Tag Archives: Tamuya Thrash Tribe

Tamuya Thrash Tribe: Banda toca ao lado do Suffocation no “Extreme Rio Festival” em Setembro

No feriado de 7 de Setembro (quinta-feira), a cidade do Rio de Janeiro sediará o “Extreme Rio Festival”, apresentando um dos maiores nomes do metal extremo mundial, os norte americanos do Suffocation. Completam o cast do festival, bandas do RJ com destaque na cena, como Tamuya Thrash Tribe, Forceps, DarkTower, Gutted Souls e Poems Death. O show acontece no Teatro Odisséia (Av. Mem de Sá, 66, Lapa, Rio de Janeiro, RJ)

Siga a página do evento no Facebook:
https://www.facebook.com/events/424419814590570/

Os americanos do Suffocation estão divulgando seu oitavo trabalho de estúdio, o brutal “…Of The Dark Light”. A banda traz Frank Mullen (vocais), Terrance Hobbs (guitarra), Derek Boyer (baixo), Charlie Errigo (guitarra) e Eric Morotti (bateria)

O Tamuya Thrash Tribe segue divulgando seu álbum de estreia, “The Last Of The Guaranis”, disco que recebeu excelentes críticas e mostra a banda com seu som versátil, misturando Metal extremo com elementos da música brasileira – principalmente, referências da cultura indígena.

A banda é formada por Luciano Vassan (guitarra e vocal), Leonardo Emanoel (guitarra), João Paulo Mugrabi (baixo) e Bruno Rabello (bateria) – ao vivo a banda conta com músicos de apoio nas partes de percussão.

Siga o Tamuya Thrash Tribe em seus canais oficiais:
www.tamuyathrashtribe.com
www.facebook.com/TamuyaThrash
www.youtube.com/user/TamuyaThrashTribe
www.twitter.com/TamuyaThrash

SERVIÇO:
“EXTREME RIO FESTIVAL”
Com as bandas:
Suffocation (Estados Unidos )
Forceps
Tamuya Thrash Tribe
DarkTower
Gutted Souls
Poems Death

Dia: 7 de setembro (Quinta-feira, feriado )
Horário: 16hrs

Local: Teatro Odisséia (Av. Mem de Sá, 66, Lapa, Rio de Janeiro – RJ)

VENDA ONLINE :
http://www.clubedoingresso.com/suffocation-rj www.sympla.com.br/suffocation-no-rio-de-janeiro__156060

Tamuya Thrash Tribe: Vocalista será mediador em debate sobre Música e Tecnologia.

Foto Luciano Vassan

A convite da ASSENRIO e do presidente Allan Santanna, Luciano Vassan, vocalista e guitarrista do quarteto carioca de Metal Nativo Tamuya Thrash Tribe, será o mediador no Debate “Novas Tecnologias para Grandes Eventos”, que será realizado no Museu de Arte do Rio (MAR), nessa sexta-feira, dia 17 de fevereiro, a partir das 18h.

Luciano é músico, publicitário formado pela PUC-Rio e relações públicas formado pela UERJ, Sócio-administrador da Bem Dita Comunicação, onde já atendeu clientes como Fundação Roberto Marinho, Salgueiro, Fluminense, Firjan, Café Capital, dentre outros. Foi diretor de Marketing do Salgueiro e Coordenador de Projetos em Tecnologia da Fundação Roberto Marinho.

Como músico já fez trilhas sonoras para cinema, TV e teatro, produziu jingles e campanhas publicitárias e, junto com sua banda, o Tamuya Thrash Tribe, está à frente de projetos que unem música, educação e cidadania em escolas, aldeias indígenas e comunidades quilombolas.

Participarão do debate Marcos Barbato (PUC-Rio, Be Interactive), Eduardo Chamarelli (THC Produções), Claudia Chaves (PUC-Rio, Unicarioca, Univercidade, GloboNews, dentre outros) e Breno Pineschi & Rafael Cazes (Hardcuore).

