do Angra, lançado mundialmente em 16 de fevereiro de 2018 pela earMUSIC e em toda a Ásia pela JVC. O álbum conta uma história e o conceito conecta todas as histórias contadas em todos os discos anteriores do Angra.

No dia de seu lançamento, “Ømni” alcançou o topo das vendas no iTunes, além de ter ganhado grande repercussão na mídia especializada e principalmente entre os fãs da banda, que elegeram, em sua maioria, o “Ømni” como um clássico do Angra desde seus primeiros dias de vida. Ao longo da semana pós-lançamento, o disco foi destaque de vendas em diversas lojas e emplacou seis músicas na lista “As 50 virais do Brasil” do aplicativo Spotify, que reúne as cinquenta músicas mais reproduzidas e compartilhadas entre os usuários nos últimos dias, com ênfase para “Black Widow’s Web”, que traz as inusitadas participações das cantoras Sandy e Alissa White-Gluz (Arch Enemy). Essa música alcançou a primeira posição, ultrapassando inúmeros hits que eram dest aques na mídia popular, algo raro para uma canção de heavy metal no Brasil e nos tempos de seu lançamento.

O Angra tem em seu currículo os clássicos “Angels Cry” (93), “Holy Land” (96), “Fireworks” (98), “Rebirth” (01) e “Temple Of Shadows” (04) – além de outros grandes álbuns. “Ømni”vem sendo considerado pela mídia especializada e público, como “o mais novo clássico” da banda.

A banda foi formada em 1991, em São Paulo, e sua formação atual traz Rafael Bittencourt (guitarra e vocais), Fabio Lione (vocais, ex-Rhapsody Of Fire, ex-Vision Divine), Felipe Andreoli (baixo), Marcelo Barbosa (guitarra, Almah) e Bruno Valverde (bateria)

Assista o videoclipe de “Insania”:
https://www.youtube.com/watch?v=z9AhILzH0oY

SERVIÇO:
Angra em Sorocaba – turnê do novo álbum “Ømni”
Sexta-feira – 27 de Julho
Abertura da casa: 20:00 | Término: 00:30
Censura: 18 anos
Local: Villa Plaza Club
Av. São Bernardo do Campo, 395 – Jd. Leocadia – Sorocaba – SP

Ingressos:
1º Lote de ingressos (promocionais) já está à venda em: https://ticketbrasil.com.br/show/6140-angra-sorocaba-sp/ingressos/

*Ponto de venda físico em Sorocaba, em breve!
Realização: Live Co. e TC7 Produções

Páginas relacionadas:
https://www.facebook.com/AngraOfficialPage/
https://www.facebook.com/tc7producoes/
https://www.facebook.com/livecolive/

ANGRA VOLTA A CAPITAL PAULISTA EM TURNÊ DE DIVULGAÇÃO DO CD ØMNI NO CARIOCA CLUB

Texto: Thiago Tavares
Fotos: Felipe Domingues

No último dia 19 de Maio, no Carioca Club, no bairro de Pinheiros, mais um show do Angra em São Paulo, mas com algumas modificações em relação ao realizado no SESC Belenzinho no qual acompanhamos também, onde foi um sucesso.

Primeiramente, deve-se estranhar a citação da casa sendo que estava marcado no Espaço Victory, na Penha, região Leste de São Paulo. Os fãs foram surpreendidos com a transferência do show para o Carioca, uma vez que a Prefeitura de São Paulo caçou a licença de funcionamento do Victory, impedindo-se assim de fazer o show lá e foi a aquela correria para achar um novo local. E aqui deve-se abrir parênteses citar o profissionalismo da Agência Sob Controle, que contornou a situação de forma pontual e rápida, transferindo o show para o Carioca. Imagina o que seria da galera em saber que o show fosse cancelado?

Mas problemas devidamente solucionados, a questão que ficou era se o público iria comparecer mesmo com essa mudança (o anúncio foi realizado dois dias antes da data prevista) ainda mais com Virada Cultural e demais eventos rolando na região.

Eu e o fotógrafo Felipe Domingues chegamos ao local um pouco antes das 18:00 e a Cardeal Arcoverde já estava movimentada de gente para entrar na casa e presenciar mais um capítulo de uma nova fase do Angra, que vem empolgado após o lançamento do disco Ømni com mais de cem shows mundo a fora e recebendo o devido reconhecimento do trabalho recente por onde passam.

Mas antes dos caras pisarem no palco e quebrarem tudo, teve a banda de abertura. Mas não era uma banda qualquer. Uma banda de muito respeito pela qualidade musical de um estilo que ainda é pouco difundido no Brasil por bandas brasileiras, mas atualmente, é uma das referências do folk metal brasileiro.

De Varginha, no triângulo mineiro, o Tuatha de Danann abriu os trabalhos no Carioca Club, com The Wanderings Of Oisin. Além dela, tocou os maiores sucessos em 24 anos de carreira e a galera gostou bastante do repertório escolhido. O grande destaque no show do Tuatha ficou com a participação da vocalista do Torture Squad May Puertas cantando a última música da participação dos mineiros em Finganforn Pena que eles tiveram 45 minutos, mas que agradaram bastante quem estava na casa e fez o devido papel de aquecer os motores do que viria logo após.

Uma pausa breve para os ajustes básicos para a próxima atração e pontualmente as 20h10 min sobe ao palco o Angra, banda que dispensa apresentações e já iniciam o show quebrando tudo e mostrando para o que veio, dando assim o recado que não estavam em brincadeira. Começaram com um clássico do álbum Holy Land (1996): Nothing To Say. A galera foi a loucura com a música, onde percebi que a energia entre os integrantes da banda era constante. Parecia que era uma banda que de longe se recorde das oscilações de ascensão e quedas, um grupo mais unido e disposto em apresentar uma proposta musical mais forte e incisiva.

Após um clássico, foi executado o primeiro single divulgado pela banda do novo disco. Travelers of Time literalmente conquistou o público, resgatando assim as principais características da banda: um power metal pesado, rápido e que na qual mostra o potencial vocal de Fabio Lione.

Outra música que praticamente não pode mais faltar nos shows e que caiu nas graças da galera na interpretação de Lione é Angels And Demons (2004), onde no qual começou a entrar no set da banda ano passado e que entre idas e vindas, acabou ficando e no show em questão, a galera aprovou a atuação.

Em seguida, uma dobradinha entre uma música recente e um clássico: Newborn Me (2014) e Time (1993), onde a primeira música foi executada sem devidos mistérios ou novidades, uma música contagiante e forte. Já em Time, com um arranjo um pouco diferente do original, mas original e criativo, fez a galera mais nostálgica vibrar e cantar junto.

