Tag Archives: Rock In Rio

Badauí, do CPM22, faz show surpresa na estação General Osório em ação do Rock in Rio

Cantor tocou com a banda Vidal Trio que participa da “Festa no Metrô”, na contagem regressiva para a venda do Rock in Rio Card, dia 12 deste mês

Se ontem, terça-feira, a produção do Rock in Rio levou a banda Capital Inicial para o Metrô de São Paulo, hoje a surpresa foi para o público carioca. Quem passava pela estação General Osório, em Ipanema, no início da noite, assistiu um pocket show do cantor Badauí, vocalista do CPM22. O presente para os passageiros é mais uma ação do esquenta para a venda do Rock in Rio Card, que equivale a um ingresso antecipado e garante a entrada ao evento antes mesmo da confirmação de todas as bandas e atrações, e será feita no dia 12 de novembro, a partir das 19h, no site rockinrio.ingresso.com.

Badauí se apresentou com a banda Vidal Trio que participa da “Festa do Metrô” e cantou os hinos  do Ramones “Rockaway Beach” e “Sheena is a Punk Rocker”, fechando com o sucesso “Um minuto para o fim do mundo” do CPM22.  Até o dia 12, com exceção do domingo, quatro shows de 50 minutos que acontecem diariamente, das 17h às 21h, nas estações Antero de Quental, General Osório, Jardim Oceânico, Maria da Graça, Saens Pena e Siqueira Campos, do MetrôRio, e no terminal Alvorada, do BRT. Os artistas que se apresentam na “Festa no Metrô” foram selecionados pela curadoria do Rock in Rio. São eles: A Coisa Toda, Caio Barreto, Cecelo, Daniel Lopes, Ge Fonseca, João Pedro Bonfá, Jorge Ailton, Os Roquistas e Adal Fonseca, Rodrigo Sha, Tritony Trio e Vidal Trio.

Badauí falou sobre o convite da organização do Rock in Rio e da oportunidade de tocar para o público do metrô carioca. “Eu achei muito inusitado! O Rock vem do povo, do olho no olho. Então tocar para o trabalhador que está voltando para casa é um retorno para a essência do Punk rock. Foi demais!”, resumiu o vocalista da CPM22.

Fernanda Estrella, diretora de marketing do Rock in Rio, ressaltou que as ações promovidas têm o intuito de antecipar o clima contagiante do festival. “O Rock in Rio é isso! Música, entretenimento e alegria por todos os lugares. Queremos todos conosco em 2019 e a melhor forma de garantir presença é com o Rock in Rio Card, já no dia 12. Sabemos que os ingressos esgotam em poucas horas e o pessoal precisa estar no site às 19h”, alerta Estrella. O maior festival de música e entretenimento do mundo acontece nos dias 27, 28 e 29 de setembro e 03, 04, 05 e 06 de outubro, na Cidade do Rock, no Rio de Janeiro.

Rock in Rio 2019: Venda do Rock in Rio Card começa no dia 12 de novembro

Venda será a partir das 19h no site da Ingresso.com

Concurso Desafio Rock in Rio vai premiar pares do Rock in Rio Card aos ganhadores

A partir das 19 horas do dia 12 de novembro, os fãs do Rock in Rio vão garantir sua presença antecipada na edição de 2019 do maior festival de música e entretenimento do mundo, que acontece nos dias 27, 28 e 29 de setembro e 03, 04, 05 e 06 de outubro, na Cidade do Rock do Rio de Janeiro. A partir deste dia começa a ser vendido o Rock in Rio Card, que equivale a um ingresso antecipado e garante a entrada ao evento antes mesmo da confirmação de todas as bandas e atrações. A Cidade do Rock vai estar ainda maior em 2019, garantindo assim mais espaço de circulação e conforto ao público.

Os interessados devem adquirir o Rock in Rio Card no site da Ingresso.com, canal oficial de vendas do evento. Para a edição de 2019, a organização já anunciou o retorno memorável do dia do metal com IRON MAIDEN, Scorpions, Megadeth, Sepultura e Canto Cego no dia 04 de outubro. No dia 05, o dia dedicado ao pop com P!nk, The Black Eyed Peas, Anitta e uma nova atração que ainda será anunciada. Encerrando o festival, no dia 06 de outubro Muse, Imagine Dragons, Nickelback e Os Paralamas do Sucesso.

Para quem quer comprar, é preciso se planejar, já que nas últimas edições a venda foi encerrada em menos de duas horas, quando os 120 mil ingressos disponíveis se esgotaram.

A venda de ingressos será feita pelo hotsite rockinrio.ingresso.com. Para a edição do Rock in Rio 2019, o valor da entrada será R$ 495 (inteira) e R$ 247,50 (meia-entrada). O pagamento pode ser feito por cartão de crédito e o valor parcelado em até seis vezes. Clientes Itaú que efetuarem o pagamento com cartões de crédito Itaucard e Credicard têm desconto de 15% na compra do Rock in Rio Card e poderão dividir o pagamento em até oito vezes sem juros. A oferta é limitada a 4 ingressos por CPF.

Por ser uma venda especial, o limite de compra é de até quatro entradas por CPF, sendo uma meia-entrada, com exceção para meia entrada para pessoas portadoras de necessidade especial, que têm direito a comprar a meia-entrada também para seu acompanhante.

Os clientes que adquirirem meia-entrada terão que informar no próprio site todas as informações referentes ao documento que comprove tal condição, para posterior validação, assim como será necessário apresentá-lo no acesso à Cidade do Rock, no dia do evento.

O fã que adquirir o produto pode escolher em qual data pretende usá-lo, antes que a venda oficial de ingressos seja aberta ao público em geral, em abril do ano que vem — a escolha poderá ser feita de 06 de fevereiro a 08 de abril de 2019.

A Rede é o meio de pagamento oficial do Rock in Rio 2019. Além da captura na venda de ingressos, a companhia será responsável pelas transações de tudo o que for comercializado nas lojas da Cidade do Rock, como bebidas, alimentação e souvenires.

A entrada para o Rock in Rio permite acesso a todas as áreas e atrações da Cidade do Rock. Assim como na edição de 2017, a pulseira do Rock in Rio Card chegará via DHL em uma caixa personalizada no endereço indicado no momento da compra do produto.

Desafio Rock in Rio vai sortear 50 pares o Rock in Rio Card

De 5 a 7 de novembro, o Rock in Rio vai promover um desafio, que vai movimentar as redes sociais, com o sorteio de 50 pares do Rock in Rio Card. A promoção vai funcionar da seguinte forma: serão disponibilizadas dicas nas redes do Rock in Rio e os participantes terão que descobrir o enigma em questão. Quem acertar e preencher corretamente a resposta no hotsite da promoção (wwww.desafiorockinrio.com.br), leva para casa um par do Rock in Rio Card. Cada ganhador só precisa acertar um enigma e não poderá participar de novas tentativas. Os vencedores serão notificados por email, contato telefônico e terão seus nomes divulgados no hotsite da promoção.

Clientes Itaú terão 15% de desconto na compra do Rock in Rio Card

Os clientes do Itaú Unibanco, empresa patrocinadora máster do Rock in Rio, têm 15% de desconto na compra da entrada inteira e podem parcelar em até oito vezes —o desconto é exclusivo para pagamento com cartões de crédito Itaucard e Credicard.

Pré-Venda Rock in Rio Club

Os sócios do Rock in Rio Club terão a oportunidade de adquirir o Rock in Rio Card antes de todos. A pré-venda começa no dia 5 de novembro às 19h e segue até o dia 11 de novembro, às 19h no hotsite rockinrio.ingresso.com.

Na campanha do Card, professor volta à tela e elabora plano secreto para garantir ingressos do Rock in Rio 2019

Desejado por milhares de pessoas a cada edição, os ingressos do Rock in Rio estão novamente na mira do professor de matemática. Personagem icônico das campanhas do maior festival de música e entretenimento do mundo, assinadas pela Artplan. Em 2013 e 2015, o professor dava aulas e tentava entender a matemática da venda de ingressos. Não conseguiu comprar nas duas vezes. Em 2017, invadiu a base de dados do festival na esperança de conseguir. Mais uma vez falhou. Agora, ele volta determinado.

No roteiro dos filmes para TV que estreiam nesta quinta-feira (01), o professor reúne um grupo para tentar roubar um cofre contendo os Rock in Rio Cards. Na peça, os integrantes usam máscaras de palhaço, e cada membro recebe uma missão diferente dentro do planejamento detalhado e pensado pelo professor. Se ele vai conseguir dessa vez ainda é mistério.

Rock in Rio 2019 anuncia Muse, Imagine Dragons, Nickelback e Os Paralamas do Sucesso

Artistas completam o line-up do último dia do festival

Na noite de encerramento, dois headliners se apresentam no Palco Mundo
Venda oficial do Rock in Rio Card acontece no dia 12 de novembro, a partir das 19h

Depois de anunciar o dia do metal e do pop, o Rock in Rio divulga o line-up completo de 06 de outubro, último dia do evento, e com uma surpresa: dois headliners. Nesta noite, o público vai conferir a apresentação de Muse e Imagine Dragons, além de Nickelback e Os Paralamas do Sucesso, celebrando a noite com um time que promete oferecer uma experiência única ao público que estiver na Cidade do Rock.

Vista como a banda da atualidade com um dos melhores shows ao vivo dos últimos tempos, a britânica Muse vai celebrar seu retorno aos palcos brasileiros. O grupo fez sua estreia no Rock in Rio em 2013, quando apresentou seu rock indie com um toque progressivo em uma performance de alto nível na Cidade do Rock. Agora, eles estão de volta com um novo álbum e materiais inéditos. Já os americanos do Imagine Dragons, a banda de rock mais ouvida no mundo, é igualmente muito esperada, especialmente por ser esta a sua primeira vez no festival.

Os gigantes do rock multiplatina Nickelback estarão pela segunda vez no evento, após uma performance memorável em 2013. A banda top das paradas traz seu show cheio de energia, um retorno que o público não vai querer perder. E a abertura da noite fica com os veteranos Os Paralamas do Sucesso. A banda esteve na edição de 1985 do festival e ajudou a construir a história do evento junto a outros nomes nacionais. Esta será a sua quarta vez no Rock in Rio, depois de 1985, 2011 e 2015. Com a mesma formação original, os eternos meninos, que em 1985 tinham apenas 23 anos, prometem um show, claro, com os muitos hits que o público ama cantar junto.

Com as novas atrações o line-up do festival está assim:
04 de outubro — IRON MAIDEN, Scorpions, Megadeth e Sepultura
05 de outubro — P!nk, The Black Eyed Peas e Anitta
06 de outubro — Muse, Imagine Dragons, Nickelback e Os Paralamas do Sucesso

Sobre o Muse

Com sete álbuns lançados, a banda britânica afirma que ainda há muito a fazer, muitos lugares para visitar e muito público para surpreender com o seu show. O próximo lançamento do Muse, “Simulation Theory”, está programado para ser lançado no dia 09 de novembro. Mas a turnê que virá ao Brasil, certamente, vai reunir ainda clássicos que não podem faltar em um show da banda inglesa, como “Supermassive Black Hole”, “Starlight”, “Madness”, “Psycho” e “Mercy”.

Em junho deste ano, Matthew Bellamy, Chris Wolstenholme e o baterista Dominic Howard subiram ao palco em uma apresentação memorável no Rock in Rio Lisboa. Para a próxima edição do evento, os fãs certamente podem esperar uma repetição do sucesso que tiveram em Portugal.

Muse é formado por Matt Bellamy, Dominic Howard e Chris Wolstenholme. O seu novo álbum, “Simulation Theory”, será lançado no dia 09 de novembro. O álbum anterior da banda “Drones”, lançado em junho de 2015, estreou em primeiro lugar em 21 países no mundo todo, além de ser o primeiro álbum da banda número um nos Estados Unidos.   O álbum ganhou ainda o Grammy Award, o segundo da banda de Melhor Álbum de Rock em fevereiro de 2016. Desde sua formação em 1994, o Muse lançou sete álbuns de estúdio, vendendo mais de 20 milhões de álbuns em todo o mundo.