Sobre a Rio Music Conference 2017:
O Rio Music Conference (RMC) é o encontro da música eletrônica e entretenimento na América do Sul, que visa a convergência entre os profissionais destes setores e oferece oportunidades a quem deseja investir no mercado. O RMC engloba a Conferência (parte dia), o Rio Music Carnival e o Club Week (parte noite), e desde 2009 estabeleceu seu evento em meio ao Carnaval carioca, devido à intensa movimentação cultural já existente na cidade.
O evento será realizado nos dias 15, 16 e 17 de fevereiro no MAR e contará com mais de 100 atividades entre painéis, workshops e ambientes para networking.

O público terá a oportunidade de estar perto de outros profissionais do mercado, compartilhar conhecimento, aumentar o networking e ampliar as possibilidades de negócios. Espera-se a participação de peças-chave para o funcionamento do setor, como empresários, jornalistas, artistas, agentes, publicitários, instrutores e demais profissionais.

Maiores informações:
http://www.riomusicconference.com.br

Serviço:
Novas Tecnologias Para Grandes Eventos
Museu de Arte do Rio (MAR)
Sala Assenrio, 17/02, de 18h às 18h45

Sinopse do debate:
Quanto maior o evento, maior é a quantidade de variáveis e mais difícil fica o controle das diversas situações que exigem alertas e medidas contingenciais. Em um grande evento, a quantidade de acontecimentos simultâneos é tão grande que é necessário uma automatização para fazer as análises de acompanhamento. De outra forma, é quase impossível controlar a situação.

Confira a programação completa do evento:
http://www.riomusicconference.com.br/noticias/rmc-2017-programacao-completa/

Roadie Crew: ed. 217 com novo projeto gráfico e capa com Kreator e Sepultura

Com novo projeto gráfico dando uma cara totalmente diferente para a publicação, a edição #217 (fevereiro, 2017) da revista ROADIE CREW, que estará nas bancas de todo o Brasil até o dia 10 de fevereiro, traz nos destaques de capa as bandas Kreator e Sepultura, que falam sobre seus mais recentes trabalhos de estúdio – “Gods of Violence” e “Machine Messiah”, respectivamente. Os lendários grupos de thrash metal, que atualmente estão excursionando juntos pela Europa, também falam sobre fatos da carreira.

Entrevistas:
Kreator
Sepultura
Glenn Hughes
Sixx: A.M.
Grave Digger
Michael Schenker
Kansas
Pantera
Sinsaenum
Claustrofobia
Whiterscape
Headhunter D.C.
Giraffe Tongue Orchestra
Last In Line (Vivian Campbell)

Seções:
Cenário: Blackning, Tamuya Thrash Tribe, Basttardos, Goatlove, Surra, Underload e Hair I Go Again
Blind Ear: Nick Holmes (Paradise Lost)
Collection: Behemoth
Background: Marduk
Eternal Idols: Greg Lake (ELP)
Playlist: China Lee (30 anos de “Beijo Fatal”, Salário Mínimo)
Profile: Samej Coatl (Mythological Cold Towers)
Hidden Tracks: Eloy
ClassiCrew 77: Kiss
ClassiCrew 97: Megadeth
ClassiCrew 07: Volbeat
Live Evil: Black Sabbath
Pôster: Opeth
Melhores de 2016: resultado dos leitores e da equipe da RC
Colunas: Backspage, Brotherhood, Stay Heavy, It’s Only Rock’n’Roll e Campo de Batalha

Para adquirir pelo site acesse – http://www.roadiecrew.com/anteriores.php
ou entre em contato pelo telefone (11) 5058-0447
Facebook: https://www.facebook.com/roadiecrewmag
Instagram – http://instagram.com/roadiecrewmag

Tamuya Thrash Tribe: Cariocas fazem shows em São José dos Campos e em Santo André neste fim de semana

Os cariocas do Tamuya Thrash Tribe farão dois shows no Estado de SP neste fim de semana, como parte da tour de lançamento de seu álbum de estreia, “The Last Of The Guaranis”, que foi lançado no final de 2016, e que vem recebendo excelentes críticas por parte da mídia especializada e público.

