Rock in Rio: em dia de Charlie Puth, festival anuncia Projota no Palco Sunset

Além do anúncio para tocar no festival, Projota inaugura nesta quarta-feira, 26, o Rock in Rio Sessions na Cidade do Rock. Artista convida Vitão e Giulia Be para apresentação do dia de outubro 05

Divulgação

Rio de Janeiro, 26 de junho de 2019 – Faltam menos de 100 dias para a Cidade do Rock receber o maior Rock in Rio de todos os tempos e os preparativos estão a todo vapor. Uma das novidades para o período preparatório para o evento foi anunciada nesta quarta-feira com show do Projota. Pela primeira vez, o escritório montado na Cidade do Rock receberá os artistas, antes mesmo de o evento acontecer, para as chamadas Rock in Rio Sessions, que terá cobertura oficial das redes do festival.

“Um palco intimista que receberá nomes que estarão no Rock in Rio. Nessas visitas, eles poderão dar uma palhinha do que poderá ser visto no festival. Será uma ótima oportunidade para conhecer a Cidade do Rock e se familiarizar com cada área”, garante Luis Justo, CEO do Rock in Rio.

Palco Sunset faz seu primeiro show na Rock in Rio Sessions com anúncio de Projota

O Palco Sunset, um dos espaços mais procurados pelo público, tem um line-up recheado de encontros para todos os gostos. Em noite que ninguém menos que o norte-americano Charlie Puth encerra o palco, para deixar o dia 05 de outubro ainda mais especial, Projota entra e convida Vitão e Giulia Be, substituindo o artista Kane Brown. O cantor norte-americano retira-se da programação para acompanhar sua esposa, Katelyn Jae, durante os últimos dias de gestação.

“Kane Brown nos disse que sua esposa está esperando o nascimento de seu primeiro filho na época em que o Rock in Rio está acontecendo, então ele respeitosamente nos pediu para substituí-lo em nosso show. A escolha veio a partir de um nome de grande relevância da cena do rap nacional e que já estava no meu radar durante a montagem do palco. O Projota é um artista que admiro muito e tê-lo conosco, sem dúvida, será muito especial. Ele fará uma combinação maravilhosa com Vitão e Giulia Be”, afirma Zé Ricardo, diretor artístico do Palco Sunset.

Projota é um dos grandes nomes do rap brasileiro e junto com o pop Vitão e Giulia Be, revelação do pop nacional e compositora de “Too Bad” (hit absoluto da novela “O Sétimo Guardião”), levarão ao Sunset muita musicalidade brasileira no dia de outubro 05. O line-up do dia ainda terá Funk Orquestra com Ludmilla, Fernanda Abreu e Buchecha; Anavitória e Saulo. Para fechar o cartaz, Charlie Puth.

“Estou prestes a realizar um dos grandes sonhos da minha carreira, tocar no maior festival do planeta. Estou preparando o meu melhor show, com a minha banda que está muito preparada. Já subi ao palco do RIR junto aos meus amigos do 30 Seconds to Mars, e é um orgulho muito grande poder retornar dessa vez com o meu show. Já estou me preparando pra umas das maiores emoções da minha jornada na música”, afirma Projota, que lançou recentemente o álbum “Tributo Aos Sonhadores I”. No álbum há ainda a música “Sei Lá”, com Vitão, que atualmente encontra-se entre as músicas mais tocadas no Brasil.

Sobre o Rock in Rio  

O Rock in Rio é o maior evento de música e entretenimento do mundo. Criado em 1985, nasceu com a missão de transformar as pessoas e o mundo a partir da música. Após 34 anos, o evento é parte relevante da história da música mundial e uma plataforma de comunicação que amplifica discursos e usa o poder de sua marca como força motriz para atingir seu compromisso na construção de um mundo melhor.  

 O poder de alcance do Rock In Rio tem números impactantes. O evento já soma 19 edições, 112 dias e 2.038 atrações musicais. Ao longo destes anos, mais de 9,5 milhões de pessoas passaram pelas Cidades do Rock. Em 2017, 143 milhões de pessoas foram alcançadas por conversas espontâneas sobre o Rock in Rio e, somente durante os dias de evento, foram 41,9 milhões de visualizações de vídeos nas redes. Nascido no Rio de Janeiro, o Rock in Rio conquistou não só o Brasil como, também, Portugal, Espanha e Estados Unidos, sempre com a ambição de levar todos os estilos de música aos mais variados públicos. 

 Consciente do poder disseminador da marca, o Rock in Rio pauta-se por ser um evento responsável e sustentável. Em 2001, reafirmou seu compromisso de mostrar às pessoas que pequenas atitudes do dia a dia são o caminho para fazer do mundo um lugar melhor para todos. Em 2013, foi reconhecido por seu poder realizador ao receber a certificação da norma ISO 20121 – Eventos Sustentáveis. Gerou 212,5 mil empregos diretos e indiretos em todas edições, mais de R$ 100 milhões investidos em causas e a construção de um legado positivo para as cidades por onde passa – formou 3.200 jovens no ensino fundamental, no Rio de Janeiro; colocou 760 painéis solares em escolas públicas, em Portugal; e montou 14 salas sensoriais em ONGs para atender crianças com deficiências mentais e visuais. Os investimentos são provenientes da venda de ingressos e de ações promovidas junto aos parceiros. 

 Em 2016, foi a vez de anunciar o projeto do Rock in Rio Amazonia Live, que já garantiu a restauração de mais de 73 milhões de árvores e acontece em todas as edições do evento até 2019. Além disso, desde 2006, o Rock in Rio se compromete a compensar 100% das emissões de CO2 do evento — com auditoria da Delloite — e investiu num plano de redução de emissões, que incluiu a elaboração de um manual de boas práticas para patrocinadores e fornecedores, o qual vem sendo aperfeiçoado a cada edição e é utilizado até hoje em todos os países onde é realizado. 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Post Navigation