Tag Archives: Overdose Nuclear

Overdose Nuclear: Representando o Metal brasileiro em festival online latino-americano

A banda OVERDOSE NUCLEAR, de Ubatuba/SP, será a única banda brasileira presente na segunda edição do festival online “Pandemic Terror Fest”, que será realizado no dia 29 de agosto, a partir das 22h. Organizado pela Living Metal Producciones, o evento contará ainda com as seguintes bandas (confirmadas até o momento): Evilution (Colômbia), Next (México), War Kabinett (México), 4Estigma (Chile), GuerraSanta (Argetina), Savanth (México), Derian (Venezuela), Halcón 7 (México) e Atavi (Colômbia). Será a terceira aparição em festivais online da banda, que já participou do Roadie Crew Online Festival e do Metal com Batata Stay Home Festival.

Para mais informações sobre o festival, acesse:

https://www.facebook.com/LivingMetal

OVERDOSE NUCLEAR também planeja para o dia 19/09 a edição online de seu próprio festival, o “Inverno de Aço”. Segundo comunicado do vocalista Julio Candinho, O inverno está chegando ao fim, mas a pandemia não, então nos reunimos e decidimos realizar a edição 2020 do festival em formato “Live streaming” no YouTube e Facebook para matarmos um pouco da saudade do nosso underground e ajudarmos as bandas. Faremos uma Vakinha Online e todo o dinheiro arrecadado será dividido entre as bandas participantes do festival!”. O cast do evento e demais informações serão divulgadas em breve.

Assista ao video clipe de “Kriatura”:

https://www.youtube.com/watch?v=YlDI0PClVkc

Ouça “Overdose Nuclear” no Spotify:

Contatos:

Site oficial: www.overdosenuclear.com.br

Facebook: www.facebook.com/OverdoseNuclear

Instagram: www.instagram.com/overdosenuclear

Assessoria de Imprensa: www.wargodspress.com.br

OVERDOSE NUCLEAR: Confira lyric video que é grito de resistência a tempos sombrios

Do litoral norte de São Paulo vem o OVERDOSE NUCLEAR, disposto a cravar seu nome de vez no Metal brasileiro com o lançamento do debut, “Overdose Nuclear”, englobando músicas que bebem na fonte de estilos com o Heavy, Thrash Metal e Hardcore. Neste caldeirão de influências nasceu o “Metal do Mangue”, um som pesado, agressivo e dotado de muita personalidade. Samuel Marques (bateria), Gustavo Albado (baixo), Marcus Goulart (guitarra) e Julio Candinho (vocal) têm realizado diversos shows para promover o álbum, e agora lançam o lyric video para a música “Nova Era… Velhos Terrores??!”, de letra forte e com clara posição política e filosófica.

Assista ao lyric video:

O lyric video teve produção de José Marcos Faria, e segundo a visão do vocalista Julio Candinho, “a música foi escolhida para se tornar um lyric video justamente por causa de sua letra, onde levantamos alguns temas políticos e que afetam nossas vidas.”. Embora todo o álbum tenha uma levada mais critica e filosófica, “Nova Era… Velhos Terrores??!” parece ter se destacado das demais: “a gente deve realmente acreditar que aquele ou aquilo que estão nos prometendo é real? Vamos continuar deixando nos guiarem de volta para os mesmo problemas do passado com uma nova roupagem? A gente deve acreditar que vai nascer um escolhido para salvar nossas vidas e trazer uma brilhante nova era? E a resposta que encontramos é: NÃO! Não existe esse senhor brilhante que vai descer dos céus, enquanto nós não nos unirmos e enfrentarmos os nossos problemas com muita seriedade esse eterno ciclo de Novas Eras de velhos terrores vão continuar ocorrendo!”.