Os shows acontecem nos dias 20/01 (sexta, em São José dos Campos) e 22/01 (domingo, em Santo André)

Em São José dos Campos, o show faz parte do projeto “Levante do Metal Nativo”, e acontece no Lado B Rock Bar (R. Gravataí, 35, SJ dos Campos). Além do TTT, se apresentam as bandas Armahda (SP) e Overdose Nuclear (Ubatuba), esta última, convidada especial.

Siga a página do evento de São José dos Campos:
https://www.facebook.com/events/1790481591204811/

No ABC eles tocam no “Roquefort Summer 2017”, que acontece no Santo Rock Bar (Rua das Bandeiras, 421, Centro, Santo André), ao lado das bandas Tourette, Letall e Articulado – ambas da região. Veja o vídeo de divulgação do “Roquefort Summer 2017:
https://youtu.be/3yzIwX3_nqY

Para mais informações, siga a página do evento de Santo André:
https://www.facebook.com/events/210413542752148/

“The Last Of The Guaranis” está disponível em diversas plataformas digitais, como por exemplo, no Spotify:
https://open.spotify.com/album/6r1SAmly7Cjokbl2h2zwpk

O Tamuya Thrash Tribe é formado por Luciano Vassan (guitarra e vocal), Leonardo Emmanoel (guitarra), JP Mugrabi (baixo) e Bruno Rabello (bateria).

Acompanhe o Tamuya Thrash Tribe nas redes sociais:
www.tamuyathrashtribe.com
https://www.facebook.com/TamuyaThrash
https://www.youtube.com/user/TamuyaThrashTribe
https://twitter.com/TamuyaThrash

Armahda: confirmado no festival do Levante do Metal Nativo

O ARMAHDA será uma das atrações do festival organizado pela belíssima iniciativa do Levante do Metal Nativo.

O evento acontece no dia 20 deste mês no Lado B Rock Bar, na cidade de São José dos Campos, São Paulo, e conta ainda com a presença da banda Tamuya Thrash Tribe e da banda convidada Overdose Nuclear.

Todas as informações do evento podem ser conferidas pelo link:
https://www.facebook.com/events/1790481591204811

Para conhecer mais do Levanto do Metal Nativo, visite: https://www.facebook.com/levantemetalnativo

Lembrando que mais recente trabalho do ARMAHDA, o single ‘Last Farewell’, está também disponível nas principais plataformas digitais do mundo, confira alguns links:

iTunes: https://itunes.apple.com/br/album/last-farewell-single/id1175858246
CdBaby: http://www.cdbaby.com/cd/armahda2
Spotify: https://open.spotify.com/album/4LFzEdy9VKWVD0DFr834At

Contato: armahdametal@gmail.com

Sites relacionados:
www.facebook.com/Armahda
www.metalmedia.com.br/armahda

Fonte: Metal Media

Tamuya Thrash Tribe divulga capa de seu novo álbum “The Last Of The Guaranis”

O novo álbum do quarteto carioca de Metal Nativo está quase pronto, e a banda liberou a arte da capa para saciar a curiosidade dos fãs. O trabalho, intitulado “The Last of the Guaranis” – nome de uma das músicas que compõem o álbum – virá em um formato especial, duplo (edição limitada!), em digipack e no formato de embalagem de DVD, contendo uma versão remasterizada do EP de estreia da banda, “United”, com a bateria e baixo regravados pela formação atual – além de duas faixas bônus.

O conceito da capa ficou a cargo de Luciano Vassan e Isabelle Araujo, artista plástica convidada para a criação da arte. É instigante e ao mesmo tempo chocante, pois é necessário que você acesse a contracapa para que ela esteja completa. Numa primeira impressão, aos que visualizarem a parte da frente, trata-se apenas de um indiozinho com aquele olhar de sofrimento, mas seu “motivo maior” só é desvendado quando se analisa a arte como um todo.