Amplamente reconhecida como uma das melhores bandas ao vivo do mundo, Muse ganhou inúmeros prêmios musicais, incluindo dois Grammy Awards, um American Music Award, cinco MTV Europe Music Awards, dois Brit Awards, dez NME Awards e sete Q Awards, entre outros.

Sobre o Imagine Dragons

Dono dos sucessos “Radioactive”, “Demons”, “Believer” e “Whatever it takes”, os americanos ganharam o mundo apenas em 2008, ano de lançamento, até se tornar hoje a banda de rock mais ouvida no Spotify, com mais de 38 milhões de ouvintes mensais.

Em dez anos de estrada, a banda originada em Las Vegas – cidade que recebeu a edição americana do festival em 2015 – já lançou três discos e inúmeros singles com seu estilo único misturando indie rock, pop e eletrônico. Com uma sequência de hits, não é surpresa que também sejam colecionadores de prêmios: três American Music Awards, nove Billboard Music Awards, um Grammy Award e um World Music Award. Canadá, República Tcheca, Finlândia, Noruega, Suíça e Estados Unidos são alguns dos países em que o Imagine Dragons chegou ao 1º lugar com seu disco mais recente, Evolve, de 2017. Na França, a banda conquistou disco de ouro e dois discos de platina pelo resultado das vendas nos EUA e no Reino Unido. Por essas e outras, Dan Reynolds (vocal), Wayne Sermon (guitarras), Ben McKee (baixo e teclado) e Daniel Platzman (bateria e percussão) não vão deixar ninguém parado na Cidade do Rock.

Sobre o Nickelback

O Nickelback volta ao Rio de Janeiro com o seu maior e ainda mais barulhento show, em uma performance incansável das faixas de seus nove álbuns duradouros, como os clássicos de todos os tempos, ‘How You Remind Me’, ‘Burn it To The Ground’ , ‘Gotta Be Somebody’ e sucessos mais recentes de seu álbum atual, ‘Feed The Machine’, ‘Song On Fire’ e ‘Must be Nice’.

Os superstars internacionais de gravação acumularam mais de 50 milhões de vendas em todo o mundo, mais de 23 singles no topo das paradas e uma audiência online superior a 21 milhões, com incríveis 1,5 bilhão de visualizações no YouTube e 1,4 bilhão de transmissões do Spotify. ‘All The Right Reasons’, que vendeu mais de 10 milhões apenas nos EUA, foi premiado recentemente com a certificação de vendas RIAA Diamond, colocando-os em uma pequena lista de artistas de elite que já conquistaram a esta certificação. Nickelback tem doze turnês internacionais consecutivas esgotadas, tocando para mais de oito milhões de fãs obcecados.

Nickelback foi classificado em 2009 pela Billboard como o sétimo, entre todos os artistas, e o primeiro entre os grupos de rock de maior sucesso da década. O hit “How You Remind Me” foi a quarta canção de rock mais vendida da década, somando-se à coleção de sucessos da banda como “Photograph”, “Far Away”, “Rockstar” e “Hero”. música tema do filme Homem Aranha em 2002.

Desde sua formação em Alberta, Canadá, em 1995, a celebrada globalmente e multiplatina banda de rock, Nickelback, se consolidou como um das mais viáveis comercialmente com apresentações importantes nas duas últimas décadas,  solidificando seu status como o “décimo primeiro show musical mais vendido” e o segundo show estrangeiro mais vendido nos EUA do século XXI. Entre todos esses, eles também foram nomeados “Top Rock Group of the Decade”da Billboard. Ao longo do caminho, eles receberam nove indicações ao Grammy Award, três American Music Awards, um World Music Award, um People’s Choice Award, doze Prêmios JUNO, sete MuchMusic Video Awards, e foram incluídos na Calçada da Fama do Canadá (2007).

A banda Nickelback é formada por Chad Kroeger (Vocal Principal, Guitarras), Ryan Peake (Guitarras, Backing Vocals), Mike Kroeger (Baixo) e Daniel Adair (Bateria, Backing Vocals).

Sobre os Paralamas do Sucesso

Com seu rock swingado, Os Paralamas do Sucesso ganharam destaque no cenário musical com o hit ‘Vital e sua moto’, em 1984, com o álbum ‘O Passo do Lui’, que tinha sucessos como ‘Meu erro’, ‘Óculos’ e ‘Romance Ideal’. Após a apresentação histórica do grupo no primeiro Rock in Rio, em 1985, veio o álbum “Selvagem?”. Na ocasião, o disco vendeu mais de 700 mil cópias alavancando a banda, que participou do Festival de Montreux em 1987.

A mistura de sons que vai do pop aos experimentos eletrônicos, sem perder a essência característica do rock, fez com que Os Paralamas do Sucesso conquistassem seu espaço e se tornassem referência no meio musical. As turnês pela América Latina e Estados Unidos, fizeram com que a banda fosse o primeiro nome do rock brasileiro a ser reconhecido internacionalmente.

O largo repertório e o set list mais do que afinado para os shows traduziam as dores do amor e cantavam o Brasil em suas composições. Em 2001, a banda passou por uma transformação, quando Herbert Vianna sofreu um acidente, deixando-o fora dos palcos por um período. O silêncio sobre a continuidade da banda não durou. Afinal, aonde quer que Herbert vá, seus fiéis escudeiros estão junto. Eles sabem como cuidar bem do seu amor e o ajudaram a resgatar a memória pela música. O “vendaval” deu lugar a projetos especiais e o grupo lançou o álbum ‘Longo Caminho’ (2002), que vendeu 300 mil cópias. Em seguida veio o intenso trabalho “Uns Dias”. Como eles próprios dizem em sua biografia, o álbum intitulado ‘Hoje’ “comprovou que a capacidade criativa dos três permanecia intacta e pulsante”.  Os 25 anos de carreira foram celebrados entre amigos, junto aos Titãs. E nos 30 anos, a comemoração veio a altura de tanto talento, com uma turnê do álbum ‘Multishow Ao Vivo – 30 anos’, com direito a documentário, DVD e programa de TV.  Hoje, a banda, com 35 anos de carreira, segue gravando álbuns e se apresentando pelo mundo inteiro como se estivessem em início de carreira, com a mesma alegria e vitalidade.

Sobre o Rock in Rio

O Rock in Rio é o maior evento de música e entretenimento do mundo. Criado em 1985, nasceu para dar voz a uma juventude e unir pessoas, de raças e credos diferentes, em paz e harmonia por meio da música. Após 33 anos, o evento é parte relevante da história da música mundial e uma plataforma de comunicação que amplifica discursos e usa o poder de sua marca como força motriz para atingir seu compromisso na construção de um mundo melhor.

O poder de alcance do Rock in Rio tem números impactantes. O evento já soma 19 edições, 112 dias e 2.038 atrações musicais. Ao longo destes anos, mais de 9,5 milhões de pessoas passaram pelas Cidades do Rock. Em 2017, 143 milhões de pessoas foram alcançadas por conversas espontâneas sobre o Rock in Rio e, somente durante os dias de evento, foram 41,9 milhões de visualizações de vídeos nas redes. Nascido no Rio de Janeiro, o Rock in Rio conquistou não só o Brasil como, também, Portugal, Espanha e Estados Unidos, sempre com a ambição de levar todos os estilos de música aos mais variados públicos.

Consciente do poder disseminador da marca, o Rock in Rio pauta-se por ser um evento com o propósito de construir um mundo melhor para pessoas mais felizes, confiantes e empáticas em um planeta mais saudável.   Em 2001, reafirmou o compromisso de mostrar às pessoas que pequenas atitudes no dia a dia são o caminho para fazer do mundo um lugar melhor para todos. Em 2013, o Rock in Rio foi reconhecido por seu poder realizador ao receber a certificação da norma ISO 20121 – Eventos Sustentáveis. Gerou 212,5 mil empregos diretos e indiretos em todas edições, mais de R$ 97 milhões investidos – provenientes da organização do evento e de parceiros – em diferentes projetos passando por temas como sustentabilidade, educação, música, florestas e etc.

Em 2016, foi a vez de anunciar o Amazonia Live, projeto do Rock in Rio que já garantiu mais de 73 milhões de árvores para a Amazônia, com doações individuais e de parcerias, por meio de projetos de restauração e plantação. O Amazonia Live traz a importância das florestas para o equilíbrio climático mundial como tema para todas as edições do evento, pelo menos até 2019. O Rock in Rio também desenvolve um plano de sustentabilidade em que são definidas medidas para a redução de emissões e inclui uma correta gestão de resíduos, eficiência energética, compensação de emissões e correto consumo de recursos, entre outros. Este plano é desenhado para a organização, patrocinadores e fornecedores e vem sendo aperfeiçoado a cada edição, além de ser utilizado, até hoje, em todos os países onde o Rock in Rio é realizado.

Rock in Rio 2019 terá Os Paralamas do Sucesso no Palco Mundo

O Rock in Rio começa a ganhar forma. Na última semana, a organização do evento trouxe a noite completa de Palco Mundo para o dia 4 de outubro. E, nesta terça-feira, 2 de outubro, Roberto Medina, presidente do Rock in Rio, teve um encontro especial com Herbert Vianna, Bi Ribeiro e João Barone, quando revelou em primeiríssima mão que Os Paralamas do Sucesso — banda que esteve na edição de 1985 do festival e ajudou a construir a história do evento junto outros nomes nacionais — estão confirmados para a edição de 2019. Será a quarta vez que a banda se apresenta no Rock in Rio (1985, 2011 e 2015). A data da apresentação será anunciada em breve.

Para Roberto Medina, a edição de 2019 será um momento nostálgico quando Iron Maiden e Scorpions se apresentam no Palco Mundo, como em 1985. Assim como os gigantes do rock, Os Paralamas do Sucesso também fazem parte deste momento histórico.

“Eles vieram para uma conversa e somente o empresário deles, o Zé Fortes, sabia que faríamos o convite. Em 1985, eram três meninos com 200 mil pessoas na frente, sem equipamentos e com um cenário quase inexistente. Mal subiram ao palco, rapidamente dominaram o público. Os Paralamas do Sucesso fazem parte do DNA do Rock in Rio e se destacam até hoje pelo talento. Eles vieram para ficar e atravessam o tempo com o mesmo vigor”, conta Roberto Medina.

Imediatamente após o convite, a banda disse o esperado sim. Com um clima bem intimista, Os Paralamas do Sucesso contaram os bastidores do show que marcou definitivamente a carreira deles.

“A gente nasceu no Rock in Rio, o Brasil nos conheceu ali. Foi incrível fazer parte da primeira edição. O show foi lendário. Nosso som foi perfeito e todo mundo curtiu muito. Foi uma vitrine para o nosso trabalho. Nós estamos muito felizes com o convite”, comemora Bi Ribeiro, o baixista da banda.

Com a mesma formação original, os meninos, que em 1985 tinham apenas 23 anos, seguem fazendo sucesso. Para Herbert Vianna, vocalista e guitarrista, a admiração e as trocas mútuas entre os integrantes são traduzidas nas canções, que contagiam muita gente.

“Temos a sensação de estarmos voltando para casa. Somos os mesmos três e vamos viver a mesma emoção de quando subimos a primeira vez no palco do Rock in Rio. Em 1985 sentimos muita confiança. Era um show que já tinha sido insistentemente testado, mas nada comparado a um público de 200 mil pessoas. Quando vimos a nossa música contagiando o público, foi surpreendente”, conta Hebert, que aproveitou a visita ao escritório para afinar a guitarra usada por ele no show de 1985 e dada de presente ao festival.

O baterista João Barone define a apresentação no Rock in Rio como porta de entrada da banda não só no Brasil, mas também no mundo, principalmente na América do Sul.

“Na plateia de 1985 tinha gente de vários países da América do Sul e a partir desta vitrine que foi o Rock in Rio nós começamos a nos apresentar no mundo. Nos tornamos a banda que tocou no Rock in Rio e isso foi incrível”, relembra Barone.

