Tag Archives: Approach Comunicação

Lollapalooza Brasil 2024 anuncia grade completa de horários e a volta de seu aplicativo oficial

O aplicativo já está disponível para download na Google Play Store e Apple Store. Ingressos para todos os tipos de experiência ainda estão disponíveis.

O Lollapalooza Brasil divulgou os tão aguardados horários dos shows. Arcade Fire e Blink-182 serão os headliners do primeiro dia e se apresentam às 20h10 e 21h30 respectivamente, na sexta-feira. No sábado, o show do Limp Bizkit acontece às 19h55, o Kings of Leon se apresenta às 21h e os Titãs fecham o dia com seu show às 22h35. Sam Smith e SZA se apresentam no domingo, às 19h55h e 21h e, fechando a edição de 2024, a banda recém anunciada Greta Van Fleet sobe ao palco às 22h50. A programação completa do festival pode ser consultada no app do festival e em seus canais oficiais. A 11ª edição do festival acontece nos dias 22, 23 e 24 de março de 2024 no Autódromo de Interlagos, em São Paulo.

Para que todos possam organizar a agenda com a programação de cada dia, o Lollapalooza Brasil contará com um aplicativo oficial. Além de ser uma ferramenta completa para o público se organizar e planejar seu dia, futuramente os fãs também poderão consultar todas as opções de alimentação e bebidas do festival, bem como as atividades oferecidas pelas marcas presentes no Lolla BR e os serviços disponíveis no autódromo, como guarda-volumes e terminais de recarga cashless. O aplicativo Lollapalooza Brasil já está disponível para os dispositivos com os sistemas operacionais IOS e Android, e o download pode ser feito na Google Play Store e Apple Store.


Lolla Double à venda para o público geral

Atendendo ao pedido dos fãs nas redes sociais, o festival voltou com o Lolla Double, categoria de ingressos que compreende dois (02) dias de festival a escolha do cliente por um preço promocional. 

As combinações possíveis para essa categoria são para pista, podendo abranger a sexta e o sábado, sexta e domingo e o sábado e domingo. Para aqueles que desejam adquirir o Lolla Double, os descontos de Meia Entrada (para pessoas elegíveis) e Entrada Social ainda poderão aplicados. Para clientes Bradesco, o desconto de 10% também se aplica a categoria. 


Público pode garantir seu ingresso comprando pelo site da Ticketmaster ou presencialmente na bilheteria no Shopping Ibirapuera
 

 
Lolla Double: Dá acesso a dois dias do festival, a definir de acordo com a escolha no momento da compra.  

Lolla Day: Dá acesso a um dia do festival (sexta, sábado ou domingo), a definir de acordo com a escolha no momento da compra.  

Lolla Comfort Day by Cielo: Dá acesso a um dia do festival (sexta, sábado ou domingo), a definir de acordo com a escolha no momento da compra, na área exclusiva Lolla Comfort. Esta é uma área exclusiva dentro do festival para quem busca mais conforto em sua experiência. Com vista privilegiada do evento, o espaço oferece guarda-volumes, pontos de alimentação, bares e banheiros próprios, além de zona de sombra para descanso.  

Lolla Lounge Day by Vivo: Dá acesso a um dia do festival (sexta, sábado ou domingo), a definir de acordo com a escolha no momento da compra, na área Lolla Lounge by Vivo. A Vivo, patrocinadora do evento, oferece a área mais premium do festival.  Esta área é para aqueles que procuram uma experiência mais premium com open bar e food, ativações de marcas exclusivas, after party e meeting point com shuttle de ida e volta para o evento.  

Ingressos com acesso aos 3 dias de experiências premium do festival continuam à venda 

Lolla Comfort Pass by Cielo: permite acesso aos 3 dias do festival e a área exclusiva Lolla Comfort by Cielo, para quem busca mais conforto em sua experiência, com vista privilegiada do evento, guarda-volumes, pontos de alimentação, bares e banheiros próprios, além de zona de sombra para descanso.

Lolla Lounge Pass by Vivo: A Vivo, patrocinadora do evento, oferece a área mais premium do festival. O Lolla Lounge Pass by Vivo dá acesso aos três dias do festival e à área Lolla Lounge, com open bar e food, ativações de marcas exclusivas, after party e shuttle de ida e volta para o evento.   

Festival convoca compradores de ingressos optantes para retirarem suas pulseiras.

A entrega de pulseiras já está disponível para quem não optou por entrega em domicílio. E fica o recado: o quão antes as pessoas se programarem para fazer suas retiradas, mais tranquilo será o processo. Nos últimos dias não foram registradas grandes filas no local, que tende a ficar bastante movimentado nas vésperas do festival.

Ponto de Retirada de ingressos e Bilheteria:
Shopping Ibirapuera 
Endereço: Av. Ibirapuera, 3103 – Indianópolis, São Paulo – Sp, 04029-902 
Piso: Jurupis 

Funcionamento: 
Segunda a Sábado: 10h às 22h 

Domingos e Feriados: 14h às 20h 

Sobre o Lollapalooza   

Fundado por Perry Farrell em 1991 com a proposta de ser um festival itinerante, o Lollapalooza segue como referência de inovação cultural em festivais mais de 30 anos depois. O Lollapalooza foi um dos primeiros festivais a reunir artistas de uma ampla variedade de gêneros musicais em um só evento, a viajar, a se expandir para vários dias, a apresentar um segundo palco, a misturar arte e ativismo, a compensar suas emissões de carbono, a colocar artistas de música eletrônica no palco principal, para criar uma programação familiar, a se instalar no centro urbano da cidade e a expandir internacionalmente. 

O Lollapalooza tornou-se um festival anual de renome mundial em Chicago (2005), bem como em países culturalmente ricos, incluindo Chile, Argentina, Brasil, Alemanha, França, Suécia e Índia. É um dos principais destinos musicais para fãs de música nos Estados Unidos e no mundo. O festival comemorou seu 30º aniversário em 2021, celebrando seu sucesso duradouro como uma marca poderosa de festivais globais. 
 

Lollapalooza Brasil é produzido por Perry Farrell, C3 Presents e Rock World. 

Para mais informações e atualizações, siga o Lollapalooza Brasil: 

Instagram, Twitter e TikTok: @lollapaloozabr 

FB: Lollapalooza Brasil 

Rock in Rio 2024: Festival anuncia o Dia Delas com Katy Perry, a artista mais pedida nas redes sociais, como headliner do Palco Mundo

e IZA como principal atração do Sunset, espaço que também recebe a voz inconfundível de Gloria Gaynor

Os fãs pediram e o Rock in Rio atendeu! Katy Perry, a artista mais desejada pelo público para se apresentar neste ano na Cidade do Rock, estará na edição que celebra os 40 anos do festival. A cantora, estrela do pop mundial, será a headliner do Palco Mundo, no dia 20 de setembro, com um show apoteótico repleto de hits como “I Kissed a Girl”, “Firework”, “Hot ‘n Cold”, “Dark Horse”, “Roar”, entre diversos outros. Também tem novidade no Palco Sunset, que esta edição chega ainda maior. O espaço vai receber a inconfundível voz da diva vencedora de dois prêmios GRAMMY e lenda da música global, Gloria Gaynor, conhecida por seu hino mundial, “I Will Survive”, que se prepara para retornar ao Brasil depois de uma década. Nessa mesma noite, a cantora IZA, fenômeno do pop brasileiro, será a responsável por encerrar o palco Sunset. Ainda no dia 20 de setembro a organização também confirma que as artistas já anunciadas, Ivete Sangalo e Angelique Kidjo, se apresentarão no Palco Mundo e no palco da Global Village, respectivamente.

Marcando a edição comemorativa dos 40 anos de história do Rock in Rio, o festival celebra a potência feminina ao anunciar o retorno do “Dia Delas”, com um line-up 100% feminino, em todos os palcos, no dia 20 de setembro. Essa é a segunda vez que o Rock in Rio reserva um dia inteiro exclusivamente para shows de artistas femininas — a primeira foi na edição do reencontro, em 2022.

“Estamos muito felizes em anunciar o Dia Delas no Rock in Rio 2024, reforçando nosso compromisso com a celebração da potência feminina na música. Sabemos que a própria indústria ainda carece dessa representatividade, exigindo um esforço significativo para atrair mais colaboradoras. Por isso, no dia 20 de setembro, vamos celebrar não apenas as artistas, mas todas as mulheres que contribuem nos bastidores e na organização para fazer o espetáculo acontecer”, declarou Roberta Medina, vice-presidente executiva da Rock World, empresa que criou, organiza e produz o Rock in Rio e o The Town. “A edição de 2022 foi marcada pelo sucesso extraordinário desse dia dedicado exclusivamente às talentosas artistas femininas nos palcos. Foi uma celebração vibrante e impactante, e estamos ansiosos para repetir esse feito em 2024, proporcionando ao público experiências memoráveis e empoderadoras. Vai ser um dia repleto de momentos icônicos e inesquecíveis e mal posso esperar para ver todo o público cantando e vibrando ao som de “I Will Survive” e “Firework””. finaliza.

No line-up deste dia emblemático, o Rock in Rio atendeu aos mais fervorosos pedidos de “Come to Brazil” já vistos. Katy Perry, a estrela mais desejada do público para a Cidade do Rock, marca o fim do hiato de seis anos sem vir ao país e será a headliner do Palco Mundo no Dia Delas. Com duas passagens memoráveis pelo Rock in Rio, em 2011 e em 2015, o nome da cantora era o mais requisitado nas redes sociais do festival, constantemente aparecendo nos assuntos do momento do “X”, antigo Twitter. A vinda ao Brasil vai emocionar os admiradores da cantora, chamados de KatyCats. A própria artista já falou que os brasileiros são muito apaixonados, sendo os fãs mais intensos e dedicados. Com uma carreira já bastante consolidada, com mais de 143 milhões de discos vendidos em todo o mundo, dezenas de premiações e feitos importantes nos charts musicais, o legado de Katy Perry é marcado não apenas pelos números impressionantes nas paradas, mas também por sua influência cultural e constante reinvenção artística. 

Já no Palco Sunset, a atração principal no Dia Delas é a dona de uma das vozes mais potentes do Brasil: IZA. A cantora, compositora e apresentadora, que fez shows inesquecíveis nas edições do Rock in Rio de 2017, 2019 e 2022, além do The Town, em 2023, vai levantar a Cidade do Rock com uma performance que será certamente inesquecível, repleta de hits, danças e muita potência. Antes de IZA subir ao palco, será a vez de Gloria Gaynor se apresentar no espaço. Há uma década sem pisar em solo brasileiro, Gloria é reconhecida mundialmente por sua poderosa voz e presença de palco magnética. No Rock in Rio, esta grande diva da música internacional fará parte de um momento que será memorável na Cidade do Rock: quando a multidão em frente ao Palco Sunset entoar em uma só voz o hino mundial “I Will Survive”. Além deste grande hit, Gloria Gaynor trará um repertório repleto de clássicos, que inclui “Can’t Take My Eyes Off You”, “Never Can Say Goodbye”, entre diversos outros.

A grande festa está marcada para acontecer nos dias 13, 14, 15, 19, 20, 21 e 22 de setembro de 2024, com 700 mil pessoas na Cidade do Rock. Será a celebração de 40 anos do Rock in Rio, o festival que colocou o Brasil na rota da cena musical do mundo, e que, em 2022, recebeu o título de Patrimônio Cultural Imaterial pela Cidade e Estado do Rio de Janeiro. Já são 22 edições realizadas, mais de 3.800 artistas escalados, mais de 11.2 milhões na plateia e mais de 130 dias de magia desde 1985. E, para 2024, os fãs podem aguardar uma festa especial, com novas experiências e vivências dentro da Cidade do Rock. Aqueles que não adquiriram o Rock in Rio Card, poderão garantir um lugar nesta edição que será histórica na venda geral de ingressos, que acontecerá no dia 11 de abril, às 19h, exclusivamente no site da Ticketmaster. E quem quiser estar na Cidade do Rock em 2024 precisa se planejar, já que neste ano o Rock in Rio Card esgotou em 2h04.

O público que adquiriu o Rock in Rio Card também já pode selecionar a data que deseja ir ao Rock in Rio. A escolha do dia é feita exclusivamente online através do site ticketmaster.com.br na seção Meus Pedidos, até o dia 3 de abril de 2024. Durante o período de troca, do dia 23 de janeiro até 3 de abril, o titular do Rock in Rio Card poderá escolher entre qualquer um dos dias do festival. Na programação, Imagine Dragons e Lulu Santos se apresentam no Palco Mundo no dia 14, enquanto Ed Sheeran, Joss Stone e Jão, fazem show no local no dia 19, e Katy Perry e Ivete Sangalo no dia 20. Já Gloria Groove faz show no Palco Sunset no dia 19, e IZA e Gloria Gaynor se apresentam no espaço no dia 20. No palco da Global Village, Angelique Kidjo faz show no dia 20.

São 40 anos de Rock in Rio em uma edição com muitas novidades, dentro e fora da Cidade do Rock

Este ano, o Rock in Rio vai celebrar quatro décadas de grandes encontros: entre artistas, a Cidade do Rock e seus fãs, entre amigos, famílias, ritmos e gêneros musicais. O público já pode começar sua contagem regressiva não apenas para a Cidade do Rock, mas para dias de festa ao longo do ano. 

Pela primeira vez, o Palco Sunset terá a mesma estrutura de palco e boca de cena que o Palco Mundo, que por sua vez receberá novidades na cenografia, oferecendo oportunidades de selfies e uma experiência visual dinâmica. Além disso, a Cidade do Rock terá uma nova área, o Global Village, destacando o compromisso do festival com a paz e diversidade cultural. Esta área imersiva contará com uma cenografia inspirada em ícones arquitetônicos mundiais, proporcionando uma experiência única aos visitantes.

O Rock in Rio também celebrará seus 40 anos com uma exposição interativa, um table book e um novo musical, que contará a história do festival e do Rio de Janeiro. O projeto, chamado Rock in Rio Originals, envolve a criação de Roberto Medina, direção musical de Zé Ricardo e direção artística de Charles Möeller.

O Rock in Rio já está se preparando para este momento e vendo a cidade abraçar a grande festa que acontece em setembro. No início do ano, o festival recebeu uma homenagem da Prefeitura do Rio no Réveillon da Praia de Copacabana, com uma apresentação da Nova Orquestra e do coral CarioCanto, e a Yup Star, a Roda-Gigante do Rio, também fez projeções referentes ao megaevento. O festival também contou com uma grande instalação artística de led, localizada na Lagoa Rodrigo de Freitas, que trouxe conteúdos sobre o festival e que homenageou e abrilhantou a Cidade Maravilhosa. 

No aniversário do festival, 11 de janeiro, foi a vez do Cristo Redentor abraçar esta edição que será histórica. O monumento foi iluminado com as cores azul, branco e vermelho, que remetem ao festival. A icônica guitarra, elemento marcante do festival, foi projetada logo ao centro do Cristo Redentor trazendo mensagens de paz, amor, alegria, união e esperança para o Rio de Janeiro.  

Sobre Katy Perry

Katy Perry é a artista feminina que mais vendeu na história da Capitol Records e uma das artistas musicais mais vendidas de todos os tempos, tendo acumulado 115 bilhões de streams, 70 milhões de álbuns vendidos em todo o mundo e 140 milhões de faixas vendidas, tornando-a a Top 25º artista em streaming no Spotify. Ela foi a primeira artista na história da RIAA a ganhar três RIAA Diamond Song Awards – por “Firework”, “Dark Horse” e pelo single 15x Platinum “Roar”. “California Gurls” (feat. Snoop Dogg) recentemente trouxe a Katy seu quarto Diamond Song Award. Quando os vídeos oficiais de “Dark Horse” e “Roar” ultrapassaram, cada um, três bilhões de visualizações, Katy se tornou a primeira artista feminina a atingir esse marco. Ela tem oito videoclipes com mais de um bilhão de visualizações cada.

O segundo álbum de estúdio de Katy, Teenage Dream (2010), inaugurou o que a RIAA reconheceu como a era com maior certificação de qualquer artista de todos os tempos. Além dos grandes sucessos “Firework” e “California Gurls”, o álbum 9x Platinum continha “E.T.” e “Teenage Dream” (single), que alcançaram, cada um, 10x o status Platinum.

Além de ser uma artista de sucesso global, Katy é uma defensora ativa de muitas causas filantrópicas. Como Embaixadora da Boa Vontade da UNICEF há mais de uma década, Katy tem usado a sua voz poderosa para garantir o direito de todas as crianças à saúde, à educação, à igualdade e à protecção. Katy também é uma defensora de longa data da igualdade LGBTQ+ e recebeu vários prêmios por seu trabalho, incluindo o Prêmio Herói do Projeto Trevor em 2012, o Prêmio Humanitário Audrey Hepburn da UNICEF em 2016, o Prêmio Nacional de Igualdade da Campanha de Direitos Humanos em 2017, o Prêmio de Coragem da amfAR em 2018, e a distinção Power of Women da Variety em 2021 por seu trabalho com sua própria fundação, a Firework Foundation, cuja missão é capacitar crianças de comunidades carentes, acendendo sua luz interior por meio das artes.

Tendo acabado de encerrar sua aclamada residência em Las Vegas, PLAY, Katy está atualmente em sua sétima temporada consecutiva como jurada no “American Idol”.

Sobre IZA

A diversidade de cantoras é imensa no Brasil. Nenhuma igual a IZA. Essa carioca de 33 anos pode ser definida como uma cantora pop que mistura suas inspirações na música nacional e internacional com letras que refletem sua brasilidade. E é exatamente isso o que ouvimos no single “Quem Sabe Sou Eu”, canção escrita por Pretinho da Serrinha, Gabriel Moura e Rogê, que chegou ao mercado em novembro de 2016 e consolidou a parceria desse fenômeno da internet com a gravadora Warner e a Agência de Música.

Em setembro de 2017, IZA lançou o clipe de “Esse Brilho É Meu”. A carreira de IZA decolou e, um mês depois, a artista lançou o single de trabalho “Pesadão”, em parceria com, Marcelo Falcão. O projeto “Pesadão” começou a ser divulgado durante a apresentação de IZA no Rock in Rio, quando a cantora chegou à Cidade do Rock com uma jaqueta estilizada com o título da faixa, para se apresentar ao lado de Ceelo Green. Em março de 2018, IZA lançou o segundo single do disco, “Ginga”, com a participação de Rincon Sapiência. Em abril, a cantora lançou “Dona de Mim” (Warner Music), o primeiro álbum da carreira. O álbum, inclusive, foi indicado ao Grammy Latino, no mesmo ano, na categoria “Melhor Álbum Pop Contemporâneo em Língua Portuguesa”.

Em 2019, IZA dividiu o tempo entre os palcos – com a turnê nova “Dona de Mim”, lançada em agosto – e a apresentação do ‘Música Boa Ao Vivo’, no Multishow, todas as terças-feiras. Ainda na TV, IZA estreou como a nova técnica do The Voice Brasil, da TV Globo. Em abril do mesmo ano, a cantora carioca lançou mais um single. “Brisa”, escrita por ela, Sérgio Santos, Ruxel e Pablo Bispo, ganhou um clipe gravado no litoral sul de São Paulo e que já conta com mais de 150 milhões de visualizações. A música recebeu o certificado Diamante 2X. Em agosto IZA disponibilizou uma nova faixa chamada “Meu Talismã”, que recebeu o certificado Platina 3X. O momento mais especial do ano, e da sua carreira, foi seu show, no Rock in Rio, em setembro, no palco Sunset.

IZA começou 2020 como rainha de bateria da Imperatriz Leopoldinense. Em outubro, IZA voltou como técnica do The Voice Brasil e foi a grande campeã da edição com o participante Victor Alves. Em 2021, lançou “Gueto”, single composto por ela em parceria com Sérgio Santos, Ruxel e Pablo Bispo, seus parceiros em muitas músicas. Ainda no mês de maio, IZA foi eleita pela revista Time como uma das personalidades líderes da próxima geração.

Em 2022, IZA lançou o single Fé, com um clipe dirigido por Felipe Sassi. No final do mês, a cantora se apresentou pela primeira vez no Rock in Rio Lisboa. No início de julho, foi a vez do show inédito em Luanda. No início de setembro, IZA lançou o projeto “Três”, que contou com 3 singles: Mole, Mó Paz e Droga. De surpresa, a cantora disponibilizou no dia 03, data do seu aniversário, um curta-metragem de mais de 8 minutos com as três canções. No dia seguinte, 04 de setembro, subiu ao Palco Mundo, do Rock in Rio, pela primeira vez. A cantora apresentou os grandes sucessos da carreira, os singles novos e No Woman No Cry, acompanhada de sua mãe no piano. IZA encerrou 2022 cantando pela primeira vez no Réveillon de Copacabana para mais de 2 milhões de pessoas. 

No Carnaval de 2023, IZA se apresentou pela primeira vez em um trio elétrico em Salvador. O bloco Foliassa, com patrocínio da Devassa, trouxe IZA cantando ao lado de Carlinhos Brown, Russo Passapusso, Jeff Moraes, Nêssa e Márcia Short. Também este ano, IZA voltou ao The Voice, só que dessa vez na versão Kids. Em julho, lançou o single e clipe de Fé nas Maluca, com participação especial de Mc Carol. Na sequência, no início de agosto, disponibilizou o tão aguardado segundo álbum, “AFRODHIT”, pela Warner Music. Em setembro, a cantora abriu o palco Skyline, no último dia do festival The Town, em São Paulo. Em novembro, IZA foi destaque no Grammy Latino, concorrendo na categoria “Melhor Interpretação Urbana em Língua Portuguesa” e foi a única artista brasileira a se apresentar na premiação, ao lado dos artistas Camilo, Manuel Carrasco e Edgar Barrera.

Sobre Gloria Gaynor

Gloria Gaynor é uma renomada cantora americana de música disco, reconhecida por sua poderosa voz e presença de palco magnética. Sua carreira musical decolou nos anos 1970, fazendo dela uma das artistas mais icônicas do gênero. O álbum “Never Can Say Goodbye” (1975) marcou o início do sucesso de Gloria Gaynor. No entanto, foi em 1978 que ela alcançou fama mundial com o lançamento do disco “Love Tracks”, que incluiu o hit atemporal “I Will Survive”. A canção tornou-se um hino para a comunidade LGBTQ+ e conquistou dois prêmios Grammy, nas categorias de Melhor Performance Vocal Feminina de R&B e Melhor Gravação Disco. “I Will Survive” também recebeu um Disco de Platina, refletindo seu impacto cultural duradouro.

Além disso, Gloria Gaynor foi uma das primeiras artistas a popularizar o gênero disco, contribuindo significativamente para sua aceitação mainstream. Seu legado na música disco foi reconhecido com sua inclusão no Dance Music Hall of Fame, em 2004.

Ao longo de sua carreira, Gloria acumulou uma série de prêmios e reconhecimentos, incluindo diversos American Music Awards e prêmios da indústria musical internacional. Seu sucesso estendeu-se para além das fronteiras dos Estados Unidos, consolidando sua posição como uma artista globalmente influente.

Gloria Gaynor não só marcou seu nome na história da música com seus sucessos inesquecíveis, mas também quebrou barreiras ao longo de sua carreira. Sua contribuição para a música disco e sua capacidade de transcender gêneros a transformaram em uma verdadeira lenda, inspirando gerações subsequentes de artistas. Mesmo após décadas de sua ascensão à fama, Gloria Gaynor continua a ser uma figura respeitada e admirada na indústria musical.

Sobre o Rock in Rio  

1984 marca o início das preparações para a primeira edição do evento idealizado por Roberto Medina e que hoje, 40 anos depois, é considerado o maior festival de música e entretenimento do mundo – o Rock in Rio. A história do evento se entrelaça com a do entretenimento no Brasil, sendo responsável por colocar o país na rota dos eventos internacionais, já que pela primeira vez, um país da América do Sul sediou um evento musical dessa magnitude. Em uma área de 250 mil m2, em Jacarepaguá, durante dez dias, 1 milhão e 380 mil pessoas foram iluminadas pela primeira vez e começaram a fazer parte do grande espetáculo. No palco — o maior do mundo na época, com 80m de boca de cena — 15 atrações nacionais e 16 internacionais. Originalmente organizado no Rio de Janeiro, o festival ganhou o mundo chegando a Lisboa (Portugal), onde é realizado até hoje, passando por Madrid (Espanha) e Las Vegas (USA). 

Desde a primeira edição, já gerou 265 mil empregos diretos e indiretos e, apenas na última, em 2022, um impacto econômico de mais de 2 bilhões na cidade do Rio de Janeiro. Também no ano passado, o Rock in Rio foi considerado patrimônio cultural imaterial do estado do Rio de Janeiro. Pelas Cidades do Rock, desde 1985, já passaram mais de 11.2 milhões de visitantes, que assistiram a 3.816 artistas em 130 dias de magia. Dentre os números gigantes do festival, mais de 64 milhões de pessoas alcançadas nas redes sociais apenas em 2022 e mais de 12 milhões de fãs online.  

Gerando impactos positivos nos países onde é realizado e consciente do poder disseminador da marca, o Rock in Rio pauta-se por ser um evento com o propósito de construir um mundo melhor para pessoas mais felizes, confiantes e empáticas num planeta mais saudável. Adotando e incentivando práticas que apoiam o coletivo, se une a empresas que possuem este mesmo olhar e diretriz. O festival investiu, junto com seus parceiros, mais de R$ 110 milhões em diferentes projetos, passando por temas como sustentabilidade, educação, música, florestas, entre outros. Apenas na Amazônia, 73 milhões de árvores foram plantadas. A marca foi pioneira em ter a certificação ISO 20121 — Eventos Sustentáveis e, em 2022, começou a trabalhar ambiciosas metas para 2030, alinhadas com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).  

O ano de 2024 será de muitas comemorações para o Rock in Rio. O ano em que tudo começou, 40 anos depois, dá início às celebrações. E a festa brasileira já está marcada: 13, 14, 15, 19, 20, 21 e 22 de setembro de 2024, no Parque Olímpico, Rio de Janeiro; e a lisboeta também: 15, 16, 22 e 23 de junho de 2024, no Parque Tejo. Das 22 edições anteriores, nove ocorreram no Brasil (1985, 1991, 2001, 2011, 2013, 2015, 2017, 2019 e 2022), nove em Portugal (2004, 2006, 2008, 2010, 2012, 2014, 2016, 2018 e 2022), três na Espanha (2008, 2010 e 2012) e uma nos Estados Unidos (2015). 

Rock In Rio: Headliners já anunciados tem datas definidas: Imagine Dragons e Ed Sheeran, se apresentam em 14/09 e 19/09, respectivamente

Público pode selecionar a data do Rock in Rio Card a partir desta terça-feira, dia 23, no site da Ticketmaster

O Rock in Rio está marcado para os dias 13, 14, 15, 19, 20, 21 e 22 de setembro de 2024, na Cidade do Rock, no Rio de Janeiro e já confirmou Ed Sheeran, Imagine Dragons, NE-YO, Joss Stone, Angelique Kidjo, Ivete Sangalo, Ludmilla, Lulu Santos, Jão, Gloria Groove, Os Paralamas do Sucesso e Luísa Sonza.  Na programação, Imagine Dragons e Lulu Santos se apresentam no Palco Mundo no dia 14, enquanto Ed Sheeran, Joss Stone e Jão no dia 19. Já Gloria Groove faz show no Palco Sunset também no dia 19. Em breve, a organização anunciará novos artistas, datas restantes dos demais shows e line-up por palcos. 

O público que adquiriu o Rock in Rio Card poderá selecionar a data que deseja ir ao Rock in Rio a partir desta terça-feira, dia 23. A escolha do dia será́ feita exclusivamente online através do site ticketmaster.com.br na seção Meus Pedidos, até o dia 3 de abril de 2024. Durante o período de troca, do dia 23 de janeiro até 3 de abril, o titular do Rock in Rio Card poderá́ escolher entre qualquer um dos dias do festival. Após esse prazo, o direito à escolha fica condicionado à disponibilidade de ingressos para cada dia definido pelo festival. Uma vez que a data do Card tenha sido escolhida, ela não poderá ser alterada. 

A grande festa está marcada para acontecer em setembro, com 700 mil pessoas na Cidade do Rock. Será a celebração de 40 anos do Rock in Rio, o festival que colocou o Brasil na rota da cena musical do mundo, e que, em 2022, recebeu o título de Patrimônio Cultural Imaterial pela Cidade e Estado do Rio de Janeiro. Já são 22 edições realizadas, mais de 3.800 artistas escalados, mais de 11.2 milhões na plateia e mais de 130 dias de magia desde 1985. E, para 2024, os fãs podem aguardar uma festa especial, com novas experiências e vivências dentro da Cidade do Rock. Aqueles que não adquiriram o Rock in Rio Card, poderão garantir um lugar nesta edição que será histórica na venda geral de ingressos, que acontecerá no dia 11 de abril, às 19h, exclusivamente no site da Ticketmaster. E quem quiser estar na Cidade do Rock em 2024 precisa se planejar, já que neste ano, o Rock in Rio Card, esgotou em 2h04.     

Rock in Rio 2024: Vendas para o Rock in Rio Card começam hoje, às 19h, exclusivamente na Ticketmaster

Festival já anunciou grandes artistas em seu line-up como Ed Sheeran, Imagine Dragons, NE-YO, Joss Stone, Angelique Kidjo, Ivete Sangalo, Ludmilla, Lulu Santos, Jão, Gloria Groove e Os Paralamas do Sucesso

A espera acabou! A edição comemorativa dos 40 anos do maior festival de música e entretenimento do mundo, o Rock in Rio, está prestes a começar. A partir das 19h de hoje o público já vai poder garantir um lugar na Cidade do Rock em 2024, naquela que será uma edição que entrará para a história. A venda do Rock in Rio Card, que equivale a um ingresso antecipado e garante a entrada ao evento antes mesmo da confirmação de todas as bandas e atrações, será realizada exclusivamente pela plataforma da Ticketmaster Brasil. Para 2024, a organização já divulgou nomes do line-up, como Ed Sheeran, Imagine Dragons, NE-YO, Joss Stone, Angelique Kidjo, Ivete Sangalo, Ludmilla, Lulu Santos, Jão, Gloria Groove e Os Paralamas do Sucesso. O Rock in Rio está marcado para os dias 13, 14, 15, 19, 20, 21 e 22 de setembro de 2024, na Cidade do Rock, localizada no Parque Olímpico do Rio de Janeiro. 