Segundo Luciano Vassan, “a intenção é chamar a atenção para a questão da demarcação de terras indígenas no Brasil. Para os povos indígenas, a terra é mais que um lugar para viver e cultivar. Suas terras são sagradas, sua existência é intrinsecamente ligada à ela, e tirá-los de seu território é roubar-lhes a vida, e nesse caso, o sentido de sua existência. E isso tem levado diversos indígenas a cometerem suicídio, inclusive mulheres e crianças. O assunto não é novidade, isso vem acontecendo há décadas, mas ninguém parece estar prestando atenção”.

A arte foi inspirada em uma fotografia de Steve McCurry (http://stevemccurry.com), fotojornalista mundialmente conhecido por seus registros de pessoas em estado de vulnerabilidade e regiões de conflito. Suas fotos já lhe renderam diversas capas em revistas ao redor do mundo e acumula uma vasta lista de prêmios.

O CD traz as participações de Marcelo D2, João Cavalcanti (Casuarina), Zahy Guajarara (índia guajajara), Coral de Crianças Guarani Mbya e Gleyds Granden (Mãe de Santo), além dos percussionistas Paula Perez, Dudu Bierrenbach e Mario Mamede, e tem previsão de lançamento para o mês de Julho desse ano.

O Tamuya Thrash Tribe é formado por Luciano Vassan (guitarra e vocal), Leonardo Emmanoel (guitarra), JP Mugrabi (baixo) e Bruno Rabello (bateria).

Acompanhe o Tamuya Thrash Tribe nas redes sociais:
www.tamuyathrashtribe.com
https://www.facebook.com/TamuyaThrash
https://www.youtube.com/user/TamuyaThrashTribe
https://twitter.com/TamuyaThrash

The Black Rook: Show e lançamento do CD de estreia em Novembro

A banda The Black Rook estará lançando seu disco de estreia no dia 06 de Novembro, na Rock Experience Club (R. Riachuelo, 20 – Lapa – Rio de Janeiro), onde também fará sua primeira apresentação.

O evento será beneficente e sua renda será toda revertida para o abrigo para animais, “Santuário das Fadas”, e além da The Black Rook, também terá as bandas, Hibria, Syren e Tamuya Thtash Tribe (veja serviço abaixo!)

A The Black Rook foi formada na cidade do Rio de Janeiro em dezembro de 2012, fruto da vontade que o vocalista Flavio Senra e o guitarrista Rubens Lessa tinham de criar um projeto que atendesse à sua preferência musical: O Heavy Metal.

O processo de composição da banda norteia-se em torno da criação de linhas melódicas consistentes, refrãos marcantes, arranjos pesados e harmonia rítmica. Liricamente, as canções abordam temas subjetivos e reflexões acerca da condição do próprio ser humano, seu lugar na contemporaneidade e as consequências de sua estadia no mundo. Essa aliança produziu um trabalho firme e coeso, no qual a sinceridade das composições, a experiência dos músicos Flavio e Rubens e a habilidade do produtor Celo de Oliveira garantiram a excelência da gravação do disco de estreia da banda, autointitulado.

O primeiro álbum da banda, auto intitulado, foi lançado no formato digital e foi bastante divulgado na mídia do exterior, obtendo excelentes críticas de páginas especializadas e sendo executado em diversas web radios. Tal resposta estimulou Flavio e Rubens a solidificarem a formação da banda, uma ideia que se concretizou primeiramente com o web clipe para a música “Rats”, filmado e lançado em 2014.

A banda conseguiu uma formação estabilizada em 2015, com a efetivação do baterista Luis Carlos (ex-Statik Majik) e da entrada do baixista Fabio Guilherme (que também toca no grupo Starfolks). Com essa formação e com o apoio da produtora Be Magic, o grupo teve a certeza de que outros objetivos poderiam se concretizar e assim aconteceu, com a decisão de lançar o disco também no formato físico – e a de se apresentarem ao vivo.

Sendo “The Black Rook, o álbum, um lançamento independente, sua distribuição inicial será feita pela própria banda, junto a outros produtos de merchandising, como camisetas, etc.