O Rock in Rio acontece nos dias 27, 28 e 29 de setembro, 3, 4, 5 e 6 de outubro, na Cidade do Rock (Parque Olímpico, Barra da Tijuca, Rio de Janeiro). A venda do Rock in Rio Card está marcada para o dia 12 de novembro pelo site  Ingresso.com.

Sobre os Paralamas do Sucesso

Com seu rock swingado, Os Paralamas do Sucesso ganharam destaque no cenário musical com o hit ‘Vital e sua moto’, em 1984, com o álbum ‘O Passo do Lui’, que tinha sucessos como ‘Meu erro’, ‘Óculos’ e ‘Romance Ideal’. Após a apresentação histórica do grupo no primeiro Rock in Rio, em 1985, veio o álbum “Selvagem?”. Na ocasião, o disco vendeu mais de 700 mil cópias alavancando a banda, que participou do Festival de Montreux em 1987.

A mistura de sons que vai do pop aos experimentos eletrônicos, sem perder a essência característica do rock, fez com que Os Paralamas do Sucesso conquistassem seu espaço e se tornassem referência no meio musical. As turnês pela América Latina e Estados Unidos, fizeram com que a banda fosse o primeiro nome do rock brasileiro a ser reconhecido internacionalmente.

O largo repertório e o set list mais do que afinado para os shows traduziam as dores do amor e cantavam o Brasil em suas composições. Em 2001, a banda passou por uma transformação, quando Herbert Vianna sofreu um acidente, deixando-o fora dos palcos por um período. O silêncio sobre a continuidade da banda não durou. Afinal, aonde quer que Herbert vá, seus fiéis escudeiros estão junto. Eles sabem como cuidar bem do seu amor e o ajudaram a resgatar a memória pela música. O “vendaval” deu lugar a projetos especiais e o grupo lançou o álbum ‘Longo Caminho’ (2002), que vendeu 300 mil cópias. Em seguida veio o intenso trabalho “Uns Dias”. Como eles próprios dizem em sua biografia, o álbum intitulado ‘Hoje’ “comprovou que a capacidade criativa dos três permanecia intacta e pulsante”.  Os 25 anos de carreira foram celebrados entre amigos, junto aos Titãs. E nos 30 anos, a comemoração veio a altura de tanto talento, com uma turnê do álbum ‘Multishow Ao Vivo – 30 anos’, com direito a documentário, DVD e programa de TV.  Hoje, a banda, com 35 anos de carreira, segue gravando álbuns e se apresentando pelo mundo inteiro como se estivessem em início de carreira, com a mesma alegria e vitalidade.

Rock in Rio anuncia primeiras atrações

Organização traz dia dedicado ao metal: IRON MAIDEN, Scorpions, Megadeth e Sepultura em uma noite emblemática

Espaço Favela, nova área do Rock in Rio, também divulga seu primeiro headliner, a banda Canto Cego, da Favela da Maré.

Evento reforça datas oficiais: 27, 28 e 29 de setembro, 3, 4, 5 e 6 de outubro de 2019, na Cidade do Rock, na Barra da Tijuca.

O Rock in Rio vai oferecer não só uma noite para recordar, mas também histórica. Depois de uma edição sem os tradicionais metaleiros na Cidade do Rock, em 2017, a organização do Rock in Rio traz um presente especial aos fãs e anuncia, para 2019, um dia inteiro dedicado a esse gênero musical. Será um revival da primeira edição do evento, em 1985, quando as noites com essas bandas de heavy metal levaram até 300 mil pessoas ao evento. Trinta e três anos depois, com o IRON MAIDEN como headliner, os alemães do Scorpions, os americanos do Megadeth e os brasileiros do Sepultura, o Rock in Rio promete mais uma noite memorável, no dia 4 de outubro. Além do Palco Mundo, o Rock in Rio anuncia seu primeiro nome do Espaço Favela, uma nova área do festival, a banda Canto Cego, formada na Favela da Maré. Estes anúncios marcam o início da contagem regressiva de um ano para o Rock in Rio 2019, que acontecerá nos dias 27, 28 e 29 de setembro e 3, 4, 5 e 6 de outubro de 2019, na Cidade do Rock, na Barra da Tijuca (Parque Olímpico — Av. Salvador Allende, s/n).

Para Roberto Medina, presidente do Rock in Rio, anunciar toda a programação para o Palco Mundo na noite de metal é uma maneira de homenagear essa comunidade de metal, que em 2017, não foi representada. “Para a edição de 2019, começamos nosso booking com o foco neste público, porque eles fazem parte da alma do Rock in Rio quando invadem a Cidade do Rock de preto. Anunciar todas as atrações como este anúncio é como dar um presente para eles”, afirma Medina lembrando que “a reunião destes ícones da música em uma única noite será outro momento histórico que o Rock in Rio proporcionará para quem vai nos visitar. É como assistir a um filme e relembrar uma história que começou com eles há 33 anos”, comenta.

O IRON MAIDEN foi uma das primeiras atrações já anunciadas ao Rock in Rio, tocando na noite de abertura da lendária edição de 1985, em 11 de janeiro. Outras performances inesquecíveis na Cidade do Rock se seguiram quando foram headliner nas edições de 2001 e 2013, quando os 90 mil ingressos foram vendidos em poucas horas. Em outubro de 2019, os britânicos tocam no festival pela quarta vez e vão apresentar o show da sua última turnê Legacy Of The Beast, que está sendo saudada pelos fãs e pela mídia como o show mais extravagante e visualmente impressionante da carreira da banda com um repertório de sucessos de décadas e favoritos dos fãs, incluindo algumas músicas não tocadas ao vivo por muitos anos.

IRON MAIDEN é uma instituição. Ao longo de 43 anos, eles passaram a incorporar um espírito de independência criativa destemida e dedicação feroz aos seus fãs, o que lhes rendeu seguidores que abrangem todas as culturas, gerações e fusos horários. Com mais de 2.000 performances ao vivo, dezenas de milhões de fãs e 16 álbuns de estúdio, IRON MAIDEN é uma das bandas de rock mais influentes e reverenciadas de todos os tempos.

Outra atração neste dia para relembrar e que coincidentemente marcou a história do maior festival de música e entretenimento do mundo, a banda Scorpions também estave lá em 1985, nos dias 15 e 19 de janeiro, e agora eles estão de volta para sua segunda apresentação no Rock in Rio como “special guests”. Dos cinco integrantes, o vocalista Klaus Meine e os guitarristas Rudolf Schenker e Matthias Jabs irão reviver a emoção de um grande público cantando seus maiores sucessos como “Wind of Change”, “Rock You Like a Hurricane” e “The Zoo”. Desde 1965, a banda de hard rock já gravou 19 álbuns de estúdio e vendeu cerca de 160 milhões de cópias em mais de 50 anos e eles ainda têm uma agenda muito ocupada. Em seu currículo, eles têm diversos prêmios, entre eles na categoria Lendas do Rock, no World Music Awards.

Já o Megadeth se apresentou no Rock in Rio II, em 1991, e nesta oitava edição no Brasil, os americanos trazem um carioca entre seus integrantes: o guitarrista Kiko Loureiro, ex-Angra, que ingressou na banda de thrash metal em 2015. O convite veio do vocalista Dave Mustaine, que fundou o Megadeth em 1983. Para esta edição, o Megadeth fará a   Dystopia World Tour, que já passou por vários países. Em seus 34 anos de atividade, o Megadeth foi indicado para 12 Grammys e ganhou em 2017 com a música “Dystopia” na categoria Best Metal Performance. Eles prometem trazer vários sucessos para a Cidade do Rock como o clássico “Symphony of Destruction”.

Abrindo a noite do Palco Mundo, a banda que colocou o Brasil no mapa mundial de Heavy Metal e com extensa carreira internacional, o Sepultura volta ao Palco Mundo reforçando sua longa parceria com os palcos do evento. Presentes em diversas edições do festival, começando pelo Brasil em 1991, assim como nas edições em Lisboa e Las Vegas, o Sepultura, mais uma vez, celebra a noite do metal com os amantes do gênero. Seu mais recente álbum, Machine Messiah, foi lançado em 2017 e alcançou suas melhores posições na Suíça, Alemanha, Áustria, Bélgica e Portugal, sua carreira traduz a excelência de seu trabalho, que começou em 1984, em Belo Horizonte, Minas Gerais. A banda já ultrapassou os 20 milhões de álbuns vendidos.

Espaço Favela já tem sua primeira atração – Banda Canto Cego fecha a noite nesta nova área do evento

Além de todas as atrações de metal do Palco Mundo, a organização do Rock in Rio apresenta o primeiro headliner do Espaço Favela: a banda Canto Cego, que iniciou seu processo criativo há oito anos na favela da Maré e já ganhou palcos do Brasil e de outros países, como a Suíça, quando se apresentou no Montreux Jazz Festival, realizando ainda uma turnê pelo país.

A inspiração do nome Canto Cego, que nasceu em 2010, veio de dentro da Maré, onde o grupo formado por Roberta Dittz, Rodrigo Solidade, Magrão Kovok e Ruth Rosa ensaiou sem parar por mais de dois anos até ganhar corpo para encarar os desafios sombrios que a música propõe. A partir de um misto de poesia e batidas pesadas do rock, eles tinham o objetivo de gerar uma reflexão em quem os ouvisse abordando a dicotomia dos mundos. Sem saber como começar, se inscreviam em festivais, os quais os ajudaram a desbravar o mercado conquistando prêmios, como 1º lugar do Festival de Nova Música Brasileira (2012), e a tocar efetivamente com bandas renomadas como Detonautas, Biquini Cavadão, Ira, Fresno e Ultraje a Rigor em palcos do Rio de Janeiro e de outras cidades do país, como São Paulo, Salvador, Recife, Fortaleza, João Pessoa… Desde então, não parou mais. Agora, chega ao Espaço Favela, do Rock in Rio, ganha holofote e voz para encarar uma plateia de milhares de pessoas. E se estar no festival de Montreux os deixou com o coração fervendo, como eles mesmos relatam, a expectativa para o Rock in Rio será mais um divisor de águas em suas vidas.

“Estamos fazendo uma curadoria de peso nas favelas, buscando conteúdos genuínos de muita qualidade e evidenciando o potencial incrível das comunidades. Queremos mostrar para as bandas que se apresentarão que acima de tudo, elas podem e devem estar ali. São poderosas e só precisam do holofote direcionado corretamente. Porque a voz, eles já têm. As bandas que apresentaremos estão prontas para mostrar seus trabalhos e nós estamos prontos para recebê-las. O Espaço Favela não é um lugar de assistencialismo”, garante Zé Ricardo, diretor artístico do Espaço Favela e do Palco Sunset.

Com cenografia lúdica e bem colorida, o Espaço Favela vai levar para a Cidade do Rock toda a cultura artística e capacidade empreendedora das comunidades do Rio de Janeiro. Uma curadoria de bons talentos que vem destes locais, mas que muitas vezes não tem tanta representatividade, vai dar voz a esta parte da população. Curador artístico do palco, Zé Ricardo, fez uma busca dentro das favelas do Rio de Janeiro para trazer ao festival toda a diversidade e potências culturais que existem por lá. O público terá a oportunidade de conferir apresentações de orquestra, artistas dos mais variados ritmos deste MPB até Funk, além de declamações de poesia e dança.

“A música tem poder de transformação e é isso que será reforçado no espaço. Dentro das comunidades existe arte e uma grande economia criativa. É preciso dar voz ao artístico e abrir este diálogo com a população como um todo”, conta Zé Ricardo.

O Espaço Favela contará ainda com bares, escolhidos por meio de uma parceria com o Sebrae, em uma cenografia deslumbrante que, em dimensões, pode ser considerada maior que o Palco Mundo.

Em breve novos nomes serão anunciados nos canais oficiais do evento, mas pelo ponto de partida, o público pode esperar mais uma edição inesquecível em 2019.  Em breve serão também anunciadas as informações sobre a venda antecipada do Rock in Rio Card, que será realizada em novembro ainda desse ano.

