Tag Archives: Thiago Melo

Dr. Sin celebra 30 anos do primeiro álbum no Manifesto Bar nesta sexta-feira

Apresentação em São Paulo conta com participação especial do guitarrista Edu Ardanuy

A banda Dr. Sin realizará um show especial no Manifesto Bar, em São Paulo, nesta próxima sexta-feira, 6 de outubro, celebrando o aniversário de 30 anos de seu álbum de estreia. Pela primeira vez na história, o álbum será tocado na íntegra, com destaque para a participação do guitarrista Edu Ardanuy, responsável pelas marcantes melodias registradas no álbum. Atualmente, o Dr. Sin é formado por Andria Busic (vocal e baixo), Ivan Busic (bateria) e Thiago Melo (guitarra). O evento tem abertura da banda The Seer.

O álbum de estreia do Dr. Sin foi gravado no famoso estúdio Carriage House em Stamford, Connecticut, e produzido por Stephan Galfas. Lançado pela Warner Music, o álbum rendeu à banda conquistas notáveis, como a participação no festival “Hollywood Rock”, o “M2000 Summer Concerts” e o “Monsters Of Rock”.

Hits como “Emotional Catastrophe”, tema da série de TV “Confissões de Adolescente”, solidificaram o Dr. Sin como uma das principais bandas de Hard Rock do mundo. Suas composições incluem sucessos como “Stone Cold Dead”, “The Fire Burns Cold”, “Lonely World”, “Scream And Shout” e “You Are My Love”. O álbum também apresenta uma memorável versão de “Have You Ever Seen The Rain”, do Creedence Clearwater Revival.

O show será uma oportunidade única para os fãs presenciarem as músicas icônicas do álbum de estreia, além de uma combinação de clássicos e músicas inéditas. Antecipa-se uma performance emocionante e uma produção visual impressionante. O retorno triunfante do Dr. Sin em São Paulo promete ser uma experiência musical inesquecível.

Sobre a The Seer

A banda paulista de Prog Metal, The Seer, formada em 2020, lançou seu álbum de estreia intitulado “The Answer”. O álbum encerra um ciclo iniciado em abril de 2020 com o single “Mother”. Com produção de Rafael Savone, Lucas Emídio e Gustavo Pacheco, o álbum apresenta canções previamente lançadas pela banda, como “Mother”, “Nothing” e “Alone”, além de duas músicas inéditas, “The Answer” e “Ego”.

Serviço:
Dr. Sin com participação de Edu Ardanuy e abertura da banda The Seer
Data: 06/10 (sexta-feira)
Abertura das portas: 20h
Início do Evento: 22h
Local: Manifesto Bar
Cidade: São Paulo/SP
Endereço: R. Iguatemi, 36 – Itaim Bibi, São Paulo – SP, 01451-010
Ingressos disponíveis em [bilheto.com.br]: https://www.bilheto.com.br/evento/1704/Dr_Sin  

PsicosFeras lança EP instrumental ‘Suarabácti’

Projeto do vocalista, guitarrista e compositor Fabricio Oliveira traz os irmãos Andria (baixo) e Ivan Busic (bateria), além do guitarrista Thiago Melo, do Dr. Sin

Após o single “Dionisíaca”, o PsicosFeras apresenta seu novo lançamento, o EP instrumental “Suarabácti”, com músicas compostas pelo guitarrista Fabricio Oliveira e que traz os irmãos Andria (baixo) e Ivan Busic (bateria), além do guitarrista Thiago Melo, do Dr. Sin. “Dar títulos para músicas instrumentais poderia ser qualquer coisa aleatória. Para tentar contextualizar, como o single anterior foi para a música ‘Dionisíaca’, pensei em um contraponto para o lançamento seguinte e aí surgiu ‘Apolinea’, que são figuras trabalhadas na filosofia de Nietzsche, algo que a gente incorpora no PsicosFeras desde o primeiro álbum”, explica Fabricio Oliveira.

