Tag Archives: Slayer

Maximus Festival reúne 40 mil pessoas em sua segunda edição

No último sábado, 13 de maio, o Maximus Festival reuniu 40 mil pessoas no Autódromo de Interlagos para assistir aos shows de 15 bandas, divididas em três palcos. A segunda edição do festival teve apresentações de Linkin Park, Slayer, Rob Zombie, Red Fang e Böhse Onkelz, no Palco Maximus Stage; Prophets of Rage, Five Finger Death Punch, Ghost, Hatebreed e Oitão, no palco Rockatansky; e Rise Against, Pennywise, The Flatliners, Dead Fish e Nem Liminha Ouviu, no palco Thunderdome.

Foram quase 12 horas de música para diferentes gostos dentro do rock: o festival misturou um público de todas as idades e trouxe bandas já consagradas no estilo, como o Slayer, formada em 1981, até grupos mais atuais, como Ghost, formado em 2008, mas que também contou com um público fiel, cantando suas músicas a plenos pulmões.

O Linkin Park, atração principal da noite, que teve seu BOOM nos anos 2000, reuniu uma multidão de pessoas encerrando o evento com um show de uma hora e meia de duração. O público pode conferir e cantar em coro, além dos sucessos novos da banda, grandes hits como “Breaking The Habit”, “Crawling”, “Numb” e “In The End”.

Além do som de qualidade, o público também pode aproveitar opções de entretenimento, gastronomia e diversão ao longo de toda área do festival, assim em como sua primeira edição. No ano passado, o festival contou com a apresentação de 15 bandas e reuniu 25 mil pessoas também no Autódromo de Interlagos.

Por Midiorama

Slayer e Hatebreed vão estremecer o Maximus Festival, neste sábado, em SP

Evento reunirá quinze bandas no line-up, três palcos e uma incrível estrutura de entretenimento, gastronomia e diversão – foto: divulgação

As bandas norte-americanas Slayer e Hatebreed, dois importantes nomes do cast da Nuclear Blast Records, prometem estremecer a segunda edição doMaximus Festival no Brasil, com suas performances devastadoras e cheias de energia.

O evento, que acontece, neste sábado (13/05), no Autódromo de Interlagos, em São Paulo, reunirá grandes nomes da música pesada internacional como Linkin Park, Rob Zombie, Red Fang, Prophets of Rage, Five Finger Death Punch, Ghost, Rise Against, Pennywise, entre outros.

Após realizar diversas importantes e especiais apresentações por todo o Mundo, o Slayer, um dos nomes mais importantes da história do heavy metal mundial e uma das atrações mais aguardadas a desembarcar no País nos últimos anos, finalmente tem encontro marcado com seus fidelíssimos fãs neste final de semana.

Com uma infindável lista de hits como “Raining Blood”, “Angel of Death”, “South of Heaven”, “War Ensemble”, “Mandatory Suicide”, “Dead Skin Mask”, “Hell Awaits”, “Seasons in the Abyss”, “Postmortem”, “Disciple”, e diversos outros clássicos, os verdadeiros Cavaleiros do Apocalipse se estabeleceram como um fenômeno global, principalmente por sempre realizar longas e importantes turnês, além de tocar nos principais festivais do mundo.

Agora, os implacáveis e incansáveis Tom Araya (baixo/vocal), Kerry King (guitarra), Gary Holt (guitarra) e Paul Bostaph (bateria) mostram que, mesmo com 34 anos de estrada, continuam cada vez mais esmagadores e brutais ao definitivamente laurearem sua respeitável discografia com o visceral “Repentless”.

O 12º álbum de estúdio do grupo foi produzido por Terry Date, no Henson Studios, em Los Angeles, e marca a estreia em sua nova casa, a gravadora alemã Nuclear Blast, após passar mais de duas décadas na American Recordings.

“Repentless” marca uma série de transições para a banda, mas com sua atitude incontestável, é o disco mais desafiador que o Slayer já fez, porém, é um dos mais pesados, agressivos, raivosos e explosivos na carreira, sempre principalmente recusando-se a atender ao mainstream.