Um pouco mais adiante, foi executada a música que praticamente é um chiclete do mais novo álbum e que tive curiosidades em ouvir ao vivo: Insania. E o povo foi ao delírio, sonoridade bastante cadenciada, a ação do baterista Bruno Valverde que dá um up a música…uma execução perfeita e satisfatória que com certeza ao longo da turnê vai fazer muita gente ouvir essa música por mais e mais vezes.

E em falar em Bruno Valverde, o mesmo deu um show em seu solo, mostrando sua versatilidade e habilidade. Ele que vem de uma nova safra de bateras, Valverde interagiu com o público que se empolgou com a apresentação e não só na sua apresentação, mas sua participação nesta nova fase do Angra está sendo de grande importância, substituindo nomes de peso como Ricardo Confessori e Aquilies Priester.

Após o batera dar um “tostão” de suas habilidades, veio uma novidade no set, a música que mal foi lançada e gerou polêmicas devido a participação de Sandy e que depois da primeira execução, os críticos de plantão tiveram que engolir a seco. Black Widow’s Web foi muito bem executado no show. Mediante a falta da Sandy, ficou a cargo de Rafael Bittencourt fazer a difícil missão de colocar-se no lugar dela e Fabio Lione nas intervenções de Alissa White Gluz, mostrando mais uma vez sua diversidade nos vocais.

E não poderia faltar no set uma música interpretada pelo fundador da banda nesse show, no qual considero uma das melhores músicas do Ømini no que diz respeito a esse divisor de aguas que a banda passa.  Ømini – Silence Inside é uma música que oscila de algo mais leve e calmo feito pelo Rafael Bittencourt e a parte mais forte, rasgada do Lione e com um arranjo fora do comum.

O fim do show, não poderia ser melhor. A trinca de clássicos que todo fã do Angra respeita, canta e vibra até perder a voz: Rebirth (2001), e Pot-Pourri de Carry On (1993) e Nova Era (2001), clássicos estes que nos remetem aos anos de ouro do Angra, mas perante o último trabalho feito, podemos sim ver um novo Angra no mercado, um Angra mais audacioso e com mais garra para angariar novos projetos, fazer novos sons, sem perder a essencialidade de antigamente, mas fazendo um som de qualidade e que não fique devendo a ninguém.

Além desse show, o Angra tem mais três datas marcadas em São Paulo: dois em Santo André, no Grande ABCD, nos dias 06 e 07 de Julho no SESC Santo André e no dia 21 de Julho no Tom Brasil em São Paulo para a gravação de DVD deste trabalho.

Em nome da equipe do Ponto ZerØ, agradecemos a Juliana Cruz Prado da Silva, Damaris Hoffman e o Tatá da Agencia Sob Controle pelo credenciamento.

Set List – Tuatha de Danann
The Wanderings of Oisin
We’re Back
Believe: It’s True!
Rhymes Against Humanity
Tan Pinga Ra Tan
The Dance of the Little Ones
Finganforn

Set List – Angra
Nothing to Say
Travelers of Time
Angels and Demons
Newborn Me
Time
Light of Transcendence
Acid Rain
Storm of Emotions
Insania
Drum Solo (Bruno Valverde)
Black Widow’s Web
Upper Levels
ØMNI – Silence Inside
Ego Painted Grey
Lisbon
Magic Mirror
Rebirth
Carry On / Nova Era

Angra confirma participação de Sandy em gravação de DVD no Tom Brasil

A banda Angra acaba de confirmar a participação da musa Sandy na gravação de seu proxímo DVD que ocorrerá na tradicional casa de shows Tom Brasil, em São Paulo, no dia 21 de julho.

Neste show, os músicos vão apresentar o novo álbum “ØMNI” na íntegra, além de vários dos sucessos escolhidos pelos fãs através de uma votação by request que está ocorrendo página oficial do grupo no Facebook.

Sandy é conhecida nacionalmente por sua voz enigmática e é considerada uma das maiores e mais bem sucedidas cantoras do Brasil.

Atualmente formado por Fabio Lione (vocal), Rafael Bittencourt (guitarra), Marcelo Barbosa (guitarra), Felipe Andreoli (baixo) e Bruno Valverde (bateria), os músicos prometem um show mágico e muitas novidades no repertório que irá desfilar por toda carreira do grupo com a intenção de agradar os antigos fãs e também os novos admiradores.

SERVIÇO SÃO PAULO
Top Link Music apresenta ANGRA
Quando: 21 de julho (Sábado)
Horário: 22h00
Local: Tom Brasil
Endereço: Rua Bragança Paulista, 1281, São Paulo

Compre online:
https://www.ingressorapido.com.br/event/6395/

Links relacionados:
http://www.angra.net/
https://www.facebook.com/AngraOfficialPage/​

Angra: Confira teaser oficial do video clip “Black Widow’s Web” feat Sandy e Alissa

Recém lançado ao redor do mundo o álbum “ØMNI” se destacou principalmente por seu conceito e sua versatilidade.

Seguindo uma trajetória de sucesso a música “Black Widow’s Web” ganhou uma versão em vídeo clip com a participação super especial das musas Sandy e  Alissa White-Gluz do Arch Enemy. 

Uma prévia do resultado pode ser conferido no teaser oficial:

https://youtu.be/MKxj2FFtNwg

Em paralelo a banda Angra acaba de confirmar gravação de um DVD inédito no Tom Brasil, em São Paulo, no dia 21 de julho. Neste show, os músicos vão apresentar o novo álbum “ØMNI” na íntegra, além de vários dos sucessos escolhidos pelos fãs by request via página oficial no Facebook.

Confira todas as datas da turnê mundial e fique ligado nas novidades:  

Site oficial: www.angra.net

ANGRA no SESC BELENZINHO!

Texto: Edu Carvalho
Fotos: Daniel Ometo

04 de maio de 2018, estreia do Angra em terras tupiniquins na tour do seu mais novo álbum ØMNI.

O local escolhido foi o SESC Belenzinho, dentro da sua comedoria. O verdadeiro estilo Angra, local bem família, acolhedor e cheio.