Sobre o Rock in Rio

O Rock in Rio é o maior evento de música e entretenimento do mundo. Criado em 1985 e com 33 anos de vida, é parte relevante da história da música mundial. O evento já soma 19 edições, 112 dias e 2.038 atrações musicais. Ao longo destes anos, mais de 9,5 milhões de pessoas passaram pelas Cidades do Rock. Nas redes sociais, os números da edição de 2017 são bem impactantes. São 143 milhões de pessoas alcançadas por conversas espontâneas sobre o Rock in Rio e 41,9 milhões de visualizações de vídeos nas redes do festival somente durante os dias de evento.

Nascido no Rio de Janeiro, o Rock in Rio conquistou não só o Brasil como, também, Portugal, Espanha e Estados Unidos, sempre com a ambição de levar todos os estilos de música aos mais variados públicos.

Muito mais que um evento de música, o Rock in Rio pauta-se também por ser um evento responsável e sustentável.  Em 2001, por meio do projeto social “Por um mundo melhor”, assumiu o compromisso de conscientizar as pessoas para o fato de que pequenas atitudes no dia a dia são o caminho para fazer do mundo um lugar melhor para todos. Em 2013, o Rock in Rio recebeu a certificação da norma ISO 20121 – Eventos Sustentáveis, um reconhecimento do poder realizador da marca que desenvolve diversas ações com vista à construção de um mundo melhor, como a criação de 212,5 mil empregos diretos e indiretos no total das 19 edições, e mais de R$ 100 milhões investidos em causas socioambientais e a construção de um legado positivo para as cidades onde o evento é realizado. Em 2016, foi anunciado o projeto socioambiental do Rock in Rio Amazonia Live, que estará presente nas edições do festival até 2019 em todos os países onde o evento é realizado. Com o projeto, já foram angariadas mais de 73 milhões de árvores por meio de doações.

Mais informações:
http://rockinrio.com/

Rock in Rio 2019: Público já pode se programar o maior evento de música e entretenimento do mundo

Venda de Rock in Rio Card acontece no mês de novembro

Rio de Janeiro, 25 de setembro de 2018 — A organização do Rock in Rio anuncia as datas da edição de 2019 do evento no Brasil. A Cidade do Rock abre suas portas nos dias 27, 28 e 29 de setembro e 03, 04, 05 e 06 de outubro. Outra novidade para quem quer garantir presença no maior evento de música e entretenimento do mundo, é que a venda de Rock in Rio Card acontece no dia 12 de novembro de 2018, às 19h. Assim como nas edições anteriores, o público que adquirir este bilhete garante a presença antecipada no Rock in Rio antes mesmo do anúncio das bandas e atrações. A venda será realizada pelo site Ingresso.com.

O Rock in Rio 2019 acontecerá pela segunda edição consecutiva no Parque Olímpico, garantindo que o legado do Jogos seja mais uma vez palco de um grande evento internacional. Em 2019, os visitantes encontrarão uma Cidade do Rock ainda maior, com mais espaço de área útil e novas áreas, como o Espaço Favela, anunciado em abril deste ano.

Sobre o Rock in Rio

O Rock in Rio é o maior evento de música e entretenimento do mundo. Criado em 1985 e com 33 anos de vida, é parte relevante da história da música mundial. O evento já soma 19 edições, 112 dias e 2,038 atrações musicais. Ao longo destes anos, mais de 9,5 milhões de pessoas passaram pelas Cidades do Rock. Nas redes sociais, os números da edição de 2017 são bem impactantes. São 143 milhões de pessoas alcançadas por conversas espontâneas sobre o Rock in Rio e 41,9 milhões de visualizações de vídeos nas redes do festival somente durante os dias de evento.

Nascido no Rio de Janeiro, o Rock in Rio conquistou não só o Brasil como, também, Portugal, Espanha e Estados Unidos, sempre com a ambição de levar todos os estilos de música aos mais variados públicos.

Muito mais que um evento de música, o Rock in Rio pauta-se também por ser um evento responsável e sustentável.  Em 2001, por meio do projeto social “Por um mundo melhor”, assumiu o compromisso de conscientizar as pessoas para o fato de que pequenas atitudes no dia a dia são o caminho para fazer do mundo um lugar melhor para todos. Em 2013, o Rock in Rio recebeu a certificação da norma ISO 20121 – Eventos Sustentáveis, um reconhecimento do poder realizador da marca que desenvolve diversas ações com vista à construção de um mundo melhor, como a criação de 212,5 mil empregos diretos e indiretos no total das 19 edições, e mais de R$ 100 milhões investidos em causas socioambientais e a construção de um legado positivo para as cidades onde o evento é realizado.

Moonspell traz nova turnê mundial ao Brasil em abril

Dramaturgia conceitual criada para “1755” retrata o grande terremoto que devastou Lisboa – foto: Paulo Mendes

O Moonspell, um dos grupos mais cultuados no atual cenário do heavy metal mundial, está de volta após impressionante e arrebatadora performance no Rock in Rio 2015.

Com o prestigio de sempre estar realizando longas turnês e participar dos principais festivais da Europa, Fernando Ribeiro (vocalista), Ricardo Amorim (guitarra), Pedro Paixão (guitarra), Aires Pereira (baixo) e Mike Gaspar (bateria) vem ao Brasil promover o magnifico novo álbum intitulado “1755”, lançado no último dia 3 de novembro via Napalm Records.

Vivendo uma de suas melhores fases na carreira, os portugueses comentaram o retorno à América Latina. “Finalmente estamos indo para a América Latina e contamos com quatro datas só no Brasil. Sentimos que há uma grande vontade do povo irmão em ver este disco, o que, depois de duros anos a tocar no Brasil para quem nos quisesse acompanhar, poucos ou muitos, nos deixam muito orgulhosos! Uma noite longa para uma vida curta…”.

Os ingressos para a apresentação em São Paulo já estão à venda pelo site do Clube do Ingresso (http://www.clubedoingresso.com/moonspell-sp) e pontos autorizados na capital paulista, Barueri, Carapicuíba, Jandira, Osasco, Santo André, São Caetano do Sul, São José do Rio Preto, Curitiba e Rio de Janeiro (http://www.clubedoingresso.com/ondecomprar). Mais informações no serviço abaixo.

O novo show celebra 26 anos de sucesso e o explosivo novo álbum “1755”, uma intensa dramaturgia conceitual, inteiramente cantada em português e criada para retratar o terremoto que devastou Lisboa, que aliado a incêndios e tsunami, praticamente destruiu a capital portuguesa e seus arredores.

O álbum, produzido por Tue Madsen (Meshuggah, The Haunted, Dark Tranquility, Dir En Grey, Die Apokalyptischen Reiter) também apresenta Paulo Bragança, fazendo os vocais sobrenaturais como um anjo caído saindo de um Fado, algo muito frequente na cultura portuguesa. Seus vocais fascinantes são apresentados em “In Tremor Dei” (“Fear Of God”). O repertório também inclui uma versão dark para a clássica “Lanterna dos Afogados” do Paralamas do Sucesso.

“1755” traz 10 faixas potentes, que de longe lembrarão trabalhos anteriores como o debut “Under The Moonspell” ou o mais recente “Alpha Noir”, mas que apresentam, sobretudo, um Moonspell como nunca se ouviu antes, com o fogo de seu idioma nativo e 900 anos de história para revelar.

“1755” é um disco de raiz Metal, com riffs vibrantes, orquestrações épicas e vozes e letras que testemunham a agonia daquele dia. A banda preocupou-se também em recriar a época, existindo uma fusão com elementos percussivos e melódicos que remete para os fins do século e para a atmosfera que se vivia na capital portuguesa na altura.

Links relacionados:
https://www.facebook.com/moonspellband
https://www.facebook.com/overloadbrasil
https://www.facebook.com/UltimateMusicPR

SERVIÇO SÃO PAULO
Overload orgulhosamente reapresenta Moonspell

Data: quinta-feira, 26 de abril de 2018
Local: Carioca Club – ww.cariocaclub.com.br
End: Rua Cardeal Arcoverde, 2899 – próximo ao Metrô Faria Lima
Abertura da casa: 19h30 | Showtime: 21h
Imprensa: press@theultimatemusic.com
Evento Fb: https://www.facebook.com/events/1795733587394513
Infoline: (11) 3813-8598
Classificação etária: 16 anos. 14 e 15 anos: entrada permitida com responsável legal, mediante apresentação de documento
Estacionamento: locais próximos sem convênio
Estrutura: ar-condicionado, acesso para deficientes, área para fumantes e enfermaria

SETORES/VALORES
– Pista: R$ 120,00 (meia-entrada/promocional*)
– Camarote: R$ 180,00 (meia-entrada/promocional*)
*O ingresso promocional antecipado é válido mediante a entrega de 1 kg de alimento não-perecível na entrada do evento.

COMPRA PELA INTERNET – http://www.clubedoingresso.com/moonspell-sp
Formas de Pagamento: dinheiro, cartões de crédito e débito Visa, MasterCard, American Express e Diners Club
PONTO DE VENDA OFICIAL: bilheteria Carioca Club e Galeria do Rock (loja 255)
PONTOS AUTORIZADOS em São Paulo, Barueri, Jandira, Osasco, Santo André, São Caetano, São José do Rio Preto, Curitiba e Rio de Janeiro. Consulte o ponto de venda mais próximo da sua região em http://www.clubedoingresso.com/ondecomprar.

**** Para a compra de ingressos para estudantes, aposentados e professores estaduais, os mesmos devem comparecer pessoalmente portando documento na bilheteria respectiva ao show ou nos pontos de venda. Esclarecemos que a venda de meia-entrada é direta, pessoal e intransferível e está condicionada ao comparecimento do titular da carteira estudantil no ato da compra e no dia do espetáculo, munido de documento que comprove condição prevista em lei;
***** A produção do evento NÃO se responsabiliza por ingressos comprados fora do site e pontos de venda oficiais;
****** É expressamente proibida a entrada com câmeras fotográficas e filmadoras profissionais ou semi-profissionais.

Rock in Rio completa 33 anos e se prepara para mais duas edições

O dia 11 de janeiro é também considerado por muitos o dia do Rock, já que foi nesta data, em 1985, que surgiu o maior festival de música e entretenimento do mundo, o Rock in Rio. De lá para cá, novas casas — Lisboa, Madri e Las Vegas —  e grandes números fazem parte do cenário deste gigante do entretenimento: 18 edições, 108 dias e 1748 atrações musicais. Ao longo destes anos, mais de 9,2 milhões de pessoas passaram pelas Cidades do Rock. Para 2018, a organização do Rock in Rio já está a todo vapor na produção de mais uma edição. Em junho deste ano, o festival chega mais uma vez a Lisboa, nos dias 23, 24, 29 e 30 de junho de 2018. Entre os nomes já anunciados estão: Bruno Mars, The Killers, Demi Lovato e Muse. E, além de todos estes, Anitta já está confirmada para edição portuguesa. O grande destaque deste anúncio ficou por conta da dobradinha Lisboa x Brasil, pois a artista foi o primeiro nome apresentado para a edição de 2019 no Rio de Janeiro, onde ela subirá ao Palco Mundo para abertura de um dos dias de evento.

2017 ficou para a história

Em 2017, o Rock in Rio, maior festival de música e entretenimento do mundo, mudou de casa e surpreendeu: ganhou a maior Cidade do Rock já vista, inteiramente repaginada no Parque Olímpico em um espaço de 300 mil m2, apresentou áreas inéditas, acertou em seus sete dias de atrações e, mais uma vez, encantou o público que por lá passou, dando nota 8,9 para edição 2017. Com isso, também cresceu a admiração dos visitantes, que agora já se prepararam para a edição de Lisboa (Portugal), marcada para junho de 2018, e para a já confirmada edição de 2019, no Rio.