Já o Hatebreed, com determinação e perseverança, voltou a surpreender o cenário do hardcore e heavy metal mundial com o lançamento de “The Concrete Confessional”. Este trabalho produzido pelo renomado Zeuss (Rob Zombie, Soulfly) e mixado por Josh Wilbur (Megadeth, Lamb Of God), fez com que se mantivessem entre as bandas mais importantes dos últimos anos, garantindo a participação nos principais festivais do segmento e conquistando uma nova legião de fãs.

Formada em 1994, o grupo atualmente composto por Jamey Jasta (vocal), Frank Novinec (guitarra), Chris Beattie (baixo), Wayne Lozinak (guitarra) e Matt Byrne (bateria) percorreu um longo caminho na cena underground ao lado de nomes como Slayer, Napalm Death, Deftones, Agnostic Front, Madball e Entombed, antes de conquistar o Grammy Award na categoria de “Melhor Performance Metal” por “Live For This”, que vendeu mais de 1,2 milhão de discos, em 2005.

Além disso, o quinteto já participou da “The Unholy Alliance tour” em 2004, na Europa, com Slayer, Slipknot e Mastodon, embarcaram em uma turnê pelo Velho Continente na qual incluía performance no palco principal do Download Festival, além de terem se apresentado no Ozzfest, no Japão.

Os ingressos para o Maximus Festival 2017 continuam à venda em http://www.livepass.com.br/event/maximus-2017/.

Link relacionados:

Forahneo: Artista de “Repentless” do Slayer, assina a capa do primeiro trabalho dos chilenos.

Após uma espera quase eterna, a banda chilena Forahneo anuncia que seu álbum de estreia, “Perfidy”, será lançado dia 31 de outubro, disponível nos formatos CD e digital. E ele virá com mudanças bastante significativas;

Logo numa primeira audição, como as músicas foram refeitas com os vocais de Tito Melin, percebemos que elas agora estão muito diferentes das versões originais, soando mais brutais e obscuras. E por essa nova pegada que o Tito inseriu nas músicas, concluímos que o disco realmente precisava de uma outra cara e nome”, explica Eduardo Jarry (baixo).

E por isso, a arte da capa não poderia ter ficado em segundo plano, já que a banda optou acertadamente por um dos grandes nomes da atualidade, o genial Marcelo Vasco (Machine Head, Dark Funeral, Soulfly, etc), que recentemente teve todos os holofotes apontados para ele, com o recente trabalho realizado com o Slayer, em seu mais novo trabalho, “Repentless”. “Marcelo entendeu perfeitamente quando dissemos que o disco pedia uma carga mais sombria e negativa. No momento em que ele sugeriu a arte não tivemos qualquer dúvida de que seria a escolha perfeita”, diz Jarry.

A escolha do título para “Perdify” surgiu enquanto estava lendo um artigo online sobre o absoluto estado de egoísmo e miséria espiritual da humanidade nos tempos atuais. Então se tivesse que escolher uma palavra que representasse o álbum, seria essa”, completa Jarry.

O tracklist de “Perdify” traz as seguintes músicas:

01 Disagreement
02 F.Y.V.M.
03 You Speak You Lie
04 Among Thieves
05 Black The Day
06 Never Forget
07 I Am Done
08 Code of Silence
09 Trust No One
10 Low End Adagio

Bonus Tracks:
11 Human Targets (Bonus Track)
12 Law of Silence (Bonus Track)

E as bônus tracks são algo especial nesse lançamento;

“Human Targets” tem mais de 25 anos. Foi a primeira música, da primeira Demo, da minha primeira banda, o Behavior de João Pessoa. Apareceu originalmente na Demo “Infested Brains” de 1990. Já, “Law Of Silence” é a versão original de “Code of Silence”. Com meu vocal e algumas pequenas mudanças na letra”

O disco foi produzido pelo brasileiro Victor Hugo Targino (Soturnus, Dissidium, Madness Factory) e mixado pelo produtor americano Chris “Zeuss” Harris (Soulfly, Municipal Waste, Hatebreed).

“No geral, “Perdify” foi moldado exatamente do jeito que sempre imaginamos, um disco direto e brutal”, finaliza Jarry.

Siga a página do Forahneo no Facebook:
www.facebook.com/Forahneo-100349880300213