Já aquecendo o público para este momento, o Rock in Rio preparou uma live especial em seu perfil oficial do TikTok, a “Eu Vou Live Show”, para que os fãs já comecem a entrar no clima da abertura das vendas. Comandada pelos influenciadores digitais, Nah Cardoso e Duh Marinho, a live começará às 18h desta quinta-feira e receberá convidados especiais como Amin Khader, que foi produtor nas primeiras edições do festival, além de Zé Ricardo, vice-presidente Artístico da Rock World, Ana Deccache, diretora de Marketing da Rock World, e Ana Biavaschi, diretora de Rock Creators da Rock World, empresa que criou, organiza e produz o Rock in Rio e o The Town, que trarão diversas histórias, curiosidades e novidades relacionadas ao Rock in Rio, além de relembrarem momentos icônicos de todas as edições do maior festival de música e entretenimento do mundo. Para além disso, a live também vai trazer quiz, novidades de 2024 e ainda surpresas para aqueles que estiverem acompanhando em tempo real.  

O resultado do challenge #MeuEncontroRockinRio também será anunciado ao vivo, direto do escritório do Rock in Rio, mostrando os bastidores de um dia super agitado e importante para o festival. Os autores dos vinte vídeos com as melhores histórias, selecionadas pela equipe Rock in Rio, vão poder escolher um dia do festival para aproveitar com mais quatro acompanhantes. 

A organização relembra que, na edição de 2022, os Rock in Rio Cards esgotaram em apenas 1h28 e o volume de acessos simultâneos ultrapassou a casa de 800 mil usuários únicos para a compra o ingresso. Isso significou que se o festival tivesse aberto a venda oficial de ingressos naquele dia, teria público para encher duas edições inteiras de Rock in Rio, considerando que a média de vendas por pessoas é de 2 ingressos. Por conta disso, a recomendação é que os fãs já comecem a se organizar antecipando o cadastro na Ticketmaster para que tudo esteja preparado na hora da tão aguardada venda dos ingressos. 

Ingressos Rock in Rio Card para o público em geral serão vendidos exclusivamente pela Ticketmaster Brasil hoje, às 19h 

A venda de ingressos para o Rock in Rio acontecerá exclusivamente online por meio da Ticketmaster Brasil e ela começa com o Rock in Rio Card, ingresso sem data pré-definida que garante seu lugar no festival antes mesmo de todas as atrações anunciadas, hoje, 7 de dezembro às 19h. E, assim como para o Rock in Rio 2022 e o The Town 2023, o ingresso será totalmente digital. A organização convoca os fãs a já se cadastrarem na plataforma da Ticketmaster Brasil, visando facilitar o momento da compra do Rock in Rio Card. 

E quem quiser garantir um lugar na Cidade do Rock em 2024 precisa se planejar. Na edição de 2022, quando o mundo saía de um longo período de pandemia e ansiava pelo retorno da vida ao vivo, a venda do Card foi encerrada em tempo recorde, em apenas 1h28, quando os 200 mil ingressos disponíveis se esgotaram. Na época, o volume de acessos à plataforma de vendas foi de mais de 1 milhão de usuários únicos simultâneos em mais de um momento e ao final da venda o público na fila estava em mais de 800 mil únicos. Isso significa que se o festival tivesse aberto a venda oficial de ingressos naquela data, teria público para encher quase 3 edições inteiras de Rock in Rio, considerando que a média de vendas por pessoa é de 2 ingressos. 

Para a edição do Rock in Rio Brasil 2024, o valor do Rock in Rio Card será R$ 755 (inteira) e R$ 377,50 (meia-entrada) e não há cobrança de taxa de serviço. O pagamento pode ser feito por PIX ou cartão de crédito e o valor parcelado em até seis vezes. Clientes que efetuarem o pagamento com os cartões de crédito Itaú, Credicard e Iti têm 15% de desconto na compra de ingressos, por R$ 641,75 (não cumulativos com a meia-entrada) e poderão parcelar sua compra em até oito vezes sem juros. 

O limite de compra do público em geral é de até 4 (quatro) ingressos por CPF, sendo uma meia-entrada, com exceção para meia-entrada para pessoas portadoras de necessidade especial, que têm direito a comprar outra meia-entrada também para seu acompanhante. Os clientes que adquirirem ingressos nesta modalidade terão que informar no próprio site todas as informações referentes ao documento que comprove tal condição, para posterior validação, assim como será necessário apresentá-lo no acesso à Cidade do Rock, no dia do evento.   

O ingresso de meia-entrada é garantido por lei para estudantes, menores de 21 anos, maiores de 60 anos, deficientes e seu acompanhante, profissionais e professores da rede de ensino do Rio de Janeiro e jovens de baixa renda. 

The Town 2023: Festival faz coletiva de imprensa com órgãos públicos para apresentar melhorias e obras de infraestrutura do Autódromo de Interlagos

Com a presença do Prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes, e do Governador do Estado, Tarcísio de Freitas, Roberto Medina falou sobre o sonho de realizar o The Town, enquanto Roberta Medina trouxe novidades da montagem e apresentou a gastronomia do Market Square que tem cardápio assinado por Alex Atala

Foto: Felipe Vianna

São Paulo, 10 de agosto de 2023 – O sonho de abrir os portões da Cidade da Música em São Paulo está cada dia mais perto de se tornar realidade. Ocupando 360 mil m2 do Autódromo de Interlagos, o The Town vai reunir 500 mil fãs que viverão dias mágicos de muita música com conforto e qualidade. Para apresentar as obras de infraestrutura que garantem a realização do festival, aconteceu hoje – quinta-feira, dia 10 de agosto – uma coletiva de imprensa, na Cidade da Música, com a participação do presidente e criador do The Town e Rock in Rio, Roberto Medina, da vice-presidente de reputação de marca da Rock World, Roberta Medina, do Prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes, e do Governador do Estado, Tarcísio de Freitas. As obras, realizadas pela prefeitura, fazem parte de um projeto que começou a tomar forma há quase dois anos e contou com a expertise da equipe do The Town na orientação sobre as melhorias que poderiam ser realizadas, com objetivo de transformar o Autódromo de Interlagos em um local ainda mais bem preparado para receber, não só o novo festival, como outros grandes eventos que fazem parte do calendário da cidade.

Além das obras de infraestrutura, a coletiva também trouxe novidades sobre a gastronomia da Cidade da Música e anunciou o renomado Chef Alex Atala como o responsável pelo cardápio do Market Square, um espaço climatizado e dedicado à gastronomia de excelência. Os oito restaurantes do local convidam o público para um passeio por bairros da capital por meio da comida e quem participou do evento desta quinta-feira teve a oportunidade de experimentar o menu em primeira mão. Outra novidade contada em primeira mão sobre o esquema de transportes para o festival, confirmado pelo Governador de São Paulo, é o funcionamento 24 horas de toda a rede de metrô e trens da CPTM. A partir da 00h00, durante os cinco dias de evento, apenas a Estação Autódromo permanece aberta para embarque do público – sendo assim, todas as restantes funcionarão apenas para desembarque. Desta forma, o público não precisa se preocupar com a volta para casa, podendo aproveitar o festival até ao fim e saindo com segurança da Cidade da Música.

A 23 dias do The Town, Roberto Medina lembrou que o projeto começou com um sonho de levar para São Paulo um grandioso festival, com a dimensão que a cidade merece. “Comecei a desenhar o The Town há alguns anos e, hoje, perto de sua primeira edição, ele já é considerado o maior festival de São Paulo, com 500 mil pessoas passando pela Cidade da Música durante os cinco dias de festa. Estamos na reta final da montagem, a poucos dias de entrarmos para a história, e é emocionante ver o sonho cada vez mais próximo de se tornar realidade, no dia 2 de setembro. Vamos viver dias mágicos, que ficarão marcados para sempre na memória das pessoas”, destacou Roberto.

O The Town estreia na grande metrópole no dia 2 de setembro de 2023, e segue durante os dias 3, 7, 9 e 10, no Autódromo de Interlagos. O novo festival já se posiciona como um evento de grande relevância, não apenas para a capital paulista, como também para todo o Brasil.  Com mais de 235 horas de música, o The Town tem em seu line-up grandes nomes da música mundial como Post Malone, Bruno Mars, Maroon 5 e Foo Fighters.

Roberta Medina pontuou o longo caminho percorrido, com um trabalho de excelência de toda a equipe do festival, com parceiros de peso, para entregar uma Cidade da Música esplêndida e que vai emocionar todas as pessoas. “Cada espaço foi desenhado e projetado com muito cuidado, sempre pensando na excelência e na experiência do nosso fã. A Cidade da Música proporcionará momentos únicos para o público com os tão aguardados shows, brinquedos, stands de marcas e ativações. Todos poderão aproveitar cada segundo deste lugar mágico com muito conforto e segurança”, comentou Roberta.

O que mudou no Autódromo de Interlagos

As obras de infraestrutura e melhorias aconteceram tanto dentro, quanto no entorno do Autódromo de Interlagos, visando melhorar a acessibilidade e o conforto do público. Na parte interna, uma novidade importante é o nivelamento do terreno – preservando as características topográficas – para oferecer mais acessibilidade no deslocamento do público. Na área que ficam os palcos Skyline e The One, a organização aumentou a área em mais de 30.000 m2. Ainda no solo, 24 mil m2 de grama sintética estão sendo colocados, amenizando o calor e tornando o espaço mais bonito e confortável. Outra grande mudança é no saneamento básico do Autódromo de Interlagos. Com a instalação de 50 km de tubulações para ligações de água e esgoto, será possível deixar o uso de sanitários químicos para trás. A Cidade da Música contará com oito polos de banheiros, com 680 cabines, espalhados por todo o terreno e conectados à rede pública de tratamento de esgoto.

Além do conforto, o público já habituado a frequentar eventos no Autódromo poderá encontrar também novas torres de delay. Elas garantem que os shows sejam ouvidos a grandes distâncias dos palcos e foram cuidadosamente escolhidas em termos de design para garantir a harmonia estética. Nas obras de infraestrutura foram usados 100 km de cabos elétricos, disponibilizando uma potência de 30 mil KVA e 3,2 mil pontos de energia. Já na parte externa, a prefeitura realizou a manutenção das áreas próximas, melhorias na iluminação e em equipamentos públicos, bem como a poda de arvores. 

O Prefeito da Cidade, Ricardo Nunes, ressaltou a importância das obras não apenas para a cidade, mas como para a experiência do público nos demais eventos do calendário da cidade. “Muita gente trabalhou para chegar a esse ponto, para transformar o autódromo na Cidade da Música”, começou o Prefeito. “Será um espaço muito bem elaborado para as pessoas se divertirem, com toda essa cenografia e tudo isso que foi feito aqui. Com a divulgação do festival e dos shows acontecendo para vários países do mundo, é também uma divulgação da cidade de São Paulo como sendo a cidade da música, do rock e do entretenimento. Fizemos agora um investimento de R$ 190 milhões, que vai servir para a realização de tantos outros eventos aqui no Autódromo. Não tenho dúvida nenhuma de que toda essa movimentação de dinheiro, toda essa geração de emprego, seja de fundamental importância, além de poder ofertas às pessoas os melhores shows do mundo”, acredita.

Já o Governador do Estado, Tarcísio de Freitas, anunciou o esquema especial de transporte para os dias de The Town. “Todas as linhas de metrô e da CPTM vão funcionar 24 horas nos dias de evento. Teremos saídas a cada 3 minutos e, obviamente essas pessoas precisam ser baldeadas para as outras linhas para chegar em cada ponto da nossa cidade. Então, nós teremos toda a linha funcionando 24 horas, com três serviços diferentes: teremos o serviço normal, que todo mundo está acostumado, o expresso, o semi-expresso”, contou o governador para incentivar o uso do transporte público durante o festival. “Esses bilhetes podem ser adquiridos já, pelo site da ViaMobilidade”, finalizou.

O The Town tem o respaldo dos 38 anos de experiência de seus realizadores na montagem de festivais, no Brasil e no exterior, para idealizar uma Cidade da Música com a melhor utilização do espaço. Um exemplo é a mudança de posição das catracas de acesso ao festival, que estão mais perto da entrada do Autódromo. Com isso, o público precisará caminhar menos para entrar na Cidade da Música e ser contagiado com a magia do festival. A disposição dos palcos e das atrações também é pensada para que o público tenha a melhor circulação pelo espaço e com as melhores condições de acessibilidade. Outro ponto que chamou atenção durante a coletiva foi a magnitude cenografia, que já vai dando os contornos do que os fãs podem esperar do The Town.

Com cardápio assinado por Alex Atala, Market Square terá experiência gastronômica inédita ao representar bairros da cidade de São Paulo

Dentre todo cuidado e sofisticação, desde o line-up até a cenografia que compõe a Cidade da Música, também se destaca a gastronomia do The Town. Durante os cinco dias de festival, as marcas presentes atenderão os mais diferentes paladares, desde os que apreciam uma gastronomia mais elaborada, até os fãs de fast food, os veganos e vegetarianos, entre outros. Neste tema, uma das estrelas é o Market Square, dedicado ao público que não abre mão da gastronomia aliada à experiência, um espaço totalmente coberto e climatizado, com diversas mesas e cadeiras para se sentar, esticar as pernas e relaxar entre um show e outro. O cardápio será assinado pela 7 Gastronomia, em parceria com Alex Atala e Sapore. O veterano chef de cozinha e dono do D.O.M – que faz parte do seleto grupo de restaurantes brasileiros com duas estrelas no Guia Michelin – está à frente das criações.

“São Paulo por si só já é um verdadeiro festival de sabores. E assinar um menu inspirado na capital paulista, é uma maneira de levar o público do The Town a viajar através de uma das coisas que a cidade tem de melhor: a gastronomia”, pontua Alex Atala.

O Market Square contará com oito restaurantes que convidam o público para um passeio gastronômico pelos bairros da capital: desde as tradicionais pizzas da Mooca até os restaurantes orientais da Liberdade, passando pela culinária com uma pegada mais saudável de Pinheiros, os deliciosos lanches do Centro e os petiscos de bares da Vila Madalena. A sofisticação dos Jardins e os famosos pasteis da Lapa, claro, não poderiam ficar de fora. Para tornar a experiência ainda mais marcante, os pratos serão harmonizados com as cervejas Lagunitas, Blue Moon, Baden Baden e Eisenbahn.

Com expertise de grandes eventos, a Sapore, por meio da 7 Gastronomia, traz ao festival uma grande operação que começa a funcionar muito antes das estrelas subirem ao palco. Agora, presente também no Market Square, a expectativa é levar o público a uma verdadeira experiencia gastronômica. “Após marcar presença em grandes eventos, como Olimpíadas, estamos felizes de participar deste festival importante que chega a São Paulo para fazer história”, destaca Daniel Mendez, fundador da Sapore.

Na Área Vip, o público encontrará uma gastronomia única e all inclusive apresentada pelo chef João Magalhães, da GSH, e pelo chef de Pâtisserie Lucas Corazza. A variedade do cardápio trará o design próprio da GSH, dona dos restaurantes Nagairô, Braza Gastronomia e La Coppa, com um conceito urbano, ligado às raízes e natureza da cidade de São Paulo – proporcionando um verdadeiro passeio pelas ruas da capital em cada uma das estações de alimentação, que vão explorar a sustentabilidade, incluindo as embalagens biodegradáveis para diminuir a produção de rejeitos.

Para a pâtisserie da VIP, o chef e confeiteiro Lucas Corazza, vai comandar o menu dos doces e sobremesas, trazendo toda a sua experiência mundial para o The Town. Corazza é considerado um dos mais renomados chefs pâtisserie do Brasil. Não à toa, tornou-se um dos jurados mais queridos da televisão por toda sua autenticidade no programa Que Seja Doce, do canal GNT, que segue para a sétima temporada.

“A primeira edição do The Town vai proporcionar experiências únicas que vão além da música. São Paulo é uma cidade referência na gastronomia e o The Town não poderia deixar de trazer este legado para dentro do festival. Na Cidade da Música, o público vai encontrar uma experiência sofisticada no Market Square e na Área VIP. Estamos muito felizes de ter conosco grandes chefs da culinária, que vão consolidar esta nova forma de servir ao público dentro de um festival de música, como fazemos no Rock in Rio”, reforça Roberta Medina. Ela lembra ainda que: “temos também uma preocupação em oferecer um cardápio variado para os nossos fãs. Por isso, além dos pratos elaborados no Market Square e na VIP, teremos espalhados por todo o gramado opções de petiscos, salgados, fast food, doces e sobremesas, além de bebidas variadas. São alternativas que cabem em todos os bolsos e atendem todos os paladares, incluindo vegetarianos e veganos”, completa.

Ingressos para a primeira edição do The Town já estão disponíveis para ativação no aplicativo Quentro

As pessoas deverão baixar seu(s) ingresso(s) diretamente no seu smartphone utilizando o aplicativo Quentro, onde os ingressos ficarão salvos e poderão ser transferidos, se for o caso.

O Quentro, único app de ingressos aceito no acesso ao festival, é compatível com os aparelhos Android e iOS. Além disso, o app conta com um alto nível de segurança, sendo anticópia, rastreável e muito fácil de utilizar. O QR Code é constantemente e automaticamente atualizado e não serão reconhecidos no acesso prints de tela e impressões.  O app funciona de forma offline e não é necessário ter internet no telefone para acesso ao festival. 

O ingresso no Quentro já vem salvo com o nome de quem vai acessar o festival. Se a compra foi feita com intuito de presentear outra pessoa, ele é transferível através do próprio aplicativo informando o e-mail do recebedor. Após a transferência e aceite, o titular da compra não terá mais acesso ao ingresso transferido. Importante lembrar que a transferência só poderá ser realizada até às 23h do dia anterior do dia do show.

Na entrada do festival, basta abrir o aplicativo Quentro e selecionar o ingresso referente à data em questão. Em seguida deverá posicionar a tela do seu celular com a parte do QR code de frente para o leitor da catraca. Após estes passos, o fã estará apto a entrar na Cidade da Música e aproveitar todas as experiências que o evento oferece. 

Cada ingresso digital só permitirá um único acesso às dependências do evento. Após o primeiro acesso, novas tentativas com o mesmo ingresso digital não serão autorizadas. 

Saiba mais sobre o ingresso digital, aqui.

Com três dos cinco dias de festival já esgotados, público geral ainda pode adquirir ingressos para datas em que Post Malone e Maroon 5 são headliners do Skyline  

Os fãs do The Town ainda podem garantir seu lugar e entrar para a história do festival. Os dias em que Post Malone e Maroon 5 se apresentam seguem disponíveis para venda e o público pode adquirir ingressos por R$ 815 a inteira e R$ 407,50 a meia-entrada, sem a cobrança de taxas adicionais. Pode ser efetuada a compra de até 04 (quatro) ingressos por dia de festival por CPF, sendo no máximo 01 meia-entrada por dia, por CPF. Os clientes que adquirirem meia-entrada terão que inserir no próprio site todas as informações referentes ao documento que comprove tal condição, para posterior validação, assim como será necessário apresentá-lo no acesso à Cidade da Música, no dia do evento. O pagamento pode ser feito apenas por cartão de crédito. O valor pode ser parcelado em até 6 (seis) vezes sem juros. Já os clientes que efetuarem o pagamento com cartões de crédito Itaú, Credicard ou Iti podem parcelar a compra em até 8 (oito) vezes sem juros. 

2 de setembro: Post Malone, Demi Lovato, Iggy Azalea, MC Cabelinho, MC Hariel, MC Ryan SP, Racionais MCs & Orquestra Sinfônica de Heliópolis, Criolo & Planet Hemp, Orochi & Azzy, Tasha e Tracie & Karol Conka, Teto, Caio Luccas, Kayblack, Urias, Esperanza Spalding, Hermeto Pascoal, São Paulo Big Band, Alma Thomas, Batekoo Aka Freshprincedabahia X Jujuzl X Kiara X Mirands, Tropkillaz “10 Anos”, Osgemeos, “Uma Experiência”, Deekapz X Vhoor Klean Vs Klap, Forro Red Light e o Baile Encanado (Com Mestre Nico, Ella Voa E Furmiga Dub). 

3 de setembro: ESGOTADO  

7 de setembro: Maroon 5, The Chainsmokers, Liam Payne, Ludmilla, Ne-Yo, Masego, Angelique Kidjo, Maria Rita, Marvvilla, Afrocidade, Larissa Luz, Hodari, Stanley Jordan, Ivan Lins, São Paulo Big Band, Paula Lima, Gop Tun vs 28room vs Diogo Strausz Live feat Julia Mestre, Shermanology, Kerri Chandler Live, Natasha Diggs Live Horn, L_cio Plants Live, Afterclapp x Shigara x Xaxim. 

9 de setembro: ESGOTADO 

10 de setembro: ESGOTADO 

The Town já nasce gigante 

Dos mesmos criadores do Rock in Rio, The Town estreia na grande metrópole no dia 2 de setembro de 2023, e segue durante os dias 3, 7, 9 e 10, no Autódromo de Interlagos, em uma área de 360 mil m2, que será totalmente renovada. O novo festival já se posiciona como um evento de grande relevância, não apenas para a capital paulista, como também para todo o Brasil.   

Com previsão para receber cerca de 500 mil pessoas em mais de 235 horas de música, a Cidade da Música contará com seis palcos, onde o público poderá imergir em novas e inesquecíveis experiências. Com cenografia inspirada em ícones da arquitetura paulistana e apresentando uma diversidade única de ritmo e união de tribos, The Town chega a São Paulo com apoio, força e empoderamento de gente grande. De acordo com uma pesquisa realizada pela Fundação Getúlio Vargas, está previsto um impacto econômico de R$1.7 bilhão, o maior já visto na capital, além de gerar mais de 19 mil empregos diretos.  

Uma Cidade que não dorme: The Town oferece entretenimento para todos    

Com Post Malone, Maroon 5, Foo Fighters, Bruno Mars, Demi Lovato, Iggy Azalea, MC Cabelinho, MC Hariel, MC Ryan SP, Bebe Rexha, Alok, Luísa Sonza, The Chainsmokers, Liam Payne, Ludmilla, Queens Of The Stone Age, Garbage, Pitty, H.E.R., Kim Petras, Iza, Racionais & Orquestra Sinfônica Heliópolis, Criolo & Planet Hemp, Orochi & Azzy, Tasha e Tracie & Karol Conka, Seu Jorge, Leon Bridges, Ney Matogrosso, Matuê, NE-YO, Masego, Angélique Kidjo, Maria Rita, Wet Leg, Barão Vermelho convida Samuel Rosa, Detonautas, Terno Rei convida Fernanda Takai e Mahmundi, Jão, Gloria Groove, Pabllo Vittar convida Liniker e Jup do Bairro, Marina Sena canta Gal Costa, entre outros já confirmados no line-up, a nova Cidade da Música contará com espaços onde o público poderá usufruir da representação de elementos e locais emblemáticos da cidade. 

O palco Skyline é inspirado nos grandes prédios da cidade paulista e é nele que artistas do mundo inteiro irão compor as quatro atrações do dia. O palco The One, será onde a música vai além da música. Com grandes artistas e uma cenografia de tirar o fôlego, inspirada nos museus de arte de São Paulo, os mais de 30 telões de LED que compõe o palco se transformarão em uma verdadeira experiência imersiva, prometendo um show à parte e entregando uma incrível experiência para o público. O palco também vai promover grandes encontros, dar luz a artistas de renome e provocar debates e reflexões. 

Do Rio para São Paulo, o New Dance Order estará dedicado à música de pista, passando pelos gêneros house, techno, trance, bass e trap. Tão especial quanto os outros palcos, The Town também conta com a São Paulo Square, espaço inspirado na região em que a cidade foi fundada. Ali se reunirão alguns dos seus principais ícones históricos da arquitetura da cidade. 

O festival também traz também os antigos galpões das fábricas para o palco Factory. O espaço terá o mood da cultura urbana com performances de street dance e shows de trap, hip hop e rap. Também não poderia faltar um espaço gastronômico que traz toda a diversidade da culinária paulista — o Market Square e, para completar a experiência, o festival abrigará também a Área VIP, espaço climatizado com buffet assinado por renomado chef e bar exclusivo. 

Como num túnel do tempo, um dos locais mais encantadores e concorridos para cliques, selfies e totalmente “instagramável” do irmão carioca do The Town, o Rock in Rio, desembarca diretamente na Cidade da Música – a Rota 85. O espaço é dedicado ao ano que o Rock in Rio ganhou vida, 1985, e colocou o Brasil na rota dos shows internacionais, e estará em total sinergia com o The Town, que realiza sua primeira edição este ano.  

O novo e maior festival de São Paulo também terá o “The Town – O Musical”. A produção inédita e concebida exclusivamente pelo time criativo de The Town — um “Originals” — tomará conta de um enorme Domo de 50 metros de diâmetro na Cidade da Música. Com criação de Roberto Medina, direção musical de Zé Ricardo, o festival dá vida a um novo espetáculo, que tem roteiro e direção artística de Charles Möeller. No espetáculo, o público vai ver de perto a história de um músico do interior de São Paulo que, ao ver na TV o anúncio de um novo festival, decide fazer as malas e embarcar em uma jornada pessoal, cultural e artística que o leva pelos diferentes bairros, ruas e cenários da capital, explorando cada recanto e cada ritmo que compõem a diversidade cultural paulistana.   

Brinquedos gigantes e radicais estarão presentes na Cidade da Música, trazendo toda uma atmosfera mágica de parque de diversões para o local. Durante todos os dias do The Town, os fãs vão se divertir com a Roda Gigante, aproveitando a vista panorâmica da Cidade da Música; com o Megadrop e a Montanha Russa, as atrações mais emocionantes e divertidas do espaço; e com a Tirolesa, que vai passar na frente do Skyline, proporcionando uma visão privilegiada do palco.   

Sobre a Rock World  

A Rock World é a empresa criadora de experiências que nasceu do maior festival de música e entretenimento do mundo, o Rock in Rio. Com a missão de proporcionar experiências inesquecíveis através da música e do entretenimento, a marca tem como base de sua cultura corporativa a arte de sonhar, de fazer acontecer e inspirar as pessoas através da filosofia de construir um mundo melhor.    

Hoje, além do Rock in Rio, a Rock World expandiu sua área de atuação para outros projetos de produção de experiências que abrangem diferentes áreas. No Live Entertaiment, a marca possui o The Town, o novo e maior festival de música, cultura e arte de São Paulo, que acontecerá no Autódromo de Interlagos, em setembro de 2023.  A partir de 2024 a Rock World assume, em parceria com a C3, a produção e operação do Lollapalooza no Brasil.  

Na área de Conteúdo, o Rock in Rio Studios é o produto que reforça o DNA da companhia para a criação de conteúdos audiovisuais originais e o posicionamento no mercado como uma marca ainda mais poderosa e potente de comunicação. A Rock World também atua na produção de espetáculos originais, os Originals. O primeiro deles foi desenvolvido em 2022 para o Rock in Rio, o Uirapuru, e para 2023 lança o The Town O Musical. 

E para a área de Educação, o Humanorama, o Rock in Rio Academy e o The Town Learning Journey buscam ativar a potência das pessoas para contribuir na construção de um mundo melhor. Ao ampliar sua atuação para tantos campos e diferentes negócios, a Rock World é hoje uma das maiores empresas de criação e produção de conteúdo proprietário de Live Experience no mundo. 

Faltam 30 dias para o The Town: cenografia começa a se destacar na montagem do festival e deixa Cidade da Música deslumbrante

A contagem regressiva para a primeira edição do The Town está cada vez mais próxima de se encerrar. Daqui a exatos 30 dias, os fãs vão viver dias mágicos naquela que será a primeira e histórica edição do maior festival que São Paulo receberá. Enquanto o dia 2 de setembro não chega, a Cidade da Música está com a montagem a todo o vapor. No local, as cenografias dos palcos já começam a aparecer, destacando toda a magia que vai compor o espaço. Também para celebrar esta data tão especial, a icônica esfera do The Town – que já passou por lugares marcantes de São Paulo como o Parque do Ibirapuera, Largo da Batata e Viaduto do Chá – chegou oficialmente à Cidade da Música. A obra de cinco metros de altura será um dos destaques do festival e vai se tornar uma grande fonte de água. Com grandes nomes da música internacional e nacional se apresentando no The Town, os fãs que garantiram presença no festival já podem, inclusive, começar a se planejar e montar suas agendas no aplicativo oficial do The Town, que já liberou os horários dos shows do line-up. 

“Estamos a 30 dias de entrar para história com a primeira edição do The Town. O público vai se surpreender e ficar encantado com cada detalhe da cenografia, que está ficando deslumbrante em cada detalhe e com uma atmosfera mágica. Percorremos um longo caminho até chegar aqui, quando estamos praticamente na reta final de preparação para o festival. A montagem segue a todo o vapor para a grande festa que começa no Autódromo de Interlagos no dia 2 de setembro. A chegada da esfera na Cidade da Música, depois de ter passado por diversos pontos de São Paulo, é a cereja do bolo pra marcar este momento tão especial de contagem regressiva. Serão cinco dias inesquecíveis, que ficarão marcados para sempre na memória dos nossos fãs.” conta Luis Justo, CEO da Rock World, empresa que criou, organiza e produz o The Town e o Rock in Rio. 

