Tag Archives: Som Do Darma

Nova potência do hard/heavy feminino mundial, Cobra Spell anuncia sua primeira turnê pela América do Sul

Banda promove seu super elogiado debute “666”, lançamento da Napalm Records

Crédito Foto: Raquel Garcia e Adri Funérailles

Capitaneada pela fenomenal guitarrista Sonia Anubis (ex-Crypta, ex-Burning Witches), além da vocalista Kristina Vega, a baixista Roxy Herrera, a guitarrista brasileira Noelle dos Anjos e a baterista Hale Naphtha, a Cobra Spell vem conquistando o mundo com seu mágico hard/heavy oitentista.

Formada em 2019, a banda lançou seu EP de estreia, “Love Venom”, em setembro de 2020. O lançamento obteve uma excelente resposta e críticas positivas de todo o mundo. Com fãs ansiosos por mais da banda, a Cobra Spell rapidamente começou a trabalhar em seu próximo lançamento. “Anthems of the Night”, seu segundo e poderoso EP, foi gravado em dezembro de 2021 no PKO Studios e foi produzido, mixado e masterizado por Alejandro Gabasa Barcoj do Comeback Studios. Nesse trabalho estão as músicas “Addicted to the Night” e “The Midnight Hour” que tornaram-se os primeiros hits da banda, assim como o single “Flaming Heart” lançado em 2022.

Preparadas para conquistar o mundo, a banda logo chamou a atenção da poderosa gravadora Napalm Records (Jinjer, KK’s Priest, Kamelot, Nervosa, Crypta, etc) que lhes ofereceu um contrato. A Cobra Spell lançou então no dia 1º de dezembro de 2023 o seu álbum de estreia intitulado “666”.

Um verdadeiro manifesto contra as limitações impostas às mulheres, “666” não é apenas boa música, mas um ato de rebelião contra a desigualdade de gênero, um grito pela liberdade de expressão e uma luta para desestigmatizar a liberdade sexual das mulheres. O álbum traz os singles “The Devil Inside of Me”, “S.E.X.” e “Warrior From Hell” cujos vídeos estão bombando no canal oficial da Napalm Records no Youtube.

Viabilizada através de uma parceria entre as produtoras Caveira Velha e Som do Darma, a primeira turnê sul-americana da Cobra Spell acabou de ser anunciada para Julho desse ano. Até o momento, estão confirmados cinco shows no Brasil e um no Paraguai. As datas são:
03 de Julho no UK em Brasília/DF (com Amazing)
04 de Julho no Bolshoi Pub em Goiânia/GO (com Sunroad)
05 de Julho em São Paulo/SP (local a confirmar)
06 de Julho em Cuiabá/MT (local a confirmar)
07 de Julho na Casa Raul em Joinville/SC
12 de Julho no Absoluto Rock Bar em Asunción/Paraguai
Novas datas no Brasil e em outros países da América do Sul serão anunciadas nos próximos dias.

Ouça o álbum “666” da Cobra Spell nas plataformas digitais:
Spotify: https://bit.ly/49or4jX
Deezer: https://bit.ly/4bMafRB
Apple Music: https://bit.ly/42LGRaa
Youtube: https://bit.ly/3URD3Cb

Assista os vídeos no Youtube:
S.E.X.: https://bit.ly/42NsbqY
Warrior From Hell: https://bit.ly/48pjJ2b
The Devil Inside of Me: https://bit.ly/3OTkRUV

O álbum “666” da Cobra Spell foi recentemente lançado no Brasil pela Valhall Music. Para adquirir o CD, acesse: https://www.valhallmusic.com.br/produtos/cobra-spell-666-em-breve/

Mais Informações:  
www.facebook.com/cobraspell
www.instagram.com/cobraspell
www.youtube.com/@cobraspell    

Depois de várias participações em festivais e turnês pelo Nordeste, Human excursiona pela primeira vez pelo sudeste em divulgação ao seu novo álbum, “A New Perception”

Natural de Feira de Santana, na Bahia, o grupo faz oito shows pelos estados de São Paulo e Minas Gerais

Esse estonteante avanço tecnológico que temos observado no mundo contemporâneo, especialmente no que diz respeito a inteligência artificial, tem demandado uma revisão de nossas legislações e de nossos princípios, morais e éticos. Mas se a questão exige grandes debates em algumas áreas do conhecimento humano, na música ela encontra uma plataforma já bastante conhecida, e antiga, capaz de resolver qualquer dilema: o palco! Não importa o quanto de tecnologia um artista tenha se provido nos estúdios, se ele não for capaz de reproduzir isso no palco através de seu corpo e de sua habilidade técnica-humana, o resultado final de sua obra será frustrante. Para o público e, principalmente, para ele próprio.

Natural de Feira de Santana, Bahia, a banda Human sabe muito bem disso e faz do palco a sua âncora para o mundo real.

Banda estradeira, já participou de diversos festivais, entre eles alguns de grande destaque como o Caetité Metal Open Air 2013, Feira Noise Festival 2014, Ruídos no Sertão 2014 e 2015, Palco do Rock 2011 e 2015 e o Dopesmoke Festival 2021. Nesses anos de estrada também teve a oportunidade de dividir o palco com grandes ícones da cena do rock e metal mundial, como em 2013 quando foi banda de abertura do Kiko Loureiro Trio em sua turnê “Sounds of Innocence”. Já no ano de 2015, tocaram ao lado de outro ex-Megadeth, o guitarrista Marty Friedman. O ano de 2016 reservou grandes experiências à banda quando tocaram ao lado do Dr Sin no Sisal Rock Festival, e também a oportunidade de serem a banda de abertura da “Infinite Entanglement Tour” de Blaze Bayley, ex-vocalista do Iron Maiden.

Depois de possibilitar a fruição de sua discografia, que conta com o EP “Leaving The Shadows” (2012) e dois álbuns – “Sad Modern World” (2016) e “A New Perception” (2022) -, em seis estados diferentes do nordeste brasileiro, chegou a hora do Human desbravar a região sudeste do país com sua “Perennial Quest – Sudeste Tour 2024”. O grupo começou sua excursão com um show em Vitória da Conquista/BA no Fomestop Pub e partiu para realizar uma sequência de oito shows pelos estados de São Paulo e Minas Gerais. As datas da turnê seguem abaixo:

19/01 – Teófilo Otoni/MG @ Clube 7 de Setembro
20/01 – Bom Despacho/MG @ Mercado Saudável
21/01 – Sete Lagoas/MG @ Chácara da Paiva
24/01 – Divinópolis/MG @ Kasa Soul
25/01 – Bauru/SP @ Indiana Chopp
26/01 – Sumaré/SP @ Foustaff Bar
27/01 – Santo André/SP @ Black Bird Rock & Beer
28/01 – Juiz de Fora/MG @ Armazém do Campo

Os detalhes sobre horários, endereços e ingressos de cada data estão disponíveis nos perfis das casas de shows.

Para conhecer melhor o som do Human, dois videoclipes estão disponíveis no canal da banda no Youtube:
Unknown Sea – https://youtu.be/qf3Yxb5hzl8?feature=shared
A Call Of The Wild – https://youtu.be/mbN8Gm0iN60?feature=shared

Ouça também os álbuns “Sad Modern World” e “A New Perception” nas plataformas digitais:
Spotify: https://spoti.fi/3u5dpPl
Deezer: https://bit.ly/3OiweFH
Apple Music: https://bit.ly/42g9Tyf

Uma versão física em CD de “A New Perception” foi recentemente lançada pela Som do Darma e logo chega às lojas de todo Brasil. Por enquanto o disco está disponível no quiosque de merchandise dos shows da banda.

O Human é atualmente formado pelo guitarrista Níass, o baixista Rafael Sampaio, o vocalista Rodrigo Sobrinho e o baterista convidado Gilmar Ferreira.
Após essa turnê pelo sudeste, a banda já está confirmada como uma das atrações do renomado festival Palco do Rock, em Salvador, no dia 13 de Fevereiro.

Mais Informações:
www.facebook.com/humanhms
www.instagram.com/humanhm
www.youtube.com/@HumanHMS

Nova força do hard rock brasiliense, Amazing anuncia título, capa e tracklist de seu álbum de estreia

Músicos da banda são amigos de infância que compartilham sua paixão em comum pelo hard rock

Crédito Foto: Camilo Moreira

Os algoritmos têm determinado as relações na contemporaneidade de tal forma que as redes sociais são as novas pracinhas, restaurantes ou barzinhos onde as pessoas se encontram para iniciar um novo projeto profissional, uma amizade, um namoro… As bandas de rock não fogem à regra! Há bandas hoje com músicos vivendo em diferentes continentes sem qualquer prejuízo ao processo criativo que é gerido online. Mas é fato que quando estamos diante de uma banda cujos músicos são amigos de infância que se reúnem para compartilhar sua paixão pelo rock, estamos mais próximos da mesma essência que originou algumas das maiores bandas de rock de todos os tempos. E essa é a essência do Amazing.

Surgido em Brasília em 2006, a história do Amazing teve início através do encontro dos amigos Gus D., Fellipe Nava e Rod ‘n’ Rock.
“Minha amizade com o Gus remonta três gerações, já que nossos avós já eram amigos antes, então somos como irmãos”, conta o baixista Rod. “Gus e eu começamos a tocar juntos na banda Raintrigger. Já o Fellipe conheci um pouco depois, mas ainda na adolescência, ele tinha uma banda cover de hard rock, tocava com uma guitarra muito bonita e tinha um cabelão gigante a lá Marty Friedman. Tenho muita sorte de estar em uma banda de excelentes músicos e de amigos de verdade.”