Ouça “Overdose Nuclear” no Spotify:

https://spoti.fi/2GVBZpq

Contatos:

Site oficial: www.overdosenuclear.com

Facebook: www.facebook.com/OverdoseNuclear

Instagram: www.instagram.com/overdosenuclear

Assessoria de Imprensa: www.wargodspress.com.br

OVERDOSE NUCLEAR: Versão física do álbum disponível e destaque na Metal Hammer

A trajetória da banda OVERDOSE NUCLEAR teve início em 2012, na cidade litorânea de Ubatuba/SP, quando quatro jovens sedentos por Thrash Metal se deram conta que o litoral norte de São Paulo não é feito somente de sol, belas praias, mata atlântica nativa e gente andando seminua, mas também feito de muita chuva, lugares esquecidos por Deus, miséria, juventude sem esperança, corrupção e abandono da população pelos governantes. Foi nesse cenário ambíguo entre o sol do verão com seus turistas em belos carros e as chuvas e escassez de trabalho do restante do ano que surgiu a banda OVERDOSE NUCLEAR, disposta a criar um Metal forte e agressivo cantado em nossa língua natal.

Após o lançamento da demo “Os Urros que vêm da rua!” em 2015 a banda seguiu firme, criou seu próprio festival (o já tradicional “Inverno de Aço”) e agora celebra o lançamento físico de seu primeiro álbum completo, com Samuel Marques na bateria, Gustavo Albado no baixo, Marcus Goulart na guitarra e Julio Candinho no vocal prontos para se tornar um dos maiores nomes do Metal brasileiro da atualidade. Composto de oito faixas, o quarteto não se baseou apenas no Thrash Metal para construir sua sonoridade. Há elementos massivos de Heavy Metal à la Black Sabbath, com riffs pesadíssimo e uma aura densa e dotada de grande personalidade.

“Overdose Nuclear” foi disponibilizado nas plataformas digitais em maio deste ano, mas agora já pode ser adquirido em versão física direto com a banda, através de sua página no Facebook ou pelo seguinte link: https://overdosenuclear.com/product/327153. O CD também será comercializado nos shows que a banda fará nas cidades de São Paulo (26/07 no Da Tribo Estúdio e 27/07 no Centro Cultural Zapata), Diadema (28/07 no Container Pub Stop) e Caraguatatuba (31/08 na Praça da Cultura).

Ouça “Overdose Nuclear”:

https://spoti.fi/2GVBZpq

Também foi disponibilizada recentemente uma resenha e entrevista no site da Metal Hammer Portugal, que enalteceu o fato de a banda cantar em português e no bate papo pôde descobrir um pouco mais do que move a banda, seja em sua trajetória ou nos seus ideias. Questionada sobre a ideologia que encobrem algumas letras do álbum, a banda respondeu: “Em pleno Séc. XXI tivemos que voltar os olhos novamente para a aniquilação global. Nunca tivemos tantos líderes populistas e loucos a governar nações. Sabem que há um gajo laranja na Casa Branca? No Brasil, um foi eleito prometendo legalizar armas para a população – um país que tem a taxa de homicídio de um país em guerra? Isso, ao lado do aumento da dependência da tecnologia. Não vemos mais o futuro como algo a ser sonhado, sim algo que para ser temido, um futuro claustrofóbico como se estivéssemos presos nas teias da destruição. Também fazemos duras críticas sociais e há umas boas doses de terror nas nossas letras.”.

Confira o texto completo em:

Contatos:

Site oficial: www.overdosenuclear.com

Facebook: www.facebook.com/OverdoseNuclear

Instagram: www.instagram.com/overdosenuclear

Assessoria de Imprensa:  www.wargodspress.com.br

OVERDOSE NUCLEAR: Festival “Inverno de Aço” será realizado nesta segunda

A banda OVERDOSE NUCLEAR, que no momento divulga seu primeiro álbum, autointitulado, também é responsável pela organização do festival “Inverno de Aço”, realizado desde 2014 na cidade de Ubatuba, litoral norte de São Paulo e que chega a sua quarta edição. O evento será realizado nesta segunda, 08/07, véspera de feriado, a partir das 21h, no Blues on the Rocks, localizado na Av. Chico Santos, 17, bairro Itaguá, com as seguintes bandas: Ancestral Malediction, Chaostitution, Head Krusher e Overdose Nuclear.