Musicalmente, “Suarabácti” traz influências de rock progressivo, hard rock e metal, em uma jornada sonora que explora as paisagens imaginárias e emocionais da mente humana. Ao lado do Dr. Sin, Fabricio Oliveira combina harmonias ousadas, melodias cativantes e arranjos intrincados nas cinco faixas de “Suarabácti”. “Quando tenho as ideias de progressões harmônicas, bases, acabo gravando tudo. Quando consigo reunir algo que faz sentido, me reúno com Andria Busic e gravo tudo no metrônomo. Depois, ele e Ivan registram o baixo e a bateria. Porém, neste caso, o Thiago Melo entrou em cena como a voz humana que não tivemos, no sentido de buscar rupturas com as fronteiras e os limites. A música instrumental pura alcança qualquer território e como tenho uma afeição pelo audiovisual, o cinema e as trilhas sonoras marcantes que impactam nossas vidas, a ideia de algo instrumental fez muito sentido”, detalha Fabricio Oliveira.

O mentor do PsicosFeras explica que ter o Dr. Sin completo para explorar as ideias e as estruturas criadas facilitou o projeto. “Todos eles tiveram liberdade para incorporar o DNA musical. Por isso, muita coisa traz a raiz do Dr. Sin e aquela veia do rock progressivo, do hard e do metal. Daí, quem ouvir com atenção vai sentir elementos de Rush, Marillion, Yes, Van Halen, Led Zeppelin e até Iron Maiden, pois as músicas são permeadas por atmosferas distintas, que variam desde momentos introspectivos e contemplativos até passagens vigorosas e empolgantes. Os arranjos exploram uma ampla gama de texturas e timbres”.

Sobre todas as faixas começarem com a letra A, o guitarrista conta que a ideia veio inicialmente por causa de “Apolinea” e da filosofia de Nietzsche, que fala muito do abismo. “Como no ambiente simbólico tudo pode e tudo é possível diante dos olhos do observador, a segunda música acabou sendo intitulada ‘Ataraxia’, conceito da filosofia epicurista e dos céticos, a ausência de sofrimento, que é muito falada pelo professor, escritor e um dos grandes pensadores contemporâneos, Clovis de Barros Filho”, revela. “Depois, mantendo esta premissa, as demais faixas acabaram sendo ‘Acrasia’, que contraria seu melhor juízo sobre o que fazer em determinada situação; ‘Acidia’, que tem a ver com a preguiça, estado de apatia ou torpor, de não se importar ou não se preocupar com a própria posição ou condição no mundo; e ‘Anaptixe’, que se conecta com o título do EP, pois também é chamada de suarabácti, que é o ritual de purificação do som em sânscrito. Parece complicado, mas um exemplo bem popular de anaptixe é a palavra advogado que alguns incluem a letra e falam ‘adevogado’. Portanto, significa aquela figura de linguagem que se acrescentam fonemas na palavra para desfazer o encontro de consoantes. Pensei nos tempos quebrados, nos contratempos de algumas partes das músicas como aquela consoante jogada no meio como este figura de linguagem que existe nas palavras”, acrescenta.

“Suarabácti” já está disponível em todas as plataformas de streaming. Confira em https://onerpm.link/Suarabacti


Ouça a faixa “Apolínea” em https://youtu.be/Nx_gHsN8zMA

Mídias sociais:
Instagram: https://www.instagram.com/psicos.feras/
Facebook: https://www.facebook.com/Psicos-Feras-107299305074996

E-mail: psicosferas@gmail.com

ANGRA FEST AGITA A GALERA NO TROPICAL BUTANTÃ E MARCA A VOLTA DE DR. SIN AOS PALCOS E MALTA COM NOVO TRABALHO EM BREVE

Por: Thiago Tavares
Fotos: Daniel Ometo

No último dia 01 de dezembro aconteceu no Tropical Butantã a segunda edição do Angra Fest. Evento elogiado pela galera, o Angra resolveu conciliar o encerramento da ØMNI World Tour e realizam o festival que reuniu os principais nomes da cena do metal no Brasil. Um festival que ficou para a história, assim como foi a primeira edição.

Para esta segunda edição do festival, os anfitriões que comemoram 28 anos de estrada convidaram a banda Nervosa, banda essa que vem de uma turnê bastante corrida e de sucesso pela Europa, Project 46 que dispensa apresentações e que em 2018 também fez diversos shows em festivais pelo país em divulgação do último álbum Tr3s, a banda Malta que aos poucos, vem se inserindo no mundo do metal com uma nova roupagem com a entrada de Luana Camarah no vocal, e a grande surpresa da noite que foi a volta de Dr. Sin aos palcos.