Depois do EP “Hard Rock Crazy Club” de 2019 e dos singles mais recentes, “Hard Rock Life” e “Highway To Paradise”, que moldaram a sonoridade e proposta artística do Amazing, que é o hard rock influenciado por nomes como Van Halen, Aerosmith e Mr. Big somados a letras que retratam temas clássicos do estilo como festas, relacionamentos e o estilo de vida rock ‘n’ roll, o Amazing está pronto para entregar aquele que é seu álbum cheio de estreia!

Indubitavelmente intitulado “Highway To Paradise”, o disco de estreia do Amazing será lançado em Março de 2024 pela Som do Darma em CD e plataformas digitais. O álbum vai reunir nove faixas: “Hard Rock Life”, “Highway To Paradise”, “Heart Beat”, “Crying Baby”, “Forbidden Fruit”, “Sex Machine”, “Sober Up… When You Die”, “Take It Or Leave It” e “Wings”.

“Hard Rock Life”, que havia sido lançada como single, ganhou um videoclipe e está disponível no canal oficial da banda no Youtube: https://www.youtube.com/watch?v=VJqo9Irpvjc

“Highway To Paradise” foi gravado no Orbis Estúdio em Vicente Pires/DF e também no estúdio Refinaria no Plano Piloto. Produção, mixagem e masterização são assinadas pelo renomado Will Negrão (Plebe Rude, Raimundos, Graham Bonnet). A capa do álbum é um desenho de Rafael B com finalização do próprio baixista Rod ‘N’ Rock.

Além do baterista Gus D., o guitarrista Fellipe Nava e o baixista Rod ‘n’ Rock, completam a atual formação do Amazing o guitarrista Sir Arthur e o vocalista Matheus.

Mais Informações:
www.facebook.com/amazingrockofficial
www.instagram.com/amazingrockofficial
www.youtube.com/@amazingrockofficial

Ouça agora “From Deeply In Hell”, novo single do Infernal Course

“From Deeply In Hell” é sucessor dos dois clássicos álbuns do grupo, o debute “The Devil’s Sentence of Destruction” e o super elogiado “Impaled Society”

Crédito Foto: Lincon Fermiano

Formado na cidade de São Roque, interior de São Paulo, em 2001, o Infernal Course é uma das bandas mais respeitadas e admiradas pelas fãs de metal extremo no Brasil.
Isso porque, além da comprovada qualidade técnica e criativa, o grupo sempre manteve-se fiel à estética original do death metal old school, dando sequência ao legado iniciado pelos grandes pioneiros do estilo como Possessed, Morbid Angel, Deicide, Sodom e Death.

Desde sua primeira demo autointitulada, que foi considerada pela renomada revista Valhalla como a “Melhor Demo Tape de 2003”, o Infernal Course vem construindo uma base fiel de fãs e seguidores. Tanto é que o debute “The Devil’s Sentence of Destruction” foi um dos lançamentos mais aguardados do estilo em 2009. Quando o sucessor “Impaled Society” foi lançado em 2016, o Infernal Course já era um nome relevante da cena nacional do metal e o álbum foi super elogiado pela imprensa especializada. “Fallen Gods” e “Marching In Hell”, que estão o tracklist, tornaram-se clássicos do death metal brasileiro de todos os tempos.

Passado consolidado, eis que um novo curso infernal está para ser trilhado com “From Deeply In Hell”, novo single que o Infernal Course acaba de lançar.
De acordo com o baixista e vocalista Marcel Infernal, “From Deeply In Hell” é um testemunho da evolução técnica e criativa da banda.
“From Deeply In Hell traz toda agressividade e peso da velha escola do death metal. É uma composição avassaladora, com muita energia, que personifica essa nova formação do Infernal Course.”

A capa de “From Deeply In Hell” foi elaborada pelo próprio Marcel Infernal e pelo guitarrista Paulo Serafim. Paulo comentou sobre a ideia conceitual da capa que reflete a letra da música.
“Usamos a figura de uma criança para ilustrar a inocência da humanidade em crer em algumas instituições que muitas vezes tornam a vida das pessoas um verdadeiro inferno. Não queremos destruir as instituições, mas sim que o ser humano acorde e pense por si mesmo ao invés de seguir cegamente algum líder.”

Para ouvir “From Deeply In Hell” nas plataformas digitais, acesse:
Spotify: https://spoti.fi/3RuyXN1
Deezer: https://bit.ly/3NB6WSW

Apple Music: https://bit.ly/4aphIWb
Youtube: https://bit.ly/48lGGnu

Assista também o vídeo de uma performance ao vivo em estúdio de “From Deeply In Hell”: https://www.youtube.com/watch?v=LgKwDJNQGQw

“From Deeply in Hell” é o primeiro de uma trilogia de singles. Os próximos lançamentos, “Feast from the Devil” e “The Evil Is By Your Side”, farão parte do próximo álbum da banda, ainda sem título definido, programado para ser lançado em julho de 2024.

Mais Informações:
www.instagram.com/infernalcourse
www.facebook.com/InfernalCourse
www.youtube.com/infernalcourse666 

“Omen To Battle”, disco de estreia do Dream Wild, já disponível

Lançado em CD e nas plataformas digitais, o álbum reúne nove faixas inéditas e participações especiais de Leandro Caçoilo, Andre Tulipano e Joe Moghrabi

Crédito Foto: Susi Bomb

O Dream Wild é, definitivamente, uma banda cult. Formada em 1995 na cidade de Votorantim, região metropolitana de Sorocaba, o grupo sempre foi muito querido pelos headbangers, tanto da velha como da nova escola.

Os shows da banda sempre foram caracterizados pela quantidade e diversidade do público. Fãs de todos os estilos do metal sempre se uniam em frente ao palco para levantar seus punhos cerrados e curtir o heavy metal tradicional do Dream Wild.

E foram tantos shows nesses 25 anos! Savatage, Angra, Salário Mínimo, Dark Avenger, Wizards, Circa (com membros do Yes), André Matos, Torture Squad, Hellish War, Portrait, foram algumas entre tantas outras bandas que o Dream Wild já dividiu o palco.

E por sempre priorizar os palcos, o Dream Wild frequentou pouco os estúdios, embora sem prejuízo ao processo criativo, que sempre se manteve ativo. Os setlists dos shows do Dream Wild raramente incluíam covers e a banda até coleciona músicas que são consideradas clássicas: “Metal Warriors”, “Breaking Heads”, “Time Of Confusion”, são algumas delas.

Mas eis que, depois de 25 anos e de algumas demos, EPs e singles, o Dream Wild lança aquele que é considerado seu álbum de estreia, “Omen To Battle”.

“Omen To Battle” foi gravado no Estúdio 8 em Tatuí/SP com o produtor Iago Pedroso e reúne nove faixas: “Omen To Battle”, “Battlefield”, “Pass Over The Opressor”, “Revelation”, “Headbangers”, “Reality Overdose”, “Receptors”, “The Walls Of Eternity” e “Heroes Of Life”.

“Omen To Battle” conta com três participações mais do que especiais: Andre Tulipano, vocalista e guitarrista da consagrada Steel Warrior, participa nos vocais da música “Revelation”, já o grande vocalista Leandro Caçoilo, do Viper, faz uma participação especial na música “Receptors”, e, por fim, Joe Moghrabi, grande compositor e guitarrista brasileiro, participa na música “Headbangers”.

A capa de “Omen To Battle” foi desenvolvida pelo renomado designer João Duarte (Metal Church, Angra) e, de acordo com o vocalista Marcio Rodrigues, reflete o conceito do título do álbum, letras e músicas.

“As dificuldades que enfrentamos hoje em dia ainda são as mesmas que nossos antepassados vivenciaram através dos tempos, tais como conflitos e batalhas – tanto internos quanto externos. As épocas diferentes na mesma arte mostram o ciclo interminável e vicioso da humanidade em torno da violência. As pequenas irmãs, de vermelho, simbolizam laços que transcendem o tempo e representam a essência da magia frente ao caos.”

“Omen To Battle” foi lançado em todas as plataformas digitais e também em CD físico pelo selo Som do Darma. O CD está à venda nas principais lojas especializadas do Brasil.

Para ouvir “Omen To Battle” nas plataformas digitais, acesse:
Spotify: https://spoti.fi/4anolbA
Deezer: https://bit.ly/48cz1rD
Amazon: https://bit.ly/3R8HXHw
Youtube: https://bit.ly/3t1MDXQ

Além de Marcio Rodrigues, o Dream Wild é formado pelos membros fundadores da banda, os guitarristas Ilde Carvalho e Marcos Santos, além do baterista Daniel Mestre e o baixista Andrew Albuquerque.

Mais Informações:
www.facebook.com/dreamwildband
www.instagram.com/dreamwildband
www.youtube.com/dreamwild4410

Marenna anuncia turnê europeia e lança vídeo ao vivo de “Wait”

Banda já tem shows agendados em Maio de 2024 na Holanda, Bélgica e Suíça

Crédito Foto: Isabelle Andrade

A carreira artística do vocalista gaúcho Rod Marenna soma mais de 30 anos, dos quais quase dez têm sido à frente do Marenna.
Até aqui, o grupo lançou dois EPs, um disco ao vivo pela Sony Music, e dois álbuns de estúdio, sendo o mais recente “Voyager”, de 2022, através do selo dinamarquês Lions Pride Music com quem a banda tem contrato desde 2015, mesmo ano que o Marenna foi finalista do Sweden Rock Festival Competition, um dos mais prestigiados do hard e classic rock mundial.