As redes sociais estão a pleno favor e, a poucos meses de sua próxima parada, o Rock in Rio anunciou recentemente seu alcance digital global. Segundo relatório produzido pela agência Artplan, o festival, que conquistou o primeiro lugar no Twitter como o assunto mais comentado de 2017, impactou igualmente em conversas espontâneas nas redes um total de 143 milhões de pessoas, ou seja, quase dois mil Maracanãs lotados. Além disso, a Cidade do Rock foi o local onde as pessoas mais postaram no Instagram em 2017. Durante o período do evento, os canais oficiais registraram recorde de audiência, com 56 milhões de interações. Os vídeos tiveram 42 milhões de views e a página no Facebook ultrapassou a marca de quatro milhões de fãs.

Para a vice-presidente do festival, Roberta Medina, toda essa repercussão, inclusive internacional, dentro e fora das redes, e mesmo após o encerramento do evento, não é à toa. “Em sua nova casa, o Rock in Rio reforçou toda a sua crença na cidade do Rio de Janeiro. Com o Rock in Rio, vive-se uma experiência capaz de transformar vidas. Trazemos alegria a pessoas de todas as idades e culturas, estejam elas onde estiverem. Nossa engrenagem não para e já estamos a todo vapor preparando a mais duas edições. Os portugueses nos aguardam este ano com muitas novidades e para 2019 já estamos preparando um festival recheado de conteúdo”, destacou Roberta Medina, vice-presidente do Rock in Rio, resgatando também os estudos realizados pela FGV, que indicaram que o impacto econômico do Rock in Rio para a cidade do Rio foi de 1,4 bilhão de reais, com a estimativa de ter atraído mais de 400 mil turistas, além dos 20 mil empregos gerados.

Uma perna para Lisboa – Rock in Rio oferece experiências inesquecíveis em Portugal

O público que quiser garantir, desde já, o seu lugar na edição portuguesa do festival, pode adquirir um dos cinco pacotes de viagens (Cultural, Taste, Wine, Surf, Academy). Em parceria com a Trip4U, os fãs podem aproveitar dois dias no Rock in Rio-Lisboa, além de ter uma experiência inesquecível no país. Os pacotes incluem seis noites de hospedagem com café da manhã, translados e um presente exclusivo Rock in Rio.

O Cultural Experience explora a história portuguesa com visitas a igrejas, castelos, museus, antigas vielas e vistas panorâmicas, envolvendo o público em uma atmosfera medieval e histórica. O Taste Experience inclui um passeio pelas belas lojas de comida e vinho com mais de 100 anos de tradição, além de uma degustação gastronômica dos tradicionais pastéis de nata e produtos locais acompanhados com o famoso vinho do Porto. O Wine Experiencie leva o público a uma degustação em vinícolas da região de Azeitão, ao sul de Lisboa, com vista para a cadeia de montanha do Parque Natural de Arrábia. Para quem quiser explorar o lado esportivo, o Surf Experience inclui um dia de surf com instrutor em um dos mais belos lugares do litoral português, a Costa de Caparica. Já o Academy Experience oferece um curso voltado para os executivos de todas as áreas, mostrando o Rock in Rio de portas abertas para o negócio por trás dos palcos. O curso traz palestras com quem faz o Rock in Rio.

Para mais informações sobre os pacotes: http://trip4u.com.br/rock-in-rio-lisboa/

Outras opções de ingressos para a edição Rock in Rio Lisboa 2018 também estão disponíveis pelo Eventim: www.eventim.com.br/rirLisboa

A história

O ano era 1985. A data precisa, de 11 a 20 de janeiro. O Brasil passava por grandes transformações após um longo período sob ditadura militar e seguia rumo à democracia. Foi em meio a mudanças e neste cenário que nasceu o Rock in Rio. E lá se vão 30 anos. Em um terreno pantanoso de 250 mil metros quadrados, na Barra, no Rio de Janeiro, durante dez dias, 1.380.000 pessoas assistiram o que viria a ser hoje o maior festival de música e entretenimento do mundo — mas, na época, ninguém ainda sabia disso. Era a primeira vez que um país da América do Sul sediava um evento musical desta proporção.

Tudo era novo e agregava uma dimensão inimaginável. A estrutura de som e luz contou com um sistema extremamente moderno para a época. Um dos símbolos do Rock in Rio, aliás, é que foi ali, em 1985, que uma plateia foi iluminada pela primeira vez, no mundo, na história dos shows. Uma homenagem ao público, considerado parte importante da grande festa naquela época e até os dias de hoje.

Era um período em que a contratação de artistas internacionais era extremante delicada. Mas, ainda assim, a primeira edição do Rock in Rio contou com nomes consagrados em sua programação. Nomes que, para aquela época, não estariam em palcos do Brasil: Queen, AC/DC, James Taylor, George Benson, Rod Stewart, Yes, Ozzy Osbourne e Iron Maiden foram alguns dos grandes artistas que subiram ao palco deste festival. Isso sem falar nas principais estrelas da música nacional da época, como Gilberto Gil, Ney Matogrosso, Rita Lee, Elba Ramalho, além de uma nova geração do rock nacional, que incluía Paralamas do Sucesso, Blitz, Kid Abelha e Barão Vermelho e que ganhou destaque a partir de suas apresentações no Rock in Rio. Este era o tom do Rock in Rio e que permanece até hoje, em todos os países onde o festival é realizado: um evento para toda a família e que reúne todos os estilos.

Momentos históricos de 1985

Momentos emblemáticos marcam a história do Rock in Rio – cenas que ficam marcadas na história da organização do festival, do público e dos próprios artistas. Em 1985, Freddie Mercury, do Queen, ficou tão impressionado com o coro do público durante a canção “Love of my life” que decidiu reger a plateia. A própria banda citou aquela experiência como um dos mais belos momentos da história do grupo.

Ainda em 85, a banda australiana AC/DC deixou bem claro que só tocaria no Brasil se pudesse trazer um gigantesco sino de 1,5 tonelada, usado na música Hell’s Bells. A produção do Rock in Rio aceitou o desafio e trouxe o sino de navio. Mas aconteceu o que ninguém esperava: o palco não suportava o peso do sino. No fim, o AC/DC subiu no palco com uma réplica de gesso, confeccionada pela produção do festival. Na mesma edição, Ozzy Osbourne levou a torcida do Flamengo à loucura ao subir ao palco com uma camisa do Zico.

O Iron Maiden fez seu primeiro show na América Latina no Rock in Rio, em 1985. A banda subiu ao palco às 23h58 (uma referência à canção Two minutes to midnight) e fez um dos shows mais históricos da banda e do festival, com a presença do Eddie, o monstro de estimação do grupo.

Recém-encerrado o regime militar, no dia do show do Barão Vermelho havia sido eleito no Brasil o primeiro Presidente civil depois da ditadura, Tancredo Neves. A banda de Cazuza foi ovacionada. Nesta data, a música “Pro Dia Nascer Feliz”, caiu como uma luva e trouxe mais um momento histórico para o festival.

Cronologia

  • 1985

1ª edição do Rock in Rio no Brasil

Local: Barra

Total de dias: 10 (11 a 21 de janeiro)

Público: 1.380.000

Área do evento: 250 mil m2

  • 1991

2ª edição do Rock in Rio no Brasil

Local: Maracanã

Total de dias: 9 (18 a 20 e 22 a 27 de janeiro)

Público: 700 mil

  • 2001

3ª edição do Rock in Rio no Brasil

Barra – Cidade do Rock

Total de dias: 7 (12 a 14 e 18 a 21 de janeiro)

Público: 1.235.000

Área do evento: 200 mil m2

  • 2004

1ª edição do Rock in Rio Lisboa

Local: Parque da Bela Vista, em Portugal

Total de dias: 6 (28 a 30 de maio e 4 a 6 de junho)

Público: 386 mil

Área do evento: 200 mil m2

  • 2006

2ª edição do Rock in Rio Lisboa

Local: Parque da Bela Vista, em Portugal

Total de dias: 5 (26 e 27 de maio e 2 a 4 de junho)

Público: 350 mil

Área do evento: 200 mil m2

  • 2008

3ª edição do Rock in Rio Lisboa

Local: Parque da Bela Vista, em Portugal

Total de dias: 5 (30 e 31 de maio, 1, 5 e 6 de junho)

Público: 354 mil

Área do evento: 200 mil m2

  • 2008

1ª edição do Rock in Rio Madri

Local: Arganda Del Rey, na Espanha

Total de dias: 5 (27 e 28 de junho e 4 a 6 de julho)

Público: 291 mil

Área do evento: 200 mil m2

  • 2010

4ª edição do Rock in Rio Lisboa

Local: Parque da Bela Vista, em Portugal

Total de dias: 5 (21, 22, 27, 29 e 30 de maio)

Público: 329 mil

Área do evento: 200 mil m2

  • 2010

2ª edição do Rock in Rio Madri

Local: Arganda Del Rey, na Espanha

Total de dias: 5 (4, 5, 6, 11 e 14 de junho)

Público: 250 mil

Área do evento: 200 mil m2

  • 2011

4ª edição do Rock in Rio no Brasil

Local: Barra – Cidade do Rock

Total de dias: 7 (23, 24, 25, 29, 30 de setembro e 1º, 2 de outubro)

Público diário: 700 mil

Área do evento: 150 mil m2

  • 2012

5ª edição do Rock in Rio Lisboa

Local: Parque da Bela Vista, em Portugal

Total de dias: 5 (25 e 26 de maio, 1º, 2 e 3 de junho)

Público: 353 mil

Área do evento: 200 mil m2

  • 2012

3ª edição do Rock in Rio Madri

Local: Arganda Del Rey, na Espanha

Total de dias: 4 (30 de junho, 05, 06 e 07 de julho)

Público: 186 mil

Área do evento: 200 mil m2

  • 2013

5ª edição do Rock in Rio no Brasil

Local: Barra – Cidade do Rock

Total de dias: 7 (13 a 15 de setembro e 19 a 22 de setembro)

Público: 595 mil

Área do evento: 150 mil m2

  • 2014

6ª edição do Rock in Rio Lisboa

Local: Parque da Bela Vista, em Portugal

Total de dias: 5 (25, 29, 30, 31 de maio e 1º de junho)

Público: 345 mil

Área do evento: 200 mil m2

  • 2015

1ª edição do Rock in Rio USA

Local: City of Rock MGM Festival Ground, Las Vegas

Total de dias: 4 (8,9, 15 e 16 de Maio)

Público: 172 mil

Área do evento: 40 acres

  • 2015

6ª edição do Rock in Rio no Brasil

Local: Barra – Cidade do Rock

Total de dias: 7 (18 a 20 de setembro e 24 a 27 de setembro)

Público: 595 mil

Área do evento: 150 mil m2

 2016

7ª edição do Rock in Rio Lisboa

Local: Parque Bela Vista, em Portugal

Total de dias: 4

Público: 255 mil

Área do evento: 200 mil m2

 2017

7ª edição do Rock in Rio no Brasil

Local: Parque Olímpico

Total de dias: 7

Público: 700 mil

Área do evento: 300mil m2

Imagens: www.flickr.com/photos/rockinrio 

Edu Falaschi: por questões legais turnê solo muda de nome para “Rebirth of Shadows Tour”

O vocalista Edu Falaschi informa que a turnê solo ao lado dos músicos Aquiles Priester (Hangar, Tony Macalpine, Noturnall) e Fabio Laguna (Hangar) teve uma mudança de nome por questões legais para “Rebirth of Shadows Tour”. Todos os shows estão mantidos e garantidos pelo músico e contratantes, inclusive o show em São Paulo, no Carioca Club, dia 23 de julho (domingo). Edu Falaschi está de volta cantando os sucessos e recriando a magia dos álbuns “Rebirth”, “Hunters and Prey”, “Temple of Shadows”, “Aurora Consurgens” e “Aqua”.

Ao longo de sua carreira, Falaschi vendeu mais de 1 milhão de discos, gravou 15 álbuns, realizou várias turnês mundiais, especialmente no Japão, Europa, EUA e América do Sul, além de ter tocado nos mais importantes festivais do mundo como Rock in Rio, Wacken, Sweeden Rock, Monsters of Rock, Prog Power, Rock Machina, Gods of Metal, etc.