Na Cidade da Música já é possível perceber como ficará a cenografia dos palcos Skyline, The One, Factory, São Paulo Square e New Dance Order, que estão ganhando forma a cada dia que passa. O palco Skyline já está bem avançado, com os arranha-céus de São Paulo podendo ser identificados na cenografia. No The One, estão sendo instaladas as placas metálicas que vão compor a cenografia combinadas aos 39 telões de led. No palco Factory, inspirado nas antigas fábricas da metrópole e que será dedicado a cultura urbana, já é possível ver os “tijolinhos” da fachada. Na São Paulo Square já é possível ver a inspiração do local, que se reflete em prédios icônicos da arquitetura da cidade. O espaço dedicado à música de pista e multiculturalidade de São Paulo, o New Dance Order, já começa a instalar os 250m2 de leds, que proporcionarão uma experiência inédita aos fãs. Já a enorme esfera de 5 metros de diâmetro e 500 KGs, um símbolo da realização desta primeira edição, vai compor uma grande fonte de água no The Town depois de já interagir com os paulistanos ao passar por pontos importantes de São Paulo como o Parque do Ibirapuera, Largo da Batata e Viaduto do Chá. 

Também especialmente no dia 2 de setembro acontece um momento único e mágico, que vai entrar para a história ao entregar para a plateia do The Town a tarefa de iluminar o festival, criando uma experiência inesquecível. Será um espetáculo que vai sincronizar luz, música, fogos de artifício e transmissão ao vivo nos telões, que vai parar a Cidade da Música e o público vai se arrepiar com um momento emblemático e que se conecta diretamente com a origem de tudo: a primeira edição do Rock in Rio, em 1985. Serão distribuídas 100 mil pulseiras de LED na abertura dos portões para que os fãs participem ativamente deste momento, sendo o centro da experiência, que contará com uma atmosfera similar à trazida pelo Coldplay, no penúltimo dia de Rock in Rio 2022. Todas as luzes da Cidade da Música se apagarão e apenas os palcos estarão acesos, com direcional de 6.300 spots de luz (2 milhões de Watts de potência), conectando cada pessoa que estiver no festival, não importando a sua localização na venue. O consagrado artista Ney Matogrosso é a atração convidada para reviver este momento nostálgico, cantando o sucesso “América do Sul”, apresentado na abertura do Rock in Rio, em 1985, inaugurando o Palco Mundo. 

Público já pode conferir grade de shows no aplicativo do The Town 

Logo em sua primeira edição, o The Town receberá 500 mil pessoas e conta com mais de 235 horas de música, divididas nos seis palcos que vão compor a Cidade da Música junto com diversas outras opções de entretenimento. Para viver a fundo toda essa experiência, o público já pode começar a se preparar e se programar por meio do aplicativo oficial do The Town. A partir de hoje, os fãs já conseguem acessar a grade de horário de shows que acontecem no festival.   

“Para aproveitar ao máximo as atrações proporcionadas pelo festival, é preciso se planejar. Com o aplicativo, o público terá toda a programação no detalhe e com fácil acesso, podendo se organizar da forma que desejar para aproveitar a programação intensa de 12 horas por dia, começando as 14h e se encerrando as 2h. Vamos erguer uma verdadeira cidade que vai ocupar 360 mil metros quadrados do Autódromo de Interlagos, proporcionando experiências inesquecíveis para os fãs, por isso, incentivamos o público para que se organize com antecedência por meio do aplicativo, criando seu próprio guia do que fazer na Cidade da Música, e chegue cedo para aproveitar ao máximo cada momento memorável neste lugar que será mágico”, conta Luis Justo. 

Por meio do aplicativo oficial, o público terá acesso a todos os detalhes sobre atrações, palcos, espaços, mapa da Cidade da Música, acessibilidade, brinquedos, stands de patrocinadores, transportes para o festival, entre outras experiências na Cidade da Música. A plataforma será atualizada constantemente e terá diversas funcionalidades disponíveis até o início do The Town para que os usuários saibam tudo que está acontecendo no festival. Para que essa organização seja feita, o aplicativo conta com uma ferramenta de agenda que vai facilitar esse processo.  

O aplicativo, que leva o nome “The Town”, já está disponível para os dispositivos com os sistemas operacionais IOS e Android, com o download podendo ser feito na Google Play Store e Apple Store.   

Ingressos para a primeira edição do The Town já estão disponíveis para ativação no aplicativo Quentro 

As pessoas deverão baixar seu(s) ingresso(s) diretamente no seu smartphone utilizando o aplicativo Quentro, onde os ingressos ficarão salvos e poderão ser transferidos, se for o caso.  

O Quentro, único app de ingressos aceito no acesso ao festival, é compatível com os aparelhos Android e iOS. Além disso, o app conta com um alto nível de segurança, sendo anticópia, rastreável e muito fácil de utilizar. O QR Code é constantemente e automaticamente atualizado e não serão reconhecidos no acesso prints de tela e impressões.  O app funciona de forma offline e não é necessário ter internet no telefone para acesso ao festival.   

O ingresso no Quentro já vem salvo com o nome de quem vai acessar o festival. Se a compra foi feita com intuito de presentear outra pessoa, ele é transferível através do próprio aplicativo informando o e-mail do recebedor. Após a transferência e aceite, o titular da compra não terá mais acesso ao ingresso transferido. Importante lembrar que a transferência só poderá ser realizada até às 23h do dia anterior do dia do show.  

Na entrada do festival, basta abrir o aplicativo Quentro e selecionar o ingresso referente à data em questão. Em seguida deverá posicionar a tela do seu celular com a parte do QR code de frente para o leitor da catraca. Após estes passos, o fã estará apto a entrar na Cidade da Música e aproveitar todas as experiências que o evento oferece.   

Cada ingresso digital só permitirá um único acesso às dependências do evento. Após o primeiro acesso, novas tentativas com o mesmo ingresso digital não serão autorizadas.   

Saiba mais sobre o ingresso digital, aqui.  

Com três dos cinco dias de festival já esgotados, público geral ainda pode adquirir ingressos para datas em que Post Malone e Maroon 5 são headliners do Skyline    

Os fãs do The Town já podem garantir seu lugar e entrar para a história do festival. Com os dias em que Post Malone e Maroon 5 ainda disponíveis para venda, o público pode adquirir ingressos por R$ 815 a inteira e R$ 407,50 a meia-entrada e sem a cobrança de taxas adicionais. Pode ser efetuada a compra de até 04 (quatro) ingressos por dia de festival por CPF, sendo no máximo 01 meia-entrada por dia, por CPF. Os clientes que adquirirem meia-entrada terão que inserir no próprio site todas as informações referentes ao documento que comprove tal condição, para posterior validação, assim como será necessário apresentá-lo no acesso à Cidade da Música, no dia do evento. O pagamento pode ser feito apenas por cartão de crédito. O valor pode ser parcelado em até 6 (seis) vezes sem juros. Já os clientes que efetuarem o pagamento com cartões de crédito Itaú, Credicard ou Iti podem parcelar a compra em até 8 (oito) vezes sem juros.   

2 de setembro: Post Malone, Demi Lovato, Iggy Azalea, MC Cabelinho, MC Hariel, MC Ryan SP, Racionais MCs & Orquestra Sinfônica de Heliópolis, Criolo & Planet Hemp, Orochi & Azzy, Tasha e Tracie & Karol Conka, Teto, Caio Luccas, Kayblack, Urias, Esperanza Spalding, Hermeto Pascoal, São Paulo Big Band, Alma Thomas, Batekoo Aka Freshprincedabahia X Jujuzl X Kiara X Mirands, Tropkillaz “10 Anos”, Osgemeos, “Uma Experiência”, Deekapz X Vhoor Klean Vs Klap, Forro Red Light e o Baile Encanado (Com Mestre Nico, Ella Voa E Furmiga Dub).   

3 de setembro: ESGOTADO    

7 de setembro: Maroon 5, The Chainsmokers, Liam Payne, Ludmilla, Ne-Yo, Masego, Angelique Kidjo, Maria Rita, Marvvilla, Afrocidade, Larissa Luz, Hodari, Stanley Jordan, Ivan Lins, São Paulo Big Band, Paula Lima, Gop Tun vs 28room vs Diogo Strausz Live feat Julia Mestre, Shermanology, Kerri Chandler Live, Natasha Diggs Live Horn, L_cio Plants Live, Afterclapp x Shigara x Xaxim.   

9 de setembro: ESGOTADO   

10 de setembro: ESGOTADO   

The Town já nasce gigante   

Dos mesmos criadores do Rock in Rio, The Town estreia na grande metrópole no dia 2 de setembro de 2023, e segue durante os dias 3, 7, 9 e 10, no Autódromo de Interlagos, em uma área de 360 mil m2, que será totalmente renovada. O novo festival já se posiciona como um evento de grande relevância, não apenas para a capital paulista, como também para todo o Brasil.     

Uma Cidade que não dorme: The Town oferece entretenimento para todos      

Com Post Malone, Maroon 5, Foo Fighters, Bruno Mars, Demi Lovato, Iggy Azalea, MC Cabelinho, MC Hariel, MC Ryan SP, Bebe Rexha, Alok, Luísa Sonza, The Chainsmokers, Liam Payne, Ludmilla, Queens Of The Stone Age, Garbage, Pitty, H.E.R., Kim Petras, Iza, Racionais & Orquestra Sinfônica Heliópolis, Criolo & Planet Hemp, Orochi & Azzy, Tasha e Tracie & Karol Conka, Seu Jorge, Leon Bridges, Ney Matogrosso, Matuê, NE-YO, Masego, Angélique Kidjo, Maria Rita, Wet Leg, Barão Vermelho convida Samuel Rosa, Detonautas, Terno Rei convida Fernanda Takai e Mahmundi, Jão, Gloria Groove, Pabllo Vittar convida Liniker e Jup do Bairro, Marina Sena canta Gal Costa, entre outros já confirmados no line-up, a nova Cidade da Música contará com espaços onde o público poderá usufruir da representação de elementos e locais emblemáticos da cidade.   

O palco Skyline é inspirado nos grandes prédios da cidade paulista e é nele que artistas do mundo inteiro irão compor as quatro atrações do dia. O palco The One, será onde a música vai além da música. Com grandes artistas e uma cenografia de tirar o fôlego, inspirada nos museus de arte de São Paulo, os mais de 30 telões de LED que compõe o palco se transformarão em uma verdadeira experiência imersiva, prometendo um show à parte e entregando uma incrível experiência para o público. O palco também vai promover grandes encontros, dar luz a artistas de renome e provocar debates e reflexões.   

Do Rio para São Paulo, o New Dance Order estará dedicado à música de pista, passando pelos gêneros house, techno, trance, bass e trap. Tão especial quanto os outros palcos, The Town também conta com a São Paulo Square, espaço inspirado na região em que a cidade foi fundada. Ali se reunirão alguns dos seus principais ícones históricos da arquitetura da cidade.   

O festival também traz também os antigos galpões das fábricas para o palco Factory. O espaço terá o mood da cultura urbana com performances de street dance e shows de trap, hip hop e rap. Também não poderia faltar um espaço gastronômico que traz toda a diversidade da culinária paulista — o Market Square e, para completar a experiência, o festival abrigará também a Área VIP, espaço climatizado com buffet assinado por renomado chef e bar exclusivo.   

Como num túnel do tempo, um dos locais mais encantadores e concorridos para cliques, selfies e totalmente “instagramável” do irmão carioca do The Town, o Rock in Rio, desembarca diretamente na Cidade da Música – a Rota 85. O espaço é dedicado ao ano que o Rock in Rio ganhou vida, 1985, e colocou o Brasil na rota dos shows internacionais, e estará em total sinergia com o The Town, que realiza sua primeira edição este ano.    

O novo e maior festival de São Paulo também terá o “The Town – O Musical”. A produção inédita e concebida exclusivamente pelo time criativo de The Town — um “Originals” — tomará conta de um enorme Domo de 50 metros de diâmetro na Cidade da Música. Com criação de Roberto Medina, direção musical de Zé Ricardo, o festival dá vida a um novo espetáculo, que tem roteiro e direção artística de Charles Möeller. No espetáculo, o público vai ver de perto a história de um músico do interior de São Paulo que, ao ver na TV o anúncio de um novo festival, decide fazer as malas e embarcar em uma jornada pessoal, cultural e artística que o leva pelos diferentes bairros, ruas e cenários da capital, explorando cada recanto e cada ritmo que compõem a diversidade cultural paulistana.     

Brinquedos gigantes e radicais estarão presentes na Cidade da Música, trazendo toda uma atmosfera mágica de parque de diversões para o local. Durante todos os dias do The Town, os fãs vão se divertir com a Roda Gigante, aproveitando a vista panorâmica da Cidade da Música; com o Megadrop e a Montanha Russa, as atrações mais emocionantes e divertidas do espaço; e com a Tirolesa, que vai passar na frente do Skyline, proporcionando uma visão privilegiada do palco.     

Sobre a Rock World    

A Rock World é a empresa criadora de experiências que nasceu do maior festival de música e entretenimento do mundo, o Rock in Rio. Com a missão de proporcionar experiências inesquecíveis através da música e do entretenimento, a marca tem como base de sua cultura corporativa a arte de sonhar, de fazer acontecer e inspirar as pessoas através da filosofia de construir um mundo melhor.      

Hoje, além do Rock in Rio, a Rock World expandiu sua área de atuação para outros projetos de produção de experiências que abrangem diferentes áreas. No Live Entertaiment, a marca possui o The Town, o novo e maior festival de música, cultura e arte de São Paulo, que acontecerá no Autódromo de Interlagos, em setembro de 2023.  A partir de 2024 a Rock World assume, em parceria com a C3, a produção e operação do Lollapalooza no Brasil.    

Na área de Conteúdo, o Rock in Rio Studios é o produto que reforça o DNA da companhia para a criação de conteúdos audiovisuais originais e o posicionamento no mercado como uma marca ainda mais poderosa e potente de comunicação. A Rock World também atua na produção de espetáculos originais, os Originals. O primeiro deles foi desenvolvido em 2022 para o Rock in Rio, o Uirapuru, e para 2023 lança o The Town O Musical.   

E para a área de Educação, o Humanorama, o Rock in Rio Academy e o The Town Learning Journey buscam ativar a potência das pessoas para contribuir na construção de um mundo melhor. Ao ampliar sua atuação para tantos campos e diferentes negócios, a Rock World é hoje uma das maiores empresas de criação e produção de conteúdo proprietário de Live Experience no mundo.  

The Town 2023: Fãs terão última chance de garantir um lugar na Cidade da Música com a venda extraordinária de ingressos para todos os dias do evento

As vendas começam nesta quinta-feira, dia 27, ao meio-dia (12h), apenas pelo site da Ticketmaster e com ingressos inclusive para os dias 03, 09 e 10 em que Bruno Mars e Foo Fighters serão os headliners

Os fãs do The Town terão mais uma oportunidade de entrar para história e garantir um lugar na Cidade da Música. No dia 27/07, ao meio-dia (12h), o maior festival de São Paulo abre venda extraordinária de ingressos, com todos os cinco dias disponíveis para venda, inclusive para os dias que estavam esgotados: 03, 09 e 10 de setembro em que Bruno Mars e Foo Fighters serão os headliners. Os ingressos possuem os mesmos valores da venda geral e são sujeitos à disponibilidade, com os ingressos remanescentes da venda de abril que foram comprados por cartão de crédito, mas que não foram concluídos ou foram cancelados. Para os interessados, basta entrar no site da Ticketmaster e seguir os passos para realizar a compra. Aqueles que já adquiriram o ingresso para o The Town já podem fazer o download ou transferência do mesmo por meio do aplicativo Quentro, único app de ingressos aceito no acesso ao festival.

Os ingressos vão custar R$ 815 a inteira e R$ 407,50 a meia-entrada, mesmo preço da venda geral, e não há cobrança de taxas adicionais. Pode ser efetuada a compra de até 04 (quatro) ingressos por dia de festival por CPF, sendo no máximo 01 meia-entrada por dia, por CPF. Os clientes que adquirirem meia-entrada terão que inserir no próprio site todas as informações referentes ao documento que comprove tal condição, para posterior validação, assim como será necessário apresentá-lo no acesso à Cidade da Música, no dia do evento. O pagamento poderá ser efetuado com PIX ou cartão de crédito, esse com parcelamento em até 6 (seis) vezes sem juros. Para os clientes Itaú, o parcelamento em até 8 (oito) vezes sem juros apenas para pagamento efetuado com cartões de crédito Itaú, Credicard ou Iti. Aqueles que garantirem o ingresso na venda extraordinária deverão ficar atentos ao e-mail cadastrado na Ticketmaster, pois receberão o passo a passo do download e transferência de forma gradual.

A organização relembra que, vendeu, na plataforma da Ticketmaster Brasil, todo o montante disponibilizado do The Town Card em menos de três horas. No dia 18 de abril, quando as vendas gerais começaram, mais de 270 mil pessoas estavam na fila para garantir um lugar na história. Somente neste dia, o site oficial do festival teve mais de 1.2 milhões de acessos e, em apenas 16 horas, três dos cinco dias estavam com as entradas esgotadas. Em pouco mais de uma hora, 1h12, as datas em que Bruno Mars é headliner, 3 e 10 de setembro, tiveram todos os ingressos vendidos. As vendas para o dia 9 de setembro, quando Foo Fighters é a principal atração do Skyline, foram encerradas no dia seguinte após a abertura.

Agora, com a venda extraordinária, os fãs que ainda querem entrar para a história com a primeira edição do The Town podem escolher entre os dias:

2 de setembro: Post Malone, Demi Lovato, Iggy Azalea, MC Cabelinho, MC Hariel, MC Ryan SP, Racionais MCs & Orquestra Sinfônica de Heliópolis, Criolo & Planet Hemp, Orochi & Azzy, Tasha e Tracie & Karol Conka, Teto, Caio Luccas, Kayblack, Urias, Esperanza Spalding, Hermeto Pascoal, São Paulo Big Band, Alma Thomas, Batekoo Aka Freshprincedabahia X Jujuzl X Kiara X Mirands, Tropkillaz “10 Anos”, Osgemeos, “Uma Experiência”, Deekapz X Vhoor Klean Vs Klap, Forro Red Light e o Baile Encanado (Com Mestre Nico, Ella Voa E Furmiga Dub).

3 de setembro: Bruno Mars, Bebe Rexha, Alok, Luisa Sonza, Seu Jorge, Leon Bridges, Ney Matogrosso, Matuê convida O Nordeste, Luccas Carlos, Wiu, Veigh, Lia Clark, Esperanza Spalding, Jonathan Ferr, São Paulo Big Band, Annalu, Kynnie,  Carlos capslock showcase aka Belisa x Stroka x Tessuto, Ellen Allien x Badsista, Paul Kalkbrenner Live, Vitalic, Noporn Live, Carlos Do Complexo vs RHR Live.

7 de setembro: Maroon 5, The Chainsmokers, Liam Payne, Ludmilla, Ne-Yo, Masego, Angelique Kidjo, Maria Rita, Marvvilla, Afrocidade, Larissa Luz, Hodari, Stanley Jordan, Ivan Lins, São Paulo Big Band, Paula Lima, Gop Tun vs 28room vs Diogo Strausz Live feat Julia Mestre, Shermanology, Kerri Chandler Live, Natasha Diggs Live Horn, L_cio Plants Live, Afterclapp x Shigara x Xaxim.

9 de setembro: Foo Fighters, Queens Of Stone Age, Garbage, Pitty, Wet Leg, Barão Vermelho convida Samuel Rosa, Detonautas, Terno Rei convida Fernanda Takai e Mahmundi, MC Don Juan, Yunk Vino, Mc Dricka, Grag Queen, Stanley Jordan, Hamilton de Holanda, São Paulo Big Band Vanessa Moreno, Ana Cañas, Mamba Negra Showcase feat Cashu + Paulete Lindacelva + Valentina Luz, Badsista, Malka, Venus aka Gueto Elegance feat Marina Lima, Inner City Live bonus set Kevin Saunderson, Renato Cohen Live, Aerea Live, Kenya20hz apresenta Chaos Sonora.

10 de setembro: Bruno Mars, H.E.R., Kim Petras, Iza, Jão, Gloria Groove, Pabllo Vittar convida Liniker e Jup do Bairro, Marina Sena canta Gal Costa, Xênia França, Tassia Reis, Cynthia Luz, N.I.N.A, Richard Bona, Banda Mantiqueira, Mônica Salmaso, SÃo Paulo Big Band, Luciana Melo, Jesuton, ODDJs aka Davis X Vermelho X Zopelar, Darren Emerson X Gui Boratto Live, Crazy P Soundsystem, Lion Babe, Paradise Guerrilla, DJ Mau Mau B2B Etcetera.

Chegou a hora de baixar o ingresso digital do The Town: os ingressos para a primeira edição do The Town já estão disponíveis para download ou transferência para quem garantiu presença em um ou mais dias do festival nas vendas do The Town Card ou na venda geral realizada em abril

As pessoas deverão baixar seu(s) ingresso(s) diretamente no seu smartphone utilizando o aplicativo Quentro, onde os ingressos ficarão salvos e poderão ser transferidos, se for o caso.

O Quentro, único app de ingressos aceito no acesso ao festival, é compatível com os aparelhos Android e iOS. Além disso, o app conta com um alto nível de segurança, sendo anticópia, rastreável e muito fácil de utilizar. O QR Code é constantemente e automaticamente atualizado e não serão reconhecidos no acesso prints de tela e impressões.  O app funciona de forma offline e não é necessário ter internet no telefone para acesso ao festival.

O ingresso no Quentro já vem salvo com o nome de quem vai acessar o festival. Se a compra foi feita com intuito de presentear outra pessoa, ele é transferível através do próprio aplicativo informando o e-mail do recebedor. Após a transferência e aceite, o titular da compra não terá mais acesso ao ingresso transferido. Importante lembrar que a transferência só poderá ser realizada até às 23h do dia anterior do dia do show.

Na entrada do festival, basta abrir o aplicativo Quentro e selecionar o ingresso referente à data em questão. Em seguida deverá posicionar a tela do seu celular com a parte do QR code de frente para o leitor da catraca. Após estes passos, o fã estará apto a entrar na Cidade da Música e aproveitar todas as experiências que o evento oferece.

Cada ingresso digital só permitirá um único acesso às dependências do evento. Após o primeiro acesso, novas tentativas com o mesmo ingresso digital não serão autorizadas.

Saiba mais sobre o ingresso digital, aqui.

The Town já nasce gigante

Dos mesmos criadores do Rock in Rio, The Town estreia na grande metrópole no dia 2 de setembro de 2023, e segue durante os dias 3, 7, 9 e 10, no Autódromo de Interlagos, em uma área de 360 mil m2, que será totalmente renovada. O novo festival já se posiciona como um evento de grande relevância, não apenas para a capital paulista, como também para todo o Brasil. 

Com previsão para receber cerca de 500 mil pessoas em mais de 235 horas de música, a Cidade da Música contará com seis palcos, onde o público poderá imergir em novas e inesquecíveis experiências. Com cenografia inspirada em ícones da arquitetura paulistana e apresentando uma diversidade única de ritmo e união de tribos, The Town chega a São Paulo com apoio, força e empoderamento de gente grande. De acordo com uma pesquisa realizada pela Fundação Getúlio Vargas, está previsto um impacto econômico de R$1.7 bilhão, o maior já visto na capital, além de gerar mais de 19 mil empregos diretos.

Uma Cidade que não dorme: The Town oferece entretenimento para todos   

Com Post Malone, Maroon 5, Foo Fighters, Bruno Mars, Demi Lovato, Iggy Azalea, MC Cabelinho, MC Hariel, MC Ryan SP, Bebe Rexha, Alok, Luísa Sonza, The Chainsmokers, Liam Payne, Ludmilla, Queens Of The Stone Age, Garbage, Pitty, H.E.R., Kim Petras, Iza, Racionais & Orquestra Sinfônica Heliópolis, Criolo & Planet Hemp, Orochi & Azzy, Tasha e Tracie & Karol Conka, Seu Jorge, Leon Bridges, Ney Matogrosso, Matuê, NE-YO, Masego, Angélique Kidjo, Maria Rita, Wet Leg, Barão Vermelho convida Samuel Rosa, Detonautas, Terno Rei convida Fernanda Takai e Mahmundi, Jão, Gloria Groove, Pabllo Vittar convida Liniker e Jup do Bairro, Marina Sena canta Gal Costa, entre outros já confirmados no line-up, a nova Cidade da Música contará com espaços onde o público poderá usufruir da representação de elementos e locais emblemáticos da cidade.

O palco Skyline é inspirado nos grandes prédios da cidade paulista e é nele que artistas do mundo inteiro irão compor as quatro atrações do dia. O palco The One, será onde a música vai além da música. Com grandes artistas e uma cenografia de tirar o fôlego, inspirada nos museus de arte de São Paulo, os mais de 30 telões de LED que compõe o palco se transformarão em uma verdadeira experiência imersiva, prometendo um show à parte e entregando uma incrível experiência para o público. O palco também vai promover grandes encontros, dar luz a artistas de renome e provocar debates e reflexões.

Do Rio para São Paulo, o New Dance Order estará dedicado à música de pista, passando pelos gêneros house, techno, trance, bass e trap. Tão especial quanto os outros palcos, The Town também conta com a São Paulo Square, espaço inspirado na região em que a cidade foi fundada. Ali se reunirão alguns dos seus principais ícones históricos da arquitetura da cidade.

O festival também traz também os antigos galpões das fábricas para o palco Factory. O espaço terá o mood da cultura urbana com performances de street dance e shows de trap, hip hop e rap. Também não poderia faltar um espaço gastronômico que traz toda a diversidade da culinária paulista — o Market Square e, para completar a experiência, o festival abrigará também a Área VIP, espaço climatizado com buffet assinado por renomado chef e bar exclusivo.

Como num túnel do tempo, um dos locais mais encantadores e concorridos para cliques, selfies e totalmente “instagramável” do irmão carioca do The Town, o Rock in Rio, desembarca diretamente na Cidade da Música – a Rota 85. O espaço é dedicado ao ano que o Rock in Rio ganhou vida, 1985, e colocou o Brasil na rota dos shows internacionais, e estará em total sinergia com o The Town, que realiza sua primeira edição este ano.

O novo e maior festival de São Paulo também terá o “The Town – O Musical”. A produção inédita e concebida exclusivamente pelo time criativo de The Town — um “Originals” — tomará conta de um enorme Domo de 50 metros de diâmetro na Cidade da Música. Com criação de Roberto Medina, direção musical de Zé Ricardo, o festival dá vida a um novo espetáculo, que tem roteiro e direção artística de Charles Möeller. No espetáculo, o público vai ver de perto a história de um músico do interior de São Paulo que, ao ver na TV o anúncio de um novo festival, decide fazer as malas e embarcar em uma jornada pessoal, cultural e artística que o leva pelos diferentes bairros, ruas e cenários da capital, explorando cada recanto e cada ritmo que compõem a diversidade cultural paulistana. 

Brinquedos gigantes e radicais estarão presentes na Cidade da Música, trazendo toda uma atmosfera mágica de parque de diversões para o local. Durante todos os dias do The Town, os fãs vão se divertir com a Roda Gigante, aproveitando a vista panorâmica da Cidade da Música; com o Megadrop e a Montanha Russa, as atrações mais emocionantes e divertidas do espaço; e com a Tirolesa, que vai passar na frente do Skyline, proporcionando uma visão privilegiada do palco. 

Sobre a Rock World 

A Rock World é a empresa criadora de experiências que nasceu do maior festival de música e entretenimento do mundo, o Rock in Rio. Com a missão de proporcionar experiências inesquecíveis através da música e do entretenimento, a marca tem como base de sua cultura corporativa a arte de sonhar, de fazer acontecer e inspirar as pessoas através da filosofia de construir um mundo melhor. 

Hoje, além do Rock in Rio, a Rock World expandiu sua área de atuação para outros projetos de produção de experiências que abrangem diferentes áreas. No Live Entertaiment, a marca possui o The Town, o novo e maior festival de música, cultura e arte de São Paulo, que acontecerá no Autódromo de Interlagos, em setembro de 2023.  A partir de 2024 a Rock World assume, em parceria com a C3, a produção e operação do Lollapalooza no Brasil.

Na área de Conteúdo, o Rock in Rio Studios é o produto que reforça o DNA da companhia para a criação de conteúdos audiovisuais originais e o posicionamento no mercado como uma marca ainda mais poderosa e potente de comunicação. A Rock World também atua na produção de espetáculos originais, os Originals. O primeiro deles foi desenvolvido em 2022 para o Rock in Rio, o Uirapuru, e para 2023 lança o The Town – O Musical.

E para a área de Educação, o Humanorama, o Rock in Rio Academy e o The Town Learning Journey buscam ativar a potência das pessoas para contribuir na construção de um mundo melhor. Ao ampliar sua atuação para tantos campos e diferentes negócios, a Rock World é hoje uma das maiores empresas de criação e produção de conteúdo proprietário de Live Experience no mundo.


Faltando 50 dias para a primeira e histórica edição do The Town, uma nova cidade nasce em São Paulo: a Cidade da Música

Enquanto os palcos estão sendo erguidos no espaço e oito complexos de banheiros em containers já estão sendo montados e conectados à rede de água e esgoto para que o público tenha o maior conforto possível, organização também garante uma experiência inesquecível e sofisticação na Área Vip

Faltando exatos 50 dias para o início do The Town, uma nova cidade começa a ser erguida em São Paulo: a Cidade da Música. O festival começa a ganhar forma com a subida das estruturas que vão compor todo o espaço que vai ocupar 360 mil m2 do Autódromo de Interlagos. O local se prepara para receber os 500 mil fãs que vão viver dias mágicos naquela que será a primeira e histórica edição do maior festival de São Paulo. Neste momento já é possível notar os e pilares do placo Skyline – que recebe os headliners Post Malone, Bruno Mars, Maroon 5 e Foo Fighters –, e da São Paulo Square. Na parte de infraestrutura, já é possível ver no terreno uma outra estrutura bastante elogiada no irmão carioca, o Rock in Rio, e aguardada pelo público do The Town, que são os banheiros – que serão ligados diretamente a rede de água e esgoto, trazendo um maior conforto ao público. Além de uma experiência de gramado de arrancar suspiros, o festival vai trazer para a Área Vip todo o cuidado e sofisticação que o local merece, e vai proporcionar uma experiência gastronômica única assinada por grandes chefes. 