Confira mais informações no evento do Facebook:

https://www.facebook.com/events/377811332864706/

Depoimento da banda sobre o “Inverno de Aço”:

“O evento surgiu com a necessidade. Ubatuba não tinha eventos relacionados ao Metal, então tomamos a frente e iniciamos os trabalhos, e creio que nesse período que no qual foi realizado o festival, houve uma melhora efetiva na cena do Litoral Norte de SP. O local desse ano é uma casa de shows recém reformada chamada Blues on the Rock’s que há muitos anos funciona em Ubatuba, e finalmente abriram as portas para o Metal, com uma capacidade de 250 pessoas e esperamos atingir a lotação máxima nessa edição! O festival mudou muito desde a primeira edição, na qual tínhamos um apoio da prefeitura, mas a partir da 3° edição com a mudança do governo local e pela falta de interesse dos mesmos, decidimos partir para locais particulares, diminuindo a quantidade de bandas e de dias do evento, mas sem nunca perder a qualidade que consagrou o festival nas primeiras edições. Um festival feito de artistas para artistas, uma grande reunião do Metal Underground!”

Ouça “Overdose Nuclear”

Spotify: 
https://spoti.fi/2GVBZpq

Youtube:

Contatos:

Site oficial: www.overdosenuclear.com

Facebook: www.facebook.com/OverdoseNuclear

Instagram: www.instagram.com/overdosenuclear

Assessoria de Imprensa:  www.wargodspress.com.br

OVERDOSE NUCLEAR: DEBUT É DISPONIBILIZADO NAS PLATAFORMAS DIGITAIS

A banda OVERDOSE NUCLEAR acaba de lançar seu primeiro álbum, autointitulado, contendo oito faixas cantadas em português e envoltas num Heavy/Thrash Metal recheado de riffs cortantes e letras altamente críticas à situação do Brasil. A capa do álbum contou com o talento de Caio Caldas e a produção ficou a cargo de Hugo Silva, do Estúdio Family Mob. O vocalista Júlio Candinho conta que levou um tempo até que dessem início às gravações do álbum: “Assim que retornamos das gravações da nossa demo “Os Urros que vêm da rua!” em 2015 já iniciamos o processo de composição do álbum com tudo que aprendemos lá “Mr. Som Estudio”. E nesse meio tempo, passamos por diversas formações e formatos, inclusive fomos um power trio por um tempo. Também passamos por todos aqueles velhos problemas de todas as bandas, até que finalmente acertamos a mão, construímos uma formação caoticamente harmônica, finalizamos as músicas e corremos para o estúdio!”.

Sobre o processo de gravação em si, o processo foi rápido e rasteiro, conforme conta o guitarrista Marcus Goulart: “Chegamos a São Paulo no dia 5 de julho, e voltamos dia 11 de julho de 2018, ou seja, gravamos o instrumental do álbum em apenas cinco dias, sem frescuras, gravando pelo menos 12 horas por dia no Family Mob“. Sobre o resultado final ter saído tão orgânico e pesado, Júlio Candinho explica: “O encarregado das gravações foi o Hugo Silva, um monstro da música e um ser humano incrível, aprendemos muito com ele e conseguimos chegar nesse resultado juntos. Buscávamos uma sonoridade única que exaltasse nossas composições e arranjos buscando “aquele sonhado” equilíbrio entre o moderno e aquilo que ouvimos a vida toda, algo feito para durar. Deparamos-nos com um estúdio monstruoso, equipamentos de primeira, aconchegante, e por cinco dias insanos foi nossa casa. A equipe do estúdio, Otávio Rossato (técnico de Som) e o Hugo foram incríveis, de um profissionalismo impecável e fomos muito bem recebidos pelos donos do estúdio, Estevam Romero e Jean Dolabella. O vocal foi finalizado posteriormente e a masterização ficou a cargo de David Menezes.”.