Além disso, no presente momento a The Black Rook tem planejado para 2016 mais apresentações ao vivo e mais lançamentos, tanto em áudio, quanto em vídeo.

Ouça as músicas “Checkmate” e “Rats”:
https://youtu.be/XcTA8IgnHUA
https://youtu.be/lRgzM76j-r0

Confira o Serviço do show de lançamento:
Be Magic e Scelza Produções apresentam:
HIBRIA + SYREN + TAMUYA THRASH TRIBE + THE BLACK ROOK
Dia: 6 de Novembro (Sexta)
Local: Rock Experience Club: Rua Riachuelo, 20 – Lapa. Tel: (21) 2222-2334
Abertura da casa: 19hs

THE BLACK ROOK: 20hs
TAMUYA THRASH TRIBE: 21hs
SYREN: 22hs
HIBRIA: 23 hs

Ingressos:
Antecipado: R$35 (Promocional e meia entrada)
No dia: R$50

Postos de venda (somente em dinheiro):
Sempre Música (Ipanema): 3437-6306
Sempre Música (Catete): 2265-6910
Hard n Heavy (Flamengo): 2552-2449
Headbanger (Tijuca) 2284-1034
Underground Rock Wear – Avenida Santa Cruz 4396 Bangu
Underground Rock Wear – camelódromo da Uruguaiana quadra C box 369-370 Uruguaiana (perto da estação do metrô)

Online: https://ticketbrasil.com.br/show/3494-hibria-rj/

Classificação: 18 anos (Menores somente acompanhados de responsável)

Acompanhe a The Black Rook em seus canais oficiais:
www.theblackrook.com
www.facebook.com/theblackrook
www.twitter.com/@the_black_rook
www.soundcloud.com/the_black_rook
E-mail: bemajik@gmail.com

Tamuya Thrash Tribe se junta a outras sete bandas para formar o “Levante do Metal Nativo”

O Tamuya Thrash Tribe iniciou – ao lado de outras sete bandas – o projeto “Levante do Metal Nativo”, que é um movimento musical que vem tomando forma dentro da cena nacional.

Bandas como Aclla, Armahda, Arandu Arakuaa, Cangaço, Hate Embrace, MorrigaM, Tamuya Thrash Tribe e Voodoopriest, abraçaram a ideia da integração de elementos brasileiros à sua música e hoje trabalham para a consolidação dessa fusão, gerando novos estilos.

Siga a página do projeto no Facebook, e conheça mais sobre as bandas participantes: https://www.facebook.com/levantemetalnativo

Na página, também está a série de vídeos, “Impressões”, onde integrantes das bandas, gravaram depoimentos falando sobre como conheceram o som de cada uma. Veja Luciano Vassan, vocalista e guitarrista do Tamuya Thrash Tribe contando sobre como conheceu as bandas Armahda e Arandu Arakuaa:

https://www.facebook.com/levantemetalnativo/videos/vb.845335218895592/850079148421199/?type=2&theater
https://www.facebook.com/levantemetalnativo/videos/vb.845335218895592/847361762026271/?type=2&theater

Paralelo ao projeto, o TTT está trabalhando na produção de seu primeiro ‘full lenght’, que será lançado no início de 2016, que terá de bônus o EP “United”, que terá as partes de baixo e bateria regravados pela formação atual.

O Tamuya Thrash Tribe é formado por Luciano Vassan (guitarra e vocal), Leonardo Emmanoel (guitarra), JP Mugrabi (baixo) e Bruno Rabello (bateria).

Acompanhe o Tamuya Thrash Tribe nas redes sociais:
www.tamuyathrashtribe.com
https://www.facebook.com/TamuyaThrash
https://www.youtube.com/user/TamuyaThrashTribe
https://twitter.com/TamuyaThrash

Tamuya Thrash Tribe: Novo álbum terá bônus especial

O Tamuya Thrash Thrash anuncia que seu primeiro full lenght, “The Last Of The Guaranis” será lançado com um disco adicional, que será nada menos que a inclusão do primeiro EP da banda, “United”, remixado e remasterizado. A banda regravou o baixo e a bateria com os integrantes atuais e, além disso, vai incluir duas músicas acústicas que serão escolhidas durante o processo.