Em termos de shows, o Marenna já visitou várias regiões do Brasil, tocou em algumas das mais importantes casas de espetáculos e apresentou-se ao lado de grandes nomes do rock mundial, dos quais, entre os mais recentes, destacam-se os shows com Eric Martin do Mr Big no Teatro Unisinos em Porto Alegre, com Geoff Tate, ex-Queensrÿche, no Tokio Marine Hall em São Paulo e o fenomenal show de abertura para o Scorpions no estádio Gigantinho na capital gaúcha.

E é com imagens de alguns desses grandes shows que o Marenna lança agora um vídeo ao vivo para a música “Wait”.
Uma das faixas de maior destaque de “Voyager”, essa versão ao vivo de “Wait” celebra a intensidade e a paixão que permeiam as performances do Marenna nos palcos, além de também servir como aperitivo para a aguardada “Ten Years After Tour”, turnê programada para 2024 que comemora os 10 anos da banda e que vai chegar até a Europa, onde o Marenna já tem três shows confirmados para Maio: dia 10 no The Cave em Amsterdam na Holanda, dia 11 no Ragnarok em Bree na Bélgica e dia 17 no Met Bar em Lenzburg na Suíça.

Rod Marenna comentou um pouco mais sobre o vídeo de “Wait”.
“Estamos com uma formação sólida e totalmente focada no som e no espetáculo da banda, o que facilita muito o trabalho. Lançamos nosso último álbum há pouco mais de um ano, então nada mais justo do que apresentar alguns vídeos ao vivo dessas novas músicas, capturando a energia contagiante que permeia os nossos shows”.

Para assistir o vídeo, acesse: https://www.youtube.com/watch?v=vyg60VTG4Cw

Além de Rod Marenna, o grupo também conta com Edu Lersch na guitarra, Bife no baixo, Arthur Schavinski na bateria e Luks Diesel nos teclados.

Para ouvir “Voyager”, acesse:
Spotify: https://bit.ly/3PZgwAY
Deezer: https://bit.ly/3K1ky8a
Apple Music: https://bit.ly/46QrONY
Amazon: https://bit.ly/3XYuUv6
Youtube: https://bit.ly/3K3QGIp

A edição física em CD de “Voyager” também foi lançada no Brasil numa parceria entre os selos Heavy Metal Rock e Classic Metal.
Para adquirir o CD além de outros itens do merchandise oficial da banda, acesse: https://pt.marennaonline.com/merchandise

Mais Informações:
https://pt.marennaonline.com/
www.facebook.com/marennaofficial
www.instagram.com/marennaofficial
www.youtube.com/marennaofficial 

“Perfect Pattern Watcher”, novo vídeo do Warshipper, dialoga sobre a capacidade de adaptação da raça humana através de animação

A música faz parte do tracklist do elogiado “Essential Morphine”, novo álbum do quarteto lançado em CD Digipack pela Heavy Metal Rock

São 13 anos de carreira, quatro álbuns de estúdio, um luxuoso relançamento em CD Duplo, uma turnê europeia, participações em importantes festivais e shows por várias regiões do Brasil.
Esses números que o Warshipper vem acumulando são muito relevantes. Embora essas conquistas muito se devam ao profissionalismo com o qual a banda encara e gere sua carreira, o que sustenta, de fato, o sucesso do Warshipper é sua arte, sua música. Sonoridade extrema de infinitas potencialidades, onde o brutal e a sensibilidade versam juntos, e a sofisticação é detalhadamente objetiva.

Formado por Renan Roveran (guitarra e vocal), Rodolfo Nekathor (baixo e vocal), Rafael Oliveira (guitarra) e Theo Queiroz (bateria), o Warshipper lançou neste ano de 2023, através de sua gravadora, a Heavy Metal Rock, seu quarto e novo álbum de estúdio: “Essential Morphine”.
Sucessor do elogiado “Barren…”,  “Essential Morphine” reúne sete faixas, além de uma faixa bônus: “Religious Metastasis”, “Migrating Through Personality Spectra”, “Perfect Pattern Watcher”, “Morphine”, “The Night of the Unholy Archangel”, “The Twin of Icon”, “Magnificent Insignificance” e “Guilt Trip” (bônus).

A turnê de divulgação de “Essential Morphine” tem contado com alguns dos shows mais marcantes da carreira da banda até aqui, como a participação na edição 2023 do Setembro Negro Festival, a apresentação como co-headliners do Dia Mundial do Rock em Macapá/AP onde tocaram para mais de 20 mil pessoas, a passagem pelo Porthell Metal Fest em Portel/PA e os shows ao lado do Swallow The Sun e Septic Flesh.

Bastante elogiado nos palcos, e nos estúdios, é claro, o Warshipper também tem sido muito bem sucedido na tarefa de lançar vídeos interessantes, caso do mais recente, “Perfect Pattern Watcher”.
De acordo com Renan Roveran, “Perfect Pattern Watcher” dialoga sobre a capacidade de adaptação da raça humana.
“Mesmo sem grandes habilidades físicas se comparada a outras espécies do planeta, a espécie humana possui um grande trunfo que é a capacidade de observar padrões e aprender a partir disso, assim como criar a partir destas análises de comportamentos do ambiente e da sua e outras espécies. Por uma ótica natural, estamos cumprindo nosso papel enquanto espécie viva, estamos perpetuando nossa espécie, afinal, somos 8 bilhões de pessoas no planeta. Apesar das consequências que essa perpetuação traz para o planeta todo.”

O vídeo de “Perfect Pattern Watcher” foi desenvolvido em animação por Sandro Nunes e ilustra a discussão central da letra.
“No videoclipe usamos como analogia uma espécie alienígena que passa por vários momentos de evolução. Como impulso da perpetuação, o vídeo acaba com a espécie deixando o planeta, dominado por robôs (sua própria criação) em busca de outro planeta habitável. O “plot twist” no final demonstra, por uma visão externa, o planeta alienígena exatamente igual a Terra”, completou Renan.

Para assistir “Perfect Pattern Watcher”, acesse: https://www.youtube.com/watch?v=uAl5LZMtfWQ

Para ouvir o álbum “Essential Morphine” nas plataformas digitais, acesse:
Spotify: https://bit.ly/3MXoQ2h

Deezer: https://bit.ly/3oB2vy0  

Apple Music: https://bit.ly/45zCwI8

Amazon: https://bit.ly/3oAR1uz 

Youtube: https://bit.ly/3IIi6ma

Para adquirir a versão física em CD Digipack de “Essential Morphine” pela Heavy Metal Rock, acesse: https://hmrock.com.br/produto/warshipper-essential-morphine-cd/

Mais Informações:
www.facebook.com/warshipper  

www.instagram.com/warshippermetal
www.instagram.com/somdodarma
www.hmrock.com.br

Hellish War confirmado para o Summer Breeze Brasil 2024

Com quase 30 anos de carreira, o Hellish War é considerado um dos grupos de heavy metal tradicional mais relevantes do Brasil. A banda já participou de outros grandes festivais, inclusive na Europa, onde excursionou duas vezes

Há quase 30 anos o Hellish War vem mantendo a tradição de se fazer heavy metal à maneira clássica. Novas bandas e novas tendências desapareceram tão rapidamente quanto surgiram, ao passo que o Hellish War segue firme mantendo vivo esse legado.

Considerado um dos grupos de heavy metal tradicional mais relevantes do Brasil, o Hellish War passou por pouquíssimas mudanças no line-up e é formado por Bil Martins (vocal), Vulcano (guitarra), Daniel Job (guitarra), JR (baixo) e Daniel Person (bateria).

“Defender Of Metal”, o clássico álbum de estreia do quinteto, foi lançado em 2001 e propagou pelos sete mares a proposta musical da banda: uma sonoridade alicerçada no heavy metal inglês e alemão da década de 80. “Defender Of Metal” tornou-se obra cult, sendo considerado por alguns headbangers alemães da velha guarda como “o melhor disco brasileiro de heavy metal de todos os tempos”!

“Heroes Of Tomorrow”, de 2008, trouxe a banda para níveis superiores em termos de técnica e musicalidade. Não obstante, foi a prova de que era possível se extrair o melhor das produções contemporâneas sem descaracterizar a essência do heavy metal antigo. A imprensa na época também destacou as características “europeias” do som do Hellish War: “Heroes Of Tomorrow é um trabalho que muitas bandas europeias gostariam de ter lançado…”, publicou o site grego Metal Temple.

A primeira turnê europeia do Hellish War aconteceu em 2009 e significou o coroamento de um trabalho. Batizada de “European First Assault Tour”, o Hellish War fez oito shows pela Alemanha, Bélgica e Suíça, incluindo três apresentações em festivais, entre eles o mítico “SwordBrothers Festival” na Alemanha. “Live In Germany”, lançado pela Hellion Records em 2010, é o primeiro disco ao vivo da carreira e trouxe o registro dessa turnê. O álbum foi eleito pelo site Heavy Metal Brasil como um dos “melhores discos ao vivo do heavy metal brasileiro de todos os tempos” e praticamente encerrou um ciclo na história da banda.

Lançado na Europa em 2013 pela gravadora alemã Pure Steel Records, “Keep It Hellish” marcou a entrada do vocalista Bil Martins e proporcionou a segunda passagem do Hellish War pelo velho mundo somando sete apresentações em seis países diferentes: Alemanha, Bélgica, Suíça, França, Holanda e Polônia.