Um dos destaques do álbum é a faixa que dá nome à banda, com dez minutos de duração. Verdadeiro épico Thrash Metal, a música conta com influências variadas, que vão desde o Black Sabbath até o mais insano Thrash Metal. Candinho explica como ela surgiu e como foi trabalhar até chegar ao resultado final: “A música “Overdose Nuclear” foi a última a ser finalizada, apesar de ser umas das primeiras composições da banda, mas na época que começamos a criar ela, percebemos que era muita coisa para o que nós éramos no momento, tivemos que amadurecer, evoluir e crescer pra conseguir finalizá-la. Considero ela como a representação da nossa jornada, do principio da banda até o momento que entramos no estúdio, muitas reviravoltas, riffs insanos, muitos andamentos diferentes e uma longa, longa caminhada, sem nunca esquecer nosso objetivo, que é fazer do nosso som algo que agrade a nós mesmos primeiramente, não se importando com modismo do momento, ou se uma musica de 10:20 é muito longa pro momento atual escroto da cultura, onde tudo tem que ser curto e descartável. A “Overdose Nuclear” não, ela veio pra ficar!”.

“Overdose Nuclear” já está disponível em todas as plataformas digitais, e segundo a banda, a versão física também deveria sair agora: “pretendíamos lançar tanto o material digital, quanto o físico na mesma data, porém houve problemas envolvendo a arte do encarte, e só devemos estar lançando material físico em CD no mês de junho, e posteriormente uma versão em vinil.”.

Ouça “Overdose Nuclear”

Spotify: 
https://spoti.fi/2GVBZpq

Youtube:

Deezer:

https://www.deezer.com/br/album/94847652

Contatos:

Site oficial: www.overdosenuclear.com

Facebook: www.facebook.com/OverdoseNuclear

Instagram: www.instagram.com/overdosenuclear

Assessoria de Imprensa:  www.wargodspress.com.br

OVERDOSE NUCLEAR: Capa do debut retrata a aniquilação do nosso planeta

Como o próprio OVERDOSE NUCLEAR costuma divulgar, seu “Metal do Mangue” é composto não apenas de uma sonoridade pesada e agressiva, mas também de letras que fazem o público esquecer do cenário paradisíaco da região de sua cidade natal, Ubatuba/SP. No lugar de praias belíssimas e muita Mata Atlântica Nativa, há o corriqueiro caos brasileiro, devidamente retratado nas letras do grupo formado por Samuel Marques na bateria, Gustavo Albado no baixo, Marcus Goulart na guitarra e Julio Candinho no vocal.

Após o lançamento da demo-tape “Os Urros que vêm da rua!”, lançada em 2015, o OVERDOSE NUCLEAR fez uma série de shows, criando inclusive um festival próprio, o “Inverno de Aço”, e com a formação estabilizada deu início aos trabalhos de composição e produção de seu debut, previsto para 2019. A capa do trabalho foi desenhada por Caio Caldas, da CadiesArt (www.CadiesArt.com), que já havia trabalhado com a banda na ilustração da demo-tape. O conceito da capa foi apresentado pelo vocalista Julio Candinho, e entre julho e outubro de 2017 as ideias foram sendo trabalhadas com Caio, que a finalizou em maio de 2018. Segundo Caio, ”a ideia base era ter uma aranha alienígena radioativa gigante, tendo presa em suas teias o planeta terra no grande vazio do espaço.”