Portanto, “The Last Of The Guaranis” terá uma edição dupla limitada, com uma embalagem diferenciada. Prato cheio para os colecionadores!

A banda está trabalhando a todo vapor, e a previsão do lançamento é para o comecinho de 2016.

Nos próximos dias serão divulgados alguns vídeos (studio sessions) das gravações.

O TTT estará em SP nos dias 18, 19 e 20, participando da tradicional Expomusic, visitando os stands dos patrocinadores da banda – será uma das pouquíssimas pausas na produção do disco.

O Tamuya Thrash Tribe é formado por Luciano Vassan (guitarra e vocal), Leonardo Emmanoel (guitarra), JP Mugrabi (baixo) e Bruno Rabello (bateria).

Acompanhe o Tamuya Thrash Tribe nas redes sociais:
www.tamuyathrashtribe.com
https://www.facebook.com/TamuyaThrash
https://www.youtube.com/user/TamuyaThrashTribe
https://twitter.com/TamuyaThrash

Tamuya Thrash Tribe: Banda inova e vai transmitir ao vivo gravações pelo Snapchat.

O Snapchat é um aplicativo de mensagens com base de imagens, criado e desenvolvido por Evan Spiegel, Bobby Murphy e Reggie Brown, estudantes da Universidade de Stanford. Com o aplicativo, usuários podem tirar fotos, gravar vídeos, adicionar textos e desenhos à imagem e escolher o tempo que a imagem ficará no visor do amigo de sua lista. Com a nova atualização é possível iniciar uma conversa com texto ou vídeo com seus amigos, mesmo sem ativar sua câmera para conversar. O tempo de cada “snap” é de 1 a 10 segundos. O Snapchat virou febre entre os jovens no mundo todo. O app começou como uma ferramenta pra sexting (sex + texting) e logo o potencial foi percebido por algumas empresas, artistas, etc. Hoje vem se firmando como uma ótima ferramenta para aproximar os artistas de seus fãs.

E o Tamuya Thrash Tribe estará inovando ao transmitir o dia-a-dia da banda pelo snapchat, com imagens dos ensaios, gravações, processo de composição, viagens e até as nossas incursões pelo underground (shows, eventos, viagens, etc)

Para seguir o TTT é só adcionar pelo usuário “luciano.vassan” ou apontar a câmera do celular com o aplicativo aberto para a imagem do “fantasminha” (imagem abaixo).

A banda vai começar fazendo um live feed com o making of das gravações através do app.

As imagens e vídeos ficarão disponíveis por 24h a partir do momento que forem postadas.

As primeiras transmissões oficiais serão na próxima quinta-feira, dia 04/06, quando o TTT vai gravar a pre do disco novo – mas os fãs e curiosos, podem add, pois a banda já vem realizando algumas experiências no app. É a tecnologia sempre para somar, e não acabar com a arte, como alguns desavisados insistem em tentar negar o futuro.

O Tamuya Thrash Tribe é formado por Luciano Vassan (guitarra e vocal), Leonardo Emmanoel (guitarra), JP Mugrabi (baixo) e Bruno Rabello (bateria).

Acompanhe o Tamuya Thrash Tribe nas redes sociais:
www.tamuyathrashtribe.com
https://www.facebook.com/TamuyaThrash
https://www.youtube.com/user/TamuyaThrashTribe
https://twitter.com/TamuyaThrash

Tamuya Thrash Tribe: Show com os americanos do Nile no RJ, hoje

Os cariocas do Tamuya Thrash Tribe se apresentam hoje com os americanos do Nile – grande nome do death metal mundial – em meio ao processo de pré produção do seu primeiro “full lenght”, com previsão de lançamento para o segundo semestre.

O show acontece no Teatro Odisseia (Av. Mem. de Sá, 66 – Lapa – Rio de Janeiro), a partir das 19h.