“Estamos praticamente na reta final de preparação para o The Town. Em 50 dias estaremos juntos, entrando para a história com a primeira edição. A Cidade da Música já está ganhando forma e vamos fazer uma grande festa no local. Estamos acompanhando de perto cada nova estrutura que é erguida, olhando atentamente cada de detalhe para que todas vivam uma experiência mágica durante os cinco dias de festival. Será inesquecível.” conta Luis Justo, CEO da Rock World, empresa que criou, organiza e produz o The Town e o Rock in Rio.  

Ana Biavaschi, Diretora de Rockreators e Cenografia da Rock World, ressalta todo o encanto que a Cidade da Música terá: “E Este será um lugar repleto de magia. As pessoas que passarem por aqui vão se surpreender com tudo o que estamos preparando. Estamos tendo um grande cuidado em cada detalhe da cenografia, desde as construções aos retoques e ajustes finais. Será um grande parque de entretenimento e o que queremos é despertar suspiros das pessoas a cada passo.” finaliza. 

Aos poucos a Cidade da Música ganha vida. A montagem de um quebra-cabeças começa e as primeiras áreas a subir são os banheiros, os palcos Skyline e São Paulo Square. Uma das novidades que é bastante aguardada pelo público são os banheiros que serão instalados no festival. As estruturas já começaram a ser erguidas, possuem ligação direta com a rede de água e esgoto. Para que o público tenha a melhor experiência e conforto possível, a Cidade da Música conta com oito complexos de banheiros que serão distribuídos em lugares estratégicos, compostos por diversos containers que, além das cabines reservadas, terão pias para higienizar as mãos, sensores de identificação de ocupação das cabines e rampas e módulos acessíveis. Durante todo o período do festival, as equipes de limpeza atuarão constantemente na manutenção do local, garantindo uma experiência impecável aos fãs.   

Inspirado nos arranha-céus de São Paulo e com uma a cenografia que tem 2.300m2 de chapa metálica, 41m de altura – equivalente a um prédio de quase 14 andares –, 95m de comprimento, 440 toneladas de material pra construção e 2.300m2 de pisos construídos, o gigantesco palco Skyline também começa a ganhar vida na Cidade da Música, com os primeiros arcos e pilares já de pé. O espaço receberá grandes nomes da música nacional e internacional, sendo o palco mais mainstream do festival. O Skyline é o palco mais alto já produzido pela Rock World, com altura maior, inclusive, que o Palco Mundo do Rock in Rio. Previsto para receber quatro shows por dia, o espaço tem grandes nomes da música confirmados como Bruno Mars, Post Malone, Maroon 5 e Foo Fighters, que serão os headliners do palco. Ainda sobre o Skyline, diariamente acontecerá uma mágica queima de fogos de artifício sincronizada, na abertura e no encerramento, e no primeiro dia do The Town, 2 de setembro, acontecerá um show de luzes icônico comandado por Ney Matogrosso.   

Já a São Paulo Square é a área que vem inspirada na região em que a cidade de São Paulo foi fundada, com prédios históricos e arquiteturas icônicas da metrópole. Tudo isso embalado ao ritmo de muito jazz e blues, gêneros musicais que vão predominar no palco. Na Cidade da Música, a cenografia da São Paulo Square traz sete edificações inspiradas em alguns dos principais ícones históricos da arquitetura da capital – o Teatro Municipal, a Pinacoteca, o CCBB, a Estação da Luz, Mercado Municipal, Museu do Ipiranga e a Catedral da Sé em 1.300m2 de fachadas construídas em fibra de vidro, 2.700m2 de pisos construídos e 17m de altura. Fazendo jus a grandiosidade do espaço, no total, serão utilizadas 32 toneladas de cenografia e uma tonelada de estrutura metálica. 

Cuidado e sofisticação na Área Vip do The Town 

Na Cidade da Música, a sofisticada Área Vip será composta por três andares, com varanda escalonada para que todos possam aproveitar ao máximo a visão privilegiada para o palco Skyline. O espaço também conta com uma vista panorâmica pra toda a área que o The Town vai ocupar no Autódromo de Interlagos. A Área Vip será climatizada e também conta com banheiros ligados a rede de água e esgoto, além de uma cenografia que vai encantar todos os presentes. No local, o público encontrará sofisticação em cada detalhe e viverá uma verdadeira experiência gastronômica única assinada por grandes chefes. 

Com três dos cinco dias de festival já esgotados, público geral ainda pode adquirir ingressos para datas em que Post Malone e Maroon 5 são headliners do Skyline  

Os fãs do The Town já podem garantir seu lugar e entrar para a história do festival. Com os dias em que Post Malone e Maroon 5 ainda disponíveis para venda, o público pode adquirir ingressos por R$ 815 a inteira e R$ 407,50 a meia-entrada e sem a cobrança de taxas adicionais. Pode ser efetuada a compra de até 04 (quatro) ingressos por dia de festival por CPF, sendo no máximo 01 meia-entrada por dia, por CPF. Os clientes que adquirirem meia-entrada terão que inserir no próprio site todas as informações referentes ao documento que comprove tal condição, para posterior validação, assim como será necessário apresentá-lo no acesso à Cidade da Música, no dia do evento. O pagamento pode ser feito apenas por cartão de crédito. O valor pode ser parcelado em até 6 (seis) vezes sem juros. Já os clientes que efetuarem o pagamento com cartões de crédito Itaú, Credicard ou Iti podem parcelar a compra em até 8 (oito) vezes sem juros. 

2 de setembro: Post Malone, Demi Lovato, Iggy Azalea, MC Cabelinho, MC Hariel, MC Ryan SP, Racionais MCs & Orquestra Sinfônica de Heliópolis, Criolo & Planet Hemp, Orochi & Azzy, Tasha e Tracie & Karol Conka, Teto, Caio Luccas, Kayblack, Urias, Esperanza Spalding, Hermeto Pascoal, São Paulo Big Band, Alma Thomas, Batekoo Aka Freshprincedabahia X Jujuzl X Kiara X Mirands, Tropkillaz “10 Anos”, Osgemeos, “Uma Experiência”, Deekapz X Vhoor Klean Vs Klap, Forro Red Light e o Baile Encanado (Com Mestre Nico, Ella Voa E Furmiga Dub). 

3 de setembro: ESGOTADO  

7 de setembro: Maroon 5, The Chainsmokers, Liam Payne, Ludmilla, Ne-Yo, Masego, Angelique Kidjo, Maria Rita, Marvvilla, Afrocidade, Larissa Luz, Hodari, Stanley Jordan, Ivan Lins, São Paulo Big Band, Paula Lima, Gop Tun vs 28room vs Diogo Strausz Live feat Julia Mestre, Shermanology, Kerri Chandler Live, Natasha Diggs Live Horn, L_cio Plants Live, Afterclapp x Shigara x Xaxim. 

9 de setembro: ESGOTADO 

10 de setembro: ESGOTADO 

The Town já nasce gigante 

Dos mesmos criadores do Rock in Rio, The Town estreia na grande metrópole no dia 2 de setembro de 2023, e segue durante os dias 3, 7, 9 e 10, no Autódromo de Interlagos, em uma área de 360 mil m2, que será totalmente renovada. O novo festival já se posiciona como um evento de grande relevância, não apenas para a capital paulista, como também para todo o Brasil.   

Com previsão para receber cerca de 500 mil pessoas em mais de 235 horas de música, a Cidade da Música contará com seis palcos, onde o público poderá imergir em novas e inesquecíveis experiências. Com cenografia inspirada em ícones da arquitetura paulistana e apresentando uma diversidade única de ritmo e união de tribos, The Town chega a São Paulo com apoio, força e empoderamento de gente grande. De acordo com uma pesquisa realizada pela Fundação Getúlio Vargas, está previsto um impacto econômico de R$1.7 bilhão, o maior já visto na capital, além de gerar mais de 19 mil empregos diretos.  

Uma Cidade que não dorme: The Town oferece entretenimento para todos    

Com Post Malone, Maroon 5, Foo Fighters, Bruno Mars, Demi Lovato, Iggy Azalea, MC Cabelinho, MC Hariel, MC Ryan SP, Bebe Rexha, Alok, Luísa Sonza, The Chainsmokers, Liam Payne, Ludmilla, Queens Of The Stone Age, Garbage, Pitty, H.E.R., Kim Petras, Iza, Racionais & Orquestra Sinfônica Heliópolis, Criolo & Planet Hemp, Orochi & Azzy, Tasha e Tracie & Karol Conka, Seu Jorge, Leon Bridges, Ney Matogrosso, Matuê, NE-YO, Masego, Angélique Kidjo, Maria Rita, Wet Leg, Barão Vermelho convida Samuel Rosa, Detonautas, Terno Rei convida Fernanda Takai e Mahmundi, Jão, Gloria Groove, Pabllo Vittar convida Liniker e Jup do Bairro, Marina Sena canta Gal Costa, entre outros já confirmados no line-up, a nova Cidade da Música contará com espaços onde o público poderá usufruir da representação de elementos e locais emblemáticos da cidade. 

O palco Skyline é inspirado nos grandes prédios da cidade paulista e é nele que artistas do mundo inteiro irão compor as quatro atrações do dia. O palco The One, será onde a música vai além da música. Com grandes artistas e uma cenografia de tirar o fôlego, inspirada nos museus de arte de São Paulo, os mais de 30 telões de LED que compõe o palco se transformarão em uma verdadeira experiência imersiva, prometendo um show à parte e entregando uma incrível experiência para o público. O palco também vai promover grandes encontros, dar luz a artistas de renome e provocar debates e reflexões. 

Do Rio para São Paulo, o New Dance Order estará dedicado à música de pista, passando pelos gêneros house, techno, trance, bass e trap. Tão especial quanto os outros palcos, The Town também conta com a São Paulo Square, espaço inspirado na região em que a cidade foi fundada. Ali se reunirão alguns dos seus principais ícones históricos da arquitetura da cidade. 

O festival também traz também os antigos galpões das fábricas para o palco Factory. O espaço terá o mood da cultura urbana com performances de street dance e shows de trap, hip hop e rap. Também não poderia faltar um espaço gastronômico que traz toda a diversidade da culinária paulista — o Market Square e, para completar a experiência, o festival abrigará também a Área VIP, espaço climatizado com buffet assinado por renomado chef e bar exclusivo. 

Como num túnel do tempo, um dos locais mais encantadores e concorridos para cliques, selfies e totalmente “instagramável” do irmão carioca do The Town, o Rock in Rio, desembarca diretamente na Cidade da Música – a Rota 85. O espaço é dedicado ao ano que o Rock in Rio ganhou vida, 1985, e colocou o Brasil na rota dos shows internacionais, e estará em total sinergia com o The Town, que realiza sua primeira edição este ano.  

O novo e maior festival de São Paulo também terá o “The Town – O Musical”. A produção inédita e concebida exclusivamente pelo time criativo de The Town — um “Originals” — tomará conta de um enorme Domo de 50 metros de diâmetro na Cidade da Música. Com criação de Roberto Medina, direção musical de Zé Ricardo, o festival dá vida a um novo espetáculo, que tem roteiro e direção artística de Charles Möeller. No espetáculo, o público vai ver de perto a história de um músico do interior de São Paulo que, ao ver na TV o anúncio de um novo festival, decide fazer as malas e embarcar em uma jornada pessoal, cultural e artística que o leva pelos diferentes bairros, ruas e cenários da capital, explorando cada recanto e cada ritmo que compõem a diversidade cultural paulistana.   

Brinquedos gigantes e radicais estarão presentes na Cidade da Música, trazendo toda uma atmosfera mágica de parque de diversões para o local. Durante todos os dias do The Town, os fãs vão se divertir com a Roda Gigante, aproveitando a vista panorâmica da Cidade da Música; com o Megadrop e a Montanha Russa, as atrações mais emocionantes e divertidas do espaço; e com a Tirolesa, que vai passar na frente do Skyline, proporcionando uma visão privilegiada do palco.   

Sobre a Rock World  

A Rock World é a empresa criadora de experiências que nasceu do maior festival de música e entretenimento do mundo, o Rock in Rio. Com a missão de proporcionar experiências inesquecíveis através da música e do entretenimento, a marca tem como base de sua cultura corporativa a arte de sonhar, de fazer acontecer e inspirar as pessoas através da filosofia de construir um mundo melhor.    

Hoje, além do Rock in Rio, a Rock World expandiu sua área de atuação para outros projetos de produção de experiências que abrangem diferentes áreas. No Live Entertaiment, a marca possui o The Town, o novo e maior festival de música, cultura e arte de São Paulo, que acontecerá no Autódromo de Interlagos, em setembro de 2023.  A partir de 2024 a Rock World assume, em parceria com a C3, a produção e operação do Lollapalooza no Brasil.  

Na área de Conteúdo, o Rock in Rio Studios é o produto que reforça o DNA da companhia para a criação de conteúdos audiovisuais originais e o posicionamento no mercado como uma marca ainda mais poderosa e potente de comunicação. A Rock World também atua na produção de espetáculos originais, os Originals. O primeiro deles foi desenvolvido em 2022 para o Rock in Rio, o Uirapuru, e para 2023 lança o The Town O Musical. 

E para a área de Educação, o Humanorama, o Rock in Rio Academy e o The Town Learning Journey buscam ativar a potência das pessoas para contribuir na construção de um mundo melhor. Ao ampliar sua atuação para tantos campos e diferentes negócios, a Rock World é hoje uma das maiores empresas de criação e produção de conteúdo proprietário de Live Experience no mundo. 


The Town 2023: Festival lança aplicativo oficial que traz detalhes de todas as atrações e shows da Cidade da Música

Por meio da nova plataforma oficial do The Town, fãs terão o festival na palma da mão e poderão se organizar, planejar, tirar dúvidas e encontrar todas as informações necessárias para viverem dias mágicos na Cidade da Música

Faltam menos de dois meses para a história ser feita na Cidade da Música com a primeira edição do The Town. Para que os 500 mil fãs vivam a melhor experiência possível, o maior festival de São Paulo lançou o seu aplicativo oficial para que as pessoas possam se organizar e planejar para aproveitarem ao máximo as 235 horas de música e as mais diversas atrações de entretenimento que terão nos cinco dias de festival. Por meio da plataforma, que será constantemente atualizada, o público terá acesso a todas as informações que precisam para curtirem cada segundo do festival. Aqueles que ainda não garantiram o ingresso para o The Town e desejam viver a fundo a primeira e histórica edição do maior festival de São Paulo, ainda têm a oportunidade de adquirir entradas para os dias 2 e 7 de setembro, quando Post Malone e Maroon 5 são os headliners do palco Skyline. Os ingressos são vendidos somente no site da Ticketmaster. 

Por meio do aplicativo oficial, o público terá acesso a todos os detalhes sobre atrações, palcos, espaços, mapa da Cidade da Música, acessibilidade, brinquedos, stands de patrocinadores, transportes para o festival, entre outras experiências na Cidade da Música. A plataforma será atualizada constantemente e terá diversas funcionalidades disponíveis até o início do The Town, como o agendamento de brinquedos e horários de shows, para que os usuários saibam tudo que está acontecendo no festival. Para que essa organização seja feita, o aplicativo conta com uma ferramenta de agenda que vai facilitar esse processo.  

Luis Justo, CEO da Rock World, empresa que organiza e produz o The Town e o Rock in Rio, aconselha os fãs a se planejarem para aproveitar cada momento no festival: “Vamos erguer uma verdadeira cidade que vai ocupar 360 mil metros quadrados do Autódromo de Interlagos, proporcionando experiências inesquecíveis para os fãs.  Incentivamos o público para que se organize com antecedência por meio do aplicativo, criando seu próprio guia do que fazer na Cidade da Música, e chegue cedo para aproveitar cada momento memorável neste lugar que será mágico”, lembra.   

O aplicativo, que leva o nome “The Town”, já está disponível para os dispositivos com os sistemas operacionais IOS e Android, com o download podendo ser feito na Google Play Store e Apple Store.  

Com três dos cinco dias de festival já esgotados, público geral ainda pode adquirir ingressos para datas em que Post Malone e Maroon 5 são headliners do Skyline  

Os fãs do The Town já podem garantir seu lugar e entrar para a história do festival. Com os dias em que Post Malone e Maroon 5 ainda disponíveis para venda, o público pode adquirir ingressos por R$ 815 a inteira e R$ 407,50 a meia-entrada e sem a cobrança de taxas adicionais. Pode ser efetuada a compra de até 04 (quatro) ingressos por dia de festival por CPF, sendo no máximo 01 meia-entrada por dia, por CPF. Os clientes que adquirirem meia-entrada terão que inserir no próprio site todas as informações referentes ao documento que comprove tal condição, para posterior validação, assim como será necessário apresentá-lo no acesso à Cidade da Música, no dia do evento. O pagamento pode ser feito apenas por cartão de crédito. O valor pode ser parcelado em até 6 (seis) vezes sem juros. Já os clientes que efetuarem o pagamento com cartões de crédito Itaú, Credicard ou Iti podem parcelar a compra em até 8 (oito) vezes sem juros. 

2 de setembro: Post Malone, Demi Lovato, Iggy Azalea, MC Cabelinho, MC Hariel, MC Ryan SP, Racionais MCs & Orquestra Sinfônica de Heliópolis, Criolo & Planet Hemp, Orochi & Azzy, Tasha e Tracie & Karol Conka, Teto, Caio Luccas, Kayblack, Urias, Esperanza Spalding, Hermeto Pascoal, São Paulo Big Band, Alma Thomas, Batekoo Aka Freshprincedabahia X Jujuzl X Kiara X Mirands, Tropkillaz “10 Anos”, Osgemeos, “Uma Experiência”, Deekapz X Vhoor Klean Vs Klap, Forro Red Light e o Baile Encanado (Com Mestre Nico, Ella Voa E Furmiga Dub). 

3 de setembro: ESGOTADO  

7 de setembro: Maroon 5, The Chainsmokers, Liam Payne, Ludmilla, Ne-Yo, Masego, Angelique Kidjo, Maria Rita, Marvvilla, Afrocidade, Larissa Luz, Hodari, Stanley Jordan, Ivan Lins, São Paulo Big Band, Paula Lima, Gop Tun vs 28room vs Diogo Strausz Live feat Julia Mestre, Shermanology, Kerri Chandler Live, Natasha Diggs Live Horn, L_cio Plants Live, Afterclapp x Shigara x Xaxim. 

9 de setembro: ESGOTADO 

10 de setembro: ESGOTADO 

The Town já nasce gigante 

Dos mesmos criadores do Rock in Rio, The Town estreia na grande metrópole no dia 2 de setembro de 2023, e segue durante os dias 3, 7, 9 e 10, no Autódromo de Interlagos, em uma área de 360 mil m2, que será totalmente renovada. O novo festival já se posiciona como um evento de grande relevância, não apenas para a capital paulista, como também para todo o Brasil.   

Com previsão para receber cerca de 500 mil pessoas em mais de 235 horas de música, a Cidade da Música contará com seis palcos, onde o público poderá imergir em novas e inesquecíveis experiências. Com cenografia inspirada em ícones da arquitetura paulistana e apresentando uma diversidade única de ritmo e união de tribos, The Town chega a São Paulo com apoio, força e empoderamento de gente grande. De acordo com uma pesquisa realizada pela Fundação Getúlio Vargas, está previsto um impacto econômico de R$1.7 bilhão, o maior já visto na capital, além de gerar mais de 19 mil empregos diretos.  

Uma Cidade que não dorme: The Town oferece entretenimento para todos    

Com Post Malone, Maroon 5, Foo Fighters, Bruno Mars, Demi Lovato, Iggy Azalea, MC Cabelinho, MC Hariel, MC Ryan SP, Bebe Rexha, Alok, Luísa Sonza, The Chainsmokers, Liam Payne, Ludmilla, Queens Of The Stone Age, Garbage, Pitty, H.E.R., Kim Petras, Iza, Racionais & Orquestra Sinfônica Heliópolis, Criolo & Planet Hemp, Orochi & Azzy, Tasha e Tracie & Karol Conka, Seu Jorge, Leon Bridges, Ney Matogrosso, Matuê, NE-YO, Masego, Angélique Kidjo, Maria Rita, Wet Leg, Barão Vermelho convida Samuel Rosa, Detonautas, Terno Rei convida Fernanda Takai e Mahmundi, Jão, Gloria Groove, Pabllo Vittar convida Liniker e Jup do Bairro, Marina Sena canta Gal Costa, entre outros já confirmados no line-up, a nova Cidade da Música contará com espaços onde o público poderá usufruir da representação de elementos e locais emblemáticos da cidade. 

O palco Skyline é inspirado nos grandes prédios da cidade paulista e é nele que artistas do mundo inteiro irão compor as quatro atrações do dia. O palco The One, será onde a música vai além da música. Com grandes artistas e uma cenografia de tirar o fôlego, inspirada nos museus de arte de São Paulo, os mais de 30 telões de LED que compõe o palco se transformarão em uma verdadeira experiência imersiva, prometendo um show à parte e entregando uma incrível experiência para o público. O palco também vai promover grandes encontros, dar luz a artistas de renome e provocar debates e reflexões. 

Do Rio para São Paulo, o New Dance Order estará dedicado à música de pista, passando pelos gêneros house, techno, trance, bass e trap. Tão especial quanto os outros palcos, The Town também conta com a São Paulo Square, espaço inspirado na região em que a cidade foi fundada. Ali se reunirão alguns dos seus principais ícones históricos da arquitetura da cidade. 

O festival também traz também os antigos galpões das fábricas para o palco Factory. O espaço terá o mood da cultura urbana com performances de street dance e shows de trap, hip hop e rap. Também não poderia faltar um espaço gastronômico que traz toda a diversidade da culinária paulista — o Market Square e, para completar a experiência, o festival abrigará também a Área VIP, espaço climatizado com buffet assinado por renomado chef e bar exclusivo. 

Como num túnel do tempo, um dos locais mais encantadores e concorridos para cliques, selfies e totalmente “instagramável” do irmão carioca do The Town, o Rock in Rio, desembarca diretamente na Cidade da Música – a Rota 85. O espaço é dedicado ao ano que o Rock in Rio ganhou vida, 1985, e colocou o Brasil na rota dos shows internacionais, e estará em total sinergia com o The Town, que realiza sua primeira edição este ano.  

O novo e maior festival de São Paulo também terá o “The Town – O Musical”. A produção inédita e concebida exclusivamente pelo time criativo de The Town — um “Originals” — tomará conta de um enorme Domo de 50 metros de diâmetro na Cidade da Música. Com criação de Roberto Medina, direção musical de Zé Ricardo, o festival dá vida a um novo espetáculo, que tem roteiro e direção artística de Charles Möeller. No espetáculo, o público vai ver de perto a história de um músico do interior de São Paulo que, ao ver na TV o anúncio de um novo festival, decide fazer as malas e embarcar em uma jornada pessoal, cultural e artística que o leva pelos diferentes bairros, ruas e cenários da capital, explorando cada recanto e cada ritmo que compõem a diversidade cultural paulistana.   

Brinquedos gigantes e radicais estarão presentes na Cidade da Música, trazendo toda uma atmosfera mágica de parque de diversões para o local. Durante todos os dias do The Town, os fãs vão se divertir com a Roda Gigante, aproveitando a vista panorâmica da Cidade da Música; com o Megadrop e a Montanha Russa, as atrações mais emocionantes e divertidas do espaço; e com a Tirolesa, que vai passar na frente do Skyline, proporcionando uma visão privilegiada do palco.   


The Town divulga experiência inédita de chegadas e saídas do festival para garantir maior conforto e segurança aos fãs

Parceria pioneira com a ViaMobilidade Linhas 8 e 9 terá trens funcionando 24h durante os dias de festival, serviços especiais para oferecer maior comodidade ao público, além de bolsões de estacionamento próximos a algumas estações, e conexões com serviços de táxi e transporte por aplicativo

Falta menos de três meses para os fãs do The Town viverem momentos mágicos e inesquecíveis na Cidade da Música. Além das 235 horas de música e as diversas opções de entretenimento espalhadas pelo Autódromo de Interlagos, o festival vai proporcionar ao público um esquema de mobilidade inédito na cidade de São Paulo, totalmente pensado para que todos tenham a melhor experiência, garantindo uma ida e volta da Cidade da Música com o maior conforto e segurança possível.

A partir de uma parceria pioneira com a ViaQuatro, ViaMobilidade Linha 5 e ViaMobilidade Linhas 8 e 9, quem for ao The Town poderá utilizar as linhas 4, 5, 8 e 9 que funcionarão por 24h durante os dias de festival. A parceria prevê opções de trens expresso para a ida e semi-expresso na ida e na volta do Autódromo, para que os deslocamentos tenham conforto e tranquilidade. As principais estações das linhas 4, 5, 8 e 9 oferecerão conexões com táxi e transporte por aplicativo durante todo o período de funcionamento e, além disso, algumas das estações terão disponíveis para o público uma rede de estacionamentos integrados para ônibus fretados, vans e automóveis. Aqueles que ainda não garantiram o ingresso para o The Town e desejam viver a fundo a primeira e histórica edição do maior festival de São Paulo, ainda têm a oportunidade de adquirir entradas para os dias 2 e 7 de setembro, quando Post Malone e Maroon 5 são os headliners do palco Skyline. Os ingressos são vendidos somente no site da Ticketmaster.

Outra novidade está no acesso para PCDs na Cidade da Música. Eles terão à disposição um serviço exclusivo de shuttles que sairão do SP Market em direção à Cidade da Música, em que passarão por uma revista e catraca exclusivas, para depois seguirem novamente de shuttle ao acesso de gramado ou vip, dependendo do ingresso que possuem. Além disso, as duas entradas de público geral ao festival terão catracas preferenciais para PCD e 60+.

Uma operação inovadora de mobilidade foi proposta exclusivamente para o The Town. No entorno do Autódromo de Interlagos serão feitos bloqueios de ruas de uma forma inédita para garantir maior segurança do público para a chegada aos portões de acesso. Por conta desses bloqueios, a organização destaca que a melhor maneira do público geral chegar ao The Town será por meio dos trens. A estação mais próxima, a “Estação Autódromo”, fica a menos de 700 metros de distância do portão de acesso, equivalente a 8 minutos de caminhada até a entrada do festival – passando por acessos e percursos já dentro do Autódromo pensados para que o fã percorra a menor distância possível quando chegar na Cidade da Música.

“Nós temos uma preocupação gigante com a experiência que os nossos fãs terão no The Town. Vamos proporcionar um esquema de mobilidade nunca antes vivido pela cidade de São Paulo. Criamos um planejamento inédito com a expertise de quem faz o Rock in Rio há 38 anos. Não só cuidamos da parte de dentro da Cidade da Música, mas também queremos que o público saia de casa, chegue no festival e depois retorne com maior rapidez, conforto, tranquilidade e segurança possível. Queremos que todos vivam dias mágicos na primeira edição do The Town, sem preocupações relacionadas a transporte, podendo aproveitar desde o momento em que os portões se abrem, às 14h, até o momento que o último show termina, às 2h da manhã”, afirma Luis Justo, CEO da Rock World, empresa responsável pela realização do The Town e Rock in Rio.

O plano de operação da ViaMobilidade Linhas 8 e 9 para o The Town está baseado em três pilares principais: operação 24h das linhas regularesserviços especiais para o evento e integração com serviços de first & last mile.

Operação 24h das linhas regulares

Na operação 24h estão as linhas 4, 5, 8 e 9 operadas respectivamente pelas Concessionárias ViaQuatro, ViaMobilidade Linha 5 e ViaMobilidade Linhas 8 e 9. A operação 24h visa atender às necessidades de deslocamento do público especialmente no retorno ao evento, ampliando o horário normal de funcionamento das linhas, que se encerra normalmente às 00h. No período entre 00h e 4h, quando usualmente não há prestação de serviços, todas as estações das linhas mencionadas estarão funcionando para desembarque e transferência de passageiros entre as linhas operadas pela CCR.

Prestação de Serviços

– Trens exclusivos, com embarque no sentido de ida em horários e estações pré-determinadas e retorno conforme chegada na Estação Autódromo, também em horários pré-determinados;

– Não interferência na operação regular dos serviços das Linhas 8 e 9, que estarão operando pelo período de 24h nos dias do evento;

– Em breve, as passagens para os serviços especiais poderão ser adquiridas antecipadamente por meio de canais oficiais da ViaMobilidade Linhas 8 e 9;

– A validação das passagens será separada da validação do serviço regular, através de meios específicos, que não os bilhetes usuais (p.e. QRCode, pulseira NFC);

– Os caminhos até a plataforma de embarque serão sinalizados e orientados por agentes das estações especialmente treinados;

–  O embarque será separado dos serviços regulares, em áreas designadas nas plataformas das estações selecionadas, não interferindo no embarque dos passageiros nos serviços regulares;

– Os tempos de viagem serão reduzidos, dada a menor quantidade de paradas; os veículos serão devidamente identificados para os serviços especiais.

– O serviço expresso é previsto para acontecer utilizando vias das Linhas 8-Diamante e 9-Esmeralda, com estações de embarque em Barueri, da Linha 8, no município de Barueri, e Pinheiros, da Linha 9, no município de São Paulo, com desembarque na Estação Autódromo da Linha 9.

– Nas duas estações serão designadas áreas de pré-embarque para acomodação dos passageiros que vão ao The Town e orientação para o acesso à plataforma e ingresso nos trens especiais.

– As partidas dos trens expressos da Estação Barueri e da Estação Pinheiros com destino à Estação Autódromo serão feitas com intervalo de 60 minutos.

– O serviço expresso será ofertado a partir das 12h e contará com, no máximo, 9 viagens de ida (previsão da viagem final de Barueri com partida às 20h).

– As passagens deverão ser adquiridas antecipadamente, com horário marcado na ida, conforme oferta de serviços.

– O serviço semi-expresso será um serviço de transporte de passageiros em viagens de ida e volta em trens exclusivos, com operação restrita aos dias que acontecem o festival, pelo período das 11:30 (primeira partida) até às 4:00 (última partida) em trens devidamente identificados, com áreas de embarque pré-definidas e separadas do serviço regular.

– As passagens deverão ser adquiridas antecipadamente, com horário marcado na ida, conforme oferta de serviços. É previsto para acontecer utilizando as Linhas 8 e 9, com estações de embarque em: Barueri, da Linha 8, no município de Barueri; Carapicuíba, da Linha 8, no município de Carapicuíba; Osasco das Linhas 8 e 9 no município de Osasco, e Pinheiros, Vila Olímpia, Berrini, Morumbi e Santo Amaro da Linha 9, no município de São Paulo, com desembarque na Estação Autódromo da Linha 9.