“Wine Of Gods” é o título do quarto e mais recente disco de estúdio da banda e foi financiado pelo Proac Editais, programa de investimento direto do Governo do Estado de São Paulo através da Secretaria da Cultura e Economia Criativa. “Wine OF Gods” é apontado por imprensa e público como um dos melhores trabalhos da carreira do quinteto paulista. Além de ter ficado entre os cinco álbuns mais vendidos da loja Die Hard, “Wine Of Gods” colecionou elogios de alguns dos mais importantes jornalistas e críticos de rock do país: “Melhor álbum do Hellish War!” (Leandro Coppi – Roadie Crew); “Uma aula de como se fazer o estilo” (Vitor Franceschini – Arte Metal); “Assombroso no quesito música de qualidade” (Celso Lopes – Rumors Mag). Entre as dez faixas que compõe o disco, “Warbringer” traz a participação especial de Chris Boltendahl do Grave Digger.

Ao longo de sua carreira, o Hellish War já teve o privilégio de tocar ao lado de algumas de suas maiores influências como Saxon, Grave Digger, Armored Saint e o Steve Grimmett’s Grim Reaper, com quem o grupo realizou uma turnê de três shows no Brasil em 2022. E além dos festivais na Europa, aqui no Brasil o Hellish War também já foi atração de importantes eventos como o Roça ‘N’ Roll e o renomado Abril Pro Rock. Mais eis que um dos mais importantes acontecimentos para a carreira da banda é agora anunciado, quase 30 anos depois: a confirmação do Hellish War como uma das atrações do festival Summer Breeze Brasil edição 2024!

Depois do Hellish War ter sido finalista do concurso “New Blood” da edição 2023 do Summer Breeze Brasil, eis que chegou o momento da banda finalmente se apresentar nesse festival de origem alemã que é um dos maiores do mundo! O Hellish War será uma das atrações do terceiro dia do Summer Breeze Brasil que em 2024 acontece nos dias 26, 27 e 28 de Abril no Memorial da América Latina em São Paulo. Nessa edição do festival irão se apresentar alguns dos nomes mais relevantes de toda a história do heavy metal mundial como Mercyful Fate, Anthrax, Exodus, Overkill, Forbidden, Gamma Ray, Hammerfall, Tygers Of Pan Tang, Carcass, Death Angel, Epica, Killswitch Engage, Lacuna Coil, Within Temptation, etc. Entre as bandas brasileiras escaladas para o festival, além do Hellish War também estão outros grandes nomes como Angra, Dr. Sin, Edu Falaschi, Korzus, Ratos de Porão, Torture Squad, entre outros.

Os ingressos para o Summer Breeze Brasil 2024 já estão à venda online com preços que vão de R$ 575,00 a R$ 3300,00: https://www.clubedoingresso.com/evento/summerbreeze2024.
A loja Consulado do Rock, na Galeria do Rock em São Paulo, também é o ponto de venda físico oficial com preços sem taxa de conveniência e parcelamento em até 6x no cartão.
Além das atrações musicais, o Summer Breeze Brasil também conta com diversas experiências e ativações para toda família, entre elas estão a feira geek, feira de tatuagem e a Horror Expo, além de venda de vinis, espaço kids com monitores, áreas de descanso, palestras, gastronomia diversa e um lounge com acesso prioritário, incluindo open bar e open food.

Assista o vídeo de “Falcon”, ao vivo em São Paulo, produzido pela Starship Videos, e que garantiu uma vaga para o Hellish War na fase final do concurso “New Blood” do Summer Breeze Brasil 2023:
https://www.youtube.com/watch?v=WvvgbmgL54I

Ouça também “Wine Of Gods” nas plataformas digitais:
Spotify: https://spoti.fi/33bJsuG
Deezer: http://bit.ly/2M68TbY
iTunes: https://apple.co/2OFK7RN
Youtube: http://bit.ly/33iVKRX

Mais Informações:
www.facebook.com/hellishwar
www.instagram.com/hellishwar

Infernal Course revela capa do novo single “From Deeply In Hell”

“From Deeply In Hell” será lançado no próximo dia 15 de dezembro e é o sucessor dos dois clássicos álbuns do grupo, o debute “The Devil’s Sentence of Destruction” e o super elogiado “Impaled Society”

Crédito Foto:  Lincon Fermiano

Formado na cidade de São Roque, interior de São Paulo, em 2001, o Infernal Course é uma das bandas mais respeitadas e admiradas pelas fãs de metal extremo no Brasil.
Isso porque, além da comprovada qualidade técnica e criativa, o grupo sempre manteve-se fiel à estética original do death metal old school, dando sequência ao legado iniciado pelos grandes pioneiros do estilo como Possessed, Morbid Angel, Deicide, Sodom e Death.

Desde sua primeira demo autointitulada, que foi considerada pela renomada revista Valhalla como a “Melhor Demo Tape de 2003”, o Infernal Course vem construindo uma base fiel de fãs e seguidores. Tanto é que o debute “The Devil’s Sentence of Destruction” foi um dos lançamentos mais aguardados do estilo em 2009. Quando o sucessor “Impaled Society” foi lançado em 2016, o Infernal Course já era um nome relevante da cena nacional do metal e o álbum foi super elogiado pela imprensa especializada. “Fallen Gods” e “Marching In Hell”, que estão o tracklist, tornaram-se clássicos do death metal brasileiro de todos os tempos.

Passado consolidado, eis que um novo curso infernal está para ser trilhado nesse ano de 2023. “From Deeply In Hell” é o título do novo single que o Infernal Course lançará no próximo dia 15 de dezembro.
De acordo com o baixista e vocalista Marcel Infernal, “From Deeply In Hell” será um testemunho da evolução técnica e criativa da banda.
“Estamos muito empolgados com o lançamento desse som. From Deeply In Hell traz toda agressividade e peso da velha escola do death metal. Vocês podem esperar uma composição avassaladora, com muita energia, que personifica essa nova formação do Infernal Course. Estamos trabalhando insanamente para a ‘sonzeira’ ficar infernal!”

A capa de “From Deeply In Hell” foi elaborada pelo próprio Marcel Infernal e pelo guitarrista Paulo Serafim. Paulo comentou sobre a ideia conceitual da capa que reflete a letra da música.
“Usamos a figura de uma criança para ilustrar a inocência da humanidade em crer em algumas instituições que muitas vezes tornam a vida das pessoas um verdadeiro inferno. Não queremos destruir as instituições, mas sim que o ser humano acorde e pense por si mesmo ao invés de seguir cegamente algum líder.”

Embora “From Deeply In Hell” só venha a ser lançada no dia 15 de dezembro nas plataformas digitais, o Infernal Couse disponibilizou um vídeo de uma performance ao vivo em estúdio da música.
O vídeo foi exibido na edição de setembro do “Roadie Crew Online Festival” e agora também pode ser assistido no canal oficial da banda no Youtube: https://www.youtube.com/watch?v=LgKwDJNQGQw


“From Deeply in Hell” é o primeiro de uma trilogia de singles. Os próximos lançamentos, “Feast from the Devil” e “The Evil Is By Your Side”, farão parte do próximo álbum da banda, ainda sem título definido, programado para ser lançado em julho de 2024.

Mais Informações:
www.instagram.com/infernalcourse
www.facebook.com/InfernalCourse
www.youtube.com/infernalcourse666 

“Abyssal”, segundo e novo álbum do The Giant Void, reúne finalista do The Voice Brasil e baterista do Gamma Ray e Primal Fear

O disco foi lançado no último dia 25 de Outubro durante show da banda ao lado de Vinny Appice (Black Sabbath/DIO)

O The Giant Void foi idealizado em Sorocaba/SP em 2021 pelo guitarrista e produtor musical Felipe Colenci e conta com o vocalista Hugo Rafael que é conhecido por ter sido um dos finalistas da temporada 2021 do The Voice Brasil. Na bateria do The Giant Void, outro músico conhecido do público, o alemão Michael Ehré, baterista do Gamma Ray e Primal Fear.

Produzido, mixado e masterizado por Felipe Colenci, “Thought Insertion”, o disco de estreia, foi lançado em 2021 e já agradou logo de cara os principais críticos de rock do país: “Um dos melhores lançamentos do Brasil em 2021” (Alessandro Bonassoli – Roadie Crew); “Thought Insertion é uma obra fenomenal” (Clóvis Roman – Acesso Music); “(…) mais uma incrível banda no cenário metálico… revelação de 2021″ (Alex Silva – Rock Breja); “Uma bela surpresa e mais uma ótima banda brasileira” (Ricardo Seelig – Collectors Room); “Excelente álbum” (Fabian Chacur – Mondo Pop); “(…) metal MUITO interessante… um álbum surpreendente.” (Regis Tadeu). “Thought Insertion” ainda foi indicado para o Prêmio Dynamite 2022 na categoria “Melhor Álbum de Heavy Metal”.

Entusiasmados com o momento positivo, o The Giant Void acaba de lançar seu segundo e novo álbum: “Abyssal”!
Mais uma vez produzido pelo próprio Felipe Colenci, “Abyssal” reúne 12 faixas: “Dirty Sinner”, “Ashen Empires Pt 2 – NWO”, “The Key”, “Monster Within”, “The Black Pit”, “Mars”, “Inner Truth”, “War Heroes”, “Chosen One”, “Dimensions Collide”, “Ashen Empire Pt 1 – Rising Empire” e “Human Downfall”.