Os ingressos podem ser adquiridos no site da Ticket Brasil: www.ticketbrasil.com.br

Siga a página do evento no Facebook:
https://www.facebook.com/events/1572754399675411/

A produção é da Blog’N’Roll Produções.

O Tamuya Thrash Tribe é formado por Luciano Vassan (guitarra e vocal), Leonardo Emmanoel (guitarra), JP Mugrabi (baixo) e Bruno Rabello (bateria).

Acompanhe o Tamuya Thrash Tribe nas redes sociais:
www.tamuyathrashtribe.com
https://www.facebook.com/TamuyaThrash
https://www.youtube.com/user/TamuyaThrashTribe

Nile: Tamuya Thrash Tribe confirmado na abertura do show no RJ

O Tamuya Thrash Tribe foi convidado para fazer a abertura do show do Nile no Rio de Janeiro, no dia 21 de Maio, no Teatro Odisséia (Av. Men de Sá, 66 – Lapa, Rio de Janeiro), às 19h.

Será a primeira apresentação do Nile na cidade do Rio de Janeiro.

O Tamuya Thrash Tribe se apresentará em meio ao processo de pré produção do seu primeiro “full lenght”, com previsão de lançamento para o segundo semestre.

Os ingressos podem ser adquiridos no site da Ticket Brasil: www.ticketbrasil.com.br

Siga a página do evento no Facebook:
https://www.facebook.com/events/1572754399675411/

A produção é da Blog’N’Roll Produções.

O Tamuya Thrash Tribe é formado por Luciano Vassan (guitarra e vocal), Leonardo Emmanoel (guitarra), JP Mugrabi (baixo) e Bruno Rabello (bateria).

Acompanhe o Tamuya Thrash Tribe nas redes sociais:
www.tamuyathrashtribe.com
https://www.facebook.com/TamuyaThrash
https://www.youtube.com/user/TamuyaThrashTribe
https://twitter.com/TamuyaThrash

Tamuya Thrash Tribe: Homenagens e reflexões no dia do índio

Sempre em busca de fatos históricos da nossa história e de nosso povo, que possa, inspirar e enriquecer sua música, o Tamuya Thrash Tribe, marcou presença, no último domingo, em um evento realizado no Parque Lage (Rio de Janeiro), onde celebravam o dia do índio.

O evento, organizado pela Secretaria de Estado de Cultura em parceria com a Associação Indígena Aldeia Maracanã (AIAM), aconteceu no dia 19/04, na Escola de Artes Visuais do Parque Lage, das 10h às 17h, e incluiu apresentações de rituais, danças e cantos indígenas,

pintura corporal, mostra de cinema Guarani, índios contando histórias, exposição, venda de artesanato indígena e o lançamento do livro, “Una Isi Kayawa”, a primeira história de documentação de Huni Kuin, no Acre, feita completamente com autoria Huni Kuin.

Durante o evento o Tamuya Thrash Tribe fez contato com índios de diversas etnias, dentre elas Pataxó, Guarani, Fulni-ô, Guajajara, Tupi-Guarani, entre outros povos.

Estamos no final do processo de pré-produção do nosso CD, que contará com algumas músicas que abordam a temática indígena. Para a gente foi muito bom poder estar perto, conhecer um pouco mais da cultura deles, buscar inspiração, força e energia para o nosso processo criativo. Fizemos grandes amizades, que podem mudar os rumos da nossa música. Aguardem!“, disse Luciano Vassan, guitarrista e vocalista da banda.

Em suas redes sociais a banda fez uma homenagem aos povos indígenas brasileiros com a seguinte mensagem:

Para o TTT, todo dia é dia do índio, mas enquanto as populações indígenas ainda não tiverem o respeito e o reconhecimento que merecem, a gente ainda vai precisar dessa data para lembrar as pessoas que eles estão aqui, e já estavam aqui muito antes da gente!