– O serviço semi-expresso tem por objetivo dar maior permeabilidade aos serviços especiais e atender regiões estratégicas da RMSP, incluindo municípios de maior demanda, além de áreas de hotelaria e grande fluxo de turistas, como a região da Vila Olímpia e Av. Luis Carlos Berrini no município de São Paulo.

– As partidas dos trens do serviço-semi-expresso serão feitas com 30 minutos de diferença em relação ao serviço expresso. Serão ofertadas, no máximo, 9 viagens semi-expressas a partir das 11:30 (com previsão da viagem final de Barueri com partida às 19h30).

– Na volta para casa do The Town, os serviços expresso e semi-expresso serão unificados em um único serviço especial, possibilitando ainda que usuários possam desembarcar em estações diferentes daquelas usadas para seu embarque na ida ao evento.

– Além disso, será definida uma estratégia de separação de fluxos e acesso dos passageiros na Estação Autódromo da Linha 9, separando o acesso dos usuários dos serviços especiais e do serviço regular, reduzindo inclusive a pressão nos pontos de validação de bilhetes de transporte na linha de bloqueios.

– Adicionalmente, será realizada uma campanha nos canais oficiais da ViaMobilidade Linhas 8 e 9 e estações do sistema para aquisição antecipada de bilhetes de transporte para o serviço regular, dada a indisponibilidade de venda de bilhetes de transporte no período entre 00h e 04:00h.

Integração com serviços de first & last mile

– As Linhas 8 e 9 tem como principais estações de integração: Estação Santo Amaro, de conexão entre a Linha 9 e Linha 5; Estação Pinheiros, de conexão entre a Linha 9 e Linha 4; Estações Osasco e Presidente Altino das Linhas 8 e 9.

– Em todas as estações da rede mencionada serão facilitadas as conexões com serviços de táxi e transporte por aplicativos durante todo o período de funcionamento das estações, em áreas sinalizadas para embarque e desembarque, para realização dos deslocamentos de last mile dos usuários.

– Além disso, haverá uma rede de estacionamentos integrados (próximos às estações) para ônibus fretados, vans e automóveis, cuja reserva antecipada de vagas também poderá ser feita com antecedência, por meio da empresa parceira da CCR, Coopark, especializada em reserva de vagas de estacionamentos para grandes eventos em várias cidades do país.

BeFly é a agência de viagens oficial do The Town 2023

O serviço de trem será a principal forma de acesso a Cidade da Música, já que não haverá operação de ônibus especial para a Cidade da Música. No entanto, a BeFly Travel, agência de viagens oficial do The Town 2023, está com as vendas de pacotes abertas para o festival, incluindo transfer para a cidade da música.

A empresa de viagens entregará uma logística completa, com aéreo, hospedagens, transfer e ingresso já incluso. Quem garantir o pacote com a BeFly por meio do site https://pacotes.beflytravel.com.br/ poderá escolher o dia que pretende ir ao festival, no ato da compra. Aqueles que comprarem os pacotes da BeFly ainda conseguem adquirir ingressos para todos os dias de festival, na modalidade gramado ou vip, inclusive para as datas que estão esgotadas para o público geral.

Os ingressos são vendidos por data e a BeFly oferece pacotes para 1, 2 ou 3 dias e, além de escolher as datas, os demais serviços de passagens aéreas, aluguel de carros, passagens rodoviárias, traslados, passeios, hotéis dentre outros, também podem ser escolhidos de acordo com a disponibilidade. O ingresso de gramado, válido para qualquer dia do festival, com transfer saindo do Hotel Slaviero Downtown São Paulo (República), sai a partir de: R$1.160 ou 10 x 116,00 por pessoa. O pacote com 02 noites de hospedagem no Slaviero Downtown São Paulo com café da manhã + 01 ingresso gramado válido para qualquer dia do festival + traslado de ida e volta para o The Town, custa a partir de: R$1.590 ou 10 x 159,00 por pessoa em apartamento duplo.

Com três dos cinco dias de festival já esgotados, público geral ainda pode adquirir ingressos para datas em que Post Malone e Maroon 5 são headliners do Skyline

Os fãs do The Town já podem garantir seu lugar e entrar para a história do festival. Com os dias em que Post Malone e Maroon 5 ainda disponíveis para venda, o público pode adquirir ingressos por R$ 815 a inteira e R$ 407,50 a meia-entrada e sem a cobrança de taxas adicionais. Pode ser efetuada a compra de até 04 (quatro) ingressos por dia de festival por CPF, sendo no máximo 01 meia-entrada por dia, por CPF. Os clientes que adquirirem meia-entrada terão que inserir no próprio site todas as informações referentes ao documento que comprove tal condição, para posterior validação, assim como será necessário apresentá-lo no acesso à Cidade da Música, no dia do evento. O pagamento pode ser feito apenas por cartão de crédito. O valor pode ser parcelado em até 6 (seis) vezes sem juros. Já os clientes que efetuarem o pagamento com cartões de crédito Itaú, Credicard ou Iti podem parcelar a compra em até 8 (oito) vezes sem juros.

2 de setembro: Post Malone, Demi Lovato, Iggy Azalea, MC Cabelinho, MC Hariel, MC Ryan SP, Racionais MCs & Orquestra Sinfônica de Heliópolis, Criolo & Planet Hemp, Orochi & Azzy, Tasha e Tracie & Karol Conka, Teto, Caio Luccas, Kayblack, Urias, Esperanza Spalding, Hermeto Pascoal, São Paulo Big Band, Alma Thomas, Batekoo Aka Freshprincedabahia X Jujuzl X Kiara X Mirands, Tropkillaz “10 Anos”, Osgemeos, “Uma Experiência”, Deekapz X Vhoor Klean Vs Klap, Forro Red Light e o Baile Encanado (Com Mestre Nico, Ella Voa E Furmiga Dub).

3 de setembro: ESGOTADO

7 de setembro: Maroon 5, The Chainsmokers, Liam Payne, Ludmilla, Ne-Yo, Masego, Angelique Kidjo, Maria Rita, Marvvilla, Afrocidade, Larissa Luz, Hodari, Stanley Jordan, Ivan Lins, São Paulo Big Band, Paula Lima, Gop Tun vs 28room vs Diogo Strausz Live feat Julia Mestre, Shermanology, Kerri Chandler Live, Natasha Diggs Live Horn, L_cio Plants Live, Afterclapp x Shigara x Xaxim.

9 de setembro: ESGOTADO

10 de setembro: ESGOTADO


The Town 2023: New Dance Order chega com nova estética eletrônica na Cidade da Música e festival confirma novas atrações para o Skyline

Novos anúncios contam com Queens Of The Stone Age e Pitty no dia 9 de setembro, fechando assim o line-up desse dia no Skyline. No New Dance Order, Badsista, Inner Citty Live e Kerri Chandler Live são alguns dos diversos destaques do palco onde OSGEMEOS também farão uma apresentação inédita

The Town segue trazendo todas as novidades para a sua primeira edição criando ainda mais expectativa no público. O New Dance Order chega ainda mais potente em São Paulo, com uma nova estética musical, promovendo encontros inéditos e exclusivos para o festival, performances de DJs, bandas e artistas, além de fazer uma imersão nas festas independentes da capital que representam o zeitgeist paulistano. Artistas como Badsista, cantoras como Marina Lima e Julia Mestre (Bala Desejo) ou bandas como Inner City Live, Paul Kalkbrenner Live, Vitalic, Lion Babe, Kerri Chandler Live, além de um show inédito e imersivo de OSGEMEOS, são alguns dos destaques. Já para o Skyline, o festival anuncia que já está com o line-up completo do dia 9 de setembro com mais duas atrações: Queens of The Stone Age e Pitty, que se juntam aos já confirmados Foo Fighters e Garbage.

Liderada por Josh Hommes e considerada uma das principais bandas de rock da história, o Queens Of The Stone Age fará um show memorável e levará o público da Cidade da Música ao delírio com os sucessos do álbum que marcou uma nova era do rock: Songs For The Deaf. A banda foi a grande responsável por popularizar um estilo de rock pouco difundido até o começo dos anos 2000 e em seu percurso já acumula 16 indicações ao Grammy Awards e grandes clássicos como “No One Knows”, “Go With The Flow”, “Make It Wit Chu”, “I Sat By The Ocean”, entre outros.

Com mais de 20 anos de carreira, Pitty é uma das principais representantes do rock no Brasil. Cantora, compositora, produtora e apresentadora, a inquieta e plural artista utiliza múltiplas plataformas para a produção e a divulgação de seu trabalho. Pitty começou no rock alternativo de Salvador e segue caminhando não só por sonoridades diversas como plataformas. Indicada quatro vezes ao Grammy Latino, Pitty já levou sete Prêmios Multishow de Música Brasileira e é a maior vencedora de VMBs na história da MTV Brasil. Engajada em causas feministas e LGBTQI+, a cantora já se apresentou e foi premiada 3 vezes no WME – Women’s Music Awards. Para o The Town, além dos já conhecidos hits “Me adora”, “Na sua estante”, “Equalize”, “Teto de Vidro”, entre diversos outros, ela surpreenderá o público ao lado de uma orquestra para cantar artistas que influenciaram sua carreira, como Rita Lee e Janes Joplin, por exemplo. Este show inédito, um The Town Originals, vai abrir o Skyline no dia 9 de setembro e dará o tom de tudo o que este dia promete na Cidade da Música.

The Town acontece no Autódromo de Interlagos, em São Paulo, nos dias 2, 3, 7, 9 e 10 de setembro de 2023 e tem a venda de ingressos marcada para o dia 18 de abril, às 19h, somente no site da Ticketmaster.

New Dance Order promove encontros inéditos e exclusivos, performances de DJs, bandas e artistas

Em total sintonia com a atmosfera da multiculturalidade de São Paulo, o The Town traz uma nova narrativa para o New Dance Order e anuncia atrações potentes para o espaço. Com 45 horas de apresentação e um enorme palco composto por 250m2 de leds, o local apresenta uma experiência inédita, diferente de tudo o que se conhece quando se fala em música de pista. O New Dance Order vai transitar pela cena cultural paulistana, trazendo a ebulição das festas independentes, que viram noites em fábricas e galpões abandonados da cidade, além de performances exclusivas e inéditas que misturam atrações nacionais e internacionais, artistas, bandas, instrumentistas e uma cenografia totalmente imersiva na maior pista de dança da Cidade da Música.

Claudio da Rocha Miranda Filho, Diretor Artístico do New Dance Order, destaca a importância da cena musical para a capital: “São Paulo é a cidade que mais pulsa a cultura da música eletrônica no continente, uma imensa fábrica de talentos quando o assunto é dance music. Para a estreia do The Town, mergulhamos de cabeça nos núcleos e artistas que representam o zeitgeist paulistano e apresentamos uma curadoria diversa de projetos e muitas formações inéditas de artistas e de movimentos que são os pilares desta cena musical. Vamos romper certos dogmas, sairemos do lugar-comum. O NDO continua recebendo fortes influências da música e da cultura eletrônica, é claro, mas além dos DJs, trouxemos muitas bandas, e shows com instrumentistas, vocais, visuais e performances integrando as experiências para a pista de dança – muitas delas criadas exclusivamente pro THE TOWN. As pessoas vão se surpreender!”

O mesmo palco que, em 2019 e 2022, contou no Rock in Rio a história da interação das Inteligências Artificiais e os humanos por meio de uma ficção que se passava em 2085 – 100 anos após o nascimento do Rock in Rio (1985) – chega no The Town fazendo uma provocação ao Multiverso, que admite a existência de universos paralelos, onde coabitam os mesmos atores e suas mesmas nuances emocionais. Na Cidade da Música, o conceito estará representado por dois universos, The Town e Rock in Rio, em simbiose no campo energético e nos propósitos, mas com desenhos artísticos distintos, cada um para sua realidade.

Durante os cinco dias do The Town, o palco receberá 30 shows, começando às 15h30 e terminando às 02h da manhã, que serão icônicos. Diferentemente do Rock in Rio, no The Town o New Dance Order passa a ter intervalos de 15 a 40 minutos entre as apresentações, fugindo do convencional “non stop” entre as atrações. Serão seis performances por dia, valorizando, assim, cada um dos shows que acontecerão no espaço.

Na curadoria, um dos grandes destaques são as festas da cena independente paulistana que encerrarão as apresentações do palco a cada dia. No dia 2 de setembro, é a vez da Batekoo, movimento periférico, – afrofuturista e LGBTQIA, que prega o respeito pelo ser humano em suas mais variadas distinções – trazer um timaço de DJs, composto por FreshprincedabahiaJujuzlKiara e Mirands, para um show que será épico.  No dia seguinte, 03, a Carlos Capslock – conhecida por desempenhar um importante papel no fomento de um movimento não somente musical, indo do Techno ao House, mas também cultural, social e político – faz uma apresentação com Belisa, Stroka e Tessuto. Encerrando o dia 07, a Gop Tun, que exalta o agito de São Paulo e seus contrastes, fará um show junto com a 28Room, com o músico e produtor Diogo Strausz e participação de Julia Mestre  – vocalista da banda Bala Desejo. Já no dia 09, a Mamba Negra – festa que surge para servir como uma plataforma de construção e experimentação de novas linguagens artísticas, estabelecendo-se também como uma importante ferramenta de luta e celebração – se apresenta com CashuPaulete Lindacelva e Valentina Luz. Para fechar a última noite do The Town, dia 10, a ODD, uma das maiores protagonistas da cena underground de São Paulo, fará um show imersivo com interações entre humanos e as Inteligencias Artificiais, com participações de DavisVermelho e Zopelar.

No local, o público vai se surpreender com encontros que serão memoráveis. Artistas de bagagem e expoentes da dance music se apresentarão juntos, com formações inéditas e exclusivas, unindo clássicos imortais e atemporais, com o futuro das pistas. Em um b2b inédito, Badsista se junta à alemã diva do techno, Ellen Alien. Já a lenda paulistana Gui Boratto faz show com o inglês Darren Emerson no chamado – ex-integrante do Underworld. Também terá um encontro épico de Deekapz com Vhoor em um som que promete muitas batidas eletrônicas periféricas. Em encontro único, as artistas BadsistaMalka Julieta e Vênus Garland trazem o projeto “Gueto Elegance” para o New Dance Order com uma performance inédita e dançante ao lado da irreverente Marina Lima. O DJ Klean, baiano que ficou conhecido internacionalmente por produzir o remix de “Rude Boy” que Rihanna tocou no Super Bowl, toca ao lado do DJ Klap. Em um set que mistura brasilidades, muita percussão, influências de jazz, funk e R&B, Carlos do Complexo se apresenta com RHR. Os ritmos ancestrais, sound healing de povos originários e rituais indígenas, serão destacados em performance única do b3b do Afterclapp x Xaxim x Shigara. O palco traz ainda o saudosismo do DJ da clássica dance music brasileira, DJ Mau Mau, em um b2b com a DJ Etcetera, em formação nunca antes vista, exclusiva para o festival.

Atrações estrangeiras icônicas que se apresentarão no New Dance Order farão da primeira edição do The Town ainda mais memorável. A dupla de irmãos que formam o Shermanology, promete encantar toda a plateia com o seu som único. Inner City Live volta ao Brasil depois de 30 anos em um show que será histórico e que contará com um bônus set do icônico Kevin Saunderson. Um dos shows mais enérgicos e performáticos da música eletrônica de Paul Kalkbrenner, traz seus sintetizadores, baterias eletrônicas e muitos hardwares para o festival. Vitalic, da França, é um multi-instrumentista que mistura electro, techno e house, bem como elementos de música clássica, rock, ítalo-disco e música eletrônica dos anos 70, resultando em um som potente, único e marcante. Kerri Chandler Live, dono de um repertório icônico, levará para a Cidade da Música um show repleto de uma house music cheia de alma, autêntica e positiva. Os ingleses do Crazy P Soundsystem marcarão presença no espaço com sua fusão única de disco underground, batidas eletrônicas profundas e momentos pop cintilantes. Diretamente de Nova York, a DJ e produtora Natasha Diggs chega no New Dance Order com show inédito com dois instrumentistas. Também presente no NDO, o Lion Babe é uma dupla americana de R&B da cidade de Nova York, composta pela cantora Jillian Hervey e pelo produtor musical Lucas Goodman. O duo de vocais impressionantes, Aerea, de Madrid, também aterrissa pela primeira vez no Brasil diretamente no The Town.

Assim como em todo o The Town, a arte também estará presente no New Dance Order. Um visual customizado pelos ícones do grafite, OSGEMEOS, servirá de cenário para um set que será memorável da dupla de irmãos artistas, uma experiência única. Os veteranos do Tropkillaz apresentam uma performance especial em homenagem a São Paulo, comemorando seus dez anos de carreira, também inédito e especialmente criado para o festival. O tema sustentabilidade e cuidados com o meio-ambiente será o foco da apresentação do flautista e produtor, L_cio. O duo do Noporn, que tem mais de 20 anos de carreira, vai colocar todo o público para dançar com seu som único, definido como spoken-word electronic dance music. Paradise Guerrilla, banda brasileira de música pop formada em São Paulo no ano de 2022 por Starlight, U.F.O. e Frankstation, também estará no line-up do palco. Já Renato Cohen, mundialmente conhecido com o lançamento da música Pontapé pelo selo Intec, de Carl Cox, vai agitar o público com um set memorável. Usando bases eletrônicas como ponto de partida para releitura de um dos ritmos mais tradicionais e dançantes da música brasileira, Geninho Nacanoa e Ramiro Galas, farão um show agitado com o Forró Red Light e o Baile Encarnado com Mestre Nico, Ella Voa e Furmiga Dub. A brasileira Kenya20hz vai explorar todas as possibilidades das baixas frequências por meio de conexões rítmicas imprevisíveis e agressivas com o Chaos Sonora. O New Dance Order também contará com performances de artistas e bailarinos, repletas de visuais e figurinos temáticos.

Confira a programação e o line-up completo do New Dance Order:

02 de setembro

BATEKOO aka FRESHPRINCEDABAHIA X JUJUZL X KIARA X MIRANDS

TROPKILLAZ – 10 ANOS

OSGEMEOS – UMA EXPERIÊNCIA

DEEKAPZ x VHOOR

KLEAN Vs KLAP

FORRO RED LIGHT E O BAILE ENCARNADO (com Mestre Nico, Ella Voa e Furmiga Dub)  

03 de setembro

CARLOS CAPSLOCK SHOWCASE aka BELISA x STROKA x TESSUTO

ELLEN ALLIEN x BADSISTA  

PAUL KALKBRENNER LIVE   

VITALIC

NOPORN LIVE

CARLOS DO COMPLEXO vs RHR LIVE

07 de setembro

GOP TUN vs 28ROOM+ DIOGO STRAUSZ LIVE feat JULIA MESTRE

SHERMANOLOGY

KERRI CHANDLER LIVE

NATASHA DIGGS LIVE HORN

L_CIO PLANTS LIVE

AFTERCLAPP x SHIGARA x XAXIM

09 de setembro

MAMBA NEGRA SHOWCASE feat CASHU + PAULETE LINDACELVA + VALENTINA LUZ

BADSISTA, MALKA, VENUS aka GUETO ELEGANCE feat MARINA LIMA

INNER CITY LIVE bonus set KEVIN SAUNDERSON

RENATO COHEN LIVE

AEREA LIVE

KENYA20HZ apresenta CHAOS SONORA

10 de setembro

ODDJs aka DAVIS x VERMELHO x ZOPELAR

BORATTO & EMERSON LIVE

CRAZY P SOUNDSYSTEM

LION BABE

PARADISE GUERRILLA

DJ MAU MAU b2b ETCETERA

Sobre Queens Of The Stone Age

Queens of the Stone Age é uma banda de rock de Palm Desert, Califórnia, Estados Unidos. A banda desenvolveu um estilo de música pesado, orientada por riffs contagiantes criados pelo fundador e idealizador da banda, atual vocalista e guitarrista, Josh Homme. Desde então, o som do grupo evoluiu para incorporar uma variedade de estilos e influências diferentes.

No final dos anos 90 e início dos anos 2000, a banda conquistou uma legião de fãs e atraía cada vez mais admiradores pelo sucesso de seus dois primeiros discos, intitulados “Queens of the Stone Age” e “Rated R”. Já no terceiro CD “Songs For The Deaf”, o grupo recebeu muitos elogios da crítica e conquistou premiações e certificações importantes. Com uma tracklist com faixas que mesclaram bem as influências do chamado stoner rock com o clássico rock and roll, o disco conta com hits como “No One Knows” e “Go with the Flow”. O Queens of the Stone Age passou por muitas mudanças de formação desde que entrou pela primeira vez na cena do hard rock. Sua formação mais recente inclui: Josh Homme (guitarra, vocais), Troy Van Leeuwen (guitarra, lap steel, teclados, backing vocals), Jon Theodore (bateria, percussão), Michael Shuman (baixo, backing vocals) e Dean Fertita (teclados, guitarra, backing vocals).

Sobre Pitty

Com mais de 20 anos de carreira, Pitty é uma das grandes roqueiras do Brasil. Cantora, compositora, produtora e apresentadora, a inquieta e plural artista utiliza múltiplas plataformas para a produção e a divulgação de seu trabalho. Pitty começou no rock alternativo de Salvador e segue caminhando não só por sonoridades diversas como plataformas. Em 2003 lançou seu primeiro álbum solo, “Admirável Chip Novo”. O disco é um sucesso e tem a produção de Rafael Ramos – com quem trabalha hoje. São 5 discos, além de registros ao vivo e grandes parcerias com artistas como Elza Soares e Emicida. Seus hits inesquecíveis e atemporais, como “Me Adora”, “Equalize” e “Na Sua Estante” estão sempre presentes nos shows. As turnês são intensas e atraem público diverso em gênero e idade. Sucesso de bilheteria, as apresentações têm set list extenso e bem pensado. A longa e feliz parceria com o guitarrista Martin Mendonça rendeu o projeto “AGRIDOCE” (2011). Em 2019 lançou “Matriz”, que agrega essas andanças num rolê histórico de vida. O álbum também tem colaborações marcantes e afetivas de artistas da Bahia como Lazzo Matumbi, Larissa Luz e BaianaSystem. Pitty tem 10 álbuns lançados, sendo que cinco de sua carreira solo e cinco em bandas e projetos com outros artistas, como o lançado no ano passado, “Pittynando”, de 2022, em dueto com Nando Reis. Indicada 4 vezes ao Grammy Latino, Pitty já levou 7 Prêmios Multishow de Música Brasileira e é a maior vencedora de VMBs na história da MTV Brasil. Engajada em causas feministas e LGBTQI+, a cantora já se apresentou e foi premiada 3 vezes no WME – Women’s Music Awards.

Venda oficial de ingressos para o The Town acontece no dia 18 de abril, às 19h, apenas pelo site da Ticketmaster

Os fãs do The Town estão a poucos dias de garantir seu lugar e entrar para a história. Após uma venda avassaladora do The Town Card, o público terá uma nova chance de adquirir um ingresso para a Cidade da Música e viver experiências mágicas durante os cinco dias de festival. No dia 18 de abrila partir das 19 horas, começa a venda oficial de ingressos do The Town, apenas pelo site da Ticketmaster.

O ingresso custa R$ 815 a inteira e R$ 407,50 a meia-entrada e não há cobrança de taxas adicionais. Pode ser efetuada a compra de até 04 (quatro) ingressos por dia de festival por CPF, sendo no máximo 01 meia-entrada por dia, por CPF. Os clientes que adquirirem meia-entrada terão que inserir no próprio site todas as informações referentes ao documento que comprove tal condição, para posterior validação, assim como será necessário apresentá-lo no acesso à Cidade da Música, no dia do evento. O pagamento poderá ser feito por cartão de crédito ou PIX. Para pagamento com cartão de crédito, o valor poderá ser parcelado em até 6 (seis) vezes sem juros. Já os clientes que efetuarem o pagamento com cartões de crédito Itaú, Credicard ou Iti poderão parcelar a compra em até 8 (oito) vezes sem juros.

Quem adquiriu o The Town Card também já pode escolher a data que deseja ir para o festival. Todos que compraram o ingresso terão até o dia 17 de abril para escolher o dia. Após esse período o direito à escolha fica condicionado à disponibilidade de ingressos referente a data que a pessoa deseja ir. O processo é feito no site da Ticketmaster, na seção “Meus Pedidos”. Ao clicar na compra do Card, o usuário já verá as datas para selecionar. Aqueles que possuem mais de um The Town Card deverão realizar a escolha do dia para cada um deles separadamente.

The Town já nasce gigante

Dos mesmos criadores do Rock in Rio, The Town estreia na grande metrópole no dia 2 de setembro de 2023, e segue durante os dias 2, 3, 7, 9 e 10, no Autódromo de Interlagos, em uma área de 350 mil m2, que será totalmente renovada. O novo festival já se posiciona como um evento de grande relevância, não apenas para a capital paulista, como também para todo o Brasil e já soma mais de 490 mil seguidores em suas redes sociais, lançadas há poucos meses.   

O festival confirmou uma parceria inédita com o Grupo CCR, que garante que os trens que dão acesso ao Autódromo de Interlagos funcionem 24h nos dias de festival. “A experiência do público vai muito além do que ele vive dentro da Cidade do Rock e, agora, dentro da Cidade da Música. Nós nos preocupamos com essa experiência o tempo todo e isso inclui, entre muitos outros detalhes a serem cuidados, quando, no dia do festival, o fã sai de casa em direção à venue. Já endereçamos essa preocupação desde o começo, quando agendamos The Town para acontecer no final de semana ou feriado, de modo a impactar menos o trânsito da cidade. Anunciamos essa parceria inédita que vai permitir que os fãs possam chegar e sair do festival com maior tranquilidade, sabendo que poderão contar com o transporte público do trem durante 24h”, afirma Roberta Medina, vice-presidente Executiva do The Town e Rock in Rio.

Com previsão para receber cerca de 500 mil pessoas em mais de 235 horas de música, a Cidade da Música contará com seis palcos, onde o público poderá imergir em novas e inesquecíveis experiências. Com cenografia inspirada em ícones da arquitetura paulistana e apresentando uma diversidade única de ritmo e união de tribos, The Town chega a São Paulo com apoio, força e empoderamento de gente grande. De acordo com uma pesquisa realizada pela Fundação Getúlio Vargas, está previsto um impacto econômico de R$1.7 bilhão, o maior já visto na capital, além de gerar mais de 19 mil empregos diretos.

Uma Cidade que não dorme: The Town oferece entretenimento para todos   

Com Post Malone, Maroon 5, Foo Fighters, Bruno Mars, Bebe Rexha, Alok, Ludmilla, Garbage, H.E.R., Kim Petras, Iza, Racionais & Orquestra Sinfônica Heliópolis, Criolo, Orochi, Luísa Sonza, NE-YO, Angélique Kidjo, Maria Rita, Wet Leg, Jão, Ney Matogrosso, entre outros já confirmados no line-up, a nova Cidade da Música contará com espaços onde o público poderá usufruir da representação de elementos e locais emblemáticos da cidade.

O palco Skyline é inspirado nos grandes prédios da cidade paulista e é nele que artistas do mundo inteiro irão compor as quatro atrações do dia. O palco The One, será onde a música vai além da música. Com grandes artistas e uma cenografia de tirar o fôlego, inspirada nos museus de arte de São Paulo, os mais de 30 telões de LED que compõe o palco se transformarão em uma verdadeira experiência imersiva, prometendo um show à parte e entregando uma incrível experiência para o público. O palco também vai promover grandes encontros, dar luz a artistas de renome e provocar debates e reflexões.

Do Rio para São Paulo, o New Dance Order estará dedicado à música de pista, passando pelos gêneros house, techno, trance, bass e trap. Tão especial quanto os outros palcos, The Town também conta com a São Paulo Square, espaço inspirado na região em que a cidade foi fundada. Ali se reunirão alguns dos seus principais ícones históricos, como a Catedral da Sé, Estação da Luz, Teatro Municipal, entre outros.

O festival também traz também os antigos galpões das fábricas para o palco Factory. O espaço terá o mood da cultura urbana com performances de street dance e shows de trap, hip hop e rap. Também não poderia faltar um espaço gastronômico que traz toda a diversidade da culinária paulista — o Market Square e, para completar a experiência, o festival abrigará também a Área VIP, espaço climatizado com buffet assinado por renomado chef e bar exclusivo.

Como num túnel do tempo, um dos locais mais encantadores e concorridos para cliques, selfies e totalmente “instagramável” do irmão carioca do The Town, o Rock in Rio, desembarcará diretamente na Cidade da Música – a Rota 85. O espaço é dedicado ao ano que o Rock in Rio ganhou vida, 1985, e colocou o Brasil na rota dos shows internacionais, e estará em total sinergia com o The Town, que realiza sua primeira edição este ano.

Sobre a Rock World

A Rock World é a empresa criadora de experiências que nasceu do maior festival de música e entretenimento do mundo, o Rock in Rio. Com a missão de proporcionar experiências inesquecíveis através da música e do entretenimento, a marca tem como base de sua cultura corporativa a arte de sonhar, de fazer acontecer e inspirar as pessoas através da filosofia de construir um mundo melhor.  

Hoje, além do Rock in Rio, a Rock World expandiu sua área de atuação para outros projetos de produção de experiências que abrangem diferentes áreas. No Live Entertaiment, a marca possui o The Town, o novo e maior festival de música, cultura e arte de São Paulo, que acontecerá no Autódromo de Interlagos, em setembro de 2023.  A partir de 2024 a Rock World assume, em parceria com a C3, a produção e operação do Lollapalooza no Brasil.

Na área de Conteúdo, o Rock in Rio Studios é o produto que reforça o DNA da companhia para a criação de conteúdos audiovisuais originais e o posicionamento no mercado como uma marca ainda mais poderosa e potente de comunicação. A Rock World também atua na produção de espetáculos originais, os Originals. O primeiro deles foi desenvolvido em 2022 para o Rock in Rio, o Uirapuru, e para 2023 lança o The Town O Musical.