E foi justamente na música que dá nome a banda é que veio a concepção completa, conforme explica o renomado artista gráfico: “A música “Overdose Nuclear” fala sobre a devastação nuclear, então a temática dessa aranha seria uma analogia cósmica a isso. Entrando mais no contexto do álbum, a entidade, a aranha, é uma cria da escuridão, é a anti-vida de um verdadeiro buraco negro que vive sempre com fome de poder, mas quanto mais ela se alimenta, maior é a sua fome. Ela representa um apêndice da escuridão do espaço. Ela é a radiação que varre a vida. Com suas centenas de olhos cegos, apenas um enxerga, e então ela encontra seu próximo alvo. Ela causa o caos, aprisionando em suas teias todo o planeta Terra, consumindo a vida na Terra envenenando e corroendo radioativamente o planeta, deixando o mundo morrendo em um completo caos nuclear para depois se alimentar dele fazendo com que o planeta faça parte de seu grande estômago levando a total aniquilação da nossa espécie e o fim de nosso planeta. Essa aranha radioativa é a Overdose Nuclear.”.

Contatos:
Site oficial: www.overdosenuclear.com
Facebook: www.facebook.com/OverdoseNuclear
Instagram: www.instagram.com/overdosenuclear
Assessoria de Imprensa: wargodspress@gmail.com






OVERDOSE NUCLEAR: Revelando informações sobre o debut e nova formação

O litoral norte de São Paulo não é feito somente de sol, belas praias, mata atlântica nativa e gente andando seminua, é também feito de muita chuva, lugares esquecidos por Deus, miséria, juventude sem esperança, corrupção e abandono da população pelos governantes. E nesse cenário ambíguo entre o sol do verão com seus turistas em belos carros e as chuvas e escassez de trabalho do restante do ano, surgiu a banda OVERDOSE NUCLEAR, de Ubatuba.

O grupo traz em suas letras e harmonias o total caos da civilização ocidental, que vão de visões apocalípticas a ensaios sobre os desejos e maiores temores da mente humana. A banda iniciou seus trabalhos no ano de 2012, conta com uma demo (“Os Urros que vêm da rua!”) lançada em 2015 e agora com uma nova formação, faz os últimos ajustes para o lançamento de seu primeiro álbum, que conta com Samuel Marques na bateria, Gustavo Albado no baixo, Marcus Goulart na guitarra e Julio Candinho no vocal.

Levando o próprio nome da banda, o álbum contará com oito faixas e capa desenhada por Caio Caldas, da CadiesArt (www.CadiesArt.com). Até chegar a este vindouro lançamento, a banda passou por uma completa reestruturação. Segundo declaração de Julio Candinho, “desde o lançamento da demo passamos por muitas coisas, bons shows, shows ruins, tivemos tempo para nos estruturarmos como pessoas e como músicos, amadurecer as composições e o funcionamento da banda. Também tivemos muitas  mudanças de formação até unir esse grupo, que funciona perfeitamente, cada um com suas peculiaridades porém com o mesmo sonho regido pela paixão ao Metal, pois quando estamos juntos e começamos a tocar, tudo começa a fluir. Eu diria que é uma formação harmonicamente caótica!”.

O álbum tem lançamento previsto para março de 2019 e até lá a banda pretende lançar um single e em breve divulgará o track list e a capa.

Contatos:
Site oficial: www.overdosenuclear.com
Facebook: www.facebook.com/OverdoseNuclear
Instagram: www.instagram.com/overdosenuclear
Assessoria de Imprensa:  wargodspress@gmail.com






Tamuya Thrash Tribe: Cariocas fazem shows em São José dos Campos e em Santo André neste fim de semana

Os cariocas do Tamuya Thrash Tribe farão dois shows no Estado de SP neste fim de semana, como parte da tour de lançamento de seu álbum de estreia, “The Last Of The Guaranis”, que foi lançado no final de 2016, e que vem recebendo excelentes críticas por parte da mídia especializada e público.

Os shows acontecem nos dias 20/01 (sexta, em São José dos Campos) e 22/01 (domingo, em Santo André)

Em São José dos Campos, o show faz parte do projeto “Levante do Metal Nativo”, e acontece no Lado B Rock Bar (R. Gravataí, 35, SJ dos Campos). Além do TTT, se apresentam as bandas Armahda (SP) e Overdose Nuclear (Ubatuba), esta última, convidada especial.