Após os anúncios do SESC, somos agraciados com Bruno Valverde posicionando-se atrás da bateria. Na sequência Rafael Bittencourt (guitarra e líder da banda), Felipe Andreolli (baixo), Marcelo Barbosa (guitarra e mais novo integrante do Angra) e Fabio Lione (vocalista) adentram o palco e já emendam o eterno clássico Nothing To Say, petardo do “Holy Land”. Nem começou e a noite já estava ganha. Uma execução sensacional, Lione evoluiu muito como vocalista do Angra, dominou a música como se fosse da sua fase da banda. A troca de energia entre público e banda era visível. Clássico absoluto. Escolha perfeita para abertura de show!

Na sequência somos agraciados com a primeira de muitas músicas do novo trabalho “ØMNI”, Travelers Of Time. Com seu refrão grudento, já parecia uma velha conhecida do público, que cantava a plenos pulmões. Com certeza ficará por muitas turnês nos setlists da banda.

Após uma música da fase Andre Matos, uma da fase Lione, somos apresentados a fase Edu Falaschi com Angels and Demons (Temple Of Shadows), faixa esta que dispensa comentários. Agita o público 100% do tempo, com destaque para Bruno Valverde, com uma execução ímpar da música.

Emendam Newborn Me (Secret Garden) e na sequência temos outra novidade Light Of Transcendence. As novas músicas funcionam muito bem ao vivo, e além do entrosamento da banda, que aparenta estar em perfeita harmonia no palco durante todo o tempo, temos uma impressionante resposta do público, pulando, cantando, punhos em riste, uma grande aceitação pelas novas faixas introduzidas.

Uma dobradinha contagiante nos é apresentada com Acid Rain (Rebirth) e Final Light (Secret Garden). Após, temos a faixa do mais novo clipe da banda, sim Insania também nos foi apresentada. O seu estilo cadenciado, funcionou muito bem ao vivo, não deixou a peteca cair em momento algum. Outra novidade com potencial de sobreviver a muitas turnês.

Outro “clássico” que nunca falta em nenhum show do Angra finalmente deu as caras, o Drum Solo. Bruno Valverde mostrou toda sua técnica, com um solo contagiante, brincando com o público e ao mesmo tempo demonstrando muita técnica. Ele foi de longe uma escolha extremamente acertada da banda. O “menino” é muito bom.

Após, temos outro momento solo, desta vez do líder do Angra, Rafael Bittencourt. Posicionado no centro do palco somos apresentados a parte acústica do show. Somos agraciados com a belíssima Lullaby For Lucifer (Holy Land). Emocionante do começo ao fim. Música curta e potente. Os fãs “old school” agradecem com certeza por este momento. Na sequência, de acordo com o setlist teríamos Gentle Change, porém, após pedidos do público Rafael a trocou por outra belíssima canção da fase Andre, Reaching Horizons (Freedom Call). Duas grandes surpresas cantadas em uníssono por todos presentes no SESC Belenzinho. Emoção define o sentimento após a dobradinha acústica.

War Horns, faixa que em estúdio contou com a participação de Kiko Loureiro vem na sequência. Senti o público meio parado nesta, talvez se tivessem invertido a ordem e posto Lisbon (Fireworks) após o acústico e ela na sequência, a aceitação e agitação tivessem sido maiores, porque sim, Lisbon não permite que uma única alma fique parada. Difícil imaginar um show do Angra sem ela. Magic Mirror, outra novidade encerra a primeira parte do show.

O Bis começa com Rebirth, do álbum de mesmo nome. Sou suspeito para falar sobre esta música, a minha favorita do Angra, mas posso dizer que Lione consegue transmitir todo o sentimento desta belíssima canção. A noite já poderia ter encerrado ai mesmo, com chave de ouro, mas a banda ainda nos agraciaria com mais uma dobradinha: Carry On/ Nova Era. Aqui temos um problema, Lione melhorou a sua performance em Carry On, porém, fica nítido que ela só é mantida no setlist para evitar reclamações de alguns fãs. Nitidamente ela poderia ser trocada por algo mais confortável para o poderoso vocal do italiano, e que fosse tão clássico quanto. Na sequência Nova Era encerra de forma perfeita uma noite extasiante.

O novo disco ØMNI é potente, a banda é habilidosa e entrosada, porém, o setlist é muito curto. O Angra poderia aumentar o set, poderia alterar algumas músicas tocadas que se arrastam desde que foram lançadas. Assim como hoje temos uma nova formação, poderíamos ter uma nova leva de músicas nos setlists. Seria tão ousado quanto é o novo trabalho de estúdio, tão ousado como o Angra sempre foi.

Showzaço que merece ser assistido por qualquer amante do Metal.

  1. Nothing To Say
  2. Travelers Of Time
  3. Angels And Demons
  4. Newborn Me
  5. Light Of Transcendence
  6. Acid Rain
  7. Final Light
  8. Insania
  9. Drum Solo
  10. Lullaby For Lucifer
  11. Reaching Horizons
  12. War Horns
  13. Lisbon
  14. Magic Mirror
  15. Rebirth
  16. Carry On/ Nova Era

Angra confirma novas datas da turnê “Ømni World Tour”

A banda Angra acaba de confirmar novas datas da “Ømni World Tour”.

Até o momento são 91 shows em 23 países e novas datas serão divulgadas em breve pela produtora Top Link Music que é representante mundial do grupo.

Recém lançado no mundo, o álbum “ØMNI” é o 9º disco de estúdio da banda e marca um fenômeno na carreira do grupo com grandes feitos nos charts de metal e em todas as plataformas de streaming.

Confira todas as datas da turnê mundial no site oficial do grupo: http://www.angra.net/

O Angra vem apresentando um repertório variado composto por muitos hits e novas músicas, com algumas mudanças no setlist ao longo dos shows o grupo vive sua melhor fase ao vivo. Podemos esperar apresentações históricas durante a “Ømni World Tour”.

Acompanhe o Angra nas redes sociais:
https://www.facebook.com/AngraOfficialPage

Angra: Álbum “ØMNI” será apresentado na íntegra em São Paulo

Com produção da Top Link Music, a banda Angra apresentará com exclusividade para o público paulistano o novo álbum “ØMNI” na íntegra e vários os sucessos do grupo em um show especial no dia 21 de Julho, em São Paulo, no Tom Brasil.

O serviço completo do show será divulgado em breve pela produtora.

Recém lançado em todo o Brasil e no mundo, o álbum “ØMNI” é o 9º disco de estúdio da banda e marca um fenômeno na carreira do grupo com grandes feitos nos charts de Metal em todas as plataformas de streaming como o Spotify. O álbum “ØMNI” está disponível em todas as plataformas digitais e chegou ao mercado mundial mostrando toda força do Angra e do heavy metal brasileiro.