Em sua primeira turnê solo o artista interpreta músicas dos álbuns “Rebirth”, “Hunters and Prey”, “Temple of Shadows”, “Aurora Consurgens” e “Aqua”. Para a inauguração dessa fase comemorativa Edu Falaschi ainda conta com um time de estrelas. Entre elas estão o baterista Aquiles Priester, o tecladista Fabio Laguna, além de Diogo Mafra e Raphael Dafras da banda Almah e o guitarrista Roberto Barros.

Confira em vídeo o anuncio de Edu Falaschi: https://www.facebook.com/edufalaschi.officialpage/videos/10156266889239745/

Edu Falaschi – “Rebirth of Shadows Tour” – Datas:
08-07-2017 – Belo Horizonte – Music Hall
21-07-2017 – Rio de Janeiro – Teatro Petrobras
23-07-2017 – São Paulo – Carioca Club (serviço abaixo)
27-07-2017 – Porto Alegre – Opinião
28-07-2017 – Limeira – Bar da Montanha

SERVIÇO SÃO PAULO
Edu Falaschi “Rebirth of Shadows Tour”
Data: 23 de julho de 2017 (domingo)
Local: Carioca Club
End: Rua Cardeal Arcoverde, 2899 – próximo ao Metrô Faria Lima
Hora: 18h (portas) | 20h (Edu Falaschi “Rebirth of Shadows Tour”)
Show de Abertura: 19h (Attractha)
Classificação etária: 16 anos (14 e 15 anos: entrada permitida com responsável legal)
Duração: Aproximadamente 120 minutos
Estacionamento: nas imediações (sem convênio)
Estrutura: ar condicionado, acesso para deficientes, área para fumantes e enfermaria

SETORES/VALORES:
PISTA – R$ 60,00 (meia-entrada e promocional*) | R$ 120,00 (inteira)
CAMAROTE: R$ 100,00 (meia-entrada e promocional*) | R$ 200,00 (inteira)
*O ingresso promocional antecipado é válido mediante a entrega de 1 kg de alimento não perecível na entrada do evento.

Ponto de venda (sem taxa de conveniência – pagamento apenas em dinheiro):
Carioca Club: segunda/sábado: 12h à 20h

VENDA ONLINE (com taxa de conveniência): http://www.clubedoingresso.com/edufalaschi-sp
Mais pontos de venda autorizados com taxa de conveniência: http://www.clubedoingresso.com/ondecomprar

Mais informações:
http://www.edufalaschi.com.br/
https://www.facebook.com/edufalaschi.officialpage

Rock in Rio anuncia mais três atrações

Thirty Seconds to Mars, Tears for Fears e Capital Inicial completam o line-up do Palco Mundo

Agora o line-up do Palco Mundo está completo. A organização do Rock in Rio confirmou as três últimas atrações que faltavam ser anunciadas: Tears for Fears, no dia 22, Thirty Seconds to Mars e Capital Inicial, ambos no dia 24 de setembro.

Tears for Fears se apresentam antes de Bon Jovi no dia 22 de setembro. A banda britânica, que possui diversos clássicos, vem com Curt Smith e Ronald Orzabel para uma noite recheada de clássicos que são a trilha sonora da vida de milhões de pessoas. Nas três últimas décadas Roland Orzabal e Curt Smith venderam mais de 30 milhões de cópias no mundo todo. Eles vão trazer todos os seus hits para o Rock in Rio, incluindo as músicas “Everybody Wants To Rule The World”, “Shout” e “Mad World”.

O Thirty Seconds to Mars, formado por Jared Leto (voz e guitarra), Shannon Leto (guitarra, bateria e percussão) e Tomo Milicevic (guitarra, violino e teclado) (baixo e teclado), volta ao festival e apresenta no dia 24 de setembro, mesma noite de Red Hot Chili Peppers e The Offspring. Com quatro álbuns produzidos — o quinto será lançado ainda este ano, pela primeira vez pela Interscope Records — e mais de cinco milhões de cópias vendidas em todo o mundo, a banda californiana traz na bagagem inúmeros prêmios: 12 MTV Awards, um Billboard e um recorde no Guiness Book, com a turnê mais longa da história.

A banda Capital Inicial prepara-se para sua sexta participação no Rock in Rio. Com diversos sucessos ao longo dos mais de 30 anos de carreira, o grupo abre a noite do dia 24 de setembro no Palco Mundo. Veterano no festival, o Capital Inicial tocou nas edições II (1991), III (2001), IV (2011), V (2013), Rock in Rio Lisboa 2014 e volta em 2017 cheio de gás para levantar a galera mais uma vez.

Com 18 discos lançados, o Capital é um dos grupos de rock mais queridos do país. Não para no tempo e renova seu público a cada lançamento. No Facebook, quase 5 milhões de seguidores acompanham os passos da banda.

“Primeiros Erros”, “Natasha” e “Fátima” são alguns dos sucessos que o público sempre gosta de ouvir nas apresentações do Capital. Após a edição de 2011, a banda lançou seu CD ao vivo, com músicas próprias e uma versão para “Should I stay or should I GO”, da banda inglesa The Clash. O trabalho mais recente do Capital Inicial, lançado em 2015, foi seu segundo álbum acústico, desta vez gravado em Nova York , com produção do renomado Liminha. Seu mais novo single, “Me encontra”, já está nas rádios de todo o país

Sobre Tears For Fears
A dupla Roland Orzabal (voz e guitarra) e Curt Smith (voz e baixo) se formou em Bath, Reino Unido, em 1981, e é uma das poucas bandas que se mantém ativas desde então. Nos anos 80, Tears For Fears lançou três álbuns que conectaram Pop, New Wave e Rock. Suas músicas, como Shout, Head Over Heels, Pale Shelter, Sowing the seeds of love e Mad World viraram hinos. Os álbuns do duo venderam dezenas de milhões de cópias e seus hits já foram reinterpretados diversas vezes.

Sobre Thirty Seconds to Mars
Formado em 1998, na Califórnia (USA), o Thirty Seconds to Mars possui mais de 5 milhões de discos vendidos em todo o mundo ao longo da carreira. A banda, que já lançou quatro álbuns, é formada pelos irmãos Jared Leto (vocal, guitarra e guitarra acústica), Shannon Leto (bateria, guitarra acústica e percussão) e por Tomo Milicevic (guitarra, violino, teclado e guitarra acústica).

O Thirty Seconds to Mars já esteve em turnê no Brasil em 2007, 2011 e em 2013, ano em que participou do Rock in Rio. Suas influências musicais vêm de Pink Floyd, Kiss e Alice Cooper.

Sobre Capital Inicial
Banda que surgiu em Brasília nos anos 80, mesma época de Legião Urbana e Os Paralamas do Sucesso. Em 2007, ganhou na categoria de Melhor Grupo no Prêmio Multishow de Música Brasileira. A banda acumula oito discos de platina, oito discos de ouro e um de platina duplo, somando mais de 3,5 milhões de discos vendidos.

Sobre o Rock in Rio
O Rock in Rio é o maior evento de música e entretenimento do mundo. Criado em 1985 e com 32 anos de vida, é parte relevante da história da música mundial. O evento já soma 17 edições, 101 dias e 1.604 atrações musicais. Ao longo destes anos, mais de 8,5 milhões de pessoas passaram pelas Cidades do Rock.

Nascido no Rio de Janeiro, o Rock in Rio conquistou não só o Brasil como, também, Portugal, Espanha e, em maio de 2015, chegou aos Estados Unidos da América, sempre com a ambição de levar todos os estilos de música aos mais variados públicos.

Muito mais que um evento de música, o Rock in Rio pauta-se também por ser um evento responsável e sustentável. Em 2001, através do projeto social “Por um mundo melhor”, assumiu o compromisso de consciencializar as pessoas para o fato de que pequenas atitudes no dia-a-dia são o caminho para fazer do mundo um lugar melhor para todos. Em 2013, o Rock in Rio recebeu a certificação da norma ISO 20121 – Eventos Sustentáveis, um reconhecimento do poder realizador da marca que desenvolve diversas ações com vista à construção de um mundo melhor, como a criação de 182.500 empregos diretos e indiretos no total das 17 edições, e mais de R$ 71 milhões investidos em causas socioambientais e a construção de um legado positivo para as cidades onde o evento é realizado.

About 2 Crash faz surpreendente apresentação de estreia no Rock in Rio com set inusitado

Banda é a mais nova revelação do metal brasileiro – foto: divulgação

Após conquistar excelente feedback com quatro impressionantes singles e diversos teasers nas redes sociais, o ABOUT 2 CRASH finalmente fez tão aguardada apresentação de estreia durante no Rock in Rio.

O supergrupo composto pelos renomados Aquiles Priester (bateria – Primal Fear, Tony Macalpine, Vinnie Moore, Hangar, Angra, Paul Di’Anno), Luis Mariutti ( baixo – Shaman, Angra, Firebox, Henceforth e Andre Matos), Theo Vieira (vocal – Hard Rocket), Anderson Carlos (guitarra – Holy Sagga, Hard Rocket), Cristiano Wortmann (guitarra – Hangar, Zerodoze) e Vinicius Neves (DJ/vocal – Stay Heavy) foi uma das atrações do palco Rock Street.

O repertório contou com a execução das autorais “Monster”, “Liar”, “Supertaster”, “Buried Alive” e da até então inédita “Massive Revolution”. Além disso, o set também trouxe uma versão pesadíssima para “Like A Prayer”, clássico da Madonna, além de “Mouth For War”, do Pantera, e “Symphony of Destruction”, do Megadeth.

Confira diversos vídeos deste show em https://www.facebook.com/about2crashband/videos.

Já algumas imagens estão disponiveis em https://www.facebook.com/about2crashband/photos_stream.

No começo, a banda manteve a identidade dos seus integrantes oculta e, mesmo assim, acabou conquistando muitos fãs com divulgação de materiais inéditos. O lineup foi oficialmente revelado somente depois que foram confirmados no maior festival de rock do mundo.

Agora, expectativa do público e da imprensa especializada fica para o lançamento do debut álbum. Até o momento, todas as músicas apresentadas foram mixadas e masterizadas pelo produtor Damien Rainaud (Fear Factory, DragonForce), em Los Angeles (EUA).

O ABOUT 2 CRASH traz uma proposta sonora agressiva e moderna, misturando peso, melodia, groove e samplers, o que resulta em um som único e visceral.

Com pouco mais de um ano de existência, os artistas vem aprimorando seu estilo e suas composições, abrangendo temas atuais e controversos, saindo do lugar comum e procurando trazer algo novo para a música pesada.

Confira o trabalho do ABOUT 2 CRASH:
Monster: https://www.youtube.com/watch?v=ClqvKYYxjnw
Liar: https://www.youtube.com/watch?v=QpMsI3PTh9s
Supertaster: https://www.youtube.com/watch?v=Rtksi0oeJbA
Buried Alive: https://www.youtube.com/watch?v=DS84KqSp9Y8

Links relacionados:
https://www.facebook.com/about2crashband
https://www.youtube.com/about2crashofficial
https://www.facebook.com/UltimateMusicPR

NOTURNALL: sucesso absoluto de público e crítica no Rock in Rio

A banda NOTURNALL foi uma das grandes atrações brasileiras da edição 2015 do Rock in Rio, em show que aconteceu no último dia 19 de setembro, na Cidade do Rock, Rio de Janeiro.

Na ocasião, o NOTURNALL foi a primeira atração do Palco Sunset, com uma super produção, que contou com as participações do vocalista Michael Kiske (Unisonic, ex-Helloween), do guitarrista Mike Orlando (Adrenaline Mob), e da respeitada cantora brasileira Maria Odette.

Em paralelo, o grupo lançou no seu canal no YouTube uma compilação de vídeos, que mostrou os bastidores desta participação histórica, e que mostrou ao mundo a nova força do Metal brasileiro.

Após o lançamento do seu segundo álbum, intitulado “Back to Fuck You Up!”,  a banda NOTURNALL começou o processo de agendamento de novas datas para outros estados do Brasil. Para mais informações sobre como reservar uma data para qualquer cidade do país, basta entrar em contato através do e-mail contato@msmetalagencybrasil.com.