Logo após o encontro, o TTT disponibilizou em seu canal do YouTube, o vídeo “Uhu Zaneru”, com a participação de Zahy Guajajara. Assista:

As fotos do encontro, são de autoria de Thayná Gomes e Zahy Guajajara.

O Tamuya Thrash Tribe é formado por Luciano Vassan (guitarra e vocal), Leonardo Emmanoel (guitarra), JP Mugrabi (baixo) e Bruno Rabello (bateria).

Acompanhe o Tamuya Thrash Tribe nas redes sociais:
www.tamuyathrashtribe.com
https://www.facebook.com/TamuyaThrash
https://www.youtube.com/user/TamuyaThrashTribe
https://twitter.com/TamuyaThrash

Tamuya Thrash Tribe: Assista o vídeo com duas músicas novas

O Tamuya Thrash Tribe, apresentou recentemente duas músicas que estarão em full lenght de estreia e as músicas foram captadas em vídeo. Trata-se de, “The Voice of Nhanderu” (que fala sobre Tupã) e “Last Ball” (que fala sobre o último baile do império.)

Assista, aqui:
https://youtu.be/8a3UT7KyukQ

O vocalista e guitarrista, Luciano Vassan, explica um pouco sobre o contexto das duas:

A música “Voice of Nhanderu”, ou “VON”, como nós carinhosamente a chamamos, fala sobre tupã. Na mitologia tupi-guarani, Nhanderu ou Iamandú era o deus supremo, o deus Sol e realizador de toda a criação. Sua voz era personificada em Tupã.

Com a ajuda da deusa Lua Araci, Tupã desceu à Terra e criou tudo que conhecemos, incluindo o oceano, as florestas e os animais. Foi nesse momento que as estrelas também foram colocadas no céu.

Tupã é quem controla o clima, o tempo e o vento, ele manifesta-se com os raios, trovões, relâmpagos, ventos e tempestades, é ele quem empurra as nuvens pelo céu.

Tupã-Cinunga, é como é conhecida a sua manifestação sonora, o trovão, e seu reflexo luminoso, o relâmpago, é conhecido como tupã beraba, cuja voz se faz ouvir nas tempestades e sua morada é o Sol”

Já, “Last Ball” fala sobre o último baile do império, realizado na ilha fiscal, no Rio de Janeiro.

O episódio ficou conhecido na historiografia oficial como o “baile da ilha fiscal”

Sentindo que os movimentos republicanos vinham ganhando cada vez mais força, a família real promoveu um baile para comemorar as bodas de prata da princesa Isabel e do conde d´Eu.

A ideia era tornar inesquecível este baile, seria a maior festa já realizada em terras brasileiras, para mostrar a força e a solidez do império frente às conspirações republicanas.

O dinheiro gasto no baile, 250 contos de réis, foi retirado do ministério da Viação e Obras Públicas, e estaria destinado a socorrer flagelados da seca no Ceará.

Além disso, este valor correspondia a quase 10% do orçamento previsto da Província do Rio de Janeiro para o ano seguinte.

Um fato irônico, até hoje não confirmado, ocorreu logo após a chegada da família real, às 10 horas da noite: Conta-se que D. Pedro II, ao entrar no salão do baile, desequilibrou-se e levou um tombo. Foi amparado por dois jornalistas.

Ao recompor-se, exclamou: “O monarca escorregou, mas a monarquia não caiu!”

Mas o plano foi por água abaixo, pois apenas 6 dias após o baile, um grupo de políticos e militares derrubou a monarquia e instaurou a forma republicana federativa presidencialista no Brasil

A banda logo iniciará a produção do álbum, com previsão de lançamento para o segundo semestre de 2015.

O TTT é: Luciano Vassan (vocal e guitarra), Leonardo Tamuya (guitarra), João Paulo Mugrabi (baixo) e Bruno Rabello (bateria)

Acompanhe o Tamuya Thrash Tribe nas redes sociais:
www.tamuyathrashtribe.com
https://www.facebook.com/TamuyaThrash
https://www.youtube.com/user/TamuyaThrashTribe
https://twitter.com/TamuyaThrash