Felipe Colenci explica o conceito por trás do título “Abyssal”.
“Abyssal foi o título encontrado por mim e nosso manager, Eliton Tomasi, para resumir o que queremos contar nas letras. Quando analisamos os textos, entendemos que todas as músicas falam de emoções profundas humanas, emoções basais, e o título em questão foi uma forma de resumir esse conteúdo. Não se trata de um álbum conceitual, mas podemos dizer que todas as letras tem conexão entre si”.

“Abyssal” foi lançado no dia 25 de Outubro quando o The Giant Void fez um show em Sorocaba/SP – cidade natal da banda – junto ao lendário baterista do Black Sabbath e Dio, Vinny Appice.

Ouça “Abyssal” nas plataformas digitais:
Spotify: https://spoti.fi/47wwTdG
Deezer: https://bit.ly/Abyssal_Deezer
Apple Music: https://apple.co/49Gj9ip
Youtube: https://bit.ly/Abyssal_Youtube

A capa de “Abyssal” é um trabalho coletivo assinado por João Vicentim, João Schendel e John Rendering. O CD físico traz encarte produzido por João Duarte.

Para adquirir “Abyssal” em CD físico, tanto no varejo como no atacado, entre em contato pelo email thegiantvoidmusic@gmail.com ou pelo Whats App da produtora e selo Som do Darma: (15) 99134-3443

Mais Informações:
www.instagram.com/thegiantvoid
www.facebook.com/thegiantvoid
www.youtube.com/TheGiantVoid

Loss leva seu stoner com sotaque mineiro para os palcos de São Paulo neste fim de semana

Banda faz shows em São Paulo capital e nas duas maiores cidades do interior paulista, Campinas e Sorocaba

A Loss é a afluência da experiência e singularidade características da cena mineira de rock pesado. Natural da capital BH, a banda é capitaneada por Marcelo Loss (vocal e baixo) que foi fundador do grupo Concreto, com o qual gravou sete álbuns, sendo que o último contou com baterias gravadas por Vinny Appice (Black Sabbath, DIO). Na bateria da Loss, Teddy Bronsk que também já passou pelo Concreto e foi o fundador da lendária banda Witchhammer, uma das pioneiras do metal nacional na década de 80, com quem gravou quatro álbuns. Por fim, também é integrante da Loss o guitarrista Adriano Avelar que traz no currículo trabalhos ao lado de importantes nomes da música, desde compositores como Marku Ribas e Klinger, a rappers como Xis, Deleve, Thales Dusares e o ex-Planet Hemp, Speed Freaks.

A bagagem desse trio de músicos da Loss justifica o som vanguardista que fazem. Exemplo é o novo single “The Mirror (Cabloco’s Blues)” que foi mixado e masterizado na Dinamarca pelo renomado produtor Tue Madsen, famoso por ter trabalhado com Rob Halford, Meshuggah, Behemoth, Sick Of It All, Vader, entre outros.
“The Mirror (Cabloco’s Blues)” traz uma forte inspiração na música regional do nordeste brasileiro, sem que a Loss tenha aberto mão de suas raízes. É um improvável encontro entre Dominguinhos, heavy metal e stoner rock.

Para ouvir “The Mirror (Cabloco’s Blues)”, acesse:
Spotify: https://bit.ly/48mNG4d
Deezer: https://bit.ly/48nnyGz
Youtube: https://bit.ly/3LWAD03

E o público paulista poderá conferir ao vivo o stoner com sotaque mineiro da Loss, já que a banda faz três shows no estado neste final de semana. O primeiro acontece nesta sexta-feira dia 03 de Novembro no Instituto Cultural Bolívia Rock em São Paulo ao lado da banda paulista de doom metal Presidente Judas. Já no sábado o grupo se apresenta no festival Rock Contra o Câncer que rola no A Braba Bar em Sorocaba ao lado de outras sete bandas. Por fim, no domingo, dia 05, apresentam-se no Casa Rock em Campinas ao lado do Roger Hammer’s Black Sabbath Celebration Of Doom.

Serviço:

Loss em São Paulo/SP
Data: 03 de Novembro de 2023
Horário: 20h
Local: Instituto Cultural Bolívia Rock
Endereço: Rua Dr. Suzano Brandão, 537/543 – Vila Aricanduva – São Paulo/SP
Outras bandas: Presidente Judas
Ingressos: R$ 15,00 (à venda apenas na porta)
Mais Informações: @institutoculturalboliviarock

Loss em Sorocaba/SP
Data: 04 de Novembro de 2023
Horário: 13h
Local: A Braba Bar
Endereço: Rua Paranapanema, 10 – Jd. Leocádia – Sorocaba/SP
Outras bandas: Mystical, Lightstrike, Follow Dreams, Astrea, Lipztick, Fran e os Astronautas e Uly & Etanóis.
Ingressos: Doação de um produto de limpeza em prol do Abos.
Mais Informações: @rockcontraocancer_sorocaba

Loss em Campinas/SP
Data: 05 de Novembro de 2023
Horário: 18h
Local: Casa Rock
Endereço: Rua Sete de Setembro, 553 – Vila Industrial – Campinas/SP
Outras bandas: Roger Hammer’s Black Sabbath Celebration Of Doom
Ingressos: R$ 15,00 (à venda apenas na porta)
Mais Informações: @casarock553

Mais Informações:

www.facebook.com/loss.rockband
www.instagram.com/loss.band
www.youtube.com/LossBand

“Memento Mori”, novo single dos Guerreiros Headbangers, exalta aqueles que vivem e morrem pelo metal

Esse é o segundo single da banda paulistana de black/thrash metal que tem sido cultuada no underground

Há quem considere o heavy metal como um gênero musical, mero entretenimento, produto de um mercado. Para outros, porém, o heavy metal é bem mais, é um propósito, um sentido para a vida. Fato é que, como movimento cultural, o heavy metal pode ser tudo isso, ou qualquer outra coisa, depende sempre da interpretação do sujeito. Mas para o quarteto de músicos dos Guerreiros Headbangers, o heavy metal pode até mesmo transpor os limites entre a vida e a morte.

“Memento Mori” é o título do novo single da cultuada banda paulistana de black/thrash metal e é uma celebração a todos que, como eles, vivem e morrem pelo metal!

“Escolhemos o metal para viver.
Como Headbangers morreremos.
Está é a sina de toda essa vontade
Vivendo e morrendo, sobre ideais”


Esse é um trecho da letra de “Memento Mori”, defendida com honra e glória pelo vocalista Jhair Tormentor, o guitarrista Gustavo, a baterista Júlia e o novo baixista da banda, Pedro.

“Memento Mori” é o segundo single da banda, sucessor de “Eras em Guerras, Mundo em Caos”, lançado em Maio. E engana-se quem pensa que o Guerreiros Headbangers é um novo nome por ter frequentado pouco os estudos até então. Banda estradeira, está na ativa desde 2008, lançou sua primeira demo em 2015, alguns splits e tem até um álbum ao vivo lançado de 2019. Mas é fato que, até aqui, priorizaram os palcos e já tocaram ao lado de grandes nomes como Bulldozer, Enforcer, Skull Fist, Nocturnal, Witchtrap, entre outros.

“Memento Mori” ganhou videoclipe que estreou na edição #43 do Roadie Crew – Online Festival. Com direção de Maycon Avelino da Starship Videos, o clipe já está disponível no canal da banda no Youtube:  https://www.youtube.com/watch?v=XZJ6w6hDOIw

Ouça também “Memento Mori” nas plataformas digitais:
Spotify: https://bit.ly/493E8vt
Deezer: https://bit.ly/493E8vt
iMusic: https://bit.ly/3sdJp2K

Mais Informações:  
www.instagram.com/guerreirosheadbangersoficial
www.facebook.com/guerreirosheadbangers

Lendário baterista do Black Sabbath e DIO, Vinny Appice vem a Sorocaba pela primeira vez em turnê histórica

O show passará por outras cinco cidades brasileiras e celebra os 40 anos do clássico álbum “Holy Diver”

Vinny Appice, um dos bateristas de heavy metal mais importantes de toda história, famoso por ter tocado com Black Sabbath, DIO e John Lennon, vem a Sorocaba no próximo dia 25 de Outubro para um show que promete ser histórico! O músico estadunidense será acompanhado de grandes estrelas do heavy metal brasileiro, o guitarrista Edu Ardanuy (ex-Dr Sin), o vocalista Nando Fernandes e o baixista Fernando Giovannetti, para celebrar 40 anos do clássico álbum “Holy Diver” que Appice gravou com Ronnie James Dio em 1983.

Essa será a terceira visita do baterista pelo Brasil com o mesmo time de músicos e além do show em Sorocaba que acontece no Hangar 51, famosa casa noturna localizada no bairro Campolim, a turnê também passa por São Paulo/SP, Curitiba/SP, Teresina/PI, São Luis/MA e Santo André/SP. O show de Sorocaba terá como convidada especial a banda The Giant Void que fará o show de lançamento do seu novo álbum “Abyssal”.

No repertório do show de Vinny Appice, além de músicas do álbum “Holy Diver”, também estarão outros clássicos da carreira solo de DIO e as principais composições que o baterista gravou com o Black Sabbath. Os ingressos custam R$ 100,00 (Primeiro Lote Promocional – Últimas unidades) e estão à venda pelo Clube do Ingresso. Excursões de outras cidades têm condições especiais. As produtoras responsáveis pelo show são a Som do Darma, Fuzzr, FX Render, Castellani Consulting e Rock Freeday. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (15) 99134-3443.