Pontualmente as 18:00, o festival se dá por iniciado com a banda Nervosa, querendo dar o seu recado de que não estavam cansadas acerca da maratona de shows que teve em 2018. E não é para tanto pois lançaram Downfall Of Makind, disco esse que foi amplamente elogiado no Brasil e no exterior, e que resultou em impressionantes 80 shows em 22 países.

Formada por Fernanda Lira (voz e baixo), Prika Amaral (guitarra e backing vocal) e Luana Dametto (bateria), a Nervosa passeou por sua discografia, tocando os principais sucessos como Victim Of Yourself, Into MoshPit e deram ênfase a músicas do novo álbum.

Logo em seguida, surge no palco o Project 46, que chegaram dispostos a tocar o terror na galera, que já começou a lotar o Tropical. E é claro que não é para menos, pois trata-se de uma forte referência do metal nacional com músicas cheias de energia e também com um tom de protesto sobre as mazelas do nosso país e também sobre os perrengues que enfrentamos no dia a dia, marcas essas que carregam a banda.

Formado por Caio MacBeserra (voz), Vini Castellari (guitarra), Jean Patton (guitarra), Baffo Neto (baixo) e Betto Cardoso (bateria), o grupo também encerra o ano de 2018 com saldo positivo, com grande repercussão aceca do último álbum intitulado Tr3s e também com a sua agenda lotada de shows. Os caras após o show, estiveram na pista para trocar uma ideia com a galera que estava presente no festival.

Passada a porradaria de nível extremo, chegou a hora da apresentação mais esperada dos últimos anos. Após uma pausa de dois anos, o Dr. Sin, volta aos palcos e quebraram a cara quem apostou que seria um show morno devido a falta de entrosamento e afins. O show deles foi bastante consistente, agitado, no qual foi possível ver a performance de Thiago Melo, guitarrista que substituiu o lendário Edu Ardanuy, onde o novato não ficou devendo.

Atualmente formada por Andria Busic (voz/baixo), Ivan Busic (bateria) e Thiago Melo (guitarra), a banda executou a recém música lançada intitulada Lost In Space, além de clássicos do grupo.

A partir daí a casa lotou de vez por todas, mas ainda havia mais um convidado antes da atração principal adentrar ao palco. A banda Malta fez um show baseado no trabalho a ser lançado em 2019 com o título IV no qual vai mostrar uma banda totalmente repaginada, com um som mais pesado e mais envolvente, o que de longe não se lembra da fase anterior. O show em si agradou bastante a galera presente, ainda mais quem não conhecia e se depender do novo trabalho, realmente a banda deve ter conquistado novos admiradores.

Formada por Adriano Daga (bateria), Luana Camarah (vocal), Thor Moraes (guitarra) e Diego Lopes (baixo), a banda apresentou a faixa Manipulação, pertencente ao novo álbum que também tem um clip que já foi lançado nas mídias sociais, onde é demonstrado de forma clara essa nova fase, música essa carro-chefe dessa nova fase e do novo álbum. A música tem participação de do guitarrista Ron Bumblefoot e Amon Lima.

Para fechar com chave de ouro, executaram Bohemian Rhapsody do Queen. A execução é devida pois a banda fez um show na Avant-Premiere do filme Bohemian Rhapsody realizado no Allianz Parque em São Paulo. Por fim, a participação da Malta se encerra com Supernova.

Por fim, os donos da festa tinham que aparecer. O Angra sobe ao palco do Tropical Butantã após uma maratona de 100 shows até então, todos eles pertencentes a turnê ØMNI World Tour, e no fim das contas depois de tanto show, tinham que encerrar com chave de ouro no Brasil, acerca do último disco que vem sendo bastante elogiado mundo a fora.

Composta atualmente por Fabio Lione (vocal), Rafael Bittencourt (guitarra), Marcelo Barbosa (guitarra), Felipe Andreoli (baixo) e Bruno Valverde (bateria), iniciaram os trabalhos com Newborn Me, do álbum Secret Garden. Em seguida, foi executado Travelers In Time e a partir daí, fizeram uma viagem sob a discografia da banda, desde Temple of Shadows, passando pela clássica Nothing to Say. Como é de praxe, Fábio Lione interagiu com a galera e percebe-se que o português vem melhorando a cada show.

Um dos pontos de destaque no show foi a execução de Black Widow’s Web. A galera meio que já sabia que nem Sandy ou mesmo Alissa White-Gluz (Arch Enemy) participariam do evento, mas para a interpretação da música juntamente com Fábio Lione, convidaram uma vocal que não ficou devendo na interpretação. O Angra convidou Mayara Puertas do Torture Squad para dividir o palco, fazendo o vocal feminino, onde no qual executou de forma brilhante e competente.