Os músicos Fabio Lione (vocal), Rafael Bittencourt (guitarra), Marcelo Barbosa (guitarra), Felipe Andreoli (baixo) e Bruno Valverde (bateria) prometem um show mágico e muitas novidades no repertório que devem agradar os fãs mais antigos do Angra e os que adoraram o novo álbum “ØMNI”.

O álbum “ØMNI” está disponível em todas as plataformas digitais e chegou ao mercado mundial mostrando toda força do Angra com excelentes números e posições.

Escute o álbum “ØMNI”: https://goo.gl/JGjoNF

Links relacionados:
http://www.angra.net/
https://www.facebook.com/AngraOfficialPage/

Angra: banda inicia turnê na Europa com show sold out na França

A banda Angra celebra o início de mais uma turnê europeia com um grande show na Bélgica e um sold out na França.

O grupo apresentou um novo repertório em ambos os shows e foi super bem aceito pelos fãs europeus.

A turnê na Europa passará por 27 cidades e em países como Alemanha, Holanda, Itália, França, Portugal, Espanha, Rússia, Eslováquia, Polônia, Áustria, entre outros lugares que a banda visitou pouco em sua história.

O cantor Geoff Tate acompanha a tour do grupo brasileiro com performance especial relembrando o disco Operation: Mindcrime.

Recém lançado em todo o Brasil e no mundo, o álbum “ØMNI” é o 9º disco de estúdio da banda e marca um fenômeno na carreira do grupo com grandes feitos nos charts de Metal em todas as plataformas de streaming como o Spotify e Itunes.

Confira todas as datas da tour no site do Angra: http://www.angra.net/

Links relacionados:
http://www.angra.net/
https://www.facebook.com/AngraOfficialPage

Angra lança videoclipe da música “Insania” com super produção e efeitos especiais

A banda Angra acaba de divulgar o videoclipe da música “Insania”, faixa do novo álbum de estúdio “ØMNI”. O vídeo foi dirigido e editado por Derick Borba, um dos grandes diretores da atualidade no Brasil e teve ilustrações especiais do artista Samuel Fonseca, que deu um toque especial na finalização do videoclipe.

Assista o videoclipe de “Insania”:

“Insania é uma música bastante representativa no álbum ØMNI. Para o conceito do disco, é o momento que um dos personagens relata que a humanidade está próxima de se deparar com uma realidade onde a gravidade praticamente não existe, a matéria é menos densa, o tempo é mais volátil e que certos temas da física quântica acabam demonstrando uma curiosidade latente em nossas mentes”, disse o guitarrista e vocalista Rafael Bittencourt sobre o conceito do tema da música.

O diretor Derick Borba e o ilustrador Samuel Fonseca falam sobre como foi o processo de gravação do videoclipe de “Insania” no canal do Angra no YouTube.

Confira: https://youtu.be/cuexzmfYaCs

Recém lançado em todo o Brasil e no mundo, o álbum “ØMNI” é o 9º disco de estúdio da banda e marca um fenômeno na carreira do grupo com grandes feitos nos charts de Metal em todas as plataformas de streaming como o Spotify. O álbum “ØMNI” está disponível em todas as plataformas digitais e chegou ao mercado mundial mostrando toda força do Angra e do heavy metal brasileiro.

Escute o álbum “ØMNI”: https://goo.gl/JGjoNF

Os músicos Fabio Lione (vocal), Rafael Bittencourt (guitarra), Marcelo Barbosa (guitarra), Felipe Andreoli (baixo) e Bruno Valverde (bateria) prometem uma turnê mágica com shows enérgicos e muitas novidades no repertório que devem agradar os fãs mais antigos do Angra e os que adoraram o novo álbum “ØMNI”.

A turnê passará por países como Alemanha, Holanda, Itália, França, Portugal, Espanha, Rússia, Eslováquia, Polônia. Estados Unidos, Canadá, Argentina, Chile, Peru, Japão, Coreia do Sul, Taiwan, entre outros lugares que a banda visitou pouco em sua história. Mais datas serão anunciadas em breve pela produtora Top Link Music.

Ficha técnica do videoclipe “Insania”:
Diretor – Derick Borba
Editor – Derick Borba
Produção – Caio Henrique
Produção – Alice Sesoko
Ilustração e animação – Samuel Fonseca
Produtor assistente – Felipe Sesoko
Produtor assistente – Adriano Mariotto
Produtor assistente- Italo Nonato
Câmera – Derick Borba e Bruno Pacine
Electrical – Eduardo Luderer
Making of – Hélio Ribeiro
Atores – Adriano Mariotto e Felipe Sesoko
VFX – Alexandre Lima
Color Grading – Derick Borba e Rodrigo Barros
Typography – Jonathan Canuto

Mais informações:
www.angra.net
https://www.facebook.com/AngraOfficialPage/

Angra: Diretores comentam super produção do clipe de “Insania”

A banda Angra divulgará amanhã (20/03/2018) o videoclipe da música “Insania”, faixa do novo álbum de estúdio “ØMNI”. O vídeo foi dirigido e editado por Derick Borba, um dos grandes diretores da atualidade no Brasil e teve ilustrações especiais do artista Samuel Fonseca, que deu um toque especial na finalização.

O diretor Derick Borba e o ilustrador Samuel Fonseca falam sobre como foi o processo de gravação do videoclipe de “Insania” no canal do Angra no YouTube.

Assista o vídeo dos diretores:

“Insania é uma música bastante representativa no álbum ØMNI. Para o conceito do disco, é o momento que um dos personagens relata que a humanidade está próxima de se deparar com uma realidade onde a gravidade praticamente não existe, a matéria é menos densa, o tempo é mais volátil e que certos temas da física quântica acabam demonstrando uma curiosidade latente em nossas mentes”, disse o guitarrista e vocalista Rafael Bittencourt sobre o conceito do tema da música.

Recém lançado em todo o Brasil e no mundo, o álbum “ØMNI” é o 9º disco de estúdio da banda e marca um fenômeno na carreira do grupo com grandes feitos nos charts de Metal em todas as plataformas de streaming como o Spotify. O álbum “ØMNI” está disponível em todas as plataformas digitais e chegou ao mercado mundial mostrando toda força do Angra e do heavy metal brasileiro.