E para  a área de Educação, o Humanorama e o Rock in Rio Academy buscam ativar a potência das pessoas para contribuir na construção de um mundo melhor. Ao ampliar sua atuação para tantos campos e diferentes negócios, a Rock World é hoje uma das maiores empresas de criação e produção de conteúdo proprietário de Live Experience no mundo.


The Town 2023: Ingressos The Town Card esgotam em pouco mais de três horas

Venda oficial de ingressos para o The Town acontece a partir das 19h do dia 18 de abril. Será a última oportunidade de os fãs garantirem lugar na primeira e histórica edição do maior festival de música, cultura e arte de São Paulo


Mais uma vez a Rock World, empresa responsável pelo The Town e Rock in Rio, deixa sua marca na história do entretenimento. Na noite desta terça-feira, 14, o The Town – maior festival de música, cultura e arte de São Paulo – vendeu, na plataforma da Ticketmaster Brasil, todo o montante disponibilizado de The Town Cards, que equivalem a um ingresso de gramado, sem data pré-definida e é válido para um dia do evento. Em pouco mais de três horas o público encerrou a venda e reforçou toda a potência do festival, antes mesmo do anúncio de todos os artistas. Entre os destaques desta venda de The Town Card está o número de pessoas que terminaram a pré-venda na fila. Cerca de 438 mil pessoas estavam prontas para comprar seus bilhetes no momento que os ingressos esgotaram. Pelo histórico de vendas da Rock World, cada pessoa compra em média 1.8 tickets. Isso significa que The Town poderia ter vendido somente nesta terça-feira 788 mil ingressos, ou seja, um festival e meio.

Mas ainda dá tempo de comprar os bilhetes para o aguardado festival. Em abril, daqui a exatos 35 dias, no dia 18, às 19h, acontece a venda oficial no site da Ticketmaster. Esta será a última oportunidade de fazer parte da primeira edição do The Town. O festival já tem como artistas confirmados, Post Malone, Maroon 5, Foo Fighters, Bruno Mars, Alok, Ludmilla, Garbage, Iza, Racionais MCs & Orquestra Sinfônica de Heliópolis, Criolo, Orochi, Luísa Sonza, NE-YO, Maria Rita, Wet Leg, Jão, Ney Matogrosso, entre outros. The Town acontece no Autódromo de Interlagos, em São Paulo, nos dias 2, 3, 7, 9 e 10 de setembro de 2023.

Luis Justo, CEO da Rock World, comemora o feito importante na história do festival e da marca. “O público que adquiriu o The Town Card pode já se orgulhar por ser parte importante da história do The Town, assim como as pessoas que compraram os primeiros ingressos da primeira edição do Rock in Rio, em 1985. O The Town Card é o primeiro passo para uma experiência inesquecível na Cidade da Música, como nunca vista na cidade de São Paulo. Estamos muito felizes com esse resultado mais que positivo dos Cards do The Town que, assim como o Rock in Rio, foi um fenômeno de venda e histórico. Já as mais de 430 mil pessoas que hoje não conseguiram garantir sua entrada para este evento histórico terão uma nova oportunidade no dia 18 de abril”, lembra Justo.  

O sucesso absoluto com o The Town Card é uma tradução do panorama real do quanto o público desejava ter a experiência única de um festival com a mesma magnitude do Rock in Rio, na cidade de São Paulo. Os fãs marcaram presença e garantiram seus Cards para estarem presentes neste momento emblemático do entretenimento do país, quando após 38 anos da primeira edição do Rock in Rio, será possível acompanhar o nascimento de um novo festival desta envergadura.   

O The Town Card equivale a um ingresso de gramado, sem data pré-definida e é válido para um dia do evento. Para garantir o benefício do The Town Card, o fã deverá escolher o dia que deseja ir ao festival a partir do dia 21 de março até 17 de abril, data anterior da abertura das vendas gerais. Após este período o direito à escolha ficará sujeito a disponibilidade de ingressos destinados ao Card.

Cada The Town Card foi vendido por R$770,00 inteira e R$385,00, meia entrada, sem cobrança de taxas adicionais, com limite de compra de, no máximo, quatro ingressos por CPF, sendo uma meia-entrada.

The Town já nasce gigante

Dos mesmos criadores do Rock in Rio, The Town estreia na grande metrópole no dia 2 de setembro de 2023, e segue durante os dias 3, 7, 9 e 10, no Autódromo de Interlagos, em uma área de 350 mil m2, que será totalmente renovada. O novo festival já se posiciona como um evento de grande relevância, não apenas para a capital paulista, como também para todo o Brasil e já soma mais de 450 mil seguidores em suas redes sociais, lançadas há poucos meses.

O festival confirmou uma parceria inédita com o Grupo CCR, que garante que os trens que dão acesso ao Autódromo de Interlagos funcionem 24h nos dias de festival. “A experiência do público vai muito além do que ele vive dentro da Cidade do Rock e, agora, dentro da Cidade da Música. Nós nos preocupamos com essa experiência o tempo todo e isso inclui, entre muitos outros detalhes a serem cuidados, quando, no dia do festival, o fã sai de casa em direção à venue. Já endereçamos essa preocupação desde o começo, quando agendamos The Town para acontecer no final de semana ou feriado, de modo a impactar menos o trânsito da cidade. Anunciamos essa parceria inédita que vai permitir que os fãs possam chegar e sair do festival com maior tranquilidade, sabendo que poderão contar com o transporte público do trem durante 24h”, afirma Roberta Medina, vice-presidente Executiva do The Town e Rock in Rio.

A primeira edição do novo megaevento já ganhou duas músicas-tema, gravadas nas vozes de Iza e Criolo. A primeira, considerada o grande hino do evento, tem interpretação de Iza, com a participação do baterista da banda Sepultura, Eloy Casagrande, e de uma orquestra comandada pelo maestro Eduardo Souto Neto. Já a segunda, um trap em homenagem à arte e cultura da capital, foi gravada pelo rapper Criolo em uma colaboração inédita com Iza e o diretor artístico Zé Ricardo. Ambos os cantores estão confirmados no line-up do festival.

Com previsão para receber cerca de 500 mil pessoas em mais de 235 horas de música, a Cidade da Música contará com cinco palcos, onde o público poderá imergir em novas e inesquecíveis experiências. Com cenografia inspirada em ícones da arquitetura paulistana e apresentando uma diversidade única de ritmo e união de tribos, The Town chega a São Paulo com apoio, força e empoderamento de gente grande. De acordo com uma pesquisa realizada pela Fundação Getúlio Vargas, está previsto um impacto econômico de R$1.7 bilhão, o maior já visto na capital, além de gerar mais de 19 mil empregos diretos.

Uma Cidade que não dorme: The Town oferece entretenimento para todos   

Com Bruno Mars, Post Malone, Ne-Yo, Foo Fighters, Maroon 5, Garbage, Racionais MC’s & Orquestra Sinfônica de Heliópolis, Ludmilla, Luísa Sonza, Orochi, Jão, Iza, Criolo, Maria Rita, entre outros já confirmados no line-up, a nova Cidade da Música contará com espaços onde o público poderá usufruir da representação de elementos e locais emblemáticos da cidade. O palco Skyline é inspirado nos grandes prédios da cidade paulista e é nele que artistas do mundo inteiro irão compor as quatro atrações do dia. O palco The One, será onde a música vai além da música. Com grandes artistas e uma cenografia de tirar o fôlego, inspirada nos museus de arte de São Paulo, os mais de 30 telões de LED que compõe o palco se transformarão em uma verdadeira experiência imersiva, prometendo um show à parte e entregando uma incrível experiência para o público. O palco também vai promover grandes encontros, dar luz a artistas de renome e provocar debates e reflexões.

Do Rio para São Paulo, o New Dance Order estará dedicado à música de pista, passando pelos gêneros house, techno, trance, bass e trap. Tão especial quanto os outros palcos, The Town também conta com a São Paulo Square, espaço inspirado na região em que a cidade foi fundada. Ali se reunirão alguns dos seus principais ícones históricos, como a Catedral da Sé, Estação da Luz, Teatro Municipal, entre outros.

O festival também traz também os antigos galpões das fábricas para o palco Factory. O espaço terá o mood da cultura urbana com performances de street dance e shows de trap, hip hop e rap. Também não poderia faltar um espaço gastronômico que traz toda a diversidade da culinária paulista — o Market Square e, para completar a experiência, o festival abrigará também a Área VIP, espaço climatizado com buffet assinado por renomado chef e bar exclusivo.

Sobre a Rock World 

A Rock World é a empresa criadora de experiências que nasceu do maior festival de música e entretenimento do mundo, o Rock in Rio. Com a missão de proporcionar experiências inesquecíveis através da música e do entretenimento, a marca tem como base de sua cultura corporativa a arte de sonhar, de fazer acontecer e inspirar as pessoas através da filosofia de construir um mundo melhor.  

Hoje, além do Rock in Rio, a Rock World expandiu sua área de atuação para outros projetos de produção de experiências que abrangem diferentes áreas. No Live Entertaiment, a marca possui o The Town, o novo e maior festival de música, cultura e arte de São Paulo, que acontecerá no Autódromo de Interlagos, em setembro de 2023. Na área de Conteúdo, o Rock in Rio Studios é o produto que reforça o DNA da companhia para a criação de conteúdos audiovisuais Originais e o posicionamento no mercado como uma marca ainda mais poderosa e potente de comunicação. Na área de projetos de Educação, o Humanorama e o Rock in Rio Academy buscam ativar a potência das pessoas para contribuir na construção de um mundo melhor. A empresa também possui a marca Game XP, dedicada a experiências físicas e digitais no universo de games e e-sports, incluindo o evento game XP, que reúne o mundo geek junto com a música; o Dance Off, que é a competição de dançarinos de periferias de todo o país; e a Grrrls League, que é a maior liga feminina de CS:GO do mundo. Ao ampliar sua atuação para tantos campos e diferentes negócios, a Rock World é hoje uma das maiores empresas de criação e produção de conteúdo proprietário de Live Experience no mundo. 


The Town 2023: Faltam quatro dias para a venda do The Town Card

Os fãs que realizaram o cadastro antecipado na página de ingressos do site oficial do festival, até 11 de janeiro, e no espaço do The Town na Cidade do Rock, do Rock in Rio, saem na frente e já podem comprar o ingresso que garante o lugar na Cidade da Música, por meio de uma pré-venda exclusiva

Faltam quatro dias para os fãs do The Town entrarem para a história do festival. A partir do dia 14 de março, às 19h, o público geral já pode comprar o The Town Card, o ingresso que garante um lugar na primeira edição do novo e maior festival de música, cultura e arte de São Paulo. E desde ontem, aqueles que fizeram o cadastro antecipado por QR Code no espaço do The Town na Cidade do Rock, do Rock in Rio 2022, e na página de ingressos do site oficial do festival de São Paulo, até o dia 11 de janeiro de 2023, já podem participar de uma pré-venda exclusiva que acontece no site da Ticketmaster Brasil. O The Town Card é uma edição limitada e está sujeito à disponibilidade. Uma campanha massiva de comunicação está promovendo um countdown para as vendas do The Town Card, lembrando o público da data e hora da venda para que ninguém fique de fora da grande festa: dia 14 de março, às 19h. The Town acontece no Autódromo de Interlagos, em São Paulo, nos dias 2, 3, 7, 9 e 10 de setembro de 2023.

“Estamos dando mais um passo importante na história do The Town com as vendas do Card. Por meio das redes sociais e pelo número de cadastros realizados, temos um termômetro bastante positivo da expectativa do público. Sabemos que eles estão aguardando ansiosamente e se preparando para este momento. Aqueles que querem entrar para história e estar na Cidade da Música, em setembro, precisarão se organizar para garantir seu espaço no The Town.” comenta Luis Justo, CEO da Rock World.

A organização relembra que, quando anunciou Bruno Mars como o headliner do dia 10 de setembro do The Town, foi surpreendida pela euforia que tomou conta do público na internet, uma catarse que refletiu imediatamente nos canais oficiais do festival. Apenas na noite do lançamento, o volume de acessos ao site oficial do evento foi tão grande que superou em 138% os números já estratosféricos da noite em que o Rock in Rio anunciou o mega astro Justin Bieber. Nas redes sociais não foi diferente: o nome de Bruno Mars e o nome do The Town ficaram nos trendings topics por horas. Na plataforma da Ticketmaster Brasil, que realiza a venda exclusiva de ingressos para o The Town, um grande volume de cadastros foi registrado logo após o anúncio de Bruno Mars. 

Na edição de 2022, a organização do Rock in Rio, a mesma do The Town, anunciou que a venda dos 200 mil Rock in Rio Cards se esgotou em 1h28. O volume de acessos simultâneos ultrapassou a casa de 800 mil usuários únicos para a compra do Rock in Rio Card. Isso significa que se o festival tivesse aberto a venda oficial de ingressos no mesmo dia, teria público para encher duas edições inteiras de Rock in Rio, considerando que a média de vendas por pessoas é de dois bilhetes. Já nas vendas oficiais, o festival teve um pico de mais de 1 milhão de pessoas na fila virtual. Foram esgotados seis, dos sete dias que estavam à venda, em menos de 5 horas.

Para que ninguém esqueça da data de vendas do The Town Card, o festival está promovendo uma grande campanha de contagem regressiva para o dia e hora que o Card estará disponível para ser adquirido. A organização do megaevento destacou que, por meio da campanha, o número de cadastrados no site da Ticketmaster segue crescendo, esquentando ainda mais o termômetro das vendas.

Challenge no TikTok do The Town selecionará primeiro Squad de Creators do festival

A partir de hoje, 10, até o dia 15 de março, o The Town promove um challenge no TikTok que pode mudar a vida dos usuários que embarcarem nesta ideia. O desafio proposto pela organização do festival vai selecionar dez pessoas que vão compor o primeiro time de creators do festival. Os escolhidos vão poder participar de ações exclusivas do The Town, além de estar presente em um dos cinco dias de festa na Cidade da Música, em setembro, criando os mais diversos tipos de conteúdo.

Para participar, o usuário deve publicar um vídeo no perfil do TikTok, falando sobre o The Town de forma criativa, mostrando o porquê ele deve fazer parte do primeiro Squad de Creators da história do festival. Os participantes deverão seguir o perfil oficial do The Town no TikTok e postarem a #TheTownSquad na legenda do vídeo. Os influenciadores digitais Murilo Carvalho, Felipe Somma, Ariah, Reeh Augusto e Renata Santti publicaram vídeos como exemplos do que pode ser feito para a pessoa ser uma das escolhidas.

Ao final do desafio, o festival selecionará dez pessoas para serem os primeiros integrantes do #TheTownSquad, time de creators do festival. O resultado será revelado no dia 22 de março, nos canais oficiais do The Town (site e redes sociais). Os termos e condições estão disponíveis na página oficial do challenge no TikTok.

Pré-venda do The Town Card já começou!

A pré-venda do The Town Card começou ontem, às 19h no site da Ticketmaster Brasil (thetown.ticketmaster.com.br).  A pré-venda é exclusiva para os fãs que se registraram, por meio do QR Code, na ativação do The Town na Cidade do Rock e na página de ingressos do site do The Town até 11/01/2023. Os fãs cadastrados no período receberam por e-mail as orientações e um código de acesso para participar da pré-venda exclusiva. Este código é de único acesso e, portanto, válido para uma única compra.

A pré-venda vai até dia 13 de março, às 19h, ou enquanto durar o estoque, já que os ingressos da pré-venda são limitados e estão sujeitos à disponibilidade.

Com o The Town Card, o fã já garante a sua presença em um dia do festival antes mesmo da confirmação de todas as bandas e atrações. A escolha do dia de evento a que o fã pretende ir deverá ser feita durante o período de troca determinado pela organização. Neste prazo, o titular do The Town Card poderá́ escolher entre qualquer um dos dias do festival. Após esse prazo, o direito à escolha fica condicionado à disponibilidade de ingressos para cada dia definida pelo festival.

O The Town Card custa R$ 770,00 a inteira e R$ 385,00 a meia-entrada e não há cobrança de taxas adicionais. Para realizar a compra é obrigatório ter CPF e um cadastro válido na Ticketmaster Brasil.  Durante a pré-venda, o limite de compra é de até 2 (dois) ingressos por CPF, sendo no máximo uma meia-entrada. Os clientes que adquirirem meia-entrada terão que inserir no próprio site todas as informações referentes ao documento que comprove tal condição, para posterior validação, assim como será necessário apresentá-lo no acesso à Cidade da Música, no dia do evento.

O pagamento poderá ser feito por cartão de crédito ou PIX. Para pagamento com cartão de crédito, o valor poderá ser parcelado em até 6 (seis) vezes sem juros. Já os clientes que efetuarem o pagamento com cartões de crédito Itaú, Credicard ou Iti poderão parcelar a compra em até 8 (oito) vezes sem juros. Para pagamento com PIX, basta utilizar o QR Code apresentado na tela final do processo de compra e realizar o pagamento. O prazo para efetuar a compra será de 10 minutos após a geração do código QR. É importante lembrar que, por determinação do Banco Central, há um limite de valor para pagamentos realizados por PIX entre os horários de 20h e 06h.

Já o dia 14 de março de 2023 a venda do The Town Card acontece para o público geral, que está aguardando ansiosamente pelo maior festival de música, cultura e arte que São Paulo já viu. Nesta data, a partir das 19h, será possível efetuar a compra o The Town Card, que equivale a um ingresso de gramado, sem data pré-definida, válido para um dia do evento. O The Town Card é uma edição limitada e estará sujeito à disponibilidade.


Organização anuncia grandes nomes do jazz internacional como headliners da São Paulo Square, Esperanza Spalding, Stanley Jordan e Richa

A São Paulo Square virá inspirada na região em que a cidade de São Paulo foi fundada, em prédios históricos com arquiteturas icônicas de São Paulo.

Um palco com artistas de grande envergadura. Nomes internacionais que se juntarão a outros tantos talentos desse Brasil que produz conteúdos prontos para serem recebidos em qualquer parte do mundo. É com esta mentalidade que o vice-presidente Artístico da Rock World, Zé Ricardo, está montando o quebra-cabeças que dará vida a São Paulo Square, área que vem inspirada na região em que a cidade de São Paulo foi fundada, em prédios históricos com arquiteturas icônicas da metrópole. Embalados ao ritmo de muito jazz e blues, gêneros musicais que vão predominar no palco, hoje, a organização do novo e maior festival de música, cultura e arte de São Paulo, The Town, dos mesmos criadores do Rock in Rio, anuncia os headliners da São Paulo Square: a contrabaixista e cantora de jazz americana Esperanza Spalding (2 e 3 de setembro); o guitarrista e pianista americano de jazz/jazz fusion Stanley Jordan (7 e 9 de setembro) e o baixista Richard Bona (10 de setembro). The Town realizará sua primeira edição no Autódromo de Interlagos, em São Paulo, nos dias 2, 3, 7, 9 e 10 de setembro de 2023. 

“Na São Paulo Square o público terá uma nova experiência, vai se surpreender ao se deparar no The Town com tantos nomes incríveis que receberemos, que muitas vezes já fazem parte de suas escolhas musicais e eles nem tem ideia disso. Quem pensa que jazz é feito para elite, vai literalmente se desconstruir. Quem já ama jazz, não vai querer estar em outro lugar. Vamos desmistificar este estilo que está mais na vida da gente do que pensamos. Traremos um jazz democrático, que se comunica com todas as tribos”, anuncia Zé Ricardo, vice-presidente Artístico da Rock World – empresa responsável pelos festivais The Town e Rock in Rio. 

“A São Paulo Square vem para competir de igual para igual com os nossos grandes palcos”, diz Roberto Medina, criador e presidente do The Town e Rock in Rio, fazendo referência ao Skyline, The One e New Dance Order. “Ela terá um conteúdo com tanta qualidade, que estou certo de que muitas pessoas não sairão dela. Será especial demais assistir a shows de nomes renomados como a Esperanza (Spalding), o Stanley (Jordan) e o Richard (Bona). É um luxo ter um espaço como este no festival e uma enorme oportunidade de viver uma atmosfera diferente tendo a música como pilar principal. Imagina só… de um lado você tem o Bona e do outro o Bruno Mars, no dia 10. Isso reforça a versatilidade do evento e o quão prontos estamos para receber os mais variados públicos em um único dia”, finaliza.

O novo festival já conta com Post Malone, Maroon 5, Ludmilla, Foo Fighters, Bruno Mars, Iza, Racionais MC’s & Orquestra Sinfônica de Heliópolis, Criolo e Jão como atrações confirmadas, além de um momento mágico com um espetáculo de luz, música, fogos de artifício e transmissão ao vivo nos telões, que contará com a participação de Ney Matogrosso. A organização também anunciou uma parceria inédita com o Grupo CCR, que garante que os trens que dão acesso ao Autódromo de Interlagos funcionem 24h nos dias de festival e a data da venda do The Town Card: 14 de março. Essa será a primeira chance do público de entrar pra história, garantindo a participação na primeira edição do mais novo festival de música, cultura e arte de São Paulo. 

Sobre Esperanza Spalding

Esperanza Spalding, que se apresentará como headliner nos dias 2 e 3 de setembro, é americana de Oregon, tem 38 anos e é contrabaixista e cantora de jazz. A artista canta em inglês, espanhol e português e se apresentou com Milton Nascimento, no Palco Sunset do Rock in Rio 2011, com repertório baseado principalmente na música popular brasileira. No mesmo ano, ganhou o Grammy Awards na categoria de Artista Revelação. Esperanza já tocou acompanhada por grandes nomes do jazz, como Pat Metheny, Joe Lovano, Michel Camilo e Donald Harrinson e foi mencionada pela revista “Down Beat” como a melhor baixista em ascensão. Em 2021, compôs uma ópera com Wayne Shorter.Em sua discografia, estão cinco álbuns próprios, chamados Junjo (2006), Esperanza (2008), Chamber Music Society (2010), Radio Music Society (2012) e Emily’s D+ Evolution (2016). Além de sua carreira musical, Esperanza atualmente mantém uma parceria com a Universidade de Harvard em programas educacionais de desenvolvimento de práticas criativas.

Sobre Stanley Jordan

O guitarrista e pianista americano de jazz/jazz fusion, Stanley Jordan, também estreia como headliner em The Town, se apresentando nos dias 7 e 9 de setembro no palco da São Paulo Square. Stanley, de 63 anos, é aclamado como um dos maiores e mais significativos músicos de sua área e tem forte conexão com o Brasil. Em 35 anos, o músico manteve uma extensa e consistente agenda de turnês internacionais e, agora, está trabalhando em seu próximo álbum. Ele é colecionador de sucessos, desde os anos 80, quando vendeu apenas nos Estados Unidos mais de 500 mil cópias com o álbum “Magic Touch”, que apresenta a guitarra cristalina e exótica de Jordan viajando por diversos temas e estilos. Atualmente o disco é considerado um dos grandes clássicos do jazz contemporâneo, sendo lançado nos mais diversos formatos.

Sobre Richard Bona

Para o último dia de uma primeira edição que entrará para a história da música mundial, o baixista Richard Bona encerrará as apresentações na São Paulo Square, como headliner do dia 10 de setembro. Nascido na República dos Camarões, na África, Bona Pinder Yayumayalolo nasceu em uma família de músicos e, aos cinco anos, começou a tocar na igreja de seu vilarejo. Bona é considerado um dos maiores baixistas de jazz da atualidade, além de um talentoso vocalista. Morador de Nova York, dá aulas de música na Universidade, mergulhou na música afro cubana com o Buena Vista Social Club e é vencedor do Grammy Awards, em 2003, com o Melhor Álbum de Jazz Contemporâneo “Speaking Of Now”, além de ter recebido duas outras indicações. Atualmente, o artista está produzindo e gravando um álbum com artistas latinos e brasileiros, com repertório de MPB, flamenco e música caribenha

Vendas do The Town Card se iniciam 14 de março

O dia 14 de março de 2023 será diferente para o público que está aguardando ansiosamente pelo maior festival de música, cultura e arte que São Paulo já viu. Nesta data, a partir das 19 horas, começa a venda do The Town Card, que equivale a um ingresso de gramado, sem data, válido para um dia do evento.

Com o The Town Card, o fã já garante a sua presença no festival antes mesmo da confirmação de todas as bandas e atrações. A escolha do dia de evento a que o fã pretende ir deverá ser feita até 24 horas antes da venda oficial de ingressos. Após essa data, que ainda será divulgada, a escolha ficará condicionada à disponibilidade de ingressos.

O festival também vem com novidades na venda dos ingressos. Numa parceria inédita, os ingressos serão vendidos exclusivamente online através da Ticketmaster Brasil, e a organização convida os fãs a já se cadastrarem na nova plataforma para facilitar a compra do The Town Card no dia 14 de março.

O The Town Card custa R$ 770,00 a inteira e R$ 385,00 a meia-entrada e não há cobrança de taxa de conveniência. Por ter um estoque limitado, o limite de compra é de até 4 (quatro) ingressos por CPF, sendo no máximo uma meia-entrada. Os clientes que adquirirem meia-entrada terão que inserir no próprio site todas as informações referentes ao documento que comprove tal condição, para posterior validação, assim como será necessário apresentá-lo no acesso à Cidade da Música, no dia do evento. O pagamento poderá ser feito por cartão de crédito ou PIX. Para pagamento com cartão de crédito, o valor poderá ser parcelado em até 6 (seis) vezes sem juros. Já os clientes que efetuarem o pagamento com cartões de crédito Itaú, Credicard ou Iti poderão parcelar a compra em até 8 (oito) vezes sem juros.

Para pagamento com PIX, basta utilizar o QR Code apresentado na tela final do processo de compra e realizar o pagamento. O prazo para efetuar a compra será de 10 minutos após a geração do código QR. É importante lembrar que, por determinação do Banco Central, há um limite de valor para pagamentos realizados por PIX entre os horários de 20h e 06h.

Para quem quiser comprar, é preciso se planejar, já que durante o Rock in Rio milhares de pessoas manifestaram interesse e reservaram o direito de serem os primeiros a adquirir seus ingressos para The Town. O The Town Card é uma edição limitada e está sujeito à disponibilidade.

The Town já nasce gigante

Dos mesmos criadores do Rock in Rio, The Town estreia na grande metrópole no dia 2 de setembro de 2023, e segue durante os dias 3, 7, 9 e 10, no Autódromo de Interlagos, em uma área de 350 mil m2, que será totalmente renovada. O novo festival já se posiciona como um evento de grande relevância, não apenas para a capital paulista, como também para todo o Brasil e já soma mais de 300 mil seguidores em suas redes sociais, lançadas há poucos meses.

O festival confirmou uma parceria inédita com o Grupo CCR, que garante que os trens que dão acesso ao Autódromo de Interlagos funcionem 24h nos dias de festival. “A experiência do público vai muito além do que ele vive dentro da Cidade do Rock e, agora, dentro da Cidade da Música. Nós nos preocupamos com essa experiência o tempo todo e isso inclui, entre muitos outros detalhes a serem cuidados, quando, no dia do festival, o fã sai de casa em direção à venue. Já endereçamos essa preocupação desde o começo, quando agendamos The Town para acontecer no final de semana ou feriado, de modo a impactar menos o trânsito da cidade. Anunciamos essa parceria inédita que vai permitir que os fãs possam chegar e sair do festival com maior tranquilidade, sabendo que poderão contar com o transporte público do trem durante 24h”, afirma Roberta Medina, vice-presidente Executiva do The Town e Rock in Rio.

A primeira edição do novo megaevento já ganhou duas músicas-tema, gravadas nas vozes de Iza e Criolo. A primeira, considerada o grande hino do evento, tem interpretação de Iza, com a participação do baterista da banda Sepultura, Eloy Casagrande, e de uma orquestra comandada pelo maestro Eduardo Souto Neto. Já a segunda, um trap em homenagem à arte e cultura da capital, foi gravada pelo rapper Criolo em uma colaboração inédita com Iza e o diretor artístico Zé Ricardo. Ambos os cantores estão confirmados no line-up do festival.

Com previsão para receber cerca de 500 mil pessoas em mais de 235 horas de música, a Cidade da Música contará com cinco palcos, onde o público poderá imergir em novas e inesquecíveis experiências. Com cenografia inspirada em ícones da arquitetura paulistana e apresentando uma diversidade única de ritmo e união de tribos, The Town chega a São Paulo com apoio, força e empoderamento de gente grande. De acordo com uma pesquisa realizada pela Fundação Getúlio Vargas, está previsto um impacto econômico de R$1.7 bilhão, o maior já visto na capital, além de gerar mais de 19 mil empregos diretos.

Uma Cidade que não dorme: The Town oferece entretenimento para todos   

Com Post Malone, Maroon 5, Ludmilla, Foo Fighters, Bruno Mars, Iza, Racionais MC’s & Orquestra Sinfônica de Heliópolis, Criolo e Jão já confirmados no line-up, a nova Cidade da Música contará com espaços onde o público poderá usufruir da representação de elementos e locais emblemáticos da cidade. O palco Skyline é inspirado nos grandes prédios da cidade paulista e é nele que artistas do mundo inteiro irão compor as quatro atrações do dia. O palco The One, será onde a música vai além da música. Com grandes artistas e uma cenografia de tirar o fôlego, inspirada nos museus de arte de São Paulo, os mais de 30 telões de LED que compõe o palco se transformarão em uma verdadeira experiência imersiva, prometendo um show à parte e entregando uma incrível experiência para o público. O palco também vai promover grandes encontros, dar luz a artistas de renome e provocar debates e reflexões.

Do Rio para São Paulo, o New Dance Order estará dedicado à música de pista, passando pelos gêneros house, techno, trance, bass e trap. Tão especial quanto os outros palcos, The Town também conta com a São Paulo Square, que virá inspirada na região em que a cidade de São Paulo foi fundada, em prédios históricos com arquiteturas icônicas de São Paulo.