E para o fim dos trabalhos, não poderia faltar uma jam session. Iniciou-se com Walk do Pantera, onde junto com o Angra, subiram ao palco Fernanda Lira do Nervosa e Jean Patton do Project 46. Em seguida, foi executado Highway To Hell do AC/DC, onde desta vez quem participaram foram o guitarrista Edu Ardanuy, Luciana Camarah e Adriano Daga – os dois últimos do Malta – onde ainda teve os backing vocals formado por Rafael Bittencourt, Thor e Diego da Malta, para assim fechar a conta da segunda edição do festival.

Enfim, o Angra Fest vem fazendo sua parte em reunir os maiores nomes da cena do metal do Brasil. Festival esse que está começado a cair no gosto dos headbanguers e que marcam presença ao prestigiarem bandas de respeito. Se continuar neste enredo, com certeza vamos ter uma terceira edição em breve e com nomes de peso em prol do metal nacional.

Em nome do Ponto ZerØ, agradecemos ao Costábile Salzano Jr da The Ultimate Music pelo fornecimento das credenciais.

SETLIST NERVOSA
Horrordome
… And Justice for Whom?
Death!
Enslave
Hostages
Masked Betrayer
Never Forget, Never Repeat
Raise Your Fist!
Kill the Silence
Intolerance Means War
Into Moshpit

SETLIST DR. SIN
Scream and Shout
Lost in Space
Time After Time
Fire
Sometimes
Dirty Woman
Miracles
Fly Away
Emotional Catastrophe

SETLIST PROJECT 46
Terra de Ninguém
Tr3s
Se Quiser
Violência Gratuita
Pode Pá
Pânico
Rédeas
Erro +55
Foda-se (Se Depender de Nós)
Acorda pra Vida

SETLIST MALTA
Igual a ninguém
Amor e Ódio
Bater de Frente
Ela Sempre Sabe
Nova História
Pátria Amada
Manipulação (with Edu Ardanuy)
Bohemian Rhapsody (Queen cover)
Supernova

SETLIST ANGRA
Newborn Me
Travelers of Time
Waiting Silence
Nothing to Say
Insania
Acid Rain
Caveman
Drum Solo (Bruno Valverde)
Black Widow’s Web (Part. Mayara Puertas)
Upper Levels
Spread Your Fire
ØMNI – Silence Inside
The Bottom of My Soul
Morning Star
Magic Mirror

Encore:
Rebirth
Carry On / Nova Era
Walk (Pantera cover) (Part. Fernanda Lira e Jean Patton)
Highway to Hell (AC/DC cover) (Part. Edu Ardanuy, Luana Camarah e Adriano Daga)

Angra celebra 100º show de nova turnê mundial no Angra Fest, neste sábado, em São Paulo

Angra vai celebrar o centésimo show da “Omni Tour”, com show especial, no próprio festival – foto: Henrique Grandi

Após longa turnê pelas principais cidades da América do Norte e Europa, além de bem-sucedida passagem por JapãoTaiwan e Coréia do Sul, a banda Angra, um dos pilares do metal brasileiro no exterior, vai comemorar, em grande estilo, o 100º show da “Omni Tour” durante a segunda edição do todo-poderoso Angra Fest.

Este ano, o evento acontece neste sábado (01/12), na Tropical Butantã, em São Paulo, vai proporcionar muita música de qualidade e cultura aos amantes do rock e do heavy metal. Além do próprio Angra, o line-up é composto por NervosaDr. SinProject46 e Malta.

Assista a mensagem do Angra convocando aos fãs para prestigiarem este novo marco histórico no legado do metal brasileiro em https://www.facebook.com/RadioTvCorsario/posts/1678346418937275.

Os ingressos continuam à venda pelo site da Ticket Brasil (https://ticketbrasil.com.br/festival/6414-angrafest-saopaulo-sp/) e pontos autorizados na capital paulista, Barueri, Osasco, Santo André, São Caetano do Sul, São Bernardo do Campo, Mauá, Campinas, Sorocaba e Santos.