Escute o álbum “ØMNI”: https://goo.gl/JGjoNF

Mais informações:
www.angra.net
https://www.facebook.com/AngraOfficialPage/

Angra: Banda confirma turnê mundial com 83 datas em 24 países

A banda Angra celebra o início de mais uma era em sua história e de seus músicos com uma turnê histórica com 83 datas em 24 países ao redor do mundo. Recém lançado em todo o Brasil e no mundo, o álbum “ØMNI” é o 9º disco de estúdio da banda e marca um fenômeno na carreira do grupo com grandes feitos nos charts de Metal em todas as plataformas de streaming como o Spotify.

A turnê passará por países como Alemanha, Holanda, Itália, França, Portugal, Espanha, Rússia, Eslováquia, Polônia. Estados Unidos, Canadá, Argentina, Chile, Peru, Japão, Coreia do Sul, Taiwan, entre outros lugares que a banda visitou pouco em sua história. Mais datas serão anunciadas em breve pela Top Link Music.

Os músicos Fabio Lione (vocal), Rafael Bittencourt (guitarra), Marcelo Barbosa (guitarra), Felipe Andreoli (baixo) e Bruno Valverde (bateria) prometem shows enérgicos e com muitas novidades no repertório que devem agradar os fãs mais antigos do Angra e os que adoraram o novo álbum “ØMNI”.

O álbum “ØMNI” está disponível em todas as plataformas digitais e chegou ao mercado mundial mostrando toda força do Angra.

Escute o álbum “ØMNI”: https://goo.gl/JGjoNF

Confira todas as datas no site oficial do Angra: www.angra.net.

Angra: Rafael Bittencourt eleito um dos melhores guitarristas de 2017

O guitarrista Rafael Bittencourt foi eleito o segundo melhor guitarrista de 2017 através de voto popular na pesquisa de melhores do ano da Revista Roadie Crew maior publicação do segmento de rock/metal no Brasil.

O músico ficou atrás apenas de Andreas Kisser (Sepultura) em uma votação bastante acirrada pelos leitores. O DVD “Bittencourt Project – Live Brainworms” também ficou em segundo lugar com uma votação expressiva. Atualmente, Rafael se concentra na turnê do recém lançado álbum “ØMNI”, 9º disco de estúdio do Angra. O trabalho marca um fenômeno na carreira do grupo com grandes feitos nos charts de Metal em todas as plataformas de streaming.

Confira o resultado completo da votação:
https://roadiecrew.com.br/melhores-de-2017-segundo-os-leitores-resultado-final/

Os músicos do Angra, Fabio Lione (vocal), Rafael Bittencourt (guitarra), Marcelo Barbosa (guitarra), Felipe Andreoli (baixo) e Bruno Valverde (bateria) prometem shows enérgicos e com muitas novidades no repertório que devem agradar os fãs mais antigos do Angra e os que adoraram o novo álbum “ØMNI”.

O álbum “ØMNI” está disponível em todas as plataformas digitais e chegou ao mercado mundial mostrando toda força do Angra.

Escute o álbum “ØMNI”: https://goo.gl/JGjoNF

Mais informações:
www.angra.net

Angra: Banda confirma turnê com 32 datas na América do Norte

O ano de 2018 celebra o início de mais uma era na história do Angra e de seus músicos.

Recém lançado o álbum “ØMNI” é o 9º disco de estúdio da banda e marca um fenômeno na carreira do grupo que já alcançou o 1ª lugar nos charts do Itunes Brasil #topalbums e ocupa excelentes posições nos charts de metal ao redor do mundo.

O heavy metal brasileiro está vivo e segue caminhando forte em direção ao topo e para comprovar isso o Angra acaba de anunciar uma extensa turnê norte americana com 32 datas confirmadas em diversos estados.

A banda suporte nesta tour será a romena Scarlet Aura.

Confira todas as datas: www.angra.net

O álbum está disponível em todas as plataformas digitais e chegou ao mercado mundial mostrando toda força do Angra.

Ouça agora:
https://goo.gl/JGjoNF

Angra: Alissa White-Gluz agradece a banda e fãs por sucesso de “Black Widow’s Web”

Recém lançado o álbum “ØMNI” vem se destacando por sua versatilidade, esse é o 9º disco de estúdio da banda, resultado de meses de dedicação intensa e uma bela produção musical.

A música “Black Widow’s Web” tem se destacado ao redor do mundo por sua sonoridade única e conta com a participação da veterana Alissa White-Gluz do Arch Enemy que agradeceu publicamente fãs e banda pelo sucesso em sua página oficial e também a brasileira Sandy, no primeiro envolvimento da cantora com o heavy metal.

O heavy metal está vivo e segue caminhando forte em direção ao topo e essa parceria balançou o estilo principalmente no Brasil.

Ouça agora o novo álbum do Angra:
https://goo.gl/JGjoNF

A banda prepara uma extensa turnê mundial em suporte ao novo trabalho e já confirmou passagem por diversos países na primeira fase da tour e algumas datas no Brasil.

Confira todas as datas: Site oficial: www.angra.net

​Confira a declaração da cantora Alissa:

ANGRA: Confira o Lyric vídeo de “Black Widow’s Web”

2018 marca o início de mais uma era na história de Angra.
Após 26 anos de carreira, a banda mostra motivação e força como nunca anteriormente.

“ØMNI” é o 9º álbum de estúdio da Angra, resultado de meses de intensa dedicação, sangue e suor e vem sendo considerado pela crítica um clássico.

Mais uma vez, o álbum foi gravado na Suécia com Jens Bogren, que também produziu o álbum anterior “Secret Garden”, e que conseguiu capturar a mesma química excelente do álbum anterior. O som, totalmente contemporâneo, tem um caráter orgânico e respeita as diferentes nuances e dinâmicas de cada instrumento. Muitos músicos estiveram envolvidos na criação do álbum, que vão do som de percussão da Bahia ao arranjo orquestral europeu – o que dá ao álbum sua excelente variedade.

A música ” Black Widow’s Web” tem como destaque a participação de Sandy, no primeiro envolvimento da cantora com o heavy metal e a veterana Alissa White-Gluz do Arch Enemy.

Com esse hit a banda de rock desbancou vários gêneros musicais e segue no topo da lista das 50 virais do Brasil na plataforma Spotify. O Angra tem outras sete faixas do disco na parada distribuídas em diversas posições.

Confira o Lyric vídeo da música “Black Widow’s Web”

O Angra prepara uma extensa turnê mundial em suporte ao novo trabalho e já confirmou passagem por diversos países na primeira fase da tour.