O festival também traz também os antigos galpões das fábricas para o palco Factory. O espaço terá o mood da cultura urbana com performances de street dance e shows de trap, hip hop e rap. Também não poderia faltar um espaço gastronômico que traz toda a diversidade da culinária paulista — o Market Square e, para completar a experiência, o festival abrigará também a Área VIP, espaço climatizado com buffet assinado por renomado chef e bar exclusivo.


The Town 2023 segue os passos do irmão mais velho e realiza sonho de fãs dando os primeiros ingressos para o festival paulista

Fãs que ganharam ingressos do novo festival literalmente sonharam que Bruno Mars se apresentaria no evento. E, como o “lema” dos organizadores é “sonhar e fazer acontecer”, a decisão foi criar momento apoteótico na vida das jovens que irão assistir ao último dia de evento, que terá o icônico Mars

Seguindo a filosofia de sonhar e fazer acontecer, o novo festival The Town, dos mesmos criadores do Rock in Rio, surpreendeu duas jovens nas redes sociais na noite desta quinta-feira, 2 de fevereiro, logo após o anuncio do nome de Bruno Mars para encerrar a última noite do evento, no dia a 10 de setembro. As jovens Emanuelly Jacinto, 18 anos, e Tamires Abreu, 31 anos, que recentemente em uma rede social publicaram sobre terem, literalmente, sonhado que o cantor havaiano viria ao Brasil e tocaria no novo The Town, chamaram atenção da organização com a história, que decidiu transformar o que seria apenas um sonho em realidade.

The Town se inspira na metrópole de São Paulo e compartilha do mesmo propósito que o irmão, Rock in Rio, de ser um catalisador de sonhos e, agora, estas fãs já fazem planos acompanhar de perto o show exclusivo do seu ídolo no dia 10 de setembro, além de muitos outros que a Cidade da Música trará. The Town realizará a sua primeira edição nos dias 2, 3, 7, 9 e 10 de setembro de 2023, no Autódromo de Interlagos, em São Paulo. A cada dia, 12 horas de experiências em mais de 360 mil m2.

No momento do anúncio, Manu, como é conhecida nas redes, comenta que estava acompanhando a rede social e, quando viu o perfil oficial de The Town replicando seu tweet (a postagem feita na rede social Twitter) e informando que o seu sonho estava se tornando realidade. “Mentira, estou passando mal. Ganhei ingresso para o show do Bruno Mars. Socorro”, vibrou a jovem capixaba. 

Já a paulista Tamires, ficou sem reação “Meu Deus tô tremendo???”, disse ela sem entender exatamente se estava ou não entendendo o que estava acontecendo naquele momento.

Momentos como este são extremamente celebrados e vivenciados pessoalmente pelo presidente dos festivais, The Town e Rock in Rio, Roberto Medina, que relembra a equipe que: “A vida é feita de sonhos e os sonhos precisam ser realizados. Foi assim que o Rock in Rio nasceu há 38 anos a partir de um sonho meu. O início não foi nada fácil, mas valeu a pena sonhar, afinal estamos aqui com uma longa história que ganha um novo capítulo este ano com o The Town”, garante ele lembrando que o The Town chega também como um catalizador de sonhos assim como o Rock in Rio, inspirando outros sonhadores. Em todos estes anos, o festival ajudou na construção de um mundo melhor, não apenas por meio da música e do entretenimento, mas também de causas sociais e ambientais. O festival já foi palco de pedidos de casamento, de encontros com grandes ídolos da música e de momentos em que uniu gerações de famílias. Em 2014, realizou o sonho de uma jovem chamada Aline, tetraplégica, que escreveu uma carta contando que sonhava em conhecer o festival e o Grand Canyon. O desejo dela foi atendido e ela sobrevoou o desfiladeiro, além de ter tido seu lugar garantido no Rock in Rio USA em 2015.

“The Town chegou quente e realizando novos sonhos. Até setembro teremos muitas histórias para contar”, brinca Medina. 

Vendas do The Town Card se iniciam 14 de março

O dia 14 de março de 2023 será diferente para o público que está aguardando ansiosamente pelo maior festival de música, cultura e arte que São Paulo já viu. Nesta data, a partir das 19 horas, começa a venda do The Town Card, que equivale a um ingresso de gramado, sem data, válido para um dia do evento.

Com o The Town Card, o fã já garante a sua presença no festival antes mesmo da confirmação de todas as bandas e atrações. A escolha do dia de evento a que o fã pretende ir deverá ser feita até 24 horas antes da venda oficial de ingressos. Após essa data, que ainda será divulgada, a escolha ficará condicionada à disponibilidade de ingressos.

O festival também vem com novidades na venda dos ingressos. Numa parceria inédita, os ingressos serão vendidos exclusivamente online através da Ticketmaster Brasil, e a organização convida os fãs a já se cadastrarem na nova plataforma para facilitar a compra do The Town Card no dia 14 de março.

O The Town Card custa R$ 770,00 a inteira e R$ 385,00 a meia-entrada e não há cobrança de taxa de conveniência. Por ter um estoque limitado, o limite de compra é de até 4 (quatro) ingressos por CPF, sendo no máximo uma meia-entrada. Os clientes que adquirirem meia-entrada terão que inserir no próprio site todas as informações referentes ao documento que comprove tal condição, para posterior validação, assim como será necessário apresentá-lo no acesso à Cidade da Música, no dia do evento. O pagamento poderá ser feito por cartão de crédito ou PIX. Para pagamento com cartão de crédito, o valor poderá ser parcelado em até 6 (seis) vezes sem juros. Já os clientes que efetuarem o pagamento com cartões de crédito Itaú, Credicard ou Iti poderão parcelar a compra em até 8 (oito) vezes sem juros.

Para pagamento com PIX, basta utilizar o QR Code apresentado na tela final do processo de compra e realizar o pagamento. O prazo para efetuar a compra será de 10 minutos após a geração do código QR. É importante lembrar que, por determinação do Banco Central, há um limite de valor para pagamentos realizados por PIX entre os horários de 20h e 06h.

Para quem quiser comprar, é preciso se planejar, já que durante o Rock in Rio milhares de pessoas manifestaram interesse e reservaram o direito de serem os primeiros a adquirir seus ingressos para The Town. O The Town Card é uma edição limitada e está sujeito à disponibilidade.

The Town já nasce gigante

Dos mesmos criadores do Rock in Rio, The Town estreia na grande metrópole no dia 2 de setembro de 2023, e segue durante os dias 3, 7, 9 e 10, no Autódromo de Interlagos, em uma área de 350 mil m2, que será totalmente renovada. O novo festival já se posiciona como um evento de grande relevância, não apenas para a capital paulista, como também para todo o Brasil e já soma mais de 300 mil seguidores em suas redes sociais, lançadas há poucos meses.

O festival confirmou uma parceria inédita com o Grupo CCR, que garante que os trens que dão acesso ao Autódromo de Interlagos funcionem 24h nos dias de festival. “A experiência do público vai muito além do que ele vive dentro da Cidade do Rock e, agora, dentro da Cidade da Música. Nós nos preocupamos com essa experiência o tempo todo e isso inclui, entre muitos outros detalhes a serem cuidados, quando, no dia do festival, o fã sai de casa em direção à venue. Já endereçamos essa preocupação desde o começo, quando agendamos The Town para acontecer no final de semana ou feriado, de modo a impactar menos o trânsito da cidade. Anunciamos essa parceria inédita que vai permitir que os fãs possam chegar e sair do festival com maior tranquilidade, sabendo que poderão contar com o transporte público do trem durante 24h”, afirma Roberta Medina, vice-presidente Executiva do The Town e Rock in Rio.

A primeira edição do novo megaevento já ganhou duas músicas-tema, gravadas nas vozes de Iza e Criolo. A primeira, considerada o grande hino do evento, tem interpretação de Iza, com a participação do baterista da banda Sepultura, Eloy Casagrande, e de uma orquestra comandada pelo maestro Eduardo Souto Neto. Já a segunda, um trap em homenagem à arte e cultura da capital, foi gravada pelo rapper Criolo em uma colaboração inédita com Iza e o diretor artístico Zé Ricardo. Ambos os cantores estão confirmados no line-up do festival.

Com previsão para receber cerca de 500 mil pessoas em mais de 235 horas de música, a Cidade da Música contará com cinco palcos, onde o público poderá imergir em novas e inesquecíveis experiências. Com cenografia inspirada em ícones da arquitetura paulistana e apresentando uma diversidade única de ritmo e união de tribos, The Town chega a São Paulo com apoio, força e empoderamento de gente grande. De acordo com uma pesquisa realizada pela Fundação Getúlio Vargas, está previsto um impacto econômico de R$1.7 bilhão, o maior já visto na capital, além de gerar mais de 19 mil empregos diretos.

Uma Cidade que não dorme: The Town oferece entretenimento para todos   

Com Bruno Mars, Post Malone, Foo Fighters, Maroon 5, Racionais MC’s & Orquestra Sinfônica de Heliópolis, Ludmilla, Jão, Iza e Criolo já confirmados no line-up, a nova Cidade da Música contará com espaços onde o público poderá usufruir da representação de elementos e locais emblemáticos da cidade. O palco Skyline é inspirado nos grandes prédios da cidade paulista e é nele que artistas do mundo inteiro irão compor as quatro atrações do dia. O palco The One, será onde a música vai além da música. Com grandes artistas e uma cenografia de tirar o fôlego, inspirada nos museus de arte de São Paulo, os mais de 30 telões de LED que compõe o palco se transformarão em uma verdadeira experiência imersiva, prometendo um show à parte e entregando uma incrível experiência para o público. O palco também vai promover grandes encontros, dar luz a artistas de renome e provocar debates e reflexões.

Do Rio para São Paulo, o New Dance Order estará dedicado à música de pista, passando pelos gêneros house, techno, trance, bass e trap. Tão especial quanto os outros palcos, The Town também conta com a São Paulo Square, que virá inspirada na região em que a cidade de São Paulo foi fundada, em prédios históricos com arquiteturas icônicas de São Paulo.

O festival também traz também os antigos galpões das fábricas para o palco Factory. O espaço terá o mood da cultura urbana com performances de street dance e shows de trap, hip hop e rap. Também não poderia faltar um espaço gastronômico que traz toda a diversidade da culinária paulista — o Market Square e, para completar a experiência, o festival abrigará também a Área VIP, espaço climatizado com buffet assinado por renomado chef e bar exclusivo.


The Town 2023: Festival confirma uma das bandas de Pop Rock mais premiadas de todos os tempos para se apresentarem em sua primeira edição, Maroon 5

Uma semana depois de anunciar o Foo Fighters, o evento acrescenta mais um nome ao seu line-up. A banda americana, liderada por Adam Levine, é o segundo headliner anunciado do Palco Skyline, para se apresentar no dia 7 de setembro

O novo festival de música, cultura e arte de São Paulo, The Town, dos mesmos criadores do Rock in Rio, confirma mais uma atração internacional. Após ter anunciado a banda Foo Fighters para o sábado, 9 de setembro, chegou a vez dos californianos Maroon 5 se juntarem ao hall de headliners da primeira edição do The Town, no Palco Skyline. Detentora de um legado mundial de fãs e liderada por Adam Levine, a banda vai fechar a noite do dia 7 de setembro. No Rock in Rio de 2017, a banda entrou para a história do festival, ao ser a primeira atração da edição a esgotar os ingressos, em menos de uma hora, e ainda a performar em dois dias consecutivos, substituindo a cantora Lady Gaga e entregando duas performances inesquecíveis para as 200 mil pessoas ali presentes. Os intérpretes de “Girls Like You”, “Sugar”, “Animals”, “Payphone”, “She Will Be Loved”, entre muitos outros sucessos, prometem um show emblemático. Também confirmado para a primeira edição de The Town está um dos maiores nomes do cenário nacional atual, o talentoso cantor Jão, que subirá ao The One como a principal atração do espaço no dia 10 de setembro. No enorme palco, onde a música vai além da música — com grandes espetáculos, encontros e experiências, além de uma cenografia inspirada nos museus icônicos de São Paulo em que a arte será integrada, imersiva e provocativa — o artista de “Idiota”, “Não te amo” e “Coringa” entregará ao público momentos de muita emoção. E as novidades não param por aqui! Para os fãs mais ansiosos, a boa notícia é que o festival está lançando o The Town Card, que equivale a um ingresso de gramado, em que o público deverá selecionar a data que deseja ir posteriormente, garantindo a entrada ao evento antes mesmo da confirmação de todas as bandas e atrações. O The Town Card é a primeira chance do público de entrar pra história, garantindo a participação na primeira edição do mais novo festival de música, cultura e arte de São Paulo. A data das vendas do The Town Card está confirmada para o dia 14 de março. A primeira edição de The Town acontecerá no Autódromo de Interlagos, em São Paulo, nos dias 2, 3, 7, 9 e 10 de setembro de 2023. O novo festival já conta com Foo Fighters, Ludmilla, Iza e Criolo como atrações confirmadas e anunciou, recentemente, uma parceria inédita com o Grupo CCR, que garante que os trens que dão acesso ao Autódromo de Interlagos funcionem 24h nos dias de festival.

Sob o nome Maroon 5, a banda californiana foi reagrupada e lançada em 2001 nos Estados Unidos, conquistando diversas premiações em seus mais de 20 anos de carreira. Seu primeiro álbum de estúdio “Songs About Jane”, ganhou o certificado de Platina quatro vezes no seu país de origem, onde chegou à posição #6. Desse disco, saíram dois dos singles de maior sucesso nas paradas musicais “This Love” e “She Will Be Loved”. O grupo lançou ainda outros seis álbuns de estúdio e mais uma série de músicas de sucesso, como “Girls Like You”, “Sugar”, “What Lovers Do”, “Animals, “One More Night”, “Don’t Wanna Know”, “Payphone”, “Moves Like Jagger”, “Sunday Morning”, “Won’t Go Home Without You”, entre outras, conquistando três gramofones dourados do Grammy Awards — nomeado em outras 10 —  e três People’s Choice Awards.

Adam Levine, vocalista e guitarrista da banda, de 43 anos, é o líder do grupo e, com sua voz inconfundível, ajudou o Maroon 5 a alcançar as principais paradas de sucesso, entre elas o primeiro lugar na Billboard Hot 100 em quatro ocasiões, com os singles “Girls Like You”, “Moves Like Jagger”, “One More Night” e “Makes Me Wonder”. Outras 11 canções ficaram no Top 10 do chart e, em 2020, a banda igualou a marca dos The Rolling Stones nas paradas da Billboard. As duas bandas são as únicas a terem uma música no Top 2 em três décadas distintas. A chegada de “Memories” ao segundo lugar gerou uma marca importante para o grupo, que é sinônimo de sucesso. O Maroon 5 atinge mais de 50 milhões de ouvintes mensais no Spotify e é uma das bandas que mais vende ingressos em todo o mundo.

No Rock in Rio de 2017, a banda entrou para a história do festival. Primeira atração a esgotar os ingressos da edição, em menos de uma hora, o grupo chegou a performar em dois dias consecutivos, substituindo a cantora Lady Gaga, com apresentações épicas que ainda estão na memória das 200 mil pessoas que presenciaram os shows. O incansável grupo não deixou a energia cair em nenhum momento e levou o público ao delírio com a apresentação de hits, como “This Love”, “Moves Like Jagger”, “Harder To Breathe”, “Love Somebody”, entre outros. Na ocasião, extasiado com a ovação do público, Adam chegou a agradecer ao evento por ser o responsável pelas maiores plateias de todos os tempos e homenageou o Brasil cantando “Garota de Ipanema”, em português, para o mar de gente que assistia ao espetáculo.

No The Town, os fãs de Maroon 5 também vão poder curtir as músicas do novo álbum, “Jordi”. A banda nomeou seu sétimo álbum em homenagem a Jordan Feldstein, falecido em 2017, que foi um amigo de longa data de Adam Levine e também empresário do grupo. O último lançamento conta com a participação de ícones, como a rapper americana, Megan Thee Stallion na música “Beautiful Mistakes” e Stevie Nicks, ex vocalista da lendária banda da década de 70, Fleetwood Mac, em “Remedy”.

Cantor Jão é confirmado como headliner do Palco The One

João Vitor Romania Balbino, paulista de apenas 28 anos, começou sua carreira postando covers de músicas no YouTube e sua descoberta veio com o single “Imaturo”, lançado em 2018. A música ganhou destaque e chegou a alcançar o primeiro lugar na lista Viral Brasil, da plataforma musical Spotify. Seu segundo álbum de estúdio, “Anti-Herói”, foi lançado em outubro de 2019 e estreou todas as suas dez faixas no top 200 do Spotify Brasil. No disco “Pirata”, lançado em 2021, o single “Idiota” se destacou e alcançou a segunda posição nas rádios pop do Brasil e o top 20 na parada de singles de Portugal. No Grammy Latino de 2022, “Pirata” foi indicado para Melhor Álbum Pop Contemporâneo em Língua Portuguesa, enquanto “Idiota” foi indicada para Melhor Canção em Língua Portuguesa. Entre seus prêmios, Jão ganhou três MTV Miaw Brasil, um Troféu Imprensa e um Internet e recebeu duas indicações ao Grammy Latino e sete ao Prêmio Multishow de Música Brasileira.

Com apenas cinco anos de carreira, a atração confirmada para encerrar o dia 10 de setembro do Palco The One se destaca por ter conquistado rapidamente uma verdadeira legião de fãs pelo Brasil. O cantor marcou presença em diversos festivais com apresentações elogiadas, como a do Rock in Rio Brasil 2022, onde empolgou o público presente no Palco Sunset ao cantar suspenso em uma enorme plataforma e emocionou ao homenagear Cazuza, 37 anos depois do show do Barão Vermelho na primeira edição do festival carioca. Jão recebeu no palco a mãe do lendário cantor brasileiro, dona Lucinha Araújo, e interpretou canções como “Codinome Beija-Flor”, “O tempo não para” e “Pro dia nascer feliz”.

No The Town, o cantor entregará uma apresentação arrepiante que terá como fundo a cenografia de tirar o fôlego do The One, que é inspirada nos grandes museus de arte de São Paulo e composta por mais de 30 telões de LED, transformando o espaço em uma verdadeira experiência imersiva. O enorme palco — que tem uma dimensão grandiosa com boca de cena de 23m², apenas 1m² a menos que o Skyline — vai levar o público a mergulhar em uma verdadeira experiência imersiva prometendo um show à parte, trazendo a música além da música, onde a arte será integrada e provocativa. Grandes nomes da música nacional e internacional sobem ao espaço com apresentações originais e exclusivas.

Para o espetáculo, Jão, headliner do The One, vai reunir sucessos desde o início de sua carreira, com o álbum “Lobos”, até o último, “Pirata”, lançado em 2021. Além dos hits já amados pelo público, fica a surpresa de qual performance especial o artista reservará para o público de The Town.

Vendas do The Town Card se iniciam 14 de março

O dia 14 de março de 2023 será diferente para o público que está aguardando ansiosamente pelo maior festival de música, cultura e arte que São Paulo já viu. Nesta data, a partir das 19 horas, começa a venda do The Town Card, que equivale a um ingresso de gramado, sem data, válido para um dia do evento.

Com o The Town Card, o fã já garante a sua presença no festival antes mesmo da confirmação de todas as bandas e atrações. A escolha do dia de festival a que o fã pretende ir deverá ser feita até 24 horas antes da venda oficial de ingressos. Após essa data, que ainda será divulgada, a escolha ficará condicionada à disponibilidade de ingressos.

O festival também vem com novidades na venda dos ingressos. Numa parceria inédita, os ingressos serão vendidos exclusivamente online através da Ticketmaster Brasil (thetown.ticketmaster.com.br), e a organização convida os fãs a já se cadastrarem na nova plataforma para facilitar a compra do The Town Card no dia 14 de março.

O The Town Card custa R$ 770,00 a inteira e R$ 385,00 a meia-entrada e não há cobrança de taxa de conveniência. Por ter um estoque limitado, o limite de compra é de até 4 (quatro) ingressos por CPF, sendo no máximo uma meia-entrada. Os clientes que adquirirem meia-entrada terão que inserir no próprio site todas as informações referentes ao documento que comprove tal condição, para posterior validação, assim como será necessário apresentá-lo no acesso à Cidade da Música, no dia do evento. O pagamento poderá ser feito por cartão de crédito ou PIX. Para pagamento com cartão de crédito, o valor poderá ser parcelado em até 6 (seis) vezes sem juros. Já os clientes que efetuarem o pagamento com cartões de crédito Itaú, Credicard ou Iti poderão parcelar a compra em até 8 (oito) vezes sem juros.

Para pagamento com PIX, basta utilizar o QR Code apresentado na tela final do processo de compra e realizar o pagamento. O prazo para efetuar a compra será de 10 minutos após a geração do código QR. É importante lembrar que, por determinação do Banco Central, há um limite de valor para pagamentos realizados por PIX entre os horários de 20h e 06h.

Para quem quiser comprar, é preciso se planejar, já que durante o Rock in Rio milhares de pessoas manifestaram interesse e reservaram o direito de serem os primeiros a adquirir seus ingressos para The Town. O The Town Card é uma edição limitada e está sujeito à disponibilidade.

The Town já nasce gigante

Dos mesmos criadores do Rock in Rio, The Town estreia na grande metrópole no dia 2 de setembro de 2023, e segue durante os dias 3, 7, 9 e 10, no Autódromo de Interlagos, em uma área de 350 mil m2, que será totalmente renovada. O novo festival já se posiciona como um evento de grande relevância, não apenas para a capital paulista, como também para todo o Brasil e já soma mais de 300 mil seguidores em suas redes sociais, lançadas há poucos meses.  

O festival confirmou uma parceria inédita com o Grupo CCR, que garante que os trens que dão acesso ao Autódromo de Interlagos funcionem 24h nos dias de festival. “A experiência do público vai muito além do que ele vive dentro da Cidade do Rock e, agora, dentro da Cidade da Música. Nós nos preocupamos com essa experiência o tempo todo e isso inclui, entre muitos outros detalhes a serem cuidados, quando, no dia do festival, o fã sai de casa em direção à venue. Já endereçamos essa preocupação desde o começo, quando agendamos The Town para acontecer no final de semana ou feriado, de modo a impactar menos o trânsito da cidade. Anunciamos essa parceria inédita que vai permitir que os fãs possam chegar e sair do festival com maior tranquilidade, sabendo que poderão contar com o transporte público do trem durante 24h”, afirma Roberta Medina, vice-presidente Executiva do The Town e Rock in Rio. 

A primeira edição do novo megaevento já ganhou duas músicas-tema, gravadas nas vozes de Iza e Criolo. A primeira, considerada o grande hino do evento, tem interpretação de Iza, com a participação do baterista da banda Sepultura, Eloy Casagrande, e de uma orquestra comandada pelo maestro Eduardo Souto Neto. Já a segunda, um trap em homenagem à arte e cultura da capital, foi gravada pelo rapper Criolo em uma colaboração inédita com Iza e o diretor artístico Zé Ricardo. Ambos os cantores já estão confirmados no line-up do festival. 

Com previsão para receber cerca de 500 mil pessoas em mais de 235 horas de música, a Cidade da Música contará com cinco palcos, onde o público poderá imergir em novas e inesquecíveis experiências. Com cenografia inspirada em ícones da arquitetura paulistana e apresentando uma diversidade única de ritmo e união de tribos, The Town chega a São Paulo com apoio, força e empoderamento de gente grande. De acordo com uma pesquisa realizada pela Fundação Getúlio Vargas, está previsto um impacto econômico de R$1.7 bilhão, o maior já visto na capital, além de gerar mais de 19 mil empregos diretos.  

Uma Cidade que não dorme: The Town oferece entretenimento para todos    

Com Foo Fighters, Maroon 5, Ludmilla, Jão, Iza e Criolo já confirmados no line-up, a nova Cidade da Música contará com espaços onde o público poderá usufruir da representação de elementos e locais emblemáticos da cidade. O palco Skyline é inspirado nos grandes prédios da cidade paulista e é nele que artistas do mundo inteiro irão compor as quatro atrações do dia. O palco The One, será onde a música vai além da música. Com grandes artistas e uma cenografia de tirar o fôlego, inspirada nos museus de arte de São Paulo, os mais de 30 telões de LED que compõe o palco se transformarão em uma verdadeira experiência imersiva, prometendo um show à parte e entregando uma incrível experiência para o público. O palco também vai promover grandes encontros, dar luz a artistas de renome e provocar debates e reflexões.

Do Rio para São Paulo, o New Dance Order estará dedicado à música de pista, passando pelos gêneros house, techno, trance, bass e trap. Tão especial quanto os outros palcos, The Town também conta com a São Paulo Square, espaço inspirado na região em que a Cidade foi fundada. Ali se reunirão alguns dos seus principais ícones históricos, como a Catedral da Sé, Estação da Luz, Teatro Municipal, entre outros.

O festival também traz também os antigos galpões das fábricas para o palco Factory. O espaço terá o mood da cultura urbana com performances de street dance e shows de trap, hip hop e rap. Também não poderia faltar um espaço gastronômico que traz toda a diversidade da culinária paulista — o Market Square e, para completar a experiência, o festival abrigará também a Área VIP, espaço climatizado com buffet assinado por renomado chef e bar exclusivo.

Sobre Maroon 5

Os poderosos vencedores do GRAMMY e multiplatinos, Maroon 5 é um dos artistas mais duradouros da música pop e um dos maiores do século XXI. Até o momento, a renomada banda de Los Angeles conquistou vários prêmios GRAMMY e se tornou a dupla ou grupo de maior sucesso na parada Billboard Hot 100 deste século; com 32 canções nos charts e 15 singles no Top 10. O Maroon 5 detém um recorde do Top 40 para o maior número de sucessos #1 entre duplas ou grupos pop, com 11 entradas #1, além de ter 22 emplacadas no Top 10, incluindo seu single mais recente “Beautiful Mistakes”. Eles são a única banda a alcançar esses prêmios. O Maroon 5 atinge mais de 50 milhões de ouvintes mensais do Spotify, além de ter concluído sua turnê mundial de 2022 com mais de 750 shows, em mais de 30 países, vendendo mais de 7.500.000 ingressos em todo o mundo, permanecendo como “um dos artistas mais vendidos do mundo”.

O Maroon 5 alcançou esse sucesso em seus próprios termos, com um estilo singular e instantaneamente reconhecível. Uma combinação de composições herméticas, lirismo direto, humor inteligente e criatividade aventureira marcou seu híbrido hipnótico de rock e pop desde o primeiro dia. Vindos da Cidade dos Anjos, Los Angeles, com este estilo o grupo alcançou a fama mundial com sua estreia, “Songs About Jane”, que lhes rendeu seu primeiro GRAMMY de “Melhor Novo Artista em 2005”.

Em 2007, a sequência dupla de platina, “It Won’t Be Soon Before Long”, rendeu os sucessos “Makes Me Wonder” e “If I Never See Your Face Again”. Enquanto isso, “Hands All Over”, de 2010, representou um divisor de águas, apresentando “Misery” e a inevitável “Moves Like Jagger”. Ambos receberam indicações ao GRAMMY® na categoria de “Melhor Performance Pop de Duo ou Grupo com Vocais”. “Moves Like Jagger” conquistou o primeiro lugar nas paradas Top 40, Hot AC e Billboard Hot 100 e se destacou como “um dos singles mais vendidos de 2011”. A música passou a ser “um dos singles mais vendidos de todos os tempos”, com vendas de mais de 45 milhões em todo o mundo, tornando-se a 58ª música a alcançar o status de certificação Diamond nos Estados Unidos (11x Platinum) e a segunda música mais baixada de todos os tempos. Simultaneamente, o vocalista Adam Levine seria “o primeiro artista nos 53 anos de história do Hot 100 a alcançar a posição #1 como parte de um grupo, enquanto entrava no Top 10 ao mesmo tempo como solista quando ele apresentava e co-escrevia ‘Stereo Hearts’ do Gym Class Heroes.

Maroon 5 mais uma vez dominou o pop com a faixa Overexposed sendo 7x Platinum em 2012. Todos os seus singles alcançaram a platina, incluindo as canções nº 1 das paradas: “Payphone”, “One More Night” e “Daylight”. Em 2014, o álbum do grupo, “V”, alcançou o primeiro lugar no Top 200 da Billboard e rendeu os sucessos “Maps”, “Animals” e “Sugar” – que alcançaram o primeiro lugar no Top 40 Chart. A Rolling Stone escreveu: “Adam Levine e companhia continuam sua conquista do top 40 com um conjunto de ganchos irresistivelmente afiados… As 11 canções são afinadas com precisão e lustrosamente polidas, repletas de ganchos e refrões que constroem uma caverna masculina em seu cérebro.” O videoclipe do single “Sugar”, que dominou as paradas e foi indicado ao GRAMMY, acumulou notavelmente mais de três bilhões de visualizações (3,8 bilhões até o momento) – e fez do Maroon 5 a primeira banda a atingir mais de três bilhões de visualizações em um único vídeo.

Em 2018, o disco de platina Red Pill Blues (222/ Interscope) gerou bilhões de streams por trás dos sucessos “Don’t Wanna Know” e “What Lovers Do”. Junto com seu single de sucesso oito vezes platina “Girls Like You”, que não apenas conquistou o primeiro lugar no Top 40, o primeiro lugar no Pop adulto e o primeiro lugar na Billboard Hot 100, mas foi “o vídeo mais assistido na VEVO em 2018.” Até o momento, ganhou mais de 3,3 bilhões de visualizações no YouTube / VEVO, somando-se à banda, alcançando mais de 20 bilhões de visualizações em todos os seus vídeos em todos os canais do Youtube. Aproveitando esse ímpeto em outra era do Maroon 5, o álbum de 2021 do grupo, JORDI (nomeado em memória de seu falecido empresário), ganhou ouro logo de cara e marcou sua sétima estreia consecutiva no Top 10 no Top 200 da Billboard. Com produção executiva de J Kash, “Memories” ganhou cinco vezes platina, que se tornou seu “Décimo Top 5 na Billboard Hot 100” (chegando ao 2º lugar) e marcou o 12º Top 10 da banda na última década. Isso incluiu pelo menos uma música entrando para o Top 10 a cada ano desde 2011.