Sobre Vinny Appice:

Natural do Brooklyn, Nova Iorque/EUA, Vinny Appice tem 66 anos e é um dos bateristas de heavy metal mais importantes de toda história. Seu irmão, Carmine Appice, é outro grande nome da bateria.

Ainda com 16 anos de idade, Vinny Appice conheceu e tocou com John Lennon no palco, em vídeo e no estúdio. Mas Vinny Appice alcançou mesmo o estrelato quando em 1980 entrou para o Black Sabbath, após a saída de Bill Ward, para a tour do álbum “Heaven nd Hell”. Com o Sabbath ainda gravou os clássicos “The Mob Rules” em 1981 e “Live Evil” em 1982.

Vinny Appice saiu do Black Sabbath em 1983 juntamente com Ronnie James Dio para, juntos, fazerem ainda mais história com a banda DIO. Gravaram ainda em 1983 um dos maiores clássicos de toda história do heavy metal, o álbum “Holy Diver”. Depois vieram outros álbuns clássicos como “The Last In Line”, “Sacred Heart”, “Intermission” e “Dream Evil”.

Em 1992, acontece o inesperado: o Black Sabbath retorna a formação de 1980 para a gravação de mais um disco. Intitulado “Dehumanizer”, esse é considerado o álbum mais pesado de toda a história da banda, com destaque para as faixas “Computer God”, “After All”, “I”, “Letters From Earth”, “Master Of Insanity” e o single “TV Crimes”. Foi na turnê desse álbum que o Black Sabbath visitou o Brasil pela primeira vez.

Em 1993, Vinny e Dio se juntam novamente para a gravação de “Strange Highways” e também para uma turnê. Em 1996, gravam juntos “Angry Machines” e fazem outra turnê durante 96/97. A tour rendeu o CD ao vivo “Inferno: Last in Live” de 1998.

Em junho de 1998, o Black Sabbath reúne sua formação clássica com Tony Iommi, Geezer Butler e Ozzy Osbourne, depois de 20 anos sem tocarem juntos, para uma turnê pela Europa. Vinny Appice ocupa o posto de baterista durante a turnê marcando a primeira vez que ele tocou com Ozzy Osbourne.

Em 2006, o Black Sabbath enfim renasceu como Heaven And Hell, tendo Vinny Appice na bateria e o grande Ronnie James Dio nos vocais. O que se seguiu foram três turnês mundiais e um CD chamado “The Devil You Know”, o primeiro álbum de estúdio desde “Dehumanizer”. A banda também lançou, em 2010, o DVD “Heaven And Hell Live in Europe” que foi o último registro de DIO no gigantesco festival Wacken Open Air, na Alemanha.

Sobre o The Giant Void:

O The Giant Void foi idealizado em Sorocaba/SP em 2021 pelo guitarrista e produtor musical Felipe Colenci e conta com o vocalista Hugo Rafael que é conhecido por ter sido um dos finalistas da temporada 2021 do The Voice Brasil. Na bateria do The Giant Void, outro músico conhecido do público, o alemão Michael Ehré, baterista do Gamma Ray e Primal Fear.

Produzido, mixado e masterizado por Felipe Colenci, “Thought Insertion”, o disco de estreia, foi lançado em 2021 e já agradou logo de cara os principais críticos de rock do país: “(…) metal MUITO interessante… um álbum surpreendente.”, declarou, por exemplo, o crítico musical Regis Tadeu. “Thought Insertion” ainda foi indicado para o Prêmio Dynamite 2022 na categoria “Melhor Álbum de Heavy Metal” e a turnê de divulgação do álbum contou com vários shows importantes, entre eles a apresentação da banda no festival Araraquara Rock de 2022.

Entusiasmados com o momento positivo, o The Giant Void já anunciou seu segundo e novo álbum: “Abyssal”! Mais uma vez produzido pelo próprio Felipe Colenci, “Abyssal” vai reunir 12 faixas e o show de lançamento será nesse próximo dia 25 de Outubro ao lado de Vinny Appice e banda no Hangar 51 em Sorocaba/SP. Acompanhando o The Giant Void nesse show, estará o baterista brasileiro Marcus Castellani, que ficou conhecido por ter sido integrante do Manowar.

O The Giant Void lançou recentemente o surpreendente videoclipe “War Heroes”. A música e vídeo são baseados na história real de Danilo Marques Moura, piloto da Força Aérea Brasileira que combateu na segunda guerra mundial, na Itália: https://www.youtube.com/watch?v=pdHWcTUETdY

Serviço:  
Vinny Appice em Sorocaba/SP
Banda Convidada: The Giant Void
Data: 25 de Outubro de 2023
Horário: 19h
Local: Hangar 51 – Rua Victório Pegoretti, 51 – Jardim Faculdade – Sorocaba/SP
Vendas: Clube do Ingresso – https://www.clubedoingresso.com/evento/vinnyappice-sorocaba
Mais Informações e reservas para caravanas: (15) 99134-3443
Produção: Som do Darma, Fuzzr, FX Render, Castellani Consulting e Rock Freeday

Mais Informações:  
http://somdodarma.com.br/pt/
https://www.instagram.com/vinnyappiceofficial/
https://www.instagram.com/thegiantvoid/

Já disponível vídeo ao vivo em estúdio de “From Deeply In Hell”, novo single do Infernal Course

“From Deeply In Hell” será o sucessor dos dois clássicos álbuns do grupo, o debute “The Devil’s Sentence of Destruction” e o super elogiado “Impaled Society”

Formado na cidade de São Roque, interior de São Paulo, em 2001, o Infernal Course é uma das bandas mais respeitadas e admiradas pelas fãs de metal extremo no Brasil.

Isso porque, além da comprovada qualidade técnica e criativa, o grupo sempre manteve-se fiel à estética original do death metal old school, dando sequência ao legado iniciado pelos grandes pioneiros do estilo como Possessed, Morbid Angel, Deicide, Sodom e Death.

Desde sua primeira demo autointitulada, que foi considerada pela renomada revista Valhalla como a “Melhor Demo Tape de 2003”, o Infernal Course vem construindo uma base fiel de fãs e seguidores. Tanto é que o debute “The Devil’s Sentence of Destruction” foi um dos lançamentos mais aguardados do estilo em 2009. Quando o sucessor “Impaled Society” foi lançado em 2016, o Infernal Course já era um nome relevante da cena nacional do metal e o álbum foi super elogiado pela imprensa especializada. “Fallen Gods” e “Marching In Hell”, que estão o tracklist, tornaram-se clássicos do death metal brasileiro de todos os tempos.

Passado consolidado, eis que um novo curso infernal está para ser trilhado nesse ano de 2023. “From Deeply In Hell” é o título do novo single que o Infernal Course pretende lançar neste segundo semestre.
De acordo com o baixista e vocalista Marcel Infernal, “From Deeply In Hell” será um testemunho da evolução técnica e criativa da banda.

“Estamos muito empolgados com o lançamento desse som. From Deeply In Hell traz toda agressividade e peso da velha escola do death metal. Vocês podem esperar uma composição avassaladora, com muita energia, que personifica essa nova formação do Infernal Course. Estamos trabalhando insanamente para a ‘sonzeira’ ficar infernal!”

Embora “From Deeply In Hell” só venha a ser lançada nos próximos meses, o Infernal Couse disponibilizou um vídeo de uma performance ao vivo em estúdio da música.

O vídeo foi exibido na edição de setembro do “Roadie Crew Online Festival” e agora também pode ser assistido no canal oficial da banda no Youtube: https://www.youtube.com/watch?v=LgKwDJNQGQw

Seguindo-se o lançamento de “From Deeply In Hell”, o Infernal Couse lançará outros dois singles que antecederão o tão aguardando terceiro e novo álbum cheio do grupo.

Além de Marcel Infernal, completam a atual formação do Infernal Course os guitarristas Paulo Serafim e Leonardo Demon e o baterista Thiago “Chapola” Pinheiro.

Mais Informações:
www.instagram.com/infernalcourse
www.facebook.com/InfernalCourse
www.youtube.com/infernalcourse666


Em novo single “The Mirror”, Loss torna possível o improvável encontro entre Dominguinhos, metal e stoner rock

A música foi mixada e masterizada na Dinamarca pelo renomado Tue Madsen, famoso por ter trabalhado com Rob Halford, Meshuggah e Behemoth

O desconhecido pode ser aterrorizador, mas muitas vezes revê-la o belo. Principalmente quando esse desconhecido é desvendado através das artes.
A tendência que temos, de evitar o desconforto, somada a essa obsessão do mundo contemporâneo de sempre agradar (para ganhar likes), é o que tem originado obras artísticas pouco inspiradas, padronizadas, meros produtos descartáveis. Mas exceções fazem diferença.

Uma banda nascida e criada no solo sagrado de Belo Horizonte já é, por si só, uma exceção. Mas a Loss ainda reúne outras qualidades criativas e técnicas que a colocam numa posição de vanguarda.
“The Mirror (Cabloco’s Blues)”, novo single da Loss, é um desses exemplos onde um artista se atira de um precipício em busca do desconhecido, transcendendo sua própria essência, em direção ao novo. 

Gravada em Belo Horizonte no Analog Dream Studio e mixada e masterizada na Dinamarca pelo renomado produtor Tue Madsen, famoso por ter trabalhado com Rob Halford, Meshuggah, Behemoth, Sick Of It All, Vader, entre outros, “The Mirror (Cabloco’s Blues)” traz uma forte inspiração na música regional do nordeste brasileiro, sem que a Loss tenha aberto mão de suas raízes. É um improvável encontro entre Dominguinhos, heavy metal e stoner rock.