Siga a página do evento de São José dos Campos:
https://www.facebook.com/events/1790481591204811/

No ABC eles tocam no “Roquefort Summer 2017”, que acontece no Santo Rock Bar (Rua das Bandeiras, 421, Centro, Santo André), ao lado das bandas Tourette, Letall e Articulado – ambas da região. Veja o vídeo de divulgação do “Roquefort Summer 2017:
https://youtu.be/3yzIwX3_nqY

Para mais informações, siga a página do evento de Santo André:
https://www.facebook.com/events/210413542752148/

“The Last Of The Guaranis” está disponível em diversas plataformas digitais, como por exemplo, no Spotify:
https://open.spotify.com/album/6r1SAmly7Cjokbl2h2zwpk

O Tamuya Thrash Tribe é formado por Luciano Vassan (guitarra e vocal), Leonardo Emmanoel (guitarra), JP Mugrabi (baixo) e Bruno Rabello (bateria).

Acompanhe o Tamuya Thrash Tribe nas redes sociais:
www.tamuyathrashtribe.com
https://www.facebook.com/TamuyaThrash
https://www.youtube.com/user/TamuyaThrashTribe
https://twitter.com/TamuyaThrash






Armahda: confirmado no festival do Levante do Metal Nativo

O ARMAHDA será uma das atrações do festival organizado pela belíssima iniciativa do Levante do Metal Nativo.

O evento acontece no dia 20 deste mês no Lado B Rock Bar, na cidade de São José dos Campos, São Paulo, e conta ainda com a presença da banda Tamuya Thrash Tribe e da banda convidada Overdose Nuclear.

Todas as informações do evento podem ser conferidas pelo link:
https://www.facebook.com/events/1790481591204811

Para conhecer mais do Levanto do Metal Nativo, visite: https://www.facebook.com/levantemetalnativo

Lembrando que mais recente trabalho do ARMAHDA, o single ‘Last Farewell’, está também disponível nas principais plataformas digitais do mundo, confira alguns links:

iTunes: https://itunes.apple.com/br/album/last-farewell-single/id1175858246
CdBaby: http://www.cdbaby.com/cd/armahda2
Spotify: https://open.spotify.com/album/4LFzEdy9VKWVD0DFr834At

Contato: armahdametal@gmail.com

Sites relacionados:
www.facebook.com/Armahda
www.metalmedia.com.br/armahda

Fonte: Metal Media






Scars From The Last Fight será atração no festival Inverno de Aço

O Scars From The Last Fight, de Caraguatatua (SP), segue em plena divulgação de seu primeiro álbum auto-intitulado recém lançado.

O grupo será atração do festival Inverno de Aço, que tem a sua segunda edição anunciada em Ubatuba (SP), de 03 a 05 de julho.

O Scars From The Last Fight apresenta um metalcore enérgico, e para a ocasião promete um show visceral, que tem agradado aos seus fãs e à imprensa, com o repertório repleto de músicas de seu primeiro álbum, que teve lançamento digital e pode ser baixado gratuitamente no site www.scarsfromthelastfight.com.

Os jornalistas interessados em entrevistas com a banda, ou receber o primeiro álbum da banda e material promocional, deverão entrar em contato no e-mail imprensa@furiamusic.com.br, e os contatos de shows devem ser feitos através do e-mail info@scarsfromthelastfight.com.

Serviço:

Festival Inverno de Aço
Local: Praça de Eventos, Ubatuba (SP)
Data: 04/07
Horário: à partir das 13h00
Entrada franca
Atrações: Scars From The Last Fight, Neura Pós Guerra, Misconducters, Fallen Down, Morfolk, Outlanders, Khatryna, Tormentor Bestial, Verdade Soturna, Overdose Nuclear

Informações:
www.invernodeaco.com
www.facebook.com/events/131142373883921