Para mais informações sobre as atividades da banda NOTURNALL e dos demais clientes da empresa, basta entrar em contato com a MS Metal Press através do e-mail contato@msmetalagencybrasil.com.

Links Relacionados:
http://msmetalagencybrasil.com/ptbr/artista-noturnall
http://www.youtube.com/watch?v=h12m_aWd7nQ

Moonspell: Direto do Rock in Rio para Curitiba

Vocalista do grupo lançará livro de poesias na cidade

O grupo português Moonspell, uma das atrações do Rock In Rio em 25 de setembro – junto a nomes como Slipknot e Faith No More – fará única apresentação dia 26 em Curitiba. O show vai rolar no Music Hall (R. Engenheiros Rebouças, 1645), a partir das 19 horas, com abertura do Semblant. O grupo já participou de edições do Rock In Rio Lisboa, e fará sua primeira aparição no evento sediado no Rio de Janeiro.

A banda Moonspell divulga o álbum Extinct, grande sucesso de público e crítica, que chegou a 16º colocação de mais vendidos em seu país de origem. No mesmo dia do show, entre 15 e 17 horas, na Livraria Arte & Letra, o vocalista do Moonspell, Fernando Ribeiro, fará o lançamento de “Purgatorial”. O trabalho é uma compilação de três livros de poemas do cantor, além de conter contos inéditos. O acesso para o evento é gratuito.

SERVIÇO
MOONSPELL em CURITIBA
Abertura: Semblant
Data: 26 de setembro de 2015
Local: Music Hall
Endereço: Rua Engenheiros Rebouças, 1645 – Rebouças
Horário: 19 horas
Ingressos: R$ 100 (2º lote)

Pontos de venda
Let’s Rock: Gal. Pinheiro Lima – Praça Tiradentes – Lojas 3 e 4 – Centro. Fone: (41) 3324-2676
Túnel do Rock: Rua XV de Novembro, 74 – Centro. Fone: (41) 3322-4077
Dr. Rock: Shopping Metropolitan – Loja 04 – Praça Rui Barbosa. Fone: (41) 3324-0669
Monstros do Rock: Emiliano Perneta 30. Galeria Cesar Franco loja 26. Fone (41) 3022-7786

Moonspell – Extinct

Semblant – What Lies Ahead

About 2 Crash: show de estreia no Rock in Rio terá versão pesada de clássico da Madonna

Banda, revelação do metal brasileiro, ao lado do lutador de UFC, Viscardi Andrade, que tem a música “Monster” em sua homenagem – foto: divulgação

A banda About2Crash, formada por renomados músicos da cena brasileira, faz seu tão aguardado show de estreia. A apresentação acontece, nesta quinta-feira (24/09), no festival Rock in Rio.

O Rock in Rio será uma grande festa para nós! Preparamos um setlist porrada na orelha e contamos com a galera para fazer o chão tremer”, disse o vocalista/DJ Vinicius Neves. “Vamos apresentar além das músicas autorias, algumas surpresas, dentre elas, uma versão para um clássico da Madonna. Tenho certeza que muita gente vai bater cabeça”, descontrai o artista.

Apesar deste clima de celebração, o grupo também anuncia uma alteração em seu lineup. O guitarrista Bill Hudson não faz mais parte do About2Crash. “Bill é um grande amigo e sempre será! Quando a ideia do A2C surgiu, ele topou na hora e nos ajudou muito. Porém, as agendas estavam conflitantes. Temos uma série de compromissos nos próximos meses que nos exigem 100% de dedicação. Infelizmente tivemos que chegar a essa difícil decisão”.

Para o show do Rock in Rio, Aquiles Priester (bateria – Primal Fear, Tony Macalpine, Vinnie Moore, Hangar, Angra, Paul Di’Anno), Luis Mariutti ( baixo – Shaman, Angra, Firebox, Henceforth e Andre Matos), Theo Vieira (vocal – Hard Rocket), Anderson Carlos (guitarra – Holy Sagga, Hard Rocket) e Vinicius Neves (DJ/vocal – Stay Heavy) recrutaram Cristiano Wortmann, guitarrista do Hangar que fundou a banda junto com Aquiles Priester em 1997. Ele também é vocalista e guitarrista da Zerodoze, banda que abriu o show do guitarrista Slash em 2012, e tocou ao lado do Motörhead, Judas Priest e Ozzy Osbourne, nos EUA.

O Cristiano é um grande músico! Ele canta, toca guitarra e é compositor. Além disso, é um cara nota 10! Será um prazer tê-lo ao nosso lado nessa estreia”, completou Theo Vieira.

Até o momento, os músicos apresentaram através de lyric vídeos, quatro composições: “Monster”, “Liar”, “Supertaster” e “Buried Alive”. As músicas conquistaram excelente feedback do público e a expectativa para o lançamento do debut álbum tem crescido bastante nos últimos meses. Estas faixas foram mixadas e masterizadas pelo produtor Damien Rainaud (Fear Factory, DragonForce), em Los Angeles (EUA).

O ABOUT 2 CRASH traz uma proposta sonora agressiva e moderna, misturando peso, melodia, groove e samplers, o que resulta em um som único e visceral.

Com pouco mais de um ano de existência, a banda vem aprimorando seu estilo e suas composições, abrangendo temas atuais e controversos, saindo do lugar comum e procurando trazer algo novo para a música pesada.

Confira o trabalho do ABOUT 2 CRASH:
Monster: https://www.youtube.com/watch?v=ClqvKYYxjnw
Liar: https://www.youtube.com/watch?v=QpMsI3PTh9s
Supertaster: https://www.youtube.com/watch?v=Rtksi0oeJbA
Buried Alive: https://www.youtube.com/watch?v=DS84KqSp9Y8

Links relacionados:
https://www.facebook.com/about2crashband
https://www.youtube.com/about2crashofficial
https://www.facebook.com/UltimateMusicPR

Faith No More retorna ao Brasil para shows no Rock in Rio e em São Paulo

Banda toca no Espaço das Américas na capital paulista e é co-headliner do Palco Mundo no Rock in Rio 2015 – foto: Marc Nader

Eles estão de volta! Após longos anos sem visitar o Brasil, o Faith No More retorna ao país com a promessa de fazer um dos shows mais emocionantes de sua gloriosa carreira. Considerado um dos nomes mais importantes da música mundial, o grupo que sempre protagonizou performances extremamente elogiadas, se apresenta esta semana em São Paulo (24/09 – Espaço das Américas) e Rio de Janeiro (25/09 – Rock in Rio 2015) trazendo a turnê promocional do já aclamado novo álbum “Sol Invictus”.

Mantendo o prestigio de estar realizando uma extensa turnê mundial, tocando nas principais e mais importantes casas e grandes festivais da Europa e EUA, Mike Patton (vocal), Bill Gould (baixo), Mike Bordin (bateria), Roddy Bottum (teclado) e Jon Hudson (guitarra) já desembarcaram na América Latina, trazendo set list repleto de clássicos como “Epic”, “Midlife Crisis”, “Easy”, “Ashes to Ashes” e “We Care a Lot”, além das novas “Motherfucker”, “Sunny Side Up”, “Matador”, “Superhero”, “Sol Invictus”, entre outras.

A passagem do Faith No More pela América Latina consiste nas seguintes datas:
15/09 – Parque Viva – Alajuela, Costa Rica
18/09 – Royal Center – Bogotá, Colômbia
20/09 – Luna Park – Buenos Aires, Argentina
21/09 – Luna Park – Buenos Aires, Argentina
24/09 – Espaço das Américas – São Paulo, Brasil
25/09 – Rock in Rio – Rio de Janeiro, Brasil
27/09 – Hangares Suricato – Santiago, Chile

Dezoito longos anos após o lançamento do aclamado “Album of the Year”, o Faith No More recentemente voltou a surpreender o mundo com o lançamento de mais uma obra de arte. Em “Sol Invictus”, o Faith No More expande ainda mais a sua personalidade e atitude explícita. Experientes e sonoramente evoluídos, os californianos ratificam a sua própria natureza arrojada, ambiciosa, espontânea, resgatando a verdadeira essência do inicio de carreira.

Este trabalho vendeu 31.000 cópias nos EUA somente na primeira semana e atingiu a 14ª posição no The Billboard 200 chart; e também figurou na 2º colocação na Australia, atingiu o 4º lugar na Alemanha e 6ª posição no Reino Unido.

“Sol Invictus” chega ao mercado de forma “totalmente independente”. A produção é assinada pelo baixista Bill Gould e as gravações aconteceram no Koolarrow Studio, headquarter da banda em Oakland. Apenas alguns vocais de Mike Patton foram registrados no Vulcan Studios. O lançamento está sob responsabilidade da Reclamation Records, selo da própria banda, e a distribuição é da Ipecac Recordings, comandada por Mike Patton.

No Brasil, “Sol Invictus” é mais um lançamento Voice Music e ganha às prateleiras de todo país em formato especial em digipack.

Dono dos inconfundíveis hits “Epic”, “Easy”, “Ashes to Ashes”, “Falling to Pieces”, “Midlife Crisis”, “Edge of the world”, “I started a joke”, entre outros clássicos, o Faith No More marcou época com o lançamento de discos como “We care a lot” (1985), “Introduce Yourself” (1987), “The Real Thing” (1989), “Angel Dust” (1992), “King for a day… Fool for a lifetime” (1995) e “Album of the Year” (1997).

ABOUT 2 CRASH: “Vamos detonar no Rock in Rio para retornarmos sempre”

Dream team é uma das atrações do maior festival de Rock do Mundo – foto: divulgação

Enquanto para algumas bandas tocar no Rock in Rio é o auge de uma carreira para o ABOUT 2 CRASH, mais novo dream team do metal nacional, é sinônimo de uma responsabilidade ainda maior.

O supergrupo formando por Aquiles Priester (Primal Fear, Angra, Hangar), o ilustre baixista Luis Mariutti (Angra, Shaman, Andre Matos), o exímio guitarrista Bill Hudson (Circle II Circle, Jon Oliva, Zak Stevens), Theo Vieira (vocalista – Hard Rocket), Anderson Carlos (guitarrista – Holy Sagga, Hard Rocket) e Vinicius Neves (DJ/vocal – Stay Heavy) faz apresentação de estreia justamente no maior festival do mundo. O show acontece, no próximo dia 24 de setembro, no Rock Street Brasil.

Em entrevista ao site Brazilian metal, Vinicius Neves declarou que há uma expectativa enorme, mas que a banda está tranquila, ansiosa para este debut e pronta para impressionar o público ao vivo. “Agradecemos a essa grande oportunidade dada pelo Rock in Rio e a Monika Cavalera que nos ajudou nesse processo e que foi a maior defensora em estarmos no cast desse ano. Vamos detonar para voltarmos sempre!”, declarou o músico.

Além disso, o artista comentou como aconteceu esta reunião de grandes nomes da música pesada nacional, o excelente feedback dos quatro singles, a parceria com o lutador de UFC, Viscardi Andrade, os próximos projetos, o lançamento de um EP, entre outras curiosidades.

Confira a entrevista na integra em http://www.brazilianmetal.net/site/noticias/about-2-crash-o-mais-novo-supergrupo-do-metal-nacional/.

Até o momento, o ABOUT 2 CRASH apresentou apenas quatro impressionantes composições: “Monster”, “Liar”, “Supertaster” e “Buried Alive”, que conquistaram excelente feedback do público e a expectativa para o lançamento do debut álbum tem crescido ainda mais. Todas as músicas foram mixadas e masterizadas pelo produtor Damien Rainaud (Fear Factory, DragonForce), em Los Angeles (EUA).

Composto por experientes músicos da cena do metal mundial, o ABOUT 2 CRASH traz uma proposta sonora agressiva e moderna, misturando peso, melodia, groove e samplers, o que resulta em um som único e visceral.