“A ideia da música partiu de um riff criado pelo Adriano Avelar (guitarrista) inspirado em uma música de Dominguinhos. A referência inusitada nos surpreendeu e decidimos encarar o desafio de criar uma música pesada, com influências do nosso país” – contou o baixista e vocalista Marcelo Loss.

Embora o flerte do rock/metal com a música nordestina já tenha sido explorado com muita propriedade por outras bandas brasileiras, a abordagem da Loss foi diferente, como explica Adriano Avelar.
“Nossa ideia foi buscar referência nas melodias das músicas regionais, e não dos ritmos e batidas, como algumas bandas brasileiras fizeram antes”.

Já para o baterista Teddy Almeida, “The Mirror (Cabloco’s Blues)” significou um desafio.
“The Mirror me fez evoluir como baterista”, conta o músico que é um dos grandes bateristas da escola mineira do metal, tendo sido integrante do Witchhammer. “Eu venho de uma escola muito pesada do metal e essa influência da música brasileira me fez ter que estudar. Ás vezes você acha que não tem que aprender mais nada e eis que The Mirror provou o contrário. Essa música é um marco para mim como baterista”.


“The Mirror (Cabloco’s Blues)” foi distribuída nas plataformas digitais pelo selo europeu DYMM Records.

Para ouvir “The Mirror (Cabloco’s Blues)”, acesse:
Spotify: https://bit.ly/48mNG4d
Deezer: https://bit.ly/48nnyGz
Youtube: https://bit.ly/3LWAD03

Mais Informações:
www.facebook.com/loss.rockband
www.instagram.com/loss.band
www.youtube.com/LossBand

Em novo single “Chosen One”, The Giant Void adverte sobre o abuso da fé alheia

A música estará no tracklist do segundo e novo álbum da banda, “Abyssal”

O The Giant Void foi idealizado em Sorocaba/SP em 2021 pelo guitarrista e produtor musical Felipe Colenci e conta com o vocalista Hugo Rafael que é conhecido por ter sido um dos finalistas da temporada 2021 do The Voice Brasil. Na bateria do The Giant Void, outro músico conhecido do público, o alemão Michael Ehré, baterista do Gamma Ray e Primal Fear.

Produzido, mixado e masterizado por Felipe Colenci, “Thought Insertion”, o disco de estreia, foi lançado em 2021 e já agradou logo de cara os principais críticos de rock do país: “Um dos melhores lançamentos do Brasil em 2021” (Alessandro Bonassoli – Roadie Crew); “Thought Insertion é uma obra fenomenal” (Clóvis Roman – Acesso Music); “(…) mais uma incrível banda no cenário metálico… revelação de 2021″ (Alex Silva – Rock Breja); “Uma bela surpresa e mais uma ótima banda brasileira” (Ricardo Seelig – Collectors Room); “Excelente álbum” (Fabian Chacur – Mondo Pop); “(…) metal MUITO interessante… um álbum surpreendente.” (Regis Tadeu). “Thought Insertion” ainda foi indicado para o Prêmio Dynamite 2022 na categoria “Melhor Álbum de Heavy Metal”.

Entusiasmados com o momento positivo, o The Giant Void já anunciou seu segundo e novo álbum: “Abyssal”!

Mais uma vez produzido pelo próprio Felipe Colenci, “Abyssal” vai reunir 12 faixas: “Dirty Sinner”, “Ashen Empires Pt 2 – NWO”, “The Key”, “Monster Within”, “The Black Pit”, “Mars”, “Inner Truth”, “War Heroes”, “Chosen One”, “Dimensions Collide”, “Ashen Empire Pt 1 – Rising Empire” e “Human Downfall”.

Felipe Colenci explica o conceito por trás do título “Abyssal”.“Abyssal foi o título encontrado por mim e nosso manager, Eliton Tomasi, para resumir o que queremos contar nas letras. Quando analisamos os textos, entendemos que todas as músicas falam de emoções profundas humanas, emoções basais, e o título em questão foi uma forma de resumir esse conteúdo. Não se trata de um álbum conceitual, mas podemos dizer que todas as letras tem conexão entre si”.

“Chosen One” é o segundo single do álbum a ser lançado e, segundo Colenci, é uma música que adverte sobre o abuso da fé alheia.
“Chosen One fala sobre pessoas que se aproveitam da fé alheia para benefício próprio – e infelizmente isso é comum demais. Fala de um personagem que se diz o escolhido, o porta-voz de um Deus – que exige de seus fiéis devoção absoluta e, obviamente, dinheiro.”



Ouça “Chosen One” nas plataformas digitais:
Spotify: https://bit.ly/3EpOLut
Deezer: https://bit.ly/3qVk5Oq
Apple Music: https://bit.ly/3qXQFPQ
Youtube: https://bit.ly/3qPunQn

A capa de “Chosen One”, assim como a capa de “Abyssal”, são trabalhos coletivos assinados por João Vicentim, João Schendel e John Rendering.

“Abyssal” será lançado no dia 25 de Outubro quando o The Giant Void fará um show em Sorocaba/SP – cidade natal da banda – junto ao lendário baterista do Black Sabbath e Dio, Vinny Appice, que volta ao Brasil para uma turnê especial em comemoração aos 40 anos de “Holy Diver”. “Abyssal” será lançado em CD físico e também para todas as plataformas digitais.

Mais Informações:
www.instagram.com/thegiantvoid
www.facebook.com/thegiantvoid
www.youtube.com/TheGiantVoid

Já disponível dois novos singles do Dream Wild, “Receptors” e “Revelation”, com participações de Leandro Caçoilo e Andre Tulipano

As duas faixas estarão no tracklist do álbum “Omen To Battle” que será lançado em Setembro

O Dream Wild é, definitivamente, uma banda cult.
Formada em 1995 na cidade de Votorantim, região metropolitana de Sorocaba, o grupo sempre foi muito querido pelos headbangers, tanto da velha como da nova escola.
Os shows da banda sempre foram caracterizados pela quantidade e diversidade do público. Fãs de todos os estilos do metal sempre se uniam em frente ao palco para levantar seus punhos cerrados e curtir o heavy metal tradicional do Dream Wild.
E foram tantos shows nesses 25 anos! Savatage, Angra, Salário Mínimo, Dark Avenger, Wizards, Circa (com membros do Yes), André Matos, Torture Squad, Hellish War, Portrait, foram algumas entre tantas outras bandas que o Dream Wild já dividiu o palco.

E por sempre priorizar os palcos, o Dream Wild frequentou pouco os estúdios, embora sem prejuízo ao processo criativo, que sempre se manteve ativo. Os setlists dos shows do Dream Wild raramente incluíam covers e a banda até coleciona músicas que são consideradas clássicas: “Metal Warriors”, “Breaking Heads”, “Time Of Confusion”, são algumas delas.
Então eis que, depois de 25 anos e do lançamentos de algumas demos, EPs e singles, o Dream Wild anuncia aquele que será considerado seu primeiro álbum, “Omen To Battle”.

“Omen To Battle” foi gravado no Estúdio 8 em Tatuí/SP com o produtor Iago Pedroso e vai reunir nove faixas: “Omen To Battle”, “Battlefield”, “Pass Over The Opressor”, “Revelation”, “Headbangers”, “Reality Overdose”, “Receptors”, “The Walls Of Eternity” e “Heroes Of Life”.

“Omen To Battle” contará três participações mais do que especiais: Andre Tulipano, vocalista e guitarrista da consagrada Steel Warrior, participa nos vocais da música “Revelation”, já o grande vocalista Leandro Caçoilo, do Viper, fará uma participação especial na música “Receptors”, e, por fim, Joe Moghrabi, grande compositor e guitarrista brasileiro, participa na música “Headbangers”.

“Receptors”, com a participação de Leandro Caçoilo, e “Revelation”, com a participação de André Tulipano, foram lançadas como singles e já estão disponíveis nas plataformas de música:

Para ouvir “Receptors”, acesse:
Spotify: https://bit.ly/3pWB5TZ
Deezer: https://bit.ly/3Dr7DJ3
Youtube: https://bit.ly/3Q4YNbm

Para ouvir “Revelation”, acesse:
Spotify: https://bit.ly/43QI3YZ
Deezer: https://bit.ly/43RZyIE
Youtube: https://bit.ly/3qCULfO

A capa de “Omen To Battle” foi desenvolvida pelo renomado designer João Duarte (Metal Church, Angra).

“Omen To Battle” será lançado em Setembro para todas as plataformas de música e também em CD Físico pelo selo Som do Darma.

O Dream Wild é atualmente formado pelos membros originais da banda, os guitarrista Ilde Carvalho e Marcos Santos, o baterista Daniel Mestre, o baixista Andrew Albuquerque e também o vocalista Marcio Rodrigues.

Mais Informações:
www.facebook.com/dreamwildband
www.instagram.com/dreamwildband

Godhound faz turnê pelo Nordeste em Setembro

Banda potiguar de stoner rock visita cinco cidades para promover seu disco de estreia intitulado “Refueled”

Crédito Foto: Jonatas Pereira

Originalmente formada em Natal/RN em 2010, e hoje radicada em Mossoró/RN, a Godhound é concisa em sua exploração artístico-musical: viabilizar o clássico pela perspectiva do novo.

O grupo que é atualmente formado por Kael Freire (v/b), Lázaro Fabrício (d) e Victor Freire (g), havia lançado dois EPs, o autointitulado “Godhound” de 2012 e “God Above… Hound On The Road” de 2013, que definiram a base criativa do grupo: rock clássico com referências do stoner rock e heavy metal que anseiam pelo desconhecido.