Confira todas as datas: Site oficial: www.angra.net

Track list:
1. Light of Transcendence
2. Travelers of Time
3. Black Widow’s Web
4. Insania
5. The Bottom of My Soul
6. War Horns
7. Caveman
8. Magic Mirror
9. Always More
10. ØMNI – Silence Inside
11. ØMNI – Infinite Nothing

Angra: “Black Widow’s Web” segue no topo do Spotify BR

Recém lançado o álbum “ØMNI” vem se destacando por sua versatilidade, esse é o 9º disco de estúdio da banda, resultado de meses de dedicação intensa, suor e sangue.

A música “Black Widow’s Web” chegou ao topo das 50 virais do Brasil no Spotify, com mais de 79 mil execuções e está há oito dias revezando entre o 1º e 2º lugar.

A música tem como destaque a participação de Sandy, no primeiro envolvimento da cantora com o heavy metal e a veterana Alissa White-Gluz do Arch Enemy.

A banda de rock desbancou o hit pernambucano “Envolvimento”, de MC Loma e Gêmeas Lacração. A lista de 50 virais do Brasil conta ainda com MC Neguinho do ITR, Muse, Khalid e Kendrick Lamar. O Angra tem outras cinco faixas do disco na parada distribuídas entre as posições 15 e 45. São elas: “Light of Transcendence” (15), “War Horns” (30), “Caveman” (39), “Always More” (40) e “Insanis” (45).

O heavy metal está vivo e segue caminhando forte em direção ao topo.

Ouça agora:
https://goo.gl/JGjoNF

O Angra prepara uma extensa turnê mundial em suporte ao novo trabalho e já confirmou passagem por diversos países na primeira fase da tour.

Confira todas as datas: Site oficial: www.angra.net

Angra: Ouça o novo álbum ØMNI lançado mundialmente hoje

O ano de 2018 marcará o início de mais uma era na história do Angra. Aos 26 anos de idade, a banda mostra vontade e força nunca antes vistas. Nem mesmo a trajetória muitas vezes incerta foi capaz de tirar o foco, determinação e inspiração do quinteto liderado – e fundado – por Rafael Bittencourt, e formado ainda por Felipe Andreoli (baixo), Fabio Lione (voz), Marcelo Barbosa (guitarra) e Bruno Valverde (bateria). ØMNI é o 9º disco de estúdio do Angra, resultado de meses de dedicação intensa, suor e sangue.

Ouça o álbum no link abaixo (exige login):

O álbum foi gravado mais uma vez na Suécia, com o mesmo produtor do disco anterior (Secret Garden), Jens Bogren, e repete a excelente química de três anos atrás. A sonoridade, ao mesmo tempo que é totalmente contemporânea, tem um caráter orgânico e respeita muito as diferentes nuances e dinâmicas dos instrumentos. Entre os diversos músicos convidados, destacam-se a vocalista do Arch Enemy, Alissa White-Gluz e a cantora brasileira Sandy, que emprestam suas vozes de características totalmente opostas à faixa “Black Widow’s Web”. Muitos foram os músicos envolvidos no processo, que envolve desde a percussão da Bahia até os arranjos orquestrais da Europa, e estes ajudam a dar ao disco suas diferentes e importantes texturas.

Mesmo em um ambiente cultural cada vez mais estéril e desfavorável para a música com alma e identidade, a banda foi capaz de reunir onze faixas completamente distintas entre si, mas que ao mesmo tempo contam uma estória concisa, e passeiam por todos os estilos e nuances que tornaram o Angra referência mundial. Uma formação muito entrosada pessoal e musicalmente, transbordando criatividade, foi o combustível necessário para dar vida a essas canções, que estão sem dúvida entre as melhores da discografia da banda.

Como marca registrada, temos muito forte a brasilidade misturada à musica clássica e o heavy metal, fórmula que se soma a diferentes influências como Rock Progressivo, Thrash Metal, música latina, Djent, etc., para tornar o som ao mesmo tempo moderno e familiar. Os diferentes climas e dinâmicas fazem do disco praticamente uma trilha sonora para as letras, e trazem ao ouvinte a sensação de imersão nos diferentes momentos da estória.

ØMNI é um álbum conceitual, um conjunto de contos de ficção científica que acontecem em vários lugares no tempo, simultaneamente. A espinha dorsal da trama se baseia na ideia de que em 2046 seria criado um sistema de Inteligência artificial que mudaria a percepção e cognição humana, pois este sistema permitiria a comunicação consciente entre os seres humanos do presente com os do futuro. Viajantes do tempo, homens da caverna, guerreiros, entre outros personagens, ajudam a contar esta estória.

O disco pretende também conectar os conceitos de álbuns anteriores (Holy Land, Rebirth, Temple of Shadows) a um sistema principal, ØMNI, que é uma palavra do latim e significa “tudo”. É como se tudo o que aconteceu antes tivesse evoluído para o que a banda é hoje. Portanto, ØMNI celebra e une toda a história do Angra ao excelente momento que o conjunto vive.

A arte da capa foi desenhada à mão por Daniel Martin Diaz, um artista único de origem norte-americana que dedica sua vida a misturar conceitos científicos e filosóficos, como Anatomia, Ciências da Computação, Matemática, Cosmologia, Geometria Sagrada, simbolismo e esoterismo. O designer Gustavo Sazes foi o responsável por integrar esta arte tão orgânica ao conceito visual do restante álbum.

ØMNI será certamente um marco, não só na história da banda, mas também para metal brasileiro e seu reconhecimento mundo afora.

1. Light of Transcendence
2. Travelers of Time
3. Black Widow’s Web
4. Insania
5. The Bottom of My Soul
6. War Horns
7. Caveman
8. Magic Mirror
9. Always More
10. ØMNI – Silence Inside
11. ØMNI – Infinite Nothing

https://www.facebook.com/Angra OfficialPage​
Site oficial: www.angra.net

AUDIÇÃO OFICIAL DE “ØMNI” REUNE IMPRENSA NO CAFÉ PIU PIU EM SÃO PAULO.

Por Thiago Tavares

No último dia 10 de fevereiro, a banda Angra realizou no Café Piu Piu, tradicionalíssima casa na Bela Vista a audição oficial do nono disco intitulado ØMNI, onde a imprensa (ou parte que não ouviu o álbum vazado) estava ansiosa para ouvir faixa por faixa do disco que já se cogitava como um álbum novo, totalmente diferente daquilo que já foi gravado anteriormente. Nesta matéria, irei expor os principais pontos da audição, assim como a versão dos integrantes acerca da elaboração do disco.