Com pouco mais de um ano de existência, a banda vem aprimorando seu estilo e suas composições, abrangendo temas atuais e controversos, saindo do lugar comum e procurando trazer algo novo para a música pesada.

Confira o trabalho do ABOUT 2 CRASH:
Monster: https://www.youtube.com/watch?v=ClqvKYYxjnw
Liar: https://www.youtube.com/watch?v=QpMsI3PTh9s
Supertaster: https://www.youtube.com/watch?v=Rtksi0oeJbA
Buried Alive: https://www.youtube.com/watch?v=DS84KqSp9Y8

Links relacionados:
https://www.facebook.com/about2crashband
https://www.youtube.com/about2crashofficial
https://www.facebook.com/junglefc
https://www.facebook.com/pages/Viscardi-Andrade/122344437860634
https://www.facebook.com/UltimateMusicPR

Gojira: Atração do Rock in Rio se apresenta neste final de semana em SP

A banda francesa de heavy metal volta ao Brasil em 19 de setembro para se apresentar no Rock in Rio ao lado de grandes nomes do rock mundial.

No dia seguinte o grupo desembarca em São Paulo para uma apresentação única e exclusiva no Carioca Club.

Formado em meados dos anos 1990, o Gojira lançou discos cultuados, como “Terra Incognita”, de 2001, e “The Link”, que chegou às lojas dois anos depois. O vocalista Joe Duplantier chegou a tocar, paralelamente, no Cavalera Conspiracy, como baixista.

Atualmente, a banda despontou em todo o mundo e trabalha na produção de seu próximo disco de estúdio, que deve ser lançado em 2016.

Um segundo lote de ingressos  está disponível para compra online e também em todos os pontos de venda da Ticket Brasil.

A banda convidada para agitar os fãs antes dos franceses é o Furia Inc nome já conhecido da cena paulista.

 https://ticketbrasil.com.br/show/3260-gojira-sp/ingressos/

Confira o serviço completo do evento:

Gojira
Data: Domingo, 20 de Setembro
Local: Carioca Club
Endereço: Rua Cardeal Arcoverde, 2899, Pinheiros – São Paulo/SP
Informações: (11) 3168-9595
Abertura da casa: 18h
Banda de abertura: Furia Inc
Cartões: Visa, Mastercard, Elo, American Express e Dinners
Débito: Visa Electron, Maestro, Rede Shop
Censura: 16 anos

Vendas Online: http://bit.ly/1UZ4PpF
Pontos de vendas: Manifesto Bar e http://bit.ly/1fG4ngi
Manifesto Bar – www.manifestobar.com.br

Project46: Assista ao vivo a apresentação no Rock in Rio

Trilhando um caminho de muito trabalho e luta dentro do underground nacional o Project46 está no topo da lista de melhores bandas do metal brasileiro na atualidade.

Promovendo o disco “Que seja feita a nossa vontade” de 2014 o grupo irá concluir um grande ciclo de crescimento e realizações na apresentação que fará durante o festival Rock in Rio em Setembro de 2015.

O álbum aborda uma temática que relata problemas como corrupção, violência, desigualdades e injustiça social. O clip de Erro+55 foi um dos lançamentos de maior relevância deste trabalho e suas imagens também foram utilizadas na chamada que convida o público para assistir á apresentação da banda no Rock in Rio Brasil.

Confira o vídeo que está rolando na programação do Multishow:

Project46 & John Wayne – Palco Sunset Rock in Rio Brasil
AO VIVO no dia 24.09 a partir das 15h00 no Multishow
#‎COMPARTILHE

Assista o clip de “Erro+55” no canal oficial do Project46 no youtube:

Informações para imprensa: assessoria@hoffmanobrian.com.br

NOTURNALL: contagem regressiva para o Rock in Rio 2015

Começou a contagem regressiva para o show que a banda NOTURNALL realizará, na edição 2015 do Rock in Rio, que acontecerá neste mês de setembro na Cidade do Rock, Rio de Janeiro.

A NOTURNALL será a primeira atração do Palco Sunset, no próximo dia 19 de setembro, trazendo como convidado especial o vocalista Michael Kiske, mundialmente conhecido pela sua carreira no Helloween.

Em paralelo, o baixista Fernando Quesada disponibilizou um vídeo no YouTube, contendo informações sobre o set up que ele usará para o show, além de demonstrar todo o poder de fogo da marca Eagle, que o patrocina. Já o tecladista Juninho Carelli, foi destaque nas páginas da revista Casio Teclados, que é uma publicação exclusiva da marca Casio, a qual o artista faz parte.

Após o lançamento do seu segundo álbum, intitulado “Back to Fuck You Up!”,  a banda NOTURNALL começou o processo de agendamento de novas datas para outros estados do Brasil. Para mais informações sobre como reservar uma data para qualquer cidade do país, basta entrar em contato através do e-mail contato@msmetalagencybrasil.com.

Para mais informações sobre as atividades da banda NOTURNALL e dos demais clientes da empresa, basta entrar em contato com a MS Metal Press através do e-mail contato@msmetalagencybrasil.com.

Links Relacionados:
http://msmetalagencybrasil.com/ptbr/artista-noturnall
http://www.youtube.com/watch?v=XOtzUi96IYU

ENTREVISTA: Rogerio Torres guitarrista da banda JOHN WAYNE

Batemos um papo com Rogerio Torres, guitarrista da banda John Wayne que acaba de lançar seu novo disco intitulado de “Dois Lados – Parte I” pela “Deck”,  no bate papo o guitarrista comenta sobre o processo de composição e gravação do novo álbum e da expectativa da banda para tocar no palco sunset do Rock In Rio.

Confira abaixo na integra:

Primeiramente vamos falar sobre o novo álbum “Dois Lados – Parte I”, como foi o processo de gravação e composição das músicas?
Rogerio Torres: Dessa vez nós quisemos fazer diferente. Sentamos para compor com muita calma e sem nos prendermos a rótulos. Fizemos o som que nós sempre quisemos ouvir. Isso é exatamente o que está nesse disco. Saiu da forma mais natural possível, sem direcionamentos.

– As músicas do novo álbum trazem composições fortes, de onde vieram às influencias para compô-las?
Rogerio Torres: Esse disco é bem conceitual e foi inspirado na obra “A Divina Comédia – Inferno” de Dante Alighieri. O próprio tema já leva para algo mais intenso e marcante. Fomos bem cuidadosos e caprichamos na temática, isso deu um brilho a mais para esse trabalho.

– Recentemente vocês lançaram o vídeo clipe da faixa título do álbum, um lyric video e o álbum para completo para audição no YouTube, qual a opinião de vocês sobre a importância destas ferramentas e das redes sociais para a divulgação do trabalho da banda e dos artistas em geral?
Rogerio Torres: Hoje a internet é o principal meio de comunicação entre o fã e o artista. É de suma importância que o trabalho da banda esteja disponível nas plataformas digitais. Sem o Youtube, nos dias de hoje, seria difícil uma banda pesada conseguir divulgar um vídeo clipe. Nós damos muito valor à internet e sabemos trabalhar com ela.

– O retorno é satisfatório?
Rogerio Torres: Sempre é. Hoje, o fã do John Wayne tem perfil mais antenado. São jovens, adolescentes que são como nós, vivem no celular ou no computador. Sempre conseguimos altos números de visualizações e downloads através desses meios.

– Nós temos acompanhado alguns lançamentos de bandas de metal nacionais e ficamos muito felizes com o resultado e a qualidade sonora destes trabalhos, qual a opinião de vocês sobre a atual situação do metal nacional?
Rogerio Torres: Hoje, as bandas no geral estão mais preocupadas em fazer um trabalho de qualidade, tanto na composição, como na produção. O mercado está cheio de bandas boas e só vai conseguir um destaque maior, aquela que apresentar um diferencial. Eu julgo a qualidade das composições e da produção um desses diferenciais.

– O John Wayne faz metal com musicas cantadas em português quebrando o paradigma de que não é possível fazer um som de qualidade com músicas cantadas em português, isso tem acontecido com outras bandas que tem seguido a mesma linha, vocês acreditam que esteja surgindo um novo movimento do rock/metal brasileiro?
Rogerio Torres: Essa é, sim, a nova safra do metal nacional. Nas décadas de 1980 e 1990 era quase que padrão fazer metal em inglês. Na nossa cena atual não é bem assim. A maioria das bandas faz som em português e nós temos muito orgulho disso. Nós somos brasileiros e se tiver que fazer sucesso lá fora, que seja cantando em português. Não temos nada contra quem faz som em inglês, pelo contrário, respeitamos e curtimos muito também, só não adotamos a mesma estratégia para nós.

– Na próxima sexta-feira, dia 18 de setembro, começa um dos maiores festivais de música no mundo o Rock in Rio onde vocês participarão no palco sunset ao lado do Project46, no dia 24, qual a expectativa de vocês e oque os fãs podem esperar do John Wayne nesta apresentação?
Rogerio Torres: Nós estamos muito ansiosos, porém felizes. Esse vai ser o show mais importante da nossa carreira e nós vamos fazer o nosso melhor naquele palco. Prometemos um show com bastante energia e interação. Faremos uma “jam” com os nossos irmãos do Project46 também. Tocaremos dois sons juntos, mas a surpresa está em quais serão essas músicas (risos). Vai ser bem divertido!

– Qual a importância de um festival desta proporção para o país e se vocês acreditam que ele traz oportunidades para os artistas nacionais nas mesmas proporções?
Rogerio Torres: Isso traz os olhos do mundo inteiro para o nosso país. Ficamos em evidência. Até quem não gosta de rock acaba assistindo, porque esse evento é realmente contagiante. O palco Sunset e o Street são grandes vitrines para bandas nacionais. Em todas as edições sempre tem bandas locais apresentando seus trabalhos, tendo a oportunidade de mostrar seu som. É muito bacana essa porta que o evento abre para nós brasileiros e depois de nós, com certeza nos próximos teremos mais bandas independentes por lá, podem esperar.

– O John Wayne fará o lançamento oficial de “Dois Lados – Parte I” no dia 17 de outubro de 2015 no Carioca Clube, uma das principais casas de show da cidade de São Paulo, vocês podem adiantar de como será esta festa?
Rogerio Torres: Nós fizemos o lançamento do disco “Tempestade” em 2012 nessa mesma casa. Naquele ano, a casa declarou lotação máxima. Foi realmente muito marcante. Dessa vez queremos repetir esse feito e fazer uma festa tão bonita, quanto a anterior. Esse show está repleto de atrações bacanas, bandas sensacionais que vem se destacando na cena independente. Prometemos que será um show inesquecível, com um set list bem diversificado. Estamos preparando algumas surpresas que ainda serão divulgadas.

– Quais são os projetos da banda além de trabalhar na divulgação do novo álbum, pretendem gravar algum DVD, clipes, carreira internacional?
Rogerio Torres: Nós já temos um DVD que está sendo produzido desde 2012. O motivo da demora é que nós pretendemos fazer algo grande com esse material. Vamos captar imagens de backstage do Rock in Rio, do show de lançamento do disco em outubro e fazer um documentário que vai mostrar o caminho de nossa carreira nesses três últimos anos. Vai ser um projeto muito legal de se trabalhar. Até o final desse ano provavelmente ainda vamos lançar mais um clipe e queremos rodar o Brasil com a “Dois Lados Tour”. A ideia é passar por locais onde ainda não tocamos e chegar mais longe.

Agradecemos pela oportunidade e deixamos aqui o espaço livre para vocês enviarem mensagens aos fãs.
Rogerio Torres: Nós é que agradecemos pelo espaço concedido para a banda. Legal ter veículos como vocês que apoiam as bandas brasileiras. Valeu!
Aos nossos fãs, só queremos agradecer por todo apoio e pela ótima aceitação que o nosso novo disco está tendo. Estamos muito felizes que estejam curtindo essa nova fase da nossa carreira. Muitíssimo obrigado a todos vocês, nós somos uma família, a família John Wayne.
Nos vemos no Rock in Rio, no show de lançamento e nas demais apresentações da “Dois Lados Tour”. Grande abraço.

Mais informações: www.johnwayne.com.br