E depois de mais de 10 anos tocando por vários estados do Nordeste, incluindo uma mini-turnê e participações em grandes eventos como o renomado Festival DoSol e a Virada Cultural de Natal, o Godhound disponibilizou em agosto do ano passado seu primeiro álbum cheio: “Refueled”.

Gravado e produzido pelo próprio baixista e vocalista Kael Freire e masterizado por Fernando Delgado, “Refueled” reúne oito faixas inéditas: “Jack The Lumber”, “Deathmask Trucker”, “Diesel Burner”, “Open Letter”, “Takeover”, “Rockin Spirit”, “Warriors” e “Gravestone”. A faixa “Deathmask Trucker”, que foi o primeiro single extraído de “Refueled”, conta com a participação especial de Jimmy London, vocalista do Matanza Ritual.

“As composições de Refueled são mais maduras em relação aos trabalhos anteriores”, conta o baterista Lázaro Fabrício. “Nesse disco exploramos outros elementos e estruturas musicais, resultando em um álbum com músicas distintas entre si. Da mesma forma que temos sons com uma pegada mais clássica como ‘Gravestone’ e ‘Rockin Spirit’, temos composições que seguiram uma linha mais pesada, como ‘Diesel Burner’ e ‘Takeover’. Por outro lado, ‘Jack the Lumber’, ‘Warriors’ e ‘Deathmask Trucker’ trazem uma sonoridade mais semelhante aos primeiros trabalhos da Godhound”.

A arte da capa de “Refueled” foi desenhada pelo grande artista Wildner Lima (Kiss, Mötley Crüe, Ministry, Clutch, etc) e representa o desejo da banda em retratar a relação de pertencimento com a região nordeste, assim como ao semiárido, ao sertão e o clima seco da cidade de Mossoró.

E por falar em Nordeste, a banda fará uma turnê com quatro shows pela região agora em Setembro. Confira as datas:
07/09 – Sabbathino Fest no Darkside – Recife/PE
08/09 – London Pub – Campina Grande/PB
09/07 – After Pub – João Pessoa/PB (com o Project 46)
10/09 – Backstage Bar – Natal/RN
Em Outubro, mais especificamente no dia 21, o Godhound também será uma das atrações do Festival Valhalla que acontece em Mossoró/RN.

Para ouvir “Refueled” nas plataformas digitais, acesse:
Spotify: https://spoti.fi/3JOnLqo
Amazon: https://amzn.to/3pgg3f6
Deezer: https://bit.ly/3pduEbc
Youtube: https://bit.ly/3bMDOIN

A versão física do álbum em CD já está disponível nas lojas e também pode ser adquirida diretamente com a banda através de suas mídias sociais.

Mais Informações: www.facebook.com/godhoundwww.instagram.com/godhound


Veterano grupo de death metal old school do interior paulista, Infernal Course anuncia novo single

“From Deeply In Hell” será o sucessor dos dois clássicos álbuns do grupo, o debute “The Devil’s Sentence of Destruction” e o super elogiado “Impaled Society”

Formado na cidade de São Roque, interior de São Paulo, em 2001, o Infernal Course é uma das bandas mais respeitadas e admiradas pelas fãs de metal extremo no Brasil.
Isso porque, além da comprovada qualidade técnica e criativa, o grupo sempre manteve-se fiel à estética original do death metal old school, dando sequência ao legado iniciado pelos grandes pioneiros do estilo como Possessed, Morbid Angel, Deicide, Sodom e Death.

Desde sua primeira demo autointitulada, que foi considerada pela renomada revista Valhalla como a “Melhor Demo Tape de 2003”, o Infernal Course vem construindo uma base fiel de fãs e seguidores. Tanto é que o debute “The Devil’s Sentence of Destruction” foi um dos lançamentos mais aguardados do estilo em 2009. Quando o sucessor “Impaled Society” foi lançado em 2016, o Infernal Course já era um nome relevante da cena nacional do metal e o álbum foi super elogiado pela imprensa especializada. “Fallen Gods” e “Marching In Hell”, que estão o tracklist, tornaram-se clássicos do death metal brasileiro de todos os tempos.

Passado consolidado, eis que um novo curso infernal está para ser trilhado nesse ano de 2023. “From Deeply In Hell” é o título do novo single que o Infernal Course pretende lançar neste segundo semestre.
De acordo com o baixista e vocalista Marcel Infernal, “From Deeply In Hell” será um testemunho da evolução técnica e criativa da banda.
“Estamos muito empolgados com o lançamento desse som. From Deeply In Hell traz toda agressividade e peso da velha escola do death metal. Vocês podem esperar uma composição avassaladora, com muita energia, que personifica essa nova formação do Infernal Course. Estamos trabalhando insanamente para a ‘sonzeira’ ficar infernal!”

Seguindo-se o lançamento de “From Deeply In Hell”, o Infernal Couse lançará outros dois singles que antecederão o tão aguardando terceiro e novo álbum cheio do grupo.

Enquanto os novos singles não são lançados, assista o vídeo de “Fallen Gods”: https://youtu.be/pB_nDJpOxiM?feature=shared

Além de Marcel Infernal, completam a atual formação do Infernal Course os guitarristas Paulo Serafim e Leonardo Demon e o baterista Thiago “Chapola” Pinheiro.

Mais Informações:
www.instagram.com/infernalcourse
www.facebook.com/InfernalCourse
www.youtube.com/infernalcourse666

Marenna e Danny Vaughn fizeram de Curitiba a capital do hard rock no Brasil

O grupo gaúcho foi até a capital paranaense para promover seu mais novo álbum “Voyager”, lançamento da gravadora dinamarquesa Lions Pride Music 

A carreira artística do vocalista gaúcho Rod Marenna soma mais de 30 anos, dos quais quase dez têm sido à frente do Marenna.
Até aqui, o grupo lançou dois EPs, um disco ao vivo pela Sony Music, e dois álbuns de estúdio, sendo o mais recente “Voyager”, de 2022, através do selo dinamarquês Lions Pride Music com quem a banda tem contrato desde 2015, mesmo ano que o Marenna foi finalista do Sweden Rock Festival Competition, um dos mais prestigiados do hard e classic rock mundial.

Em termos de shows, o Marenna já visitou várias regiões do Brasil, tocou em algumas das mais importantes casas de espetáculos e apresentou-se ao lado de grandes nomes do rock mundial, dos quais, entre os mais recentes, destacam-se os shows com Eric Martin do Mr Big no Teatro Unisinos em Porto Alegre, com Geoff Tate, ex-Queensrÿche, no Tokio Marine Hall em São Paulo, no Capital Moto Week em Brasília e o fenomenal show de abertura para o Scorpions no estádio Gigantinho na capital gaúcha.

No último dia 18 de Agosto o Marenna também fez um show que merece menção especial. O grupo, que além de Rod Marenna também conta com Edu Lersch na guitarra, Bife no baixo, Arthur Schavinski na bateria e Luks Diesel nos teclados, viajou até Curitiba para realizar um show como banda convidada do grande Danny Vaughn, vocalista do Tyketto que esteve na capital paranaense para fazer uma apresentação especial tocando o clássico “Don’t Come Easy” na íntegra. Na ocasião, Marenna e Danny Vaughn transformaram Curitiba na capital do hard rock no Brasil, pelo menos por essa noite muito especial no Hard Rock Café.

“Danny Vaughn entregou uma das melhores apresentações já feitas por um artista solo em Curitiba. (…) finalmente a banda do Marenna esteve presente na capital. Como sempre, sensacional!” – publicou o canal Alma Hard que esteve cobrindo o evento.

Rod Marenna comentou sobre a oportunidade de ter feito essa apresentação.
“Tocar com um artista internacional é uma responsabilidade maior, você tem que provar porque você está ali, explorar o seu melhor em um set curto. É preciso saber escolher as músicas que representam sua obra e fazer o seu melhor com inteligência e profissionalismo sempre. Foi uma honra pra gente, uma viagem no tempo, cercada de amigos incríveis. Curitiba foi especial demais, não vemos a hora de voltar!”

A fotógrafa Fernanda Goularte registrou algumas fotos do Marenna neste show com Danny Vaughn no Hard Rock Café em Curitiba: https://flic.kr/s/aHBqjASo7m

E os shows não param por aí! No próximo dia 05 de Outubro o Marenna é mais uma vez convidado para se apresentar ao lado de outra lenda do hard rock, dessa vez o Rosa Tatooada que faz o show de 35 anos no Bar Opinião em Porto Alegre! Para garantir seu ingresso para mais esse grande show com Marenna e Rosa Tatooada, acesse: https://bit.ly/45fjZQJ

Para ouvir “Voyager”, novo álbum do Marenna, acesse:
Spotify: https://bit.ly/3PZgwAY
Deezer: https://bit.ly/3K1ky8a
Apple Music: https://bit.ly/46QrONY
Amazon: https://bit.ly/3XYuUv6
Youtube: https://bit.ly/3K3QGIp

Assista também o videoclipe oficial de “Wait”: https://youtu.be/-gyc8-CZqaE

A edição física em CD de “Voyager” também foi lançada no Brasil numa parceria entre os selos Heavy Metal Rock e Classic Metal.
Para adquirir o CD além de outros itens do merchandise oficial da banda, acesse: https://pt.marennaonline.com/merchandise

Mais Informações:
https://pt.marennaonline.com/
www.facebook.com/marennaofficial
www.instagram.com/marennaofficial
www.youtube.com/marennaofficial