Sob a execução de Black Widow’s Web, Felipe Andreolli falou sobre o processo de composição e gravação da mesma, onde ele diz que a ideia de composição da música surgiu durante o 7000 Tons of Metal em janeiro de 2016, festival esse que a banda participou e que conheceu a líder da banda Arch Enemy, Alissa White-Gluz, e que a banda se impressionou com o modo de cantar. “Ficamos embasbacados com a qualidade e com a presença que tem a Alicia, onde é uma artista completa em todos os sentidos, cantando na performance e ela faz todos os tipos de voz e a gente ficou bem impressionado” Mais adiante, ele mencionou a participação da cantora Sandy nesta faixa, onde o nome da mesma apareceu em uma reunião feita com o Felipe, o empresário Paulo Baron e o guitarrista Rafael Bittencourt “Meu cérebro deu 5 segundos de TILT para processar a informação” e a galera da imprensa caiu na risada. Mais adiante, Felipe comentou que a voz da Sandy encaixou perfeitamente na proposta musical, e na qual ele considera uma das melhores músicas do álbum.

Depois da execução de Insânia, o baterista Bruno Valverde, comentou sobre a música onde ressaltou a inclusão de elementos do Groove: “Além de ela ser empolgante ela uma coisa mais “groovada” que é um pouco diferente“. Valverde anunciou também que haverá a divulgação do clip da música em breve, clipe este que foi gravado em dois sets: em um apartamento e outro no Café Piu Piu.

Em “The Botton of My Soul”, o membro fundador do Angra, Rafael Bittencourt resumiu de uma forma bem-humorada como ele “emerge” no processo de produção desta e das demais músicas: “Quando eu entro no processo criativo, eu realmente me mergulho, eu fico muito sensível, fragilizado, confuso porque realmente eu entro em um estado quase esquizofrênico, de cagação de idéias“. Adiante o guitarrista mencionou que a música em questão se trata de um desabafo pois perante o processo de criação das músicas, muitas coisas aconteceram, o que deixaram ele desgastado como a pressão de se fazer algo novo e também de fazer um novo álbum sem a presença de Kiko Loureiro, onde exaltou o trabalho de Marcelo Barbosa: “Eu tinha total confiança no Marcelo, mas a pressão que vinha de fora, as vezes até atrapalha, enche o saco e agora as pessoas podem ver porque estávamos tão confiantes no Marcelo“. Ao final de sua fala, ele define o conceito da música: “Seria o fundo do poço da minha alma de onde eu pude olhar para cima e falar “Agora é hora de reconstruir”“.

Perante a execução de War Horns, o guitarrista Marcelo Barbosa mencionou que a sexta faixa do novo álbum não entraria neste disco e que houve um certo trabalho para finalizar esta música onde o meio da mesma estava pronto, entretanto, havia um certo buraco que seriam o início e o final da música onde tentaram diversos riffs e combinações, sem sucesso e a partir daí ficou como lição de casa para ele e ao Rafael para encerrarem o trabalho. Depois de várias notas de mi menor e dó maior, puxado para lado mais gótico, estavam próximos de chegar na marcação perfeita para a música, chegando assim ao resultado final apresentado.

Na execução de Caverman, o vocalista Fábio Lione, mencionou sobre a necessidade de se colocar elementos nacionais em meio as músicas e assim reforçar a personalidade musical da banda e assim ganhar mais reconhecimento dos fãs do exterior, por mais que se coloque alguns trechos em português, onde a música ganha-se mais valor. Citou como exemplo o Rammstein onde grande parte de suas músicas são cantadas em alemão, mas não foi considerada uma barreira para alcançar o sucesso que se tem hoje. Exaltou também o trabalho realizado nas guitarras e da bateria nesta música.

Em Magic Mirror, Bittencourt mencionou que foi a música mais difícil a ser escrita, onde ele quis mencionar que a letra em questão quer tratar de como as pessoas podem tirar de bom (ou benefícios) as coisas ruins que falam de você e a questão de encontrar o perdão. Disse mais adiante sobre as questões filosóficas que estão inclusas nesta faixa, associado também com alguma espécie de mágoas do passado que foram elementos que também estão inclusas na música.

Na nona música do disco Always More, Rafael fala sobre a mesma, onde menciona que já tinha sido escrita desde a época de Secret Garden, último álbum da banda que se trata da conclusão do álbum Omini “A conclusão desse álbum é que o controle do destino, o controle de nossas vidas está sempre aquém do nosso ego, está sempre aquém de nossa percepção, está sempre aquém dos nossos planos, nossas expectativas“.

Ao final da audição, o manager da banda Paulo Baron mencionou a importância de valorizarmos as bandas brasileiras, e alfinetou aqueles que criticam a banda: “Eu queria saber quantas pessoas conseguem fazer o que esses caras fazem“.

Em tempo, em divulgação a todos os presentes foi executado o clip de War Horns, no qual será liberado para o público em breve. Além desse clip, mais dois foram gravados, também sem previsão para divulgação. Rafael comentou que a banda irá trabalhar com praticamente com todas as músicas com materiais áudio visuais para a divulgação do novo álbum.

Em nome do Ponto ZerØ, agradecemos a Damaris Hoffman que gentilmente forneceu as credenciais para a cobertura do evento.

Confira nossa resenha de “ØMNI”

​ANGRA: Banda lança vídeo clip oficial da faixa “War Horn”

Três dias antes do lançamento de seu novo álbum “ØMNI” a banda paulista de rock/metal Angra, estreia oficialmente o video clip da música “War Horn” gravado durante o Angra fest em novembro passado em São Paulo.

Um hino de tirar o fôlego que combina a fórmula tradicional de fazer metal com a marca registrada do Angra e a voz inconfundível de Fabio Lione assim é definida essa música por vários críticos europeus.

Um detalhe importante é que o solo de guitarra desta canção foi gravado pelo amigo de longa data, Kiko Loureiro guitarrista da formação clássica do grupo.