Conhecida por estar entre os maiores nomes do heavy metal brasileiro no mundo, a banda Angra lançou aclamados álbuns e construiu uma gloriosa carreira. É também uma referência musical por seus interlúdios sinfônicos, instrumental altamente técnico e pela alquimia do metal com elementos regionais brasileiros, foi formada originalmente em 1991 e hoje em dia é um grande exemplo de versatilidade no meio musical. Neste momento, Fabio Lione (vocal), Rafael Bittencourt (guitarra), Marcelo Barbosa (guitarra), Felipe Andreoli (baixo) e Bruno Valverde (bateria) estão na estrada promovendo o elogiado novo álbum “Omni”. A turnê já passou por Europa e América Latina, e agora está percorrendo Estados Unidos e Canadá.

Esse é um sonho que tenho há muito tempo. Um festival que celebre nossa história reunindo vários outros artistas e bandas. Nós inspiramos o público e os músicos aspirantes a profissionais e isto é muito importante num país onde a esperança de sucesso e prosperidade é massacrada por instabilidades morais e econômicas. Quero que o Angra seja um polo de união entre bandas e artistas fortalecendo a cena e o prestígio do metal nacional no mundo“, declarou Rafael Bittencourt sobre o Angra Fest.

DR. SIN, um dos maiores nomes do hard rock brasileiro, está de volta, dois anos após surpreendente pausa na carreira. Renovado e revitalizado, o grupo aproveitou o lançamento da música “Lost in Space” para apresentar sua nova formação com o guitarrista Thiago Melo, ao lado dos lendários irmãos Ivan e Andria Busic, fundadores da banda. Melo, talentoso músico do Acre, é integrante da banda Busic, e foi a escolha natural para substituir ícone da guitarra Edu Ardanuy.

Com o prestigio de ter se apresentado nos renomados Monsters of Rock e Maquinaria Chile, o Project46 representa a consagrada nova geração do metal nacional. Caio MacBeserra (vocal), Jean Patton (guitarra/vocal), Vinicius Castellari (guitarra), Baffo Neto (baixo) e Betto Cardoso (bateria) estão empenhados na turnê do novo álbum “TR3S”, que foi eleito pela revista Roadie Crew o “Melhor Álbum” de 2017.

A banda Malta, vencedora da 1ª temporada do programa SuperStar, da Rede Globo, chegará ao Angra Fest divulgando o novo álbum “IV”, que será lançado este mês, em todas as plataformas digitais. O primeiro single “Amor Proibido” é tema da novela homônima na Rede Bandeirantes. Atualmente formado por Adriano Daga (bateria), Luana Camarah (vocal), Thor Moraes (guitarra) e Diego Lopes (baixo), os músicos vem colhendo os frutos do trabalho conquistado com muita energia e paixão pela boa música.

Já a Nervosa, uma das bandas brasileiras que mais tocam no exterior, lançou recentemente o terceiro disco de estúdio “Downfall Of Mankind” via Napalm Records. Para promover este trabalho, Fernanda Lira (vocal/baixo), Prika Amaral (guitarra) e Luana Dametto (bateria) encerram recentemente longa turnê pela Europa, que passou por cidades da Alemanha, França, Espanha e Reino Unido.

Mais informações:
https://www.facebook.com/toplinkmusicoficial
https://www.facebook.com/RadioTvCorsario
https://www.facebook.com/AngraOfficialPage
https://www.facebook.com/drsinofficial
https://www.facebook.com/Project46
https://www.facebook.com/maltaoficial
https://www.facebook.com/femalethrash
https://www.facebook.com/UltimateMusicPR

SERVIÇO SÃO PAULO
Top Link Music e Rádio & TV Corsário orgulhosamente apresentam ANGRA FEST
Bandas: Angra, Project46, Malta, Nervosa e Dr. Sin

Data: 1 de dezembro de 2018
Local: Tropical Butantã – www.tropicalbutanta.com.br
End: Av. Valdemar Ferreira, 93 (200m do Metrô Butantã)
Horário: 17h (abertura da casa)
Infoline: 11 3031-0393
Evento Fb: https://www.facebook.com/events/455393128302252/
Classificação etária: 16 anos. Entre 14 e15 anos somente acompanhado por pai ou mãe munidos de documentos  ou responsável legal
Estacionamento: locais próximos sem convênio
Estrutura: ar-condicionado, acesso para deficientes, área para fumantes

# SETORES/VALORES (1º lote)
– PISTA MEIA/PROMOCIONAL*: R$ 50,00
– PISTA VIP MEIA/PROMOCIONAL*: R$ 90,00
– CAMAROTE MEIA/PROMOCIONAL*: R$ 120,00 (1º lote)
*O ingresso promocional antecipado é válido mediante a entrega de 1 kg de alimento não-perecível na entrada do evento.