Além de “Memories”, o último álbum da banda ostentava o 2x Platinum “Beautiful Mistakes” [feat Megan Thee Stallion] e o grupo de colaboradores mais dinâmico da banda até hoje. Incluindo o Hall da Fama do Rock & Roll Stevie Nicks, o vencedor do Oscar® H.E.R., as lendas Juice WRLD e Nipsey Hussle e YG, para citar alguns.

Desde que lançou seu primeiro álbum até hoje, a banda de renome universal tem mais de 90 milhões em vendas de álbuns e vendeu mais de 550 milhões de singles em todo o mundo. Maroon 5 atualmente tem mais de um bilhão de músicas transmitidas por um grupo no Spotify, com 8 faixas, e alcançou 3 recordes com a certificação Diamond RIAA. Mais recentemente, o videoclipe do hit da banda “One More Night” se tornou o terceiro clipe do Maroon 5 a ultrapassar 1 bilhão de visualizações no YouTube, ao lado de “Sugar” e “Girls Like You”.

Ao olhar para frente e desafiar a si mesmos e a cultura popular a cada passo, o Maroon 5 continua a redefinir a banda americana moderna. Em breve, a banda será residente de Las Vegas, no Dolby Live @ Park MGM, e sairá em turnê no Reino Unido + Europa em 2023 para continuar o ciclo de turnê do JORDI.

Sobre Jão

O cantor Jão começou a ganhar visibilidade fazendo covers em seu canal do Youtube. Seu grande primeiro sucesso foi “Imaturo”, canção que colocou o cantor nas paradas em 2018. No mesmo ano ele garantiu o prêmio MTV MIAW na categoria “Presta Atenção”. Jão já acumula feats com Ludmilla, Lagum, Nando Reis e Vitor Kley. O álbum chamado “Pirata”, já chegou aclamado com canções como “Idiota”, “Coringa” e “Não te amo”. O novo álbum do cantor, estreou com 3,7 milhões de reproduções na plataforma brasileira e a música “Idiota” chegou a ficar no Top 20 das mais ouvidas do Brasil. Jão coleciona hits e a promessa é entregar um show memorável no Palco The One, no novo festival The Town.

Sobre a Rock World

A Rock World é a empresa criadora de experiências que nasceu do maior festival de música e entretenimento do mundo, o Rock in Rio. Com a missão de proporcionar experiências inesquecíveis através da música e do entretenimento, a marca tem como base de sua cultura corporativa a arte de sonhar, de fazer acontecer e inspirar as pessoas através da filosofia de construir um mundo melhor. 

Hoje, além do Rock in Rio, a Rock World expandiu sua área de atuação para outros projetos de produção de experiências que abrange diferentes áreas. No Live Entertaiment, a marca possui o The Town, o novo e maior festival de música, cultura e arte de São Paulo, que acontecerá no Autódromo de Interlagos, em setembro de 2023. Na área de Conteúdo, o Rock in Rio Studios é o produto que reforça o DNA da companhia para a criação de conteúdos audiovisuais Originais e o posicionamento no mercado como uma marca ainda mais poderosa e potente de comunicação. Na área de projetos de Educação, o Humanorama e o Rock in Rio Academy buscam ativar a potência das pessoas para contribuir na construção de um mundo melhor. A empresa também possui a marca Game XP, dedicada a experiências físicas e digitais no universo de games e e-sports, incluindo o evento game XP, que reúne o mundo geek junto com a música; o Dance Off, que é a competição de dançarinos de periferias de todo o país; e a Grrrls League, que é a maior liga feminina de CS:GO do mundo. Ao ampliar sua atuação para tantos campos e diferentes negócios, a Rock World é hoje uma das maiores empresas de criação e produção de conteúdo proprietário de Live Experience no mundo.


Rock in Rio adia edições do Brasil e de Lisboa para 2022

No Brasil, evento acontecerá a partir de 2 de setembro de 2022. Para os fãs mais ansiosos, organização tranquiliza e diz que este ano terá venda de Rock in Rio Card para o público e que atrações estão com negociações avançadas. Há previsão de anúncios ainda para este primeiro semestre.

A Primavera de 2021 certamente será bem diferente, aqui no Brasil, do que o público está acostumado, pelo menos para os amantes do Rock in Rio. É que a organização do maior evento de música e entretenimento do mundo, que desde outubro do ano passado não baixou a guarda nem um minuto e manteve a esperança ativa para a realização do festival, acaba de decidir que o Rock in Rio Brasil será adiado para setembro de 2022, um ano após a data prevista. E, em Lisboa o verão não será o mesmo. A edição de Portugal, prevista para junho deste ano passa para o mesmo mês, sendo que do ano que vem. As mudanças foram baseadas nas indefinições do cenário mundial da pandemia de Covid-19 e no fato de que a esta altura do ano, a organização do evento já estaria entrando tanto no Parque Olímpico, no Rio de Janeiro, quanto no Parque Bela Vista, em Lisboa, para dar início às montagens do evento. Toda esta mudança tem como único objetivo preservar a saúde dos milhares de visitantes que habitam as Cidades do Rock durante os dias de festival. Para o Rock in Rio, sua divulgação é um momento de alegria e festa e, para que siga desta forma, novas datas já foram definidas para os dois países. No Brasil, o evento ocorre nos dias 2, 3, 4, 8, 9, 10 e 11 de setembro de 2022. E em Portugal, será realizado em 18, 19, 25 e 26 de junho do próximo ano.

“O Rock in Rio mobiliza pessoas dentro e fora da Cidade do Rock. Aqui no Brasil recebemos turistas de absolutamente todos os estados brasileiros, além do Distrito Federal, e também de mais de 70 países. São 28 mil pessoas trabalhando para levar festa e alegria para as 700 mil pessoas que nos visitam. E, em Lisboa não é diferente. O verão europeu faz com que a cidade se transforme num polo efervescente do turismo e o festival recebe mais de 20 mil fãs por dia de inúmeros países. Aqui, em setembro de 2022 estaremos juntos de novo e prontos para o melhor Rock in Rio de todos os tempos, quando vamos celebrar a paz e o mundo, que será nosso outra vez”, garante Roberto Medina, presidente e idealizador do Rock in Rio, sinalizando que negociações com atrações já estão em andamento e há previsão de anúncios ainda para este primeiro semestre de 2021.

Para os fãs: no Brasil, venda de Rock in Rio Card e anúncio de atrações acontecem ainda em 2021

Os fãs podem ficar tranquilos quanto ao início da venda de ingressos, pois o tradicional Rock in Rio Card (ingresso que dá direito a estar no Rock in Rio antes mesmo de todo o conteúdo anunciado) tem venda confirmada para 2021, com data a ser anunciada, assim como as divulgações das atrações que também terão início este ano. De acordo com Medina, os anúncios serão antecipados e todos poderão saber e o que acontecerá em cada espaço dos mais de 385 mil m2 de área. O ano de 2022 sem dúvida será especial, com a volta de grandes ativos do Rio de Janeiro, como o Réveillon, o Carnaval e, claro, o Rock in Rio, que juntos representam um impacto econômico de mais de R$5 bilhões e empregam 48 mil pessoas. “A grande riqueza do Estado do Rio não está só no fundo do mar, está também na beira da praia. Acredito que investindo na proteção de nossas belezas naturais e na retomada do setor cultural e de entretenimento, teríamos um Estado com mais justiça social”, reforça Medina.

Em Lisboa, atrações também já estão em conversas avançadas. Medina lembra que não foi uma decisão fácil, já que o evento havia sido adiado do ano passado para este, mas explica que vários cenários foram avaliados e discutidos em grupos de trabalho. “Quando voltarmos a abrir as portas da Cidade do Rock, quatro anos terão passado desde a última edição de Lisboa. Mas, se há uma coisa que podemos garantir neste clima de incerteza, é que a espera vai valer a pena. Voltaremos prontos para cantar a inda mais alto, para levantar ainda mais poeira, para dançar ainda com mais energia e para viver o melhor Rock in Rio”, finaliza Roberto.

Sobre o Rock in Rio

O Rock in Rio foi criado para dar voz a uma geração e promover experiências únicas e inovadoras. Em 1985, o evento foi responsável por colocar o Brasil na rota de shows internacionais. Batendo recordes de público a cada edição e gerando impactos positivos nos países onde é realizado, se consagrou como o maior festival de música e entretenimento do mundo. Consciente do poder disseminador da marca, hoje o Rock in Rio pauta-se por ser um evento com o propósito de construir um mundo melhor para pessoas mais felizes, confiantes e empáticas num planeta mais saudável.

A internacionalização da marca começou por Portugal, Lisboa, em 2004, onde o evento acontece até hoje, seguido por Espanha (Madri) e pelos Estados Unidos (Las Vegas). No Rock in Rio, os números não param de crescer. Pelas Cidades do Rock já passaram mais de 10 milhões de visitantes nestas 20 edições. Em 35 anos, o festival ganhou o mundo e tornou-se um verdadeiro parque de experiências, mas muito além disso, cresceu e ampliou a sua atuação, sempre com o olhar no futuro.

Adotando e incentivando práticas que apoiam o coletivo, o Rock in Rio preza pela construção de um mundo melhor e se une a empresas que possuem este mesmo olhar e diretriz. Em 2013, foi reconhecido por seu poder realizador ao receber a certificação da norma ISO 20121 – Eventos Sustentáveis. Desde a primeira edição, já gerou 237 mil empregos diretos e indiretos e investiu, junto com seus parceiros, mais de R$ 110 milhões em diferentes projetos, passando por temas como sustentabilidade, educação, música, florestas, entre outros.


Rock in Rio: festival completa 35 anos e se consolida como grande plataforma de experiências

Criador do festival garante que público pode aguardar surpresas para 2021 no Brasil

O ano era 1985. O país passava por grandes transformações. Saía da ditadura militar e seguia para a democracia. Os brasileiros respiravam um sentimento de euforia e liberdade. Neste mesmo ano nascia o Rock in Rio, que já em sua primeira edição foi considerado o maior evento de música do mundo ao reunir 1,3 milhão de pessoas na Cidade do Rock, no Rio de Janeiro. Era a primeira vez que um país na América do Sul sediava um evento musical nessa proporção. Para o público presente, aquela foi a melhor edição já vista do festival. Um terreno pantanoso que gerou histórias por quem passou por ali, já que a lama está guardada na memória afetiva de cada um. Quem foi, sabe. O primeiro Rock in Rio marcou a vida das pessoas e da cidade.

Divulgação

Neste sábado, 11 de janeiro, o evento celebra 35 anos. O festival ganhou o mundo e tornou-se um verdadeiro parque de entretenimento e experiências, mas muito além disso, o Rock in Rio cresceu e ampliou a sua atuação, sempre com o olhar no futuro e no compartilhamento do seu conhecimento e maturidade de 35 anos para inspirar pessoas em suas vidas profissionais e pessoais. A materialização deste grande passo foi a criação da LExU, a recém-anunciada unidade de negócio ligada ao edutainment que alia educação e entretenimento.  Para presentear o público nesta comemoração de 35 anos, a organização apresenta o curso sobre gestão de eventos e negócios, concebido em parceria com a plataforma de cursos online que alia educação e entretenimento – Curseria. Dessa forma, todos podem se inspirar para planejar seus negócios. 

Divulgação

Para Roberto Medina, presidente do Rock in Rio, um sonhador e apaixonado pelo Rio de Janeiro, como ele mesmo se denomina, “naquela época tudo era novo e agregava uma dimensão inimaginável. A estrutura de som e luz contou com um sistema extremamente moderno para a época. Um dos marcos do Rock in Rio no showbiz mundial, aliás, foi ali, em 1985, quando uma plateia foi iluminada pela primeira vez, no mundo, na história dos shows. O Rock in Rio inova, está sempre à frente. Construímos uma marca forte e falamos em inovação porque estamos a todo instante buscando inovar e trazer novidades que aliam presente, futuro e uma tecnologia de ponta para os nossos visitantes. Falamos do futuro a partir de agora e é isso que permeia a estratégia da LExU. Com ela, vamos muito além de talento em si. Mostramos que com conhecimento e determinação é possível, sim, dar certo”, acredita.

Divulgação

E o futuro é agora. Para além do Academy, que acontece a cada dois anos em parceria com a HSM e o Rock in Rio Innovation Week, que é um programa de desenvolvimento pessoal desenvolvido para colocar a pessoa como ponto de partida para a inovação, com a terceira edição marcada para junho deste ano em Lisboa, o público já pode absorver a cultura organizacional do festival com o livro Rock in Rio: a arte de sonhar e fazer acontecer, dos autores Arthur Igreja e Allan Costa. O primeiro livro de gestão do Rock in Rio traz provocações valiosas para que o leitor possa aplicar a cultura empresarial da marca no seu próprio negócio, dando o entendimento da visão que impulsiona o negócio por trás do maior festival de música e entretenimento do mundo. E a grande novidade para 2020 é o lançamento do curso sobre gestão de eventos e negócios no qual o aluno vai aprender sobre gestão de eventos e negócios com os responsáveis do maior festival de música e entretenimento do mundo. A aula inaugural contará com Roberto Medina contando o propósito que o moveu a criar o festival e reinventar a própria história a cada novo projeto. 

Bruce Dickinson no Rock in Rio 1985/Divulgação

Uma trajetória marcada por momentos emblemáticos 

Ainda no ano de 1985, era um período em que a contratação de artistas internacionais era extremante delicada. Mas, a primeira edição do Rock in Rio contou com um padrinho de peso para garantir a contratação de nomes consagrados em sua programação. O cantor Frank Sinatra, que cinco anos antes tinha cantado no Rio de Janeiro (no maior show de sua carreira) a convite de Roberto Medina, foi quem estendeu a mão naquele momento e ajudou o empresário brasileiro a fechar os contratos internacionais. Nomes que, para aquela época, não estariam em palcos do Brasil: Queen, AC/DC, James Taylor, George Benson, Rod Stewart, Yes, Ozzy Osbourne e Iron Maiden foram alguns dos grandes artistas que se apresentaram no festival. Isso sem falar nas principais estrelas da música nacional da época, como Gilberto Gil, Ney Matogrosso, Rita Lee, Elba Ramalho, além de uma nova geração do rock nacional que ganhou destaque a partir de suas apresentações no Rock in Rio, como Paralamas do Sucesso, Blitz, Kid Abelha e Barão Vermelho. Este era o tom do Rock in Rio e que permanece até hoje, em todos os países onde o festival é realizado: um evento para toda a família e que reúne todos os estilos.

Freddie Mercury no Rock in Rio 1985/Divulgação

“A grande diferença do Rock in Rio para qualquer outro grande evento de música do mundo é que o Rock in Rio tem história. Aqui no Brasil quando um artista se apresenta, ele nos entende com um outro peso. Ele chora, fica tenso, tudo porque se sente construindo esta história. Ele encara o Palco Mundo de uma forma diferente, ele dá tudo de si porque ele quer fazer parte dessa história também”, garante Medina.

Rod Stewart no Rock in Rio 1985/Divulgação

Roberto diz que cada edição tem sua importância e relevância na história do evento. “Eu construí o Rock in Rio para dar voz aos jovens, a uma população que não queria mais se calar depois de todo o período da ditadura militar. Impressionante como quase 40 anos depois, não temos mais a ditadura, mas ainda assim as pessoas precisam de voz, precisam de um lugar no qual elas possam dialogar com igualdade. No Rock in Rio elas se sentem assim, livres.  Me lembro como se fosse hoje quando abrimos a Cidade do Rock, em 1985. Era inacreditável o volume de pessoas que apostavam e que tinham sede por aquilo que eu estava fazendo. Outra lembrança, e neste caso ruim, foi quando a Cidade do Rock, de 1985, foi derrubada. Estávamos em uma área privada, mesmo assim o então governador mandou colocar tudo no chão. Aquilo acabou comigo. A edição de 1991 aconteceu no Maracanã porque seria impossível construir um novo espaço e aquele momento foi relevante. Hoje sabemos que é impossível pensar em um Rock in Rio em um estádio”, afirma lembrando que as memórias não param por aí. “Foi inacreditável quando, em 2001, ‘Por Um Mundo Melhor’, paramos por 3 minutos de silêncio todas as emissoras de rádio e TV do país”, completa. 

Rock in Rio 1985/Divulgação

Entre tantos momentos marcantes, Medina garante que de 1985 até hoje uma coisa não mudou para ele, a abertura de portas da Cidade do Rock. “No primeiro dia de cada edição, eu sinto o mesmo frio na barriga antes da abertura de portas como se fosse lá na primeira edição. É muita responsabilidade atender tantas pessoas, proporcionar felicidade e momentos especiais. Eu tento todo ano surpreender, fazer mais. O grande patrimônio do Rock in Rio é ter colhido tantos sorrisos ao longo de 35 anos”, finaliza. 

Divulgação

O Rock in Rio ganhou o mundo, cresceu em 2004 quando cruzou o Atlântico e anunciou o Rock in Rio Lisboa, em Portugal, onde acontece até hoje. Depois foi a vez da Espanha, com o Rock in Rio Madrid, em 2008 (com edições em 2008, 2010 e 2012), e Estados Unidos, onde foi realizado em Las Vegas, em 2015, com uma Cidade do Rock apoteótica. A volta para o Brasil, em 2011, após 10 anos longe do seu país de origem, fez com que o festival ganhasse ainda mais força. Desde então, o evento se torna cada vez maior e com o desafio de ser o melhor Rock in Rio de todos os tempos. A cada edição, a Cidade do Rock se torna um lugar mágico, um verdadeiro parque do entretenimento e experiências que surpreende e encanta em sete dias de paz. 

Divulgação

“O Rock in Rio é um evento vivo. O público sabe do que somos capazes e espera novidades. Por isso, a cada edição continuamos inovando e oferecendo novidades. Sempre foi assim e nas edições futuras não será diferente. Os detalhes são fundamentais e a experiência do público está em primeiro lugar. Nossa atmosfera é criada para que na Cidade do Rock ninguém pense no que está do lado de fora e queira viver aquilo ali 100% do tempo. Estamos cheios de gás para 2021, mas enquanto isso podem nos visitar em Lisboa. A Cidade do Rock no Parque Bela Vista é linda e está de braços abertos para os brasileiros “, convida para o evento marcado para junho de 2020. 

Um Rock in Rio que dá visibilidade ao Brasil e que gera cifras impressionantes para o Rio de Janeiro

Nesses 35 anos teve muita emoção, muitos sorrisos e uma Cidade do Rock se transformando em um enorme parque. Sobretudo, teve um Rock in Rio ganhando o mundo e levando a marca do Rio de Janeiro para outros países. Esse sempre foi o objetivo desde a sua criação, em 1985. Gerar visibilidade para o Brasil e para o Rio de Janeiro, que tem a capacidade de realizar grandes eventos como uma marca da cidade. A internacionalização começou por Portugal, Lisboa, em 2004, onde o evento é realizado até hoje e já tem uma nova edição marcada para junho deste ano (2020), seguido por Espanha (Madrid) e pelos Estados Unidos (Las Vegas). 

No Rock in Rio, os números não param de crescer. Pelas Cidades do Rock já passaram mais de 10 milhões de visitantes nestas 20 edições realizadas. Em 2021, quando o evento retorna ao Brasil e para a cidade do Rio de Janeiro, ele volta a ser um propulsor do turismo junto com o Réveillon, que é considerada a maior festa de passagem do ano do Brasil e do mundo. Somente na edição de 2019, das 700 mil pessoas presentes no evento, 60% corresponde ao público que vem de fora do Estado do Rio de Janeiro, além de receber público de 73 diferentes países. A projeção do impacto econômico do festival para o Rio de Janeiro foi de 1,7 bilhão.

“Meu pai já dizia: se o Rio de Janeiro vai bem, eu vou bem. Sou, sim, um grande entusiasta e apaixonado pelo Rio. Para mim é a cidade mais bonita do mundo. Precisamos de ações que façam este lugar lindo brilhar. O Rio é uma Cidade nacional. Tudo o que acontece aqui reverbera para o resto do país e para o mundo. Rock in Rio e o Réveillon deixam claro de como turismo é a saída do Rio de Janeiro. Recebemos pessoas de todos os estados e de outros países, os eventos geram cerca de 50 mil empregos e trazem um impacto na economia da cidade de cerca de 5 bilhões. Está mais do que claro que o investimento público prioritário é o turismo.”, fala Medina. “Para 2021 já estamos estudando novas entregas para o público. Nosso mantra é surpreender e inovar. Pensamos nos detalhes. Mesmo quando os ingressos esgotam continuamos criando. Portanto, podem aguardar que virá muita coisa boa por aí”, finaliza o criador do Rock in Rio. 

Há 35 anos, Tod+s Por Um Mundo Melhor

Consciente do poder disseminador da marca, o Rock in Rio pauta-se por ser um evento  com o propósito de construir um mundo melhor para pessoas mais felizes, confiantes e empáticas num planeta mais saudável. Em 2001, reafirmou seu compromisso de mostrar às pessoas que pequenas atitudes do dia a dia são o caminho para fazer do mundo um lugar melhor para todos. Em 2013, foi reconhecido por seu poder realizador ao receber a certificação da norma ISO 20121 – Eventos Sustentáveis. Gerou 212,5 mil empregos diretos e indiretos em todas edições, mais de R$ 97 milhões investidos em diferentes projetos passando por temas como a sustentabilidade, educação, música, florestas etc. Os investimentos são provenientes da organização do evento e de parceiros. Em 2016, foi a vez de anunciar o Amazonia Live, projeto do Rock in Rio que já garantiu mais de 73 milhões de árvores para a Amazonia por meio de doações individuais e de parcerias, por meio de projetos de restauração e plantação, como o Paisagens Sustentáveis da Amazônia. O projeto traz a importância das florestas para o equilíbrio climático mundial como tema para todas as edições do evento até o momento. Além disso, o Rock in Rio desenvolve um plano de sustentabilidade no qual define medidas para a redução de emissões, inclui uma correta gestão de resíduos, eficiência energética, compensação de emissões e correto consumo de recursos, entre outros. O plano é desenhado para a organização,  patrocinadores e fornecedores, vem sendo aperfeiçoado a cada edição e é utilizado até hoje em todos os países onde é realizado.


Lançamento do livro Rock in Rio – A Arte de Fazer e Acontecer nesta segunda-feira (18) em São Paulo

A sessão de autógrafos será na livraria Saraiva, do shopping Pátio Paulista, com a presença dos autores e de Rodolfo Medina, VP de Marketing e Parcerias do Rock in Rio

Nesta segunda-feira, 18 de novembro, das 19h às 21h30, o Rock in Rio lança o seu primeiro livro de gestão com a presença dos autores Allan Costa e Arthur Igreja e do Rodolfo Medina, VP de Marketing e Parcerias do Rock in Rio, para uma sessão de autógrafos. O lançamento acontece na livraria Saraiva, do Shopping Pátio Paulista. 

“Rock in Rio – A Arte de Sonhar e Fazer Acontecer”, escrito por Arthur Igreja e Allan Costa com a contribuição dos executivos de marca, traz provocações valiosas para que o leitor possa aplicar a cultura empresarial Rock in Rio no seu próprio negócio. Será a oportunidade de entender a visão que impulsiona o negócio que está por trás do maior festival de música e entretenimento do mundo.

O livro, publicado pela Editora Gente, está disponível nas principais livrarias do país.

SERVIÇO:

Data: 18 de novembro, segunda-feira

Horário: Das 19h às 21h30

Local: Saraiva do Shopping Pátio Paulista

Rua Treze de Maio, 1947 – Bela Vista

Sobre o Rock in Rio

Consciente do poder disseminador da marca, o Rock in Rio pauta-se por ser um evento com o propósito de construir um mundo melhor para pessoas mais felizes, confiantes e empáticas num planeta mais saudável. Em 2001, reafirmou seu compromisso de mostrar às pessoas que pequenas atitudes do dia a dia são o caminho para fazer do mundo um lugar melhor para todos. Em 2013, foi reconhecido por seu poder realizador ao receber a certificação da norma ISO 20121 – Eventos Sustentáveis. Gerou 212,5 mil empregos diretos e indiretos em todas edições, mais de R$ 97 milhões investidos em diferentes projetos, passando por temas como sustentabilidade, educação, música, florestas, etc. Os investimentos são provenientes da organização do evento e de parceiros.

Em 2016, foi a vez de anunciar o Amazonia Live, projeto do Rock in Rio que já garantiu mais de 73 milhões de árvores para a Amazônia por meio de doações individuais e de parcerias, através de projetos de restauração e plantação, como o Paisagens Sustentáveis da Amazônia. O projeto traz a importância das florestas para o equilíbrio climático mundial como tema para todas as edições do evento pelo menos até 2019. Além disso, o Rock in Rio desenvolve um plano de sustentabilidade no qual define medidas para a redução de emissões e inclui-se como parte de uma correta gestão de resíduos, eficiência energética, compensação de emissões, correto consumo de recursos e muito mais. Este plano é desenhado para a organização, patrocinadores e fornecedores, sendo aperfeiçoado a cada edição e utilizado até hoje em todos os países onde o Rock in Rio é realizado.

O Rock in Rio preza por atitudes positivas a qualquer hora e em todos os lugares. Para endossar este posicionamento da marca “Tod+s Por Um Mundo Melhor”, o festival se une a empresas que possuem este mesmo olhar e diretriz. A partir destas parcerias, uma série de ações se desenvolvem sempre pautadas pelo objetivo de adoção de práticas que pensem no coletivo. É assim que a gente faz um mundo melhor acontecer: TOD+S POR UM MUNDO MELHOR.


Artists’ Alley da CCXP19 recebe quatro novos quadrinistas

Mikel Janín, Mike McKone, Gerardo Zaffino e David Roman são os novos artistas confirmados para o espaço

A CCXP tem o maior Artists’ Alley do Hemisfério Sul e, para reforçar o time, o festival acaba de anunciar mais quatro quadrinistas. Mike Mckone, Mikel Janín, Gerardo Zaffino e David Roman são os novos nomes confirmados para o espaço, que já conta com grandes artistas de destaque no Brasil e no exterior, como Neal Adams e Mike Deodato, entre outros. Em sua 6ª edição, o evento faz parte das celebrações oficiais pelo aniversário de 80 anos do Batman e acontece entre 5 e 8 de dezembro, no São Paulo Expo.


Mikel Janín participa pela primeira vez do festival e chega para celebrar os 80 anos do Homem-Morcego. Vindo da Espanha, Janín deixou sua carreira como arquiteto em 2010 para prosseguir com o trabalho na indústria de quadrinhos. Sob contrato exclusivo com a DC desde 2011, o artista trabalhou como desenhista, pintor e capista em títulos como “Guerra da Trindade”, “Batman Eternal”, “Grayson” e “Liga da Justiça Sombria”, entre outros. Mais conhecido por sua longa e impressionante trajetória na revista Batman, que é pontuada pelo histórico casamento de Batman e Mulher Gato na edição 50 da série, ele é o atual desenhista da revista mensal do personagem.

Mike McKone tem uma vasta lista de créditos no mundo dos quadrinhos. Nascido na Inglaterra, o primeiro trabalho publicado pelo quadrinista foi para a série da DC Comics, a “Liga da Justiça da América”. Nos anos seguintes, ilustrou quase todos os personagens principais da editora e de sua concorrente, a Marvel, incluindo longos períodos nos títulos “Novos Titãs”, “Espetacular Homem-Aranha” e “Quarteto Fantástico”. Seus projetos recentes incluem a graphic novel dos “Vingadores: Guerra sem Fim” e “Liga da Justiça Unida”.

Nascido em Buenos Aires, na Argentina, Gerardo Zaffino começou a trabalhar em capas para a IDW e depois levou seu estilo único para a Marvel e para a Vertigo. Atualmente, seu trabalho pode ser encontrado nas edições de Conan e nas capas de “Cosmic Ghost Rider”, “King Thor” e muitos outros títulos das principais editoras dos EUA.

Encerrando o time de novos convidados está David Roman, desenhista de um dos maiores fenômenos pop da atualidade, “Rick and Morty”. Roman estudou na Espanha e na Itália, onde começou sua carreira profissional como artista de mural e afresco, com ênfase em fotorrealismo. Sendo fã de quadrinhos, era apenas uma questão de tempo até que aplicasse todas as suas habilidades à nona arte. Sua primeira revista publicada foi “Xtreme Champion Tournament”. O artista também criou uma surpreendente capa em couro para o badalado título da Aftershock Comics, “Babyteeth”, que foi revelada na San Diego Comic Con 2017. Atualmente, Roman é o responsável pelas capas de “Rick and Morty”, de “Star Wars” e de “Walking Dead”, entre outras. O artista ainda foi contratado pela Cartoon Network para dar vida às artes de Steven Universe Trading Cards.

O anúncio dos novos convidado coincide com a notícia do cancelamento da presença Alex Maleev, John Romita Jr., Keith Giffen e Lee Bermejo, que precisaram cancelar suas participações no festival por motivos pessoais, porém prometeram estar com os fãs brasileiros numa próxima ocasião. Para mais informações basta acessar www.ccxp.com.br.

Ingressos CCXP  
3º lote – de 1º de agosto até 4 de dezembro  

Quinta-feira: R$ 240,00 (inteira), R$ 120,00 (meia) e R$ 140,00 (ingresso social). 
Sexta-feira: R$ 300,00 (inteira), R$ 150,00 (meia) e R$ 170,00 (ingresso social). 
Sábado: (ESGOTADO)
Domingo: R$ 440,00 (inteira), R$ 220,00 (meia) e R$ 240,00 (ingresso social). 
4 dias: (ESGOTADO)
Epic: R$ 1.500,00
Full: (ESGOTADO)
Unlock (evento voltado para profissionais do mercado de entretenimento): R$ 2.000,00 

CCXP19 

Datas: de 5 a 8 de dezembro de 2019  

Local: São Paulo Expo (Rodovia dos Imigrantes, km 1,5, Água Funda, São Paulo – SP) 

Sobre a CCXP – Em 2018, o festival recebeu 262 mil visitantes, batendo recorde de público e se estabelecendo mais uma vez como o maior festival de cultura pop do mundo. A CCXP já faz parte do calendário cultural do país e este ano acontecerá entre 5 e 8 de dezembro, no São Paulo Expo. Saiba mais em www.ccxp.com.br.