O vídeo para “War Horn” pode ser encontrado no canal oficial do YouTube do earMUSIC:

“ØMNI” é o 9º álbum de estúdio da Angra, resultado de meses de intensa dedicação, sangue e suor. O trabalho será lançado em 16 de fevereiro de 2018 pela gravadora earMUSIC. Produzido por Jens Bogren, o álbum conceitual é certamente um marco, não só na história da banda, mas também no metal brasileiro e seu reconhecimento em todo o mundo.​

Track list:
1. Light of Transcendence
2. Travelers of Time
3. Black Widow’s Web
4. Insania
5. The Bottom of My Soul
6. War Horns
7. Caveman
8. Magic Mirror
9. Always More
10. ØMNI – Silence Inside
11. ØMNI – Infinite Nothing

https://www.facebook.com/AngraOfficialPage​
Site oficial: www.angra.net

RESENHA: Angra ØMNI

Por: Rodrigo Paulino

Manos, paremos e pensemos: Uma abertura magistral, clássica, com guitarras que fazem voar, assim começa o novo álbum do Angra, com detalhes que lembram muito os trabalhos anteriores, no entanto, a sempre em ordem voz de Fábio Lione surge de forma que enriqueça com a musica, Light Of Transcedence se encaixa como uma excelente faixa de abertura. Com a presença de um coral tímido que cresce ao fundo, bateria acelerada, com certo peso, nada além da medida, tudo conversa entre si, todos os elementos presentes nessa faixa.

Aliás, algumas faixas possuem um trecho apenas orquestrado, rico e lindo! No final, cada faixa orquestrada se reúne na belíssima Infinite Nothing. Senti como se fosse um mimo e uma recapitulação de todo o álbum.

Em Travelers of time, temos a presença de Rafael Bittencourt, a voz dele vem de forma como já vimos em Secret Garden antes. Mas guardem esse menino… Rafael Bittencourt. É uma música interessante, não é muito complexa, Lione solta suas firulas num bom tempo.

Quando li que o álbum teria Sandy, sim a eterna Maria Chiquinha, a do: “Abre a porta Mariquinha…”, eu achei arriscado, por que? Simples, num mundo onde existe Sharon Den Adel, por que colocar a Sandy? O que tem haver? Bom, primeiro abri minha mente e não criei expectativas, fossem positivas ou negativas. Numa suavidade, começando com ela cantando, imaginei que teríamos ela na faixa inteira, assim como Secret Garden, a musica pega peso e o sonho, o faz de conta vira um pesadelo, pesos na guitarra, Lione surge com a os guturais de Alissa White-Gluz cantando com ele Black Widow’s Web, é um espetáculo, cada parte dessa música, ouvindo com fones, Alissa anda pela sua cabeça de um lado para o outro. Agora vem um detalhe: você se esquece do inicio da musica, porque ela assume um peso junto dos guturais, num dado momento da musica, após um solo instrumental, a musica dá uma quebrada, as vozes se unem, e a força volta com tudo, podemos ouvir os vocais limpos de Alissa bem ao fundo, é um desgraçamento lindo, voltando à paz do início da musica… APROVADISSIMO! TRAGAM SANDY MAIS VEZES TRAGAM ALISSA!

INSANIAAAAAAAAA possui uma refrão poderoso, explosivo! Você ficará dias cantando IN-SANIA-AAAAAA! O coral poderoso está presente nela, seguido de Lione cantando na paz e explodindo de novo, mas depois de um tempo, o refrão se torna grudentinho. Aprecie com moderação.

Agora vem uma das músicas que mais me tocaram, cantada somente pelo Rafael, com uma pegada mais suave, mística, foi uma faixa que me cair em  mim. Sério o instrumental é forte com violões, batuque entre vários outros instrumentos como guizos,  progressivamente ganhando um peso, e a voz desse menino! The Bottom of My Soul emociona muito, existe até um clima meio árabe, antes de um belíssimo solo, é uma faixa que te faz viajar, se emocionar com ela e crescer também. A voz de Rafael é simplesmente hipnotizante nessa canção, você não quer, mas infelizmente ela acaba. Felizmente da mesma forma que começou.

War Horns, eu achava que se tratava de um interlúdio, com uma voz abafada eletrônica, e logo na sequencia ela explode com Lione cantando, rasgando tudo mesmo, e uma musica bem pesada com seu instrumental.

Outra faixa muito boa, um dos quatro destaques que separei para esse álbum foi Caveman, é estranho e parece tudo um caos, entrando num estilo de instrumental em tons tribais e os caras cantando: OLHA O MACACO NA ARVORE/FORMOSO NAQUEL GALHO/ONDE QUE EU NÃO TÔ VENDO?/ EMBAIXO DAQUELA FLOR/ QUEM QUER MATAR O DIABO/ ATIRE A PRIMEIRA PEDRA. De repente entra Lione cantando com uma naturalidade, as batidas dessa musica são bem envolventes, mas com um certo peso presente, uma clara visão e reflexão sobre a sociedade presente nessa canção.

Em Magic Mirror, temos uma musica bem forte, com um instrumental trágico, porém sereno, na parte de solo instrumental, você chega a viajar, mais uma parte que entra para o gran finale instrumental. Após isso a musica volta com tudo, com toda a força e termina de forma serena.

Always more acaba sendo uma musica mais tranquilinha do álbum, apenas com Lione cantnado e acordes de guitarra, violão, é algo que me lembra alguma outra musica de outras eras, lembra um pouco Creed os acordes. Mas no fundo me lembrou muito sertanejo/ country. É uma boa musica, sem duvida algum, diferente.

Silence inside é o quarto destaque, uma musica sensacional, rica em detalhes, distorções, pesos, e no fim dela reina a paz, progressivamente, com os violões e baixos, bateria rítmica, batida leve nos pratos, e ela vai dando um fade que vai te guiando até….

Infinite Nothing, possui todo seu charme, passando pelas notas de todas as musicas, uma orquestra maravilhosa, acho interessante o acabamento dessa faixa, pois você sente a orquestra tocando ali na sua frente, a acústica é perfeita. O faz de conta de Black Widow’s Web é encantador. Essa faixa cresce como mágica em seus ouvidos, te leva numa viagem a cada detalhe, como se vocês estivesse no final de um filme no cinema e os créditos subindo. Sinceramente, estou arrepiado, é uma sensação que se repete desde que ouvi pela primeira vez esse álbum.

ØMNI é o 9º álbum dos caras do Angra, é um álbum empolgante, flertando um pouco das experiências mais antigas e trazendo novidades para a banda, o ouvinte não se sente incomodado com absolutamente nada, é harmonioso e muito bem-vindo.

ØMNI: Track-List
1. Light of Transcendence
2. Travelers of Time
3. Black Widow’s Web (feat. Alissa White-Gluz & Sandy)
4. Insania
5. The Bottom of My Soul
6. Warn Horns (feat. Kiko Loureiro)
7. Caveman
8. Magic Mirror
9. Always More
10. ØMNI – Silence Inside
11. ØMNI – Infinite Nothing

Links relacionados:
https://www.facebook.com/toplinkmusicoficial/
https://www.facebook.com/AngraOfficialPage