# COMPRA PELA INTERNET – https://ticketbrasil.com.br/festival/6414-angrafest-saopaulo-sp
Formas de Pagamento: dinheiro, cartões de crédito e débito Visa, MasterCard, American Express e Diners Club
# PONTO DE VENDA OFICIAL (sem taxa de serviço): bilheteria Tropical Butantã
# PONTOS AUTORIZADOS em São Paulo, Barueri, Osasco, Santo André, São Caetano do Sul, São Bernardo do Campo, Mauá, Campinas, Sorocaba e Santos. Consulte o ponto de venda mais próximo da sua região em https://ticketbrasil.com.br.

**** Para a compra de ingressos para estudantes, aposentados e professores estaduais, os mesmos devem comparecer pessoalmente portando documento na bilheteria respectiva ao show ou nos pontos de venda. Esclarecemos que a venda de meia-entrada é direta, pessoal e intransferível e está condicionada ao comparecimento do titular da carteira estudantil no ato da compra e no dia do espetáculo, munido de documento que comprove condição prevista em lei;
***** A produção do evento NÃO se responsabiliza por ingressos comprados fora do site e pontos de venda oficiais;
****** É expressamente proibida a entrada com câmeras fotográficas e filmadoras profissionais ou semi-profissionais.






Angra Fest II em São Paulo: ainda há ingressos à venda

Angra vai celebrar o centésimo show da “Omni Tour”, com show especial, no próprio festival – foto: Henrique Grandi

Top Link Music e Rádio & TV Corsário anunciaram recentemente a segunda edição do Angra Fest, evento que vai comemorar, em grande, estilo o centésimo show da “Omni Tour” e proporcionar muita música de qualidade e cultura aos amantes do rock e do heavy metal.

Este ano, o Angra Fest acontece no próximo dia 1 de dezembro, na Tropical Butantã, em São Paulo. Além do próprio Angra, o line-up é composto por Project46MaltaNervosa e Dr. Sin.

Os fãs interessados em prestigiar este novo marco histórico no legado do metal brasileiro ainda podem adquirir ingressos pelo site da Ticket Brasil (https://ticketbrasil.com.br/festival/6414-angrafest-saopaulo-sp/) e pontos autorizados na capital paulista, Barueri, Osasco, Santo André, São Caetano do Sul, São Bernardo do Campo, Mauá, Campinas, Sorocaba e Santos.

Conhecida por estar entre os maiores nomes do heavy metal brasileiro no mundo, a banda Angra lançou aclamados álbuns e construiu uma gloriosa carreira. É também uma referência musical por seus interlúdios sinfônicos, instrumental altamente técnico e pela alquimia do metal com elementos regionais brasileiros, foi formada originalmente em 1991 e hoje em dia é um grande exemplo de versatilidade no meio musical. Neste momento, Fabio Lione (vocal), Rafael Bittencourt (guitarra), Marcelo Barbosa (guitarra), Felipe Andreoli (baixo) e Bruno Valverde (bateria) estão na estrada promovendo o elogiado novo álbum “Omni”. A turnê já passou por Europa e América Latina, e agora está percorrendo Estados Unidos e Canadá.

Esse é um sonho que tenho há muito tempo. Um festival que celebre nossa história reunindo vários outros artistas e bandas. Nós inspiramos o público e os músicos aspirantes a profissionais e isto é muito importante num país onde a esperança de sucesso e prosperidade é massacrada por instabilidades morais e econômicas. Quero que o Angra seja um polo de união entre bandas e artistas fortalecendo a cena e o prestígio do metal nacional no mundo“, declarou Rafael Bittencourt sobre o Angra Fest.

DR. SIN, um dos maiores nomes do hard rock brasileiro, está de volta, dois anos após surpreendente pausa na carreira. Renovado e revitalizado, o grupo aproveitou o lançamento da música “Lost in Space” para apresentar sua nova formação com o guitarrista Thiago Melo, ao lado dos lendários irmãos Ivan e Andria Busic, fundadores da banda. Melo, talentoso músico do Acre, é integrante da banda Busic, e foi a escolha natural para substituir ícone da guitarra Edu Ardanuy.

Com o prestigio de ter se apresentado nos renomados Monsters of Rock e Maquinaria Chile, o Project46 representa a consagrada nova geração do metal nacional. Caio MacBeserra (vocal), Jean Patton (guitarra/vocal), Vinicius Castellari (guitarra), Baffo Neto (baixo) e Betto Cardoso (bateria) estão empenhados na turnê do novo álbum “TR3S”, que foi eleito pela revista Roadie Crew o “Melhor Álbum” de 2017.

A banda Malta, vencedora da 1ª temporada do programa SuperStar, da Rede Globo, chegará ao Angra Fest divulgando o novo álbum “IV”, que será lançado este mês, em todas as plataformas digitais. O primeiro single “Amor Proibido” é tema da novela homônima na Rede Bandeirantes. Atualmente formado por Adriano Daga (bateria), Luana Camarah (vocal), Thor Moraes (guitarra) e Diego Lopes (baixo), os músicos vem colhendo os frutos do trabalho conquistado com muita energia e paixão pela boa música.

Já a Nervosa, uma das bandas brasileiras que mais tocam no exterior, lançou recentemente o terceiro disco de estúdio “Downfall Of Mankind” via Napalm Records. Para promover este trabalho, Fernanda Lira (vocal/baixo), Prika Amaral (guitarra) e Luana Dametto (bateria) encerram recentemente longa turnê pela Europa, que passou por cidades da Alemanha, França, Espanha e Reino Unido.

Mais informações:
https://www.facebook.com/toplinkmusicoficial
https://www.facebook.com/RadioTvCorsario
https://www.facebook.com/AngraOfficialPage
https://www.facebook.com/drsinofficial
https://www.facebook.com/Project46
https://www.facebook.com/maltaoficial
https://www.facebook.com/femalethrash
https://www.facebook.com/UltimateMusicPR

SERVIÇO SÃO PAULO
Top Link Music e Rádio & TV Corsário orgulhosamente apresentam ANGRA FEST
Bandas: Angra, Project46, Malta, Nervosa e Dr. Sin

Data: 1 de dezembro de 2018
Local: Tropical Butantã – www.tropicalbutanta.com.br
End: Av. Valdemar Ferreira, 93 (200m do Metrô Butantã)
Horário: 17h (abertura da casa)
Infoline: 11 3031-0393
Evento Fb: https://www.facebook.com/events/455393128302252/
Classificação etária: 16 anos. Entre 14 e15 anos somente acompanhado por pai ou mãe munidos de documentos  ou responsável legal
Estacionamento: locais próximos sem convênio
Estrutura: ar-condicionado, acesso para deficientes, área para fumantes

# SETORES/VALORES (1º lote)
– PISTA MEIA/PROMOCIONAL*: R$ 50,00
– PISTA VIP MEIA/PROMOCIONAL*: R$ 90,00
– CAMAROTE MEIA/PROMOCIONAL*: R$ 120,00 (1º lote)
*O ingresso promocional antecipado é válido mediante a entrega de 1 kg de alimento não-perecível na entrada do evento.

# COMPRA PELA INTERNET – https://ticketbrasil.com.br/festival/6414-angrafest-saopaulo-sp
Formas de Pagamento: dinheiro, cartões de crédito e débito Visa, MasterCard, American Express e Diners Club
# PONTO DE VENDA OFICIAL (sem taxa de serviço): bilheteria Tropical Butantã
# PONTOS AUTORIZADOS em São Paulo, Barueri, Osasco, Santo André, São Caetano do Sul, São Bernardo do Campo, Mauá, Campinas, Sorocaba e Santos. Consulte o ponto de venda mais próximo da sua região em https://ticketbrasil.com.br.

**** Para a compra de ingressos para estudantes, aposentados e professores estaduais, os mesmos devem comparecer pessoalmente portando documento na bilheteria respectiva ao show ou nos pontos de venda. Esclarecemos que a venda de meia-entrada é direta, pessoal e intransferível e está condicionada ao comparecimento do titular da carteira estudantil no ato da compra e no dia do espetáculo, munido de documento que comprove condição prevista em lei;
***** A produção do evento NÃO se responsabiliza por ingressos comprados fora do site e pontos de venda oficiais;
****** É expressamente proibida a entrada com câmeras fotográficas e filmadoras profissionais ou semi-profissionais.